Saltar para o conteúdo

Por cada cem euros que um patrão paga quanto recebe o trabalhador e quanto fica para o Estado?

12 Agosto, 2019

O que está em causa na greve dos motoristas é a diferença entre o salário-base logo tributado e o salário realmente levado para casa. A cascata de subsídios e prémios em que muitos salários estão transformados é a resposta à voracidade fiscal. Patrões e trabalhadores estão presos na armadilha desta pergunta: por cada cem euros que um patrão paga quanto recebe o trabalhador e quanto fica para o Estado?

Anúncios
6 comentários leave one →
  1. Rão Arques permalink
    12 Agosto, 2019 10:08

    Os trabalhadores normais não tem a possibilidade de dar uma morada falsa para sacarem mais algum à conta do orçamento.
    Os senhores deputados sabem como se fazem essas e outras.
    Os exemplares dos arranjinhos devem calar o bico e não andar a vender lições de moral.

    Gostar

  2. sam permalink
    12 Agosto, 2019 12:00

    Há uma outra pergunta aqui ineludível: por cada 100 euros de combustível transportado pelo trabalhador, quanto fica para o patrão e quanto embolsa o Estado?

    Liked by 1 person

  3. 12 Agosto, 2019 12:40

    A conta é simples 100€ de ordenado são 100-11(SS)-10,5(IRS)= 79,50 para o trabalhador, custam ao patrão 100+23,75(SS)= 123,75 o estadeco xuxalista mama: 11+10,5+23,75= 45,25 … a vigarice do estado social!!! Quando o valor base do ordenado ultrapassa os 919€ as contas agravam-se para trabalhadores e patrões, porque é que pensam que os motoristas escolheram o valor base 900€ ? … LOL pois

    Liked by 1 person

  4. JCA permalink
    12 Agosto, 2019 19:07

    .
    O TRIANGULO dos combustíveis,
    .
    racionamento nacional no ‘Estado de Sítio’ do conflito desarmado em curso:
    .
    1 – Associação Patronal
    2 – Refinadoras
    3 – Sindicatos
    .
    A Associação Patronal só tem de reflectir o aumento justo do Ordenado e demais regalias civilizacionais (saúde, reformas etc) acordados sem especulação bilateral com os Sindicatos no preço de venda do transporte ás Refinadoras.
    .
    O resto do discurso é treta especulativa de ‘peixeiradas’ demagógicas de legalês que extravasam abusivamente as competências deste Triangulo desacreditando-se publicamente.
    .
    Por cima deste Triangulo está a Governança portuguesa – partidos da Situação, da oposição, extensões cívicas e instituições publicas – que representa os interesses conjuntos de todos os Portugueses existindo para o garantir sem lesar o direito grevista entre alguns.
    .
    Tal impede isenções ou regalias fiscais só para alguns.
    .
    Por baixo do mesmo Triangulo está o Eleitorado português prejudicado com o racionamento em curso e pagador/consumidor do preço final dos combustíveis.
    .
    De facto a Empresa é a célula de criação de riqueza, solidariedade e confiança em que o Patrão defende os interesses dos Empregados e os Empregados os do Patrão. Ambos põem diariamente o pão na mesa com o rendimento da Empresa sob a forma de Ordenado ou de Lucro. Salvo entendimentos iliberais, comunistas, extremistas, retrógrados, monopolistas obscurantistas
    .

    Liked by 1 person

  5. Beirao permalink
    14 Agosto, 2019 09:21

    Estado glutão que rapina os contribuintes, quem trabalha e os empregadores, sem dó sem dó nem piedade para depois, numa manhosa forma de obter votos e assim manter-se no poder, sustentar chusmas de parasitas, sejam subsídio dependentes sejam chulos políticos.
    Um amigo meu vendeu há dias uma coutela de terra por vinco mil euros; o estado ladrão papou-lhe quinhentos euros.
    Chulos!

    Liked by 1 person

  6. 15 Agosto, 2019 16:59

    Esta greve é de facto singular :
    » Não se conhece a cor política dos grevistas.
    » Não é noticiado o índice de adesão à greve .
    » Ainda a greve não tinha iniciado, e já se sentiam os efeitos nefastos.
    » Fez o governo legislar na hora (ou portariar, procriar ou será porcariar ?).
    » Mostrou a faceta Salazarista do Costa.
    » Demonstrou que só trabalhadores inúteis podem fazer greve.
    » Demonstrou que não basta ter razão, é preciso ter bons padrinhos.

    E agora pergunto eu :
    » Como é que este sector tão crítico para a economia nacional, tem salários base ao nível do salário mínimo ?
    » E ao que parece, opera com um número insuficiente de condutores ! Sim, tendo em conta os serviços “máximos”, a requisição civil, as fiscalizações das baixas médicas, os militares e polícias a conduzir camiões, os horários alargados e ainda assim há falhas no abastecimento !
    Só posso concluir que estas empresas são de facto muito “elegantes”!

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: