Skip to content

Ajudem Isabel Moreira a ridicularizar a Constituição

20 Janeiro, 2012

Há muito que se percebeu que a saída da crise é inconstitucional. Qualquer medida de corte na despesa esbarra num ou noutro direito absolutamente essencial. É por isso meritório o pedido de fiscalização da constitucionalidade do orçamento de estado feito pelos deputados socráticos. Nada como confrontar a constituição com as suas próprias contradições e utopias.

About these ads
76 Comentários leave one →
  1. Tiro ao Alvo permalink
    20 Janeiro, 2012 14:38

    Os socialistas desalinhados estão bem acompanhados por esta “independente”, mais papista do que o papa. Ouvi-a outro dia dizer que é injusto cortar apenas os subsídios de férias e de Natal aos funcionários públicos e aos empregados das empresas estatais. Defendem que o justo seria cortar também essas regalias aos funcionários do sector privado para, assim, haver igualdade de tratamento, como manda a Constituição, dizem e repetem.
    Este grupinho esquece os mais de 700.000 desempregados, todos oriundos do sector privado, e nem quer ouvir falar dos empregados que trabalham por conta de outrem e que, ora não recebem salários há uma porrada de meses, ora não receberam subsídio de Natal e, muitas vezes, nem de férias nem de Natal. Nem querem que se fale dos muitos milhares que andam por aí, com o credo na boca, receosos de, a curto prazo, irem engrossar o número, já muito elevado, de emigrantes ou de desempregados, neste último caso, no subgrupo “de longa duração”.
    Por que não defendem eles, esses falsos socialistas, igual situação para o funcionalismo público, ou seja, por que não propõe para os funcionários da administração pública condições semelhantes às que beneficiam os trabalhadores do sector privado, ou os trabalhadores (falsos) independentes, os chamados “a recibo verde”? Por que será?

  2. 20 Janeiro, 2012 14:42

    Não seria desejável que o grupo dos “deputados socráticos” alterasse a Constituição que tem 36 anos (uma idades respeitável?

  3. J.Silva permalink
    20 Janeiro, 2012 15:03

    Se esta Moreira não fosse filha de quem é, alguém a (re)conhecia fora do triângulo Chiado, Bairro Alto, P.Real?

  4. 20 Janeiro, 2012 15:18

    Ah… então o Miranda está a ver a “saída da crise”…
    São já efeitos da viragem anunciada pelo soporífero Gaspar… ou cogumelos mágicos?

  5. joão viegas permalink
    20 Janeiro, 2012 15:32

    A questão de saber como aplicar a regra juridica perante uma alteração das circunstâncias é classica pelo menos desde os Romanos. Em contrapartida, a historia mostra que, pelo menos desde os Romanos, nenhuma sociedade se aguenta muito tempo suspendendo todas as regras juridicas a pretexto de circunstâncias excepcionais. Por isso a maior parte dos Estados modernos se dotam de constituições. Aqueles que afirmam que o não fazem, recorrem a costumes constitucionais que funcionam mais ou menos da mesma maneira.

    Não fosse a moda contestavel, muitissimo mais recente, de afirmar que existem uma “ciência economica” e “ciências exactas” como aquelas em que o J. Miranda se formou (julgo eu), e seria de todo impossivel alguém frequentar anos seguidos estabelecimentos de ensino secundario e superior, e continuar a desconhecer completamente a realidade basica a que o paragrafo anterior alude.

    Boas

  6. 20 Janeiro, 2012 15:34

    Certamente haverá várias maneiras de sair da crise.
    Haverá certamente maneiras legais e ilegais de sair dela.
    Afastar a Dona Crise será um fim que não justifica alguns meios.

  7. von permalink
    20 Janeiro, 2012 15:38

    Não insistam. A crise não existe. É um conto de fadas, com demasiados crédulos. Afinal muita gente acredita no Pai Natal. Façam as perguntas certas…

  8. Antonio Coelho permalink
    20 Janeiro, 2012 16:04

    Que traumas de infância tem esta Isabel? Pai ausente, mãe pouco maternal? Que se passa com a rapariga? Azar com os namorados? Adriano Moreira deveria esclarecer-nos, de preferência com prosa menos hermética que o habitual. Mas dou comigo a pensar: e nós com isso? Já não chega aturar o Louçã (ou a sua admiradora incondicional Ana Drago) e as suas teorias moralizadoras? Eu até tenho comido a sopa toda….

  9. 20 Janeiro, 2012 16:26

    excelente post.
    satírico (passe a analogia…) e irónico …q.b.

  10. João Santos permalink
    20 Janeiro, 2012 16:36

    Em Portugal nunca foi importante a conformidade com a Constituição. Por cá, o que conta é adequar tudo e todos às conveniências dos mandantes, aos ditames da elite caseira e da elite credora lá das estranjas. Conta pouco o povo, desde há muitos séculos. E este, quando pode, pisga-se. É o que faz de melhor.

  11. 20 Janeiro, 2012 17:03

    Essa senhora, salvo seja, está sempre enjoada. Será de nascença?

  12. Zebedeu Flautista permalink
    20 Janeiro, 2012 17:14

    Isto não vai dar em nada pois o TC é dominado pelos fascistas do Bloco Central. Se lá houvesse gente de bem e livre já há muito que tinham elucidado o Povo de que toda a divida publica não deve ser paga e quem emprestou deve ser ridicularizado e desprezado. Pouco me interessa que tenham sido usado esses fundos para dar mama a corruptos, construir hospitais ou reformas dos velhinhos ( ou novinhos como alguns do TC). Divida passada ou presente são sempre impostos futuros, a forma mais nojenta de exploração do homem pelo homem.

    PS: Gostei muito de ouvir aquele jovem do PSD a falar dos problemas intergeracionais e da abertura de espírito da Excelentíssima Douta Presidente da Assembleia. Comovente.

  13. J. Madeira permalink
    20 Janeiro, 2012 17:39

    Então a saída da críse depende de roubar dois meses de pensão aos reformados? Não há alternativas?
    Se a Constituição é utópica o caminho será arranjar uma maioria e expurga-la das utopias, será que
    já não estamos num Estado de Direito? Nota final; a desculpa de reduzir a despesa de Estado cortando
    nos salários dos funcionários públicos e pensionistas do privado não colhe! Foi uma solução calaceira,
    sim de calões que não querem actuar na economia paralela e, noutras áreas da economia!!!

  14. aremandus permalink
    20 Janeiro, 2012 17:41

    pois, a isabel a coitadinha. ainda agora mesmo ouvi o nosso cavaco dizer que o guito das pensões não lhe dava para as despesas…eu com 300 euros de pensão tenho de chegar ao fim do mês, a sorte é a heroína estar isenta de IVA.
    mas depois de pensar um pouco,com o tipo a receber quase trinta vezes mais que eu, aquela droga que espatifou o michael jackson deve custar muito caro…
    ou será que o nosso cavaco vai para o bingo à socapa da maria…
    ou para o eduardo sétimo…
    dão-se alvissaras,para quem souber onde derrete ele dois mil contos de reis mensais!

  15. Arlindo da Costa permalink
    20 Janeiro, 2012 17:53

    Ridicularizar a Constituição? Claro que sim!
    Mas Portugal tem alguma Constituição?
    Portugal tem instituições que têm vergonha no focinho?
    Qual Constituição?
    Não estamos sob um regime de Excepção, onde limpam o cú com a constituição?

  16. 20 Janeiro, 2012 18:13

    É urgente um sinal de cidadania activa

    A partir da criação do euro em 1999 os 17 países da EU que aderiram à moeda única passaram a ter uma taxa de câmbio fixa e deixaram de controlar as suas relações de troca através do controlo cambial e da intervenção directa dos seus bancos centrais. A partir de então em conjunto a balança de transacções da Grécia, Itália Portugal e Espanha –GIPS- passou sempre a ser negativa , isto é as empresas e os Estados foram-se progressivamente endividando. Ao mesmo tempo, e de forma sempre simétrica, a Alemanha apresentava um saldo positivo nas suas trocas com o exterior, atingindo actualmente um superavite de 182 mil milhões de euros, enquanto os países referidos acumulavam um saldo negativo de 183 mil milhões*; quer dizer, a Alemanha prosperou com a moeda única e os GIPS agravaram a sua situação.
    A abolição das quotas de importação provenientes dos mercados asiáticos em 2005 levou à destruição de muitas empresas de média tecnologia pela impossibilidade de competirem contra custos de produção muito inferiores, assentes em mão de obra quase escrava, desrespeito pelo Ambiente etc. Em contrapartida, mais uma vez a Alemanha foi a grande beneficiária, exportando mais produtos de elevada tecnologia para os mercados asiáticos.
    Com a crise financeira de 2009, a dívida dos GIPS cresceu muito, o que justificou que os mercados de capitais iniciassem um ataque especulativo sobre a dívida pública destes países, começando selectivamente pelos mais pequenos e consequentemente mais vulneráveis às operações da alta finança internacional. Só uma intervenção rápida de um banco central poderia deter este processo, mas os países agora desarmados perante as operações especulativas não puderam contar com uma intervenção enérgica do Banco Central Europeu -BCE- devido essencialmente à forte oposição da Alemanha.
    O BCE pode emprestar dinheiro aos bancos mas está proibido de emprestar directamente aos países, o que originou um empolamento das despesas de manutenção da dívida –com benefícios para a banca – tornando a manutenção da dívida insustentável em alguns países.
    A Alemanha e a França como se fossem proprietários da EU vieram sucessivamente a propor “soluções” para a crise que imediatamente se revelaram como ineficazes. Ao manter o BCE incapaz de garantir os títulos de dívida dos países europeus, a Alemanha com cumplicidade da França, conseguiu por em perigo o euro e levou à supressão da democracia na Grécia “despediu” com um simples telefonema o governo de Itália, levou à queda o governo de Portugal e facilitou a vitória da direita em Espanha. Depois de espalhar um,a política de medo e incerteza permanente e substituir os governos destes países, reduzem-se salários e regalias sociais e finalmente pode-se obter um lucro adicional: comprar a capacidade produtiva de um país ao preço de saldo. Contudo, em apenas 2 dias o BCE emprestou em Janeiro à banca europeia 500 mil milhões de euros , enquanto uma semana antes se dizia que não tinha capacidade para dar garantias sobre a dívida da Itália (440 mil milhões).

    Os GIPS enfrentam assim dois graves problemas: um imediato e urgente resultante dos ataques às dividas soberanas que serviu de pretexto para a ofensiva contra os equilíbrios sociais existentes, e um estrutural, que condicionou o primeiro e levou ao endividamento crescente e que tem de ser estancado.
    Sem por em causa a necessidade de pagar dividas e pôr cobro ao endividamento sistemático, a verdade é que uma saída para a crise não pode ser conseguida pela destruição da economia, optando por uma austeridade cega que inclusive reduz o produto interno e conduz à impossibilidade prática de permitir o pagamento da dívida. A solução passará por um ataque simultâneo aos dois problemas – travar o ataque especulativo e a subida dos juros da dívida dos países e equilíbrio orçamental das contas públicas num prazo realista, permitindo que as pessoas percebam que os sacrifícios para resolver o segundo são pelo menos parcialmente compensados pela solução do primeiro.
    Ao boicotar os ajustes necessários do BCE fazendo prevalecer os interesses dos seus bancos, sem disparar um tiro, a Alemanha está a conseguir alimentar os seus desígnios imperiais melhor do que conseguiu na primeira e segunda guerra. Assim, em menos de 100 anos a Europa tem de enfrentar a terceira calamidade provocada pela Alemanha : o avanço sobre a soberania dos estados e a sua subjugação económica configura o que entendemos por um estado de guerra.

    De facto estamos a enfrentar uma situação de guerra, em que as armas até podem ser silenciosas, mas não deixam de ser devastadoras.

    Perante este cenário os dirigentes políticos europeus como Passos Coelho vieram a revelar-se, não como defensores dos seus Estados, mas apenas como submissos representantes de Berlim, incapazes de negociarem condições que permitissem que a economia dos respectivos países pudesse manter a vitalidade suficiente para que efectivamente pudessem honrar os seus compromissos, mas sem destruir empresas pessoas e bens.

    Neste contexto de emergência os cidadãos dos GIPS não podem de imediato esperar que os seus interesses sejam capazmente defendidos, pelo que só lhes resta a possibilidade de enviar directamente uma mensagem suficientemente forte para ser ouvida e atendida pela alta finança alemã: fazer baixar significativamente os lucros das suas empresas.

    Sabendo-se que 60% das exportações da Alemanha se destinam à Europa é urgente que os cidadãos europeus exerçam o seu direito à resistência contra a ofensiva em curso, começando desde já por enviar uma mensagem muito clara para Berlim: deixar de comprar produtos de origem alemã.

    Se concordar com esta acção de defesa do país, é favor divulgar a mensagem.

    * Soma da balança de pagamentos dos GIPS versus Alemanha (milhões de euros)**

    ** dados do Eurostat

  17. JgMenos permalink
    20 Janeiro, 2012 18:27

    São precisos 2/3 de gente vinculada a partidos e não às suas consciências, para que uma geração não fique refém de uma outra geração, que viveu outras circunstâncias, e que resolveu assumir-se como capaz de definir um futuro que não lhes pertencia!
    A constituição feita para os ‘amanhãs que cantam’ é um lixo histórico, classista, estatal, e base muito querida da camarilha dita de esquerda que nos tem governado,

  18. aremandus permalink
    20 Janeiro, 2012 18:27

  19. Zebedeu Flautista permalink
    20 Janeiro, 2012 18:31

    Os bravos e livres governantes da Hungria é que vão por ordem nas oligarquias rentistas que dominam os mercados manipulados pela aristocracia decadente. Então andaram lá a despejar EURO e CHF à doida e agora estão a espera de receber até ao ultimo pintelho. Aqui é que não há tomates ou melhor os do TC sabem bem que é melhor receber 12 gordinhos que empreender e acabarem com 14 magrinhos.

  20. Monti permalink
    20 Janeiro, 2012 18:40

    “feito pelos deputados socráticos”
    E que naipe, com alguns dos ‘socialistas’ de Macau: Mr Costa, Mr Canas…
    Quem os conhece bem:
    Um antigo dirigente das forças de segurança de Macau: quando passarem pelo X… podem dizer-lhe da minha parte: corrupt…corrupt…
    Um advogado da nossa praça, José António Barreiros: que bem que os topou, em Macau, quando Fala de Y…

  21. aremandus permalink
    20 Janeiro, 2012 18:54

    http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=2254518

    aceitam-se esmolas,nem que sejam restos dos restos das refeições.

  22. aremandus permalink
    20 Janeiro, 2012 18:58

    cavaco devia seguir o exemplo de camões:
    mesmo inveterado bêbado e putanheiro jamais se queixou

  23. bulimunda permalink
    20 Janeiro, 2012 19:38

    http://bulimunda.wordpress.com/2012/01/20/jamiroquai-virtual-insanity-por-aqui-ja-passou-para-a-realidade-cavaco-tratou-disso/

    COM PRESIDENTES DESTES O PAÍS PODE PUXAR O AUTOCLISMO…A COLOCA ESTÁ A TRANSBORDAR…

  24. bulimunda permalink
    20 Janeiro, 2012 19:40

    digo cloaca…

    Islândia. Crescimento económico triplica em relação à UE em 2012
    Por Joana Azevedo Viana, publicado em 28 Nov 2011 – 08:39 | Actualizado há 7 semanas 4 dias
    Imprimir Enviar

    4407

    990

    Imagem

    dinheiro notas 3

    Em 2008, quando a falência de grandes instituições financeiras dos EUA arrastou bancos e países para crises da dívida pública sem precedentes, a Islândia fazia parte desta lista. Agora, quatro anos passados, o país apresenta ao mundo um crescimento económico notável.

    De acordo com estimativas do Fundo Monetário Internacional (FMI), a Islândia vai fechar 2011 com um crescimento do PIB de 2,5%, prevendo-se novo crescimento de 2,5% para 2012 – números que representam quase o triplo do crescimento económico de todos os Estados-membros da União Europeia – que em 2011 ficarão pelos 1,6% e que descerão para os 1,1% em 2012. A taxa de desemprego no país vai ainda descer para os 6%, contra os actuais 9,9% da zona euro.

    Contra factos não há argumentos e nem as agências de rating conseguem ignorar os efeitos positivos das decisões políticas. “Aeconomia da Islândia está a recuperar das falhas sistemáticas dos seus três maiores bancos e voltou a um crescimento positivo depois de dois anos de contracção severa”, disse esta semana a Standard &Poor’s, depois de ter subido o rating do país para BBB/A-3 (a Fitch mantém a Islândia com rating “lixo”).

    Das consecutivas decisões que o país foi tomando – e que continua a tomar – desde 2008 que não há vítimas a registar, a não ser os banqueiros e políticos que levaram à crise da dívida pública. No rescaldo do colapso financeiro, a população compreendeu rapidamente que também tinha a sua quota parte de culpa na iminente bancarrota e preparou-se para apertar o cinto. Mas não da forma como os Estados-membros da UE o têm feito: consecutiva e sem resultados à vista.

    A nacionalização dos três grandes bancos islandeses no rescaldo do seu colapso por pressão popular em 2008 e a queda do governo conservador abriu caminho à recuperação. O país continua a pagar o resgate de 2,1 mil milhões do FMI mas esse valor não impede o crescimento económico, potenciado ainda por medidas como a criação de uma comissão constituinte de cidadãos sem filiação partidária que agora é consultada em quase todas as decisões políticas e pela contínua busca e julgamento dos responsáveis pelo estalar da crise. Resultado: para além dos números já avançados, está previsto um crescimento de 2,7% do PIB islandês em 2013.

  25. C. Camargo permalink
    20 Janeiro, 2012 19:48

    Será que aqui se defende, pro bono, inconstitucionalidades? Quem sabe? Até à inconstitucionalidade final e ao fim do Estado Democrático?

  26. Portela Menos 1 permalink
    20 Janeiro, 2012 21:35

    (…) 700.000€ por um part-time de 7 reuniões anuais (…)
    É por causa disto que a tralha liberal quer mudar a Constituição? Ó pá, não seja por isso!

  27. Portela Menos 1 permalink
    20 Janeiro, 2012 21:38

    Ou será por isto que querem mudar o preâmbulo da Constituição?

    http://www.publico.pt/Pol%C3%ADtica/cavaco-reforma-do-banco-de-portugal-nao-vai-chegar-para-pagar-despesas-1529976#Comentarios

  28. Portela Menos 1 permalink
    20 Janeiro, 2012 22:00

    Drago e o deputado Marques:

  29. A. R permalink
    20 Janeiro, 2012 22:21

    É uma constituição do Soares e do Cunhal. Tem que se enterrar nem que seja no Aeroporto de Macau o colocar debaixo do féretro do Pai dos Povos

  30. Portela Menos 1 permalink
    20 Janeiro, 2012 22:37

    depois do Supremo só Blasfémias o pode ilibar:

    http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=39397

  31. observador permalink
    21 Janeiro, 2012 00:24

    Já agora, também confrontar quem, devendo cumprir e fazer cumprir a dita Constituição, se entretém a fazer inconstitucionais.

    Não é uma questão de se gostar da Constituição, é uma questão de respeito e de Magna Carta.

  32. anti-comuna permalink
    21 Janeiro, 2012 00:46

    Via CCz, cheguei a este interessante ficheiro: http://www.accenture.com/us-en/outlook/Pages/outlook-journal-2011-new-paths-growth-age-market-aggregation.aspx
    .
    .
    Ele até comenta algumas coisas: http://balancedscorecard.blogspot.com/2012/01/muito-muito-frente.html
    .
    .
    Agora eu faço um apelo. Apoiem o nobelizado a abrir os olhinhos. ehhehehh
    .
    .

    http://aeiou.expresso.pt/portugal-nao-esta-sequer-perto-da-grecia=f700560

    .
    .
    Um dia destes, como as teorias deles não se ajustam à realidade tuga, vão dizer que… Portugal está a fazer um milagre económico. ehhehehheh
    .
    .
    E, outra vez, a balança de serviços dos negócios internacionais tugas, apesar da queda em Outubro face ao mês anterior, voltou a mostrar bom dinamismo positivo. O excedente voltou a subir, o que é excelente.
    .
    .
    Enfim, daqui a uns meses vão clamar em coros destes nobelizados: Portugal faz um milagre económico contra toda a teoria keynesiana. ahhahahhahah

  33. Arlindo da Costa permalink
    21 Janeiro, 2012 02:35

    Ó A.R. camelo:
    A Constituição da República Portuguesa (a original, a de 1976, a socialista/progressista) foi aprovada de pé com aclamação pelos Deputados Constituintes do então PPD/PSD, PS, MDP-CDE e PCP.
    Só o CDS (o democrata-cristão da altura e não o populista e aldrabão de hoje) é que votou contra.
    Se o actual PSD quer renunciar à sua História e ao Legado do seu líder, Dr. Francisco Sá-Carneiro, que o faça e o diga.
    Sempre pode ficar do lado dos antigos pró-chineses do MRPP que também estavam contra a Constituição.
    Muitos desses MRPP’s estão hoje no governo e nas respectivas assessorias.

  34. 21 Janeiro, 2012 02:44

    QUEM O SEU INIMIGO POUPA
    NAS MÃOS LHE MORRE
    ditado de sabedoria popular.
    temos afirmado aqui e no blog a inacreditável candura, ingenuidade e suicídio político da estratégia política do Governo em não criticar o governo corrupto-xuxa-socrático que levou o país à bancarrota (faltou menos de 30 dias, em junho de 2011…)
    em contraponto, por ex…com as constantes conferências de imprensa de Gaspar sobre os míseros 6 mil milhões de € da Madeira.
    Estratégia q partia do pressuposto que o governo PS-Socrático assinara o memorando com a troika..e por isso não iria contestar as medidas impopulares para cumprir o memorando……..e RECEBER OS MILHARES DE MILHÕES de €UROS imprescindíveis para pagar salários.reformas…….importações de medicamentos, etc…(os críticos do memorando querem exactamente que falhe € para isto…).
    Pois este pedido de inconstitucionalidade de origem corrupta-xuxa-socrática (o costa almoçou há dias com o vigarista mor sókas.) vem demonstrar sem margem para dúvidas a falta de coluna vertebral dos xuxas-corruptos-socráticos…e o erro crasso dessa estratégia política.
    foi um verdadeiro murro no estômago!!!
    esperemos que sirva de exemplo.

  35. 21 Janeiro, 2012 02:52

    O desassombro, honestidade intelectual e coragem de ANTÓNIO BARRETO:

    http://www.mentesdespertas.blogspot.com/2011/12/antonio-barreto-entrevista-ao-i-i.html

  36. Nuno permalink
    21 Janeiro, 2012 03:44

    .
    Tiro ao Alvo
    Posted 20 Janeiro, 2012 at 14:38 | Permalink
    .
    Um amigo que fez o seu percurso peofissional no privado reformou-se em 1992 com 2.200 €. Desde então, a sua pensão sofreu diversos corte e actualmente mantém-se na mesma fasquia dos 2.200 €…
    Já se foi informar e dizem~lhe que os cálculoa estão certos.

  37. JCA permalink
    21 Janeiro, 2012 03:54

    .
    Pois,
    .
    .
    Se a Grécia entrar em ‘default’ tudo sugere que se afunda o ‘salva vidas’ grego a Portugal, nem a Austeridade nos salva(ria):
    .
    .
    => GRAPHIC: European debt crisis explained
    The complex web of lending between banks in Europe means the whole continent is threatened by the possibility of Greece defaulting on its loans.

    http://www.telegraph.co.uk/news/interactive-graphics/graphic-of-the-day/8868729/Graphic-European-debt-crisis-explained.html

    .
    .
    Entretanto parece que alguns Portugueses continuam a teimar obrigar Portugal a andar em contramão,
    contra o próprio FMI, o Banco Mundial e a Organização Mundial do Comércio:
    .
    => IMF warns of threat to global economies posed by austerity drives
    .
    International Monetary Fund and 10 other economic bodies make ‘call to action’ to boost growth and curb protectionism The leaders of the International Monetary Fund, the World Bank and the World Trade Organisation on Friday issued a warning about the economic and social risks of austerity programmes in a “call to action” designed to boost growth and fight protectionism.
    .
    .

  38. JCA permalink
    21 Janeiro, 2012 03:56

    ,
    Repito 03.54H agora com o link
    .
    => IMF warns of threat to global economies posed by austerity drives
    .
    International Monetary Fund and 10 other economic bodies make ‘call to action’ to boost growth and curb protectionism
    .
    The leaders of the International Monetary Fund, the World Bank and the World Trade Organisation on Friday issued a warning about the economic and social risks of austerity programmes in a “call to action” designed to boost growth and fight protectionism.

    http://www.guardian.co.uk/business/2012/jan/20/austerity-warning-international-monetary-fund

    .

  39. Nuno permalink
    21 Janeiro, 2012 04:04

    .
    aremandus,
    Li em qualquer lado que o Cavaco sacava 80.000 €. Fui ver ao Google e «abdica do salário enquanto Chefe do Estado, mas opta pelos dez mil euros mensais da reforma, evita 10% de corte no salário.»
    Dez mil euros é uma vergonha face ao panorama nacional.
    .

  40. JCA permalink
    21 Janeiro, 2012 04:10

    .
    Pacote Fiscal Europeu:
    .
    => Secret plan revealed for new EU taxes
    .
    Germany and France have opened new battlefront with Britain over a demand for new EU powers to set business and energy taxes on top of their push for a controversial Europe-wide levy on financial transactions.
    .

    http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/europe/eu/9025589/Secret-plan-revealed-for-new-EU-taxes-on-Britain.html

    .
    Depois do ‘a Troijka manda’, ainda mais impostos em portugal sobre a Energia (Luz, Gasolina, Gás), sobre os as Empresas etc agora porque “a’UE manda” ? Onde fica a tal competitividade dos sócios europeus mais fracos ? Que Produtividade dos Países mais frágeis ? Como é que isto vai funcionar em Portugal ?
    .

  41. Nuno permalink
    21 Janeiro, 2012 04:13

    E como é na Islândia?
    ,Com a sua decisão de travar a marcha trágica dos mercados, a Islândia abriu um precedente que pode ameaçar partir a espinha dorsal do capitalismo tardio. Por agora, esta pequena ilha, que está aquilo que se dizia ser impossível por ser irreal, não parece desaparecer no caos, apesar de estar desaparecida no silêncio noticioso. Quanta informação temos sobre a Islândia e quanta temos sobre a Grécia? Porque é que a Islândia está fora dos meios que nos deviam contar o que acontece no mundo?

    Uma Constituição redigida por assembleias de cidadãos

    Até agora, tem sido património do poder definir o que é real e o que não é, o que pode pensar-se e fazer-se e o que não pode. Os mapas cognitivos usados para conhecer o nosso mundo sempre tiveram espaços ocultos onde reside a barbárie que sustenta o domínio das elites. Esses pontos obscuros do mundo costumam acompanhar a eliminação do seu oposto, a ilha da Utopia. Como escreveu Walter Benjamin: qualquer documento de cultura é, ao mesmo tempo, um documento de barbárie.

    Estas elites, ajudadas por teólogos e economistas, têm vindo a definir o que é real e o que não é. O que é realista, de acordo com esta definição da realidade, e o que não o é e, portanto, é uma aberração do pensamento que não deve ser tida em consideração. Ou seja, o que se deve fazer e pensar e o que não se deve. Mas fizeram-no de acordo com o fundamento do poder e da sua violência: o terrível conceito da necessidade. É preciso fazer sacrifícios, dizem com ar compungido. Ou o ajuste, ou a catástrofe inimaginável. O capitalismo tardio expôs a sua lógica de um modo perversamente hegeliano: todo o real é necessariamente racional e vice-versa.

    Em janeiro de 2009, o povo islandês revoltou-se contra a arbitrariedade desta lógica. As manifestações pacíficas das multidões provocaram a queda do executivo conservador de Geir Haarde. O governo coube então a uma esquerda em minoria no Parlamento que convocou eleições para abril de 2009. A Aliança Social-democrata da primeira-ministra, Jóhanna Sigurðardóttir, e o Movimento Esquerda Verde renovaram a sua coligação governamental com maioria absoluta.

    No outono de 2009, por iniciativa popular, começou a redação de uma nova Constituição através de um processo de assembleias de cidadãos. Em 2010, o governo propôs a criação de um conselho nacional constituinte com membros eleitos ao acaso. Dois referendos (o segundo em abril de 2011) negaram o resgate aos bancos e o pagamento da dívida externa. E, em setembro de 2011, o antigo primeiro-ministro, Geeir Haarde, foi julgado pela sua responsabilidade na crise.

  42. Nuno permalink
    21 Janeiro, 2012 04:25

    .
    «Uma Constituição redigida por assembleias de cidadãos» é um sub-título.
    .

  43. JCA permalink
    21 Janeiro, 2012 04:46

    .
    => The IMF is no longer serving its purpose
    .
    In a recent analysis of developments in Greece, the IMF virtually admitted as much, describing with eloquence how fiscal austerity had become self-defeating by undermining all hope of economic growth. Yet in defiance of its own evidence, the organisation concluded that the programme remained on track.
    .
    Portugal, Spain, Italy, and perhaps eventually France, too, look set to fall victim to exactly the same austerity trap, making it ever harder and more expensive for them to fund themselves in financial markets.

    http://www.telegraph.co.uk/finance/currency/9025245/The-IMF-is-no-longer-serving-its-purpose.html

    .

  44. 21 Janeiro, 2012 05:22

    A campanha contra cavaco é vergonhosa, asquerosa.
    ele disse que NÃO TINHA A CERTEZA quanto iria receber como pensionista do BdP.
    e que TALVEZ não fosse suficiente para pagar as despesas.
    mas das suas afirmações depreende-se que pensava ganhar muito menos de 10 mil € brutos.
    A escumalha mediática que faz a campanha asquerosa deveria INFORMAR O POVO português quanto é que ganham!
    e comparar com o PRESIDENTE DA REPÚBLICA
    administradores…diretores ..editores desses lacaios da ratoaria.
    só como exemplo.
    há dias o ricardo costa da SIC/expresso teve um acidente com um FERRARI…….
    QTO É QUE O GAJO GANHA???
    quem é ele para criticar cavaco?
    e o marcelino (DN) do gang da máfia do futebol (Olivedesportos) + TSF ..e JN..?
    e qto ganham os “jornalistas” da RTP…SIC……..TVI…..?

    qto ganha essa cambada?
    e cavaco ao menos não utiliza batota…como por ex.MSOARES…que ganha FORTUNAS na Fundação M Soares!!!
    issso não provoca indignação?
    e os DOIS MILHÕES de € q a Câmara de Lisboa deu à fundação saramago?
    isto, sim, é pouca vergonha..
    o semedo BE não se indigna???
    tb recebe tostões.?

  45. JCA permalink
    21 Janeiro, 2012 06:02

    .
    À margem sobre sons, o YouTube está a enxamear-se de relatos destes,
    .
    brincadeiras de mau gosto ou coisa mais séria ?
    .
    Sounds from Around the Globe!!! 2011 – 2012

    .

  46. Portela Menos 1 permalink
    21 Janeiro, 2012 10:39

    diz Sátiro, com a maior das calmas:
    (…) A campanha contra cavaco é vergonhosa, asquerosa (…)
    .
    Realmente, quando um sujeito ganha 10.000 € (DEZ MIL EUROS) e não consegue pagar as contas é caso para termos pena dele mas, mais dos que o defendem.

  47. bulimunda permalink
    21 Janeiro, 2012 10:43

    POIS AINDA BEM QUE ELE FEZ POUPANÇAS NO BPN…OLHA SE O NÃO TIVESSE FEITO…COITADO.

    http://bulimunda.wordpress.com/2012/01/21/how-the-west-went-bust-part-1-como-se-explica-de-forma-clara-e-concisa-sobre-as-razoes-que-levaram-a-esta-crise-da-bbc-claro/

  48. bulimunda permalink
    21 Janeiro, 2012 10:44

  49. 21 Janeiro, 2012 11:28

    Ajudem Isabel Moreira…
    Ajudem mas é o Cavaco, coitado.
    No Algarve já se faz um peditório pelas discotecas.

  50. 21 Janeiro, 2012 12:44

    Miranda,
    .
    abra uma conta para todos podermos fazer donativos ao pastel de Belém… isso é que era um postal blasfemo!…

  51. anti-comuna permalink
    21 Janeiro, 2012 13:25

    O Nuno, que gosta de tentar ensinar, então aprenda, antes que os seus livros só lhe sirvam de peso:
    .
    .
    “E como é na Islândia?”
    .
    .
    Na Islândia, para salvarem o Estado, a dívida média dos particulares e empresas duplicou.
    .
    .
    Vc. é o inteligente que advoga a mesma merda para os portugueses? Vc. é o gajo que estudou o problema islandês a sério? Então estude e descubra o descontentamento de quem está com dívidas para toda a dívida e tem como única solução emigrar.
    .
    .
    Da próxima vez, estude os problemas a sério antes de mandar bacoradas para o ar.
    .
    .
    Vc. quer que os privados se sacrfiquem para salvar o Estado?
    .
    .
    PM Anda muito burro armado em inteligente, crente que as dívidas desaparecem como por magia. As dívidas nunca desaparecem. Nunca! Mas esta gente tem a mania de carregar livros…

  52. KKK permalink
    21 Janeiro, 2012 13:56

    O anti-comuna não deve conhecer uma coisa chamada moral hazard. Quem emprestou dinheiro ao Estado sabia que essa operação tinha um risco inerente. A vida é assim. Esses senhores vão ter de assumir perdas.

  53. JCA permalink
    21 Janeiro, 2012 14:12

    .
    Islandia, estes ‘adivinham’ um ‘2012-tunnel year':
    .
    “Iceland will continue to go its own way and will be blocked from European trade, as limited as that will become this year. For that reason, there will be major moves from the Kremlin to align the Icelanders into a Russian alliance. The Icelandic economy will be kept afloat, in large part, by Russian trade and monies, not the first time. While there will be realistic discussions about setting up Russian bases on Iceland, as long as NATO stands, which will be through most of this year, this will only be talk.”
    .
    É um cenário FR.
    .

  54. aremandus permalink
    21 Janeiro, 2012 14:25

    «As dívidas nunca desaparecem»
    Idiota,vá consultar um jurista e informe-se sobre a prescrição.

  55. A. R permalink
    21 Janeiro, 2012 16:19

    Óh Arlindo rebuçado

    Podia-se naquelas condições votar uma constituição de forma livre?

    Não podia. Nessa altura tinha um amigo preso numa fronteira do país só por ter o nome de um conhecido empresário!

  56. anti-comuna permalink
    21 Janeiro, 2012 19:42

    “«As dívidas nunca desaparecem»
    Idiota,vá consultar um jurista e informe-se sobre a prescrição.”
    .
    .
    Quando os livros são carregados por burros armados em doutor…
    .
    .
    As universidades portuguesas também forma muitos eunucos. Sempre foi assim, sempre o será.
    .
    .
    Uma dívida nunca desaparece, pois é sempre contra-balançada por um perda noutro lado qualquer. Antigamente, ainda se ensinava o famoso T, em contabilidade. Acho que é preciso voltar aos velhinhos livros pois o computador em vez de ajudar, ainda os confundem mais.

  57. Maria Portugal permalink
    21 Janeiro, 2012 19:51

    Falando da Islândia, um país pequeno com uma coragem do tamanho do universo, sabemos que os islandeses recusaram-se a obrigar a pagar quem não devia. Vejamos a seguinte situação: imagine que não tinha divídas nenhumas e que era confrontado com um cobrador que lhe exigia que pagasse a dívida do seu vizinho, o que é que faria, pagava? É evidente que se pagasse era uma situação rídicula não era? Parecia que de repente tudo tinha ficado insano, não era? Quando se fala em dívida é necessário esclarecer sobre a dívida privada e a dívida pública. É necessário esclarecer, por uma auditoria (que não seja externa e paga a uma empresa de amiguinhos de auditorias, mas que seja fiscalizada pela assembleia da república e que seja do conhecimento do povo português) as contas quer do Estado quer do sector privado. Sabemos que a dívida de Estado está na média europeia e sabemos que é a dívida privada que está a provocar o desequilíbrio das finanças, no entanto, nunca se fala sobre ela. Relativamente às contas públicas, nós sabemos que os sucessivos governos têem se apoderado indevidamente dos dinheiros públicos, criando legislação que lesa gravemente o interesse público. Muitos dos negócios feitos pelo Estado seriam inconcebíveis a nível privado, contratos de 35 anos, 25, etc. Não nos devemos esquecer da Lusoponte e das Scut, com contratos lesivos do interesse público. Estas empresas servem-se do Estado para amealhar cada vez mais. Nas SCUT o Estado paga mesmo que não passe lá carro nenhum, situação completamente idiota não é? Uma empresa privada faria um negócio destes? Pagaria a outra para ela não fazer nada? Na lusoponte o Estado paga um pretenso prezuíjo, curioso não é? Quando é do Estado dizem que este se intromete demais nos negócios e que faz concentração, quando o Estado “liberta” o negócio alto lá que não nos podes deixar ter o prejuízo, os portugueses que o paguem, curioso não é? Portugal sofre de uma doença crónica chamada corrupção que não dá espaço para que o país respire e viva condignamente. Vemos sempre os mesmos a “empanturrar-se à grande e á francesa” e também vemos sempre os outros a pagar sempre por estes, empobrecendo de forma acelerada. O empobrecimento da população é um condicionante para o crescimento económico mas no entanto não se importam de o destruir, as pequenas e médias empresas sufocam também conjuntamente com a maioria da população. Concorrência também é outra palavra que pouca aplicação tem na vida portuguesa, o Estado é usado para criar situações de estrangulamento, uma dessas situações são os Hospitais privados. Até agora as “boas intenções”, “misericordiosas” deste governo enchem o inferno, sentindo-se no ar um cheiro forte a enxofre.

  58. Maria Portugal permalink
    21 Janeiro, 2012 20:03

    Não é Isabel Moreia que ridiculariza a constituição são todos aqueles que querem meter as mãos na constituição para colocar “que alguns são mais do que outros”. “O triunfo dos porcos” na sua plenitude. Isabel Moreira é uma voz que incomoda, sabemos disso porque esta nos faz pensar, sem sermos uma massa cerebral descolorada cheia de clichés de politólogos. Infelizmente também sabemos que o tribunal constituicional foi cirurgicamente estilhaçado para dar lugar a um conjunto de senhores com carteira política do PSD e do PS, infelizmente é o que o país tem por se demitir da acção. O tribunal constituicional deveria primar pela imparcialidade e não ter uma representação partidária que permite que se atropele o estado de direito.

  59. Outside permalink
    21 Janeiro, 2012 21:13

    Sátiro,
    “A campanha contra cavaco é vergonhosa, asquerosa.
    ele disse que NÃO TINHA A CERTEZA quanto iria receber como pensionista do BdP.
    e que TALVEZ não fosse suficiente para pagar as despesas.(…)
    .
    Este comentário (contextualizado após as infelizes declarações do PR, nem as primeiras, nem as segundas nem serão as ultímas, relativas somente às reformas) é candidato a comentário do ano e ainda só estamos em Janeiro.
    .
    Houve e há os seguidores de Sócrates, há seguidores de Jerónimo, de Portas , do Loça e do PM também os há, porêm existem ainda anos depois fiéis seguidores do PR.

    Temos uma alegoria na caverna portanto. Demasiada obscuridade e desconhecimento…
    .
    O mais cómico, é que nem por aqui se post e blasfeme, onde não é admirado, exista um post sobre (mais) estas declarações…curioso, ou talvez não, simplesmente coerente.

  60. Nuno permalink
    22 Janeiro, 2012 03:45

    .
    anti-comuna
    Posted 21 Janeiro, 2012 at 13:25 | Permalink
    .
    anti-comuna, aliás, bácoro,
    Nome que bem merece pelas muitas bacoradas que neste blog debita,
    Para já, creio que você não dará sinal de si neste local pela vergonha que aqui passou, pela ordinarice, aliãs, bem portista, e também com a demonstração que colocou bem em evidência a sua ignorância. Aqui, é sempre fácil fugir, como um covarde, do local próprio, à moda de um tripeiro.
    Se ensino ou não, não lhe intersssa. No entanto, posso dizer-lhe, alto e bom som, que você não tem as qualificações mínimas para que eu o aceitasse como aluno.
    Repito: estude e informe-se, depois apareça.
    Nuno :)))
    .

  61. JCA permalink
    22 Janeiro, 2012 04:14

    .
    Turquia
    .

  62. JCA permalink
    22 Janeiro, 2012 04:31

    .
    Pois,
    .
    Greece on verge of breakthrough in deal to cancel 70% of debt
    • Agreement secured on interest rate for new bonds
    • Athens hopes to brief EU meeting on Monday

    http://www.guardian.co.uk/business/2012/jan/20/greece-verge-breakthrough-debt-deal

    .
    É preciso é bons alunos …..
    .

  63. JCA permalink
    22 Janeiro, 2012 04:40

    .
    Pois,
    sobre ‘Sacrificios, Apocalipses, Paranoias Fiscais, Crises, Empobrecimentos, Falencias & Cª Lda”
    .
    What happens if Greece defaults?
    Greece is expected to announce a bond swap deal with private sector creditors that will see at least half the value of their investments in its debt written off. We look at what this means for investors, the wider market, and Greece itself.

    http://www.telegraph.co.uk/finance/financialcrisis/9029612/What-happens-if-Greece-defaults.html

    .

  64. 22 Janeiro, 2012 06:14

    “Emergencies’ have always been the pretext on which the safeguards of individual liberty have been eroded.”

    Quem disse isto?

    Hayek…

  65. anti-comuna permalink
    22 Janeiro, 2012 18:34

    “Repito: estude e informe-se, depois apareça.
    Nuno :)))”
    .
    .
    Pois, pois. Garganta não lhe falta. Comeu e calou. Dá-se! Um burro carregado de livros armado em doutor… ehheheh
    .
    .
    Quer um T ou um Razão? lolololol

  66. JCA permalink
    23 Janeiro, 2012 02:43

    .
    -Greece on verge of breakthrough in deal to cancel 70% of debt
    • Agreement secured on interest rate for new bonds
    • Athens hopes to brief EU meeting on Monday

    http://www.guardian.co.uk/business/2012/jan/20/greece-verge-breakthrough-debt-deal

    .
    -La crisis pasa de largo en las agencias de calificación
    Moody’s, Fitch y S&P logran aumentar sus beneficios

    http://www.elpais.com/articulo/economia/crisis/pasa/largo/agencias/calificacion/elpepieco/20120122elpepieco_4/Tes

    -

  67. aremandus permalink
    23 Janeiro, 2012 09:28

    as dividas não desaparecem…tomemos um ex:
    você como é naif, empresta-me cem euros no bingo,sem me conhecer. claro que como só falaem dinheiro gosta do cheiro do dinheiro e cobra-me cem por cento de juros ao dia.
    é claro que leva a banhada e fica sem o guito e sem os putativos e usurários juros.

  68. JCA permalink
    23 Janeiro, 2012 19:59

    .
    => The Mathematics Of Austerity: Proving Austerity Never Was Even Intended To Work

    http://vidrebel.wordpress.com/2011/09/12/the-mathematics-of-austerity-proving-austerity-never-was-even-intended-to-work/

    => India Joins Asian Dollar Exclusion Zone, Will Transact With Iran In Rupees

    http://www.zerohedge.com/news/india-joins-asian-dollar-exclusion-zone-will-transact-iran-rupees

    .
    => Davos guide: what you need to know about the World Economic Forum
    Our A-Z analysis unpicks the significance of the talkfest taking place in Switzerland this week

    http://www.guardian.co.uk/business/2012/jan/22/davos-world-economic-forum-guide

    .
    => Translating Zero Hedge: Your Wages Will Be Cut In Half

    https://vidrebel.wordpress.com/2012/01/19/translating-zero-hedge-your-wages-will-be-cut-in-half/

    .

  69. JCA permalink
    24 Janeiro, 2012 00:04

    .
    =ENERGIA > Centrais Nucleares ? Jazidas de Petroleo ? Jazidas de Gás ? Minas Carvão ?
    .
    As maiores petroliferas estão a apostar forte:
    .
    -With New Super-Fracking Advances, the Shale Revolution Might Be Just Getting Started
    .
    “Oil services companies including Baker Hughes, Schlumberger and Haliburton are continuing their quest to devise ways to create longer, deeper cracks in the earth to release more oil and gas. These companies are no longer content to frack—they want to super frack. ”
    .

    http://mjperry.blogspot.com/2012/01/with-new-super-fracking-advances-shale.html

    .
    (xistos como por exemplo nas n/ Beiras)
    .

  70. JCA permalink
    24 Janeiro, 2012 00:23

    .
    Parece que os POLITICOS também vão ser mandados para um novo PRODUTO DE INVESTIMENTO DOS BANCOS (especulativo ?) , :))
    .
    => Goldman Tells Clients To Short US 10 Year Treasurys

    http://www.zerohedge.com/news/goldman-tells-clients-short-us-10-year-treasurys

    .
    => Top Ten Banker: Kill the Fed and Return to Gold

    http://www.economicpolicyjournal.com/2012/01/top-ten-banker-kill-fed-and-return-to.html

    .

  71. JCA permalink
    24 Janeiro, 2012 01:48

    .
    Eis a Revolução e a Crise:
    .

    Amigos, ACABOU A IDADE INDUSTRIAL iniciada no Sec XVII/XIX em Inglaterra.
    .
    Acabou também a industria, serviços, agricultura, banca etc. Quiçá mesmo o Comércio de mão de obra intensiva. O sec XXI a libertar o SER HUMANO do Trabalho tal como o conheciamos
    .
    Já estamos a entrar na IDADE DO CONHECIMENTO, Robótica – Automação – Informática, que devem ser as ‘tools’ dos Empreendedores Portugueses:
    .
    embora a Política continue a deixar-se ultrapassar insistindo em velhas receitas Económicas, Financeiras e Sociais da velha Idade Industrial quando isto já mudou
    .
    => Obama plans to create more jobs by boosting manufacturing in America, what’s the effect on gold, dollar, sticks, and China?
    .
    “China will face a real competition from automation and robotics driven American manufacturing renaissance.”
    .

    http://www.indiadaily.com/editorial/22846.asp

    .
    .
    Acresce que em 2012 dever-se-à estar atento aos seguintes “top cocktails” …
    .
    Turquia Grecia,
    Irão Arabia Saudita,
    e mais uns quantos que não vale a pena adiantar.
    .

  72. JCA permalink
    25 Janeiro, 2012 00:10

    .
    (cont 04.14H), Turquia e ‘2012 The Tunnell Year’,
    .
    tem a parte Bizantina (Grega), a Trebzon (Armenia) e a Curda a sul e sudeste
    e talvez uma zona Búlgara a norte bem como um bocado da Tracia do Norte …..
    .
    cenários …
    .

Trackbacks

  1. As contradições de uma Constituição socialista « O Insurgente

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 34.876 outros seguidores

%d bloggers like this: