Skip to content

um país de pides

22 Junho, 2016
by

Nem a PIDE, a verdadeira, chegava tão longe na intromissão na vida privada dos cidadãos. Esta nova PIDE, que recebe o entusiasmo das esquerdas, quer passar a saber tudo, mas absolutamente tudo, a seu respeito, incentiva a denúncia e a delação, não lhe permitirá qualquer reserva de privacidade. As esquerdas justificam-se com a patriótica necessidade de combater a «fuga ao fisco», mas o fisco certamente teria, ou melhor, tem outros meios para se fazer respeitar. Já hoje a autoridade tributária compõe os sonhos maus dos portugueses, que apenas aspiram a não terem de se incomodar com ela, muito longe, portanto, de a tentarem defraudar. Este animus intrusivo reflecte bem uma mentalidade política, revolucionária e jacobina, para a qual não existe reserva de privacidade e tudo deve estar ao dispor do estado, do tal «interesse público» de que as esquerdas extremadas costumam arvorar-se em intérpretes e representantes. Em nome desses «elevados» princípios – que eles enunciam, interpretam e dizem defender – desrespeitam-se os fundamentos mais elementares da liberdade individual. É nestas ocasiões de «exaltação patriótica» que convém recordar o velho princípio segundo o qual quem troca liberdade por segurança acabará por perder as duas. Em Portugal já sobra muito pouco de ambas.

Anúncios
35 comentários leave one →
  1. Manuel permalink
    22 Junho, 2016 11:21

    Concordo consigo, mas devemos preparar-nos para coisas mais intrusivas. Os países nórdicos já vão avançados no fim do dinheiro físico e projectam atingi-lo a curto prazo.

    Liked by 1 person

  2. Baptista da Silva permalink
    22 Junho, 2016 11:23

    Gostaram muito da ideia nórdica de acabar com notas e moedas, até quantas chicletes cada português consome fão ficar a saber.

    Liked by 1 person

  3. antónio permalink
    22 Junho, 2016 11:30

    E assim o Marxismo se vai apoderando deste falido e falhado país.

    Liked by 1 person

  4. Licas permalink
    22 Junho, 2016 11:40

    Não vejo onde é que o fisco vai saber “mais”,se já sabe tudo.Já era assim,no tempo da albuquerque.

    Gostar

    • 22 Junho, 2016 11:52

      Já era assim? Então meu caro, a Geringonça pelos vistos quer e faz questão de manter o “já era assim”…. Afinal onde está a diferença? Ah pois… a austeridade só deve ter acabado no discurso, porque na prática está para durar… e graças a quem? À Geringonça, pois claro.

      Gostar

      • Licas permalink
        22 Junho, 2016 12:32

        “não há alternativa á austeridade” palavras do ppc.a geringonça limita-se a obedecer ao ppc,o verdeiro representante dos donos disto tudo.

        Gostar

  5. ali kath permalink
    22 Junho, 2016 12:00

    não sobrou nada

    Gostar

  6. José Domingos permalink
    22 Junho, 2016 12:08

    O estado e os seus clientes ( sindicatos, corporações, ordens, etc,etc), custa muito dinheiro, logo á que sugar o tutano a quem trabalha, um esquema de extorsão, digno do melhor proxeneta.
    São assim os estados de direito a caminho do socialismo, o deles, claro.

    Liked by 1 person

  7. Eduardo permalink
    22 Junho, 2016 12:11

    O KGB sempre foi pior e mais malvado que a PEVIDE.
    Os repressores e defensores do lápis azul, mesmo com vocabulário diferente, continuam por aí desde 1974.
    Não desistem da censura e de castigarem quem sai do rebanho.

    Liked by 1 person

  8. Araujo Gonçalves permalink
    22 Junho, 2016 12:11

    Pouco tem a ver com geringonças, são medidas de combate ao AML internacionais

    Gostar

  9. castanheira antigo permalink
    22 Junho, 2016 13:11

    O Fisco em Portugal é a grande ameaça , não só ameaça o rendimento e a poupança das pessoas , mas também desse modo ameaça o investimento , porque , sendo o emprego em cerca de 80% sustentado por micro/pequenas/médias empresas e estas sendo as mais atacadas por um fisco insaciável cobrando o que deve e o que não deve , incentiva a que potenciais investidores fiquem quietos e não se mexam , afim de evitarem incómodos contínuos assim como contínuas tentativas de confisco.
    Num país , governado por políticos profissionais , completamente incapazes de descortinar como funciona a economia e pensando ingenuamente ou dolosamente conscientes de que poderão manipula-la , impoem as decisões mais destrutivas que uma nação/país/sociedade poderá enfrentar :
    1º Juros baixos /negativos penalizando fortemente as poupanças , e destruindo os fundos de pensões a prazo;
    2º Aumento despudorado e criminoso das taxas de impostos ( incluindo a propriedade que por força do IMI passou a ser toda pertença do estado);
    3º Criação de montanhas de legislação e regulamentos , muitos com intuitos proteccionistas/duvidosa utilidade , aos quais a generalidade das pessoas não conseguem sobreviver sem contratar advogados e/ou contabilistas.

    Com este panorama , conclui-se que a mudança só será efectiva quando o último burocrata for pendurado numa árvore com a gravata do último politico profissional , isto em sentido figurado que fique claro.

    Liked by 1 person

    • PiErre permalink
      22 Junho, 2016 13:59

      Boa análise, caro Castanheira Antigo. Só discordo do último parágrafo, pois me parece que o “sentido figurado” está a mais.

      Liked by 1 person

  10. Procópio permalink
    22 Junho, 2016 13:26

    Por alguma razão os arquivos da pide estão em moscovo.
    O que poucos parecem ver e rui a. assinala é a forma insidiosa como durante mais de 40 anos, um partido coeso e determinado colocou em pontos estratégicos os seus kgbs, em particular nas finanças, na cultura e na educação.
    Não são precisos de muitos votos para dominar a situação pantanosa.
    A génese do 25 a foi a demonstração evidente de como de age junto dos militares para se aproveitar do decontentamento justificado de muitos inocentes.
    Quando a maçonaria fabricou o títere do ddt, a oposição que lhe fizeram foi meiga.
    Sabiam que o desastre estava para vir. O desastre vem a caminho, esperam-no com braços abertos. Não estão sózinhos, noutras latitudes desenham-se movimentos semelhantes sempre albardados com dólares e euros de onde menos se espera.
    Se Chavez tivesse sobrevivido e o pitrol não baixasse, seria muito melhor. Assim, é preciso esperar. Coscuvilhar por tudo quanto é sítio, caluniar sistematicamente, gratificar jornalistas à beira do despedimento, criar fantasias de uma “nova política”, junto da boçalidade.

    Liked by 1 person

    • 22 Junho, 2016 16:00

      De acordo com quase tudo o que explana.
      Mas na Cultura, é, desde os anos 1980’s, o P”S” que domina, retira dividendos e dá massaroca a rodos quando está no poder, seja do Estado ou autárquico.

      Gostar

  11. PiErre permalink
    22 Junho, 2016 14:17

    “A propriedade é um roubo”, disse um mentiroso qualquer.
    Não é verdade.
    A verdade é esta:
    “O Fisco é um roubo.”

    Gostar

  12. JCA permalink
    22 Junho, 2016 14:57

    .
    Outra vertente do BREXIT (OUT), uns odiarão (os ditos capitalismo sovietizado’), outros apoiarão em defesa dos Direitos. de Liberdade, Garantia e Propriedade de cada Cidadão Poruguês ou Europeu:
    .
    BREXIT = garantia do sigilo bancário (direito de propriedade) = fuga massia de capitais para a City de LOndres e sistema bancário mundial inglês = Banca Euro/Unionista de cangalhas (a menos que FRK/UE opte por finalmente assumir o Totalitarismo envergonhado, que nada tem a ver com com destrtuição das Conquistas Civilizacionais,
    .
    (Saude-Educação-Pensões de Velhice-Solidariedade no Desemprego que o Reino Unido não recebe lições de nenhum País da UE ou do Euro)
    .
    Essa da Libra desalorizar só contarão para você.
    .
    Porém, postos na situação de ‘expulsos por Bruxelas’ (o “appartnik” de Bruxelas que dizem não eleito por ninguém, tem sempre o poder negocial de absorver as vontades de quem não se sente bem, se não o faz é porque não quere), o célebre pragmatismo UK saberá bem o que fazer, a história prova-o,
    .
    certo certo é que com ‘BREXIT (Out) ou ‘GREMAIN (in) nem o Reino Unido nem a União Europeia, nem nenhum País Europeu nem o Euro voltarão a ser iguais por muito que a nossa também querida Alemanha sonhe ou se fantasie.
    .
    Qaunto a nós, bem enfim num cenário extremista da União Europeia desabar (e não é assim tão raro, por exemplo aconteceu inesperadamente à União Soviética, à Ditadura de Salazar etc que numa noite ruiram),
    .
    a nós talvez aconteça uma nova Ditadura tal a ‘força’ duma parte da sociedade que resistirá, se necessário pela força, para conseradora e comodamente continuar a viver dos ‘Ouros do Brasil&Pimentas das Indias&Diamantes de Angola”
    .
    no em curso Tempo Tuga/União Europeia/Euro substituidos pelos apoios da União Europeia e pela secagem fiscal (aumentos e aumentos e perseguição fiscal, a pide eram meninos de coro ….) cujo resultado final são uns ‘conventos de mafra’ ora Centros Culturais de Belém mais outra artes de engenharia de auto-estradas, pontes, rotundas, repuxos & Cª Lda,

    .
    Tudo bonito mas …. terem tido a alta capacidade estadista de criarem Portugal NOVO com uma Economia e Criação de Riqueza ….. hoje compreendemos que o resultado final de tanta ‘Luz, Elite e Inteligencia Goernatia’, infelizmente, toda a gente sabe que nem com uma gata pelo rabo podemos. Triste, mas foi assim, é a Vida ou mais tuga style “o Destino.previamente escrito nas estrelas pelos deuses dos aléns” que assim morrem felizes isentos de responsabilidades, até ‘abençoados’ seja pelos que têm Fés ou pelos que têm fé que não há Fés por isso outra Fé.

    A ver vamos que telurismos este Junho trarão, em tuga ‘abandonemos-nos à forças da ‘Natureza’ ou ‘acaso’ …
    .
    Não sou contra nem a favor do BREXIT, realisticamente por cá estamos tão fracos e desleixados que não temos qualquer poder sobre esta matéria ou sobre quaisquer outras que nos cercam até aqui na vizinha Espanha: à ‘chico esperto inteletuaç-elite-politico’ a goernança é mão estendida a pedir esmola, sacar o que se puder seja à UE ou pel,os ‘portugueses’ a sacarem à má fila Impostos aos outros Portugueses,
    .
    é claro nada contra. Um apenas, assim nem os portugueses nem os Portugueses vão a lado nenhum, nem o p´-de-meia-império já temos, apenas uma terra duns 250/300 Km de largo e uns 800/900Km de comprimento, suficientes se for contrariado o que já diziam os romanos ‘aquela gente nem tem governadores nem gente que o saiba governar’.
    .
    Mas nada contra. Velho de 70 anos apenas digo: é, tem sido, a Vida.
    .

    .

    Gostar

  13. 22 Junho, 2016 15:36

    Thought Police is here to stay!

    Aguardai Q o pior ainda nào chegou!

    Gostar

  14. Flp permalink
    22 Junho, 2016 16:06

    Não percebi uma coisa. Vão vigiar só as aplicações a prazo ou também as contas à ordem? É que se vigiarem as contas à ordem a Banca vai perder muito, muito dinheiro.

    Isto não se trata de uma questão de «quem não deve não teme». As pessoas têm medo do Estado e não confiam. Esta medida vai assustar e haverá muita gente a pôr o dinheiro «no colchão». Além do mais os emigrantes desistirão do envio das remessas.

    Gostar

  15. 22 Junho, 2016 16:07

    Sou pelo cumprimento dos cidadãose das empresas com os impostos, embora os considere elevadíssimos e penalizantes em relação aos lucros. Penalizantes para os tugas, porque ocasionalmente surgem leis que “aliviam” impostos para certas actividades e para estrangeiros.
    Mas não me admiro quando sei que certos indivíduos e empresários não declaram todo o seu património e lucros, fogem ao Fisco e têm amores especiais por offshores…
    O que o Rui A. coloca no post é de facto desmotivante e preocupante.
    O desatinado e labrego AC-DC está cada vez mais refém doutros.

    Gostar

  16. 22 Junho, 2016 16:13

    Rui A.,

    A DGS e a PIDE-DGS era bem pior, se comparadas as épocas, processos e objectivos.

    Gostar

    • lucklucky permalink
      22 Junho, 2016 19:37

      Não era. A tortura hoje é legal.

      Gostar

      • 22 Junho, 2016 19:51

        A DGS e a PIDE-DGS actuavam ilegalmente ?
        Era o faroleiro das Berlengas que a dirigia ?

        Gostar

    • PiErre permalink
      22 Junho, 2016 21:00

      Garanto-lhe que não era pior. Sei bem o que digo. Vivi muito dentro desse regime e nunca fui salazarista. Os colectivistas, como então se dizia, é que inventavam historietas e espalhavam boatos.

      Gostar

      • 23 Junho, 2016 01:36

        É a sua opinião, mas discordo.
        Só um exemplo: a logística, os membros, os espaços da PIDE não eram estorietas nem boatos.

        Gostar

  17. LTR permalink
    22 Junho, 2016 16:14

    Vai haver tentativas de corrupção até dizer chega 🙂

    Gostar

  18. lucklucky permalink
    22 Junho, 2016 19:48

    “Esta nova PIDE, que recebe o entusiasmo das esquerdas, quer passar a saber tudo, mas absolutamente tudo, a seu respeito, incentiva a denúncia e a delação, não lhe permitirá qualquer reserva de privacidade. As esquerdas justificam-se com a patriótica necessidade de combater a «fuga ao fisco», mas o fisco certamente teria, ou melhor, tem outros meios para se fazer respeitar. ”

    Espero que esteja a incluir o PSD e CDS nestas “Esquerdas”.

    Os Portugueses, do PCP ao CDS transformaram o Dinheiro dos Outros na coisa mais importante da Vida. Logo temos obviamente a PIDE. Pois a PIDE é uma coisa muito Portuguesa.

    O resultado é mais e mais Inveja, Estagnação e Decadência.

    Sem ilegalidade a Liberdade não sobrevive. Mas como é obvio os Portugueses – e a maior parte das pessoas de todos os países- são estruturalmente Fascistas logo aquilo que falam sobre Liberdade não passam de declarações hipócritas.

    Ainda veremos os MJRB a defenderem uma camera atrás de cada pessoa e a sermos todos chipados , porque quem não deve não teme não é?

    Liked by 1 person

    • 22 Junho, 2016 19:57

      Tá equivocado a meu respeito. Não pertenço, reconsidere-me apartado d”os”. Ajo e penso por mim, sempre abominei e rejeito manadas, controles e controleiros.
      Sim, é isso mesmo: quem não deve não teme, embora também nesses casos ocasionalmente o justo paga pelo pecador.

      Gostar

      • lucklucky permalink
        23 Junho, 2016 02:08

        Não estou equivocado, basta você ter dito que quem não deve não teme, isso quer dizer que está disposto a dar todo o poder ao Estado.

        Lembre-se a Liberdade só aparece cometendo Ilegalidade.

        Liked by 1 person

  19. 23 Junho, 2016 00:32

    Se ouço mais alguma vez que quem não deve não teme acho que pego no primeiro pau, pedra, e prego com a coisa no focinho da besta.
    Olhem à volta, num dia normal. Vejam uma mulher, por exemplo. Uma mulher normal, sei lá, com uma blusa de manga curta e uma saia pelo joelho, bem disposta, sózinha, cantarolando uma música duma cantora pop enquanto abre a porta do carro.
    Não tem nada a temer, certo? Errado. Numa porção de países teria morte certa. Por tudo, a blusa, a saia, a música, o carro, o cantarolar.
    O que as bestas do não deve não teme não percebem é que são outros quem decide o que se deve temer.
    Os estados estão a montar máquinas de vigilância assustadoras, capazes de descobrir coisas que as pessoas preferem nem dizer aos amigos, à esposa, aos pais. Confiam assim tanto na honestidade de quem as maneja?
    Há uma coisa que é básica, básica repito: as pessoas têm o direito de ser desonestas, mentirosas, adúlteras, corruptas. Estão sujeitas a sofrer as consequências. Tudo isso faz parte de ser livre. Educação e condicionamento são opostos.
    Se Orwell ressuscitasse matava-se.

    Liked by 1 person

  20. JCA permalink
    23 Junho, 2016 03:08

    .
    À margem, embora já amanhã, o controverso Brexit (Out) ou Remain (In) ou porque tantos europeus desistiram do ‘totalitarismo’ do modelo ‘persecutorio’ da União Europeia/Euro:
    .
    .
    =The Big Guns Are Out: Soros, Rothschild Warn Of Brexit Doom; Osborne Threatens With “Suspending” Market
    http://www.zerohedge.com/news/2016-06-20/big-guns-are-out-soros-rothschild-warn-brexit-doom-osborne-threatens-suspending-mark
    .
    Why A UK Billionaire Believes Brexit Would Be “Good For The UK”
    http://www.zerohedge.com/news/2016-06-20/why-uk-billionaire-believes-brexit-would-be-good-uk
    .

    Gostar

  21. JCA permalink
    23 Junho, 2016 03:09

    .
    Brexit: Whose Interests Does the Bank of England’s Ardently Pro-EU Governor Really Serve?
    .
    In a letter to the London Telegraph, former finance ministers Nigel Lawson and Norman Lamont and former Conservative party leaders Iain Duncan Smith and Michael Howard wrote: “There has been startling dishonesty in the economic debate, with a woeful failure on the part of the Bank of England, the Treasury, and other official sources to present a fair and balanced analysis. They have been peddling phony forecasts and scare stories to back up the attempts of David Cameron and George Osborne to frighten the electorate into voting Remain.”
    .
    http://www.unz.com/efingleton/brexit-whose-interests-does-the-bank-of-englands-ardently-pro-eu-governor-really-serve/
    .
    .

    Gostar

  22. 23 Junho, 2016 11:12

    luck, 07:08,

    continua a interpretar mal a minha opinião.
    Eu, não me importo de dar todo o poder ao Estado ? — Homessa !

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: