Skip to content

A ler

28 Agosto, 2017

Maria João Avillez: Vigiam-nos. Estão atentos. Estão de serviço. Mobilizados pelo pensamento único, uma nova forma de vida. Nunca se cansam. São ferozes na vigilância, implacáveis na perseguição, sonoros na censura

Anúncios
42 comentários leave one →
  1. Vitor permalink
    28 Agosto, 2017 12:18

    A propósito do regresso da censura estatal pela mão de uma tal CIG, antro de malucas socialistas e comunistas, que vivem às cavalitas dos contribuintes e a quem foi dada licença para perseguir e censurar, o Vasco Teixeira, CEO da Porto Editora, critica no Expresso online a postura censória do Governo e diz que nunca se viu uma coisa assim em democracia. O Vasco Teixeira engana-se duas vezes: primeiro, esquece que o Ministério da Educação promoveu, em 1975 e em 1976, a destruição de livros que estavam guardados nas bibliotecas dos principais liceus do país. Tudo o que eram livros supostamente favoráveis ao antigo regime foi queimado. Segundo, ignora que a censura está há muitos anos instalada nos meios académicos nas áreas das humanidades e ciências sociais. Os marxistas culturais e toda a canalha que odeia a civilização ocidental, a liberdade e o capitalismo não deixam entrar na Academia e muito menos prosperar quem não se submete à ideologia marxista. Nos media é a mesma coisa. O que o Vasco Teixeira devia ter feito, se tivesse tomates para isso, era ignorar a “ordem” do Governo e recusar retirar os livros do mercado. Não o fez, cumpriu as ordens dos novos inquisidores e, com a sua cobardia, abriu as portas a mais censura.

    Liked by 3 people

    • Manuel permalink
      28 Agosto, 2017 13:12

      Excelente comentário.

      Gostar

      • BandoDeCorruptos permalink
        30 Agosto, 2017 23:47

        Portanto… a filha dum violador de crianças, que ficou impune apesar de todo o país o ter podido ouvir a conspirar para acabar com o processo judicial, filha essa de violador que começou a apresentar programas na televisão estatal quando era aluna do primeiro ano de comunicação social e, por coincidência nunca averiguada, o seu papá violador de crianças era ministro começou um processo em que umas esganiçadas censuraram um livro.
        E o tiririca dos afectos (sem ofensa para o verdadeiro Tiririca!) acha isto o normal funcionamento das instituições.
        Vai ser linda a queda desta merda mal-frequentada a que chamam país.

        Gostar

    • Manuel Assis Teixeira permalink
      28 Agosto, 2017 13:35

      Exactamente! O Vasco Teixeira não os teve no sítio! Vem agora no Expresso levantar crítica mas só depois de ver o clamor que se gerou! Quer agradar a todos! Retirou os livrinhos porque está também amesendado à mesa do orçamento! E isso obriga-o a prestar a cumprir o diktact do sinistro Cabrita e da sinistar CIG censores de serviço neste caso.

      Liked by 1 person

    • LDM permalink
      28 Agosto, 2017 14:13

      Muito bem.

      Gostar

    • Rocco permalink
      28 Agosto, 2017 15:05

      É isso mesmo!

      Gostar

    • Euro2cent permalink
      28 Agosto, 2017 20:25

      As editoras de livros escolares são quem lucra com a abjecta política de fazer os pais pagar e as crianças carregar toneladas de papel (10kg e 300euros para os de 11 anos) que são desenhados para deitar fora no fim do ano.

      Foi um grande progresso democrático sobre os livros únicos duráveis e baratíssimos do “tenebroso obscurantismo” que montou a rede escolar estatal portuguesa.

      (Mas não desesperem, para o ano ou depois vamos poder pagar “plataformas digitais” que dêem mais lucro com menos papel, para quem preferir crianças sem escoliose.)

      Liked by 1 person

    • 30 Agosto, 2017 01:24

      A Porto Editora podia ter-se recusado a retirar os livros. E as outras editoras podiam ter sido solidárias. E o povinho podia ter gritado nas ruas, porque censura e liberdade são incompatíveis.
      Nada disso aconteceu. O que aconteceu foi que a CIG ganhou. Mais “recomendações” virão.
      Começo a compreender como se constrói uma ditadura. Provavelmente foi assim com a última que cá tivémos. Devagarinho e sem ninguém se ralar muito.

      Gostar

  2. Procópio permalink
    28 Agosto, 2017 13:25

    Sim Helena, boa escolha. Essa prosa fica para a posteridade.
    A sociedade fracturada avança sem oposição. Com berloques e os jeróimos era tudo nacionalizado, a trabalhar na Indústria Pesada ou na Reforma Agrária. Os serviços passavam a ser ocupados por milhares de amigos.
    O pêésse já faz pela calada, o nepotismo é por demais evidente a começar pelo césar.
    A súciedade em vista assemelha-se à da venezuela sem petróleo, numa desunião europeia em decadência.
    Os abutres continuarão a dar crédito a conta gotas, sabem onde o irão buscar. Como se negoceia bem por debaixo da mesa com os xuxialistas!
    Comecemos pelos recursos do mar que não estão ao alcance das empresas portuguesas…
    A jogada é sempre a mesma, quem governa decide quem vai explorar. A regra dos 20 a 15% funciona para os felizardos que enchem a boca sobre o estado social, tecem loas à demucracia de parceria com estafados filósufus prometendo dar o tal e dois tostões.
    É fácil dá milhões e aparecem na tv a toda a hora.
    http://www.dn.pt/portugal/interior/portugal-tenta-duplicar-territorio-maritimo-8703814.html
    Em termos de recursos minerais, imaginem, convém passar pelo “militante”!
    http://www.omilitante.pcp.pt/pt/323/Economia/785/Recursos-geol%C3%B3gicos—Uma-importante-base-para-o-desenvolvimento-de-Portugal.htm
    Preparados estão já hoje para abocanhar no futuro.
    Assim se prepara um sítio cada vez mais mal frequentado, forjando aparências e ilusões,, por entre festas e folguedos, atacando quem tem coragem de dizer NÃO, bem tudo o que mexe no sentido da probidade e da decência.
    Ressoam os clichés, “fássista”, “neo liberal”, “xenófobo”, “DIREITA” colados à novo língua perversa dos nossos dias sombrios. Quem não está com eles é contra eles e deve ser eliminado por todos os meios ao seu alcance.
    Lembram-se dos “moderados” almeida santos. jorge coelho?
    Agora aguentem com a catarina , as mortáguas, o galamba e o césar sem vergonha.
    Por enquanto é só falar, logo que possam tentarão passar à acção.
    Os beijinhos do celinho virão tarde.

    Gostar

  3. Juromenha permalink
    28 Agosto, 2017 13:37

    Deliberadamente grosseiro : irá o gado eleitoral mostrar um mínimo de discernimento e, vá lá, vergonha alheia, no próximo 1 de 0utubro?…
    Um pequeno sinal, mas um sinal enfim,que revelasse rejeição face a esta corja de bandalhos ignaros, corruptos e de uma menoridade mental que raia o ofensivo,

    Gostar

  4. Tiradentes permalink
    28 Agosto, 2017 13:44

    A caracterização das tias sempre vigilantes

    Gostar

  5. Alain Bick permalink
    28 Agosto, 2017 14:31

    dão-se alvíssaras a quem encontrar os tomates do merdas

    Gostar

  6. Vitor permalink
    28 Agosto, 2017 14:50

    Ao aceitar retirar os livros de atividades do mercado, cumprindo uma recomendação do Governo, O CEO da Porto Editora, Vasco Teixeira, enviou uma mensagem aos portugueses. E essa mensagem é simples: nem mesmo um grande empresário, bilionário, com negócios em Portugal, Moçambique e Angola, provavelmente o maior editor de livros escolares do País, é capaz de resistir a uma recomendação do Governo, apesar de não fundamentada e cujos considerandos não respeitam os factos. Os citados Livros de Atividades não indiciam qualquer discriminação contra as raparigas, apenas não veiculam a ideologia do género acriticamente preponderante nas esferas dirigentes do Ministério da Educação. Imaginem o que seria se os citados livros veiculassem qualquer tipo de discriminaçao contra as raparigas!
    A CIG, Comissão para a Igualdade de Género, é um antro de chanfradas saídas dos departamentos de educação e de ciências sociais das universidades portuguesas, a quem o Governo de Costa deu poder para perseguirem e censurarem todos os que não aceitem veicular a ideologia neomarxista preponderante nesses meios. Vasco Teixeira perdeu uma grande oportunidade para mostrar às chanfradas da CIG que elas não metem medo a ninguém e que, na verdade, não passam de chanfradas e ignorantes, e que como tal precisam de ser denunciadas. Abriu o caminho para a capitulação. A partir de agora, como é que os pequenos editores e as pessoas vulgares vão poder resistir às “fatuas” das chanfradas se nem o maior editor português, bilionário, foi capaz de lhes fazer frente?

    Liked by 1 person

    • Rocco permalink
      28 Agosto, 2017 15:08

      Para já, e até ver, só a Altice está a bater o pé ao (des)governo porcalhão…

      Gostar

  7. Vitor permalink
    28 Agosto, 2017 15:16

    Convém ter presente que essa coisa da CIG; Comissão para a Igualdade de Género, já vem dos tempos do Governo PSD/CDS/Passos Coelho, embora, nessa altura, o citado antro de chanfradas não teve oportunidade nem autorização para exercer o poder censório com a desfaçatez de agora. A diferença é que, nos tempos de Passos Coelho, a CIG apenas se dedicava a promover e a financiar estudos em favor da causa e agora, com o Governo da Costa, ganhou poderes de perseguição e censura. Aquilo é uma antro de censoras que, à semelhança do que acontecia com as comissões de censura do Estado Novo, dedicam o tempo a recolher informações e a catalogar essas informação, criando índexes de obras proibidas e autores a abater. Na prática, a CIG já funciona como se fosse um tribunal. A pouco e pouco vão banir do mercado todas as obras que não veiculem os valores da causa: o normal é a promoção da ideologia e práticas dos LGBTIZ?!, pôr os meninos a vestir saias e a pintar os lábios e tudo o mais que torne indistinto aquilo que a natureza e a biologia distinguiram em matéria de sexo. As chanfradas têm mentes doentias. Se as deixarem, em breve elas vão retirar das bibliotecas e das livrarias todos os clássicos, de Homero, a Virgílio, passando por Camões e Cervantes. Todas as grandes obras literárias se afastam, no conteúdo e na forma, da ideologia neonazi destas chanfradas. Que o PSD e o CDS se calem face ao poder censório da CIG é algo que assusta. Até partidos que supostamente são anticomunistas já se deixaram contaminar pelo marxismo cultural.

    Liked by 1 person

  8. Juromenha permalink
    28 Agosto, 2017 15:21

    E nenhuma menção à transatlântica “mão que embala o berço”‘ ?.
    A que,através das inúmeras “agências”, deu guarida ás infames Pagin e Aído do infame Zapatero?
    A que aconselha, protege e “sugere” um financiamento, sem problemas e sem perguntas, `”loca infecta” do sebáceo boaventura?…’

    Gostar

  9. Procópio permalink
    28 Agosto, 2017 15:42

    Vítor, os bilionários inclinam para a esquerda
    Os oito mais ricos do mundo – possuem mais do que metade da riqueza do mundo, são declaradamente esquerdistas.
    1. Bill Gates, fundador da Microsoft. Fortuna: $75 biliões.
    2. Amancio Ortega Gaona, fundador espanhol da empresa de moda Inditex. Fortuna: $67 biliões. A sua Fundacion Amancio Ortega está ligada a várias associações de esquerda.
    3. Warren E. Buffett, Fortuna: $60.8 biliões.
    4. Carlos Slim Helú, magnata mexicano das telecomunicações. Fortuna: $50 biliões. Principal investidor do jornal esquerdista New York Times. É forte defensor da imigração ilegal nos Estados Unidos.
    5. Jeff Bezos, fundador da Amazon. Fortuna: $45.2 biliões. Proprietário do Washington Post, que, num editorial disse que trabalhadores estrangeiros deveriam substituir os americanos.
    6. Mark Zuckerberg, criador do Facebook. Fortuna: $44.6 biliões. Defende o esquerdismo globalista, e a política alemã de “portas abertas”.
    7. Lawrence J. Ellison, fundador da Oracle. Fortuna: $43.6 biliões. Assim como Zuckerberg, apoia imigração ilegal.
    8. Michael R. Bloomberg, ex-prefeito de Nova York. Fortuna: $40 biliões. Sempre apoiou as políticas de esquerda
    Ser esquerdista significa ser a favor da maior elite do mundo e defender a mais extrema das desigualdades. As políticas esquerdistas e as geringonças dão para viver à grande.
    É o capitalismo dos compadres a funcionar de braço dado com as mafias de colarinho branco, tal como a do ddt e o 44, seu capataz. Os mais fracos e menos avisados são eliminados para evitar a concorrência.
    No fim de 2016 a Esquerda lá esteve a garantir salários milionários
    “PS, PCP e Bloco de Esquerda votaram esta quarta-feira contra os projectos de lei do PSD e do CDS-PP para limitar os salários dos administradores da Caixa Geral de Depósitos (CGD). Apesar da polémica, Paulo Macedo vai mesmo auferir um salário de 423 mil euros por ano, acrescido de prémio de desempenho até 50% desse valor: 650 mil euros no total”.

    Leia “O Mínimo que Você Precisa Saber Para Não Ser um Idiota”. eBook Kindle,

    Gostar

    • 28 Agosto, 2017 17:28

      (((Capitalistas))) e (((Marxistas))), o que é que têm eles em comum…

      Gostar

    • 28 Agosto, 2017 23:58

      Oh Procópio, não.

      O problema é o Trump, esse extrema-direitista, pá.

      Gostar

    • 30 Agosto, 2017 05:00

      Lá que a tribo se proteja através de um ‘populismo’(?) que os perserve de eventuais invejas e escandalosas críticas, compreendo. Só não compreendo se isso significa qualquer adesão ao ideário de esquerda (?) ainda que velado e hipócrita. Eles são, muito simplesmente, ricos e bem sucedidos – ainda que possa ter havido muita aldrabice pelo camino -num mundo em que todos parecem prefrir a proteção à iniciativa e ao trabalho. A maioria, especialmente nos países pobres que vivem mais no receio de serem explorados do que de serem despedidos – veja-se o caso da Autoeuropa – é de esquerda porque pensa, sonha, imagina, acredita que todas aquelas promessas políticas que a esquerda lhes impinge são o que mostra o poder reivindicativo do povo, mesmo quando as promessas não têm fundamento na realidade e quem fica na maior são sempre os que têm a faca e o queijo na mão e que detêm os meios para fazer valer as suas exigências e podem até alterar ou ‘descodificar’ a legislação de modo favorável. Ser de esquerda ou de direita, ou mesmo aparenta~lo, deve ser o que menos lhes interessa. O que importa é parecer, fazer crer ao mundo, que têm procedimentos socialmente corretos. Talvez que isso seja o tal ‘populismo’ que ainda não percebi lá muito bem o que seja mas que serve igualmente as bancadas dos dois lados. Na prática tudo continua como sempre foi!
      E, já agora, penso que se há quem mereça o que ganha é Paulo Macedo. Discreto, empenhado nas tarefas a que é chamado e sem que daí lhe venham especiais benesses porque ele pode ganhar o que ganha ou mais em qualquer lugar.

      Gostar

  10. Aventino permalink
    28 Agosto, 2017 16:40

    Se fosse de esquerda, teria medo que se instalasse em Portugal
    a “JUSTIÇA da MEIA-NOITE”.

    Gostar

  11. Arlindo da Costa permalink
    28 Agosto, 2017 17:14

    A tia Avillez 🙂 no tempo da ditadura e do fascismo é que era bom! Não lhe faziam vigilância. Agora parece que há uns maluquinhos que fazem vigilância ao que ela «faz», «pensa» e «escreve»….tadinha 🙂

    Gostar

    • Euro2cent permalink
      28 Agosto, 2017 20:11

      > no tempo da ditadura e do fascismo é que era bom

      Por acaso é verdade (embora faltem aí umas aspas nessa frase, isso do “fascismo” é publicidade enganosa).

      Mas sim, mandavam-se bojardas muito maiores sem ninguém pestanejar, e os directores dos jornais eram todos contra o governo. Os policias eram poucos e mal pagos, não havia dinheiro para “agentes culturais”.

      Agora é sabujos a perder de vista, pendurados em tudo quanto é galho do orçamento.

      Liked by 1 person

      • Colono permalink
        28 Agosto, 2017 21:00

        Na terra do teu amado e patrono… um guru, violou duas jovens menores… O povaréu seguidor do guru revoltou.se contra o governo devido à sentença que condenou o “gurila”.. a vinte e .tal anos de cadeia…

        Já vai em 200 mortos…

        Onde param as puritanas do BE e do teu partido ( isabéis moreiras) .? Será por o dito guru ser indiano?

        Perguntar naõa ofende!

        Gostar

    • JgMenos permalink
      29 Agosto, 2017 10:58

      As tuas máscaras de riso são a imagem clara da tua imbecilidade e daquele piroso ressabiamento que inveja quem nasceu em casa onde se sabe usar talheres.

      Gostar

      • BandoDeCorruptos permalink
        29 Agosto, 2017 18:08

        Nem por isso JgMenos! Conheço um menino benzoca, que nunca gostou de trabalhar na vida e por isso foi funcionário da cgd, onde, segundo o próprio, tinha a imensa chatice de picar o ponto e esperar pela hora de sair, quando não estava como assessor no gabinete dos pm chuchas (entretanto reformou-se da cgd) que apanhei aqui a comentar com pseudóminos como este. É bom não esquecer a quantidade de vermes que o 44 pagava para fazerem desinformação nos blogues que não estavam a seu mando. Acham que o arlindo, o piscoiso, o ricciardi e outras bostas que tais são uns pobres coitados anónimos que passam a vida aqui ou recebem para desinformarem?
        .
        A inveja ainda é uma fraqueza humana que pode levar a pessoa a fazer pela vida, mas há moluscos, que tendo tido acesso a tudo, apenas não tiveram o carácter suficiente para trabalharem seriamente e preferem encostar-se a quem todos rouba, para ficarem com umas migalhas e viverem sem esforço (e, provavelmente, também gostam das festas da coca e do sexo com tudo e mais alguma coisa). Ao que eu conheço nem capacidades intelectuais lhe faltaram, faltou mesmo foi o carácter para poder viver, honestamente, do seu esforço.

        Gostar

      • 30 Agosto, 2017 05:03

        Não chega usar os pausinhos do sushi???

        Gostar

  12. Procópio permalink
    28 Agosto, 2017 17:28

    LIVRA-TE DO VINAGRE FEITO DE VINHO DOCE E DA CÓLERA DOS MANSOS POR NATUREZA. Benjamin Franklin

    Gostar

  13. Procópio permalink
    28 Agosto, 2017 17:46

    “Estão atentos. Estão.
    Estão de serviço. Sem dúvida.
    Mobilizados pelo pensamento único, uma nova forma de vida. Fanáticos
    Nunca se cansam. Incansáveis.
    São ferozes na vigilância, implacáveis na perseguição, sonoros na censura. Sempre

    Para onde querem levar o “nosso povo”? Fala quem sabe e quem os conhece de ginjeira.
    https://mail.google.com/mail/u/0/#inbox/15e0ec4a99819344?projector=1

    Gostar

  14. 28 Agosto, 2017 18:07

    Não me digam que correram com os neo liberais da rtp3 ? aquilo parece a redacção do observador e do blasfêmias.

    Gostar

    • sam permalink
      30 Agosto, 2017 15:05

      A Altice vai tirar-lhes a mama, tadinha da esquerdalhada…

      Gostar

  15. basto_eu permalink
    28 Agosto, 2017 19:11

    Uma geringonça é, e será sempre, uma geringonça. E não é por ser composta pelas filhas do assaltante Camilo, pela atriz falhada fatelas ou ainda por galambas socialistas frustrados que ela vai ganhar credibilidade, já para não falar do prof. dr César dos Açores e do célinho das beijufas.
    Mais tarde ou mais cedo ela vai dar o berro e não é o chefe deste grupo de deslocados frustrados aflitos que lhe vai valer.
    Esta cambada esquerdelha da próxima vez que levar na tromba da direita nem vai saber com que puta joga o vinte…

    Gostar

  16. pipi permalink
    28 Agosto, 2017 20:24

    Mas será que já não há nenhum “chefe de família” que seja capaz de “dizer” a estas “donas” Avillezes (com dois eles) e plebeias Helenas (com apenas um ele) que a sua forma de vida tradicional e natural não consiste em mandar bocas sobre assuntos políticos ou culturais, mas sim em dedicarem-se à costura e à culinária?
    Mulheres histéricas ou esganiçadas são uma degeneração esquerdista. Não precisamos disso na família tradicional e conservadora de direita.

    Gostar

  17. Procópio permalink
    28 Agosto, 2017 20:49

    Os trolls, por muito atrasados e miseráveis que sejam, têm lugar no blog.
    Noutros seriam logo censurados.

    Liked by 1 person

  18. pipi permalink
    28 Agosto, 2017 22:19

    Eu sou atrasado e muito orgulhoso de o ser. Não gosto desses novos costumes e ideias “pogressistas”, sempre muito “avançados”, que misturam e confundem os papéis sociais e as identidades feminina e masculina. Mas não sou miserável, pois tenho a companhia desse grande aristocrata e filósofo antigo (e não filósofa) Aristóteles que afirmou que “as mulheres são homens incompletos e imperfeitos”, e como tal devem estar submetidas à governação dos homens e não se devem meter nos assuntos e actividades próprias dos homens.
    Dizer o contrário é um sinal de que os marxistas culturais já estão a ganhar a guerra que a direita não pode perder. Mas para não perdermos a guerra não podemos ser hipócritas, e nessa medida temos de recuperar todos aqueles ideais e práticas conservadoras que são os alicerces da nossa civilização católica-romana e começar a dar o exemplo na nossa própria casa.

    Gostar

  19. 30 Agosto, 2017 14:48

    Curioso que quando havia mesmo censura em Portugal, nunca se tenho ouvido desta senhora a mais leve indignação .

    Gostar

    • sam permalink
      30 Agosto, 2017 14:59

      Fosga-se, Abel, andaste a controlar os jornais de há setenta anos atrás? Ou deste um saltinho à Russia para examinar a ficha PIDE da senhora? O espírito da Stasi está-te no sangue…

      Gostar

      • 30 Agosto, 2017 15:07

        Caro Sam, estava m Caxias na altura por publicar um texto contra a guerra e não me lembro dessa senhora do lado de cada barricada . Quanto a ti , a tua cara não me é estranha e até te confundo com um dos meus queridos torturadores .

        Gostar

      • sam permalink
        30 Agosto, 2017 20:27

        “um texto contra a guerra”
        Devia ser certamente um ensaio sobre a invasão da Checoslováquia.
        Foi pena não te terem mandado para o gulag. A tua memória funcionaria bem melhor…

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: