Saltar para o conteúdo

Qua a terra lhe seja leve já que a História lhe é pesada

2 Junho, 2010

Morreu o almirante Rosa Coutinho

Anúncios
168 comentários leave one →
  1. jojoratazana permalink
    2 Junho, 2010 16:38

    A história fará justiça a Rosa Coutinho, o mesmo não fará daqueles que o denegriram e achincalharam.
    Esses tal como a senhora, ficarão no caixote do lixo da história

    Gostar

  2. tina permalink
    2 Junho, 2010 16:40

    ahahaha, a história acabou de fazer justiça a Rosa Coutinho.

    Gostar

  3. 2 Junho, 2010 16:43

    Posso estar a ser injusto, Helena, mas não eras tu de extrema-esquerda quando o Rosa Coutinho terá feito alguma coisa para que a história seja pesada com ele?

    Gostar

  4. Outside permalink
    2 Junho, 2010 16:45

    #3 (pescadinha de rabo na boca) reinventada nos tempos modernos !?)

    Eheheheheh…há que apreciar a tirada HM.

    Gostar

  5. Outside permalink
    2 Junho, 2010 16:46

    O Durão Barroso não era também da extrema esquerda ?

    Gostar

  6. Português de Angola permalink
    2 Junho, 2010 16:46

    Rosa Coutinho foi aquele que impediu que Angola fosse entregue ao macaco do Savimbi, pois com isso regressaria ao tempo de Diogo Cão, como uma vez afirmou um proeminente membro da extrema-direita portuguesa já falecido e com interesses nessa antiga colónia.

    O MPLA FOI SEMPRE O PARTIDO PORTUGUÊS E FOI COM ELE QUE A NOSSA LÍNGUA E A NOSSA CULTURA FORAM PROTEGIDAS EM ANGOLA.

    Que descanse em paz, o Sr. Almirante Rosa Coutinho, um militar à moda antiga.

    Gostar

  7. Outside permalink
    2 Junho, 2010 16:47

    O Sócrates não foi jota social-democrata ?

    Gostar

  8. Outside permalink
    2 Junho, 2010 16:47

    A Zita não apregoava o Comunismo ?

    Gostar

  9. Outside permalink
    2 Junho, 2010 16:48

    Os tempos mudam e alguns mudam com eles, rochas amuladas pelas ondas…

    Gostar

  10. Anónimo permalink
    2 Junho, 2010 16:52

    REPARTIÇÃO DE GABINETE DO GOVERNO-GERAL

    LUANDA, aos 22 de Dezembro do 1974.

    Camarada Agostinho Neto

    A FNLA e a UNITA insistem na minha substituição por um reaccionário que lhes apare o jogo, o que a concretizar-se seria o desmoronamento do que arquitectamos no sentido de entregar e poder unicamente ao MPLA. Apoiam-se aqueles movimentos fantoches em brancos que pretendem perpetuar o execrando colonialismo e imperialismo português – o tal da Fé e do Império, o que é o mesmo que dizer do Bafio da Sacristia e da Exploração do Papa e dos Plutocratas.

    Pretendem essas forças imperialistas contrariar os nossos acordos secretos de Praga, que o camarada Cunhal assinou em nome do PCP, afim de que sob a égide do glorioso PC da URSS possamos estender o comunismo de Tânger ao Cabo e de Lisboa a Washington.

    A implantação do MPLA em Angola é vital para apearmos o canalha MOBUTU, lacaio do imperialismo e nos apoderarmos da plataforma do Zaire.

    Após a última reunião secreta que tivemos com os camaradas do PCP, resolvemos aconselhar-vos a dar execução imediata à segunda fase do plano. Não dizia Fanon que o complexo de inferioridade só se vence matando o colonizador? Camarada Agostinho Neto, dá, por isso, instruções secretas aos militantes do MPLA para aterrorizarem por todos os meios os brancos, matando, pilhando e incendiando, afim de provocar a sua debandada de Angola. Sede cruéis sobretudo com as crianças, as mulheres e os velhos para desanimar os mais corajosos. Tão arreigados estão à Terra esses cães exploradores brancos que só o terror os fará fugir. O FNLA e a UNITA deixarão assim de contar com o apoio dos brancos, de seus capitais e de sua experiência militar. Desenraízem-nos de tal maneira que com a queda dos brancos se arruine toda a estrutura capitalista e se possa instaurar a nova sociedade socialista ou pelo menos se dificulte a reconstrução daquela.

    Saudações revolucionárias
    A Vitória é certa

    António Alves Rosa Coutinho
    Vice-Almirante

    Gostar

  11. Francisco Serpa permalink
    2 Junho, 2010 16:52

    Toda a escumalha da extrema-esquerda oportunisticamente mudou.

    Necessité oblige.

    O Rosa Coutinho, faça-se essa justiça, foi sempre igual até ao momento da morte.

    Gostar

  12. 2 Junho, 2010 16:56

    Oh anónimo, já toda a gente conhece essa carta e sabe que ela é falsa. Não insista sff.

    Qto ao Rosa Coutinho, já tardava em morrer. Não faz nem nunca fez cá falta bandidos desse calibre.

    Gostar

  13. Português de Angola permalink
    2 Junho, 2010 16:57

    #10:

    Não me faça rir.

    Esse documento é apócrifo e est+á tão mal escrito e assinasdo que logo se vê que uma perfeita aldrabice.

    Puta que pariu o fulano que colocou isso aqui.

    Devias era tido capado pelo traidor e macaco do Savimbi que sempre esteve contra Portugal e contra os interesse dos portugueses.

    Traidores!

    Gostar

  14. O Bastonário da Ordem dos Otários permalink
    2 Junho, 2010 16:58

    # 1

    Tenha mas é tino !

    Gostar

  15. tina permalink
    2 Junho, 2010 17:05

    “Toda a escumalha da extrema-esquerda oportunisticamente mudou.”

    Precisamente, por não serem escumalha é que mudaram. Por verem demasiados exemplos como o de Rosa Coutinho, Almeida Santos, Mários Soares, esses sim é que são a verdadeira escumalha. Como não podiam ser se usaram os seus próprios interesses na representação de Portugal?

    Gostar

  16. jojoratazana permalink
    2 Junho, 2010 17:09

    Bastonário da ordem dos Otários.
    Concordo plenamente com quem te nomeou.
    Ou foi por concurso Público?

    Gostar

  17. isabel permalink
    2 Junho, 2010 17:09

    Concordo, Helena.

    Gostar

  18. Outside permalink
    2 Junho, 2010 17:16

    Alerta a todos os pastores de serviço:

    Ovelha tresmalhada, ansiosa pelo toque do cajado, receptiva a qualquer pasto desde que bem decorado e sem ervas daninhas esquerdalhaças. Aceita e já viveu…a “mudança”.

    Gostar

  19. zazie permalink
    2 Junho, 2010 17:23

    ahahahha

    Grande boca a do Daniel Oliveira.

    Era pois. Mas também havia extrema-esquerda com trauma de colonialista.

    Foi a colonialista que falou. Não foi a maoista de nem mais um só soldado para as colónias.

    Gostar

  20. Januário Rodovil permalink
    2 Junho, 2010 17:31

    Não foi o Durão Barroso e toda a escumalha maioista da extrema-esquerda que está acolitada no PS e no PSD que diziam «NEM MAIS UM SOLDADO PARA AS COLÓNIAS»?

    Ao menos o PCP nunca caucionou a deserção ou a fugida à tropa que muitos gedelhudos, filhos de burgueses e burguesinhos, faziam.

    Agora essa escumalha escrevem coisas contra o Rosa Countinho, quando foram os primeiros a rasgar a farda e deixaram os portugueses de Angola e Moçambique reféns da guerra fria!

    PQPS!

    Gostar

  21. tina permalink
    2 Junho, 2010 17:32

    É incrível como os patetas se regozijam tanto com uma boca sem sentido nenhum. Parece o Júlio de Matos, com uns maluquinhos a rirem à custa de outro maluquinho.

    Gostar

  22. zazie permalink
    2 Junho, 2010 17:35

    A HM perdeu foi uma boa oportunidade para estar calada.

    ahahahaha

    A maoísta da altura a descartar-se à conta do trauma entornado.

    Gostar

  23. zazie permalink
    2 Junho, 2010 17:38

    Se o Rosa Coutinho é uma personagem que não deixa boa memória pois contribuiu para a maior imbecilidade da descolonização, ela na altura estava do lado dos que até se adiantavam a ele e impediam as tropas de irem para lá.

    Portanto é assim. Há coisas que tiram o direito moral a criticar os outros, como se o facto de ter virado do avesso lhe apagasse o que defendeu na mesma altura.

    Com a agravante desta treta lhe tocar da pior forma- por trauma de colonialismo.

    Há-de fazer parte dos últimos a terem qualquer isenção para falarem.

    Gostar

  24. Outside permalink
    2 Junho, 2010 17:39

    ó Monguninha, também acho piada ao teu ódio esquerdino depois de teres sido um dos acéfalos eleitores que votaram Sócrates…pode ser ou sabes contra-argumentar sem dogmatistos ficcionais ?

    Gostar

  25. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 17:40

    Rosa Coutinho percebeu bem a História.

    Se ele não entrega o poder ao partido verdadeiramente português – o MPLA – Angola cairia nas mãos de macaco e canibais como eram a tribo do Savimbi.

    Aliás o Savimbi tinha como aliados o Mao e o Pol Pot.

    Ainda bem que essa escumalha extremista e terrorista foi liquidada.

    Viva Rousa Coutinho.

    Abaixo aqueles que quiseram entregar Angola aos canibais!

    Gostar

  26. Emílio Silva permalink
    2 Junho, 2010 17:42

    TÊM ÓDIO A rOSA cOUTINHO POR QUE ELE NÃO SE VERGOU PERANTE O PESO DA SUA RESPONSABILIDADE.

    JÁ NÃO HÁ MILITARES COMO ANTIGAMENTE.

    AGORA «OBEDECEM» A CIVIS QUE NUNCA ASSENTARAM PRAÇA E QUE FUGIRAM À TROPA.

    PALHAÇOS!

    Gostar

  27. tina permalink
    2 Junho, 2010 17:43

    “Abaixo aqueles que quiseram entregar Angola aos canibais!”

    Coitado, outro maluquinho que ainda está sob a impressão que Angola não foi entregue a canibais por Rosa Coutinho e companhia.

    Gostar

  28. zazie permalink
    2 Junho, 2010 17:43

    Esta é outra negreira e é por aí que fala.

    Este é um daqueles temas em que não consigo ser consequente.

    Não me lembro de alguma vez ter sido assim muito patriota quando via os amigos a virem de lá malucos.

    E, acho que desde aí passei a gostar dos cobardes em tempo de guerra.

    A guerra é coisa que não me agrada, por muito que acredite nas raízes e no sentido da Pátria.

    Mas, era mais fácil defender uma igrejinha de caçadeira na mão do que ter qualquer apelo a incentivar a matar em território ocupado.

    Colonialismo aconteceu mas, em si mesmo, não contem nada de particularmente digno.

    Gostar

  29. zazie permalink
    2 Junho, 2010 17:44

    Agora quem nasceu por lá é outra coisa- defender a casa, os seus, é outra coisa.

    As escalas é que alteram tudo. Justiceiros sim, belicistas nunca.

    Gostar

  30. zazie permalink
    2 Junho, 2010 17:46

    E um traidor é um traidor.

    Se o gajo tivesse sido um cobarde que nem a tropa quisesse fazer, nada a dizer.

    Agora um militar que se passa para o inimigo é um traidor. E um traidor é um ente asqueroso.

    Gostar

  31. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 17:47

    #27:

    Oh Tina parvalhona:

    Eu tive nas matas de Angola.

    Não sou como esses doutorzecos que nem marcha unida sabem fazer e falam sobre teorias idiotas, guerras frias, ideologias e outras merdas.

    Eu sei que o Savibimbi tivesse vencido, ele mandava matar tosos os brancos.

    Aquilo era ruim.Não prestava.

    E foram traidores todos os portugueses que colaboraram com aquele aprendiz de Pol Pot – a pretexto da «guerra fria».

    Alguns até ficaram com dentes e cornos de elefante!

    Gostar

  32. zazie permalink
    2 Junho, 2010 17:49

    Também nunca consegui encontrar grande beleza naquilo a que chamam os heróis da “emancipação dos povos”.

    O único que costumo recordar é o Mandela porque sempre foi um nobre guerreiro. E lutou contra uma infâmia chamada apartheid que é o que pode haver de mais vil no domínio dos mais fortes.

    Gostar

  33. tina permalink
    2 Junho, 2010 17:50

    “Eu sei que o Savibimbi tivesse vencido, ele mandava matar tosos os brancos.”

    pois, o Feliberto esteve tempo demais na mata de Angola, nota-se. Para além de apresentar o distúrbio do pseudónimo múltiplo, exibe também memória selectiva, tipo, imaginação desenfreada.

    Gostar

  34. OLP permalink
    2 Junho, 2010 17:51

    O maior trauma do colonialismo foi o neo e isto para os colonizados.
    Passaram de um para o outro de uma assentada com agentes do imperialismo sovietico á cabeça e fo….ram-se.
    A despeito de dos traumazinhos ludico politicos dos tugas quem se lixou foram os milhões que morreram em guerra á fome para hj viveram com isabeis dos santos.

    Gostar

  35. zazie permalink
    2 Junho, 2010 17:57

    Mas o que é que uma estúpida que viveu na África do Sul à custa dessa treta dos tachos dos militares nos consulados pode ter a dizer acerca da pátria ou da guerra.

    Esta mongolóide faz parte das dondocas africanders. Nem memórias portuguesas tem.

    É só imbecilidade e inutilidade que está à vista.

    Gostar

  36. OLP permalink
    2 Junho, 2010 17:57

    #31
    Mais um que “teve” nas matas.
    E nem sequer aprendeu a cheirar a capim.

    Gostar

  37. zazie permalink
    2 Junho, 2010 17:57

    Ela que conte o que fazia na África do Sul a defender Portugal.

    Força!

    Gostar

  38. zazie permalink
    2 Junho, 2010 17:58

    É, o Pardal nunca aprendeu a escrever, tal foi a vida de aventura entre a selva e a América.

    “:O)))))

    Gostar

  39. tina permalink
    2 Junho, 2010 18:04

    “Mais um que “teve” nas matas.”

    e “nas matas” prova logo que é um grande aldrabão.

    Gostar

  40. JJ Pereira permalink
    2 Junho, 2010 18:11

    Um canalha a mrenos, eis tudo.

    Gostar

  41. Luis permalink
    2 Junho, 2010 18:12

    que a terra tb lhe seja pesada!

    Gostar

  42. 2 Junho, 2010 18:13

    Há momentos na vida que desafiam qualquer tentativa de racionalização. A morte de Rosa Coutinho é um deles. O seu lado absurdo sobrepõe-se a tudo o mais. Deveria ter morrido há muitos, muitos anos, com um tiro no centro da testa, e acabou por dar o berro consumido por um cancro. Deixou Angola pagar pelos erros que cometeu quando foi governador geral. Sacrificou toda uma nação, que nunca mais recuperou, em troca de uns tachos perpétuos para a família.

    Deu o Berro o chefe dum Gang que em 1975 aterrorizou Angola.Foi directo para o Inferno.

    Gostar

  43. Embuçado permalink
    2 Junho, 2010 18:17

    Morreu um Traidor à Pátria Portuguesa!
    Estou triste.
    Não devia ter morrido, sem ser julgado por um Tribunal Militar!

    Gostar

  44. 2 Junho, 2010 18:18

    Basta ver esta entrevista para ver o ‘alcance’ do almirante:

    A carta colocada acima pode ser falsa mas esta entrevista não.

    Gostar

  45. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 18:25

    Fico apenas satisfeito pelo estado a que chegou a ex-Metrópole e as ex-Províncias Ultramarinas 36 anos após a gloriosa “aurora” do 25 da Silva.

    Agora sim, está tudo no melhor dos mundos. Somos nós e eles.
    Parabéns às primas!

    Gostar

  46. CascoVelho permalink
    2 Junho, 2010 18:33

    Angola safou-se de cada um e de cada uma! Bravo, Rosa Coutinho!

    Gostar

  47. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 18:36

    Serve-se fria.
    Gelada de preferência.

    Gostar

  48. A - Team! permalink
    2 Junho, 2010 18:37

    Morreu um bandido e um traidor!

    Actuou ao serviço dos interesses soviéticos, no momento mais vergonhoso e triste – a pseudo-descolonização – de uma História de quase 900 anos…!

    Devia ter sido fuzilado, ou atirado de uma varanda, como fizeram ao Miguel de Vasconcelos!

    Gostar

  49. CascoVelho permalink
    2 Junho, 2010 18:43

    Do que Angola se livrou! Bravo, Rosa Coutinho!

    Gostar

  50. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 18:46

    O Tina:

    Eu estive nas matas de Angola e depois trabalhei em Luanda.

    Conheço Angola melhor do que conheço a Metrópole.

    E eu sei o que é que estava enm jogo.

    Ou o MPLA ganhava ou aquilo voltava aos tempos do Diogo Cão.

    Estes palhaços que estiveram em Lisboa a escrever patetices pró-canibal Savimbi e toda uma turma de animais financiados por chineses e CIA não percebem nada disto.

    Mais tarde o nosso Governo e o promeiro ministro de então, o Prof.Cavaco Silva, percebeu muito bem o que está em jogo.

    Quem nunca percebeu foi o clã Soares e uma turma de macacos que ajudavam a UNITA E A fnla , atraiçoando Portugal.

    Puta que os pariu!

    Gostar

  51. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 18:50

    Traidores são aqueles que durante estas duas últimas décadas entregaram Portugal à estranja e ao directório de Bruxelas.

    Traidores dum raio que deviam ser julgados em tribunal marcial!!!!!!!

    Gostar

  52. zazie permalink
    2 Junho, 2010 18:56

    Eu mato-me a rir é com essa do Savimbi ser canibal.

    ahaahhaha

    Gostar

  53. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 18:56

    Felisberto: TENHA VERGONHA!

    Gostar

  54. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 18:57

    “estas duas últimas décadas”

    Começou no 25 da Sogra.
    Até ao “outro” cair da cadeira até se esfurricavam todos.
    Agora têm todos “colhões de aço”.

    Tá bem.

    Gostar

  55. LM R permalink
    2 Junho, 2010 19:01

    Claro que a solução do bravo “A-team” seria continuarmos a desafiar todo o panorama geopolítico da época, batendo o pé aos EUA e à URSS. Claro que isso era muito viável, como então já se via.
    Não havia alternativa à descolonização. E a escolha era entre os ladrões que de quando em vez matavam e os assassinos que às vezes roubavam. Falar agora é fácil.

    Gostar

  56. CascoVelho permalink
    2 Junho, 2010 19:03

    A prerrogativa dos pied-noirs é celebrar a alegria com ódio. De África só lhes restam as glândulas a destilar veneno, num patético testemunho, vivo e rancoroso, do que Angola se safou! Bravo, Rosa Coutinho!

    Gostar

  57. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 19:12

    Olha Casquinho Velho, estou a ver de que “naipe” és, estou. Conheço. Bem.
    Que tal passados estes 36 anos, que tal?
    Já rapaste a barbicha?
    Já andas de carripana boa e trocaste o Mao pelos “filósofos” $$$$$$$$$ e €€€€€€?

    Continuam os mesmos de 1974.
    Mas lixaram-se. E ainda se vão lixar mais.

    “…é celebrar a alegria com ódio.”

    Olha! Outro humorista!

    Gostar

  58. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 19:14

    Sim agora está tudo bem em todo o lado.
    Um “must”.

    Tudo muda, tudo muda…

    Gostar

  59. Portela Menos 1 permalink
    2 Junho, 2010 19:15

    ódio, ódio, ódio … eis o que helefmatos pretendeu ver espalhado nesta caixa de comentários, depois de uma militância no PREC que não lhe serviu de nada. A existirem as mesmas condições de há 36 anos muita desta canalha apresentaria armas contra as sedes dos partidos de esquerda, encabeçados por um qualquer cónego melo!

    Gostar

  60. Anónimo permalink
    2 Junho, 2010 19:16

    Tirando o Felisberto, quem dos que acima se pronunciaram eram nascidos em 74/75? Quem é que estava em Angola quando esse energumeno que acabou de morrer foi para Angola como Alto-Comissario? É preciso saber do que estamos a falar.
    Eu vivia em Angola desde 1972, e para mim não estão em causa as opções politicas do Rosa Coutinho; o que está em causa, é o que ele dizia, e o que ele fazia. Não sei se a tal carta é falsa ou não, mas o que é certo, é que ele sempre tranquilizou os brancos, dizendo que os seus direitos, e propriedades estavam defendidos, e à surrelfa estava a combinar com o MPLA, como haviam do os por de lá para fora, o que para mim constitui um crime de ALTA TRAIÇÃO: obrigou quase um milhão de pessoas a abandonar as suas casas, e o produto do trabalho de uma vida muitos com a roupa que tinham no corpo, enganando-as descaradamente, por um prato de lentilhas: Rosa Coutinho, Charais, e mais uns quantos militares de Abril, ficaram a seguir à independencia de Angola em Novembro de 75, com o exclusivo de todos os negocios feitos com Angola a partir de Portugal.
    Portanto como já aqui se escreveu esse traidor imundo, está de certeza no INFERNO, ao lado do Neto, porque tem muito que expiar.

    Gostar

  61. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 19:16

    “muita desta canalha”

    Porque é que NUNCA se fala da “outra” canalha?

    Enfim, prioridades e indignações bem selectivas.

    Gostar

  62. CascoVelho permalink
    2 Junho, 2010 19:19

    Ódio velho de 37 anos, entranhado, não tem cura. Mas há quem se safe de doenças piores. Enfim. Os angolanos, pelos vistos, safaram-se. Bravo, Rosa Coutinho!

    Gostar

  63. Anónimo permalink
    2 Junho, 2010 19:20

    #56 CascoVelho. Pieds-noirs é a puta que te pariu

    Gostar

  64. CascoVelho permalink
    2 Junho, 2010 19:22

    Ódio é isso mesmo.

    Gostar

  65. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 19:23

    “Os angolanos, pelos vistos, safaram-se.”

    Depende.
    Uns sim, outros nem por isso. É conforme.
    O ano de 1989 deu-me muitas alegrias pessoais. 🙂

    Ódio?
    Não, nada disso.

    Apenas memória, só isso.

    Gostar

  66. CascoVelho permalink
    2 Junho, 2010 19:26

    Respeito memórias, ódio jamais. E há comentários de um rancor muito grande. Espero que não façam muito mal à saúde de quem os produz.

    Gostar

  67. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 19:33

    Neste dia vi muitas lágrimas de genuína amargura. Uma profunda tristeza (verdadeira) e olhares perdidos e vazios de quem viu o fim de de tudo o que acreditava.Por isso e também por motivos familiares foi, para mim, um dia de enorme alegria:

    Gostar

  68. Anónimo permalink
    2 Junho, 2010 19:50

    O Rosa Coutinho era um ser tão ignobil que nem é merecedor do ódio de ninguem.

    Agora não venham para aqui tentar branquear o que ele fez, e as razões que o levaram a isso.

    Os Angolanos, e os Portugueses, em 30 anos souberam ultrapassar as divergencias que tinham, e a prova disso é que hoje já vivem e trabalham em Angola mais de 200 mil portugueses. Ora isto não se fez com ódio, fez-se porque apesar dos esforços do Rosa Coutinho e outros que tais, não conseguiram apagar os fortes laços que unem Angolanos e Portugueses.

    Quando o FCPorto ganhou ao Manchester a 1/2 final que o levou a ganhar a Liga dos campeões eu estava em Luanda; fui ver o jogo num restaurante com um amigo portugues que vive em Angola; o restaurante estava cheio de angolanos, muitos com camisolas do Benfica Sporting e Porto.
    Quando o Costinha marcou o golo da vitoria, os unicos que ficaram sentados, foi o meu amigo e eu, porque os outros, os angolanos viraram o restaurante ao contrario a comemorar aquele golo que representou uma vitoria que tambem era deles. Mas para perceber porque é que em Angola se sentem estas coisas, é preciso ter lá estado, e saber que 500 anos de convivencia não se apagam com as más acções de alguns traidores.

    Gostar

  69. CascoVelho permalink
    2 Junho, 2010 19:50

    Ao contrário de outros animais, só o ser humano é capaz de alegrar-se com a tristeza dos outros. Edificante.

    Gostar

  70. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 19:51

    Esta pôrra de país está na bancarrota.

    De quem é culpa? É do Rosa Coutinho?

    Durante estas últimas duas décadas Portugal perdeu soberania e não passa dum mero quintal do directório de Bruxelas?

    De quem é a culpa? É do Rosa Coutinho?

    Portugal já não tem dinheiro para comprar bonés para a tropa?

    De quem é a culpa? É do Rosa Coutinho?

    Portugal reconheceu o Kosovo, um território de terroristas muçulmanos, traficantes e bandidos perigososos, a toque de caixa dos EUA?

    De quem é culpa? É do Rosa Coutinho?

    Portugal envia tropas para cenários de guerra estranhos aos interesses dos portugueses, mas essa macacada que agora fala grosso fugiram da guerra do Ultramar como o diabo da Cruz, pois segundo eles, estavam contra a «guerra colonial», mas o que queriam era salver a pele e estavam-se cagando para a defesa de Portugal pluricontinental?

    De quem é a culpa? É do Rosa Coutinho?

    Afinal quem são os traidores, transfugas, vendidos às potências e interesses estrangeiros, cobardes e mandriões?

    É muito fácil escrever em salas com ar condicionado todas essas barbaridades, sabendo que a maior parte desses palermas fugiram à tropa, passaram administrativamente e andaram em manifestações contra a tropa portuguesa?

    É esta a MERDA DA DIREITA PORTUGUESA!

    Uma Direita que tem como seus gurus ideológicos, o Mao, o Pol Pot, o Savimbi, o Samora Machel e o Kadaphi!

    PQPs!

    Gostar

  71. helenafmatos permalink
    2 Junho, 2010 19:51

    3. Não sei se quem escreveu isto é o Daniel Oliveira do Arrastão. Mas creio que não pode ser pois é um bocadinho falta de História querer colocar a extrema-esquerda maoísta em 1974/75 ao lado do almirante Rosa Coutinho e do MPLA.
    Quanto às minhas responsabilidades em igual período e tendo em conta que nasci em 1961 presumo que se limitarão a ter dito algumas parvoíces mas enfim há sempre a possibilidade da reencarnação para os crentes em tais andanças celestiais.

    Gostar

  72. A. R permalink
    2 Junho, 2010 19:53

    Mais um que escapa ao Julgamento: esta clientela de vendilhões esquerdistas nunca é julgada.

    Gostar

  73. AZIA - TICO permalink
    2 Junho, 2010 19:54

    Que a terra lhe seja tão leve, como a serra da Estrela em cima.
    Deus o guarde lá muito tempo sem nós!!!

    Gostar

  74. CascoVelho permalink
    2 Junho, 2010 19:56

    Lá vem eles de novo! Chiça, isso não tem mesmo cura! Até amanhã!

    Gostar

  75. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 19:57

    Rosa Coutinha nunca foi esquerdista.

    Quanto muito foi um social-fascista.

    Esquerdistas/esquerditas foram o Durão Barroso e muita gente que hoje se sente no governo, na assembleia, nas empresas públicas, nos tribunais e até no ministério da defesa nacional.

    Esses é que lucraram com a revolução e com a entrega das colónias às potências da guerra fria.

    E agora andam caladinhos, armados em patriotas de papel!

    Gostar

  76. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 20:01

    Os maioistas foram a pior praga que apareceram no sec.XX português.

    O Barreirinhas Cunhal é que tinha razão em pô-los todos em trabalhos forçados numa herdade qualquer do Alentejo.

    Andavam com o livrinho vermelho do MAO no bolso e com as citações do POL POT e agora andam vestidos com fatinhos Princípe de Gales e são CEO’S das empresas que ajudaram a destruir!

    Cabrões oportunistas e traidores!

    Gostar

  77. zazie permalink
    2 Junho, 2010 20:02

    Pois, realmente, só de gatas podia ter participado no PREC.

    Ainda assim, o facto da extrema-esquerda ser inimiga dos comunas, no caso da descolonização até iam mais longe.

    Portanto não há erro nenhum. Os maoístas foram os que mais barulho na rua fizeram contra a guerra colonial e depois do 25 de Abril até o Saldanha Sanches foi preso por apelar à deserção.

    Nada contraditório em relação à descolonização do Rosa Coutinho.

    Gostar

  78. zazie permalink
    2 Junho, 2010 20:05

    O que é que o Barroso, que era um puto, lucrou com a descolonização?

    v.s são bêbados.

    Se há questão em que a extrema-esquerda nada teve a ver com joguinhos e interesses foi nesta.

    Eram contra, porque sim. Porque colonialismo é feio e tal e coisa. Mas não tiveram qualquer intervenção de poder, pois nem sequer tinham qualquer poder.

    Gostar

  79. zazie permalink
    2 Junho, 2010 20:06

    O Pardal é comuna velho mas nem sabe nada. Aquilo lá pelo independentismo açoriano é que há-de ter uma história muito maior por contar.

    Gostar

  80. zazie permalink
    2 Junho, 2010 20:08

    Como é que tu podes dizer que fazes parte do movimento de independência dos Açores se esses foram os mais anti-comunistas da altura?

    Tu drogas-te e és mas é um grande aldrabão.

    Gostar

  81. zazie permalink
    2 Junho, 2010 20:09

    Hás-de ter tanto feito a guerra em Angola quanto eu.

    Tu andas é a vender a maluca da Canavilhas que agora quer espatifar o Museu de Marinha para fazer o do metropolitano e dos taxistas.

    Gostar

  82. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 20:10

    Esta Zazie é doida da cabeça.

    Estamos a Falar de Angola e agora vem falar dos Açores.

    Para desconversar tudo serve…

    Gostar

  83. zazie permalink
    2 Junho, 2010 20:12

    # 76

    Que empresas é que ajudaram a destruír, esses tais maoistas?

    Idiota- aquilo foi uma palhaçada de estudantes que, se fosse nos dias de hoje ainda tinham era os pais a ser chateados porque eram menores de idade.

    Tirando os ogres de sempre que são sempre do partido onde podem mandar e viviam na clandestinidade- o resto era tropa de choque estudantil.

    Garotada a que hoje em dia se chama crianças e que até ainda vão ao pediatra.

    Gostar

  84. zazie permalink
    2 Junho, 2010 20:15

    Mas tu julgas que me enganas?

    ehehehe

    Tu és o Professor Pardal/Horátio/Abílio no 5 Dias e mais uma infinidade de nomes com que te disfarças.

    Comigo não dá. Até podias aparecer vestida de sevilhana ou disfarçada de Carlota Joaquina que te topava em segundos

    Gostar

  85. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 20:17

    «O que é o Durão lucrou com a descolonização?»

    Tudo!

    Primeiro, salvou a pele de mobilização certa!

    Depois, aquela sua aventura mrrppista/maoista, inequivocamente anti-PCP, deu-lhe credenciais para se infiltrar na «direita» portuguesa (a mais esquerdista do Planeta Terra), e com um jeitinho muito tuga e espertinho, lá chegou a Bruxelas.

    E agora está cagando-se para Portugal, para a descolonização, e para estes palhaços que lançam ódio sobre o cadáver do Almirante Vermelho.

    Pelo menos o Rosa Coutinha, para além de ser um social-fascista, era um ALMIRANTE.

    Nada tem a ver com esta turma de mestrados, doutorados e engienheirados da treta que nem um barquinho a remos sabem dirigir!

    Gostar

  86. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 20:19

    Oh Zazie, como diz muitos dos teus interlocutores que não têm paciência para te aturar, CAGA NISSO!

    Fantasias muito e falas em código e tenho mais que fazer.

    Gostar

  87. Opro permalink
    2 Junho, 2010 20:20

    #50
    És mesmo um aldrabão, e ainda por cima estúpido. Explico porquê:
    Com a ajuda da Tina corrigiste o “eu tive” para “eu estive”, mas não percebeste, porque és estúpido o que é que a Tina queria dizer com essa “das matas” e repetiste “Eu estive nas matas de Angola”.
    Aldrabão:
    Quem esteve em Angola, ou Moçambique, pode ter estado “no mato”, nunca “nas matas”!
    Onde é que há “matas” em Angola?
    Burro!

    Gostar

  88. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 20:27

    Na minha região falamos em «matas» e «mato» é o que a tua prima tem entre as pernas…

    Gostar

  89. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 20:30

    «Enquanto nas MATAS de Angola morriam milhares de inocentes aos golpes traiçoeiros das catanas dos seus capangas, Holden Roberto passeava em carro americano…..»

    In http://pissarro.home.sapo.pt/memorias6.htm

    Gostar

  90. jojoratazana permalink
    2 Junho, 2010 20:30

    O enorme prazer que eu sinto em ver gente tão mal formada.
    Destilando ódio contra o almirante lá onde te encontras, deves de estar tal como eu a rir que nem um perdido.
    Dizem tudo como se soubessem alguma coisa além das mentiras que lhes contaram,
    repetem tudo como os papagaios.
    Mas é melhor que continuem a viver na ignorância, porque dizer-lhes o que na verdade se passou.
    Era um trauma para quem viveu sempre da mentira.

    Gostar

  91. zazie permalink
    2 Junho, 2010 20:31

    A mata dele fica no canário.

    ehehe

    Gostar

  92. zazie permalink
    2 Junho, 2010 20:34

    Ele chama Rosa Coutinha ao outro.

    ahahahahha

    Este idiota micaelense é uma anedota.

    “:O))))))

    Gostar

  93. zazie permalink
    2 Junho, 2010 20:45

    ehehe

    Ficaste nervosinho. Mas então qual é o teu problema com a “direita” se dizes que sempre votaste Cavaco

    https://blasfemias.net/2010/04/30/e-mais-precisamente/#comment-262588

    Pardal taralhoco da mata do canário.

    Gostar

  94. A - Team! permalink
    2 Junho, 2010 20:46

    L MR:

    Errada a sua hipótese.
    A descolonização nunca se deveria, sequer, ter questionado um segundo que fosse.
    Quando o presidente Kennedy sugeriu – segundo Costa Gomes – ao governo Português, em 1961, iniciar o processo de descolonização, a terminar 13 anos depois (em 1974!), deveríamos ter aceite, de imediato.

    Salazar estava ultrapassadíssimo no tempo! Se ele, ou se Marcello Caetano até, tivessem conferido, com tempo e com toda a dignidade, a independência a Angola, não seria a cáfila de traidores como Rosa Coutinho, que o teria feito. Para mal do Povo de Angola e de Portugal!

    Reafirmo que antes disse: Rosa Coutinho devia ter sido fuzilado «in illo tempore»

    Gostar

  95. 2 Junho, 2010 20:49

    Morreu…está morto!

    E este almirante já o estava há muito, não passava de um número no Instituto Nacional de Pensões, com uma das altas pelos relevantes serviços prestados que, nisto de pensões militares, não há anti-heróis.

    Este, como outros, imaginou-se em tempos um predestinado fazedor de História.

    Coitado não passou de mais um figurante de quem se volta a falar a propósito da morte, para depois voltar a cair no esquecimento!

    Gostar

  96. zazie permalink
    2 Junho, 2010 20:57

    onde tens o teu?

    Por isso é que depois é só erros- tira o dedo cu, palhaço.

    “:O))))

    Que tema do post? só vieste cá para cantar a cantiga de sempre- do Barreirinhas Cunhal e mais não sei quantos, ó comuna travestido de pardalito da estrumeira.

    Gostar

  97. zazie permalink
    2 Junho, 2010 20:59

    Foi pena não teres metido os pandeleiros à mistura que essa palavra até é a que mais curto no teu léxico de flatista.

    Gostar

  98. Isco permalink
    2 Junho, 2010 21:19

    Também prefiro o Gago Coutinho.

    Gostar

  99. 2 Junho, 2010 21:21

    O Rosa Coutinho, faça-se essa justiça, foi sempre igual até ao momento da morte.

    O Hitler também.

    Gostar

  100. António Barreto permalink
    2 Junho, 2010 21:25

    Se quereis saber se a “carta” mencionada em #10 é verdadeira ou não, perguntai ao honrado e valente Capitão de Abril Sousa e Castro. Ou lê-de o seu recente livro acerca do 25 de Abril.

    A descolonização foi uma tragédia e Rosa Coutinho teve fortes responsabilidades. Mas há outros responsáveis; quer entre a esquerda Portuguesa quer entre os independentistas quer entre as hipócritas potências “libertárias” já então especializadas em novos processos colonizadores dos quais também nós, Portugueses, sobretudo hoje, padecemos.

    Quem conheceu Angola, compreende a revolta dos Luso-Africanos barbaramente escorraçados, bem como a nostalgia de um Angolano, cantando o “ó tempo volta p’ra trás” em Moçamedes, lá pelos idos de 78/79, enquanto assistíamos, discretamente, ao desembarque de tropas Cubanas.

    Sei que é difícil esquecer e perdoar quando não se fez justiça. Porém, não é tempo de reviver o passado alimentando ódios e ressentimentos, desenterrando velhos fantasmas. Já aqui foi dito; há algo de precioso, muito forte e comum com os povos dos novos estados Africanos. Saibamos descobri-lo alimentá-lo e transformá-lo nos novos caminhos da esperança comum.

    Gostar

  101. OLP permalink
    2 Junho, 2010 21:28

    “Os de angola pelo menos se safaram…..”
    Depende do lado em que se está…..
    80% da populaçao angolana sobrevive abaixo dos níveis minimos de pobreza (menos de 1 dolar/dia)
    Esperança de vida dos angolanos 40 anos com tendencia a descer.
    Não é o caso da Isabel dos Santos.

    Gostar

  102. Julião permalink
    2 Junho, 2010 21:28

    O que vocês queriam era entregar Angola ao orogotango e canibal do Savimbi?

    Digam a verdade e deixem-de de merdas?

    O Rosa Coutinho é tão culpado da «descolonização exemplar» como foi todo o antigo directório do MFA, do Governo de então e dos PR’S de então, incluindo o Spínola que recebeu o macharelato e que conspirou contra Portugal em terras guineenses e castelhanas!

    Tenham vergonham!

    Gostar

  103. 2 Junho, 2010 21:31

    «Que a terra lhe seja leve já que a História lhe é pesada»

    Nem mais. Mas não nos esqueçamos daqueles que, mesmo não sendo comunistas no pós-25 de Abril, como Rosa Coutinho indubitavelmente foi, persistem em evocar a mistificação clamorosa da vergonhosa “descolonização exemplar”.

    Gostar

  104. Felisberto Morais permalink
    2 Junho, 2010 21:36

    Essa da «descolonização exemplar» vai direitinha para o Mário Só Ares e o Cheché dos Santos, dois gerontes do actual regime falido e corrupto e que são aplaudidos por aqueles que odeiam o Rosa Coutinho.

    Vai-se lá perceber esta gentinha!!!!!

    Gostar

  105. Bloody Mary permalink
    2 Junho, 2010 21:38

    Excelente.
    Por acaso, pensei o mesmo quando ouvi a notícia.
    Leve, sim, como o chumbo.

    Gostar

  106. Guarda Abel permalink
    2 Junho, 2010 21:43

    Que a terra seja pesada para todos os traidores – e muitos deles estão vivinhos da silva – e diariamente andam vendendo Portugal no estrangeiro!

    Portugal já não tem dinheiro para comprar botas para a tropa!

    Mas também receio que já nem tropa temos!

    Gostar

  107. Oprof permalink
    2 Junho, 2010 21:47

    O Daniel Oliveira mandou uma boa boca à Helena.

    Mas a resposta até era fácil:

    A Helena cresceu, aprendeu, mudou para melhor.
    Só os burros não mudam.

    Gostar

  108. Oprof permalink
    2 Junho, 2010 21:53

    #88 e #89
    Esse link, que não linka coisa nenhuma, era para ser o quê?
    De autoria tua ou de outro da “região” de Trás-os-Montes?

    A ti topo-te bem!
    Vai pró mato, ó meu malandro!

    Gostar

  109. Não Interessa permalink
    2 Junho, 2010 21:55

    Mensehvik o que quer que a esquerda te tenha feito ao rabo ou à família.. também eu o festejei, mesmo sem saber. Foi um dia lindo como poucos. Só se perderam as que caíram ao lado. E tu teres ficado a cantar. Urso.

    Gostar

  110. António da Costa permalink
    2 Junho, 2010 22:15

    Isto é merdoso

    Gostar

  111. blasfemador? permalink
    2 Junho, 2010 22:20

    Social-Fascista?
    COMUNISTA!!! Isso sim!
    aí esse politicamente correcto a falar!
    O Rosa Coutinho foi um TRAIDOR e COBARDE OPORTUNISTA. Nunca passou disso.

    Gostar

  112. tina permalink
    2 Junho, 2010 22:27

    “O enorme prazer que eu sinto em ver gente tão mal formada.”

    Pois é, com vocês da esquerda é só prazer com a desgraça dos outros. Era também assim com Rosa Coutinho. Ou julga que ele era melhor do que simplesmente isso?

    Gostar

  113. tina permalink
    2 Junho, 2010 22:29

    “Na minha região falamos em «matas» e «mato» é o que a tua prima tem entre as pernas…”

    ahahaha, região?!… É mesmo um parolo da metrópole que não sabe que se diz mata ou mato e nunca matas!

    Gostar

  114. zazie permalink
    2 Junho, 2010 22:33

    ” da metrópole” diz ela directamente de Alfa-Centauro.

    “:O))))

    Gostar

  115. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 22:42

    jojoratazana

    Ainda lhe DÓI o 25 do 11???

    LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL!

    Sempre às ordens!

    Gostar

  116. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 22:45

    O problema da descolonização é que não foi descolonização nenhuma.
    Foi uma mera substituição.
    Os níveis de prosperidade, progresso e justiça social são hoje fortemente visíveis nas denominadas ex-colónias. E cá também.
    Há quem lhe chame: “Poder do Povo”

    Do POVO??!!?!?!??!?!?!?

    aahhahaha

    Gostar

  117. Kapitão Kaus permalink
    2 Junho, 2010 22:47

    Hoje abri uma garrafa de champanhe para comemorar!

    Gostar

  118. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 22:50

    Para provar o clima de tenebrosa opressão (certamente fassssssista), do horripilante apartheid/segregação/uma mula aos coices-e-um burro aos pinotes aqui vai um filme (é uma série de vários, a não perder por todos os gloriosos antifasssssistas).

    São também visíveis o atraso, a indigência e a desordem que vigoravam na então Província Ultramarina de Angola.
    É de salientar a sofisticação do filme e dos seus notabilíssimos efeitos de iluminação pois, como sabemos, vivia-se na “Longa Noite FaXXXista”

    Gostar

  119. Revolta Popular permalink
    2 Junho, 2010 22:52

    muito simples!

    MORREU UMA BESTA ASSASSINA!

    Gostar

  120. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 23:03

    “Mensehvik o que quer que a esquerda te tenha feito ao rabo ou à família.. também eu o festejei, mesmo sem saber. Foi um dia lindo como poucos. Só se perderam as que caíram ao lado. E tu teres ficado a cantar. Urso.”

    Ainda bem.
    Fico satisfeito.
    Parabéns e que lhe faça muy bom proveito.
    Também é um “deserdado” da Terça-Feira, 25 de Novembro de 1975? 😀

    Stultorum numerus infinitus est!

    Gostar

  121. jojoratazana permalink
    2 Junho, 2010 23:10

    Menshevik uma morteirada nos cornos vai?

    Gostar

  122. jojoratazana permalink
    2 Junho, 2010 23:17

    Vamos lá fazer um raciocino?
    Comentadores papagaios?
    Quantos foram agentes da Pide?
    Poucos
    Filhos de agentes da Pide?
    Muitos
    Netos de agentes da Pide?
    Bué

    Isto é o produto que saio da revolução do 25 de Abril.
    Sabem porque, por não enfiarmos um tiro na cabeça destes criminosos

    Gostar

  123. Menshevik permalink
    2 Junho, 2010 23:34

    Olha, ainda vêm falar em criminosos!

    Que nojo de gentalha!

    Poderíamos falar do Lénin, do Stalin, do Pol-Pot, do Enver (vénia), do Mao, etc, etc…
    mas não, parece que não.

    É como Katyn. Durante décadas tinha sido obra dos alemães (tudo, mas mesmo tudo, desde as enxurradas na Patagónia até aos problemas da beterraba em Figueiró dos Vinhos é culpa dos alemães) e, quando se foi a ver….ooops, oh que chatice.
    Aonde estão os filmes, as indignações e as vigílias?

    Quanto ao tal de ódio, comentários de terceiros falam por si (por certo motivados por grande humanitarismo e filantropia).

    E agentes da benemérita Stasi, quantos comentadores foram?
    E da não menos humanitária NKVD/KGB?
    E quantos foram agentes da organização humanitária romena (ah!!, a Roménia, o “Sol da Humanidade”….) conhecida por Securitate?

    Gostar

  124. zazie permalink
    2 Junho, 2010 23:49

    O palhaço era capaz de ter de matar o pai e os amiguinhos do PCP se quisesse fazer limpeza de bufaria.

    Foram as aparições de Abril e andam agora aí ainda mais activas a trabalhar para os xuxas.

    Gostar

  125. zazie permalink
    2 Junho, 2010 23:52

    Aliás, bufaria é hoje em dia coisa altamente digna e o que mais existe na blogosfera.

    Dizem que são anti-facistas para defenderem todas as corrupções e Casas Pias e o Sócrates é o herói deles vitalício.

    Gostar

  126. jojoratazana permalink
    2 Junho, 2010 23:52

    Zazie o teu pai?
    É que o meu foi morto pela Pide.

    Gostar

  127. zazie permalink
    2 Junho, 2010 23:54

    Andam por aí com nicks de Abrantes, zés dos bonés, Repórter X, Damal e mais uma infinidade deles.

    Gostar

  128. zazie permalink
    2 Junho, 2010 23:57

    Olha, azar. Se calhar no mundo que ele queria tinha sido ele a disparar em nome do KGB e o número de mortos seria mil vezes maior.

    É essa a bandeira que arrastas, caso nunca tenhas dado por isso.

    Gostar

  129. zazie permalink
    2 Junho, 2010 23:59

    Aliás, a Pide não matava democratas. E o nº de mortos foi irrisório face às reais ameaças que representavam.

    Isto tudo aconteceu antes da Queda do Muro- não eram comunistas para levarem no cu e casarem aos pares de pandeleiros, como hoje em dia.

    Gostar

  130. zazie permalink
    3 Junho, 2010 00:01

    Ou para fazerem tremer as classes dominantes com as reivindicações das PMAs, abortícios e eutanásias, à falta da medicina alternativa que já conseguiu criar sovietes em Vilar de Perdizes.

    Gostar

  131. Menshevik permalink
    3 Junho, 2010 00:05

    Dizem que o Diabo foge da Cruz.
    Pois bem, deixo aqui algumas sugestões aos autores deste blogue de “amuletos” (em forma de vídeo) para “afugentarem” certas criaturas:

    Gostar

  132. zazie permalink
    3 Junho, 2010 00:09

    O último vídeo é que tem mais variantes.

    Eugenia+ Lebensraum- estão vivinhas da silva e com adeptos cada vez mais pascácios.

    Gostar

  133. Menshevik permalink
    3 Junho, 2010 00:12

    este é mais “giro”:

    eheheheh

    Gostar

  134. conhecedor permalink
    3 Junho, 2010 00:15

    Quanto á Zita meus caros ela andava nas boates da hungria onde o acesso só era permitido aos quadros de partidos comunistas na fufice com prosdtitutas finas do regime comunista para os convidados comunas dos outros paises, por lá passaram muitos dos comunas históricos, todos foram provar o mel.

    Gostar

  135. 3 Junho, 2010 00:20

    Mexeriquices.

    Gostar

  136. conhecedor permalink
    3 Junho, 2010 00:21

    Quanto ao Durão Barroso, saiu em maio de 1980 do PCTP MRPP porque começou a namorar uma rica lavradora alentejana de moura da familias UVA, o sogro homem de direita disse logo com comunas nã casas, depois o artista da canção mudou logo nesse ano para o PSD e ai começou a conhecer nas caçadas e herdades do Alentejo alguns barões do PSD que o encaminharam foi assim meus caros, quando tocou a massa ele mudou-se, aliás repetiu a façanha quando abandonou o pais a procura de tacho maior, são assim todos os politicos uma cambada de chulos

    Gostar

  137. conhecedor permalink
    3 Junho, 2010 00:22

    NÃO SÃO EXERIQUICES,

    DIZ-ME COM QUEM ANDAS ÉS E O QUE FAZES , DIRTE-EI QUEM ÉS.

    Gostar

  138. zazie permalink
    3 Junho, 2010 00:24

    Mas está desactualizado.

    Esses hoje são considerados crimes de ódio.

    Estes estão mais in e com protecção da ONU

    Gostar

  139. 3 Junho, 2010 00:25

    Para quem tiver dúvidas sobre quem foi este excremento, veja com os seus próprios olhos como ele apelou ao massacre de crianças:

    Gostar

  140. zazie permalink
    3 Junho, 2010 00:26

    ~# 136

    Idiota- ele conheceu a Guida Uva em 74 e ela era do MRPP.

    Gostar

  141. conhecedor permalink
    3 Junho, 2010 00:26

    Se um politico com responsabilidades for pedófilo, não podemos falar, são mexeriquices, roubam milhões dos cofres do estado e do nosso bolso, são mexeriquices, têm o pais na ruina, são mexeriquices, a corrupção alastra nos negócios do estado, são mexeriquices, mais de uma centena de crianças da casa pia acusam varias pessoas importantes de abusos sexuais, são mexeriquices, politicos com cargosn elevados sãon apanhados em mentiras e situações muito graves, são mexeriquices, pelos vistos para si é tudo mexeriquices…………….

    Gostar

  142. LOL permalink
    3 Junho, 2010 00:28

    Gostar

  143. conhecedor permalink
    3 Junho, 2010 00:34

    Talvez a idiota seja você, quaquer das formas minha cara em 74 passaram todos a ser do pCP ou MRPP, para salvarem o seu património, não houve lavrador e agricultor que não passasse a comunista poucos foram os que deram a cara, além disso eu não disse que se conheceram em 80 somente referi que e 80 saiu de um e foi para o PSD, quando se conheceram não sei, pelos vistos isso sabe voce e muito bem, mas não sabe tudo.

    Gostar

  144. Boris Rasbalatov da Cunha permalink
    3 Junho, 2010 00:35

    #139

    Ó cabrão, essa carta é falsa.

    Já toda a gente sabe.

    Gostar

  145. zazie permalink
    3 Junho, 2010 00:47

    # 143

    Eu disse que v. deu uma informação errada. O Durão Barroso já namorava com a Guida Uva em 74 e não precisou coisíssima nenhuma de passar para o PSD para casar com ela.

    O resto não vem ao caso. V. inventou.
    ——————————-

    http://porbase.bnportugal.pt/ipac20/ipac.jsp?session=125QPM4032690.414817&profile=porbase&uri=link=3100027~!7248752~!3100024~!3100022&aspect=basic_search&menu=search&ri=1&source=~!bnp&term=No+segredo+dos+deuses&index=ALTITLE

    Gostar

  146. zazie permalink
    3 Junho, 2010 00:50

    Pois sei, e sei mesmo mais do que v. porque ela andava na mesma faculdade do que eu e eu era amiga de uma prima.

    Sei mesmo muito mais. Acredite. Mas são tretas que nada interessam politicamente.

    Aliás, ele não tinha qualquer património a defender. Era um puto arrivista e ela uma menina muito bonita e doce vinda de colégio de freiras.

    Gostar

  147. zazie permalink
    3 Junho, 2010 00:51

    Ainda andava na faculdade com o bibe negro do colégio

    ehehe

    Sempre foi um amor de miúda.

    Gostar

  148. João António permalink
    3 Junho, 2010 00:53

    Videos sobre o Savimbi, o «libertador» de Angola apoiado pela «direita torta portuguesa» e pelo clã do marfim:

    Gostar

  149. zazie permalink
    3 Junho, 2010 00:54

    E v. se não fosse retardado mental sabia fazer contas e nem dizia disparates. Que idade tinha o Durão Barroso em 74, para poder ser alguém a defender latifúndios indo para o MRPP.

    Ele era meio proleta do Barreiro. O tio dele até foi ministro muito mais tarde.

    Gostar

  150. atento permalink
    3 Junho, 2010 01:02

    “O regime criminoso norte-coreano ( segundo alguns) é responsável pelo afundamento de uma corveta sul-coreana. Quarenta e seis mortos depois, ninguém se indigna.
    O regime criminoso (segundo alguns) israelita é responsável pela morte de dez “activistas” e é um ai Jesus pelo mundo inteiro.
    Deve ser isto a que chamam dois pesos e duas medidas.”

    Gostar

  151. Morcão permalink
    3 Junho, 2010 01:09

    O REGIME ISRAELITA, IRANIANO E NORTE-COREANO, SÃO REGIMES CRIMINOSOS.

    OS SEUS RESPONSÁVEIS DEVIAM SER FUZILADOS SEGUNDO AS REGRAS MILITARES EM VIGOR!

    Gostar

  152. zazie permalink
    3 Junho, 2010 01:12

    # 150

    Vieste para a rua ou pusestes lençol branco à janela por causa dos massacres do Ruanda?

    humm….?

    Dois pesos e duas medidas ou pura e simplesmente criticar o que nos é próximo?

    Gostar

  153. zazie permalink
    3 Junho, 2010 01:15

    Se fizeres as contas aos massacres tribais, então nem imagino o enxoval que precisavas para soltar tanta indignação.

    Gostar

  154. conhecedor permalink
    3 Junho, 2010 01:16

    deves ser chica esperta sabes tudo, e deves pensar que a faculdade só abriu pra ti , deves ser é uma cabrinha de merda

    Gostar

  155. Nem com molho de tomate os gramo, permalink
    3 Junho, 2010 01:16

    Os judeus já provocaram II Guerras Mundiais e estão doindinhos para tirarem a cavilha à III Guerra Mundial!

    Gostar

  156. zazie permalink
    3 Junho, 2010 01:23

    Estás chateadinho por teres inventado treta e ter-te estragado a patranha.

    Coça- cabra de merda é a que te cagou.

    Gostar

  157. zazie permalink
    3 Junho, 2010 01:27

    é que, para teu azar, até foste logo inventar patranha atrás de patranha.

    Incluindo toda a treta acerca da família da Guida Uva. Portugal é uma aldeia. V.s é que são uns parvenus a julgarem que basta atirar com umas patranhas e toda a gente cair.

    Gostar

  158. Anónimo permalink
    3 Junho, 2010 07:51

    Helena,

    1. Isto é para si. Os seus posts recebem inúmeras respostas reles. Claro que, no passado, as nossas acções, atitudes, maneira de encarar e de viver a vida, são nossas! Delas poderemos, depois, achar que não foram as melhores — mas nunca as poderemos renegar. Qualquer pessoa deve melhorar-se; é um grande esforço e dói. Quando mudamos, certamente pensamos que estamos a melhorar. Pouco me interessa o passado de alguém quando o presente, na minha óptica, é bom.

    2. Rosa Coutinho foi traidor de Portugal e foi criminoso ao incitar o MPLA e outros grupos à violência contra, e ao assassínio de, compatriotas. Daquele homem não tenho pena: tem quem o julgou.

    3. Tenho pena dos seus descendentes — serão sempre reconhecidos como frutos da árvore da traição.

    4. O drama foi terem aberto as portas aos traidores. Sobretudo traidores por dinheiro e não por fé no caminho seguido.

    5. A lista dos traidores, em Portugal, no Século XX dava para um blog…

    Gostar

  159. 3 Junho, 2010 12:06

    todos seremos fracos defuntos, para que não valha a pena gastar muita cera…

    Gostar

  160. simon permalink
    3 Junho, 2010 15:01

    O mal, o grande mal, a respeito disto, que não isenta ninguém neste mundo, é um nascer para morrer, infalivelmente. Agora, quanto ao peso da vida, das acções e vilanias, como de algtumas virtudes, ó helena, lá guarde o solene julgamento para quando vá Netanyahu, qualquer dos Bushs, a exemplo, por digno celebramento.

    Gostar

  161. simon permalink
    3 Junho, 2010 15:11

    Ó anónimo, não seja mais burro, não carece, se o despeito é que aí fala, como em helena, o Coutinho incitou (ajudou) o MPLA? Fez bem, como a História a escrever o prova, assente em dados, acontecimentos, que lá Deus já havia escrito por linhas direitas e tortas.
    Pois há que ter fé, homem, nada sob o azul do céu se passa que não leve a mão de Deus por baixo, sem excepção da criança e do borracho. Que lhe digo eu, caro, gramei esse homem, na sua generosidade e valentia, como na franqueza (lhaneza) e visão que já então demonstrou, largamente, e a si ainda lhe escapa.

    Gostar

  162. simon permalink
    3 Junho, 2010 15:17

    #150

    Eh, o Atento sabe de fonte segura que o regime da Coreia do Norte fez aquilo que lhe dizem, como o Iraque e o Irão, e é com tais lorpas que a propaganda arremeda este mundo, dizendo-nos gato, sapato, vai, atento, anunciar a Boa Nova. E o parvalhão vai, vai maioria, a mando, assim, contente.

    Gostar

  163. Atento permalink
    3 Junho, 2010 16:51

    Simon peço, reverentemente perdão por ter ofendido tão luminosa Democracia e país tão própspero, aberto e fraterno.

    Simon, não traga para aqui Deus, ok? Vindo do sector político de onde parece vir é, no mínimo, inusitado.

    Haja paciência!

    Gostar

  164. Atento permalink
    3 Junho, 2010 16:52

    lorpa e parvalhão?!

    Eis adjectivos que lhe assentam muito bem Simon.
    Vá bardamerda.

    Gostar

  165. simon permalink
    3 Junho, 2010 20:59

    Logo me pareceu que um “atento” a sério
    só podia estar com a reacção por distracção de momento.

    Gostar

  166. Menshevik permalink
    3 Junho, 2010 21:57

    Sempre tive curiosiadde: doeu muito nestas décadas?

    Gostar

  167. A. R permalink
    3 Junho, 2010 22:45

    A herança deste “patriota” fala por si. Além da carta a mandar matar portugueses ficaram 500 000 mortos em Angola, ditadores aferrados ao assento e uma pobreza medonha no meio de muito poucos ricos que comem tudo e não deixam nada.

    Gostar

  168. A. R permalink
    3 Junho, 2010 22:47

    Quanto aos mortitos terroristas, Israel merecia uma medalha: muito queriam morrer para ser shaid e e fizeram-lhes a vontade.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: