Saltar para o conteúdo

Sublinhando «um ponto importantíssimo»:

6 Março, 2008

«Estas medidas permitem, desde já, ao Governo decidir a não realização, em 2008 e 2009, dos habituais concursos para novas admissões de guardas e agentes da GNR e PSP.», José Sócrates, primeiro-ministro, 28 de Fevereiro de 2007.

370 dias depois……

«No presente mês de Março, iremos desencadear os procedimentos necessários para a abertura de dois concursos para a admissão de 2000 elementos pelas Forças de Segurança (1000 militares da GNR e 1000 agentes da PSP).», ministro Rui Pereira, 5 de Março de 2008.

EXTRA: novas incorporações irão agravar o défice orçamental:

«Esta lei permitirá planear os investimentos em instalações, veículos, comunicações, sistemas de informação, armamento e outros meios no horizonte dos próximos cinco anos, de 2008 a 2012, envolvendo um montante de cerca de 400 milhões de euros. Este valor, senhoras e senhores Deputados, corresponde à duplicação do investimento anual nas Forças de Segurança – e é a melhor demonstração da nossa vontade de modernizar o sistema de protecção da liberdade dos cidadãos. Um terço deste reforço será compensado com a alienação de instalações e dois terços resultarão da poupança com a não incorporação, durante dois anos, de novos guardas e agentes, garantindo-se, desta forma, que estes investimentos não terão um impacto acrescido no défice orçamental. (JS, versão 2007)

Pesquisa realizada por intermédio do «José Sócrates em discurso directo»)

6 comentários leave one →
  1. 6 Março, 2008 22:46

    E tudo isso em nome de uma criminalidade que está a baixar…

    Gostar

  2. André Verneuil permalink
    6 Março, 2008 22:57

    Para já os polícias recebem boas instruções o que nos permite confiança e tranquilidade no cuidado que eles manifestam em assegura o trânsito: “Um agente da PSP do Porto deslocou-se ontem, ao final da tarde, à Escola Clara de Resende, onde questionou uma funcionária sobre a adesão dos professores do estabelecimento de ensino à manifestação que se realiza no sábado. A situação repetiu-se hoje, em Ourém, quando dois agentes da polícia se dirigiram a duas escolas do concelho para apurar quantos docentes pretendem participar no protesto” Público. Admitamos que no tempo da pide não havia tanta hipocrisia.

    Gostar

  3. bipennis permalink
    6 Março, 2008 23:41

    que o “supremo arquiteto do universo” conceda perdão “a quem fala agora e pensa um ano depois”.cérebros previlegiados de cursos dominicais e arquitetura sui generis

    Gostar

  4. Mialgia de Esforço permalink
    7 Março, 2008 00:18

    E pensar, segundo diz o Ministro, que a criminalidade está a baixar, que são situações pontuais, que noutros países europeus a situação é pior.

    E se for? Problema deles!

    Já que gostam tanto destas comparações da treta, comparem-se os níveis de rendimentos, de custo de vida, de protecção social, etc.

    Esta abertura de concurso para novos agentes só pode ter sido concidência. Depois fazem-se umas rusgazitas para tranquilizar o pagode e daqui a uns dias volta tudo ao mesmo. Já vi este filme muitas vezes.

    Gostar

  5. piscoiso permalink
    7 Março, 2008 07:08

    É por causa dos professores.

    Gostar

  6. rodasnepervil permalink
    7 Março, 2008 07:24

    Continuo a dizer: o blog perdeu a qualidade que tinha.
    Além de não se conseguir ler os comentários todos – que se calhar até não interessariam… -, pelos vistos a maioria dos bons intervenientes deixou de trazer o seu contributo. É pena…
    .

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: