Skip to content

Sturm und Drang

28 Junho, 2017

 

Uma semana depois da tragédia, quando já ninguém contava com tal, eis que vemos um líder político a pedir desculpa aos portugueses em Pedrógão Grande. Trata-se de Pedro Passos Coelho e a atitude tomada foi a correcta; faz parte das boas práticas da democracia que o vencedor das eleições assuma as devidas responsabilidades quando, posteriormente, as coisas correm mal. É o preço do sucesso, ou, como reza a frase que já foi utilizada por Churchill, Theodore Roosevelt e FDR, mas que todos associamos unicamente a Uncle Ben, tio do Homem-Aranha, “with great power comes great responsability”.

O presidente do PSD fez bem em retractar-se, uma vez que utilizou o tema do suicídio de uma forma totalmente desadequada e irresponsável. Não nos podemos esquecer do “efeito Werther”, o famoso suicídio por contágio, assim baptizado após uma série de jovens setecentistas apaixonados ter posto termo à vida depois de ler o terrível destino do personagem de Goethe. Trata-se pois de um assunto demasiado sensível para ser invocado sem os devidos cuidados e devemos reservá-lo, tal como fazemos com aquele charuto que nos trouxeram de Cuba, para as ocasiões certas. Associá-lo, por exemplo, a uma notícia intitulada “consequências da austeridade dos governos de direita” ou “consequências da austeridade dos governos do PS quando estes não são apoiados pelo PCP e BE”, é uma das boas abordagens ao fenómeno permitidas.

Embora concorde com o pedido de desculpas, julgo que Passos Coelho dispunha de outras saídas mais airosas do problema em que se meteu. Poderia começar por pedir publicamente esclarecimentos a vários órgãos internos do partido (“Caros membros da Comissão Política Nacional, como é possível que eu tenha dito isto?”; “Caros deputados do Grupo Parlamentar, o que é que me meteram na meia-de-leite?”; “Caros juristas do Conselho de Jurisdição Nacional, posso expulsar os deputados que tomaram o pequeno-almoço comigo?”) e, de seguida, exigir explicações (em público, naturalmente) a um qualquer vice-presidente do PSD. No final, para rematar, avançava para um pedido de averiguação cabal com vista ao apuramento de responsabilidades pelas infelizes declarações. Entretanto, quando o relatório estivesse concluído, já não existiriam portugueses vivos que se lembrassem do episódio.

Há quem diga que o líder da oposição, ao anunciar suicídios falsos, cometeu um verdadeiro: o seu próprio suicídio político. Julgo existir nesta análise alguma precipitação. É provável que Passos Coelho apenas tenha tido razão antes do tempo; da maneira que todas as entidades estão a empurrar as culpas para longe, não vai demorar muito até restar apenas a hipótese de suicídio colectivo para justificar as 64 mortes ocorridas. É só ir buscar o Werther à estante e puxar um bocadinho pela imaginação.

 

Anúncios
29 comentários leave one →
  1. Juromenha permalink
    28 Junho, 2017 23:09

    Mas sem a menor esperança de “Aufklaerung”…

    Gostar

  2. Cipião Numantino da Boina, anti comunofóbico. permalink
    29 Junho, 2017 00:09

    Outro que afirma que o vencedor das eleições foi Pedro Passos Coelho.
    É falso, quem ganhou as eleições foi o PSD e o grupo parlamentar do PSD tem os deputados que elegeu.

    Gostar

    • 29 Junho, 2017 00:59

      O AC-DC retirou o AJSeguro do poder “socialista”, não por mérito próprio, mas tão-só porque o subornado porteiro da sede do P”S” ao Rato, permitia-lhe a subida da escadaria até ao gabinete do AJSeguro. Uma vez entrado, abria com uma arame a gaveta dos documentos secretos do AJSeguro, lia-os, pedia à dona Gertrudes que os fotocopiassse,etc. e tal, mais o que se sabe…

      Gostar

      • Tiradentes permalink
        29 Junho, 2017 17:32

        A dona Gertrudes não é a tia do outro coiso?

        Gostar

      • Cipião Numantino da Boina, anti comunofóbico. permalink
        30 Junho, 2017 00:19

        A este só resta divagar.

        Gostar

  3. 29 Junho, 2017 00:54

    Óptimo, VCunha.

    A propósito de consequências de decisões de PM’s: A populaça costuma dizer que o Cavaco perdeu umas legislativas por causa dos protestos dos camionistas no Pragal. E outros (ou os mesmos) garantem que o Cavaco perdeu as legislativas por causa de ter abolido o feriado do Carnaval.
    Nunca tive e cada vez tenho menos dúvidas de que a volátil populaça tuga é um case study
    a não perder: avalia-se e condena-se o Cavaco só por aquilo; vão “compreender” e manter o AC-DC por mais que provável falta de justificações para se ilibar de responsabilidades durante o incêndio-tragédia ?

    Essa, VCunha, de sugerir ao maralhal parvo (governantes incluídos) para ir à estante buscar o Werther, é uma extraordinária machadada nesses indigentes e incultos. Parabéns.

    Gostar

  4. rão arques permalink
    29 Junho, 2017 08:31

    Não deixa de ser notável que numa ocasião destas seja Passos a estar na mira de um batalhão espingardas.
    Não pode ser suficiente um alegado deslize deste para esconder Costa na floresta ardida. Mas lá continua bem camuflado com a ajuda de encobridores disfarçados de rebusqueiros.
    E continuamos a aparar disto:
    “Governo mudou metade do comando da Protecção Civil em Abril”
    “Governo organizou focus group para saber impacto dos fogos na sua popularidade”
    Primeiro os nossos e a popularidade.
    Cuidado que o Salvador do peido vai na frente.

    Liked by 1 person

  5. Alexandre permalink
    29 Junho, 2017 09:02

    Na verdade, esta lacuna de Passos Coelho acaba por ser também uma falha do vosso «blog». Todos o tentam desculpar, como também é o seu caso.
    Por último, o chamado «efeito Werther» não existe. Não passa de outra tentativa patética do seu lado de desculpar o erro de Passos Coelho e do seu partido.

    Gostar

    • sam permalink
      29 Junho, 2017 18:52

      Comparando com a tua tentativa de branquear as responsabilidades de Costa e seus partidos geringonços sobre a morte efectiva de pelo menos 65 pessoas, não restam dúvidas, Xandinho: tu és verdadeiramente o Super-Pateta.

      Liked by 1 person

  6. piscoiso permalink
    29 Junho, 2017 09:56

    Coitado do Passos. Lá conseguiu que se falasse dele. Mas podia ter ido mais longe, especificando o número de suicidas e as coordenadas geográficas onde ocorreram.

    Gostar

    • sam permalink
      29 Junho, 2017 18:54

      Talvez o Costinha possa especificar as coordenadas dos desaparecidos que o governo se recusa a dar como mortos…

      Liked by 1 person

      • Cipião Numantino da Boina, anti comunofóbico. permalink
        30 Junho, 2017 00:23

        Mais um que não acompanha as noticias.
        O que sai da central de contra informação pafiosa, não tem credibilidade e está ultrapassada até engana o Passos da Coelha.

        Gostar

      • sam permalink
        30 Junho, 2017 14:59

        Caro comuna enlatado, continuas agarrado à Rádio Argel?

        Gostar

  7. 29 Junho, 2017 09:57

    O Ministro Capoulas, da Agricultura, que lá por se parecer com um porco não tem nada a ver com o campo, ficou eufórico com o assunto do suicídio dito pelo Passos Coelho. Afinal o grande mal do incêndio de Pedrogão Grande é o Passos Coelho e não ele, Ministro 17 anos.
    Retroactivamente, o Passos Coelho é o culpado do fogo.

    Liked by 1 person

    • 29 Junho, 2017 11:42

      Esse Capoulas. sempre que é ministro cria e alimenta problemas. Consegue passar sempre pelos pingos da chuva, talvez porque tem aquele riso alarve e subserviente.

      Gostar

  8. Ricciardi permalink
    29 Junho, 2017 10:39

    Um pedido de desculpas a ele próprio. Só pode.
    .
    Em vez de pedir desculpas a ele próprio, devia irradiar felicidade por, afinal, não se ter verificado suicídio algum.
    .
    Se fizesse isso a populaça até acreditava na sinceridade do homem.
    .
    Mas não. Ele não ficou feliz por estar enganado. Ele ficou extremamente triste por deixar de ter um argumento de arremesso partidário. Os suicídios que se lixem.
    .
    Ele ainda não percebeu que é um defundo político. É como aquelas almas penadas que pensam estar vivos estando mortos.
    .
    Rb

    Gostar

    • José Ribeiro permalink
      29 Junho, 2017 15:48

      Você próprio já é um defunto.
      Como se não bastasse as barbaridades que escreve no portadaloja, ainda vem para aqui empestar o ar e escrever mais tretas esquerdalhas. Porque não vão para a Venezuela ou Cuba experimentar as ideias canhotas? Irra!

      Gostar

    • 30 Junho, 2017 03:44

      Por estar um defunto político é que o Ricciardi lhe bate tanto. Se ele estivesse vivo fazia-lhe o quê?

      Gostar

  9. Arlindo da Costa permalink
    29 Junho, 2017 16:44

    Já se diz que o Passos Coelho mandou vir um feiticeiro do arquipélago dos Bijagós para fazer macumba contra o governo de Portugal.

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      29 Junho, 2017 17:35

      O feiticeiro que mandou vir aquela trovoada seca que queimou a fatídica árvore e depois mandou vir as condições atípicas?

      Liked by 1 person

      • 29 Junho, 2017 19:07

        A tal dona Gertrudes é meia-mana do tal coiso.

        O bruxo dos Bijagós não tem tusa nenhuma, para nada. Tal como o governo da geringonça. São uns moles interesseiros.

        Gostar

  10. Manuel A permalink
    29 Junho, 2017 16:50

    RB és um asno.

    As tuas tretas não convencem ninguém nem servem para nada, a não ser para concluir que não passas de um asno.

    Gostar

  11. 29 Junho, 2017 19:15

    Ouvi quase todo o debate na ARepública sobre o incêndio, causas, vítimas, consequências, o que o governo propões fazer e solucionar, e entre outras conclusões, estas: governo atabalhoado e mentiroso; nadinha confiável.
    Também hoje, o PC e o BE mais pareceram estar irmanados com o P”S”. Esteve muito bem o LMontenegro quando questionou o PC sobre o que diriam e fariam se a catástrofe tivesse ocorrido com um governo que não este da geringonça.

    Liked by 1 person

    • Filipe Costa permalink
      29 Junho, 2017 19:58

      Assim umas perguntas rápidas:
      – De quem depende o SIRESP?
      – De quem depende a Proteção civil?
      – De quem depende a GNR?
      – De quem depende a PSP?
      – De quem dependem os bombeiros?

      Responda e tem ai o ou a culpado(a).

      Liked by 1 person

      • 29 Junho, 2017 20:23

        Se exceptuarmos uns comunicados/relatórios desculpabilizantes mais umas entrevistas acerca do SIRESP e da GNR, actualmente dependem das duas agências de comunicação contratadas pelo governo para gerirem (e “informarem” o maralhal) acerca do que aconteceu. Dentro de uma, duas semanas, se verá até onde a geringonça aguentará pressões e resultados.
        Mas já há desde há dias indícios que as culpas surgirão suavisadas…
        Com mais ou menos choro da ministra (compreendo que se tenha sentido impotente e triste), o silêncio do secretário de estado e do AC-DC, mais umas cançonetas e umas massarocas solidárias, a populaça-NADA até desculpará o governo.

        Liked by 1 person

      • 30 Junho, 2017 04:03

        A raposa manhosa chamada António Costa vive agora num dilema.
        Se demite a Constança admite que o Governo dele falhou e se falhou transmite fraqueza para a opinião pública.
        Se não demite a Constança a responsabilidade da tragédia acaba por cair em cima dele.
        Em qualquer dos casos a raposa sente o incêndio perto do rabo.

        Gostar

  12. 29 Junho, 2017 22:58

    Costa não tem um pingo de vergonha. Pede explicações? A quem, se é PM? Aconteceu no mandato dele, ele deve explicações, e muitas. Não tem que pedi-las, tem que dá-las.
    Já estou mais que farto deste bando de ladrões profissionais. Tomaram o poder de assalto, são incompetentes, cobardes, e mesquinhos. Tudo o que corre bem é mérito deles, no resto é culpa da conjuntura ou do Passos Coelho.
    O modo como este incêndio tem sido tratado pelo governo e pelo presidencial idiota é nojento. Nojento. E vai haver mais incêndios, este ano. Há sempre. Portanto preparem-se para mais nojice institucional.
    E depois temos os bandos de subsidiados da Geringonça nos jornais, nos, blogues, nas redes sociais, a defender o indefensável, a conspurcar a memória dos mortos e o sofrimento dos sobreviventes. Esses nem se qualificam como nojentos, porque os porcos nunca tiveram nojo do chiqueiro.

    Gostar

  13. 30 Junho, 2017 03:12

    Ouvi um pouco o Quadratura do Círculo e mais uma vez concluí que o Pacheco Pereira está a fazer o papel de idiota útil.
    Não há um único programa que ele não ataque o PPCoelho. Impressionamte e sintomático.
    Chegará o programa que após uma semana sem que o PPCoelho tenha dito qualquer coisa, o PP, irritado, rebuscará qualquer coisa do PPC na semana anterior ou mais tarde ainda. Só para marcar “o ponto”.
    Ó PP respire um pouco ar puro, carago !

    Gostar

  14. JCA permalink
    1 Julho, 2017 09:25

    A nova POLITICA FLORESTA em aprovação politica aponta para os primeiros efeitos na flora pelo menos daqui a uns 10/15 anos; alguns apontamentos fundamentais sobre o que tomou a dianteira politica
    .
    quando a prioridade politica absoluta de Situacionistas, Oposicionistas, Partidos e Assembleia deveriam ser as soluçoes praticas para resolver imediatamente no terreno os prejuizos e miseria ocasionada às populações de Pedrogao, Castanheira, Figeuiro, Gois, Pampilhosa da Serra etc:
    .
    !)
    REORDENAMENTO FLORESTAL: não resolve incêndios na realidade HOJE da floresta Portuguesa nem o será como prova por exemplo o mais recente incêndio na Reserva Natural do estado Espanhol nos 50.000 ha do Parque Donana com 800 espécies vegetais sobretudo sobreiro, zimbro e o pinheiro manso

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Nacional_de_Doñana
    .
    2)
    BANCO DE TERRAS para reordenamento da propriedade privada surgiria mais uma vez ferido pela forte desconfiança dos Eleitores nos politico porque esconde previamente o SUBSOLO rural ocultando à esmagadora maioria o Mapa geológico das riquezas rochosas, minerais e demais minérios.
    .
    3)
    ESPECIES e MERCADO, a floresta não è jardinagem recreativa de caviar. A limpeza florestal sem rentabilidade continua a expulsar as polulações do Interior. O mercado das madeiras sem organização associativa municipal de VENDAS e sem preço justo acelera cada vez mais a desertificação do interior porque gera Prejuízo em vez de LUCRO aos produtores florestais.Por exemplo o pinho de crescimento lento é pago ao privado a metade do preço de Espanha.
    .
    4)
    PROTEÇAO CIVIL se organizada para a Floresta que teórica ou cientificamente deveria existir em Portugal. Mas não existe e è incompatível com ‘politicamentes corretos’. Donde obvio, estará sempre DESORGANIZADA para os incêndios etc do que è na PRATICA a Floresta e a População no Inteior exatamente HOJE, desperdiçando cerca de mil milhões de Euros anuais dos Impostos de todos no OE, valor divulgado na Comunicação Social
    .

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: