Saltar para o conteúdo

A prematura leveza do ser

14 Junho, 2013

Inês Gonçalves, estudante do secundário, 18 anos, lançou-se no Facebook em Janeiro de 2013 (como qualquer adolescente do 12º ano, descobriu o Facebook em Janeiro de 2013). Não tem fotos dela própria, não tem amigos estudantes, não tem dados biográficos nem o nome da escola que frequenta. Não tem gostos musicais. Alterna a foto de capa entre Marlon Brando em The Wild One (1953) e uma foto fixolas que até foi usada por uma obscura banda de música de dança alemã .

Qual a relevância de Inês Gonçalves? O Arrastão e o Aventar publicaram um texto da típica adolescente, tornando-a no anti-Martim Gonçalves (mas sem cara) da propaganda socialista da geração Facebook. Este texto, verdadeira obra épica para quem nunca escreveu em público antes, foi, em 12 horas, partilhado 4067 vezes. Naturalmente enaltece a greve dos professores, o seu mérito não reconhecido e essas preocupações típicas de adolescente com mega-agrupamentos e cortes de horários lectivos.

Inês Gonçalves não gosta de música, TV, bikinis, motas ou verniz garrido para as unhas. Não gosta de rapazes, malta da televisão, actores de cinema ou praias. Gosta sim dos grupos “Arrenda Lisboa Low Cost“, “Jovens do Secundário do BE de Lisboa“, “Indignados do Secundário – Movimento Estudantil“, “Democracia Local“, “José Mário Branco“, “Contra a privatização das Águas de Portugal“, “Não entro na PT Bluestation“, “Plataforma cidadã de resistência à destruição do SNS” e “Grupo de cidadãos contra a privatização da água – Leiria“.

Se eu fosse um cínico diria que a Inês Gonçalves parece corresponder à descrição de um tipo de meia-idade com bigode.

Adenda: Os mega-agrupamentos e os atropelos democráticos, por Inês Gonçalves, Coordenação Nacional de Estudantes do Bloco de Esquerda.

Anúncios
211 comentários leave one →
  1. 14 Junho, 2013 10:49

    Vítor, eu conheço a Inês.
    Não concordo com ela em nada e até posso admitir que o pensamento não varie muito em relação ao do tal tipo de mei-idade com bigode, mas ela existe, tem mesmo 18 anos e estuda na Escola Secundária de Pombal.

    Gostar

    • Castrol permalink
      14 Junho, 2013 11:04

      Estuda na Secundária de Pombal?! Então está tudo explicado…

      Gostar

    • 14 Junho, 2013 11:12

      Estuda na Secundária de Pombal e não tem amigos, apenas seguidores. E em 12 horas um texto seu chega às 4 mil partilhas, Isto não é uma Inês qualquer, é a Rihanna do Pombal.

      Gostar

      • 14 Junho, 2013 11:21

        Luís, em primeiro lugar: é de Pombal e não do Pombal sff.
        Em segundo lugar, a Inês é minha amiga no facebook, não sei onde foi buscar a ideia que só tem seguidores.

        Gostar

      • Joaquim Amado Lopes permalink
        14 Junho, 2013 12:34

        Nuno,
        Afinal “conhece-a” ou é “amigo” dela no Facebook? É que eu tenho uma ou duas dezenas de “amigos” no Facebook que não conheço.
        Teve por acaso suficientes interacções com a “Inês” (sim, entre aspas) para poder dizer que “tem mesmo 18 anos e estuda na Escola Secundária de Pombal”?
        .
        Concorde-se ou não com o texto referido, as questões que o Vítor levanta fazem todo o sentido.

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 12:37

        Joaquim, conhecê-la impede-me de ser amigo dela no facebook? É que conheço-a pessoalmente há já alguns anos e também sou amigo dela no facebook.
        E eu não concordo com o texto…

        Gostar

      • Joaquim Amado Lopes permalink
        14 Junho, 2013 12:41

        Só mais uma achega.
        A “nota” da “Inês” foi publicada ontem, às 10h04 da noite. Foi reproduzida ainda ontem no Aventar e o primeiro comentário ao post do Sérgio Lavos no Aventar foi às 2h49 da manhã de hoje.

        Gostar

      • Joaquim Amado Lopes permalink
        14 Junho, 2013 13:00

        Nuno,
        Uma coisa realmente não impede a outra. Eu próprio tenho “amigos” no Facebook que são mesmo meus amigos.
        E o Nuno diz que a conhece pessoalmente e eu acredito que o Nuno… diz que a conhece pessoalmente. Não estou a dizer que não seja verdade, estou apenas a realçar que não conheço o Nuno e, portanto, dou à sua afirmação o mesmo valor que o Nuno dará às que eu ou qualquer outro desconhecido publique nas caixas de comentários de um blog.
        .
        O perfil da “Inês Gonçalves” no Facebook não é o perfil típico de uma jovem de 18 anos e o texto que “ela escreveu” não é, nem de longe, típico de uma jovem de 18 anos, por muito inteligente, “informada” e socialmente envolvida que seja.
        Aquele é o exemplo perfeito de um perfil criado com um propósito político e o conteúdo, formato e contexto apontam para que o texto tenha sido escrito no âmbito de uma campanha política, com apoio de uma estrutura. Não parece de forma alguma um testemunho pessoal.
        .
        E note que o texto foi publicado no Facebook ontem às 10h04 da noite. Em menos de 2 horas já tinha sido reproduzido no Aventar e minutos depois no Arrastão.
        Portanto, as “virgens ofendidas” podem rasgar as vestes que quiserem que não convencem ninguém.

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 13:06

        Que o texto tenha sido promovido por uma “máquina de propaganda” não tenho grandes dúvidas. A Inês é uma daquelas manifestantes profissionais dos movimentos que agora estão na moda.
        Já agora, deixo também o meu perfil, para que não achem que eu também faço parte dessa tal máquina https://www.facebook.com/nuno.carrasqueira. E não, também não me parece que seja o “perfil típico” de um jovem de 23 anos.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 13:11

        Nuno, o seu é perfil perfeitamente normal de uma pessoa que tanto fala ou gosta de política como de Dj Byt. Vejo fotos suas, das suas actividades (que poderia fazer sentido esconder, se fosse essa a sua opção) e fotos de natureza que só fazem sentido serem publicadas se forem para ser vistas.

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 13:15

        São opções de privacidade e nisso tenho de concordar com o João José Cardoso, é um assunto que é muito caro aos liberais. Eu pessoalmente opto por partilhar tudo, mas aceito que haja quem não o faça, por razões que só à própria pessoa dirão respeito.
        De qualquer forma, o meu único objectivo em partilhá-lo foi que percebessem pelas minhas opiniões que não estou a defender a Inês e muito menos o texto dela. Só estou a dizer que presumiram uma coisa errada, ponto.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 13:16

        Bota/perdigota.

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 13:07

        Ó JLopes, enfim, não lhe conhecia essa tendência para não admitir factos. O texto foi publicado rapidamente no Aventar porque a Paula Sofia é de Pombal, conhece a Inês e assim nos chegou às mãos. E o perfil privado da Inês é um perfil mais que típico de uma jovem de 18 anos, independentemente das suas opções ideológicas. Que eu saiba ainda não é obrigatório ter perfis completamente públicos e a privacidade é um assunto caro a todos os liberais.
        Em caso de dúvida é consultar a NCA ou o Obama, que eles têm acesso ao perfil completo.

        Gostar

      • Joaquim Amado Lopes permalink
        14 Junho, 2013 13:27

        Ó “virgem ofendida”,
        A Inês pode ter o perfil que quiser que isso só diz respeito à própria. De qualquer forma, o Nuno já disse tudo o que era necessário: “A Inês é uma daquelas manifestantes profissionais dos movimentos que agora estão na moda.”
        Foi nessa qualidade que o texto foi escrito, não na de uma estudante de 18 anos.

        Gostar

      • Rafael Ortega permalink
        14 Junho, 2013 13:30

        quem acha que aquele perfil é típico de uma miúda de 18 anos não percebe nada do que fala ou está a gozar com o pessoal.

        Gostar

      • nuno granja permalink
        14 Junho, 2013 14:13

        lolo, nem mais

        Gostar

      • Surprese permalink
        14 Junho, 2013 15:39

        Nuno Carrasqueira, a Ines Gonçalves não aparece na sua lista de amigos do FB!

        Esteve a mentir, ou foi rapidamente ‘desamigado’ pelo que escreveu aqui sobre ela?

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 15:41

        Ainda me dei ao trabalho de ir confirmar a segunda opção mas não se confirma…

        Gostar

      • Pedro permalink
        15 Junho, 2013 00:10

        Nuno Carrasqueira, você vem aqui rebaixar a Inês, enxovalhá-la, que aquilo faz parte de uma máquina de propaganda, que é uma manifestante profissional, muito preocupado a demarcar-se dela, e diz-se “amigo” dela no facebook? LOL

        Gostar

      • 15 Junho, 2013 08:51

        Pedro, o facto de ser amigo de uma pessoa no facebook ( ou até pessoalmente) não leva a que se concorde com a pessoa politicamente.
        A Inês sabe bem (penso eu) que opinião tenho dela enquanto pessoa e que opinião tenho sobre as opiniões dela e sobre os movimentos que apoia.
        Mau sinal será no dia em que as minha amizades ou inimizades forem definidas pelas opiniões ou acções políticas de cada um…

        Gostar

      • Pedro permalink
        15 Junho, 2013 09:21

        Nuno, eu discordo politicamente da maior parte dos meus amigos, uns por uma razão, outras por outra, assim como em outros assuntos, e discutimos uns com os outros, e até ofendemos a mão de cada um, se for preciso à frente de uma cerveja. Mas uma coisa que eu nunca faço com nenhum dos meus amigos é ver alguém gozar alarvemente com eles e não os defender. Você, pelo contrário, veio aqui dizer que ela é isto e aquilo e pedir para não a confundirem com ela. Mas cada um tem o conceito de amizade que tem.
        Independentente das opiniões que tem, a Inês parece-me ser uma rapariga inteligente e com ideias próprias, e tem tomates. O que aqui se fez não é discutir as ideias dela, é simplesmente gozar com ela. A maior parte destes gajos não lhe diria isto nada cara. Percebu agora? Eu não a conheço de lado nenhum, já tenho amigos que cheguem, nem uso facebook, você é que se diz amigo dela. Só acho isto tudo um bocado asqueroso. Não é simplesmente aquilo a que estou habituado.

        Gostar

      • 15 Junho, 2013 09:33

        Cinismo era claramente uma melhor opção. “O pessoal do Movimento Que Se Lixe a Troika são uns manifestantes profissionais, que se queixam de tudo e nem pensam nas consequências do que defendem. Excepto a Inês, que eu conheço e como tal faz muito bem em participar”. Assumo que até simpatizo Inês e tenho “pena” que tenha as opiniões que tem, mas gosto que as defenda, porque gosto que as pessoas (e os jovens em particular) se envolvam na vida política. Não me obriga é a concordar com ela nem a deixar de criticar as suas posições e acções políticas. Como ela também certamente fará com as minhas.
        E a minha preocupação em distanciar-me dela teve um objectivo que não foi dizer “ah não, eu não tenho nada a ver com esse tipo de gente”. Foi mostrar que eu não estava aqui a defender a existência dela porque era mais um dos tais tipos de meia-idade com bigode, mas sim porque ela existia mesmo. Se eu não mostrasse que pensava de forma diferente dela, facilmente poderiam dizer que eu só estava a dizer que ela existia para continuar a dar credibilidade à “causa”. Se eu quisesse simplesmente dizer que não tinha nada a ver com ela nem tinha vindo para aqui dizer que sim ela existia e que a conhecia. Afinal até era bem mais fácil não o fazer e continuar a dissertar sobre o tipo de bigode, como muitos comentadores fizeram…

        Gostar

      • Pedro permalink
        15 Junho, 2013 11:10

        Você continua sem perceber. Ninguém o obriga a concordar com ela em nada. Isto não é uma questão de concordar ou deixar de concordar. É uma questão de atitude, de decência, só isso, que está muito para além das diferenças politicas que se têm com os outros. Pronto, deixe agora de se preocupar em que os outros saibam que você nada tem a ver com ela, homem. A Inês acho que concordará em fazer um comunicado lá no facebook a dizer que o seu “amigo”” senhor Nuno Carrasqueiro não é responsável, nem de modo algum conivente com as suas opiniões 😉

        Gostar

      • 15 Junho, 2013 11:13

        Espero sinceramente que não vá a exame de português na segunda, porque já percebi que andam para aí muitas dificuldades de interpretação.

        Gostar

    • und permalink
      14 Junho, 2013 19:39

      a secundária do pombal, avisa que a pombinha da turma xxl é uma aluna virtual do second life e por isso não gostava nem dos Tokio hotel nem do justin bieber quando abriu a conta em 2009 no 8º ou se calhar 5º ano

      se conheces a inês há muito tempo

      inda vais fazer companhia ó carlos cuz

      Gostar

  2. 14 Junho, 2013 10:52

    O Vítor Cunha, se não fosse tão aldrabão, era o quê? Uma tia de meia-idade supégira e anti-casamento gay? É claro que o perfil tem fotos dela e dos amigos, É claro que o perfil é verdadeiro. O que o Vítor Cunha estranhou foi ver um adolescente com espírito crítico, algo que de facto não é muito comum. Preferia que fosse mais uma do rebanho.

    Gostar

    • 14 Junho, 2013 11:03

      Ser adolescente com espírito crítico é ser de esquerda, é isso? Isso é o tipo de argumento que roça a imbecilidade. É só isto que o Sérgio Lavos tem para dizer?

      Gostar

      • 14 Junho, 2013 11:13

        Imbecil é o senhor, que sem acrescentar nada ao que eu digo ou ao post faz uma assumpção idiota. Onde é que eu disse que “ter espírito crítico é ser de esquerda”?

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 11:30

        Se afirma que a tal “adolescente”, que tem um discurso marcadamente de esquerda, tem espírito crítico por escrever o que escreve, está obviamente a relacionar a ideologia com o carácter da pessoa. E esse é um argumento que roça a imbecilidade. E escrever isto, atenção, é diferente de chamá-lo imbecil, como me fez a mim. Não acho que o Sérgio Lavos seja imbecil, apenas acho que, à falta de melhor, utiliza argumentos imbecis. É um juízo de valor bem diferente. Já o Sérgio Lavos não me conhece de lado nenhum para usar essa forma infantil de retórica insultuosa.

        Vejo-o alterado. Pergunta (não assumpção): a liberdade de expressão causa-lhe alterações nervosas?

        Gostar

  3. Grunho permalink
    14 Junho, 2013 10:54

    Estás a ver, Vitor Cunha?
    A Inês não és tu.

    Gostar

  4. Zé Paulo permalink
    14 Junho, 2013 10:54

    Dentro da lógica ultraliberal.
    Não dá para refutar nenhuma das questões levantadas pela menina.
    Portanto, ataque-se a menina.
    A PIDE não faria melhor.

    Gostar

    • 14 Junho, 2013 12:53

      Mais ou menos o que aconteceu com o Martim, não é? Não conseguiram atacar a lógica da resposta do rapaz, puseram-se a vasculhar-lhe a vida. E quê? Agora já não vale, é? Se calhar a NKVD, ou a GRU, ou o KGB, ou a Stasi, etc. etc., não fariam melhor.

      Gostar

    • Carlos permalink
      14 Junho, 2013 12:55

      O que quer dizer “ultraliberal”?

      Gostar

  5. Tótó permalink
    14 Junho, 2013 10:54

    hoje não chove, amanhã não sei

    Gostar

  6. 14 Junho, 2013 10:56

    este agit prop de esquerda não para de me (não) surpreender… Que lorpas!

    Gostar

  7. 14 Junho, 2013 11:00

    Este post do Vítor Cunha está aliás ao nível de alguns que li desvalorizando a iniciativa do Martim Gonçalves. O que é bastante irónico, no mínimo.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      14 Junho, 2013 11:02

      Sérgio, é preciso ler o que está escrito, não o que queriam que parecesse estar.

      Gostar

      • Pedro permalink
        14 Junho, 2013 16:14

        “Se eu fosse um cínico diria que a Inês Gonçalves parece corresponder à descrição de um tipo de meia-idade com bigode.”

        Vítor Cunha, não é se fosse cínico, é se fosse marciano, e daquele lado mais escondido. Um tipo de meia idade com bigode interessa-se mais habitualmente pelo Benfica, torneios de tiro aos pratos e páginas de anúncios do correio da manhã. Não é bem, bem, por aqueles interesses da Inês. Mas aposto que a Inês gosta de música e ver televisão a usa bikini, mas não diz isso no facebbok para o Vitor continuar a fantasiar sobre ela. 😉

        Vitor Cunha, sempre em forma.

        Gostar

    • 14 Junho, 2013 18:03

      E eu que discordo quase sempre do Sérgio Lavos (Benfica à parte) só tenho a dizer:

      Touché.

      A paranóia deste post é igualzinha, na sua motivação, à paranóia de certos posts com o Martim.

      Gostar

  8. 14 Junho, 2013 11:01

    Para o Vítor é tudo uma questão de bigode!

    Gostar

  9. Castrol permalink
    14 Junho, 2013 11:03

    Acho que o verdadeiro nome da Inês Gonçalves é Josefa Seguro.

    Subverter as redes sociais em proveito próprio é brincadeira de crianças, para estes camaradas sem carácter, que já dominam tudo o que é comunicação social, do Público à RTP…

    Gostar

    • Pedro permalink
      14 Junho, 2013 16:17

      Vitor, eu gosto de vir aqui, não só pelos seus posts, mas por estes seus comentadores. Você é o lado finório, o do vernis garrido, eles são o lado mais grunho. Que delicia.

      Gostar

  10. 14 Junho, 2013 11:06

    Muito interessante o facto de não conseguir comentar nesse poste cheio de luz!

    Gostar

  11. Portela Menos 1 permalink
    14 Junho, 2013 11:06

    Chatice, há “Ineses” que nao sao liberais betinhas 🙂

    Gostar

    • N.K. permalink
      14 Junho, 2013 16:55

      ahah. a chatice é que o vitor devia querer ver fotos e a inês não disponibiliza. a garota é como eu, que também só deixo os meus amigos e os amigos do obama ter acesso ao perfil completo. entretanto vou agora fazer o que quer que seja que o escriba do post ache que eu deva fazer.

      Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 16:57

        Acho que deve escrever um post a queixar-se de mega-agrupamentos, esse problema tão típico da juventude pré-universitária.

        Gostar

      • N.K. permalink
        14 Junho, 2013 19:24

        Fui benfiquista até aos 5. Depois aprendi a ler e tornei-me sportinguista. Pratiquei desportos de equipa e individuais, como federado. Aos 16 lia Al Berto e Saramago e Garcia Marquez. Passei a dar maior atenção à literatura americana quando a malta do Nobel sugeriu que não havia nenhum de jeito. Achava que os russos seriam uma seca e depois li o Gogol. Odiava economia na faculdade e hoje em dia é um assunto ao qual dedico muita atenção.Comecei a ouvir jazz antes de ouvir hip-hop. Gostei muito do Trier antes de não gostar lá muito do Trier. Gosto do Manoel de Oliveira e de filmes de terror. Já namorei morenas e não tão morenas. Adoro dormir até tarde excepto quando gosto de acordar cedo. Nos meus 18 andava na faculdade, comecei a tirar a carta, namorei, fui a festas e estive com tunas e rastafari e os seus intermédios. Há dois anos jogava playstation, actualmente ando a aprender a fazer origami. Fui incoerente ao longo da adolescências mas mantive uma outra coerência: interessei-me sempre. A inês também há-de namorar e ter conversas como o resto dos putos. E também tem pensamento político, ainda que o vitor não goste disso. Bom para ela. E bom para nós, democratas, mesmo que não concordemos com ela. Mas isso da democracia já é outra história, uma que, está visto, deve pouco ao liberalismo voraz aqui do vitor.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 19:47

        Estou impressionado, como aliás deveria ser a sua intenção liberal ao centrar-se no “eu” e não nos “eles”.

        Gostar

  12. Oinc! permalink
    14 Junho, 2013 11:11

    Mas se ela existe mesmo, tem 18 anos, acredita mesmo no que diz e tem os gostos e atividades que subscreve no FB, porque é que não emigra para a Venezuela ou Coreia do Norte, pois nem aqui, em Portugal, nem na Europa, ou na maioria do mundo desenvolvido, será alguma vez feliz, e só se aborrecerá e andará a vida toda a incomodar as pessoas que estão, e vão estar, condenadas a pagar a sua patética existência, presente e futura através de subsídios, pois é pouco credível que alguém com esse tipo de convicções e interesses, seja ou venha a ser elegível para criar riqueza, quer de modo independente, quer por conta de outrem! Aqui está um caso de um(a) jovem que deveria ser convidada a emigrar, até sugiro que se comece a fazer uma coleta para a viagem da menina!

    Gostar

    • Estou a ver... permalink
      14 Junho, 2013 11:19

      Oinc… oinc..oinc… oinc… (raio o porco nunca mais se cala!).

      A Inês pensa… porra, a escola pública está a falhar na sua missão!
      Passemos à privada… essa sim cumpre!

      Vitor… o lugar de treinador de bancada continua em aberto e já com alguns candidatos aqui do blogue!

      Gostar

      • Oinc! permalink
        14 Junho, 2013 11:31

        Estou a ver, o seu ”nickname” é desadequado, porque já vi que não vê mesmo nada…Oinc para si também!

        Quando a ”privada” não cumpre, tem tendência para falir e acaba, quando o publico (em socialismo, entenda-se) não cumpre, a culpa é sempre de alguma eminencia parda e a solução habitual é subir os impostos, sempre aos mesmos, ou seja ao sector privado, pois é o único elegível para pagar impostos, ou então aumentar divida, a qual só será alguma vez paga se o sector privado gerar riqueza e consequentemente, impostos… não é?

        Gostar

      • licas permalink
        18 Junho, 2013 21:05

        Aí estão eles com a prosápia do costume : Quando se *pensa*
        tem que se ser stalinista , quando se é betinho, então é-se de direita . . .PUFF!!!!!!

        Gostar

    • 14 Junho, 2013 11:44

      Não seja mau… Coreia do Norte é demais. Basta Venezuele.

      Gostar

    • N.K. permalink
      14 Junho, 2013 16:59

      pela mesma ordem de ideias porque é que o sr. oinc não foi para a alemanha ou para a hiper-competitiva china? ou para aquele país imaginário onde o neo-liberalismo foi aplicado e as pessoas viveram felizes.

      Gostar

  13. António Campos permalink
    14 Junho, 2013 11:13

    Entretanto, está um primeiro-ministro a dizer asneiras no Parlamento. Têm alguma coisa a dizer sobre isso?

    Gostar

  14. 14 Junho, 2013 11:14

    Antigamente, textos como os de esta adolescente eram apelidados de pura demagogia.
    Actualmente, felicitam-se os adolescentes que, tão novinhos e tão completamente formatados, pensam “inside the box” e sentem orgulho nisso.
    Enfim, resta a esperança, ainda que vaga, de que um dia abram os olhos…
    Indesculpável, porém, é o aproveitamento interesseiro que os adultos fazem deste textozinho pueril.

    Gostar

    • N.K. permalink
      14 Junho, 2013 17:01

      se um dia a inês pensar como a isabel é porque cresceu. se não pensar como a isabel é pueril e formatada. conte-nos, isabel g, como nos podemos formatar em isabelismo?

      Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 17:02

        Aprender aritmética pode ajudar.

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 17:13

        Meu caro N.K. não queira formatar-se em nada, e muito menos em isabelismo pois isso seria cópia, imitação, o que faria de si um mero autómato seguidor…

        Aconselho-o, porém, a que se forme (e não se formate) em SI PRÓPRIO! Não há melhor: garante-lhe autenticidade, originalidade, criatividade e, sobretudo, liberdade e humanidade!

        Gostar

      • N.K. permalink
        14 Junho, 2013 18:44

        Isabel G, a sua resposta pressupõe que eu a considero esse modelo de criatividade e autenticidade e restantes “idades”. Ou que quando a leio vejo alguém out of the box. Não é o caso. A Isabel é tão ou mais formatada que a inês, veste é uma cor diferente. A Inês tem 18 anos, tem uma margem maior de progressão. A isabel, pela condescendência com que trata a garota, não terá tanta.
        vitor, caríssimo, eu sou um daqueles gajos que acha que este capitalismo é suicidário, como outros ismos o foram anteriormente. a aritmética que me preocupa é esta: não estamos no séc. XIX. esta não é uma crise de escassez. achar que o maior desafio civilizacional da era moderna se resume a mais liberalismo, quando em alguns casos nem se percebe que raio de liberalismo defendem (nesse aspecto qualquer anarquista de pacotilha tem uma coerência que vos embaraça), diz muito do porquê de estarmos em tão grande impasse. Mas pronto, sou rapaz novo, um dia acordo desformatado e pronto a formatar-me . Prometo ser um bom papagaio. E acenaremos todos que sim aos sins dos outros, que afinal de contas deve ser isso a democracia.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 18:48

        Sim, acabou o capitalismo. E com ele a prostituição. E o WordPress. E os iPhones. E o Facebook, onde podemos anunciar o fim do capitalismo.

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 19:46

        Ó meu caro N.K., desculpe que lhe diga mas não percebeu nada de nada! Enfim, desculpa-se a má interpretação pela inexperiência que tão bem patente deixou em meia dúzia de frases contraditórias e ainda por cima mal escritas. Deixe lá, quando crescer isso passa!

        Gostar

  15. joão viegas permalink
    14 Junho, 2013 11:20

    Bom, vejamos as coisas pela positiva. Por um interessante efeito de contraste com o texto comentado, o post é de uma condescendência tão parva e tão ignorante, que é dificil imaginar que possa ter sido redigido por outra pessoa do que pelo seu autor. E parece infelizmente muito verosimil que este ultimo tenha carne e osso,, e que não use bigode…

    Boas

    Gostar

  16. 14 Junho, 2013 11:54

    Pura calúnia, e como pelos vistos trackback do Aventar aqui não chega, deixo em modo manual:
    http://aventar.eu/2013/06/14/a-mentira-e-a-pose-natural-de-um-blasfemo-a-calunia-tambem/

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      14 Junho, 2013 11:57

      O João José Cardoso revela uma estranha obsessão com a minha existência. Presumo que seja pela defesa do bem comum.

      Gostar

      • 14 Junho, 2013 12:02

        Ora, ora, Vítor, por mim desde que a sintaxe não seja atropelada com frequência, é sempre um prazer seguir os meus seguidores. Obsessão é outro campeonato, também lá jogo mas nunca em público.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 12:06

        Faz bem. Fossem todos tão nervosos, já teríamos a república popular onde não há greves.

        Gostar

  17. Tiradentes permalink
    14 Junho, 2013 11:55

    Estou definitivamente esclarecido.
    A Inês, apesar de ter fotos,porque gosta do BE e das causas fracturantes pensa.
    O Martin por ter fotos e vender umas modas não pensa.
    Principalmente porque as causas fracturantes do Martin talvez sejam bem diferentes da Inês um tem sentido crítico e outro é betinho. (escolha você mesmo qual dos dois põe em que categoria).

    Gostar

  18. 14 Junho, 2013 11:55

    AHAHAHAHAH Eu diria mais um fóssil tatuado- Amor de Mãe-Guiné 69/Avante 76

    Gostar

    • imperador permalink
      14 Junho, 2013 15:20

      fossil tatuado ,amor de mae-guiné 69.Nao se percebe o que quer dizer

      Gostar

  19. 14 Junho, 2013 11:56

    Pelos vistos, se o Arrastão e o Aventar não publicassem o texto, não havia Inês no Blasfémias.
    E qual é o problema da Inês?
    Ser de esquerda?
    Há resmas de textos no Facebook de moças da direita.
    Ponha aí alguns, para ver se o Arrastão e o Aventar fazem post disso.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      14 Junho, 2013 11:58

      A Inês não tem problema nenhum.
      Convém ler o que está escrito e não o que lhe dá jeito interpretar do que está escrito.

      Gostar

      • piscoiso permalink
        14 Junho, 2013 12:02

        Li que a relevância de Inês se deve ao seu texto ter sido publicado no Arrastão e o Aventar.
        Afinal o Blasfémias também lhe dá relevo.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 12:04

        Então leu mal porque o texto foi partilhado milhares de vezes no Facebook e não via Arrastão ou Aventar.

        Gostar

      • piscoiso permalink
        14 Junho, 2013 12:15

        Qual a relevância de Inês Gonçalves? O Arrastão e o Aventar publicaram um texto da típica adolescente…” – Isto é o que vc escreve no post. Acha que li mal, ou é vc que não sabe ou não se lembra do que escreve?

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 12:18

        “E qual é o problema da Inês? Ser de esquerda?”

        Essas questões que se baseiam na premissa errada de que há um problema com a Inês. É o Piscoiso que está a ler o que NÃO está escrito. Ou é vc que não sabe ou não se lembra do que escreve?

        Gostar

      • piscoiso permalink
        14 Junho, 2013 12:28

        Então não há problema?
        Anda a defender regimes!

        Gostar

    • Trinta e três permalink
      14 Junho, 2013 12:57

      Moral da história: é só ciumeira 🙂

      Gostar

    • licas permalink
      18 Junho, 2013 21:26

      Este *fulano* NÃO.
      Seja qual for o autor da *Guidinha*, enfim , lá tem as ideias (parecem
      com alguma sinceridade*) mas legionários adoptivos dos ratos do Largo,
      esses, é chicoteá-los (verbalmente, é claro).

      Gostar

  20. 14 Junho, 2013 12:00

    Censura? Já enviei 3 comentários e não entram. E eram apenas a apoiar a boca.

    Gostar

    • José silva permalink
      14 Junho, 2013 12:51

      Vítor,

      Para continuar uma certa sequência, parece existir uma correlação entre gajos de bigode, e as características dessa adolescente… Teríamos de verificar.

      Também parece haver uma correlação forte entre a visão dos adolescentes e o grupo sociológico, que nos comentários anteriores, lhe zurzem nas orelhas. (esta observação, fica no que se chama estatística empírica – talvez se possa provar)

      Existe, também, uma correlação forte (empirica mas, que vitor pode calcular) entre o posts que se escrevem no blasfémias, e os comentários do SL). Já o teor dos comentários, apresentará mais correlação com a ideologia do comentador, que com o objecto do comentário. Onde está a relação causa-efeito? (esta é reconhecivel)

      Claro, que a jovem pode ser uma ‘outlier’…

      Gostar

  21. 14 Junho, 2013 12:01

    E agora está sob moderação? esta treta não tem emenda- continuam uma réplica dos censores escardalhos. Vir aqui ou ir ao 5 Dias é a mesma coisa- bloqueada.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      14 Junho, 2013 12:03

      Zazie, às vezes o filtro de spam apanha coisas que não deve. Fez bem em insistir senão podia passar. Obviamente já estão aprovados: como pode ver pelos comentários, aqui não há censura.

      Gostar

  22. 14 Junho, 2013 12:07

    Ok. O filtro chamava-se carapau de corrida. Acredito que não tenha sido v. Mas estive bloqueada durante mais de um ano, pelo CAA, carapau de corrida e Gabriel. Nada de especial- faz parte do meu currículo. Também tenho o Cocanha do blogger bloqueado.

    Gostar

  23. A C da Silveira permalink
    14 Junho, 2013 12:09

    Li o post do Sérgio Lavos no Arrastão e não escrevi nenhum comentário. Por acaso, até pela linguagem utilizada, também me veio à ideia uma coisa parecida com “um tipo de meia-idade com bigode”.
    Mas escrever isso seria fazer um injusto juizo de valor, porque eu também conheço adolescentes “com espirito critico” capazes de escreverem coisas como aquela carta. Que aliás, não é mais do que um panfleto.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      14 Junho, 2013 12:15

      Não ponho em questão a existência da moça nem a autoria do texto. Ponho em questão que alguém com 18 anos (e segundo a resposta inflamada do costume Aventarense), que nunca partilhou nada em público durante 4 anos, se saia com um texto daqueles e consiga 4000+ partilhas em 12 horas mais destaque em 2 grandes blogs sem a maquineta partidária/sindical (não são a mesma?) de propaganda pueril.

      Felicidades para a Inês. Boa sorte com o que deseja alcançar. Espero que tenha consciência que defende regimes onde não poderia publicar textos daqueles.

      Gostar

      • piscoiso permalink
        14 Junho, 2013 12:17

        A Inês está a defender regimes?
        Quanto é que ela pesa?

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 12:20

        Chegou o momento ministro da propaganda do Iraque.
        Vítor, a Inês partilhou, e muita coisa, e vejo que já percebeu que o perfil tem 4 anos. A Inês tem é definições de privacidade que não lhe permitem, ao Vítor, ler tudo o que partilha. E 4000 partilhas no Facebook a partir da rede dela não é nada do outro mundo, basta que o texto tenha mercado, como é o caso.
        Depois as inflamações são dos outros. Assumir o erro faz bem à saúde, garanto-lhe por experiência própria.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 12:22

        Não tenho dúvidas que o texto tem mercado para a rede dela.

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 12:31

        Agora sim, Vítor, 100% de acordo.
        Não vale é a pena continuar a tentar fingir que não tinha insinuado a não-existência dela. Os argumentos dela são facilmente desmontáveis, não vale a pena insinuar mais nada…

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 12:51

        Não insinuei a não existência. É óbvio que existe (está lá, não está?).
        Levantei a questão da sua veracidade e conclui que, sendo real, parece um tipo de bigode a escrever. Se é uma moçoila giraça que curte surf e ilumina uma sala quando entra, mesmo assim continua a parecer um tipo de bigode a escrever.

        Há quem veja calúnia em todo o lado, normalmente de forma caluniosa, num exercício de meta-meta-calúnia. Não foi o seu caso, Nuno. Mas basta percorrer os comentários publicados.

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 12:54

        “Não tem fotos dela própria, não tem amigos estudantes, não tem dados biográficos nem o nome da escola que frequenta. Não tem gostos musicais.” Tudo isto é mentira Vítor. Tal como a data de abertura do perfil.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 12:56

        É o que se vê. Timidez em relação aos gostos musicais mas não à aversão por mega-agrupamentos de escolas é uma piada.

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 12:50

        Diga lá quais são os regimes que a Inês defende, já que parece saber mais do que toda a gente?

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 12:53

        Grupo Facebook “Jovens do Secundário do BE de Lisboa”. Já não são comunistas?

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 12:54

        Ah, ah, ah! Defender o BE é defender um “regime”? Ah ah ah!

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 12:55

        Tem razão, Sérgio, eles só votam para aquecer porque sabem que nunca chegarão ao poder, nem em coligação.

        Gostar

      • A C da Silveira permalink
        14 Junho, 2013 12:57

        Este post do Vitor Cunha, está a dar mais relevo ao panfleto da jovem Inês do que ele, merece. A converseta que lá está vertida, ouvimos nós vinte vezes por dia, pelo menos, nas tvs que nos calharam em sorte. O que a cartinha significa, é que a jovem Inês aprendeu bem e depressa o “catecismo louçaniano”, nada mais do que isso!

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 15:32

        A respeito do BE defender regimes – o BE é o resultado de uma fusão entre trotskistas (PSR e durante algum tempo FER), ex-comunistas ortodoxos (Politica XXI) e ex-hoxhaistas (UDP).

        A UDP e a PXXI/Manifesto renegaram o seu passado, logo não os pudemos acusar de defender regime nenhum.

        Os trotskistas rejeitam praticamente todos os regimes existentes à face da terra (algumas facções deram “apoio critico” à Jugoslávia de Tito, à Argélia de Ben Bella e à Nicarágua nos primeiros tempos da revolução sandinista, mas sempre com uma atitude de “uma no cravo, outra na ferradura”), logo por aí também não vejo de que regimes o VC está a falar.

        Gostar

      • Portela Menos 1 permalink
        14 Junho, 2013 15:34

        Lá vem o argumento fatal: a menina é de esquerda, gosta da koreia do norte e das gorduras do Estado; dass, nao ha paciencia.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 15:38

        Portela, eu sou mais inteligente do que o crédito que me dá. Também não é difícil, digo-lhe já. Isto serve para lhe dizer que “narrativas” sobre o que não está escrito não é comigo.

        Gostar

      • Portela Menos 1 permalink
        14 Junho, 2013 15:51

        Nunca o vi/li tao acossado mas isso passa-lhe.
        Ainda posso ler o seu ultimo paragrafo e a subtileza inerente e tirar as minhas conclusoes, apesar de so os liberais terem nascido no dia da inteligencia!

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 15:53

        Conseguiu ler também a referência ao Titanic versão ballet?

        Gostar

    • und permalink
      14 Junho, 2013 19:45

      o pombal não tem um grupo de jovens do bebe?

      tem de ir-se aos de lisboa? Grupo Facebook “Jovens do Secundário do BE de Lisboa”

      no primário tem não?

      o be não tem pioneiros?

      há casos de agolescentes que acham graça ao macaco gosta da banana do josé cid

      mas nem mortas dizem que é música fixe

      nem admitem gostar dos chemical romance pois são bué da gays

      já do metal, rock, EBM, industrial, steampunk, bubblegoth, dark wave, japanese, vocaloid há bué

      Gostar

      • 14 Junho, 2013 20:00

        “já do metal, rock, EBM, industrial, steampunk, bubblegoth, dark wave, japanese, vocaloid há bué”

        “steampunk” não é um género musical

        Gostar

      • und permalink
        14 Junho, 2013 20:05

        pois mas também existe como estilo dos executantes e elas metem isso

        steampunk aparece em Portugal pelo pé do eurico da fonseca na colecção argonauta

        e antes disso lia-se em inglês ou alimão

        mas obrigadinho pur si preokupari

        Gostar

      • tdt permalink
        14 Junho, 2013 20:12

        de resto o steampunk é uma mistura de estilos literários de sf und fantasy e de estilos de vestuário o blasted mechanism pode inserir-se no movimento steampunk par example

        quem disse isto foi uma miúda que em 1993 queria ser médica
        por 3 décimas foi para enfermeira e anda em hamburgo desde 2002 ou 3

        era votante do biloque em 99 e seguintes

        Gostar

      • Maria permalink
        15 Junho, 2013 12:37

        Que é que nasceu primeiro, o ovo ou a galinha’?
        Os anjos são meninas ou meninos?? para mim acho que são meninos……

        Gostar

  24. 14 Junho, 2013 12:15

    Um “famoso” tuga disse-me à anos sobre um não-caso : “isso são fáite divéres”.
    Éste post é um “fáite divéres”..

    Gostar

    • zezito permalink
      14 Junho, 2013 12:56

      MJRB
      Volte à escola primária para aprenfer português.
      Escreve-se “…disse há anos…” e não “…. disse à anos…”.
      Certos erros dizem tudo sobre o nível de iliteracia dos seus autores.

      Gostar

      • 14 Junho, 2013 15:42

        Grato pelo reparo.
        Sou um “iliterato”, pronto(s)

        Gostar

      • zezito permalink
        14 Junho, 2013 16:02

        MJRB
        Se é um iliterato confesso, como se atreve a ter a pesporrência de vir aqui armar ao pingarelho de intelectual e a arrostar postas de pescada?

        Gostar

  25. 14 Junho, 2013 12:19

    Há quem continue a acreditar que a Coreia do Norte era uma democracia, não é verdade?!? É normal que a “esquerda” seja democraticamente “Totalitária”.

    Gostar

  26. Tiradentes permalink
    14 Junho, 2013 12:19

    Depois tudo o resto é para rir ( ou chorar) de assumpção em assumpção.
    No texto deste post trata-se a autora do texto e o texto comentado como real, descrevendo o que na net está disponível para quem não é “amigo facebuquiano” da mesma. Basta verificar com um clique.
    A assumpção é logo que a tratam como se ela não existisse e fosse uma criação virtual.”Portantes”…passamos à assumpção de que é um aldrabão.
    Sendo um aldrabão só pode ser uma “tia supégira(?) anti-casamento gay.
    E quem não concorda com a Inês? ahhhhh pertence ao rebanho……faça você mesmo a assumpção a que tipo de rebanho…..vacas? cabras? ahhhhh afinal é o rebanho de quem não tem sentido crítico que afinal só se pode ter e ser reconhecido como tal se…pertencer ao outro rebanho.
    E assim vai saltando de assumpção em assumpção de pides e imbecis.
    Bem diz a Inês no seu texto. “Não fui ensinada por mágicos ou feiticeiros….”
    É o que dá ser ensinada por “rebanhos” aqui bem expressos e definidos nas assumpções.
    É a cultura da assumpção.

    Gostar

    • 14 Junho, 2013 12:53

      Este aqui tem um problema com palavras que não conhece…

      Gostar

      • Tiradentes permalink
        14 Junho, 2013 15:00

        E você tem um problema de incapacidade de leitura pelo menos na sua forma alegórica.

        Gostar

      • und permalink
        14 Junho, 2013 22:19

        tem um problema,vírgula, com palavras que desconhece

        é mais curto

        e de maior lege bilidade

        Gostar

  27. 14 Junho, 2013 12:22

    Falta imaginação ao P”SD” e ao C”DS” para arranjarem uma “Inês Gonçalves-padeira-de-Aljubarrota” contra o BE.
    Surgirá oportunamente.

    Gostar

  28. Tiradentes permalink
    14 Junho, 2013 12:36

    Eu “hein”?
    A minha única assumpção ao ler este post era sobre a relevância dada por outros colegas de outros blogues e os efeitos que isso teria tido na pesquisa e leitura do texto da Inês..
    Mas isso sou eu que já sei que o Martin é um “fássista” empedernido capitalista neoliberal e betinho que não tem sentido crítico, e que a Inês que é uma jovem que não é nada disso, antes pelo contrário, e que por isso tem sentido crítico e não é betinha.

    Gostar

  29. Tiradentes permalink
    14 Junho, 2013 12:43

    Aiiii que essa doeu.
    Então a Inês não é a padeira de Aljubarrota dos outros blogues ( os mencionados neste post)?
    Ora bolas…eu que achava que a Inês estava a verter azeite fervido sobre os inimigos da pátria (na forma tecnológica do século XXI que é o Facebook) , os Martim deste mundo e agora dizem-me isto?
    Já não se pode confiar nem na padeira.

    Gostar

  30. nightwishpt permalink
    14 Junho, 2013 12:56

    Continuem assim, cada vez mais ridículos.

    Gostar

  31. Pedro Martins permalink
    14 Junho, 2013 13:00

    Independentemente do texto e da Inês, só me ocorre uma coisa ao ler aquilo: Que coisa fraquinha! Estamos a este nível de falta de exigência e espírito critico, onde qualquer panfleto de 3ª passa por texto ideológico? Mais uma prova de que o ensino tem de mudar. Urgentemente.

    Gostar

  32. 14 Junho, 2013 13:13

    Comentário ao post seguinte sobre a passagem de João Pinto e Castro.
    Deixo um dos seus últimos textos:
    Epitáfio
    por João Pinto e Castro, em 13.04.13
    Thatcher foi caso único de taxista a quem foi dada a possibilidade de efectivamente governar um país.

    Uma experiência admirável com impacto duradouro na humilhação dos necessitados, concentração de recursos numa ínfima parte da população, degradação de serviços públicos, desregulação do sistema financeiro, instabilidade económica, aventureirismo militarista, injustiça cega e alastramento das desigualdades.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      14 Junho, 2013 13:15

      Qual das partes de não fazer política com a morte de uma pessoa não percebeu com a minha decisão em não permitir comentários?

      Gostar

      • 14 Junho, 2013 13:25

        O simples facto de não permitir comentários à morte de João Pinto e Castro, pode já ser considerado uma opção de carácter político.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 13:28

        É a minha opção.
        Pode até nem lhe parecer mas nunca sou levado a dizer algo que não queira mesmo dizer.

        Gostar

      • und permalink
        14 Junho, 2013 19:55

        a morte de um dos maiores nomes da consultadoria portuguesa

        um grande homem até a conta da expo 92 de sevilha teve e a da parmalat antes do caso do leite com veneno e depois

        a ragazza não tem nem um destes?
        Synthpop, Britpop, New Wave, Dark Wave, Dreampop, Futurepop, Ethreal, Indie, Dance, Korean pop, Visual Kei, Noisepop, Post-Punk. some Rockabilly, Acid Rock, and Sleaze rock, specifically Whitesnake, . . ., Bands:, Jakalope, Echobelly, Projekt 2501, Daft Punk, The Prodigy, Shiina Ringo, Blonde Redhead, Cocteau Twins, Joe Hisaishi, Ladytron, New Order, VAST, Explosions in the Sky, The Faint, Convenant, Razed in Black, Dir en Grey, Moi Dix Mois, Sufjan Stevens, Peaches, The Horrorpops, Lee Jung Hyun, Judgement Day, Kill Hannah, Rasputina, Gravity Kills, Shiny Toy Guns, The Knife, Nine Inch Nails, The Smashing Pumpkins, The Gazette, Malice Mizer, Gackt, Bjork, Bauhaus, Siouxsie and the Banshees, She Wants Revenge, The Cure, Portishead, The Hush Sound, Halou, VNV Nation

        até o pinto e castro tinha mais opções nos con juntos que dão música
        na page de facebook diz gostar de:
        técnico do ICEP, Director de Marketing da Portucel Embalagem, Director da OgilvyOne, Director-geral da Interact/NormaJean, Director-geral da Wunderman e Director-geral da Formedia. Trabalhou para inúmeros clientes nacionais e estrangeiros, entre os quais Alfa Romeo, American Express, ANA Aeroportos, Bacardi-Martini, BPI, Caixa Geral de Depósitos, Compal, Compaq, Ericsson, Expo 92 de Sevilha, Ford, Galp Energia, Gillette, Imoleasing, Império, Inapa, Iveco, Land Rover, Luso, Microsoft, Millennium BCP, Montepio Geral, Mundial-Confiança, Ocidental, Parmalat, Portucel, Portugal Telecom, Sagres, TMN, Unilever e Xerox.

        Gostar

  33. André permalink
    14 Junho, 2013 14:09

    Meu caro, que eu saiba, eu também sou aluno do 12.º ano (embora tenha dezassete anos) e preocupo-me com esses temas (embora não os leve para o facebook e não seja inscrito em nenhuma juventude partidária, seria vender a minha dignidade). A questão é que o senhor nunca poderá ver o meu facebook porque eu gosto da minha privacidade. No entanto, isso não impede que eu exista.
    Já agora, acha que o Bloco de Esquerda (partido referido no seu post) perderia tempo a inventar uma personalidade quando poderia, muito simplesmente, pedir a uma inscrita que publicasse o texto no facebook? Mesmo que o texto não fosse da autoria dela, ela podia fazê-lo.
    Pelo menos fico feliz com o mal dos outros. Fiquei a saber que devo ser um dos poucos cromos intelectualoides do país que tem namorada.

    Gostar

    • Pedro Martins permalink
      14 Junho, 2013 15:39

      Presunção e água benta…

      Gostar

    • und permalink
      14 Junho, 2013 19:59

      ai deves deves e deve estar a ser comida por outro se andas por aqui sentado no compute a criar barriga

      se és o namorado barbudo da thays fica a saber que ela também dá práquele brasuca da pizza hut ou da piça bute que só tirou o 9º ano e já tem 29

      se nã és esse andré adesculpa

      e por falar nisso não te alterámos a nota logo não estás admitido a exame
      temos penas

      Gostar

      • André permalink
        15 Junho, 2013 11:49

        Não, por acaso está a estudar, como anda num colégio privado, tem o dia todo cheio de aulas de preparação para os exames. Felizmente eu só tenho duas aulas dessas, mas também não preciso de mais, já sei a matéria toda.
        Alteraram a minha nota? E eu ralado, é difícil alterar a minha média para dar negativo à disciplina e eu não ir para exame (mesmo que me dessem 1 neste ano, eu teria 11 no fim dos três anos).

        PS: tendo em conta que sou bastante magro, não devo ser o André a que se está a referir.

        Gostar

    • A C da Silveira permalink
      15 Junho, 2013 00:49

      Também já usa bigode, jovem André?

      Gostar

      • André permalink
        15 Junho, 2013 11:46

        Não tenho só barba, o bigode dá muito trabalho.

        Gostar

  34. nuno granja permalink
    14 Junho, 2013 14:11

    A esquerda já tem agências de comunicação, mas talvez por falta de prática elaboram mal o briefing e baralham os copys

    Gostar

  35. A C da Silveira permalink
    14 Junho, 2013 14:26

    João Pinto e Castro morreu, paz à sua alma, aquilo que tinha para lhe dizer, disse-lhe no Jugular quando ele estava vivo.
    Vir hoje aqui citar os dichotes de uma pessoa que acabou de morrer, é tipico dos chicoespertos que não sabem respeitar nem os vivos, nem os mortos. Demonstram assim que fazem da parte da escumalha que quer passar por respeitadora, mas nestas, como noutras ocasiões, deixam cair a máscara, e mostram de que massa são feitos.

    Gostar

    • 14 Junho, 2013 18:20

      Agora citar o que as pessoas escreveram enquanto eram vivas é chico-espertice.
      Valha-nos Deus e o Sagrado Coração de Jesus.

      Gostar

  36. 14 Junho, 2013 14:52

    Respeitável a opção de VCunha.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      14 Junho, 2013 15:30

      Meia-idade é meio da esperança de vida. Sei lá, como o Mário Nogueira.

      Gostar

      • 14 Junho, 2013 15:33

        40 anos? Parece mais velho (o trabalho sindical deve ser desgastante).

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 15:44

        O MN anda pelos 50 e muitos. Mas isto é como a Inês: se for preciso decreta-se que tem 20, e assunto encerrado.
        Já agora, a Inês já se riu um bocado, mas está ocupada a estudar para os exames e não pode agradecer o mito da sua inexistência.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 15:45

        E vai continuar sindicalista até aos 100.

        Gostar

      • tdt permalink
        14 Junho, 2013 20:17

        bolas se fosse aluna do cardosão também eu tinha vergonha de dizer a turma…12º o pombal é o pombal de Lisboa?

        esse que fica ali na rotunda com os pombos gaseados?

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 20:20

        Olha o troll…
        Os meus agradecimentos ao Blasfémias por albergar a este analfabeto. Enquanto anda por aqui entretido não spama para os meus lados.

        Gostar

      • und permalink
        19 Junho, 2013 20:52

        באינטרנט? השתמש בו כחלופה diz:
        19/06/2013 às 20:49

        por albergar este

        não é cu rreto

        por albergar a este

        não tens lados…és adimensional

        já o eras há 20 anos atrás

        e acredita não melhoraste nada…

        trolho….é português

        trollaró nein…ó nat sozi lover

        Gostar

  37. 14 Junho, 2013 15:35

    bom , eu só sei que a Inês tem bom gosto.. tem pra lá uma foto do james franco , my good 🙂
    e se calhar quer ser professora e está apenas a cuidar do futuro .

    Gostar

    • licas permalink
      18 Junho, 2013 21:58

      Errado: quando for grande quer ser como aquela que
      se espalhou na TV e a que o PCP encomendou um Panegírico . .
      Vitela, Fatela, Gamela, era um nome assim . . .

      Gostar

  38. DEUS permalink
    14 Junho, 2013 16:09

    CANALHA DE MERDA! VOU EXPOR O TEU DOX!

    Gostar

  39. 14 Junho, 2013 16:12

    esta é mais aguerrida , a do adolescente grego , quem sabe o muso da Inês 🙂

    http://aventar.eu/2013/05/22/carta-aberta-de-um-estudante-liceal-grego/

    Gostar

  40. 14 Junho, 2013 16:33

    Essa do estudante grego também é excelente. Sobretudo a descoberta de a Grécia está nas mãos de um perigoso regime fascista, curiosamente eleito nas urnas.

    Gostar

  41. 14 Junho, 2013 16:44

    Qualquer utilizador pode mudar o nome do Facebook.

    Gostar

  42. 14 Junho, 2013 17:22

    Zézito 16:02,
    Não sou eu que penso e escrevo os meus comentários. A responsabilidade é da minha vizinha.
    Portanto(s) vc. não me pode acusar de nada, nadinha mesmo.

    Gostar

  43. jose permalink
    14 Junho, 2013 17:32

    E gostando da “Plataforma cidadã de resistência à destruição do SNS”, por coerência não gosta também da “Plataforma EXTINGA-SE JÁ A ADSE”, que contribui com 60% dos proveitos dos Hospitais e/ou outras entidades Privadas – Ex: Consultórios e Clínicas – e, que “usurpando” em alternativa dos serviços do SNS, para qual não contribuem individualmente, mais de 80% dos “servidores do Estado”, obrigam a avultadas transferências do Orçamento do Estado=IMPOSTOS PAGOS MAIORITÁRIAMENTE POR TRABALHADORES PRIVADOS E POR EMPRESAS ? NÃO?!…..

    Gostar

  44. Minhoto permalink
    14 Junho, 2013 17:57

    No fundo a esquerdalha estrebucha com isto da juventude, e por assim ser inventam “jovens”, para dizerem que a juventude está com eles, algo que não está.

    Gostar

  45. beirão permalink
    14 Junho, 2013 18:32

    Fui ler a cartinha da menina Inês. Aquilo é todo o paleio da cassete bloquista, Ainda por cima não passa de uma cartinha, panfletária carregada de demagogia, de uma quarta classe um tanto atrapalhada. A esquerdalhada dá o cú e sete tostões por isto!

    Gostar

    • zezito permalink
      14 Junho, 2013 19:31

      Tambem li a cartinha da menina Inês…tadinha…tão fofinha que ela é.
      A carta exibe claramente o estilo pindérico de fofinho betinho ou fofinha betinha do Bloco de “Esquerda”, muito activista e super imaginativo, talvez um mestrando em sociologia, animação cultural, politologia, antropologia, ou num qualquer semelhante curso de ciências ocultas.

      Gostar

      • und permalink
        14 Junho, 2013 20:02

        sim, indicia mais a frequência da facul de letras e da fful e das traseiras da torre do tombo

        é um texte muite complex

        se o tal de andré de 17 anos da escola tal fizesse um texto destes

        até o tinham passado a pretuguês

        Gostar

  46. 14 Junho, 2013 20:16

    http://p3.publico.pt/actualidade/educacao/8295/greve-dos-professores-aluna-que-diz-estou-convosco

    E cá está a prova que a Inês existe, para quem mantinha as dúvidas.

    Gostar

    • tdt permalink
      14 Junho, 2013 20:18

      é como aquele tipo da ónu também existia

      o facto de a ónu não saber que ele existia

      não foi problema para as lojas maçónicas

      Gostar

    • vitorcunha permalink*
      14 Junho, 2013 20:22

      Portanto, uma jovem vinda do nada consegue em menos de 24 horas aparecer num jornal nacional. Realmente não há spin nenhum.

      Gostar

      • 14 Junho, 2013 20:25

        Mas casos desses são o que para aí não falta, geralmente têm em comum o Movimento Que se Lixe a Troika. Que dizer da outra pombalense que é porteira em Paris e que foi heroína nacional porque dinamizou uma manif lá? Como o conseguem? Penso que foi o João José que deu por aí a resposta…

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 20:33

        Então entenda o meu ponto: se existe ou não é indiferente; o discurso é em tudo semelhante ao de um tipo de bigode (o bigode é opcional). Não demonstra outros interesses em público excepto este. Foi só isto que foi dito (e claro, interpretado a jeito pela causa “VC é um imbecil porque não diz o que eu quero ouvir, portanto eu é que sou um democrata que dou umas lições a esses canídeos contra o povo que eu é que sou o povo, pá”). Não posso dizer que não tem a sua piada, porém.

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 20:39

        Fique na sua… As críticas que tenha para fazer ao texto, a quem o divulgou, aos jornalistas do Público com a sua conhecida imparcialidade, etc., é bem provável que eu as subscreva.
        Não subscrevo é que não admita as suas insinuações. Pode não ter dito directamente que perfil era falso, mas insinuou-o. Assim é fácil. Insinua-se. Se for verdade, faz-se sucesso. Se for mentira, “eu não disse nada disso”.
        Tenho pena que insista, porque este é dos meus blogs favoritos (a par do Insurgente e do 31 da Armada) e o Vítor até é dos autores que mais gosto de ler. E está a perder credibilidade porque não admite que uma piada lhe correu mal.

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 20:49

        Eu diria que a entrevista a deve ao Vítor Cunha… de resto fui espreitar o Sitemeter daqui e confere.
        Um texto que tenha mercado, e não vamos agora discutir se concordamos ou não com os clientes, dispara. Há quem lhe chame meritocracia.
        Esta semana ajudámos vários, e não, o Aventar não obedece a nenhum sindicalista para perceber como consegue basta consultar o Blogometro. Agradeço que não me obriguem a ir à procura de uns links de promoções feitas em parceria com outros blogues, nomeadamente este, que até hoje foi o caso, embora da vossa parte admita que involuntário…

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 21:51

        Acho que o João José Cardoso não acredita nos super-poderes do Vitor Cunha: talvez nos do Bloco de Esquerda?

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 21:56

        Há uma certa diferença entre um teimoso e um casmurro, Vítor Cunha.
        O BE terá 5000 aderentes, não tem uma jota específica, chamar a isso super-poderes, e não entender que o texto foi sobretudo partilhado por professores, de todos os partidos, já nem é teimosia. É mesmo mau perder.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 21:58

        O BE é a jota específica do BE.

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 22:07

        Claro, foi o BE. O texto foi escrito pelo João Semedo a meias com a Catarina Martins. A Inês, que agora já existe em Pombal, uma cidade inexistente, foi manipulada numa manobra norte-coreana.
        Não há 100 000 professores em Portugal, o texto não lhes diz respeito, não têm dezenas de fóruns no Facebook e fora dele (como toda a gente sabe apenas existe o Mário Nogueira e o seu bigode), a realidade é como o Vítor que seja para não admitir que enfiou um grande barrete.
        Nem o Aventar está com o dobro das visitas do Blasfémias. Aliás o Aventar e o Arrastão nem sequer existem. A realidade é uma chatice.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 22:10

        Ehehehehe! O João José Cardoso é um revisionista. Pronto, não me roube a bicicleta.

        Gostar

      • und permalink
        14 Junho, 2013 21:12

        eu diria cu diálogo duma pita da secundária de pombal é assim

        Moina à coca
        20 hours ago · Like · 1
        ah poi a moina na falha Oh poi to moina:D failure (Translated by Bing)
        20 hours ago · Like · 12º escola do pombale de leiria

        a música ponho já embaixe

        Gostar

      • 14 Junho, 2013 21:16

        Deves ter algum trauma com Pombal tu…

        Gostar

      • und permalink
        14 Junho, 2013 21:13

        Dj Ride
        Musician/Band
        Mazter
        Musician/Band
        Dii-T Music
        Musician/Band
        Káthie Ferreira – Fotografia
        Album
        Dj Telmo Pereira
        Musician/Band
        Raíz De Mic (Yu Wayne)
        Musician/Band
        ღ Selena Disney ღ
        Community
        Dj RaV3 (Luis Ladeira)
        Musician/Band
        BIRDS
        Musician/Band
        João Monteiro (OFICIAL)
        Musician/Band
        Dj NS
        Musician/Band
        Dj Francisco Leite Castro
        Musician/Band
        Indireta
        Community
        Nickelback
        Musician/Band
        Jennifer Lopez
        Musician/Band
        João Pedro Pais
        Musician/Band
        Pitbull
        Musician/Band
        LMFAO
        Musician/Band
        Anti-Justin Bieber
        Musician/Band
        Adele
        Musician/Band
        Swedish House Mafia – Portugal
        Musician/Band
        DJ Xandi Rehael
        Musician/Band
        Francisco Moreira
        Musician/Band
        ANGEL DJ OFICIAL PAGE
        Musician/Band
        Tiago Paiva
        Musician/Band
        Dj Rafa Marques
        Musician/Band
        Anti-Justin Beiber
        Musician/Band
        tony carreira
        Musician/Band
        Aposto se o justin bieber ficar carecas perde as Fãs todas
        Musician/Band
        Deolinda
        Musician/Band
        Clube de Fans Richie Campbell
        Musician/Band
        Mastiksoul
        Musician/Band
        The Doors
        Musician/Band
        Dj Vibe
        Musician/Band
        Optimus Alive
        Concert Venue
        David Fonseca
        Musician/Band
        U2
        Musician/Band
        Kesha
        Bands & Musicians
        Thirty Seconds to Mars
        Musician/Band
        Usher

        Facebook © 2013 · English (US)

        Gostar

      • und permalink
        14 Junho, 2013 21:15

        a ejaculação prematura do ser
        ou a deriva do eu no facebook

        eram melhores titulum mas que se lixe

        a troika claro…a inês gon…salves jamé

        Gostar

  47. Não Interessa permalink
    14 Junho, 2013 21:41

    Este Vitó é a melhor adição de sempre ao Blasfémia. Aliás, a melhor adição a toda a blogosfera de direita. Que gajo tão fail!

    “Não existe! Existe mas não é normal! VAI PRÁ COREIA! ”
    Patético. Cancelem o Daily Show, temos um Glenn Beck português!

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      14 Junho, 2013 21:43

      Obrigado, não interessa, não interessa.

      Gostar

      • und permalink
        14 Junho, 2013 22:09

        não interessa humanum est nihil humani te alienum puto

        é um bom puto e tem futuro na revoloução

        Gostar

    • und permalink
      14 Junho, 2013 22:10

      yes meu és grande bué
      o patético é excessivo e contra producente ou contra pró docente uma dessas

      assinado contraprodiscente

      Gostar

      • Não Interessa permalink
        14 Junho, 2013 22:56

        Tu és aquele retardado/a que anda aqui e no Arrastão a escreve.. pronto, esse distinto tipo de merdas à attention whore cheio de subtilezas semânticas que devia interessar a alguém mas que toda a gente faz scroll down para evitar, não é? Então aproveito que já ando para te dizer há uns tempos.

        Mata-te, c*****o.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        14 Junho, 2013 22:58

        Não interessa,

        Foi a última vez que usou um “mata-te” dirigido a seja quem for nos comentários aos meus posts. Isso aplica-se a si e a qualquer outro comentador.

        Gostar

      • tdt permalink
        17 Junho, 2013 02:52

        atão e o caralho pode-se utilizar ou tem de ser com pontinhos?

        se ele quer que alguém se mate…até ajuda a baixar a taxa do desemprego né…

        hoje por acaso um primo matou outro primo

        deu-lhe 4 tiros enquanto limpava a arma…é a crise

        Gostar

  48. 14 Junho, 2013 21:57

    Olha aqui uma coisa campeão dos “blogs” se é que lhe posso chamar blog, a inês é uma pessoa normal com os seus ideais e com os seus pensamentos, assim como tu (os teus neste caso de merda mas não faz mal ninguém te criticou por isso), se ela tem foto ou não no perfil de facebook, se tem a escola ou não, se tem gostos ou não isso não te interessa, não és pai, não és conhecido não és nada a ela! Isto que fizeste amigo é difamação e uma coisa (que talvez não saibas o que é visto que a tua mente não te permite pensar muito) que é ad hominem ( não sabes? eu explico campeão) atacar as preferências, ideais ou ações de uma pessoa quando não se tem argumentos para a refutar.
    Deixemos a filosofia e passemos à ação, tenta refuta-la e não criticala com argumentos de difamação que isso é idiotice! Aprende a apresentar argumentos e não criticas e difamações ;D tipico, não de um homem de meia idade de bigode, de um “junta de salvação nacional” PSD/CDS/PS.

    Porta-te Bem!

    Tiago Ferreira – Juventude Comunista Portuguesa

    Gostar

    • 17 Junho, 2013 13:55

      Então camarada, primeiro deixa de escrever por um acordo ortográfico imposto por um fascista,

      Gostar

    • licas permalink
      18 Junho, 2013 22:15

      Eu tenho . . . Tiago:
      Vamos a umas perguntas?
      ____Que achou da queda do Muro?
      ____ Como se deve entendera razão de o povo da Rússia, que, uma vez
      possibilitado de escolher à vontade o regime em que quer viver, repudiou o ML?
      ____Como lhe parece o PCP não ter repudiado o Golpe de Praga (1968), ao
      contrário do que fez o PCI (Itália)
      ___ O regime Norte Coreano pode intitular-se democrático? E o de Cuba?

      Gostar

  49. 15 Junho, 2013 00:32

    Como não tens nada para dizer, passas a para a coscuvelhice. Não tens mesmo mais nada para fazer?

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      15 Junho, 2013 00:34

      Entendo que considere coscuvilhice. Eu também teria vergonha de ser filiado no Bloco.

      Gostar

      • 15 Junho, 2013 00:38

        São mais inteligentes que você, que deve apoiar este governo de nazis.

        Gostar

      • tdt permalink
        17 Junho, 2013 02:53

        são e andaram a aplaudir um velho xéxé?

        devem ser trânsfugas da brigada do reumático

        Gostar

  50. Portela Menos 1 permalink
    15 Junho, 2013 00:49

    vcunha teve um dia mau na blogosfera 🙂

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      15 Junho, 2013 00:50

      Ainda bem que acha isso. É só mais uma confirmação que foi, de facto, um muito bom dia.

      Gostar

      • Portela Menos 1 permalink
        15 Junho, 2013 00:59

        o único aspecto positivo pode ter sido o nº de comentários! eu, no entanto, gostei desta:
        (…) Se eu fosse um cínico diria que a Inês Gonçalves parece corresponder à descrição de um tipo de meia-idade com bigode (…)
        foi um bom dia!

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        15 Junho, 2013 01:03

        Foi, eu diria até que foi um dia excelente. Talvez tenha sido o dia em que alguns perceberam que não sou um miúdo melindrado com palermices. Se não perceberam, podem sempre insistir, o espaço está aberto. Eu também percebi que não é por responder a comentários que alguém passa a saber ler.

        Gostar

      • 21 Junho, 2013 00:43

        é ilógico diria o orelhudo

        se responde a comentários que alguém escreveu

        esse alguém deve saber ler

        quod erat demonstrandum

        pode é não perceber o que lê…

        é como o espaço…inexistente

        estar aberto a correntes de electrões bloukeadas

        Gostar

  51. Pedro Martins permalink
    15 Junho, 2013 00:53

    Já há muitos anos que estes seres foram carinhosamente apelidados de idiotas úteis, pelos seus líderes.

    Gostar

  52. zezito permalink
    15 Junho, 2013 01:28

    A menina Inês diz que quer ir tirar um curso de Ciencia Política e Relações Internacionais.
    Puxa..que a menina não é nada peca.
    Deve ambicionar ser Embaixadora ou coisa parecida. Está-se a ver no que vai dar : ou deputada do Bloco de “Esquerda” ou caixa de um qualquer supermercado.
    Há por aí muitos meninos e meninas que tiram estes cursos de ciencias ocultas, e depois…ai ai ai..aqui d’el Rei que não arranjam emprego e tem de ser o Estado a contratá-los para trabalharem no corpo diplomático…

    Gostar

  53. JCA permalink
    15 Junho, 2013 09:51

    .
    a propósito do ser, também há o prematura peso do ser ….
    .

    On one side are those who follow President Assad, who belongs to the Alawites — a splinter sect from Shia Islam.
    .
    On the other are a loose affiliation of insurgents drawn from the majority Sunni population, some of whom have close links to the Sunni jihadists of Al Qaeda.
    .
    At the heart of the Syrian regime are members of Assad’s Alawite sect, who make up 12% of the population, yet represent 80% of army officers and 90% of generals.
    .
    There is also an Alawite militia called the shabbiha that specialises in murdering opponents.
    .
    Christians make up 10% of the Syrian population, while another 10% are Kurds, who are Sunnis and present in much larger numbers in Turkey, Iran and Iraq, too.
    .
    .
    =U.S. plans $50MILLION A DAY no-fly zone in Syria after finding proof that government used chemical weapons against rebels
    .
    · U.S has proof President Assad’s regime’s used chemical weapons
    · Obama’s previously said crossing the ‘red line’ that would trigger action
    · No-fly zone would protect people from Syrian government aircraft
    · An area stretching 25 miles into Syria could be enforced with planes
    · The two-year conflict has now claimed the lives of 93,000 people
    .
    http://www.dailymail.co.uk/news/article-2341361/U-S-proposes-50MILLION-A-DAY-fly-zone-Syria-finding-proof-government-used-chemical-weapons-rebels.html#ixzz2WFm8hLCs
    .
    =Russia slams ‘fabricated’ info on Syria’s use of chemical weapons
    http://www.presstv.ir/detail/2013/06/14/308924/russia-slams-fabricated-info-on-syria/
    .
    .

    =Could Syria ignite World War 3? That’s the terrifying question as the hatred between two Muslim ideologies sucks in the world’s superpowers
    .
    · Syrian conflict could engulf region in struggle between Sunni and Shia
    · Already claimed 93,000 lives and made 1.6million people refugees
    · UK, France and U.S. taken different side to China and Russia

    http://www.dailymail.co.uk/news/article-2341340/Could-Syria-ignite-World-War-3-Thats-terrifying-question-hatred-Muslim-ideologies-sucks-worlds-superpowers.html#ixzz2WFoP1C8k
    .
    =US decides to keep fighters in Jordan
    http://www.presstv.ir/detail/2013/06/14/308886/us-decides-to-keep-fighters-in-jordan/
    .

    .

    Gostar

  54. JCA permalink
    15 Junho, 2013 10:02

    .
    O olho do furacão para além de Ines(es) ou Pedros ou Justiceiros, reside, o resto é espuma que o digam os ex-maoistas:
    .
    Meet Your New Boss: Buying Large Employers Will Enable China To Dominate 1000s Of U.S. Communities
    http://theeconomiccollapseblog.com/archives/meet-your-new-boss-buying-large-employers-will-enable-china-to-dominate-1000s-of-u-s-communities
    .
    Nicaragua: Chinese company to get canal concession
    http://news.yahoo.com/nicaragua-chinese-company-canal-concession-041054078.html
    http://money.cnn.com/2013/06/14/news/world/nicaragua-canal/index.html?iid=Lead&hpt=hp_t2
    .

    Gostar

  55. JCA permalink
    15 Junho, 2013 10:07

    .
    e historias desta História:
    .
    .
    The Institute of Pacific Relations and the Betrayal of China
    .
    The Senate Testimony of Alfred Kohlberg
    .
    http://www.dcdave.com/article5/120207.htm
    .
    .

    Gostar

  56. 15 Junho, 2013 13:08

    Chamo-me Pedro, tenho 14 anos e sou de Vila Real. Sou social-democrata e monárquico convicto. Concordo com a greve dos professores, apesar de defender que o dia não é, de todo, o melhor.

    E agora, também sou um tipo de meia-idade por perceber um pouco de política com 14 anos? Também sou um tipo de meia-idade por defender a greve? Poupem-me!

    Gostar

    • 17 Junho, 2013 14:03

      Há novos fósseis, não se preocupe. E a estupidez também é muito democrática- ataca todos, incluindo republicanos, monárquicos, toureiros e grevistas.

      Gostar

      • 25 Setembro, 2013 17:20

        mas nem poupam um puto de 14 anos com vontade de saltar em cima de qualqwer cousa a política é cru-el ó kal-el

        Gostar

    • jose permalink
      19 Junho, 2013 21:20

      Caro Pedro Pinto, seria tão fácil dizer aqui, que tenho 12 anos de idade, que sou da extrema direita NAZI e, também fui a favor da greve dos professores.
      Obviamente que não sou nada disso, nem aplaudo a greve dos professores – que considero uma das mais perniciosas e egoístas corporações deste País – e, tenho votado consoante as circunstâncias e, os projetos e líderes de cada momento, nos ditos partidos do arco do Governo. Se estou satisfeito? Isso é uma outra história. Mas plagiando, uma das canções de apoio “sportinguista”, SEI PORQUE NÃO VOTO NA ESQUERDA RADICAL, QUE NO 25 DE ABRIL DE 1974,CONDICIONOU A LIBERDADE E O FUTURO DESTE PAÍS, COLOCANDO OS SEUS PARASITAS; NOS LUGARES CHAVE DA ADMNISTRAÇÃO PÚBLICA; JUSTIÇA, SINDICATOS E CORPORAÕES PROFISSIONAIS; DEIXANDO-NOS UM LEGADO DE LEIS/AÇÕES,, QUE AINDA HOJE CONDICIONAM A NOSSA CAPACIDADE DE COMPETIR NUM MUNDO GLOBALIZADO. Ex: Constituição sectária; Congelamento das rendas de habitação e comércio, o que tem sido um terramoto lento, com um poder destruidor superior ao de 1755; Extinção das Escolas Comerciais e Industriais; Privilégios descarados para a classe política e funcionários públicos em desfavor dos empreendedores e seus trabalhadores por conta de outrem, que continuam a “pagar o pato”. sem dele nada comerem….

      Gostar

  57. 17 Junho, 2013 19:35

    nice

    Gostar

  58. Luísa permalink
    23 Junho, 2013 23:52

    Eu fiquei com a mesma impressão que o autor deste post. Pelo facto de uma estudante a dias do exame apoiar a greve, mesmo com a insegurança/instabilidade que a greve provocava, mas também foi pela estrutura frásica. Ela escreve no passado, como se tivesse acabado a escola há muuuuito tempo. Damagogia ou não, BE ou não… não pensei por aí. Pus-me a pensar como eu reagiria se tivesse sido comigo há uns anitos. Eu era uma adolescente radical pronta a defender e a participar em greves, manifestações (a minha primeira greve foi com 11 anos e trouxe-me muitos problemas com a professora de inglês, sem falar em casa!); a proteger os mais fracos e por aí fora… Mas com 17 anos a um passo de se entrar na faculdade… eu não teria ficado feliz com a greve dos profs. que me estariam a perturbar o futuro…

    Gostar

Trackbacks

  1. A mentira é a pose natural de um blasfemo, a calúnia também – Aventar
  2. Não julgareis as adolescentes do bloco segundo os padrões burgueses | O Insurgente
  3. A Greve dos Professores e os “Nacional-tótós” | cinco dias
  4. Respondam à Inês – Aventar
  5. A Inês Gonçalves não existe – Aventar
  6. Descobri a identidade da verdadeira Inês Gonçalves – Vítor Cunha tinha razão – Aventar
  7. Não gozareis com as camisolas da Catarina Martins | O Insurgente

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: