Skip to content

na vitória de rui rio

14 Janeiro, 2018
by

Nunca acreditei na vitória de Rui Rio nas eleições internas do PSD. Parecia-me que a máquina do partido se movia maioritariamente contra ele, sendo que as suas prestações na campanha, sobretudo no primeiro debate televisivo, foram muito más, julgando eu que não mobilizariam ninguém. Rio – e não fui o único a escrevê-lo – parecia estar fora da política, ao contrário de Santana, cujas mil e uma vidas lhe voltaram a dar uma capacidade de combate que me impressionou. Todavia, pode ter sido essa a vantagem do agora presidente eleito: as pessoas comuns estão fartas de políticos e podem ter preferido quem mais aparenta estar-lhes próximo e distante dos conventículos partidários. Rio ganhou. Parabéns a Rui Rio.

Ao invés da opinião dominante, não acredito que Rio esteja disposto a facilitar a vida a António Costa e ao governo do PS. Como, aliás, também escrevi, parece-me que ele será um líder mais assertivo contra o PS, do que Santana poderia ter sido. Acredito nisso, por diferentes razões, mas, sobretudo, porque Rio tem um killer instinct, que o longo tempo de espera para a liderança do PSD terá certamente refinado, que Santana, habituado, de há muito, a convier com a política lisboeta, já não tem, se é que alguma vez teve. Por isso, acho que Rio vai surpreender na oposição que vai fazer a António Costa, bem como nas relações internas do seu partido, onde certamente não será um pau mandado dos baronetes que ajudaram a elegê-lo. Cavaco também foi eleito por alguns, e virou as costas a quase todos. Pense-se em Eurico de Melo, Carlos Macedo (que expulsou do partido) ou o pessoal da «Nova Esperança».

Posto isto, reafirmo o que sempre disse: Rui Rio está excessivamente velho para ser um líder de longo prazo, e a direita portuguesa precisa de muito tempo para se estabilizar e encontrar um projecto alternativo ao socialismo. O futuro do PSD e de um projecto de direita para o país dificilmente passarão por aqui. Mas, tal como me enganei no vaticínio sobre as eleições do partido laranja, talvez me possa enganar sobre isto. Mas duvido muito: a vida é o que é e o tempo não pára.

statlerwaldorf

Anúncios
10 comentários leave one →
  1. Artista Português permalink
    14 Janeiro, 2018 10:43

    Oxalá que aproveite a deixa do PS e inicie o mandato mostrando ser claramente contra o regabofe do financiamento oligárquico. Era entrar com o pé direito…

    Gostar

  2. Manuel permalink
    14 Janeiro, 2018 10:47

    Somos dois. Pode ser que o partido não seja tão mau como eu pensava e ainda exista alguma réstia de esperança de dar a volta à cleptocracia.

    Gostar

  3. Vasco Abreu permalink
    14 Janeiro, 2018 10:58

    Comparem os resultados finais com as sondagens, nomeadamente as da Aximage, aquela que dá a Costa intenções de votos acima de 40%! A diferença entre as previsões e os resultados é só de cerca de 20%, para ambos os candidatos, Rui e Santana! Haja vergonha!

    NB.: Depois queixem-se dos Trump deste mundo e da sua guerra aberta contra os media!

    http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/rui-rio-esmaga-santana-lopes-mas-continua-longe-de-costa

    Gostar

  4. licas permalink
    14 Janeiro, 2018 11:02

    Também concordo com o defice de “killer instinct” de Santana Lopes.
    Ele mostrou-se a meu ver ao longo dos anos um tanto “blasé “, a meu ver, repito.
    Atrevo-me a acrescentar que não foi feito para a política, mundo inverso da “polidez”.
    Rui Rui é mais “sacana”, o que pode ser um trunfo.

    Gostar

  5. 14 Janeiro, 2018 11:05

    Concordando cna generalidade da análise, exceto quanto ao PSD ser um partido de direita, pois nunca foi nem será, pelo menos enquanto a maioria dos militantes for social-democrata.

    Gostar

  6. Weltenbummler permalink
    14 Janeiro, 2018 11:29

    ‘Povo que lavas no rio’

    Gostar

  7. basto_eu permalink
    14 Janeiro, 2018 11:43

    A queda do império xuxalista começou ontem.
    No pedestal, Costa agora rodeado por quatro, só tem que escolher qual deles prefere para o tirar de lá para fora…

    Gostar

  8. LTR permalink
    14 Janeiro, 2018 12:08

    Quando alguém entra no gabinete do Rio com tretas, se calhar ele levanta o post-it com o “não” e a conversa acabou. O Santana Lopes ouve, conversa, faz uma declaração, marca 7 reuniões e 18 debates, fala no Sá Carneiro e depois diz não e vai fazer a sesta. É só isto.

    Liked by 1 person

  9. VFS permalink
    14 Janeiro, 2018 13:00

    O PSD está cada vez mais fracturado. Rio tem muito que fazer. Será capaz?
    E já estou a imaginar a Ferreira Leite como Ministra de Estado e das Finanças…

    Gostar

  10. PA, permalink
    14 Janeiro, 2018 23:14

    Não é a idade que lhe vei tirar o killer instict.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: