Skip to content

Mama sume

28 Janeiro, 2013

Ramalho Eanes: «Jaime Neves foi – com Alpoim Calvão –, em minha opinião, o melhor combatente da nossa geração de oficiais.»

About these ads
138 Comentários leave one →
  1. J.J Pereira permalink
    28 Janeiro, 2013 09:45

    “Os que… da lei da morte se vão libertando”

  2. salino permalink
    28 Janeiro, 2013 10:30

    Grande herói, diz a súcia de ladrões, ele que abriu as portas à máfia psd ps e cds, que nos vai ao bolso por todos os meios, desde há 39 anos, com a ajuda e complacência da justiça, mesma seita de aventais .

  3. 28 Janeiro, 2013 10:34

    Pois, pois, D. Helena, ceifaram indígenas e arredaram esquerdistas!?…

  4. salino permalink
    28 Janeiro, 2013 10:45

    Pois, pois, D. Helena, ceifaram indígenas – josegcmonteiro. Pois sim, diga-lhe dessas, que a D. Helena aceita até a morte e tudo, em se tratando de indígenas, agora chamar-lhes escrurinhos, não. E esse das Neves abriu a porta aos ladrões .

  5. balde-de-cal permalink
    28 Janeiro, 2013 11:15

    ‘quem quiser que o pinte de branco’
    saudades dos gulags

  6. Babuíno Gaspar permalink
    28 Janeiro, 2013 11:37

    Os mercados…
    Os juros da dívida soberana portuguesa estavam hoje a subir nos principais prazos, em linha com os de Itália e ao contrário dos de Espanha e Grécia, que estavam a descer.
    Cerca das 9:50, os juros da dívida soberana portuguesa a 10 anos estavam a negociar no mercado secundário nos 6,256%, acima dos 6,130% de sexta-feira.A cinco anos, os juros situavam-se nos 5,184%, acima dos 5,087% de sexta-feira, enquanto a dois anos, os juros estavam a negociar-se a 3,390%, acima dos 3,247% de sexta-feira.
    Os juros da dívida italiana seguiam uma tendência de alta nas principais maturidades, enquanto os juros da dívida soberana grega a dez anos continuavam a descer, tendo atingido hoje mínimos de outubro de 2010.
    Os juros da dívida espanhola também estavam a descer a dois anos, a cinco anos e no prazo de 10 anos.

  7. lica permalink
    28 Janeiro, 2013 11:48

    se o tal gajo é escurinho não fui eu que o pintei

  8. lica permalink
    28 Janeiro, 2013 11:49

    ou não fui eu quem o pintou ( portugues + correto)

  9. piscoiso permalink
    28 Janeiro, 2013 12:25

    Salgueiro Maia sim HEROI NACIONAL ,mas Jaime Neves … paz á sua alma ! – Anónimo

  10. Fincapé permalink
    28 Janeiro, 2013 12:34

    Neste post achei graça ao título que, aliás, me sugeriu uma série de piadas. Só que não as posso dizer aqui. ;)

  11. Manuel Lopes permalink
    28 Janeiro, 2013 12:38

    Totalmente de acordo. O homem era, de facto, um comandante à medida do que foi o nosso exército em África… boçal, bêbado, ignorante e inculto, emocional, tacticamente excepcional, um “pai” para todos aqueles que o seguiam, sem visão estratégica, um grande combatente para os meios de que dispunha. Portugal no seu melhor!!

  12. 28 Janeiro, 2013 12:57

    Há momentos na vida e ainda mais na morte em que os melhores elogios são as patadas. Desgraçado daquele que quando morre é elevado à categoria de anjo.
    Ele, onde esteja, deve estar a rir-se destes grunhos.
    Paz à sua alma e obrigado por eu ser livre.

  13. salino permalink
    28 Janeiro, 2013 13:39

    Ui, amigo de ricos, a quem franqueou da pocilga a porta, o gajo passou o resto da vida gorda, feliz como um porco .

  14. J.J Pereira permalink
    28 Janeiro, 2013 13:44

    A sub-cultura “lumpen” , no seu aspecto mais sórdido e mais reles , nunca deixa os créditos por mãos alheias em momentos como este…

  15. Caetano permalink
    28 Janeiro, 2013 13:50

    Não me admiraria nada se daqui a pouco tempo o visse finalmente condenado pelos crimes de guerra que cometeu, é que já são poucos os que restam que ainda estão a impedir que tal aconteça.
    Já se a mama vai sumindo não se preocupe, é da idade, há sempre a alternativa dos implantes.

  16. Zé da Póvoa permalink
    28 Janeiro, 2013 14:08

    Não me parece que Eanes tenha sido muito feliz no que disse. É que essa geração de oficiais se se distinguiu foi na guerra do ultramar, muitos com 4, 5 ou mais comissões de serviço. E do serviço que prestaram vem-nos à mente Wiriamu, napalm, atrocidades de toda a ordem !

  17. André permalink
    28 Janeiro, 2013 14:11

    Jaime Neves foi um dos oficiais que ajudou a consolidar a democracia em Portugal, independentemente de ser o não o melhor, merece sem dúvida a consideração de todos os portugueses.
    Quanto aos que dizem que abriu portas aos ladrões, é verdade, mas também as abriu a um sistema democrático e pluralista, onde se aceita a liberdade como um dado adquirido. Sem ele e muitos outros, a nossa vida seria certamente diferente (fosse uma recaída na ditadura de direita, fosse uma ditadura de esquerda).

  18. Portala Menos 1 permalink
    28 Janeiro, 2013 14:14

    Ramalho Eanes e Cavaco Silva terâo tido as suas razoes ideologicas para promover/condecorar uns e esquecer outros. Dar patadas em mortos é muito feio mas os mesmos que hoje se indignam aqui deviam ter memoria. Fariam bem à coerencia.

  19. 28 Janeiro, 2013 14:49

    Ainda não estou bem certo que estou a ler Português! Devo ter-me enganado! Deve ser Russo da ex-URSS!
    Alguns destes comentários sobre a personalidade do General (para mim será sempre o Capitão com o qual tive a HONRA de participar em diversas operações militares em 1966/67 em Moçambique) não têm classificação possível. UM NOJO! UMA VERGONHA! De gente cobarde, vil, sem o mínimo de princípios e sem coragem para o ter enfrentado enquanto era vivo. SÃO UNS PULHAS! UNS RATOS DE ESGOTO!
    O Sr. General Jaime Neves foi um HERÓI NACIONAL condecorado com as mais altas condecorações nacionais (entre elas a Torre e Espada com Palma) pela sua excepcional bravura em combate, pelo seu espírito humanista, pela suas caracterrísticas de liderança, etc.etc..UM GUERREIRO! UM HOMEM!
    Que descanse em Paz que bem o merece pela sua notável contribuição para a História Militar de Portugal e das suas Províncias Ultramarinas.
    MAMA SUME! CAPITÃO JAIME NEVES!
    ATÉ SEMPRE.

  20. ora porra permalink
    28 Janeiro, 2013 15:11

    “Paz à sua alma e obrigado por eu ser livre.”
    É isso mesmo. Parabéns, Fado Alexandrino!
    Os grunhos, pelos vistos, ou são totalmente ignorantes ou preferiam viver num regime do tipo Coreia do Norte. Têm, portanto, razão para não gostar de Jaime Neves.

  21. javitudo permalink
    28 Janeiro, 2013 15:16

    Um Homem como Jaime Neves até depois de morto, paz à sua alma, faz engulhos aos mixordeiros.
    Felizmente há mais como ele. Uns aguardam o tempo certo, outros são presos políticos, mas hão-de sair da prisão.
    No protetorado, por enquanto, os grandes criminosos passeiam-se à vontade dentro e fora.
    Perdida a vergonha tudo o mundo é deles. Até na televisão. As pivots bem os ajudam, é só sorrisos, até ver.

  22. 28 Janeiro, 2013 15:23

    Jaime Neves foi fundamental no 25 de Abril.
    Jaime Neves foi fundamental no 25 de Novembro.
    Colocar Jaime Neves como um “traidor” ao 25 de Abril, à democracia, ao estado de direito, à Constituição, é quase como que insultar outros militares fundamentais nas duas datas, como Melo Antunes, Vasco Lourenço, Marques Júnior, entre outros.
    Ramalho Eanes foi, é, um “traidor” ao 25 de Abril ? À democracia ?

  23. 28 Janeiro, 2013 15:25

    Jaime Neves não é culpabilizável pelos desvarios, incompetências, abusos de poder, pelo descalabro económico, financeiro post primeiros governos eleitos.

  24. 28 Janeiro, 2013 16:02

    Entretanto… “Erro na lei impede subsídio de férias de ser pago em duodécimos” — in Sapo e tv’s.
    Desleixo ? Incompetência ? Sacanice-a-pedido-do-governo ?

  25. Carlos Dias permalink
    28 Janeiro, 2013 16:21

    “Totalmente de acordo. O homem era, de facto, um comandante à medida do que foi o nosso exército em África… boçal, bêbado, ignorante e inculto, emocional, tacticamente excepcional, um “pai” para todos aqueles que o seguiam, sem visão estratégica, um grande combatente para os meios de que dispunha. Portugal no seu melhor!!”
    Perfil: Otelo Saraiva de Carvalho

  26. 28 Janeiro, 2013 16:57

    SEM DÚVIDA.
    Militares em plena aceção da palavra.
    Evitaram que milhares (ou milhões..!) de inocentes fossem presos no campo pequeno
    e sumariamente executados, como manda a cartilha leninista
    obviamente, os caluniadores da praxe estão ressabiados e raivosos dos campos de concentração stalinistas não terem sido implantados em Portugal.
    nem os fuzilamentos bárbaros estilo guevara e fidel
    roam as unhas
    mordam os lábios
    gritem calúnias
    espumem de raiva
    stalinistas da pedra lascada…PERDERAM..AGUENTEM

  27. 28 Janeiro, 2013 17:00

    …Entretanto, o Ministro da Economia veio tranquilizar quem lhes foi roubado o subsídio de férias : essa lei está correcta, será publicada no Diário da República.

  28. 28 Janeiro, 2013 17:00

    Mesmo com os traidores/cúmplices de assassinos exilados de luxo em
    ARGEL
    PRAGA
    MOSCOVO
    a revelarem a localização de militares portugueses em África
    causa de muitos mortos e feridos
    mesmo assim…estes militares souberam defender a vida de muitos cidadãos portugueses
    com coragem….audàcia..inteligência tática
    BEM HAJAM

  29. Portela Menos 1 permalink
    28 Janeiro, 2013 17:02

    Os heróis de uns são os carrascos de outros
    por Sérgio Lavos/Arrastão
    .
    Morreu ontem aquele que terá sido um dos responsáveis pelos massacres de Wiriamu, Chawola, Juwau e Inhaminga. Que a terra lhe seja tão leve como é sobre os cadáveres das vítimas destes massacres cometidos em nome da ideologia fascista e colonialista.

  30. 28 Janeiro, 2013 17:19

    Portela,
    esse “terá sido” corresponde a uma certeza ?
    Quantos militares que fizeram o 25 de Abril não estiveram na guerra no “ultramar” e eventualmente participaram em massacres, incluindo os citados ?
    Quanto a massacres, uns são “bons” ; os outros são criminosos.
    (Para mim, todos são criminosos, no mínimo criminosos).

  31. A C da Silveira permalink
    28 Janeiro, 2013 17:24

    O Piscoiso, como ignorante que é, não sabe que o Salgueiro Maia só teve exito no dia 25/4, porque o Jaime Neves impediu a saída de um batalhão de blindados fiéis ao governo de Marcello Caeteano, que se tivesse chegado ao Terreiro do Paço, teria feito a coluna do Salgueiro Maia em picado. Salgueiro Maia teve os méritos que lhe reconhecemos, porque o Jaime Neves ajudou!
    Jaime Neves é um Herói Nacional pelo que fez antes, e depois de 1974. Além disso, foi pela sua acção que se evitou um banho de sangue de portugueses no 25 de Novembro de 1975.
    Paz à sua Alma!

  32. piscoiso permalink
    28 Janeiro, 2013 17:32

    Não me lixem!

  33. Portela Menos 1 permalink
    28 Janeiro, 2013 17:37

    MJRB Posted 28 Janeiro, 2013 at 17:19
    .
    MJRB, terá que perguntar a Sergio Lavos/Arrastão, mas pode ir lendo o link do Piscoiso.

  34. 28 Janeiro, 2013 17:43

    Portela,
    Grato pelas recomendações, mas não necessito “ambos os dois” para saber quem foi e o que fez Jaime Neves.

  35. Portela Menos 1 permalink
    28 Janeiro, 2013 17:47

    MJRB Posted 28 Janeiro, 2013 at 17:43
    .
    nesse caso, ainda bem que está informado.

  36. piscoiso permalink
    28 Janeiro, 2013 17:52

    Eu ainda não sei quem foi Jaime Neves.
    Limito-me a ler testemunhos prós&contras.
    Parece-me que ainda não há o distanciamento suficiente para se fazer a história da guerra no ultramar.
    Tenho um irmão que esteve por lá, e as sequelas pós-traumáticas são notórias.
    Num silêncio de morte.

  37. 28 Janeiro, 2013 18:12

    Portela,
    Cheguei a discordar de dois “comportamentos”/acções (passe o termo) de Jaime Neves e dos Comandos no período do 25 de Novembro. E mantenho até hoje essas minhas convicções.
    Também estou convicto que JNeves, afinal, foi fundamental no 25 de Novembro. Evitou o pior !
    Tal como Álvaro Cunhal também evitou o pior no 25 de Novembro. Ambos “travaram” o quase-quase inevitável — Vc., portela, mais o seu guru Sérgio Lavos, sabem que assim foi ?

  38. 28 Janeiro, 2013 18:19

    portela,
    certamente Vc. sabe isto : há “coisas” que a História “desconhece” em absoluto e que só os intervenientes e muito poucos mais sabem.

  39. Portela Menos 1 permalink
    28 Janeiro, 2013 18:26

    tem razão (alguma) caro MJRM…
    .
    A extrema direita não reconstruirá a história de Abril
    Publicado em Janeiro 28, 2013 por Tiago Mota Saraiva
    .
    Não sendo adepto de ajustes de contas na hora da morte, é absolutamente delirante a campanha ideológica que está em curso na sequência da morte de Jaime Neves. Uns chamam-lhe um “militar de Abril” e outros apresentam-no como o militar que defendeu “Abril” em artigos para os quais não tenho vontade de fazer ligações – o Vítor Dias explica.
    O que é claro é que todos os órgãos de comunicação social repetem a ideia que os comunistas procuraram instaurar uma ditadura em Portugal. É bom que se recorde que esta tese tem origem, única e exclusivamente, no discurso da extrema direita da época ou dos “Donos de Portugal” que, por uma vez na sua vida, viram os interesses ameaçados durante o PREC.
    Cumpre-me neste momento recordar a morte de um cidadão que se encontrava no Centro Comercial da Amadora pelo disparo de uma granada de morteiro ou a morte por rajada de metralhadora do militante da UDP Joaquim Leal tendo, ambas as acções, tido como origem o interior do quartel do Regimento de Comandos da Amadora, há época, comandado por Jaime Neves (ler o debate parlamentar que originou).

  40. Tiro ao Alvo permalink
    28 Janeiro, 2013 18:41

    Piscoiso,
    Tu dizes que te limitas a ler umas coisas de um lado e do outro, mas não é verdade. Tu lês mas só assimilas o que te convém. No caso, podias também ler isto: http://salvoconduto.blogs.sapo.pt/78337.html?.isPopup=true&replyto=962817#reply , e se assim fizesses e lesses os comentários seguintes, podias ver como estás enganado a respeito do Jaime Neves. Estás enganado, mas não te acanhas de dar publicidade a mentiras sobre o homem, sem respeito por ele e pela sua família, em momento que deveria merecer respeito, silêncio, pelo menos.
    Tem juízo, portanto.

  41. A C da Silveira permalink
    28 Janeiro, 2013 18:43

    A comunagem que não perdoa o 25 de Novembro, agora quer associar o nome de Jaime Neves à tragédia de Wiriamu que nos deve envergonhar a todos. É tipico, e já estamos habituados às práticas estalinistas. Mas se começamos aqui a desfiar os massacres que se fizeram na Guerra do Ultramar, e os responsáveis por eles, então temos pano para mangas.

  42. Tiro ao Alvo permalink
    28 Janeiro, 2013 18:45

    Piscoiso,
    os comentários a que me referem aparecem depois de
    http://salvoconduto.blogs.sapo.pt/78337.html?.isPopup=true&replyto=962817#reply ,
    assim:
    De Anónimo a 9 de Junho de 2009 às 19:55
    A 6ª companhia de Comandos não actuou em Moçambique, mas sim em Angola… Haja cuidado com o que se escreve se querem ter credibilidade.

    responder a comentário | discussão

  43. 28 Janeiro, 2013 19:02

    Portela,
    Óbvio : não será a direita nem a extrema-direita que reescreverá/”reconstruirá” a História do 25 de Abril. Nem será alguma esquerda e estrema-esquerda que reescreverá/”reconstruirá” o 25 de Novembro.
    Jaime Neves não foi “um militar de Abril” porque não esteve na origem nem na estratégia militar inicial desse momento crucial. Mas foi fundamental nessa madrugada, dias e noites seguintes.
    Estou também convicto que “os comunistas” (PCP, MDP-CDE, SUV, UDP, FSP entre outros, menos o MRPP, claro !) não quiseram instaurar uma ditadura em Portugal. Tiveram, no PREC, uma actividade intensíssima, determinante, com cartilha relida até à exaustão numa tentativa de a aplicar no terreno. Algumas pessoas desses partidos, mais informadas, com discernimento da real situação sociológica tuga, sabiam que seria impossível… O 25 de Novembro ou outra data, eram inevitáveis.
    Também ainda hoje estou convicto disto : muitos militantes desses partidos e movimentos quiseram então e tão-só o bem-estar, a evolução global dos mais carenciados, a consolidação da democracia e a Liberdade plena — as questões político-partidárias, os bastidores, Lisboa, ultrapassavam, lateralizavam essas ambições…

  44. Portela Menos 1 permalink
    28 Janeiro, 2013 19:08

    MJRB
    Posted 28 Janeiro, 2013 at 18:12 : portela, mais o seu guru Sérgio Lavos, sabem que assim foi ?
    .
    MJRB,
    para sua informação não tenho gurus mas tenho idade e memória suficiente para contrapor a certas “verdades” que a extrema-direita por aqui planta, com a maior das poucas vergonhas do ponto de vista histórico.

  45. Paulo permalink
    28 Janeiro, 2013 19:12

    Piscoiso
    Já que tem familiares envolvidos, pergunte-lhe lá o que ouviu dizer do Salgueiro Maia por Santarém.
    Provavelmente vai ouvir que era um canastrão que calhou estar na Rua do Arsenal naquele dia, a ser manipulado como uma marionete pelo Otelo e outros.
    O homem só ficou herói porque morreu cedo.
    .
    Pelo contrário o Jaime Neves era de excessos, e mesmo por isso amores e ódios. Perfil típico dos que se distinguem.

  46. 28 Janeiro, 2013 19:21

    Portela,
    Óptimo, e este óptimo é sincero : Vc. não tem gurus (mas como invoca muito regularmente Sérgio Lavos…) ; tem idade e memória suficiente para contrapôr a certas verdades”. Também eu. Estamos “quites”. Talvez com esta diferença : não estou obrigado a responder por partidos, a aceitar publicamente tudo o que um partido disser e fizer, e rejeito líderes partidários.

  47. 28 Janeiro, 2013 19:24

    Paulo,
    Discordo tatalmente da sua análise e conclusão sobre Salgueiro Maia na madrugada e no dia 25 de Abril.
    Salgueiro Maia, por o que fez nesses momentos, é tão herói como outros — só que…o P”S” fê-lo mais herói…

  48. piscoiso permalink
    28 Janeiro, 2013 19:31

    Tiro ao Alvo (18:45)
    “De António Carlos a 19 de Março de 2011 às 11:46
    A 6ªa companhia de comandos comandada pelo alferes Antonino Melo, era de facto a 6ª, mas atenção: A 6ª Comapnhia de Comandos DE MOÇAMBIQUE. A 6ª Companhia de Comandos que esteve em Angola, foi treinada e recrutada na então Metrópole, e prestou posteriormente serviço em Angola. A 6ª Companhia de Comandos de que se fala e que esteve em Wiriamu, era composta por moçambicanos, ou por gente que lá vivia há muito tempo, como é o caso do alferes Antonino Melo. O esclarecimento é fácil e fica feito. ”
    .
    Paulo (19:12)
    É difícil perguntar isso ao meu irmão porque já morreu.

  49. Tiro ao Alvo permalink
    28 Janeiro, 2013 19:33

    Portela, pelo que diz já tem idade para ter juízo. Leia, pf, em http://salvoconduto.blogs.sapo.pt/78337.html?.isPopup=true&replyto=962817#reply , o comentário de um Anónimo (em 9 de Junho de 2009 às 19:55), que escreveu o seguinte: “A 6ª companhia de Comandos não actuou em Moçambique, mas sim em Angola… Haja cuidado com o que se escreve se querem ter credibilidade”. E como pode ler nos comentários seguintes, o Jaime Neves, por alturas dos massacres citado, não estava em Moçambique…
    E assim sendo, tenha tento na língua. É o mínimo que lhe posso pedir.

  50. Portela Menos 1 permalink
    28 Janeiro, 2013 19:36

    MJRB, Posted 28 Janeiro, 2013 at 19:21 ” Talvez com esta diferença : não estou obrigado a responder por partidos, a aceitar publicamente tudo o que um partido disser e fizer, e rejeito líderes partidários”
    .
    vc, caro MJRB, continua a atirar tiros na água…
    e, sobre partidos e lideres partidários, parece que JNeves, segundo alguns comentadores, ajudou ao 25Abril e, consequentemente, à existência dos ditos e de respectivos lideres…

    .

  51. Portela Menos 1 permalink
    28 Janeiro, 2013 19:45

    Tiro ao Alvo, Posted 28 Janeiro, 2013 at 19:33
    .
    é por causa disto que está zangado: “… tenho idade e memória suficiente para contrapor a certas “verdades” que a extrema-direita por aqui planta, com a maior das poucas vergonhas do ponto de vista histórico.” ?
    se é sobre isto posso dizer-lhe, concretamente, que dizer que Jaime Neves é um homem do 25 de Abril é como dizer o mesmo de Kaulza de Arriaga.

  52. 28 Janeiro, 2013 19:57

    Caro Portela,
    Atente sff no meu comentário das 19:02.
    Eu não afirmei que JNeves foi “um homem do 25 de Abril”, um estratega inicial do MFA, etc. Mas esteve e foi fundamental no 25 de Abril.
    Kaúlza nunca esteve no 25 de Abril ; JNeves esteve — eis a diferença.
    Quanto aos meus tiros na água : de vez em quando faço inadvertidamente tiro à água. Acerto ou não no alvo. Reconheço que no meu comentário, 19:21, nada tenho a ver com a sua fidelidade ou não filiação partidária. Foi um tiro na água.

  53. salino permalink
    28 Janeiro, 2013 20:04

    Não conheço Jaime Neves se não do que diz malta do poder há 39 anos, a máfia de trolhas, que foi o herói que lhes escancarou as portas, dos donos de portugal, banqueiros e latifundiários, aos homens de sucesso de Cavaco, até Portas, Baltazar, escurinho, e o mesmo Portas. O que tem sua carrada de graça.
    No mais, está nisto a fortuna de mortais, que a seu tempo por igual, indefectivelmente, passam .

  54. 28 Janeiro, 2013 20:06

    Portela, 19:36
    Não há democracia sem partidos políticos — concorda ?
    Concordará que JNeves, ao intervir no 25 de Abril “ajudou” para a existência de partidos e de líderes. Vc. não quis (porque “já tem idade”) nem quer uma democracia sem partidos, presumo.

  55. 28 Janeiro, 2013 20:19

    salino 20:04
    Vc. esqueceu-se dos “socialistas”, melhor, de alguns “socialistas” que têm estado no poder ?!
    JNeves “escancarou-lhes as portas” tal como outros intervenientes no 25 de Abril e no 25 de Novembro. Os civis arrombaram outras portas…
    (O Otelo que há poucos anos elogiou a social-democracia e até o P”S”, é o mesmo Otelo do 25 de Abril e dos SUV ? Melo Antunes, Ramalho Eanes, Vasco Lourenço, Rocha Vieira, entre outros, fizeram o 25 de Abril e o 25 de Novembro “para isto” ? Têm culpa ?)

  56. Portala Menos 1 permalink
    28 Janeiro, 2013 20:22

    MJRB, isto está a ficar confuso! A afirmaçao “rejeitar lideres” é sua ;-)

  57. 28 Janeiro, 2013 20:39

    Portela,
    Eu, nada confuso. “Rejeito líderes partidários”. Sou eu que rejeito. E jamais me deixaria iludir pelos actuais líderes tugas. Segui-los, muito menos.

  58. Tiro ao Alvo permalink
    28 Janeiro, 2013 20:47

    Portela, sobre o Jaime Neves, escreveu esta enormidade: “Morreu ontem aquele que terá sido um dos responsáveis pelos massacres de Wiriamu, Chawola, Juwau e Inhaminga. Que a terra lhe seja tão leve como é sobre os cadáveres das vítimas destes massacres cometidos em nome da ideologia fascista e colonialista”.
    Sabendo agora que o Jaime Neves não estava em Moçambique quando isso aconteceu, o Portela não desarma e escreve:”sobre isto posso dizer-lhe, concretamente, que dizer que Jaime Neves é um homem do 25 de Abril é como dizer o mesmo de Kaulza de Arriaga”.
    Nem um pingo de remorso, nem uma palavra a emendar a mão, sempre o mesmo ódio, sempre os mesmos processos, sempre a mesma sem-vergonha.
    Você é uma caso perdido, parece. Coitado.

  59. salino permalink
    28 Janeiro, 2013 21:04

    MRJB
    “Vc. esqueceu-se dos “socialistas”, melhor, de alguns “socialistas” que têm estado no poder ?!”
    Eu esqueci?, nem pense, apesar da tirada última, sucinta, mas não sou cego, PS, PSD e o CDS, com os amigalhaços banqueiros e latifundiários, mais xicos espertos, lojas de advogados, judeus, trolhas, de mão dada, orquestraram os negócios que deram na banca rota, milhares de milhares no desemprego, suicídios em desespero, fome, emigração, desgraça… E tudo sem um dedo da justiça, conivente na miséria do País civilizado .

  60. J.J Pereira permalink
    28 Janeiro, 2013 21:11

    “Tiro ao Alvo”,
    Não vale a pena responder aos amanuenses/propagandistas de turno , resíduos necrófilos da maior campanha de publicidade enganosa do sec.XX .
    Só para exemplo, não nos esqueçamos que, de acordo com essa canalha , Katynia foi obra dos Alemães – e, para “aligeirar” a coisa , verifique as tomadas de posição , em S.Bento, dos membros da associaçãozeca face às primeiras notícias sobre Chernobyll…

  61. Portela Menos 1 permalink
    28 Janeiro, 2013 21:18

    Tiro ao Alvo, Posted 28 Janeiro, 2013 at 20:47
    .
    não posso fazer nada pela sua capacidade de discernir o que é uma citação (massacres de Wiriamu, Chawola, Juwau e Inhaminga).
    .
    sobre afirmações minhas discuto-as todas … sem insultos.

  62. salino permalink
    28 Janeiro, 2013 21:18

    Alguém que entenda o J. J (sem ponto) Pirera que exlique ?

  63. Portela Menos 1 permalink
    28 Janeiro, 2013 21:21

    Tiro, está aqui o link:

    http://arrastao.org/2740501.html

  64. piscoiso permalink
    28 Janeiro, 2013 21:28

    Nada melhor que recordar o ZECA AFONSO:
    .
    Chame-se o Bufallo Bill
    Chegue aqui o Jaime Neves
    Para recordar Wiriamu,
    Mocumbura e Marracuene
    .
    Que a cruz gamada reclama
    e novo o Grão-Capitão
    Só os meninos nazis
    Podem levar o pendão
    .
    Mas não se esquecam do tacho
    Que o papá vos garantiu
    Ao fazer voto perpétuo
    De ir prà puta que o pariu

  65. 28 Janeiro, 2013 21:39

    Muitos “socialistas” do P”S” não se esqueceram nem esquecerão do tacho que “o papá vos garantiu” . “Ao fazer voto perpétuo”. E o papá tem nome ou se quiserem, nomes… Melo Antunes, Spínola, Costa Gomes, Salgueiro Maia, Carlos Fabião, Jaime Neves, Ramalho Eanes, Vasco Lourenço Lourenço, Marques Júnior, Otelo, Galvão de Melo, Rosa Coutinho, Pinheiro de Azevedo…

  66. jojoratazana permalink
    28 Janeiro, 2013 21:42

    Não deixa de ser hilariante a comunicação social, que apresenta Jaime Neves como tendo derrotado a implementação em Portugal de uma ditadura comunista.
    Primeiro nunca em Portugal esteve em causa implementar uma ditadura comunista, o próprio 25 de Novembro desmente essa cabala, se fosse essa a intenção no 25 de Novembro, teria começado uma guerra civil.
    Guerra civil essa, que era afinal e apenas aquilo que os que fizeram o golpe pretendiam.
    Como essa guerra saiu frustrada, os que a tentaram a todo o custo foram derrotados.
    E continuam a passear por ai as suas enormes barrigas cheias, á custa do povo que enganaram e continuam a roubar.
    De notar o bom serviço da comunicação social, na continuação da propagação das mentiras para defender a canalha, que nos continua a explorar e enganar.

  67. Tiro ao Alvo permalink
    28 Janeiro, 2013 21:54

    Portela, quando citar alguém, faça-o de forma clara e não se limite a repetir o que outros escreveram, sem se distanciar.
    Tal como escreveu, a frase parece sua. Não fui eu que não soube ler, foi você que não soube escrever. E tenha cuidado com o que lê no Arrastão – essa gente não admite o contraditório, pois julga-se a única dona da verdade. Um perigo.

  68. salino permalink
    28 Janeiro, 2013 22:34

    Ai, Piscoiso…
    Em tempos perito das nossas música, por cá,
    hoje diz a letra, the lyrics, mas esqueceu a pauta e os compassos,
    com as colcheias, semicolcheias, as mínimas e as semínimas, enfim, a música que aqui vai :

  69. Duarte permalink
    28 Janeiro, 2013 22:48

    Mama sume

  70. salino permalink
    28 Janeiro, 2013 22:50

    “essa gente não admite o contraditório, pois julga-se a única dona da verdade.” Tiro ao Alvo ( um perigo do arrastão ) .

  71. salino permalink
    28 Janeiro, 2013 23:03

    E está aí então tudo, em resumo, ou quase, ó Duarte, assim rasgado e dado ao escuro, desde o Regime Antigo e Pide à Guerra colonial, com os heróis celebrados de chacinas até homens sem escrúpulos de sucesso, BPNs e Cavacos, escorrendo 39 anos ps psd cds de oportunismo, abuso, a completar nos Passos.
    Parabéns. Bom documento .

  72. Expatriado permalink
    28 Janeiro, 2013 23:20

    E’ de admirar com ainda ha’ gente que da’ trela aos marcianos….. Eles nao sao do planeta Terra, quanto mais de Portugal.
    .
    Mas insistem na repetiçao da mantra e, de tanto repetirem, ate’ acreditam que nao ha’ mais nada para alem dela.

  73. João Q. permalink
    29 Janeiro, 2013 03:19

    Ao menos escreva bem, porra:MAMA SUMAE

  74. Tiro ao Alvo permalink
    29 Janeiro, 2013 09:30

    Duarte, já se deu conta de que a tal 6ª Companhia, que actuou em Moçambique e que actuou nos massacres, não era comandada pelo Jaime Neves, que nessa altura estava em Angola a comandar uma outra companhia, também designada por 6ª Companhia?
    Bem se diz que uma mentira repetida vezes sem conta torna-se verdade através de uns duartes.

  75. neotonto permalink
    29 Janeiro, 2013 10:54

    Duarte, já se deu conta de que a tal 6ª Companhia, que actuou em Moçambique e que actuou nos massacres, não era comandada pelo Jaime Neves, que nessa altura estava em Angola a comandar uma outra companhia.
    Oi, Sr. Tiro ao alvo. Se o General nao tirasse melhor ao alv.(preto) que vc estavamos aviados…
    .

    http://salvoconduto.blogs.sapo.pt/78337.html

    .
    A partir do 25 de Novembro deixa de ter intervenção?
    -Sim, só me dedicava à vida militar. Fico nos Comandos até passar à reserva em 1981.
    Tinha estado na Índia na primeira comissão. Estive em Moçambique pela primeira vez
    em 1959. Em 1962 fui para Angola até 1964; depois vou logo para os Comandos.
    Regresso a Angola em 1965 e em 1966 mudam-me para Moçambique, fiquei lá mais
    um ano e meio. Em 1968 regresso e em 1970 volto para Moçambique com uma
    companhia de Comandos, depois de ter estado cerca de cinco meses em Angola. Sou
    promovido a major em 1972 e fico em Moçambique até Dezembro de 1973.
    .
    África marcou-o muito?
    -Sim. Em 1973 cheguei a dizer ao meu pai que ficava em África. Eu gostava daquilo,
    sentia-me realizado.
    .
    Como responde à polémica que surgiu com a sua recente promoção a general?
    -Não respondo, mas há uma coisa que tem de ser dita: esta raiva que o Vasco Lourenço
    despeja em cima de mim, sempre que pode, tem duas origens. Primeiro, ele tem uma
    verborreia crónica; ele tem de pronunciar-se de vez em quando. Segundo, há uma coisa
    que ele não esquece: em 1975 eu disse no regimento que a ele nem para cabo o queria e
    pedi desculpa aos cabos. Ele não tinha categoria

  76. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 11:04

    MJRB,
    .
    Estou também convicto que “os comunistas” (PCP, MDP-CDE, SUV, UDP, FSP entre outros, menos o MRPP, claro !) não quiseram instaurar uma ditadura em Portugal.
    .
    Admito que não conheça a entrevista, para que o aponto, que Álvaro Cunhal deu de persona propria à jornalista Oriana Fallaci. Consegue o texto facilmente na Internet, e por isso não irei citar aqui, para que possa ler tudo, em próprio contexto.
    .
    Nessa entrevista Álvaro Cunhal expressou livremente a opinião de Álvaro Cunhal em relação à existência de eleições. Não lhe irei transcrever o que ele disse na entrevista, prefiro que seja o prórpio MJRB a realizar essa descoberta. Gostaria que o MJRB se desse ao incómodo de a ler e esclarecer assim o que disse acima.
    .
    Como eu creio que o MJRB é um democrata e sumamente inteligente, sei que, lendo a entrevista, retratará de prontamente o que acima escreveu.

  77. piscoiso permalink
    29 Janeiro, 2013 11:07

    Se o próprio Jaime Neves afirmou:
    Em 1968 regresso e em 1970 volto para Moçambique com uma
    companhia de Comandos, depois de ter estado cerca de cinco meses em Angola. Sou
    promovido a major em 1972 e fico em Moçambique até Dezembro de 1973.

    e se o massacre de Wiryamu ocorreu em Dezembro de 1972, pelo menos estava em Moçambique nessa data.
    Mas podia estar na messe a emborcar uns scotches, não é?

  78. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 11:09

    jojoratazana,
    .
    O PCP tentou instaurar a tal ditadura (leia a entrevista a que aduzi acima) e só não conseguiu porque nunca teve apoio popular.
    .
    Se o comunismo é tão querido, porque não há então um movimento de massas de russos, polacos e checos para voltar aos dias gloriosos de antes da queda do muro? Por causa de quê existiu Tianamente e Praga? Porque foi o golpe de 1991 em Moscovo derrotado pelo próprio povo, que convenceu os soldados a mudar de lado para a democracia?
    .
    Desconfio de médicos que me receitam aquilo que lhes matou a família inteira.

  79. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 11:27

    Duarte,
    .
    As suas soluções são problemas de milhões.
    .
    Há injustiças no mundo actual? Há, sim senhor. O regime do Estado Novo era pernicioso? Era, era terrível, e os seus defeitos não pagavam as suas poucas virtudes.
    .
    Mas diga-me que justiça há em 39 a 63 mortos no Tarrafal (depende das fontes. 39 até é de um tipo de esquerda caviar)? Houve 1.150.000 milhões de mortos nos Gulag, e o Duarte não pára de louvar e laudar o regime que as criou.
    .
    Ainda há poucos meses um comentador no Pravda (um antigo líder do PCUS, para mais) escrevia isto (desta cito de memória): «no tempo do Czar éramos livres. Depois veio o comunismo e a horrível prisão e o medo tornaram-se parte da vida de todos nós.» Fiquei siderado quando o li, ademais vindo de quem veio e do jornal onde foi publicado. Procure o artido do Pravda que aconselha os americanos a não largarem o direito de porte de armas, se o quiser ler. Seja inteligente, não desdiga «Lá-lá-lás» nem deixe de admitir que o melhor do comunismo sempre foi mais escabroso que o pior da economia de mercado com ética e regras. Admito que não temos ética por este socialismo de compinchas em que vivemos. Apesar de tudo vivemos melhor do que o melhor da União Soviética, da China e de Cuba. Por enquanto, já que as socialices e as intervencionices do poder político estão a mandar a nossa economia às malvas.
    .
    Aliás, se o Duarte pode livremente louvar o comunismo, nunca um soviético poderia louvar o capitalismo, mesmo se o quisesse. O Muro de Berlim foi feito porque os comunistas queriam fugir, não para manter de fora os capitalistas. Cubanos fogem para os Estados Unidos, nunca ouvi falar de muitos americanos a fazer o percurso inverso. Meta por isso o comunismo pelo mesmo orifício de onde essas palavras lhe saem e PERGUNTE AOS RUSSOS SE O QUEREM DE VOLTA.
    .
    Aprender com os erros dos outros é de pessoa inteligente; não saber olhar a realidade é de burros.

  80. Portala Menos 1 permalink
    29 Janeiro, 2013 11:46

    Hoje calhou ao Duarte!
    Copy & Cola, muda-se o destinatário e “prontos”, mais um submarimo nortekoreano ao fundo!

  81. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 11:51

    Portala Menos Um,
    .
    Mudou de nome?

  82. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 11:55

    Portala Menos Um,
    .
    Eu não falei da Coreia do Norte. Mas aposto que o Portela também detesta falar de Cuba, da China, da Europa do Leste. Não lhe convém. Afinal, para o Portela (ou portala, ou Portilha, quando quiser) sonhos nas núvens são atrapalhados pela estúpida coisa chamada realidade.
    .
    E mais lhe digo: abra a boca nos países ex-comunistas para defender o que defende e deixará de ter trinta e dois dentes na sua boca. Já tive de intervir para proteger um compatriota nosso de uma carga de porrada, e só o consegui porque havia quem me conhecesse e sabiam bem a minha opinião política. Se não soubessem, levava por tabela.

  83. Portela Menos 1 permalink
    29 Janeiro, 2013 12:16

    Afinal o homem estava em Mocambique, ou nao?

  84. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 12:48

    Portela Menos Um,
    .
    Estava em Moçambique. Fez o que achava que deveria ter feito. Aos critérios de hoje, felizmente, chama-se a isso acções hediondas. Dificilmente porém pode separar o homem da sua época. E creia-me que no início dos anos 70 os que queriam Portugal fora de África eram chamados terroristas. Hoje, mais uma vez devido a termos caído na realidade, chamamos-lhe libertadores.
    .
    O Jaime Neves reduziu-se a agir como um soldado numa guerra que foi desde o início sumamente injusta. Numa guerra, nunca espere que os soldados usem beijos em vez debalas. Ao Jaime Neves devemos a liberdade que me permite a mim discordar de si e que lhe permite a si retribuir-me na mesma moeda sem que nenhum de nós veja o fundo de uma prisão ou o pelotão de fuzilamento.
    .
    Dito isto, que devemos nós a si e aos seus?

  85. Tiro ao Alvo permalink
    29 Janeiro, 2013 14:31

    Neotonto, você indicou um link mas não leu tudo. De outra forma tinha lido isto:
    “De António Carlos a 19 de Março de 2011 às 11:46
    A 6ªa companhia de comandos comandada pelo alferes Antonino Melo, era de facto a 6ª, mas atenção: A 6ª Comapnhia de Comandos DE MOÇAMBIQUE. A 6ª Companhia de Comandos que esteve em Angola, foi treinada e recrutada na então Metrópole, e prestou posteriormente serviço em Angola. A 6ª Companhia de Comandos de que se fala e que esteve em Wiriamu, era composta por moçambicanos, ou por gente que lá vivia há muito tempo, como é o caso do alferes Antonino Melo. O esclarecimento é fácil e fica feito.
    Quanto a esta história triste de Wiryamu, Juwau e Chawola, temos de dizer que a peça chave não foi a 6ª companhia de comandos, mas sim a figura de Chico Kalavache, conhecido em Moçambique pelos opositores ao regime como Chico Feio. Era um agente da PIDE/DGS e foi ele que realmente, comandou os homens naquele dia”.
    Nestas coisas, neotonto, devemos ser todos mais cuidadosos e mais rigorosos.

  86. Expatriado permalink
    29 Janeiro, 2013 14:59

    Interessante e’ como apenas se encontra um registo, inoquo, nos arquivos da Torre do Tombo quando se faz uma busca com a palavra “Wiryamu”.
    .
    Os marcianos nao brincam em serviço….

  87. salino permalink
    29 Janeiro, 2013 15:37

    Lá veio o Colaço pregar a dele. Que paspalhão de culaço. Que tem a china a ver co caso, a cuba , lá o raio que o parta, ó regateira? O dito cujo de nebes, pelos bistos, foi(podia dizer-se, um colaço de hoje, no fundo um assassino, cobardolas com os fracos, indefesos, y luego un cerdo de mierda …

  88. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 15:51

    Salino,
    .
    Sugiro que use um corrector ortográfico.
    .
    O Comunismo vê-se nos seus resultados. Há que ver onde foi realizado por quem se dizia comunista e os resultados disso. Porque resultados existem, estão à vista e não se escondem. Há que ver esses resultados.
    .
    Estes resultados não são nada brilhantes. Não pode ser por isso intelectualmente brilhante quem o defende. Portanto, meu caro, reveja as suas prioridades e apresente argumentos. Por lhe ter colocado a fasquia demasiado alto para o que pode saltar, receio que tenha superado as suas habilidades.

  89. Duarte permalink
    29 Janeiro, 2013 16:01

    Escusam de dar música. Jaime Neves coronel e sanguinário colonial fascista esteve naquilo. Vergonha.

  90. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 16:08

    Duarte,
    .
    O meu pai esteve na lista da Matança da Páscoa. Antes disso esteve preso pela PIDE.
    .
    Como vê, não há grande diferença entre União Nacional e Partido Comunista Português. Diferenças, apenas semânticas e em escala de mortos.

  91. Portela Menos 1 permalink
    29 Janeiro, 2013 16:42

    Francisco Colaço, Posted 29 Janeiro, 2013 at 12:48
    .
    FC,
    para além de alguns justos nomes que lhe chamam por aqui, o sr é pretencioso, dogmático e pensa que a Terra gira à sua volta. Mas todas (vá lá, quase todas) as suas provocações têm resposta.
    “Dito isto, que devemos nós a si e aos seus?” pergunta o engenheiro Colaço. A mim não me deve nada, apesar de ter estado na guerra colonial em Moçambique – por coincidência no mesmo período do massacre – e não ser acusado de coisas que envergonham qualquer ser humano.

  92. 29 Janeiro, 2013 16:43

    Francisco Colaço, 11:04,
    Lembro-me dessa entrevista de ACunhal. Sei muito bem quem foi a extraordinária jornalista OFallaci que esteve no PREC, e não só…
    Mantenho o que escrevi. Posso garantir-lhe isso.

  93. Duarte permalink
    29 Janeiro, 2013 16:47

    Francisco Colaco

    So conheço uma lista da matança da Páscoa a de 1506 No Massacre de Lisboa de 1506, também conhecido como Pogrom de Lisboa ou Matança da Páscoa de 1506, uma multidão perseguiu, violou[carece de fontes], torturou e matou centenas de pessoas, acusadas de serem judias. Isto sucedeu antes do início da Inquisição e nove anos depois da conversão forçada dos judeus em Portugal, em 1497, durante o reinado de D. Manuel I.

    Quanto ao boato no tempo do prec e que precipitou a tentativa de golpe fascista do 11de Março do Spinola ainda hoje se esta por descobrir que o lançou se a extrema direita se a extrema esquerda. O PCP nao foi nem encontra registos disso.

    Deixe -se de inventar.

  94. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 16:47

    MJRB,
    .
    Acredite-me que julgava que o MJRB era democrata e achava que as eleições não eram um «desvio burguês». Usei as palavras do próprio Cunhal, que rejeita as eleições nessa entrevista, líder do PCP na altura.
    .
    Enganei-me sobre si.

  95. 29 Janeiro, 2013 16:49

    FColaço,
    Até posso garantir-lhe mais isto : ACunhal foi um dos que evitou (!), estancou (!!) uma revolta armada em Novembro de 1975. Não lhe vou dizer quantos dias antes do 25 de Novembro, quem mais “negociou” a latente e eminente “guerra civil”, e quem queria…uma resolução armada !

  96. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 16:50

    Duarte,
    .
    Eu vi cópia da lista, muitos anos depois, há cerca de quinze anos atrás. O nome do meu pai estava lá. Tinha sido fornecida por um ex-comunista em 75 ao que me mostrou.
    .
    Quanto a registos, acha que o PCP iria deixar registos que pudessem indiciar os seus dirigentes em actividades ilegais? Os comunistas podem excretar pela boca, mas não são estúpidos.

  97. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 16:52

    MJRB,
    .
    Depois de me dizer que admira quem acha que eleições são um desvio burguês, pode perorar o que quiser sobre a justiça da sinistríssima esquerda, que lhe advinho as intenções.

  98. Duarte permalink
    29 Janeiro, 2013 16:54

    Não invente. Viu copia e sabe quem a fez? isso é para crianças.

    Olhe ponha mais isto na lista das vitimas do socialismo

    E o mais trágico e abjecto dos crimes contra a humanidade: o lançamento da bomba atómica sobre Hiroshima e Nagasaki em Agosto de 1945.

  99. 29 Janeiro, 2013 16:55

    FColaço,
    Pode enganar-se quando quiser sobre mim.
    Vc. já deve ter ouvido falar em estratégicas “declarações de guerra” em tempo revolucionário, etc. Ou não ? Depreenda disto “declarações de guerra” o que quiser e se conseguir, “cole-a” ao PREC.
    Também provavelmente vc. já ouviu falar em casos que a História não regista.
    Pronto(s) : para si deixei de ser democrata e “sumamente” inteligente.

  100. Duarte permalink
    29 Janeiro, 2013 16:58

    Francisco Colaco

    Se quiser continuar o dialogo , modere a sua linguagem , pois assemelha-se muito à linguagem dos pides que torturam o meu AvÕ até à incapacidade física e a minha tolerância democrática tem limites.

  101. 29 Janeiro, 2013 17:01

    FColaço, 16:52,
    Mas que raio de conclusão sobre mim ! Vc. entrou em delírio ?
    Vc. sabe que há pessoas partidariamente isentas ?, politicamente convictas ?, que por mero acaso ou não, foram pouco, muito, bastante intervenientes ou, também por mero acaso…
    Nâo, não “acho que eleições são um desvio burguês” ! — também eu lutei alguma coisa para que ocorressem eleições livres em Portugal. Capice ?

  102. Portela Menos 1 permalink
    29 Janeiro, 2013 17:11

    Tiro ao Alvo
    Posted 29 Janeiro, 2013 at 14:31 (…) Nestas coisas, neotonto, devemos ser todos mais cuidadosos e mais rigorosos (…)
    .
    Claro, esse “rigor” dos dirigentes do Estado Novo também foi utilizado no caso do assassinato de Humberto Delgado – que teria sido um ajuste de contas dentro da oposição ! Provou-se que a PIDE, a mando de Salazar, fez o serviço para o qual foi criada, isto é, matar.

  103. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 17:27

    MJRB
    .
    Non, non capisco ni vuolo capiscare. Si voi, como direte, volete elezioni libere in Portogallo, per ché in la stessa volta confirmare che le trova cosa de borghese, o al meno admira quel che le dice.

  104. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 17:29

    Duarte,
    .
    Comunistas não tiveram nunca tolerância democrática, e têm os campos de prisioneiros para demonstrar o que escrevi.

  105. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 17:33

    Duarte,
    .
    E sim, tenho mais motivos para acreditar no homem que me mostrou a cópia do que nos comunistas que assobiam para o ar, se calhar por vergonha do passado, ao se falar nisso. Há homens que têm uma vida exemplar, e que nunca me mostrariam a lista enquanto tal se não acreditassem que o ex-comunista que lha deu em 75 fosse ele próprio sincero.
    .
    Claro que quem se pergunta se «a Coreia do Norte não é uma democracia» (Bernardino “sem miolos” Soares) ou opina que «Estaline era um santo» (Odete “a monja” Santos), tem muito menos credibilidade para falar da Matança da Páscoa ou do crescimento económico. Os modelos de pitança e de miséria estão lá nas suas bocas e é pela boca que morre o peixe.

  106. 29 Janeiro, 2013 17:46

    FColaço 17:27,
    Escusava escrever em italiano, carago ! Mas de facto fica mais fino.
    Não compreende nem quer aceitar o que escrevi às 17:01. Portanto, para si já não sou democrata nem “sumamente inteligente”. E provavelmente passará a colocar-me no “rol” dos indesejáveis. Dos que não querem eleições etecétera e tal. Um “perigoso comuna”.

  107. Duarte permalink
    29 Janeiro, 2013 18:00

    Quais os do Tarrafal? Você tem uma cassete e nao muda de tom .
    Essa historia da lista da matanca de Páscoa é tao infantil que nem merece debate. A ser assim como no 11de Março Spinola e os seus correligionario fascistas perderam teria sido muito fácil executar essa lista, nao acha?

    Isso faz lembrar a provocação de Hitler com o incêndio Reichstag e que justificou a escalada nazi

    Quanto ao homem que lhe deu a lista ele que divulgue, diga quem lha deu, quem a fez etc…. Todos nos queremos saber a verdade.

  108. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 18:01

    MJRB,
    .
    O exercício da democracia não é compatível com admiração por quem quis tirar as eleições de Portugal por serem coisa de burgueses.
    .
    Repare que não fui eu quem o colocou nesse perigoso rótulo. Foi o MJRB com as palavras de MJRB depois de ter sido avisado das palavras de Álvaro Cunhal, que até já conhecia, e ter o MJRB, não outro, defendido, justificado e feito a apologia de Álvaro Cunhal, contra até o que o Álvaro Cunhal disse. Não foi o Francisco Colaço, foi o MJRB.
    .
    Na minha terra diz-se «diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és». Enganei-me sobre si, tinha-o por democrata, mesmo se no outro lado da barricada, o que é saudável. Não sabe como lamento ter de mudar de opinião sobre si.

  109. Portela Menos 1 permalink
    29 Janeiro, 2013 18:06

    MJRB,
    você teve azar; podia ter começado esta conversa por se dizer mormon!

  110. Portela Menos 1 permalink
    29 Janeiro, 2013 18:11

    … assim passou a ter uma cor na lapela e está f***** !
    Eles estão mandatados para passarem atestados de democratas :-) Veja lá você onde se meteu!

  111. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 18:13

    MJRB,
    .
    Como lhe disse, não imagina como fiquei surpreso e desiludido com as palavras que disse. Mas terá de compreender que foi o MJRB e não eu quem as disse. Foi o MJRB que (até sabendo de antemão da entrevista onde no fundo Cunhal diz que não há lugar para eleições em Portugal) persiste em defender esse escabroso regime e essa sinistra personagem. Não fui eu quem defendeu, justificou ou desculpou partidos e pessoas que nos tentaram escravizar.
    .
    MJRB, confesso que o MJRB, mesmo do outro lado da barricada, se me assemelhava a um democrata. Não há mal em haver opiniões diferentes. Mas julgo que me enganei sobre si, pelas suas próprias palavras, justificando ditadores que apenas nunca o chegaram a ser porque o povo português não os deixou. Mesmo chocado, tenho a desejar que o que o seu coração deseja nunca venha a ser imposto a Portugal.
    .
    Quanto a ser «pouco inteligente», não se preocupe: eu considero todos os comunistas pouco inteligentes (os campos da Sibéria estavam cheios de professores e de intelectuais, e por isso apenas os brutos se puderam multiplicar), e os comunistas de cá hemicéfalos por associação. Não é nada contra si pessoalmente, e imagine quanto me repulsa pensar que está nesse grupo.

  112. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 18:19

    Portela Menos Um,
    .
    Mórmones nunca tiveram campos de escravidão. Na Albânia do seu coração (ou do coração do Louçã) havia-os. Utah tem dos maiores rendimentos per capita dos Estados Unidos (veja as estatísticas). A Albânia tinha dos maiores índices de barbeiros da Europa (as barbas eram proibidas).
    .
    O cerco aperta-se. Não é preciso sair disto.

  113. Duarte permalink
    29 Janeiro, 2013 18:20

    Francisco Colaco

    Ainda sobre listas. Essas havia na António Maria Cardoso e na escola da PIDE em sete rios. Milhares de portugueses suspeitos, entre os quais muitos comunistas, mas tambem católicos, democratas, republicanos , socialistas etc.

    Sabe dessas listas nao sabe?

  114. Portela Menos 1 permalink
    29 Janeiro, 2013 18:26

    FC,
    Utah? estive lá há 2 anos e gostei. Albânia? nunca lá fui.
    ps: sobre coisas do coração – tipo África minha – pensei que fosse responder a: Posted 29 Janeiro, 2013 at 16:42 … mas deixe lá que por aqui todos atiramos bolas para fora :-)

  115. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 18:42

    Duarte,
    .
    Sei. O meu pai esteve numa delas. Mas se a PIDE teve uma lista, o PCP teve outra. Uma não invalida a outra. O comunismo e o salazarismo não são assim tão diferentes (excepto na retórica e na escala das torturas e da miséria).
    .
    Mas, meu caro, a PIDE é mais igual ao KGB e à STASI do que parece. Apenas mais comedida. Se o Duarte detesta a PIDE, no que me acompanha, porque desculpa o KGB e a STASI, culpados de mil vezes mais crimes?

  116. 29 Janeiro, 2013 18:44

    FColaço, 18:01,
    Certamente não é vc. que me faz “desviar” do meu conceito e prática de democracia, nem será vc. que me fará repensar quem considero.
    Já escrevi que QUERO, sempre, eleições livres em Portugal e rejeito o contrário, venha de onde vier !
    Admito que vc. estará confuso com a minha independência perante A ou B, partidos incluídos.
    Vc. também terá dificuldade em entender porque é que as relações sociais ou institucionais podem e devem “funcionar” entre adversários. E quiçá não admitirá que A elogie B, que C aperte a mão a D, que E por acaso tenha assistido a um caso entre F e G, que… Que…
    Vc., se fosse deputado na ARepública como trataria os seus opositores na bancada, nos corredores, no restaurante, no parque de estacionamento, e fora de S.Bento, num cinema, num teatro, noutro local ?
    “Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és”. Nem sempre corresponde à actuação da pessoa, vc. ainda não tem idade para entender por exemplo que se eu estiver a falar com um banqueiro-trafulha ou com um político-canalha não faz de mim um trafulha e um canalha ? OK, e duma vez por todas : conheci, conheço, tive, tenho amizade ou só cumprimento formal com políticos da “extrema-esquerda” à “direita”. E, esquecia-me, empatia social e cultural com duas pessoas da “extrema-direita”.
    Não, para si não foi “saudável” ter-me (como democrata) “no outro lado da barricada”, porque para mim, num estado de direito onde a Democracia está consignada na Constituição, não há “barricadas”. Mais : vc. tem um peculiar conceito de democracia, banindo-me como democrata (nada tem a lamentar !) só porque escrevi o que vc. muito mal e propositadamente interpretou.
    Seu mormon (a conselho do perigoso esquerdista Portela)

  117. 29 Janeiro, 2013 18:49

    FColaço, 18:13,
    Mude a sua bússula “democrática” para outro, porque eu nunca defendi nem defenderei ditadores, porra !
    Nem vou ler mais comentários seus sobre mim, não tenho paciência !

  118. Duarte permalink
    29 Janeiro, 2013 18:51

    FC

    Nao invente. Nao havia nenhuma lista do PCP. Se o seu amigo sabe que a documente, justifique diga quem a fez etc.
    O que havia era listas feitas pela pide com comunistas . Você vê tudo ao contrario.

  119. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 18:56

    Portela Menos Um,
    .
    Eu tinha cinco anos em Novembro de 1975. E, ao contrário de si, não gosto, não desculpo, nem justifico ditaduras de esquerda nem de direita (classificação vossa, para mim são apenas ditaduras execráveis). O Tric e o Duarte podem encontrar o amor juntos, pois são mais compatíveis do que parecem.
    .
    Gostam de autoridade, um pouco de chicote, talvez, e odeiam judeus. Detestam liberdade de expressão e dispensam eleições. Qualquer sítio de encontros lhes daria noventa e muitos de compatibilidade. (E quem sou eu para me opor ao amor? :D)
    .
    Para mim o PCP (juntamente com o caniche verde-rubro que o acompanha) deveria ser imediatamente ilegalizado, como ilegalizamos o MAN e a FN. Ou isso ou deixamos de ilegalizar o MAN e a FN e concorrem estas abominações a eleições como os outros sicofânticos do chicote. Por mim, ou escolhem uma ou outra, estou-me a borrifar qual, porque nunca votarei num desses.
    .
    Quanto ao BE, terá de se clarificar. Não se pode louvar Cuba às segundas e falar em liberdade de expressão às terças.
    .
    No presente, o arco da democracia anda pelo PS, PSD e PP. Certo é que estão tomados de aventais, banqueiros, cunhistas, jotas, populistas e «emperresidentes da junta». Não são grande coisa no tocante a ideologia. Mas não nos escravizarão, nem justificam quem oprimiu povos inteiros em nome de socialismos e de nacional-socialismos. Não desejam um futuro de grilhetas, medo e prisão para Portugal. Não se necessita de autorização para sair do país. Não se tem medo de se dizer algo contra o poder vigente (se bem que durante a socratice essa regra não foi muito regra). Não se vai parar á prisão por opinião.
    .
    O registo histórico mostra-nos como quando os comunistas entram no poder duas coisas sobrevêm: a prisão e a miséria. Factos fazem argumentos. Garganta não.

  120. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 18:59

    Duarte,
    .
    O senhor já morreu. Viveu dedicado à liberdade. Falava verdade.
    .
    Já o mesmo não digo do Cunhal, de quem devemos manter a memória para arquétipo dos inimigos da liberdade e da democracia.

  121. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 19:06

    MJRB,
    .
    O MJRB disse que estava convicto que o PCP não queria uma ditadura para Portugal quando as próprias palavras do Cunhal o dizem (afinal eleições é coisa de burgueses. Não são necessárias para ele).
    .
    OU o MJRB não acredita que eleições livres é um pressuposto da democracia, mas sabe que não o pode admitir abertamente;
    OU o MJRB acredita que o PCP é um saquinho de gajos porreiros, democratas convictos, e que afinal o que andou pela URSS e pelos países arquétipos é apenas coisa deles, e que nunca fariam uma coisa dessas em Portugal, mesmo se pudessem.
    .
    No primeiro caso não é realmente democrata; no segundo refiro-o para que fale com russos, que eles lhe dirão aquilo por que passaram, e abrir-lhe-ão o intelecto.

  122. Francisco Colaço permalink
    29 Janeiro, 2013 19:09

    MJRB,
    .
    Sou mórmone. Pode dizer o que tem contra os mórmones? E já agora, já algum mórmone o encerrou em campos de trabalho? E algum mórmone tentou tomar o poder por meios ilegais? E algum mórmone lutou contra a liberdade de expressão? Algum mórmone lhe apontou uma arma, lhe confiscou a comida que tem em casa e lhe separou a família?
    .
    Meu caro MJRB, se tenta insultar assim, mostra-se claramente ignorante.

  123. 29 Janeiro, 2013 19:11

    O MJRB pediu-me para transmitir ao senhor proto-chato e irreversível teimoso Francisco Colaço que não está cá.

  124. 29 Janeiro, 2013 19:16

    O MJRB não sabia que o senhor dr. Francisco Colaço é mormon. Na brincadeira (e a conselho do perigoso esquerdista Portela), assinou “mormon”.
    O MJRB não decreta, não faz lei nos seus comentários.

  125. Portela Menos 1 permalink
    29 Janeiro, 2013 19:18

    Francisco Colaço, Posted 29 Janeiro, 2013 at 18:56
    .
    bolas para fora, ainda por cima repetidas. Além disso já deixei de o ler sobre temas em que o foco preferido é o seu conceito de liberdade e democracia.
    eu estava a falar sobre massacres, que parece serem incómodos, tal o desvio de tema que tem sido objecto por aqui…

  126. Duarte permalink
    29 Janeiro, 2013 19:18

    FC

    Você é um mestre da deturpação e da simulação que nem mussolini o batia. Como é que eu que sou de ascendencia judeu posso detestar judeus. Nao,confunda,judeus,com sionistas.
    Você nao,existe. E essa de ilegalizaro PCP é de democrata, mas tipo estado novo.

  127. 29 Janeiro, 2013 19:19

    O MJRB, porque tem pouca cultura, pediu-me para lhe explicar o que é um mormon. Está em estado de choque !

  128. piscoiso permalink
    29 Janeiro, 2013 19:42

    Não acredito que o Colaçço seja mormon.
    Porra, o homem quer ser tudo!

  129. neotonto permalink
    29 Janeiro, 2013 19:54

    Vamos ver se hoje ajudamos ao Colaco a entenderse a sim mesmo porque ultimamemte anda um pouco com caracter bipolar.
    .
    Sim. Existem comunistas bons.Sao os comunistas inversores em EDPs capitalistas…

    .
    z

  130. piscoiso permalink
    29 Janeiro, 2013 20:06

    Ainda ontem, na Baixa, fui abordado por dois rapazes de camisa branca, penteadinhos, de livrinho debaixo do braço, e com um cartão na lapela com o nome. Mormons!
    Perguntei se conheciam o Colaçço, engenheiro que fala russo. Perguntaram logo se era meu familiar, o que é que eu fazia, onde vivia, ou seja, respondendo à minha pergunta com uma série de perguntas sobre a minha vida privada. Inventei um personagem como se fosse eu e dei-lhes os dados, para ver no que dava.
    Disseram-me que cada um de nós se podia tornar Deus.
    Ainda perguntei Deus de quê, mas apareceu a minha tia Dulcineia que me agarrou por um braço afastando-me e repreendendo-me: “Não vês que são daqueles casais modernos

  131. Tiro ao Alvo permalink
    29 Janeiro, 2013 20:06

    Portela Menos 1 (Posted 29 Janeiro, 2013 at 17:11)
    Estávamos a falar de alhos e o amigo tenta mudar a agulha para falarmos de bugalhos, mas comigo não tem sorte, por que acho que não tenho o direito de abusar deste espaço de liberdade. Passe bem.

  132. Portela Menos 1 permalink
    29 Janeiro, 2013 20:12

    Tiro,
    sobre bugalhos o melhor é falar com FColaço; eu continuo a falar de assassinatos e massacres mas parece tema incómodo para os do costume…

  133. salino permalink
    29 Janeiro, 2013 20:26

    O MJRB pediu-me
    para transmitir ao senhor
    proto-chato e irreversível teimoso
    Francisco Colaço que não está cá.
    .
    E o senhor Francis koulaço,
    protochato, amanda dizer que não
    desiste enquanto vosmicê, MJRB,
    resistir em não ficar-lhe com
    ao menos uma bíblia
    e sermão, homilia, carta, pastoral, espístola, mais o cântico dos cânticos, juízes, o génesis, e ainda, ezequiel, provérbios, o eclesiastes … e o nobo testamento, com a sua bênção, tudo em dois volumes, de graça …
    Ai, e diz cada cliente ao fim da bandeirada do táxi, ai, que homem tão chato!
    Fala fala fala e ainda vai só no princípio quando um fulano se abandona, infeliz, farto e como doente de cansaço…

  134. 29 Janeiro, 2013 21:07

    Sr. Salino,
    O MJRB recompôs-se qb do choque quando soube o que é um mormon, não propriamente por saber que o sr. deputado dr. Francisco Colaço é mormon.
    Mas recaíu. Pelo enorme desgosto (e chorou) quando, ao avaliar o conceito e prática de democracia mormon, constatou que a democracia tuga defendida pelo sr. deputado Colaço afinal é incompatível com a democracia mormon, e esta, com as lições de democracia dadas no Blasfémias por tão insigne democrata.

  135. salino permalink
    29 Janeiro, 2013 21:22

    Koulasso é fanático, apanhado da mona, vulgo doido, me desculpe .

  136. 29 Janeiro, 2013 21:35

    sr. salino,
    O MJRB pede-lhe que não repita isso sobre o sr. dr. deputado Colaço, porque ele é muito sensível, pensa que toda a gente o ataca e desrespeita…
    O Blasfémias sem tão inatacável e incontornável democrata não seria o mesmo…

  137. carlos roberto alves permalink
    25 Março, 2013 19:36

    Como ex militar do exercito brasileiro tenho todo o respeito aos comandos portugueses, não vou aqui opinar sobre como se diz aqui no “Brasil sapo de fora não da palpites” o que posso dizer e talvez poucos portugueses desconheçam e que 25 de abril e a revolução dos cravos, foi comemorada como uma vitória nossa pois estavamos num dos momentos de maior repressão promovido pela nossa ditadura militar e de todo cone sul da America, sonhamos que aqui também teriamos a nossa revolução, muitas dificuldades atormentam a vida dos trabalhadores portugueses e somos solidarios a luta e contra a Troika………..mas tenham certeza que a revolução dos cravos significou esperança no Brasil!
    Saudações a Todos

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 34.875 outros seguidores

%d bloggers like this: