Saltar para o conteúdo

Sobre o “marxismo cultural”

17 Julho, 2020

Falemos então, com todas as aspas devidas, de “marxismo cultural” (1), no Observador

 

18 comentários leave one →
  1. Olympus Mons permalink
    17 Julho, 2020 16:20

    Eu falo sobre o FCE (Fascismo Cultural de Esquerda) há muitos anos. Em Portugal por exemplo não há forma de se ouvir, ler ou argumentar me praça publica institucionalizada qualquer narrativa que não seja escrita em esquerdalhês. Quando chega ao nível da língua (linguagem) usada…. Pfeu não há muito a fazer.
    Excepto:
    ELEGA 10 deputados do CHEGA!
    A vantagem das democracias é que passado 4 anos pode votar em quem quiser.
    Até ao momento o CHEGA tem merecido esses votos.

    Primeiro foram as rastreiras da extrema direita em que não caiu, depois dos grupos da mesma direita radical e Nazi que o tentaram infliltrar e ele não caiu, depois foi a infiltração do sistema “moderado” da direita que tentou moldar o discurso dele a la CDS e não conseguiu. Parabéns AV.

    Liked by 1 person

  2. lucklucky permalink
    17 Julho, 2020 16:34

    Aspas? Que pobreza…

    Por essa ordem de ideias absurda nunca poderia ter havido um golpe Comunista.

    Quem controla a infra-estrutura da educação, cultura e do jornalismo em Portugal?

    Liked by 1 person

    • Filipe Bastos permalink
      17 Julho, 2020 17:11

      Quem controla o dinheiro que paga a educação, a cultura, o jornalismo e tudo o mais? Quem controla os governos, o Paralamento, as entidades (pseudo-)reguladoras, o próprio Estado? E a UE, o FMI, o Banco Mundial, os ‘mercados’, as agências de rating, a ‘democracia’?

      Já sei: é o Jerónimo da cave dele? Ou a Catarina, a picareta falante pelintra? A CGTP, esse colosso de poder e influência?

      Certamente que não a Banca, o grande capital, as grandes empresas e multinacionais, os mega-mamões do país e do mundo, pois não lucky? Claro que não! São os comunas.

      Os comunas vêem tudo, ouvem tudo, mandam em tudo. Até estão debaixo da sua cama. E v. a pensar que eram ‘amigos’ da sua mulher. São comunistas, lucky!

      Gostar

      • lucklucky permalink
        17 Julho, 2020 21:08

        Então diz-me onde está Hayek, Sowell, Mises, Bastiat etc nas declarações das grandes empresas?
        Onde está defesa da liberdade de expressão na conversa dos gestores?

        Não está.
        E porque és Marxista mas nunca mexeste o cú, não percebe sequer que há pessoas apolíticas quer por falta de interesse, quer por falta de tempo. Gente que se dedica ao trabalho a 100% mesmo pondo em causa a família e mal vendo os filhos não tem tempo para pensar em política.

        Logo também não percebes que hoje o centro do Marxismo mundial são os EUA.

        Esta esquerda Marxista que de uma maneira ligeira se pode dizer ligada ao cisma de Trotski , foi-se movendo do mundo físico para o mundo das palavras. Para o sistema de educação, jornalismo, artes, mais tarde publicidade, empresas.
        Enquanto os comunistas ligados à União Soviética continuavam ligados ao físico. Mas o mundo físico tem o problema dos resultados = a longo prazo é impossível fazer batota. Se o carro não funciona não funciona, não há chance para ser desonesto.

        Já no mundo das palavras podes dizer tudo e o seu contrário se tiveres o controlo da narrativa.

        Este Marxismo no momento está confortável com empresas capitalistas se as controlarem, extorquírem milhões em protecção mafiosa=cursos de reeducação e puderem ditar a moral por elas. É o poder que atraí.
        Por isso é que vês este Marxismo quase se pode dizer aristocrata a desprezar os trabalhadores, É preferível converter o Bill Gates que o Zé Manel à causa. Porque o Bill Gates tem poder, o Zé Manel não.

        Tudo o que pode servir de arma para a conversão mais rápida das almas.

        Este Marxismo que é também abertamente racista, não no sentido ainda de crer em teorias raciais mas em usar as raças como veículo para o poder.
        Note-se que o ódio racial está presente, e o extermínio será inevitável mas será por recusarem a conversão.

        Boa parte dos revolucionários Russos eram burgueses e nobres. Tinham dinheiro, posses, propriedade privada.
        Coisa que o Pacheco Pereira finge desconhecer…não acredito que desconheça.

        Liked by 1 person

    • Filipe Bastos permalink
      18 Julho, 2020 00:35

      Então diz-me onde está Hayek, Sowell, Mises, Bastiat etc nas declarações das grandes empresas?

      Claro: como a Amazon não cita Bastiat, é um bastião de marxismo. Como a Goldman Sachs não tem um busto de Mises à porta, é na verdade um núcleo maoista.

      Logo também não percebes que hoje o centro do Marxismo mundial são os EUA.

      Pior ainda é em Marte: como sabe, a morte de Lenine foi encenada, a URSS estabeleceu várias bases intergalácticas, fingiu acabar em 1991, e hoje Lenine e Obama comandam lá o CU-TOMA: o Centro Universal de Transmissão e Operação de Marxismo Alienígena.

      V. é esperto, lucky; a si ninguém o engana. Percebeu logo que ter o dinheiro e o poder, controlar leis e governos, tudo isso significa nada: o que realmente importa é dizer umas larachas no Twitter e no Guardian.

      Até percebeu que os bilionários são na realidade marxistas: os biliões são só para disfarçar. Gates, Zuckerberg, Bezos, Musk, todos comunas. Li que o Trampa também é.

      Já conhece o site da Maria, o Darkoutpost.com? Passe lá, vai ver que encontra amigos. Ou então aqui: http://www.chpl.min-saude.pt

      Gostar

    • Filipe Bastos permalink
      18 Julho, 2020 11:57

      Calma, lucky: respire fundo. Agora vem a parte difícil.

      Isso não tem nada a ver com marxismo. Não acha estranho que a treta ‘identitária’ que substituiu a esquerda coincida com a queda desta em todo o lado, enquanto triunfam os Brexits, Trampas, Orbáns, Salvinis ou Bolsonaros?

      Acha normal um movimento político insultar 80% ou 90% do seu eleitorado, como faz a nova ‘esquerda’, para quem somos todos racistas ignorantes? Parece-lhe uma boa estratégia para chegar ao poder?

      Mais: se têm uma proeminência desproporcional nos media, na escola, até certo ponto na cultura, não será porque quem manda nessas coisas, os Donos Disto Tudo, querem que assim seja? De contrário, porque seria assim?

      Suponha que eles levavam a deles avante. Que mudava? Menos umas estátuas, mais uns negros em altos cargos, uns WC para os 35 géneros, uma ‘thought police’ a chatear o pagode. E o resto, o que conta – a economia, a finança, a política, os ‘mercados’? Tudo na mesma.

      Pense nos filmes de Hollywood. O bom da fita é quase sempre pobre; os ricos tendem a ser maus. Mas são ricos que financiam os filmes. Então porquê? Porque é o que a malta gosta de ver. O que rende é o underdog.

      Mas quando acaba a fita são mamões que abicham o lucro; e os personagens pobres são afinal actores com salários obscenos. É tudo faz de conta, entende? E a malta, feliz e consolada, vai para casa e nada muda. Tudo na mesma.

      Gostar

      • lucklucky permalink
        18 Julho, 2020 16:52

        Continuas sem perceber que tu és o australopiteco deles, tu ainda te manténs no registo dos dólares, é só o que queres. Dinheiro.

        Eles perceberem que os dólares não são suficientes quando o capitalismo permite um pobre ter coisas que um milionário não conseguiria ter há 20 anos e quando a maioria da população mundial já é classe media.
        É só ver como era a Coreia há 50 anos, Singapura, a Europa de Leste há 30, etc…

        Logo o Marxista precisa dividir e explorar não só por classe, mas por raça, por sexo, por género…

        Bolas é preciso descobrir novos mercados para o Marxismo explorar!

        “Acha normal um movimento político insultar 80% ou 90% do seu eleitorado, como faz a nova ‘esquerda’, para quem somos todos racistas ignorantes? Parece-lhe uma boa estratégia para chegar ao poder?”

        Vários factores.
        Sentem-se com poder.
        Eliminaram os outros na educação e jornalismo vêem o sucesso que cada vez mais conseguem junto às empresas
        São eles que educam os jovens e estão convictos de um conseguirem.
        Um dos credos do Marxista é que uma pessoa pode ser reprogramada pela propaganda desde o berço.
        Têm absoluta certeza que estão certos logo fecham-se no seu mundo.

        Já vem de longe:
        Pauline Keal em 1972 após uma eleição presidencial onde Nixon ganhou todos os Estados.
        “I live in a rather special world. I only know one person who voted for Nixon. Where they are I don’t know. They’re outside my ken. But sometimes when I’m in a theater I can feel them.”

        Gostar

  3. Weltenbummler permalink
    17 Julho, 2020 17:03

    https://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2401
    «A Escola de Frankfurt, o marxismo cultural, e o politicamente correto como ferramenta de controle

    Gostar

  4. Olympus Mons permalink
    17 Julho, 2020 20:31

    Um dos maiores erros que as sociedades da maioria silenciosa comete é achar que se ceder um bocadinho a esquerdalhada acalma. Se conceder a esquerdalhada concede também, se ajoelhar a esquerdalhada reconhece… nada mais longe da verdade.

    A esquerdalhada assumidamente ou veladamente marxista, está aqui para destruir meramente porque se sente sempre irrequietamente miserável e projecta nos outros as suas dores emociaonais – A esquerdalhada é invejosa, racista, desequilibrada psicologicamente e projecta isso em toda a sociedade.

    Liked by 1 person

    • chipamanine permalink
      17 Julho, 2020 21:44

      Essa é a força motriz dela. É essa forma de estar que querem impor.

      Gostar

  5. MJRB permalink
    17 Julho, 2020 21:01

    Cada vez mais questões marxistas, comunistas, social-democratas, democratas-cristãs, de Direita, do Centro ou de Esquerda, não interessam à populaça-NADA, que até goza, despreza quem pensa e se preocupa pelo país.
    O que está a dar na actualidade tuga são os aparecimentos diários do MCThomaz, do AC-DC ou de qualquer membro do governo nos media-15 milhões e o putedo mais ou menos institucionalizado. Mais putedo, mais falta de vergonha nos focinhos, sem colunas vertebrais inexistentes anunciadas hoje (e é isso que interessa à populaça anestesiada): Cristina Ferreira volta à TVI e Jorge Jesus regressa ao colo do Vieira. “Ambos os dois” com ordenados que qualquer merdecas que os adora nunca ganhariam em 400 anos de trabalho — gosto imenso que pilantras à rasca adorem este tipo de milionários, sigam pormenorizadamente e se preocupem com as suas faustosas e exibicionistas vidas.

    Liked by 1 person

    • 18 Julho, 2020 04:49

      Impressionate. Não fazia ideia que já havia tais disciplinas no curriculum escolar português.
      Cidadania e Desenvolvimento? Belo eufemismo.

      Gostar

    • lucklucky permalink
      18 Julho, 2020 07:38

      Se falhas as aulas de reeducação Marxista não passas, mas já podes falhar Português e Matemática…

      Onde está IL, o PSD, o CDS, o Chega?

      Gostar

  6. Albino Manuel permalink
    18 Julho, 2020 18:57

    Ganha ao euro com cada um que faça o link?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: