Saltar para o conteúdo

A obsessão genética ou a estranha forma de nascer

13 Janeiro, 2012

Projecto social-democrata possibilita a maternidade de substituição, mas só para casais heterossexuais – O problema da maternidade de substituição não é se o casal que encomenda a criança é heterossexual ou homossexual mas sim o conceito da criança subjacente à maternidade de substituição. Esta obsessão genética que leva algumas pessoas a recorrer à maternidade de substituição não pode ser entendida como uma opção pessoal pois mesmo que se faça tábua rasa da mãe substituída em prol das aspirações da mãe que a vai substituir, temos uma criança cujas circunstâncias de nascimento são um problema ético e social. E não é certamente porque sempre se compraram, venderam ou encomendaram crianças que vamos passar a aceitar isso como normal. E não é a ausência de dinheiro que torna esta encomenda moral e socialmente aceitável. Para quem encomenda. Ma sobretudo para quem realiza a ancomenda e muito particularmente para quem é encomendado.

Anúncios
73 comentários leave one →
  1. 13 Janeiro, 2012 09:52

    Esse negócio das “barrigas de aluguer” é simplesmente nojento. Ponto final.

    Gostar

  2. joao manuel permalink
    13 Janeiro, 2012 11:04

    A questão da homsexualidade é importante. Não é por uma legislatura progressista ter aprovado o casamento gay que a adopção por gays ou as barrigas de aluguer para gays passam a ser éticamente e moralmente aceitáveis ou desejáveis. Pelo menos se o interesse da criança estiver em 1º lugar. Se for o interesse dos pais que está em causa então a história é outra……

    Gostar

  3. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 11:25

    Tem toda a razão. Neste aspecto, assino por baixo tudo o que a HM possa dizer e considero serviço público.

    Gostar

  4. licas permalink
    13 Janeiro, 2012 11:26

    NEM MAIS!

    Gostar

  5. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 11:28

    E olhe- aqui está o exemplo de uma “indignação justa”. Não dá direito a acampamento de “indignados” porque os “indignados politicamente correctos” são uma variante sem ética de agit prop da escardalhada.

    Gostar

  6. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 11:29

    São outra coisa- são a última forma de ditadura que sabem que ainda têm na mão, através do domínio da lei. Do jacobinismo instaurado nas grandes organizações mundiais- UE; ONU. O resto é delegação para cada país. É copy paste.

    Gostar

  7. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 11:31

    Já vai tarde mas tenho umas fotografias bem elucidativas do acampamento “anti-capitalista” de Londres e uma historieta muito divertida que me aconteceu com eles.
    .
    Dei-lhes um bailinho e o gozo foi tamanho que ficou um café inteiro à gargalhada. E eles amocharam- tiveram de se rir também.

    Gostar

  8. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 11:33

    E havia criancinha na história. A filha do teórico-trotskista-não acampado-em-vizita-aos indignados da praxis.
    .
    A menina até tinha vergonha de estar ao lado do pai. Foi sentar-se sozinha noutra mesa do café, para onde foram “conspirar”.
    .
    Tadinha. E esta não deve ter sido comprada que o teórico tinha ar de não ser rabeta.

    Gostar

  9. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 11:51

    Mas isto é uma vergonha. É uma vergonha que o PSD ande a patrocinar um nojo deste. Usarem-se as mulheres, manipular-se e adulterar-se o sentido natural de maternidade para fazer delas fornecedoras de estéreis ricos.
    .
    Isto é a Proposta Modesta do Swift em upgrade.

    Gostar

  10. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 11:55

    Eu nem para apear o Piníocrates consegui votar nestes tipos por causa disto. Por causa da falta de ética neotonta que também já é moda no PSD. Isso e os aventais.
    .
    Não há um partido decente nesta terra. Nem um para amostra. As pessoas decentes que andam na política deviam criar um partido da decência. Já nem era preciso mais nada- a sensatez e a decência nacional como programa.

    Gostar

  11. trill permalink
    13 Janeiro, 2012 12:06

    da China e da portuguesa justiça http://psicanalises.blogspot.com/

    Gostar

  12. Monti permalink
    13 Janeiro, 2012 12:24

    «um problema ético e social»
    Quando escasseiam as ideias, as lideranças,
    ‘inventam-se’ problemas e falsas soluções.
    Parece-me a Democracia Lusitana.
    Nada e criada, numa barriga de aluguer.
    Tinha de dar no que deu. Aborto.
    Como a ausência de ética, talvez deslocada para baixo dos aventais.
    Portugal na linha da frente sempre.

    Gostar

  13. xico permalink
    13 Janeiro, 2012 14:20

    A barriga de aluguer, ou a inseminação não são caras da mesma moeda?
    Sara, mulher de Abrãao, na antiguidade bíblica, não fez o mesmo. E tal prática não era comum?
    Acho que são tudo questões que necessitam de amplo debate, sem a característica rasteira da esquerda modernaça de taxar de imediato de retrógrados e reaccionários, quem pensar contrariamente aos seus desejos.

    Gostar

  14. Portela Menos 1 permalink
    13 Janeiro, 2012 14:21

    Indignações sobre os vencimentos pornográficos dos “meninos da EDP”, zero!

    Gostar

  15. 13 Janeiro, 2012 14:30

    A comunicação social parece estar a centralizar o tema no facto de ser restrito a casais heterossexuais, quando deveria levantar a problemática de se estar a falar de alguém que se presta “a suportar uma gravidez por conta de outrem e a entregar a criança após o parto, renunciando aos poderes e deveres próprios da maternidade”.

    Gostar

  16. 13 Janeiro, 2012 14:37

    acho incrível que se discuta a legalização e mais não sei quê da mais nova profissão do mundo e se deixe a mais velha profissão do mundo na clandestinidade. não é justo , caramba. ao menos legalizem esta última para heterossexuais em menáge à trois.

    Gostar

  17. 13 Janeiro, 2012 14:59

    Os grandes avanços da ciência sempre tiveram de se debater com valores morais e éticos.
    E cada qual é dono da sua própria barriga.

    Gostar

  18. ricardo permalink
    13 Janeiro, 2012 15:02

    Mais uma leizita modernaça e anti social.
    Se querem filhos façam-nos de forma natural. Se não podem ou não querem, há muitas crianças abandonadas no mundo que precisam de que cuidem delas.

    Gostar

  19. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 15:03

    A questão não é se vai ser para heteros. A questão é que ninguém acredita que exista lobby de casais hetero estéreis a conseguirem levar esta merda à Assembleia.
    .
    Como é óbvio, este é mais um passo no pacote zapatero da causa da rabetagem. E o PSD levou mais rabetas para deputados.
    .
    São só causas de cu- cu à mostra do avental; cu tapado pelo avental.

    Gostar

  20. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 15:04

    Engraçado- este imbecil da coisa pisca nem pessoa se acha- foi um intruso numa barriga e sobreviveu por mero acaso. Podia ter sido despejado- a barriga não era dele…

    Gostar

  21. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 15:10

    Quanto a “grandes avanços da ciência que tiveram de se debater com valores morais e éticos” tem dias; tem tempos- Heil Hitler! Heil Galton; Heil Himmler!
    .
    Estes trampas das causas LGBT são sucedânios do nazismo. E era bom que não se tivesse pruridos e se chamasse os bois pelos nomes.

    Gostar

  22. Arlindo da Costa permalink
    13 Janeiro, 2012 15:24

    Depois da eutanásia proposta por MFL agora vem o PSD com essa pôrra de barrigas de aluguer!

    Gostar

  23. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 15:33

    Não é o PSD- são os seguidores do teu querido lider e mais do apaniguado da tua terrinha- o rabeta pedófilo dos Açores, ó Pardal das Flores.

    Gostar

  24. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 15:35

    A rabetagem que entrou, sabe-se qual é. Um é um ogre que também blogava (nada tem a ver com Álvaro, como é óbvio. Um ogre nojento que também passou de xuxa a laranja e montou à Assembleia à conta do mesmo.

    Gostar

  25. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 15:37

    Agora têm padrinhos, à falta da madrinha tricoteuse e do seu protegé- o Dreyfinhos.
    .
    Rais parta que só por nos termos vistos livres dess@s cônci@s e os perfumados bloquistas caberem num táxi, valeu a pena a Troika
    .
    “:O))))))))))))

    Gostar

  26. 13 Janeiro, 2012 15:53

    Engraçado- este imbecil da coisa pisca nem pessoa se acha- foi um intruso numa barriga e sobreviveu por mero acaso. Podia ter sido despejado- a barriga não era dele…“, diz a senhora zazie, que gosta de chamar nomes a quem não concorda consigo.
    Estou-me nas tintas para a maneira como fui gerado. Nem recordo nada do momento em que nasci.
    Mas fui educado a não insultar.

    Gostar

  27. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 16:04

    Pois devia dizer isso ao seu paizinho, não a mim- a dona da barriga é que teve o livre arbítrio de não o expulsar da sua propriedade. Fez bem- lá o largou por onde agora v. caga sentença

    Gostar

  28. 13 Janeiro, 2012 16:09

    Diga lá vossa insolência como foi parida.

    Gostar

  29. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 16:16

    Possivelmente do modo normal, feita por duas pessoas, sem ser comprada em saldos ou fruto de esfregadela fufa, como agora se pretende.

    Gostar

  30. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 16:17

    Portanto, se somos feitos por duas pessoas de sexos diferentes, não somos propriedade privada de barriga. Entendeu?

    Gostar

  31. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 16:18

    E, quem quiser fazer disto um negócio e usar mulheres imigrantes carenciadas é um porco nazi.

    Gostar

  32. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 16:19

    Se for á borla, é porco nazi na mesma. Só porcos nazis são capazes de usar o corpo de outros para obterem o que os seus não conseguem.

    Gostar

  33. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 16:21

    São coisa contra-natura. Nem entre os bichos esta selvejaria existe. Não há animal que não tenha instinto maternal. Adulterar isso devia ser considerado crime. Crime contra a Natureza- contra o que ainda existe de natural na Humanidade.

    Gostar

  34. 13 Janeiro, 2012 16:51

    Well, os animais que mais de nós se aproximam, ainda conseguem partir uma noz com uma pedra, ou meter uma palhinha numa toca para tirar bichinhos. Inseminar a fêmea sem a introduzir ainda não conseguem.
    Quanto ao instinto maternal, os cucos que o digam, ao deixarem os ovos nos ninhos dos outros.

    Gostar

  35. Lacerda permalink
    13 Janeiro, 2012 16:51

    Ó zazie, mas quando é que o regime nacional-socialista usou o corpo de outrem para obter aquilo que os deles não conseguiam? Dê-me lá um exemplo por favor.
    Essa de usar termos como nazismo ou nazi, para enfatizar o que quer que seja, faz lembrar a argumentação de pacotilha de certa extrema-esquerda, quando se começa a sentir entre a espada e a parede. Quando a palavra fascismo, fascista e retrógado, se começa a repetir, é porque as sinapses do indivíduo em causa tendem a ir parar sempre ao mesmo neurónio.
    Quanto ao assunto em questão, onde se quer chegar e com o psd a dar, (ou levar), um, (de), empurrão é aos homossexuais, sendo que o papel de sublinhar esse objectivo da agenda política, cabe à imprensa que estava sedenta de mais um debate com final previsível, à la aborto ou à la casamento dos homos.

    Gostar

  36. Arlindo da Costa permalink
    13 Janeiro, 2012 16:58

    Ó Zazie:
    Se eu quisesse falar de «abortos» falava de ti!
    Pelos vistos eu estou a falar de eutanásia, que no teu caso específico, a MFL não deixa de ter razão.
    Deviam desligar as máquinas donde estás ligada.
    A bem da sustentabilidade ambiental e não só…

    Gostar

  37. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 17:01

    Ora aí está um bom exemplo- é uma causa de cucaria.
    .
    Em termos de luta de classes e protecção aos mais fracos é que fica mais complicado- porque isto é uma causa egoísta da lei do mais forte sobre o indefeso.
    .
    Mas, como lapidarmente disse o Dragão- a escardalhada é muito vermelha e socialista por fora e liberal de euzinho egoísta por dentro.

    Gostar

  38. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 17:02

    Recomenda-se a leitura do Swift- http://www.helenabarbas.net/traducoes/2004_Swift_Proposal_H_Barbas.pdf

    Gostar

  39. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 17:03

    Deste pelo nome- ó Pardal- vai-te catar que metes nojo, porco vendido de merda.

    Gostar

  40. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 17:05

    Cabrão que andavas a cuspir no Sócrates e a vender a Canavilhas e depois arranjaste tacho, mudaste de nick e passaste a defender o oposto do que defendias.
    .
    A tua sorte é eu não fulanizar nada e tratar-te como mero html. Se assim não fosse, há muito que te tinha desmascarado no Forum das Flores.

    Gostar

  41. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 17:06

    O Cabrão era açoriano independentista e até usava o nick do jornalista irmão do soba xuxa que manda naquilo e agora finge-se do Porto e dá o cu e 5 tostões pelo mentiroso, quando chegou a fazer propaganda pelo Coelho para correr com ele.

    Gostar

  42. jojoratazana permalink
    13 Janeiro, 2012 17:44

    E sobre isto não tem nada a dizer?
    Que bem cuida a EDP dos seus clientes.

    Sabendo que o valor do IVA para a energia eléctrica, ia aumentar de 6% para 23% a EDP em vez de fechar a facturação no dia 31 de Dezembro de 2011 optou por o fazer já no mês de Janeiro de 2012..
    No meu caso e porque tenho facturação mensal, esta brincadeira custou-me a módica quantia de 9,15 Euros.
    Por enquanto ainda vou tendo dinheiro para pagar, mas está a acabar o dinheiro é finito.
    Quando já não tiverem mais dinheiro para extorquir o que é que vão fazer?
    O ministro da tutela está calado que nem um rato, pois sempre recebe mais uma contribuição para o orçamento do estado.
    Por mim só tenho pena de ter de continuar a ser cliente desta gente.
    EDP e Governo de Portugal a mesma gente.
    Outra coisa que me impressiona é que não temos uma comunicação social, que se preocupe com escândalos destes, nem comentadores nem blogueiros, sempre tão prontos a condenar tudo o que se passa fora deste Carnaval à beira mar plantado.

    Gostar

  43. Arlindo da Costa permalink
    13 Janeiro, 2012 17:46

    Muito me divito com a cabra da Zazie.
    Podes chamar-me açoriano que eu tenho muito gosto, pois o pessoal do Norte tem muita simpatia com os Açores.
    Não me chames é comuna ou social-democrata com experiência na Maçonaria!
    E já agora podes arrotar mais cem postas que eu vou agora à casa de banho estrear um sifão novo!

    Gostar

  44. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 17:49

    Divita-te, divita-te que não passas de um imbecil que nem para diversão tem préstimo.

    Gostar

  45. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 17:50

    És tão fóssil que nem percebes que qualquer pessoa com blogue por onde largaste comentários, teve acesso ao IP e sabe conhece todos os nicks com que te disfarçaste.

    Gostar

  46. Arlindo da Costa permalink
    13 Janeiro, 2012 17:52

    Ok Zazie.
    Já puxei o autoclismo.
    É da marca «Roca».
    Capice?

    Gostar

  47. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 17:52

    Quando eu largo aqui os links com os teus comentários como Horatio Cézar, ou Doutor Pardal, ou Arlindo da Costa anti-sócrates, qualquer blasfemo sabe que é verdade porque o IP ficou gravado.
    .
    E esse no blogger é iugal, porque tinhas registo e foi pelo registo que te cacei no Forum das Flores.

    Gostar

  48. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 17:53

    Vendido- comuna vendido- linguiça açoriana para apertadinhos do partido.

    Gostar

  49. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 17:55

    E nem era preciso confirmar por registo ou IP- há coisas que não mudas, velho fossilizado. A admiração aos comunas, a moral proletária do Cunhal; a embirração à judiaria. A novidade foi teres trocado a Canavilhas por outro tacho.

    Gostar

  50. Arlindo da Costa permalink
    13 Janeiro, 2012 17:57

    Lá vem a Zazie com a mesma cassete cunhalista.
    Em tempos de depressão nacional, sá a Zazie para nos levantar o «astral», já que o resto não nos «alevanta»…

    Gostar

  51. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 18:02

    K7?
    .
    É pois, mas é tua. Ora relê-te aqui, acabaste mesmo agora de largar a k7 comuna noutro post:

    https://blasfemias.net/2012/01/13/uma-resposta-que-tambem-nao-e-complicada/#comment-687008

    Gostar

  52. zazie permalink
    13 Janeiro, 2012 20:50

    O Lacerda é tão tosco que nem sabe o que é eugenia.

    Gostar

  53. Lacerda permalink
    14 Janeiro, 2012 00:36

    Ó zazie o que é que a eugenia tem a ver com alguém usar o corpo de outro para produzir algo que o seu não consegue?
    Olha que a eugenia de finais da década de 30, a que te referes ía muito ao encontro do que escreveste:
    “São coisa contra-natura. Nem entre os bichos esta selvejaria existe. Não há animal que não tenha instinto maternal. Adulterar isso devia ser considerado crime. Crime contra a Natureza- contra o que ainda existe de natural na Humanidade.”

    Deixa-te lá ficar pelas discussões relacionadas com as mesquinhices da vida política nacional, que até acertas umas quantas. Não deves é vociferar, utilizando expressões dessas só para enfatizar ideias, qual tosco bloquista perdido no meio de uma discussão, à qual já só permaneces ligado por um cordão umbilical ideológico muito fino e que já deixou de ser útil há muito tempo.

    Gostar

  54. Nuno permalink
    14 Janeiro, 2012 03:25

    .
    Bom post, Helena.
    .

    Gostar

  55. zazie permalink
    14 Janeiro, 2012 09:49

    Retardado mental- então dois estéreis podem produzir um filho?
    .
    Usar-se o corpo de outra mulher para o fabricar o que é, animal?

    Gostar

  56. zazie permalink
    14 Janeiro, 2012 09:50

    Há gente estúpida mas outra abusa. Este lacerda há-de ser rabeta e nem ler sabe.

    Gostar

  57. zazie permalink
    14 Janeiro, 2012 10:14

    E mais, tosco. Eu apenas me referi a estéreis. Nem falei do lobby gay que quer o mesmo. Porque esses sim, são cópia chapada do mannerbund nazi.
    .
    Como és ignorante nem sabes o que isso é, pela certa.

    Gostar

  58. 14 Janeiro, 2012 11:34

    Curioso: um dos argumentos contra o casamento gay é que vai fomentar (?) o declínio da natalidade. Quando há uma maneira para os homossexuais poderem contribuir para a natalidade, toca de mandar abaixo. A vida dos outros realmente faz muita comichão a alguns.

    Em suma: metam-se na vossa vida e poupem-nos as lições “éticas” e morais.

    Gostar

  59. zazie permalink
    14 Janeiro, 2012 11:41

    Ó filho- conta lá como é que os homo contribuem para a natalidade pela fornicação homo.

    Gostar

  60. zazie permalink
    14 Janeiro, 2012 11:41

    Esta gente fala à Loretta dos Monty Python. Nem enxergam o ridículo do que dizem.

    Gostar

  61. zazie permalink
    14 Janeiro, 2012 11:43

    Metam-se v.s na vossa vida e não usem barrigas de aluguer nem comprem filhos aos outros.
    .
    Topa, imbecil- Ora esforça-te mais pelo cu que vais ver que ainda cagas bosta que fala.

    Gostar

  62. zazie permalink
    14 Janeiro, 2012 16:57

    Imbecil- é usar o próximo e destruir o sentido natural de maternidade por egoísmo. É desrespeitar o ser humano e usar criança como brinquedo que se compra à escrava.

    Gostar

  63. zazie permalink
    14 Janeiro, 2012 16:57

    Não suporto panascas com estas taras. São nazis.

    Gostar

  64. zazie permalink
    14 Janeiro, 2012 16:58

    Cá por mim, esterelizava-os era todos

    ahahahahahahahahaha

    Gostar

  65. 14 Janeiro, 2012 17:14

    Mas alguém vai obrigar mulheres a serem barrigas? Foda-se.

    Gostar

  66. zazie permalink
    14 Janeiro, 2012 17:35

    O imbecil não sabe o que é usar-se o próximo por necessidades económicas. Esta besta não entende o que é adulterar a maternidade para satisfazer taras.

    Gostar

  67. zazie permalink
    14 Janeiro, 2012 17:36

    V.s são nazis.

    .
    Nazis- porcos nazis rabetas que não merecem respeito.

    Gostar

  68. zazie permalink
    14 Janeiro, 2012 17:36

    Deviam se esterilizados à nascença
    .
    ahahahahhahahahahaha

    Gostar

  69. Maximino Sousa permalink
    14 Janeiro, 2012 22:49

    Alto! A Helena do Matos que, como qualquer neoliberal que se preze, defende a «liberdade individual», defende a mercantilização da saúde, defende a liberdade nos negócios privados, defende que o Estado se deve limitar às funções de soberania e a gerir orçamentos mínimos, vem agora defender algo completamente diferente quando está em causa a maternidade de susbstituição. Está «preocupada» e «indignada» com o conceito de criança subjacente a esta prática, imagine-se! Será que Helena está a dizer que tais crianças são vistas como «mercadorias» ou meros «objectos»? Isto começa a cheirar a marxismo!
    Como diria a Ferreira Leite, quem tem dinheiro e pode pagar tem direito a qualquer «tratamento» ou «assistência» na saúde, não é verdade? Então para quê esses moralismos todos e para quê inventar «problemas éticos» quando o «laissez faire, laissez passer» conduz a uma satisfação social e individual das pessoas, que o Estado só atrapalha e prejudica? Se sempre se compraram crianças é porque isso é normal, natural e espontâneo, como diria qualquer bom neoliberal (como o Rui, por exemplo). E qualquer intromissão do Estado nessa matéria só pode ser vista como uma intromissão totalitária.
    Helena Matos, deixe-se de tretas e não se desvie da sua cartilha neoliberal.

    Gostar

  70. Maximino Sousa permalink
    14 Janeiro, 2012 22:50

    ehheheeh
    Isto agora está a correr bem…

    Gostar

  71. alopes permalink
    16 Janeiro, 2012 10:15

    Alugar ventre e baixo ventre, de um e outro lado, está em promoção na AR!
    Próxima medida a propor: aluguer do marido!!!
    Votar para isto?! JAMAIS!

    Gostar

Trackbacks

  1. Mexer na pilinha (2) | Total Blog
  2. Será que não pensam? « BLASFÉMIAS

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: