Saltar para o conteúdo

Isabel dos Santos é filha do socialismo

22 Janeiro, 2020

André Abrantes Amaral: «o socialismo esteve na base dos negócios de Isabel dos Santos, como esteve nos de José Sócrates. Em todos eles o Estado surge no meio. Porque o Estado interfere na economia em Portugal o primeiro-ministro António Costa deu luz verde para que Isabel dos Santos entrasse no capital do BCP. Não foi assim há tanto tempo. Na altura, Pedro Passos Coelho pediu esclarecimentos. O país, o presidente da República incluído, encolheu os ombros.

Há também outro fenómeno que explica porque é mais fácil virar as costas a alguém que a um modo de vida. (…) É a lei da sobrevivência. A sobrevivência dos que precisam expiar os pecados para continuarem na mesma.»

24 comentários leave one →
  1. 22 Janeiro, 2020 10:55

    O Estado dar “luz verde” será socialismo? Ou seria socialismo era se o Estado não desse “luz verde”?

    Claro que o Estado angolano está por detrás da riqueza de Isabel dos Santos; mas o Estado português terá muito culpa disso, ou as culpas do Estado português são sobretudo de omissão?

    Gostar

  2. Manuel Assis Teixeira permalink
    22 Janeiro, 2020 11:22

    O que se passa com a Isabel dos Santos não é novidade para ninguém! Fez o que fez com não só o silêncio cúmplice e ajoelhado da maioria dos poderes politico e empresarial ! Claro que ela e o pai são uns cleptocratas insaciáveis e desumanos! Mas a mim impressiona-me ver a rataria a abandonar o navio a correr quando ajoelharam e mamaram tudo o que puderam! E os governos e presidentes sempre de chapéu na mão perante Eduardo dos Santos a mendigar uma visitinha oficial! E o que dirá o Selfie man Marcelo agora sobre o irritante? Haja vergonha e haja dignidade! Mas esperemos para ver a Isabel a pôr a boca no trombone… Porque ela vai pôr! Há muita rataria a tremer! E estou muito curioso em ver o prolixo Judice para a semana e explicar-se, bem como o pequeno lobista Mendes! Todos pertencntes a escritórios seguramente nada comprometidos…

    Liked by 2 people

    • Jornaleca permalink
      23 Janeiro, 2020 01:57

      Você está impressionado? É a regra total.

      Desde a criação do mundo, foi sempre assim. O mentiroso, o vigarista, o traidor, o pecador, a negar o erro dele. Biliões de provas empíricas.

      Existem muitos casos de homicidas, que mesmo apanhados em flagrante, negam o crime. O crime que muitos testemunhos oculares podem confirmar, sem qualquer dúvida. As putas fogem mais rápido do que um relâmpago, quando a coisa começa a cheirar mal.

      E no caso da trafulhice do clima e do tempo vai ser na mesma. Vamos ter muito parar rir, quando aquela vigarice cair. Depois muitos vão dizer, que foram mal citados ou interpretados.

      O problema grande, é que a esquerda NÃO TEM vergonha nenhuma! Eles andaram a destruir desde os anos de 1960 para a frente, por toda a Europa.

      Dignidade? A esquerda é INVEJOSA, profundamente. Eles só sabem roubar e só querem roubar.

      Dignidade? A esquerda não a tem. Nunca a teve.

      Os maiores traidores são, advêm da esquerda putana e podre.

      Agora precisamos um juiz excelente, que não seja corrupto, mas impecável. Só assim é que saímos deste pântano.

      Quem foder com a vizinha e trair a própria mulher, nunca na vida tem vergonha, pudor ou respeito pelo próximo. Impossível. Isto são as leis da física da mente. Quem as negar, nada percebeu até hoje da vida humana. A esquerda é profundamente malvada.

      Angola é muito rica e foi um crime enorme da esquerda roubar Angola aos portugueses. É o que o estrangeiro quis. Os angolanos não foram todos a favor da separação. Um muito triste capítulo da nossa história.

      A esquerda foi sempre traidora. Sempre.

      Gostar

    • A.Lopes permalink
      24 Janeiro, 2020 18:25

      Também eu estou à espera do que vão dizer esses “democratas” bem falantes: Júdice, Mendes, marcelo e tantos outros vigaristas! Sem esquecer o rato mor que agora está na rataria – o tal indiano!

      Gostar

  3. Luís Lavoura permalink
    22 Janeiro, 2020 11:31

    O primeiro-ministro António Costa não deu, nem tinha que dar, luz verde a que seja quem fosse entrasse no capital do BCP. Ninguém lhe pediu, nem tinha que pedir, para dar luz verde ou vermelha a uma operação no mercado de capitais que é perfeitamente livre.

    Gostar

    • josé Marques permalink
      23 Janeiro, 2020 12:22

      Isabel dos Santos não é accionista de referência do BCP. Quem é accionista é a Sonangol .

      Gostar

  4. Tiradentes permalink
    22 Janeiro, 2020 11:31

    Sendo dos Santos do pai…a Isabel também é Dsonova Kukaeva da mãe…mas bem que podia ser Isabel Castro do avô Fidel. O tal que quando foi preciso meteu 150 mil soldados em Angola para que o partido irmão MPLA ficasse no poder e os seus filhos pudessem governar ….perdão …..roubar estes últimos 40 anos.

    Liked by 2 people

  5. Filipe Bastos permalink
    22 Janeiro, 2020 12:21

    Já cá faltava: estava a ver que a mamona Isabel e o regime angolano, donos de bancos e multinacionais, compinchas de todos os capitalistas do planeta, não eram ‘socialismo’.

    Claro que isto nada tem a ver com capitalismo. Estes grupos empresariais mamões, esta concentração da riqueza, estas engenharias financeiras, estas fortunas obscenas tão celebradas pela direita, têm tudo de socialista.

    Ainda bem que temos a direita para nos certificar que tudo de mau é socialismo, e que os maus são todos socialistas. De contrário, ainda poderíamos ter dúvidas.

    Gostar

    • 22 Janeiro, 2020 13:59

      Portanto, socialistas doutrinários que se apropiaram do Estado para o utilizarem roubando em beneficio pessoal e que, depois, aproveitaram o produto desse roubo para se constituirem como capitalistas (isto é, aquilo que antes denunciavam e diziam combater).
      O problema não está na condição e na função capitalista que passaram a ter e a desempenhar. Neste papel, no quadro de uma economia de mercado concorrencial e no respeito das leis vigentes, até podem, como qualquer outro capitalista, contribuir para a criação de mais riqueza em beneficio de muitos.
      O problema é moral, tem a ver com o modo como se tornaram capitalistas, através do abuso do poder do Estado e do roubo.
      A lição politica a tirar de tudo isto é a de que nada disto acontece por acaso mas é antes uma consequência inevitável do “socialismo”. A generalidade dos exemplos históricos mostra que o “socialismo” tem sido sempre isto : um abuso e um enriquecimento abusivo e imoral de uma infima minoria de … “socialistas” … à custa do empobrecimento e da miséria da grande maioria da população !!

      Gostar

      • Filipe Bastos permalink
        22 Janeiro, 2020 16:37

        «enriquecimento abusivo e imoral de uma infima minoria de … “socialistas”»

        Finalmente alguém põe socialistas entre aspas: isto tem tanto de socialismo como de budismo. Bravo, Fernando.

        Porém, continua algo confuso sobre o capitalismo. O fim deste não é, nunca foi, beneficiar muitos. Pelo contrário, é concentrar a riqueza e enriquecer uns poucos. Como se vê: oito tipos têm metade da riqueza mundial.

        Tal como não é promover a concorrência ou favorecer os consumidores. É esmagar a concorrência, vender a todo custo e o mais caro possível.

        Ou seja: o socialismo causa o «enriquecimento abusivo e imoral de uma ínfima minoria» por incumprir o que promete. O capitalismo faz o mesmo, por cumprir o que promete.

        Ao contrário do socialismo, não é iníquo e imoral por ser abusado; é mesmo assim que funciona.

        Gostar

    • 22 Janeiro, 2020 19:08

      Filipe, Pus entre aspas porque é com esse termo que essas pessoas se auto-designam…. Mas, aspas ou não, é algo de meramente formal e tem pouca ou nenhuma relevância. O que é essencial é que, independentemente das proclamações sobre uma sociedade mais próspera e justa, o dito socialismo acaba sempre no contrário, isto é, em mais pobreza e desigualdade. É verdade : o socialismo, por natureza, nunca cumpre o que promete, antes pelo contrário !… A história e o presente mostram que, por mais imperfeitas que sejam, as sociedades mais prósperas e menos desiguais ainda são aquelas que seguiram uma via mais capitalista.

      O capitalismo não tem nenhum « fim ». Não é nenhuma pessoa com intenções, é um conceito, um modelo de organização económica da sociedade. E é a forma de organização económica mais eficiente na criação de riqueza em beneficio do maior número. A concorrência, a liberdade económica, é uma condição fundamental para a existência e o sucesso do capitalismo. O socialismo é que é o contrário da liberdade económica, do mercado livre, da concorrência. Quanto maior for a concorrência menos caros são os bens e os serviços produzidos e, portanto, maior é o beneficio para os consumidores.

      O capitalismo não concentra a riqueza, antes pelo contrário. Em nenhum outro sistema tanta riqueza chegou e chega a tantos, ao grande número. O facto de existirem pessoas mais ricas do que outras não é um problema mas é antes uma chave fundamental da maior eficiência do capitalismo na criação da riqueza. A circunstância de um pequeno número de pessoas ser proprietária de uma parte significativa dos recursos que servem para a produção de grande parte da riqueza total é irrelevante para a questão do bem-estar geral : essas pessoas não « comem » esses recursos produtivos (instalações, equipamentos, materiais, conhecimentos, tecnologias, etc, etc), eles servem para que milhões e milhões de pessoas sejam empregues e contribuam para a produção de mais riqueza que é distribuida e consumida por milhões e milhões de pessoas. O que importa é o resultado final e este é uma maior prosperidade e um maior bem-estar para todos.

      Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        22 Janeiro, 2020 19:39

        Fernando S, inteiramente de acordo consigo,
        O Filipe Bastos ainda não sabe o que quer: ele diz que não quer, nem o comunismo, nem o socialismo, nem o capitalismo, tratando o capitalismo à moda dos comunistas, ou seja, considerando o capitalismo uma ideologia.
        E, pelo que tenho lido dele, não vai sair disto tão cedo.

        Liked by 1 person

      • JMS permalink
        22 Janeiro, 2020 20:14

        Desde segunda feira que ainda não parei de rir com o assunto Isabel.

        O assunto Vitorino é que nada. Só fora de portas.

        Não convém muito mexer com os “impolutos” do Largo do Rato. Mais um a juntar à longa lista socialista, embora ainda, apenas e só, suspeito, nada mais.

        Esta semana está a ser uma aula prática de manipulação de informação.

        Divirtam-se.

        Gostar

      • JMS permalink
        22 Janeiro, 2020 20:30

        Claro está que, não estou a minimizar o assunto Isabel, é extremamente grave há muito tempo. Toda a gente sabia, não é?

        Mas o timing de “bombardeamento” de notícias foi escolhido a dedo.

        Andamos todos distraídos…

        Gostar

    • Tiradentes permalink
      22 Janeiro, 2020 21:44

      Ó filho …quando os socialistas (neste caso do MPLA marxistas leninistas) fazem pequenos desvios eles deixam automáticamente de ser socialistas para passarem a ser “socialistas”. Essa “técnica de diagnostico” já é velha como o cagar. A verdade é que os socialistas além de destruirem as economias e os seus povos levando-os à miséria, se apropriam de tudo quanto podem para os papalvos poderem dizer que não eram socialistas. E foi assim, de uma forma ou de outra desde 1919. Nunca houve socialistas, apenas “socialistas”

      Liked by 1 person

    • Filipe Bastos permalink
      23 Janeiro, 2020 01:07

      Fernando, o capitalismo tem intenções tal como o socialismo tem intenções. E ao contrário deste, que geralmente promete uma coisa e faz outra, o capitalismo faz exactamente o que diz na lata: enche o capital, os capitalistas.

      Em paralelo, claro, distribui umas migalhas pela malta, para esta não revisitar 1789. Os mamões recordam bem essa lição.

      A classe média ainda faz falta; o resto é descartável. Pobres e bairros de lata, esfomeados africanos e semi-escravos asiáticos. Nem para escravos vão servir: as máquinas não comem, não dormem e não se atiram das janelas.

      E é uma ideologia, claro: o Fernando, o Tiro ao Alvo e a direita em geral têm é o dogma tão enraizado, que nem conseguem conceber outra coisa. Vêem no capitalismo uma ordem natural, um mandamento divino. A mera sugestão de uma alternativa é uma heresia, um absurdo inimaginável.

      Dizer que “não concentra a riqueza, antes pelo contrário”, quando oito tipos têm metade da riqueza do planeta, é digno de bengala e cão-guia.

      A riqueza excessiva, obscena e imoral dos DDT é mais que relevante: é a chave para quase tudo. A farsa democrática, estes governos-fantoche, a mama da Banca, a ditadura dos sacrossantos ‘mercados’, a sua lavagem cerebral… tão boa e tão forte, que o Fernando et al. ainda culpam o ‘socialismo’ de tudo e mais umas botas.

      Isto não quer dizer que tudo no capitalismo seja mau; fez e tem coisas positivas. A iniciativa privada é salutar; o problema é quando os mamões crescem demasiado. Como os cancros.

      Gostar

      • Jornaleca permalink
        23 Janeiro, 2020 01:35

        Olhe lá, mas desde quando é que você percebe ou sabe um corno sobre o capitalismo, ou economia ou finanças?

        Anda aqui a enganar o pessoal, porquê?

        Gostar

      • Filipe Bastos permalink
        23 Janeiro, 2020 02:12

        Jornaleca, não leve a mal, mas isto era conversa de crescidos. Tenha lá paciência e vá brincar mais com a pilinha.

        Gostar

      • Jornaleca permalink
        23 Janeiro, 2020 02:45

        @Filipe Bastos,
        você anda já e ainda a brincar com a tal pilinha.

        O que é que você me quer ensinar sobre o capitalismo? Sabe mais do que eu? LOL

        Hahahahahahahahahahhahahaha.

        Responda à minha pergunta inicial. Você fala sobre coisas, das quais nada percebe.

        Quem é que lhe ensinou essa porcaria, que anda aqui a escrever?

        Gostar

      • A.Lopes permalink
        24 Janeiro, 2020 18:35

        Ó bastos: por mais que escreva, mesmo dizendo disparates, jamais se convencerá que o socialismo é uma treta! Veja bem o que se passa cá. Os maiores “capitalistas” do país são todos socialistas, como vai ver: sócrates, costa/indiano/monhé, vitorino, santos silva, vara, o pereira do beicinho, o coelhone, o melancia, o soares. Quer mais?

        Gostar

  6. Artista português permalink
    22 Janeiro, 2020 12:57

    Peço desculpa para discordar, mas acho que isto é puro colonialismo. Roubam na terra deles e vêm explorar as fraquezas dum país povoado de pretos (mesmo que pintados de branco)

    Gostar

  7. 22 Janeiro, 2020 14:53

    E a quem pertence o banco BIC dona Helena de que a Isabelinha foi fundadora e detem 40% do capital, e que comprou o BPN por 50 tostões ao governo do Passos Coelho ?

    Estou um pouco confuso. Por estas bandas, quando socialistas fazem negociatas com plutocratas socialistas com o aval do governo e do estado, é os tentáculos do “socialismo”. Quando os liberais sociais democratas como o governo do Passos, fazem negociatas com plutocratas socialistas de Angola e da China , ai esses plutocratas socialistas já são capitalistas e é há que respeitar a concorrência e “as leis do mercado”.

    Gostar

    • A.Lopes permalink
      24 Janeiro, 2020 18:38

      E que não fossem chamar o Passos para aqui! Espere que ele não demora a voltar! Só mais um pouco até o indiano dar cabo disto tudo!

      Gostar

  8. Jornaleca permalink
    23 Janeiro, 2020 03:02

    @Filipe Bastos, o ignorante!!

    Leia o discurso de Trump em Davos.

    E aprenda, de quem sabe.

    Porque, com as suas mentiras, Portugal nunca vai sair do pântano, onde também você o meteu.

    Gostar

Deixe uma Resposta para Filipe Bastos Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: