Saltar para o conteúdo

O fim do tempo que disseram nosso

19 Abril, 2020

Eles, os donos do que dizem ser o nosso tempo, nem percebem como reproduzem, passo por passo, os tiques do regime cujo final querem celebrar: depois de anos, décadas, quase meio século a troçarem da cerimónia da brigada a que chamaram do reumático (a 14 de Março de 1974, oficiais-generais dos três ramos das Forças Armadas mostraram o seu apoio a Marcelo Caetano numa cerimónia em que sobressaíram as ausências de Spínola e Costa Gomes) também eles estão transformados numa brigada do reumático e reivindicam a sua cerimónia como se ela fosse um amuleto.

Sem soluções para o futuro, agarrados à vacuidade das palavras tantas vezes ditas e cansadas pelo confronto com uma realidade que se tornou escarninha, precisam de celebrar a data fundadora do regime já não como uma vitória sobre o passado, ou de exaltação do presente mas sim como um exorcismo face a um futuro que temem e para o qual não têm propostas. O combate aos fascismos futuros cumpre agora o papel retórico de anos de evocações e recriações dos fascismos passados: iludir o momento em que alguém faça o balanço entre o prometido a 25 de Abril de 1974 e o concretizado nos anos seguintes.

56 comentários leave one →
  1. Weltenbummler permalink
    19 Abril, 2020 11:41

    vão celebrar a MISÉRIA

    Gostar

  2. Maria José Melo permalink
    19 Abril, 2020 11:59

    “… é necessário que existam censura ou polícia política para que na sociedade portuguesa se crie um pensamento único, basta que o poder seja de esquerda.”
    Grande verdade! Isto verifica-se cada vez mais. Quem discorda é insultado pelos “caceteiros do regime”, é apelidado de fascista, populista e inimigo do país. Quando vai acabar todo este abuso, está manipulação?

    Gostar

  3. MJRB permalink
    19 Abril, 2020 12:04

    Coloquei há minutos no post abaixo o meu bitaite. Resumido aqui, esta cerimónia deveria ser cancelada.

    A ida da brigada do reumático foi o desespero “ao mais alto nível” (quando assim procedem…) de um regime. O 25 de Abril foi uma libertação — embora posteriormente perturbado, abusado, adulterado.

    Gostar

    • Expatriado permalink
      19 Abril, 2020 16:09

      Credo!!! Que lucidêz!!!

      Gostar

      • Expatriado permalink
        19 Abril, 2020 16:11

        Erro no post. CTL+ALT+DEL

        Gostar

    • José Monteiro permalink
      19 Abril, 2020 20:31

      Com o novo PR há anos quando surgiu, enviei, não publicado na imprensa, uma analogia com os anos 60/70 de Marcello Caetano: Evolução na Continuidade.
      Só que agora no Regime, os generais foram substituídos pelos mandarins do Partido.paridos políticos. Os profissionais dos partidos-empresa.

      Gostar

  4. Albino Manuel permalink
    19 Abril, 2020 12:25

    Há uma grande diferença. A democracia tem a capacidade de se reinventar. De Soares a Cavaco há diferenças enormes. No antigo regime eram subtilezas de antecâmara.

    Digam o que quiserem: o antigo regime, que já era uma excrescência na Europa não comunista, caiu de podre. Não vale a pena virem com conversas de tropa a defender o pré, de soviéticos a subverterem. Caiu que nem um fruto podre. A guerra colonial; a luta pelo Portugal pluricontinental? Dá vontade de rir. Os filhos das aldeias a defenderem a malta que foi para lá em primeira e segunda geração, a larga maioria. Mesmo à saída houve racismo: ee eram todos portugueses porque é que quase só trouxeram os europeus?

    Os militares e os Alegres desse tempo são de facto uma brigada do reumático. Mas também podemos olhar a coisa por outro lado: o conde de Chambord que recusou o trono de França por não aceitar a bandeira tricolor, a da revolução. Resultado? A terceira república francesa.

    Sem nunca os Bourbons terem siso dinastia reinante cá, esta terra está cheia deles, no sentido do que dizia Talleirand: não aprendem nada nem esquecem nada.

    Deixe os fascismos no baú. O que me incomoda são os regimes plebiscitários com os seus tribunos da plebe. Quer queira quer não o 25 de abril vai continuar a ser celebrado. Mesmo quando o atual parque jurássico já tiver sido despachado para o tanatório.

    Quem aceitaria hoje que um familiar fosse preso porque dizia mal do governo? Quem aceitaria interiorizar disso não posso falar?
    Haja juízo: Salazar está morto; Maurras, o traidor, está morto, hoje o que há são divorciados, amancebados, vivendo contra natura, salvo seja, a Igreja é tão só uma contracorrente dividida entre seitas, as grandes fortunas rurais deram lugar ao Pingo Doce e companhia e sentimo-nos bem na Europa. O tempo é outro e ele foi possível devido ao 25 de Abril.

    Começando por si: não podia viajar sem autorização do marido e se ficasse viúva ficava a chuchar no dedo. Quem mudou muito disto foi nem mais nem menos que Leonor Beleza, que ao contrário dessa mulher horrorosa, Zita Seabra – eu lembro-me, filha dilecta do Álvaro -não precisou de dar o salto quando o barco começou a afundar. Peo contrário, com erros, com fraquezas, assumiu a res publica.

    Gostar

    • Expatriado permalink
      19 Abril, 2020 16:12

      Credo!!! Que lucidêz!!!

      Gostar

    • Duarte de Aviz permalink
      19 Abril, 2020 17:31

      Mais dois anos e a III Republica durou o mesmo que a segunda. Basta de folcore. Não há mais nada para celebrar a 25 de Abril. A não ser a institucionalização da oligarquia corrupta-maçónica do PS, que domina o regime.
      Celebrar o 25 A, o 5 Outubro, ou o 1 de Dezembro é uma estupidez, para uma nação com 900 anos de história.
      Na história de Portugal há eventos para celebrar todos os dias.
      Mais do que nunca, em 2020, a brigada dos jarretas vai nua.
      Chega de parolice alarve..

      Gostar

    • Carlos Guerreiro permalink
      19 Abril, 2020 18:44

      “Quem aceitaria hoje que um familiar fosse preso porque dizia mal do governo?”
      É só recordar as perseguições do Sócrates aos jornalistas.
      O prof Balbino Caldeira que denunciou a licenciatura falsa do Sócrates viu sua casa e da sua mãe revistada pela policia, devido à queixa do Sócrates ao autor do blog Do Portugal Profundo, para o silenciar antes das eleições de 2009. O processo em segredo de justiça impediu a prof Balbino Caldeira de escrever sobre a licenciatura do Sócrates.
      Findas as eleições, a queixa foi arquivada e o Sócrates decidiu não prosseguir com a queixa (esta tinha tido o efeito pretendido).

      Gostar

  5. sam permalink
    19 Abril, 2020 13:47

    Com uma tão bela reunião de palhaços, justo seria que a sessão de circo fosse ao ar livre.

    Gostar

  6. LTR permalink
    19 Abril, 2020 14:07

    Já só se agarram uns aos outros, à Cristina, ao Goucha e ao comentador de Belém.

    Gostar

  7. luís palma de jesus permalink
    19 Abril, 2020 14:23

    Cara HM
    Compare as fotos dos ditos. Os do dito reumatismo estavam fit e aparentavam ter fleuma. Os de Abril estão gordíssimos e aparentam a sofisticação intelectual dos “quadratados do círculo” ou lá o que isso seja.

    Gostar

  8. Rão Arques permalink
    19 Abril, 2020 14:33

    Temos sempre uma data de energúmenos que se agarram a datas para não serem agarrados.

    Gostar

  9. Olympus Mons permalink
    19 Abril, 2020 14:46

    Percebo que tenho a perspectiva de uma minoria muito pequena.

    Mas para alguém como eu esta conversa do 25 de Abril só me traz desprezo. Uma cambada de velhos a quererem ser bajulados depois de terem vivido da inflação , depois da dívida, depois de endividarem os filhos e já vão no endividamento dos netos.
    Pulhas! – Eu que sigo os humanos desde à 10 mil anos, acho esta conversa da importância do 25 de Abril como algo patético.

    Os europeus tem uma etno-genesis que remonta à sua ultima fase a 6000 anos atrás (ultimo grande evento de Admixture genético).

    Portugal nasceu há 5300 anos com mercador, redondo,São Pedro, Paraiso etc. – Desde essa altura passar para o lado de cá (Guadiana e tejo), foi complicado para quem quer que fosse. Essa identidade poderá ter sido permissível à entrada de Celtas e depois de Romanos (que pouca a nenhuma marca genética cá ficou). Ficámos nós que gostamos de nos chamar Lusitanos, pese embora não deixe de ser verdadeiro, somos na verdade turdúlos (turduli (Alentejo), Turduli bardalli (setubal), Turduli Oppidami (lisboa vale do tejo), Turduli Veteres (Gaia e porto)). Acabamos por esse esta identidade , esse verdadeiro país, chamada Portugaliza (Portugal+Galiza).

    Junta-se o pequeno admixture de germânicos e Berberes (e não arabes), berberes cuja componente genética na peninsula Ibérica vem desde o calcolítico.

    Por isso… 25 de Abril ?? Antigo regime? — Já vomito essa porcaria, mais a sabujice.

    Gostar

    • Filipe Bastos permalink
      19 Abril, 2020 18:36

      Todos temos a nossa pancada, eu tenho a minha, mas é um alívio ver os comentários do Olympus e os do Jornaleca: afinal não sou assim tão alienado. Há bem pior.

      Olympus, isto ser-lhe-á útil:
      https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-ou-ha/7411

      Quanto à parolada do 25 Abril, de acordo. Já dá vómitos.

      Gostar

      • Olympus Mons permalink
        19 Abril, 2020 19:01

        Essa alienação que o fascina chama-se …. Conhecimento. Tente mais 100 anos e talvez lá chegue.

        E sim, uma frase em que usei à em vez de (que coisa extraordinária!!! ) -já agora, alguma vez lhe expliquei como funciona a ACC (anterior Cingulate Cortex) de um esquerdoide? – Dizia Eric Weinstein há algum tempo que ao falar com um esquerdoide devíamos deixar cair alguns erros ortográficos de vez em quando porque o cérebro de um esquerdoide devido ao overdrive da ACC entra em Loop no Error Detection e já não pensa…. Parece que ele tinha razão não acha?

        Gostar

      • Filipe Bastos permalink
        19 Abril, 2020 19:41

        Essa alienação que o fascina chama-se …. Conhecimento.

        Hmm… não, é mesmo alienação, Olympus. Qualquer um pode ler História ou umas tretas pseudo-científicas; isso não significa que sejam úteis ou pertinentes em qualquer ocasião.

        Trazer os túrdulos (note o acento) para relativizar a importância do 25/4 é um exemplo. Teria cem razões para criticar esta festarola parola; a sua diatribe sobre povos de há milhares de anos é apenas bizarra.

        E depois passa a vida a citar gurus direitalhas e as suas também bizarras teorias, a lembrar os frenólogos de outros tempos.

        Essas referências abstrusas a algo que ninguém conhece, pelo menos aqui, dão-lhe conforto? Ao sentir-se uma autoridade no tema fica mais confiante? Virá daí a referência aos túrtulos, é outra prova da sua awesome erudição?

        Gostar

      • Olympus Mons permalink
        19 Abril, 2020 20:01

        Fico feliz por ter ido ao google ver o que era túrdulos (e imagino ter percebido onde era o acento ao invés de perceber o que eram).
        Mas concedo, generosamente, que esta conversa é alienada para alguém como Filipe para quem qualquer assunto que diverge do ultimo empresário que não lhe pagou os milhares que queria pelo seu último trabalho é uma conversa alienígena.

        E sim, explicar que Portugal tem uma identidade de 5300 anos e por isso dar esta importância (acima de todas as outras) toda a um evento que ocorreu há 50 anos e que só representou das ultimas sociedades europeias a ter democracia e mais nada, não é uma perspetiva saudável para um povo.

        Nota: entende que quando alguém se foca na minha ortografia e não nos meus argumentos é a indicação que já ganhei o debate, certo?

        Gostar

      • Filipe Bastos permalink
        19 Abril, 2020 21:38

        Qual “debate”, Olympus? Apenas notei as suas estranhas alucinações; fui provavelmente o único a lê-las até ao fim.

        Não fique triste, mas nem os seus compinchas direitalhas devem ter pachorra para elas. Apenas não têm coragem de lho dizer, ou então não ligam peva.

        E porquê essa obsessão com ‘ganhar’? Mas ganhar o quê? V. tem quinze anos?

        E que argumentos? Pôr o 25/4 em perspectiva usando os túrdulos? Bastava ter dito: em 900 anos de Portugal, isto foi um evento menor.

        Qual a relevância dos túrdulos e da sua bizarra aula? Não vê mesmo o despropósito?

        Gostar

  10. JgMenos permalink
    19 Abril, 2020 15:52

    O Estado Novo teve o seu movimento fundador – 28 de Maio – transformado em feriado no 1º e no 10º aniversário.
    Já vamos no 46º feriado, veremos o que temos a comemorar no 48º.

    Gostar

  11. Expatriado permalink
    19 Abril, 2020 16:20

    “Estou-me cagando para o 25 de Abril”!!!!

    Esta é para todos os idiotas úteis que fossilizaram no 26 de Abril de 1974 e a que chamam de 25. Pulhas!!

    Gostar

  12. becas permalink
    19 Abril, 2020 17:21

    A comemoração do 25 A é para eles a sobrevivência isto é a vida . Vão repetir o que dizem e fazem há anos . Torna-se insuportável a falta de ideias e de acções novas . Os políticos do presente são do pós 25 Abril e têm que agradecer o que ganharam . Parecem a brigada do reumático efectivamente

    Gostar

  13. Duarte de Aviz permalink
    19 Abril, 2020 17:35

    E… se Portugal eleger o Andre Ventura para presidente?

    Gostar

    • MJRB permalink
      19 Abril, 2020 18:12

      Teríamos um rasca e oportunista comentador futeboleiro & tudólogo (quem seria mediaticamente o AD sem o SLBenfica mais crimes na sociedade na CMTV ? *) a suceder ao comentador generalista & tudólogo. Apesar de tudo prefiro o generalista, que vai continuar em Belém.
      * CMTV, do piorio que surgiu nos media.

      Gostar

      • becas permalink
        19 Abril, 2020 21:25

        Não seja assim MJRB , era uma coisa diferente que podia dar algum alento para novas ideias. Ele é mais do que critico futeboleiro . Tudólogos são eles todos, políticos,comentadores, analistas, deputados . Do actual governo e da actual assembleia da república diga me se conhece o CV de algum dos elementos

        Gostar

      • Duarte de Aviz permalink
        19 Abril, 2020 21:44

        Desculpe mas eu não vejo programas sobre futebol. Explique lá as suas razões em português corrente em vez de usar linguagem de comentador futeboleiro.
        Por exempolo, diga lá um caso em que o Ventura mentiu ou enganou os seus eleitores?
        Ou gostou que soltassem os presos? Ou que a Força Aérea andasse a entregar criminosos ao domicílio? Ou que acha que a avózinha da DGS e a ministrra da internacional são as melhores do mundo?
        Votou no MRS? Problema seu. Tivesse ouvido o PPC que o conehece bem e avisou quem o quis ouvir.
        Se está à espera que Jesus Cristo volte à terra para salvar Portugal, desengane-se. Não vai acontecer. Nem a senhora de Fátima vai voltar.
        Depois não se venha aqui queixar da quadra MRS-Ferro-Kosta-Rio.
        Por mais que os jarretas não gostem, a revolução popular contra este sistema corrupto é imparável. Não é uma questão de “se”. É apenas de “quando”. Se o Ventura, ou outro à altura, se posicionar corretamente, vai ser um tsunami.
        Prepare-se!

        Gostar

      • MJRB permalink
        19 Abril, 2020 22:26

        becas,

        O ministro Sisa Vieira é competente.
        Conheço quatro, cinco no máximo deputados sem dúvida capacitados para estarem na ARepública.

        Duarte de Aviz,

        Pena não ter ouvido (e visto os trejeitos, os arrufos de garoto, de adolescente e tipo mal comportado) do Ventura como comentador futeboleiro & futebolices — não confundir com especialista em futebol. Mentia descaradamente para fazer favor ao chefe e à claque. O SLBenfica estava mal representado, desrespeitava a História e honorabilidade do Clube. A arruaça verbal e gratuita, a gabarolice, elucidaram-me sobre o tipo.
        Como “político”, deve a sua eleição (e constituição do Chega) precisamente ao mediatismo via SLB. O que fez e disse então e até hoje o AV para representar uma Direita sensata, séria, construtiva ? Muito mal estará a Direita se vir no tipo a única e desesperada válvula de escape. Mentiu e mente muitas vezes.
        Não duvido que esse partido vai eleger mais deputados, possivelmente eleger uns vereadores e dois, três eurodeputados — mas tal deve-se ao tal desespero e vingança pelo regime, nunca pelas capacidades políticas e intelectuais do que nunca será eleito PR. Nem PM. Nem ministro.
        Um dia o tipo vai atrás do dono (que mais tarde ou cedo surgirá publicamente) abanando a cauda de contentinho. É um mero produto descartável.

        Gostar

    • Filipe Bastos permalink
      19 Abril, 2020 18:41

      Teríamos um rasca e oportunista comentador futeboleiro & tudólogo … a suceder ao comentador generalista & tudólogo.

      Certo e certeiro, como é frequente no MJRB.

      A ter de escolher, não sei se preferia o Martelo ao Ventura: com o 1º nada muda, o 2º sempre seria uma mudança. Para pior? Talvez, mas do chão não passamos.

      Claro que escolher entre eles é escolher entre poia e bosta.

      Esta partidocracia abrileira, esta pulhítica a que chamamos política, consiste nisto: poia e bosta. Cada eleição, há 46 anos, é uma mera escolha entre merda e merda pior.

      Gostar

      • MJRB permalink
        19 Abril, 2020 18:49

        Grato pela consideração, mas são só bitaites, opereta em vez de ópera.

        Politicamente o AVentura nunca passaria da porta-de-armas do palácio de Belém. Ao MCThomaz deram-lhe o benefício da dúvida *.
        *Votei no MCT

        Gostar

      • Carlos Rosa permalink
        20 Abril, 2020 00:22

        Olha que dois!

        Gostar

      • Mario Figueiredo permalink
        20 Abril, 2020 00:52

        É mesmo. Entendem-se bem os dois. Não custa a perceber porquê.

        Gostar

  14. MJRB permalink
    19 Abril, 2020 18:34

    Esta, para o MAlegre, para o VLourenço e para o Ferro, como principais testas de ferro destas comemorações na ARepública: lembrei-me que salvo erro em 2013, Mário Soares não foi ao Parlamento como protesto contra o governo do PPCoelho. No ano seguinte, VLourenço e outros da Associação 25 de Abril também não foram para “penalizar” o governo.
    Nesses anos, “o mal” estava em São Bento e em Belém. Actualmente, estão-se marimbando para um país confinado !?

    Gostar

  15. MJRB permalink
    19 Abril, 2020 18:59

    “Quanto mais a luta aquece mais força tem o PS” — AC-DC no Expresso, às 15:00.
    RUI RIO, toma ! Esta é para a tua insensata conivência com o P”S”.

    Liked by 1 person

  16. MJRB permalink
    19 Abril, 2020 19:15

    No Twitter, José Ribeiro e Castro meteu na linha com um “tenha juízo” o deputado “socialista” Tiago Ribeiro que escreveu “em 1974 o CDS também não foi às comemorações do 25 de Abril”. Ora, nessa data o CDS ainda não tinha sido criado…
    Resultado, o deputado apagou a patetice no seu Twitter. E são estas inteligências que pousam na ARepública durante quatro anos e até votam (bovinamente) “diplomas”, leis, algumas decisivos…

    Liked by 1 person

    • José Monteiro permalink
      19 Abril, 2020 20:37

      Summer University diploma, eh eh.
      A nova cultura ao poder.

      Gostar

      • MJRB permalink
        19 Abril, 2020 21:57

        Claro. Alguns deputados foram e serão resultado de “boas prestações” (incluindo sexuais, neste caso poucos) nas universidades de Verão dos partidos.
        Depois, há outros pouquinho melhores (também um/a ou outro/a com sonhos húmidos depois-de).
        Ainda, uns e umas que “surpreendidos” pelo convite do chefe, aceitaram sem vacilar, para terem “uma vida melhor”.
        Bastantes só para compor listas eleitorais –“papá, então não é que fui eleito ?”
        Não esquecendo os que nos primeiros meses percebem tanto daquilo que entram e saem dos WC com desarranjos intestinais.
        Poucos efectivamente capacitados para o cargo.
        Para dirigir (por vezes mal) o sítio, calha na rifa por exemplo um Ferro ou uma Rosinha.

        Liked by 1 person

  17. A. R permalink
    19 Abril, 2020 21:12

    Do 25 de Abril só me lembro de controlos de estrada, dos facha a cada esquina, o matraquear das gaivotas voavam voavam, da polícia política do Otelo, das nacionalizações, de faltarem bens nas lojas, do meu pai um pobre emigrante vir para o país ocupar a casita (que tinha conseguido fazer para a velhice) não ser ocupada, da cólera, da droga, dos cercos e de 1.5 milhões de mortos de guerras civis e ditaduras nas províncias ultramarinas.

    Gostar

    • Jornaleca permalink
      19 Abril, 2020 22:08

      Foi a esquerda, que destruiu o nosso império de Ultramar.

      São as mesmas putas e os mesmos vigaristas e incompetentes que agora andam a destruir o nosso país.

      É o mesmo pensamento. Lógico.

      Viva a ponte de Salazar.

      Gostar

  18. grangeio permalink
    19 Abril, 2020 21:23

    O 25 de Abril não trouxe a liberdade ou a democracia! O que fez foi acabar com um regime ditatorial, para o substituir por outro ainda pior, de sinal contrário, defendido por gente que ainda anda por aí a arvorar-se em defensores da democracia e da liberdade! Quando é que iremos acabar com está aldrabice sobre o 25 de Abril?

    Gostar

    • Jornaleca permalink
      19 Abril, 2020 22:09

      Você não sabe o que é uma ditadura.

      Gostar

      • grangeio permalink
        19 Abril, 2020 22:31

        Já vi que quem não sabe é você. Se perguntar a qualquer jovem quem foi Jaime Neves, aposto que 99,99% não sabe. Pois bem, ele é que foi o herói que devia ser homenageado. Percebe a diferença?

        Gostar

      • MJRB permalink
        19 Abril, 2020 22:47

        grangeio,
        E também (entre outros) a Ramalho Eanes se deve muito.

        Liked by 1 person

      • Jornaleca permalink
        19 Abril, 2020 22:59

        Você não sabe o que é uma ditadura, nem sequer percebe português.

        Percebeu agora?

        Gostar

    • Andre Miguel permalink
      20 Abril, 2020 10:34

      Um bot a ensinar português é algo digno de se ver! Ahahahaha!!!!

      Gostar

  19. Procópio permalink
    20 Abril, 2020 00:24

    Talvez mais importante que o 25A
    Neiman Marcus to file for bankruptcy as soon as this week – sources

    Gostar

  20. Expatriado permalink
    20 Abril, 2020 00:27

    Agora, no outro lado do Atlântico em directo

    https://video.foxnews.com/v/5614615980001#sp=watch-live

    Enjoy it

    Gostar

  21. Leunam permalink
    20 Abril, 2020 01:06

    Eu acreditava no 25 de Abril e nos governos que se lhe seguiram se estes tivessem, pelo menos, orientado as suas políticas no sentido de:

    1 – Reduzir o nº de funcionários públicos e passarem estes a fazer 40 horas de trabalho semanais.
    2 – Ninguém, em Portugal poder auferir, mensalmente, MAIOR VENCIMENTO que o Sr. Presidente da República.
    3 – Abolir todas as subvenções de dinheiro público. para todas as festas: Festas da Cidades, Passagens de Ano, Carnavais, etc.,etc., bem como passeatas e refeições pagas pelas Autarquias e prémios injustificados aos funcionários das mesmas.
    4 – Reduzir ao mínimo tudo o que é subsídios para pessoas que, sendo válidas e tendo saúde, actualmente os recebem sem nada retribuir ao Estado.
    5 – Fomentar as indústrias relacionadas com a agricultura, as pescas, a pecuária e a silvicultura de modo a ocupar toda a mão-de-obra que, actualmente está disponível e à qual o Estado paga subsídio de desemprego.
    6 – Dar no máximo três oportunidades de emprego aos desempregados e caso estes não aceitassem uma delas, retirar-lhes o respectivo subsídio.
    7 – Perseguir e punir severamente todos os passadores de droga.
    8 – Triplicar os impostos relativos ao consumo do tabaco, bebidas importadas e brinquedos de elevado preço.
    9 – Obrigar toda a população prisional que tenha saúde e esteja em boas condições de trabalhar, a produzir a maior parte dos alimentos que consome em quintas devidamente preparadas para o efeito e, caso necessário, construir o próprio alojamento.
    10 – Nenhum cuidado de saúde devia ser totalmente gratuito para ninguém: as Taxas Moderadoras deviam ser revistas em função dos rendimentos, mas nunca reduzidas a zero.
    11 – Aumentar drasticamente as multas por infracções graves e muito graves ao Código da Estrada.
    12 – Aplicar um imposto geral (Licença de circulação de canídeos na via pública) a todos os donos de cães que frequentem as ruas das cidades; aumentar o IVA em todos os acessórios, a todos os alimentos para animais de luxo e em toda a respectiva assistência veterinária para 35% .
    Continua a ser vergonhoso ver os locais públicos com imundícies de cão cujos donos não limpam o que obriga as Autarquias a manter serviços específicos para efectuar tal limpeza.
    13 – Fomentar activamente a exportação de todos os artigos nacionais com boa aceitação no Estrangeiro, dando especial relevo à criatividade nacional, na investigação científica, nas artes e nos inventos promissores.
    14 – Combater com DETERMINAÇÃO E EFICÁCIA todas as formas de corrupção, sobretudo a começar na Administração Pública.
    15 – Reduzir substancialmente o nº de Deputados e suas enormes regalias e abolir todas as subvenções sigilosas atribuídas aos funcionários superiores do Estado.
    16 – Reduzir drasticamente os salários de muitos dos servidores das estações públicas de Televisão e Rádio.
    17- Fomentar programas escolares exigentes, verdadeiramente adequados às necessidades nacionais de mão-de-obra, a todos os níveis, isentos de omissões flagrantes e enviesamentos políticos, nunca descurando a Cultura Geral útil na formação de base e na qual se devia, obrigatoriamente, incluir o Serviço Cívico à comunidade.
    18 – Não permitir a presença de estrangeiros no território nacional sem estarem devidamente documentados e autorizados legalmente.
    19 – Vigiar todas as fronteiras com rigor, bem como todo o espaço aéreo nacional.
    20 – Prestigiar as Forças Armadas proporcionando-lhes os meios adequados, estimulando a passagem da juventude pelas fileiras onde tivesse oportunidade de treinar os conhecimentos mínimos de segurança, defesa nacional e funcionamento dentro de uma hierarquia necessariamente rigorosa.
    21 – Proporcionar às mães empregadas que quisessem, ficar meio tempo do horário de serviço em casa para melhor acompanharem os seus filhos antes da idade escolar, mas recebendo o vencimento por inteiro.

    Liked by 1 person

    • José Monteiro permalink
      20 Abril, 2020 09:27

      Sonhos de uma noite de Primavera.
      Eles, após a normalização do regime, finais a nos 70.
      não sabiam, pior, não queriam.
      Demos nisto. Mais recentemente, dos paióis de Tancos 28-J a esta comédia Abril-25.
      Pouco de admirar, com a cultura de empresa, práxis’ alimentada na Casa dos Mandarins:
      «Os deputados sabem que podem contar comigo para defender a ”imagem” a que temos direito, que é uma imagem de ”dignidade”. E é uma dignidade acrescida pelo sentido de entrega que é ”superior” ao do cidadão comum, à das pessoas que estão habituadas às suas vidinhas’»-Pois, as nossas ”vidinhas” cá fora.
      Madame Assunção Esteves, reformada, pensionista e prestamista
      no Circo S. Bento.

      Gostar

    • becas permalink
      20 Abril, 2020 11:16

      De acordo com tudo o que está escrito. Isto era o meu programa de governo .Força portugueses não se deixem enganar . Devemos votar em-quem preconizar tudo isto e em objectivos competentes para o país

      Gostar

  22. 20 Abril, 2020 10:05

    AyKibom, vai ficar tudo bem …

    Gostar

  23. 20 Abril, 2020 10:28

    A brigada do Reumático é um exemplo claro do Culambismo Tuga, tradição de séculos que custa a morrer como a praxe académica, em Coimbra estuda-se e estão os estudantes… a cabeça dos tugas é dura, é de pedra!

    Gostar

  24. Liberal de Bancada permalink
    20 Abril, 2020 12:05

    Bom artigo, Helena. “O combate aos fascismos futuros cumpre agora o papel retórico de anos de evocações e recriações dos fascismos passados.” Na mouche.

    Daí que o Carlos Guimarães Pinto se exaspere com o crescimento do Chega. Nada é mais favorável ao socialismo, e mais pernicioso para o liberalismo, que a materialização desse fantasma de fascismo futuro.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: