Saltar para o conteúdo

Processo de radicalização negacionista em curso

23 Junho, 2021

A situação adensa. A sequência da chapa de matrícula do vírus passou do alfabeto grego para versões de iPhone. Sem características de marketing que garantam a evolução para a variante épsilon, estamos agora bombardeados com a versão ligeiramente melhorada da delta, a delta plus. Antes bastava um Prius para um indivíduo emanar a aura de bonzinho, de agente interessado na salvação dos pecados do mundo, uma versão moderna de um Jesus ao alcance de qualquer um com dinheiro para gastar. Agora é mais complexo, é se é AstraZeneca, Pfizer ou Samsung Watch. A Nike já não tem chinesinhos analfabetos a usar as suas minúsculas mãozinhas para nos dotar de aparatos exultantes da individualidade da moda. Já não expressamos a individualidade através da escolha do template para a tatuagem a partir do catálogo. O penteado já não tem nome e os EUA já não se encontram virando à esquerda na Gronelândia. Enfim, Pfizer ou AstraZeneca ou a puta que vos pariu que ficais em casa sem poder ir para a praia.

A “ciência médica”, como se a medicina fosse ciência. Não é, nunca foi. Foi sempre, como tem que ser, a tentativa de aplicação de alguma evidência empírica à vida prática. Medicina é “isto funcionou para um monte de pessoas, espero que funcione para si, se quiser tentar”. Engenharia também não é ciência. Engenharia é “temos feito pontes assim e não têm caído”. A ciência é outra coisa: é sobretudo uma dúvida catalisadora de novas dúvidas. Isto não é ciência, isto é religião, é bastante má, por sinal. Amém, bem-aventurados que aqui entram e de onde não sairão.

Bem-vindos à sociedade da informação. Aqui podereis encontrar tudo menos qualquer uma das duas: nem informação, nem sociedade. Podeis encontrar, sim, fotografias do novo Prius no Instagram, provas da toma de umas injecções autorizadas excepcionalmente dada a situação de emergência que é terem morrido uns 10 lisboetas.

Obrigado, Doutora Merkel. Compreendo que é suposto não entrarem ingleses para o Algarve enquanto alemães vão de sandálias com meias para a França, Grécia e Croácia. Está na altura de calçar uns patins. Podem ser Nike ou até Pfizer.

9 comentários
  1. Expatriado permalink
    23 Junho, 2021 11:14

    Perguntas que são muito inconvenientes para os situacionistas…

    https://www.foxnews.com/opinion/tucker-carlson-scientists-human-engineering-climate-change

    Felizmente ainda há quem as faça.

    Liked by 2 people

  2. Weltenbummler permalink
    23 Junho, 2021 11:14

    a Eng Merkel impede a entrada de biliões de turistas em Portugal
    onde apostaram tudo no turismo e no Covid-19
    devemos ‘parabenizar’

    Gostar

  3. FreakOnALeash permalink
    23 Junho, 2021 11:17

    Não percebo a zanga ou raiva do Vítor…queres validação para a tua decisão de não tomar a vacina!?. Os teus familiares tomaram ou estás em processo de os convencer a não tomar?…Também tenho as minhas dúvidas quanto à vacina para a Covid 19, até porque dei positivo para um teste de anticorpos depois de ter tido sintomas que, na altura não associei à maleita (embora com a minha companheira positiva estava à espera do quê!?) e até ver não passou nada.
    Mas vamos regredir na percepção do mundo!? Vamos-nos tornar nos tipos da conspiração que desconfiam de tudo e todos e botam abaixo porque sim!? Porque encontraram um estudo que interpretam de acordo com as suas expectativas e ignoram os outros 10 com peer reviews que vão no sentido contrário!?
    Vamo-nos no tornar anti vacinas…achas mesmo que o conhecimento científico que foi aplicado na criação destas vacinas, comprovadamente inferior, ou que foi aplicado na criação das que tomaste até hoje ou deste a tomar aos teus filhos, Vítor?
    A minha mãe tomou há uns meses por trabalhar na Cruz Vermelha e não estar atrás de uma secretária, faz transporte de doentes, emergência, eventos, o que aparecer, teve uma semana de molho, algo que sempre pôde acontecer com todas as vacinas,… e eu vou ser um rato e não vou tomar a vacina porque tenho medo!?
    Fumas?…achas que o tabaco é menos prejudicial que a toma da vacina!?
    Estou-te a falar como ser humano e não escondido atrás do postigo de articulista.
    Agora és contra a ciência por causa da pandemia!? Porque a ciência é imperfeita!? Sempre foi! Mas é a melhor resposta que temos contra o imprevisto, contra as maleitas que nos assolam.
    Uma morte é uma tragédia, 15000 são estatística. Todas as que não acontecem à minha beira são estatística não me vou sentir triste e em baixo por causa de quem morreu e não conheço, no entanto reconheço que houve uma perda, e se essa perda puder ser evitada pela toma da vacina acho que devemos ir por aí. A vacina causou a morte? Ok…mas quantos medicamentos com dezenas de anos de estudos e dezenas de anos no mercado não podem, e chegam a causar a morte!? É tudo estatística até ao dia em que nos calha a nós ou à nossa beira? É…mas temos de fazer as nossas escolhas e escolher as nossas guerras. Eu vou escolher, quando chegar a minha hora, ser vacinado…se falecer não o vais saber…mas fica ciente que a mesma vacina que me pode tirar a vida também a pode prolongar a ti e aos teus!
    Sê amargo à vontade na resposta, se te dignares a ela. Tenho pele grossa:)
    Cumprimentos

    Liked by 1 person

  4. voza0db permalink
    23 Junho, 2021 13:46

    É apenas a natural degeneração… No sexo também começou assim!

    No início era só LGB… depois passou a LGBT e agora vai no (pelo menos) LGBT+!

    Ainda há com mais letras mas quanto mais letras maior o nível de degeneração…

    A OPERAÇÃO COVIDIUS soma e segue

    Gostar

  5. voza0db permalink
    23 Junho, 2021 18:45

    Os fracos ficam sempre indignados quando finalmente descobrem que o são… Desde o início da OPERAÇÃO COVIDIUS fiquei a saber que ~99% MANADA TUGA é fraca, cobarde e mansa.

    E as indignações perdurarão porque por mais comentários que debitem pois a fraqueza lá estará.

    Liked by 1 person

  6. Manuel Lopes permalink
    23 Junho, 2021 19:31

    Este treteiro diz na sua ultima publicação “Indignações” que vai deixar de aceitar comentários às suas publicações futuras.
    Vamos ver quanto tempo consegue resistir a isso.
    Os comentários são a razão de estar aqui!
    Aposto que sem eles (os comentários) o Vitor não sobrevive.

    Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      23 Junho, 2021 21:11

      Mesmo que sobreviva, talvez seja melhor mesmo que feche os comentários.

      É demasiado o nível de ignorância e asneirada que ele manda cá para fora. E é de uma atitude de arrogância pseudo-intelectual naquele estilo brejeiro que ele deve pensar que intimida alguém mas só o faz parecer um idiota, do “eu sei e vocês são todos ignorantes, deus vos perdoe”, que realmente a área de comentários dele gera só poderá gerar demasiado ruido e não é um sitio que valha a pena frequentar.

      Se ele não fechasse os comentários dele eu próprio deixaria de os frequentar. Digo mais, o conselho mesmo é deixar de ler este pateta. Com opiniões semelhantes, outros como o Telmo ou a Helena valem a pena ler e aprender com eles, discordar, concordar ou ensinar alguma coisa. Não se pode com estas atitudes deste enchouriçado.

      Gostar

      • Manuel Lopes permalink
        23 Junho, 2021 22:37

        Absolutamente de acordo!
        Só fico na duvida se é mesmo ignorância, ou a presunção de somos todos imbecis a ponto de “engolir” toda a asneirada que escreve.

        Gostar

  7. Carlos Alberto Salvador da Costa Ilharco permalink
    23 Junho, 2021 22:35

    Gosto imenso de o ler, ainda que não o faça com regularidade.
    Gosto ainda mais de ler os comentários, são a imagem do País.
    Não é preciso dizer mais nada.

    Liked by 1 person

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: