Saltar para o conteúdo

Este homem tem um parafuso fora do sítio

28 Dezembro, 2018

António Anselmo, presidente da Câmara Municipal de Borba, disse estar orgulhoso do Estado por o Governo ter anunciado que vai avançar com o pagamento de indemnizações às vítimas da queda da estrada 255 em Borba

Anúncios
35 comentários leave one →
  1. becas permalink
    28 Dezembro, 2018 11:08

    Já tinha notado isso

    Liked by 1 person

  2. 28 Dezembro, 2018 11:10

    Este homem é uma nova estratégia PS para conquistar CM. Trata-se de um PS que fingiu ter perdido o apoio do partido e concorre como independente, tendo no cargo toda uma actuação pro PS. A tanto vão hoje em dia as manobras de Poder entre o Governo e as 486 ditaduras locais!

    Liked by 3 people

  3. rão arques permalink
    28 Dezembro, 2018 11:11

    PARAFUSOS HÁ MUITOS
    Alguns bem afinados para fazerem recair a arga das culpas no desamparado autarca.
    Os autores do relatório que descarregam no parafuso do Anselmo, obrigam-se a explicar preliminarmente quem é responsável por ter deixado chegar a exploração até à prumada da borda da estrada.
    Foi esse desleixo que provocou a ruina da estrada, responsabilidade que não pode recair sobre o homem de Borba, mas sim ao sistema de fiscalização tutelado pelo governo central. Não nos atirem pedaços de mármore aos olhos.

    Gostar

    • Manuel permalink
      28 Dezembro, 2018 11:56

      O autarca devia ter mandado fechar a estrada, assim, está feito. Solidariamente, é responsável.

      Liked by 2 people

      • rão arques permalink
        28 Dezembro, 2018 12:27

        Antes disso a exploração devia ter sido fiscalizada e não permitir o avanço anunciado para a tragédia.

        Liked by 1 person

      • Martim Moniz permalink
        28 Dezembro, 2018 19:16

        Antes disso tudo o regime(pós abrilino)devia ter sido organizado de maneira a que os canalhas/incompetentes/corruptos de governo central e das autarquias não pudessem aceder aos ditos cargos.

        Gostar

  4. 28 Dezembro, 2018 12:48

    Não há responsabilidades a imputar a ninguém, estamos no pós 25 do quatro!!!

    Liked by 3 people

  5. PA, permalink
    28 Dezembro, 2018 13:04

    Quando li a noticia pensei ” este bebedola está maluco”, parece que não errei.

    Liked by 2 people

  6. weltenbummler permalink
    28 Dezembro, 2018 15:19

    mais uma BOSTA

    Liked by 2 people

  7. José Ramos permalink
    28 Dezembro, 2018 15:39

    O homem é, certamente, um idiota.

    Liked by 1 person

  8. 28 Dezembro, 2018 19:32

    Os empresários das extrativas que desmontaram mármore até à berma da estrada, quando deviam ter ficado a 50 metros de distância, de um lado e do outro, esses, não têm culpa nenhuma, claro está!
    O que a Câmara de Borba fez foi, na prática, foi seguir o guião “quanto menos Estado, melhor!”

    Gostar

    • 29 Dezembro, 2018 11:22

      Os empresários são os principais culpados! Agora, porque é que permitiram que ele o fizesse? Carlos Reis quantos governos passaram PS/PSD/CDS sem nada acontecer porque de certeza esse empresário pagou palmo a palmo que chegava à estrada em subornos aos autarcas de Borba e aos fiscais da agência de geologia!

      Gostar

  9. Carlos Reis permalink
    28 Dezembro, 2018 19:39

    Sim sim,e o empresário que escavou para lá dos limites, quantos parafusos tem no sítio?

    Gostar

    • 29 Dezembro, 2018 11:19

      Nenhum! Agora porque é que permitiram que ele o fizesse? Carlos Reis quantos governos passaram PS/PSD/CDS sem nada acontecer porque de certeza esse empresário pagou palmo a palmo que chegava à estrada em subornos aos autarcas de Borba e aos fiscais da agência de geologia!

      Gostar

    • Colono permalink
      29 Dezembro, 2018 17:30

      É precisamente para evitar casos de “abuso de empresários” que existe uma Brigada de Fiscalização de Obras do Estado…. Essa brigada e o autarca, tinham por obrigação embargarem a obra …. Tão simples quanto isso!

      Liked by 1 person

      • Colono permalink
        29 Dezembro, 2018 17:36

        Caro Sr Reis

        E mais lhe pergunto:— Foi o empreiteiro que construiu a estrada?

        Liked by 1 person

      • Carlos Reis permalink
        30 Dezembro, 2018 12:08

        E o Sr. acha que a estrada foi construída antes ou depois de ultrapassados todos os limites do bom senso?
        Atenção, não estou a defender a total irresponsabilidade do estado.
        A autarquia ou quem de direito, deveria ter embargado a obra a tempo e horas.

        Gostar

  10. Velho do Restelo permalink
    28 Dezembro, 2018 19:50

    O que mais admiro nesta triste história de Borba, é o desplante de dizer em público que se discutiu o caso (em várias reuniões), mas como não houve “consenso”, ficou tudo na mesma ! Serão isto reminiscências do PREC, em que a soldadesca votava de braço no ar a ordem do dia ? E depois admiram-se por a democracia estar em crise …

    Liked by 1 person

  11. A. R permalink
    28 Dezembro, 2018 22:13

    Deve ser comuna

    Liked by 1 person

  12. procópio permalink
    28 Dezembro, 2018 22:23

    O anselmo é mais um, são mais que muitos e ainda há quem vote neles.
    Tenha calma, você está frente a um hospício de atrasados mentais, dirigido segundo as opiniões dos mais atrevidos, abençoado por beijos e abraços, protegido pelo estado.
    Tenha calma, toque na face, valeu; abra a boca, valeu; mexa a perna direita, valeu; incline-se para baixo, mais para baixo, deite-se no chão! Ah sim já lá estava, pois mas não tinha notado. Não faz mal, alegre-se, você ainda está vivo. Respire fundo, mas não se levante.
    A curiosidade matou o gato.

    Gostar

  13. Artista português permalink
    28 Dezembro, 2018 23:13

    Se fosse só ele!!!!….

    Gostar

  14. Leunam permalink
    28 Dezembro, 2018 23:50

    “Temos um Estado que é dirigido por gente incompetente, amadora, frequentemente ignorante e, não poucas vezes, corrupta”

    Henrique Neto

    As Autarquias também são Estado!

    E o Ministério Público assobia para o lado?

    Não há responsáveis pelo sucedido?

    O que é público não tem dono?

    Liked by 2 people

  15. procópio permalink
    29 Dezembro, 2018 00:15

    O sítio está de há muito armadilhado, o dinheiro roubado tem servido, para além dos banquetes e das orgias, para comprar influências gradas, silenciar descontentes e semear discórdias e cimentar impunidades.
    Quem não imagina as ripas que o diabo teceu ainda se surpreende por se ter chegado até ontem, sem um movimento de repúdio, sem um ato de resistência que não seja levar uma vida de cão tinhoso, desprotegido pelo pan.
    O princípio colou: povo rebaixado, povo safado, jamais será acordado.
    Os ignorantes engalanados rebaixam-no com ameaças veladas, nomes feios, calúnias mil.
    Jaz rebaixado, vencido pelo embuste e pela ameaça velada do punho erguido. Até quando?

    Liked by 1 person

  16. PiErre permalink
    29 Dezembro, 2018 07:57

    O gajo manifesta orgulho gay.

    Liked by 1 person

  17. 29 Dezembro, 2018 09:36

    O sítio e’ um imenso mar de corruptos anselmos…
    Cinco milhões a’ hora e’ quanto o fisco nos saca de pistola apontada a’ cabeça.
    Os tugas, mansos, marimbam-se.

    Liked by 1 person

  18. 29 Dezembro, 2018 11:33

    Tinha a responsabilidade pela estrada em causa e nada fez. Permitiu a circulação sabendo do perigo, mesmo após ter sido avisado em reuniões na Camara para o perigo. Agora que a tragédia aconteceu e que estava borrado de medo por poder ser responsabilizado , respirou de alivio, pq o Estado vai indemnizar as famílias das vitimas mas avisou que não assume qualquer respnabilidade. Como se isso apagasse a responsabilidade directa do autarca na tragédia. Grande autarca. Sorte Grande a da população de Borba por ter assim um autarca .

    Gostar

  19. Churchill permalink
    29 Dezembro, 2018 13:26

    O homem terá falta de várias coisas, não o conheço.
    Mas há por aqui a cima vários comentários que também não são grande contributo para a sanidade de quem os emite.
    Depois há as opiniões de bancada, regra geral idiotas.
    Aqui o ultimo diz que devia ter fechado a estrada por haver perigo!!
    Perigo há em todo o lado, por exemplo a ponte 25 de abril tem aviões a passar por cima, há perigo, comboio por baixo, há perigo, barcos mais abaixo, idem.
    O que é necessário é avaliar o risco e definir o limite aceitável, mas para isso são necessários técnicos competentes, meios de avaliação e fiscalização, que custa dinheiro, e não papagaios a escrever em blogs

    Gostar

    • Colono permalink
      29 Dezembro, 2018 22:19

      Churchill

      A única coisa que aproveite em ti… é o nome roubado!

      Pela tua lista de perigos…. até és capaz de dizer que os paióis de Tancos são perigosos:… podem ser assaltados!

      Empanturra-te de vinhaça e Bom Ano 19

      Liked by 1 person

    • becas permalink
      31 Dezembro, 2018 12:34

      Avaliar o risco !! Era preciso que alguém o soubesse fazer , mais, que se soubesse o que era o risco aceitável , ( 10-4 seria bom ) . Todos nós devemos ter uma noção do risco, era
      de bom senso no caso de Borba

      Gostar

  20. Artista português permalink
    29 Dezembro, 2018 17:42

    Surpresa!? Já Guerra Junqueiro dizia há mais de 100 anos:
    “Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas; um povo em catalepsia ambulante, não se lembrando nem donde vem, nem onde está, nem para onde vai; um povo, enfim, que eu adoro, porque sofre e é bom, e guarda ainda na noite da sua inconsciência como que um lampejo misterioso da alma nacional, reflexo de astro em silêncio escuro de lagoa morta. [.]

    Uma burguesia, cívica e politicamente corrupta até à medula, não descriminando já o bem do mal, sem palavras, sem vergonha, sem carácter, havendo homens que, honrados na vida íntima, descambam na vida pública em pantomineiros e sevandijas, capazes de toda a veniaga e toda a infâmia, da mentira a falsificação, da violência ao roubo, donde provem que na política portuguesa sucedam, entre a indiferença geral, escândalos monstruosos, absolutamente inverosímeis no Limoeiro. Um poder legislativo, esfregão de cozinha do executivo; este criado de quarto do moderador; e este, finalmente, tornado absoluto pela abdicação unânime do País.”

    Liked by 1 person

  21. Leunam permalink
    29 Dezembro, 2018 18:12

    Churchill

    O Português não gosta de FISCAIS.

    O Português, geralmente, não tem quaisquer noções de Segurança nem procura aprender.
    Também é verdade que as Escolas não as ministram nem cedo nem tarde.
    Exemplos não faltam:

    Quando circula com automóvel, frequentemente:

    1- Conduz a falar ao telemóvel.
    2- Excede frequentemente a velocidade permitida.
    3 – Não respeita a distância de segurança ao veiculo da frente.
    4 – Não respeita a sinalização (quando a há)
    5 – Bebe álcool antes de conduzir.
    6 – Usa indistintamente qualquer das faixas de rodagem que a via oferece.
    7- Inventou até uma nova forma de estacionar:
    há ruas em Lisboa com duas faixas de rodagem com circulação nos dois sentidos mas com uma das faixas tomada por carros estacionados de dia e de noite.
    8 – Tolera:
    – O piso das estradas cheio de irregularidades com covas, lombas e curvas com inclinação inadequada.
    – Sinalização muitas vezes insuficiente, danificada pelos vândalos e, até, tapada por ramagens.
    – Sinalização luminosa com tempos activos e de pausa incorrectos

    Enquanto peão, frequentemente:

    1 – Atravessa fora das passadeiras ou com sinal vermelho para o peão.
    2 – Atira-se para a passadeira sem sequer ver o que está a circular por perto.
    3 – Usa o telemóvel como se nada mais exista à volta.
    4 – Tolera passeios com buracos e outras irregularidades e frequentemente sujos de lixo, nomeadamente cócó de cão.

    Enquanto cidadão:

    1 – Não observa se os edifícios onde habita, nas casas comerciais que frequenta, em locais de diversão, etc. se dispõem de 1 ou mais extintores contra incêndios nas áreas públicas ou mesmo particulares e se há planos de evacuação.
    2 – Não imagina o que pode acontecer em estabelecimentos tais como as lojas dos “chineses” cheias de materiais altamente combustíveis e sem saídas de emergência.
    3 – Tolera a chegada de milhares de turistas e outras pessoas vindas do estrangeiro sem que seja minimamente vigiados no seu estado de saúde.
    4 – Tolera que se omita o ENSINO DAS REGRAS DE SEGURANÇA em TODOS os ciclos do Ensino Público incluindo exercícios práticos.
    5 – Tolera raças de cães claramente perigosas para o ser humano.
    5 – Não lava as mãos com frequência nomeadamente quando acaba de fazer as necessidades.
    6 – Pouco se preocupa com a Segurança Alimentar e dos brinquedos das crianças.

    Enquanto operário ou funcionário, frequentemente:

    1 – Não se informa quais as medidas de Segurança (se as há) implementadas pela entidade patronal e se as mesmas estão visíveis nos locais adequados.
    2- Desconhece o uso do equipamento de segurança ou despreza-o porque o considera incómodo.
    3 – Nos Hospitais entra-se e sai-se sem quaisquer cuidados com a roupa e o calçado e sua desinfecção, chegando-se ao ponto das visitas se sentarem na borda da cama dos doentes.

    Quanto ao Português político preocupa-se sobretudo com a Segurança dos seu proventos e se o país não lhe oferece confiança transfere-os para uma qualquer “off-shore”.

    Gostar

  22. procópio permalink
    29 Dezembro, 2018 19:33

    Leunan, a listagem é esclarecedora. Com os tais tugas, nacionalidade colada ao BI, tudo pode acontecer, tem acontecido e acabará fatalmente por acontecer.
    A farsa improvisada prossegue. As hipocrisias a esmo, o desplante das promessas, o desaparecimento das provas, a cumplicidade dos intelectuais de vão de escada, a figura abjecta de filósofos albardados, a coberto do contraditório, provoca cada vez mais nojo.

    Noutros locais as tramóias estão mesmo a provocar reacções imprevisíveis.

    Gostar

  23. Vitor permalink
    30 Dezembro, 2018 14:24

    tendo esta questão sido discutida em Assembleia Municipal, existe alguma possibilidade de os membros da assembleia municipal também serem responsabilizados? Assim como o presidente da câmara os membros da assembleia municipal também são pagos pelo erário público e parece-me não fazer sentido que a sua atuação seja totalmente isenta de responsabilização além do campo político.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta para Velho do Restelo Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: