Saltar para o conteúdo

Imperdível

1 Abril, 2020

A pandemia apanhou em Cuba vários comunistas chilenos. Entre eles está a actriz Carolina Cox activissima na defesa do regime cubano e nas manifestações de contestação ao capitalismo, à democracia parlamentar e a tudo o mais que não seja o castrismo. Ou melhor que não fosse. Porque agora Carolina Cox está em Cuba a viver em directo e ao vivo as condições de vida que tanto defendeu. Resultado: pede ao presidente do Chile que por favor a vá buscar. Exige. suplica… Enfim explica que é muito difícil viver entre ratos, sem comida nem papel higiénico.

 

 

Um ideia aparentemente piedosa que pode ser mais perigosa que bondosa

1 Abril, 2020

 Ministra da Justiça admite libertar os reclusos que estejam presos por crimes menores.

Qual a vantagem de fazer sair os presos das cadeias para os enfiar em casa, admitindo que têm uma casa para voltar e condições para viverem confinados em quarentena?

Quanto aos chamados “crimes menores” eles são frequentemente maiores do ponto de vista dos vizinhos e localidades onde estes agora reclusos praticaram os tais crimes menores. Trazer mais instabilidade a populações que estãoa passar por momentos difíceis é adequado?

 

A ler

31 Março, 2020

Só eu sei porque não fico em casa: «Quanto ao meu motivo para não ficar em casa, em meia quarentena, ele foi só um: não queria ver aqueles 60 pares de olhos “irresponsáveis” focados no chão da fábrica — e por isso adiei o momento até ao limite. Decorridos 20 dias, exactamente meia-quarentena, após a comunicação dos meus clientes (indústria automóvel) do seu cancelamento de actividade, a que se seguiu a comunicação dos fornecedores que paravam por falta de matéria-prima (metal), fui forçado a comunicar aos trabalhadores da empresa que entramos em lay-off em Abril, dando-lhes conta do impacto que tal decisão irá ter no seu orçamento familiar.» (Fernando Sobrinho)

Holanda: uma achega à reacção de Costa: «este padrão de táctica diplomática em Costa não é inédito. Em Junho, ele também garantiu “à cidade e ao mundo”, que, com a sua veia europeia, havia entronizado Timmermans como Presidente da Comissão – o que faria dele um influente “king maker”. Resultado: isso simplesmente não aconteceu e o espanhol Sánchez, que até aí o acompanhara, abandonou-o sem dó, para “sacar” para a Espanha o Alto Representante para a Política Externa.»  (Paulo Rangel)

A esta constatação de Paulo Rangel há uma pergunta a fazer:  no conselho António Costa disse exactamente o quê? É curioso que tendo a imprensa portuguesa quase como fonte exclusiva sobre Espanha o El Pais este artigo tenha passado quase clandestinamente

 

Fantástico, pá: os inquilinos não pagam mas os senhorios é que vão pedir empréstimos

30 Março, 2020

A proposta de lei do Governo para proteger o arrendamento habitacional prevê uma moratória para os inquilinos que não possam pagar a renda durante a actual crise pandémica. E permite aos senhorios aceder a financiamentos do Estado para compensar essa falha de pagamentos nas rendas.

As propostas ditas para proteger os inquilinos são uma obra prima da esperteza: o  Governo isenta os inquilinos da obrigatoriedade de pagar as rendas e diz aos senhorios que podem pedir empréstimos para compensar a perda de rendimentos.

Porque não aprova então o Governo empréstimos aos inquilinos? Porque sabe que assim consegue dezenas de títulos maravilhosos sobre a protecção aos inquilinos sem gastar quase nada. Quantos senhorios vão recorrer a estes empréstimos?

Este é um modelo de negócio socialista: o governo recebe os louros da propaganda; o povo acredita que está a ser protegido; quem investiu aguenta o prejuízo e, voilá!, pode endividar-se.  Nem sei como é que este modelo de negócio não é mais utilizado.

Imagine-se qual é o organismo público cujo regular funcionamento ainda não regista o mais leve indício do estado de excepção que o país atravessa?

30 Março, 2020

Examente o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), o tal que ribombam as notícias “irá garantir empréstimos sem juros, durante o estado de emergência“ para ajudar os inquilinos a pagar as rendas. Enfim um notabílissimo papel, uma tarefa hercúlea, uma missão gigantesca. Pena é que o o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) ainda nãio tenha dado por isso.

Este é o site do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) hoje, 30 de Março de 2020. Podia ser de 2019. Ou 2018…

Screenshot from 2020-03-30 19-27-08

Respostas à crise que aí vem

30 Março, 2020

Apesar de no quadro em que vivemos não haver alternativa à acção do Estado e esta ser absolutamente necessária na actual situação de emergência epidémica, a sociedade civil não se pode deixar cair nos seus braços e ficar rendida ao estatismo para os tempos próximos.

Foi neste enquadramento que a Oficina da Liberdade procurou contribuir para a discussão pública acerca das respostas político-económicas à crise que aí vem.

Redigiu-se um manifesto para o qual cada um dos seus autores contribuiu pensando pela sua própria cabeça, mas todos pugnando por uma sociedade livre e aberta.

Aí se defendem coisas “escandalosas” quando comparadas com a lengalenga dominante. Para abrir o apetite à leitura do documento, previno que da lista de medidas propostas consta, por exemplo, o lay off na Função Pública, a abolição dos benefícios de isenção de horário e subsídios de refeição e também a suspensão de pagamento de 13º e 14º mês a funcionários públicos.

Com o devido enquadramento e para leitura crítica, o documento pode ser acedido aqui.

covid19-small

 

 

 

121 anos depois o país volta a discutir “os estranhos óbitos”

30 Março, 2020

             (caricatura do médico Ricardo Jorge aquando do combate à peste no Porto)

Epidemia: quando a peste fechou o Porto

Que erros se cometeram no combate à peste bubónica, no Porto de 1899?