Skip to content

Sobrará algum português que não seja funcionário público?

3 Fevereiro, 2017

Levantamento da contratação no Estado identifica cerca de 90 mil vínculos temporários. Só em março o Governo saberá o real número de precários. Regularização extraordinária deve avançar até outubro.

BE e PCP estão satisfeitos com levantamento do número de precários, mas querem que inclua também os contratados por falso outsourcing.

Advertisements
10 comentários leave one →
  1. Rão Arques permalink
    4 Fevereiro, 2017 00:18

    Não sabem quantos são nem ás quantas andam.

    Liked by 1 person

  2. 4 Fevereiro, 2017 00:40

    “Regularização extraordinária deve avançar até outubro.”
    E as eleições autárquicas são uma coincidência?
    O que vale é que até lá já teremos a troika cá dentro!

    Liked by 1 person

  3. Filipe Costa permalink
    4 Fevereiro, 2017 02:03

    Querem acabar com os 100 mil precários? Simples, dispensem-nos. Não há dinheiro para contratar mais sindicalistas.

    Gostar

  4. Monti permalink
    4 Fevereiro, 2017 08:43

    Ingovernáveis, com os chefes indígenas.
    Sai mais um estudo, mais um grupo que faz que trabalha.
    Muuito difícil, ir ao estado de pagamentos mensais, e em dois meses, tirar conclusões.
    Talvez que no próximo levantamento da população-censo demográfico, eh eh.

    Gostar

  5. 4 Fevereiro, 2017 09:45

    A muito breve prazo, quem não for já funcionário público terá pelo menos um(a) primo(a), um(a) sobrinho(a), um(a) marido (mulher) ou um(a) amante que o é.

    Gostar

  6. 4 Fevereiro, 2017 13:13

    Na União Soviética também eram todos funcionários públicos e acabou como todos sabemos.
    Na China viram o exemplo soviético e começaram a arrepiar caminho.

    É bom ser funcionário público: emprego garantido, ordenado certo e exigência quase nula. O problema é que se não houver privados para pagar impostos rapidamente o patrão (Estado) deixa de os poder sustentar.

    Liked by 1 person

  7. Arlindo da Costa permalink
    4 Fevereiro, 2017 19:31

    Até a Drª Helena consta das folhas de pagamento do «sector público».

    Gostar

    • sam permalink
      4 Fevereiro, 2017 21:26

      Arlindinho, que tu mamas na vaca do Estado ninguém tem dúvidas.

      Gostar

      • 4 Fevereiro, 2017 23:56

        Ou melhor, nas mamas de um empresário capitalista, que metade do que ganha, paga de impostos.
        São tão parvos os nossos empresários. Adoram pagar aos chulos da Esquerda que estão todos ligados por um cordão umbilical ao deus Estado!

        Liked by 1 person

  8. Rocco permalink
    5 Fevereiro, 2017 02:03

    Rua com estes gajos e corte de 50% nas mesadas dos outros.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: