Saltar para o conteúdo

Notas sobre o caso Artur Baptista Silva

24 Dezembro, 2012

1. Artur Baptista Silva diz o mesmo tipo de disparates que 90% dos comentadores que aparecem na TV e comentam nos jornais.

.

2. No Expresso, Nicolau Santos tem propagado mais ou menos as mesmas falácias que Artur Baptista Silva semana após semana, ano após ano, sem que ninguém o acuse de ser burlão. Se perguntarem ao Artur Baptista Silva onde se inspirou, aposto que ele dirá que foi nas colunas de opinião do Nicolau.

.

3. Não se pode esperar que um jornal em que o Nicolau Santos é o responsável pela secção de economia consiga distinguir um discurso económico com lógica de uma aldrabice.  Aldrabice é a cultura da casa.

.

4. Ao longo de 2012, a discussão pública em Portugal andou à volta de variações das ideias de Artur Baptista Silva. Basicamente, não somos responsáveis pela nossa dívida e os alemães/BCE/FMI é que devem pagar a conta porque nós temos o direito adquirido de continuar a viver folgadamente. Não houve um editor de economia que não tenha caído nesta lógica.

.

5. Ao longo deste ano a comunicação social divulgou de forma totalmente acrítica os maiores disparates.  Por exemplo, há menos de uma semana todos repetiram a tese do Ricardo Cabral de que a TAP valeria 1000 milhões de euros. Era disparate, mas era o disparate que todos queriam ouvir.

.

6. No período que se seguiu ao anúncio do aumento da TSU os jornais escreveram todo o tipo de disparates: tabelas erradas, contas erradas, estudos mal amanhados, análises erradas, desinformação. Nenhum jornal conseguiu explicar em que é que a medida consistia e poucos jornalistas da área económica perceberam exactamente o que se pretendia. O resultado foi uma solução pior mas mais consensual.

.

7. Ler: Artur Baptista da Silva

.

8. A comunicação social que aceitou como legítimo o Artur Baptista da Silva é a mesma que tomou por bons todos os estudos sobre SCUTs, OTAs, TGVs e afins  e que ajudou a vender a estratégia dos grandes eventos e do investimento em grandes obras públicas. É a mesma que apoiou a trajectória suicidária de Sócrates rumo à bancarrota e desculpou tudo com a crise internacional e as agências de rating.

.

9. Recorde-se que a comunicação social deixou de falar do Krugman no dia em que ele cá veio dizer que Portugal tem que cortar na despesa.

.

10. Este caso é uma espécie de caso Sokal do jornalismo económico português. A forma como estão a reagir indica que tudo continuará na mesma e que dentro de uma semana voltarão à mesma narrativa em luta contra qualquer reforma ou corte na despesa e de culpabilização da Alemanha e das agências de rating.

Anúncios
145 comentários leave one →
  1. Monti permalink
    24 Dezembro, 2012 15:27

    «A comunicação social»
    Certo, certíssimo.
    Salvo casos raros,
    os OCS limitam-se a dar a voz a quem quer que seja, desde que colado ao poder.
    Lamentàvelmente, o memso se passa com todos, todos os partidos políticos.
    Alguém se lembra de algum que tenha rebatido o disparate da Ota?
    A tentativa bacoca da TTT?
    Um título 1ª página Público hoje:
    “Guimarães 2012: «OS ÚLTIMOS DIAS DE uma capital da cultura EM FESTA»”
    Leia-se, sobre PORTUGAL 2012, em vez das minúsculas, «…UM PAÍS…»
    Foi uma festa, foi.
    Vale, como dizia ontem Frei Ventura na SIC, alusivo a este Natal:
    Alguns camelos já foram para Angola, Cabo Verde ou até Paris.
    Disse.

    Gostar

  2. Duarte permalink
    24 Dezembro, 2012 15:28

    Paul Krugman: “A austeridade foi demasiado longe” – Economia – Jornal de Negócios Setembro 2012
    O economista critica os defensores da austeridade, dizendo que estes se esqueceram das pessoas. Espanhóis e gregos “estão certos” ao protestar contra mais austeridade. “Os verdadeiros intervenientes irracionais” são os políticos que exigem cada vez mais sacrifícios.
    Na habitual coluna de opinião no “New York Times”, intitulada esta semana de “A loucura da austeridade na Europa”, Krugman defende que as medidas de austeridade levadas a cabo por países como a Grécia, Espanha ou Portugal “foram demasiado longe”.

    “Muitos analistas sugerem que os cidadãos de Espanha e da Grécia estão apenas a adiar o inevitável, ao protestar contra os sacrifícios que devem, de facto, ser feitos. Mas a verdade é que estes cidadãos estão certos. Mais austeridade não serve nenhum propósito. Os verdadeiros intervenientes irracionais são os políticos, alegadamente sérios, que exigem cada vez mais sacrifícios”, escreve o economista no jornal norte-americano.

    “O que a opinião pública destes países está, de facto, a dizer é que chegaram ao limite: com a taxa de desemprego em níveis idênticos ao da Grande Depressão, a austeridade já foi longe demais.”

    “De facto”, prossegue Paul Krugman, a “pesquisa realizada pelo Fundo Monetário Internacional sugere que os cortes orçamentais em economias altamente deprimidas podem, na verdade, reduzir a confiança dos investidores já que aceleram o ritmo da queda económica”.

    Krugman comenta, em particular, o caso espanhol e concluiu que a situação económica do país revela que este “não necessita de mais austeridade”. Questiona, então, Paul Krugman: “Porquê as exigências de mais sacrifícios?”

    “Parte da explicação está no facto de na Europa, como nos Estados Unidos, muitas ‘Very Serious People’ [Pessoas muito sérias] foram tomadas pelo culto da austeridade e pela crença de que os défices – e não o elevado desemprego – são o perigo presente e que a redução do défice vai, de alguma forma, resolver o problema criado pelos excessos do sector privado”.

    “Além disso”, continua o economista, “uma parte significativa da opinião pública na Europa – em especial na Alemanha – acredita numa falsa visão da situação”. “Falem com políticos alemães e eles irão mostrar-vos a crise do euro como um jogo moral, um conto de países que viveram acima das suas possibilidades. Não importa o facto de que nada disto é o que está a acontecer – e o igualmente inconveniente facto de que os bancos alemães desempenharam um papel de relevo ao inflacionarem a bolha imobiliária em Espanha. O pecado e as consequências constituem a sua história.”

    Gostar

  3. 24 Dezembro, 2012 15:31

    Se ainda restam dúvidas, só os parvos continuaram a ler o Expresso e o Público, que foi o primeriro onde os jornalista abriram as portas ao “colega” vigarista. Uma vergonha. Não pedem a demissão? Só sabem pedir a demissão dos outros? Onde para a dignidade?

    Gostar

  4. Duarte permalink
    24 Dezembro, 2012 15:32

    Boas Festas e um Santo Natal embora se saiba que neo-liberalismo e catolicismo seja uma coisa difícil de conciliar. Suponho no entanto que muitos já sejam luteranos.

    Gostar

  5. tric permalink
    24 Dezembro, 2012 15:36

    quer dizer…agora toda a gente que tenha posições semenhantes ao do senhor em questão é intruja!!! lol estes liberais, são mesmo Judeus!!!! mas tambem, não admira…colocaram o Rabi Viegas, na pasta da cultura de Portugal…para com o dinheiro dos cristãos portugueses andar a financiar a cultura dos judeus…é o post mais intruja que você já fez!! esqueceu-se de mencionar o negócio estatal da transferencia dos fundos de pensões…

    Gostar

  6. tric permalink
    24 Dezembro, 2012 15:38

    a coisa mais parecida com os comunistas…são os liberais…são os iluminati!!!

    Gostar

  7. tric permalink
    24 Dezembro, 2012 15:42

    Artur Baptista Silva…a Primeiro-Ministro de Portugal!! intruja por intruja…pelo menos um que exija as mesma condições que os Gregos, o quanto antes…e que se for possivel que prepare a saida da Zona Euro…é que isto de estarem no poder um intrujas ao serviço da banca é que não dá com nada…

    Gostar

  8. JEM permalink
    24 Dezembro, 2012 15:46

    Nicolau Santos tem uma especial apetência por se deixar encantar por burlões. Também já tinha caído na cantiga do bandido de um burlão suposto eng da cova da beira. É um otário.

    Gostar

  9. tric permalink
    24 Dezembro, 2012 15:56

    caimos na intrujice de entrar no Euro…uma intrujice que teve consequencia catastróficas para a ecónomia portuguesa…caimos na intrujice da venda de 300 toneladas de ouro…caimos na intrujice, de afirmar que o desenvolvimento do estado novo, só aumentou a pobreza em Portugal…em suma, fomos na conversa dos Judeus…ai não é intrujice, é sapiencia…

    Gostar

  10. tric permalink
    24 Dezembro, 2012 15:59

    então a intrujice, do fundo de pensões…essa ai…

    Gostar

  11. J.J Pereira permalink
    24 Dezembro, 2012 15:59

    É exctamente a mesma choldra de “merdia” que dá voz e tempo da antena ao aldrabãozeca do boaventura…
    Para estes camelos, toda e qualquer patranha que enfileire na ” escola de pinsamento” tìpicamente portuguesa do “supônhamos” ( a acentuação é essencial…) tem sucesso garantido .

    Gostar

  12. tric permalink
    24 Dezembro, 2012 16:03

    “1. Artur Baptista Silva diz o mesmo tipo de disparates que 90% dos comentadores que aparecem na TV e comentam nos jornais.”
    .
    sim, 90% diz que Portugal não é a Grécia…são mesmo intrujas!! a ecónomia real segue o mesmo padrão que a grega…o blabla europeu é que é diferente, em relação a Portugal e à Grécia!!

    Gostar

  13. Duarte permalink
    24 Dezembro, 2012 16:07

    Grande Artur

    Chicago Tribune, Grémio Literário, american Club, Reuters, expresso, SIC notícias , todos provincianamente enganados pelo grande Artur que bastou dizer que tinha um doutoramento por um universidade estrangeira, assim como o Vasco Correia Guedes tem em Oxford e que trabalhava numa grande organização internacional como a ONU para ter acesso aos media e a conferencias com croquetes e sushi. Até os autores do Blasfémia enganados que continuam a cita-lo e a fazer posts sobre o tema, rebatendo as suas ideias que afinal nao sao dele. Uma autentica orgia.

    O Artur merece este elogio do Fernando Pessoa :

    Vivia há já não poucos anos, algures, num concelho do Ribatejo, um pequeno lavrador, e negociante de gado, chamado Manuel Peres Vigário.
    Da sua qualidade, como diriam os psicólogos práticos, falará o bastante a circunstância que dá princípio a esta narrativa. Chegou uma vez ao pé dele certo fabricante ilegal de notas falsas, e disse-lhe: «Sr. Vigário, tenho aqui umas notazinhas de cem mil réis que me falta passar. O senhor quer? Largo-lhas por vinte mil réis cada uma.» «Deixa ver», disse o Vigário; e depois, reparando logo que eram imperfeitíssimas, rejeitou-as: «Para que quero eu isso?», disse; «isso nem a cegos se passa.» O outro, porém, insistiu; Vigário cedeu um pouco regateando; por fim fez-se negócio de vinte notas, a dez mil réis cada uma.
    Sucedeu que dali a dias tinha o Vigário que pagar a uns irmãos negociantes de gado como ele a diferença de uma conta, no valor certo de um conto de réis. No primeiro dia da feira, em a qual se deveria efectuar o pagamento, estavam os dois irmãos jantando numa taberna escura da localidade, quando surgiu pela porta, cambaleando de bêbado, o Manuel Peres Vigário. Sentou-se à mesa deles, e pediu vinho. Daí a um tempo, depois de vária conversa, pouco inteligível da sua parte, lembrou que tinha que pagar-lhes. E, puxando da carteira, perguntou se, se importavam de receber tudo em notas de cinquenta mil réis. Eles disseram que não, e, como a carteira nesse momento se entreabrisse, o mais vigilante dos dois chamou, com um olhar rápido, a atenção do irmão para as notas, que se via que eram de cem.
    Houve então a troca de outro olhar.
    O Manuel Peres, com lentidão, contou tremulamente vinte notas, que entregou. Um dos irmãos guardou-as logo, tendo-as visto contar, nem se perdeu em olhar mais para elas. O vigário continuou a conversa, e, várias vezes, pediu e bebeu mais vinho. Depois, por natural efeito da bebedeira progressiva, disse que queria ter um recibo. Não era uso, mas nenhum dos irmãos fez questão. Ditava ele o recibo, disse, pois queria as coisas todas certas. E ditou o recibo – um recibo de bêbedo, redundante e absurdo: de como em tal dia, a tais horas, na taberna de fulano, e «estando nós a jantar (e por ali fora com toda a prolixidade frouxa do bêbedo…), tinham eles recebido de Manuel Peres Vigário, do lugar de qualquer coisa, em pagamento de não sei quê, a quantia de um conto de réis em notas de cinquenta mil réis. O recibo foi datado, foi selado, foi assinado. O Vigário meteu-o na carteira, demorou-se mais um pouco, bebeu ainda mais vinho, e daí a um tempo foi-se embora.
    Quando, no próprio dia ou no outro, houve ocasião de se trocar a primeira nota, o que ia a recebê-la devolveu-a logo, por escarradamente falsa, e o mesmo fez à segunda e à terceira… E os irmãos, olhando então verdadeiramente para as notas, viram que nem a cegos se poderiam passar.
    Queixaram-se à polícia, e foi chamado o Manuel Peres, que, ouvindo atónito o caso, ergueu as mãos ao céu em graças da bebedeira providencial que o havia colhido no dia do pagamento. Sem isso, disse, talvez, embora inocente, estivesse perdido.
    Se não fosse ela, explicou, nem pediria recibo, nem com certeza o pediria como aquele que tinha, e apresentou, assinado pelos dois irmãos, e que provava bem que tinha feito o pagamento em notas de cinquenta mil réis. «E se eu tivesse pago em notas de cem», rematou o Vigário «nem eu estava tão bêbedo que pagasse vinte, como estes senhores dizem que têm, nem muito menos eles, que são homens honrados, mas receberiam.» E, como era de justiça foi mandado em paz.
    O caso, porém, não pôde ficar secreto; pouco a pouco se espalhou. E a história do «conto de réis do Manuel Vigário» passou, abreviada, para a imortalidade quotidiana, esquecida já da sua origem.
    Os imperfeitíssimos imitadores, pessoais como políticos, do mestre ribatejano nunca chegaram, que eu saiba, a qualquer simulacro digno do estratagema exemplar. Por isso é com ternura que relembro o feito deste grande português, e me figuro, em devaneio, que, se há um céu para os hábeis, como constou que o havia para os bons, ali lhe não deve ter faltado o acolhimento dos próprios grandes mestres da Realidade – nem um leve brilho de olhos de Macchiavelli ou Guicciardini, nem um sorriso momentâneo de George Savile, Marquês de Halifax.
    .
    Contado por Fernando Pessoa.
    .
    (publicado pela primeira vez no diário Sol, Lisboa, ano I, nº 1, de 30/10/1926, com o título de «Um Grande Português». Foi publicado depois no Notícias Ilustrado, 2ª série, Lisboa, 18/08/1929, com o título de «A Origem do Conto do Vigário».

    Gostar

  14. A C da Silveira permalink
    24 Dezembro, 2012 16:08

    O que espanta é o Nicolau Santos continuar sub-director do Expresso. Se tivesse coluna vertebral, devia desfazer o laço do “papillon”, e ir pregar para outra freguesia. Parece que o patrão dele ainda não descobriu que NS é um dos responsáveis pela queda de leitores do jornal.
    Henrique Monteiro continua sonso como sempre; o que ele escreveu sob aquela capa gajoporreirista, é uma vergonha, porque devia, até como ex director do jornal, aconselhar o amigo Nicolau a tirar a unica ilação possivel neste caso: demissão.
    Foi ainda no tempo do Henrique Monteiro, que eu deixei de comprar e de lêr o Expresso. Ricardo Costa só veio confirmar e até agravar a decadência que o jornal vem vivendo há uns anos!

    Gostar

  15. tric permalink
    24 Dezembro, 2012 16:11

    agora os intrujas, vão nos vender a União Bancária…

    Gostar

  16. tric permalink
    24 Dezembro, 2012 16:20

    os intrujas dos passistas, estão a sair todos da toca…para atacar o Grande TUGA Artur Baptista Silva !!! não foi este o senhor que intrujou os portugueses nas ultimas eleições legislativas!! não aumentava os impostos…blabla…blabla…

    Gostar

  17. tric permalink
    24 Dezembro, 2012 16:23

    não é o Grande Tuga Artur Baptista Silva, que prevê uma taxa de desemprego para 2013 de 16,4%…quem é o intruja que prevê tal coisa!!??

    Gostar

  18. José Manuel Moreira permalink
    24 Dezembro, 2012 16:25

    “O resultado foi uma solução pior mas mais consensual.” João, é isso mesmo.
    Será que o consenso social-democrata-socialista é mesmo o verdadeiro cancro da democracia? jmm

    Gostar

  19. Xico Cabaço permalink
    24 Dezembro, 2012 16:29

    É pá, o Relvas talvez se faz passar por licenciado e continua no governo.
    .
    E que tal ouvir o cidadão não-sei-o-quê Baptista, já que não podemos ouvir o economista?
    .
    E que caralho é este João Miranda, um seboso de merda que ainda há uns tempos esteve para levar nas trombas por causa da sua pesporrência ignorante? Se fosse agora, tinhas levado na mona, seu merdas! E tu sabes porquê…

    Gostar

  20. JCardoso permalink
    24 Dezembro, 2012 16:32

    Esse do lacinho não é o mesmo que contou aquela historieta da mãe na caixa do supermercado que não tinha dinheiro para pagar tudo o que tinha metido no cesto de compras e que já estava a largar as bolachas da criança que desatou num choro? Quem inventa uma historieta destas para fazer chorar as pedras da calçada é capaz disto e muito mais.
    Creio que este Artur Baptista da Silva o lacinhos do Espesso também o encontrou nalguma caixa de supermercado a dissertar sobre economia e comoveu-se tanto com ele que o levou ao Espesso da meia-noite e ainda lhe deu destaque no Espesso de sexta-feira. Artur Baptista da Silva já tem dinheiro mais que suficiente para as bolachinhas envenenadas que vai este Natal distribuir por muitas redacções da nossa miserável comunicação social para continuar a inventar historietas da carochinha.

    Gostar

  21. silvino da silva permalink
    24 Dezembro, 2012 16:44

    Não conheço o João Miranda mas, pelaa sua crónica politica, à fácil advinhar a fixação que tem por alguns partidos e também a fixação que tem contra outros políticos.
    O Sr., faz do caso Artur Bartista Silva um caso nacional. Até parece que deu prjuízo ao erário público, com a as suas brincadeiras. O sr.Miranda é uma pessoa que anda muito distraída. Até fala no caso das SCUT´s, OTA e TGV. Deve estar a querer referir-se às SCUT´s que este governo de rapazes atribuiu em todas as estradas, deve estar a referir-se à Ota que não saiu do papel, e deve de estar a referir aos TGV,s que Durão Barroso e Manuela Ferreira Leite assinaran com o governo espalnhol, para constriuierem 5 TGV,s. Havia tanto dinheiro não havia, sr. Miranda?
    Para iludir o povo português, fala do sr. Artur Batista Silva, mas não fala dos 6.500 milhoões de euros, que os portugueses têm que pagar do dinheiro que os srs. laranjas gastaram. Não viu a crónica da SIC, em que acusam figuras do partido laranja, que se amanharam com centenas de milhões de euros do BPN? O Artur Santos Silva é o criminoso? Então o tal da Madeira que escondeu perto de 10.000 milhões de euros de défice? O chefe do governo dos Açores, com tanta ilha tem só um défice de 800 milhões de euros. Onde está a vergonha?
    Eu espero que o PPD/PSD, não ganhe as eleições nos próximos 50 anos.

    Gostar

  22. piscoiso permalink
    24 Dezembro, 2012 16:46

    Há quem passe o Natal
    a masturbar-se no Artur Baptista Silva.
    Que rica prenda.

    Gostar

  23. Tiradentes permalink
    24 Dezembro, 2012 16:55

    Houve quem se masturbasse durante quase seis anos com um falso engenheiro que curiosamente, ou talvez não o dito Artur repete palavra por palavra.

    Gostar

  24. Tiradentes permalink
    24 Dezembro, 2012 16:55

    Isso é que foi uma prenda de 90 mil milhões em seis anos.

    Gostar

  25. Portela Menos 1 permalink
    24 Dezembro, 2012 16:55

    Este post é todo um progama de odiotice. Apesar dos Artures e Editores do blasfemias tambem poderem ter os seus 10% de clarividência.

    Gostar

  26. jsf permalink
    24 Dezembro, 2012 17:11

    Uma coisa é certa , é bem menos intrujão que Passos Coelho, para os que o defendem vejam isto; http://www.youtube.com/watch?v=gNu5BBAdQec

    Gostar

  27. Expatriado permalink
    24 Dezembro, 2012 17:12

    Do texto extrai’ esta parte:
    .
    “9. Recorde-se que a comunicação social deixou de falar do Krugman no dia em que ele cá veio dizer que Portugal tem que cortar na despesa.”
    .
    Pois…… e’ tao bom viver com o dinheiro dos outros, nao e’???

    Gostar

  28. A C da Silveira permalink
    24 Dezembro, 2012 17:19

    Pelos vistos a tralha socretina que costuma frequentar a caixa de comentários do Blasfémias, até acha uma certa graça ao tal Baptista. Só sabem falar do Relvas, do BPN, enfim do costume, é porque se revêm (e apreciam!) no que o celebre “coordenador” da ONU e “consultor” do Banco Mundial representa! E de certeza que continuam a ler o Expresso, e a ver os telejornais e comentadores da SIC, E a gostarem! Também para quem é, bacalhau basta!

    Gostar

  29. Paulo permalink
    24 Dezembro, 2012 17:21

    A semana passada eram só comentadores de bancada a citar o tal Artur.
    .
    Esta semana estão com uma tromba que mal se dá por eles.
    .
    Já o Nicolau como homem honrado que é deve estar a apresentar a demissão. É o mínimo!

    Gostar

  30. Não Interessa permalink
    24 Dezembro, 2012 17:28

    Sim, só quem partilha das teorias dos imbecis do Blasfémias (com os resultados que até um imbecil vê) é que não é aldrabão. 2 ou 3 cretinos, perdão.. banqueiros iluminados, portanto.

    Gostar

  31. murphy permalink
    24 Dezembro, 2012 17:31

    Caro João Miranda ,
    Excelente resumo. Portugal tem maus políticos (uma verdade repetida à exaustão) mas os jornalistas…
    Pessoalmete, elegeria este momento: http://jornalismoassim.blogspot.pt/2012/12/episodios-negros-da-comunicacao-social.html
    Como o Prémio Vale e Azevedo do Jornalismo em 2012.
    Mas, amanhã, do alto do seu pedestal, lá estarão jornalistas a “apontar” trapalhadas a tudo e todos…

    Gostar

  32. A. R permalink
    24 Dezembro, 2012 17:52

    Brilhante João .. por mais que custe à esquerda mais à esquerda e menos

    Gostar

  33. A. R permalink
    24 Dezembro, 2012 17:57

    … a malta da esquerda actua em matilha. Basta um cão ladrar e correr … os outros correm logo também.

    Gostar

  34. Lucas Galuxo permalink
    24 Dezembro, 2012 17:57

    Desde quando um mentiroso não pode falar verdade? Blasfemos e Insurgentes agarram-se desesperadamente e aliviados ao currículo do homem mas não ferram os dentes no que ele diz. Vá. Completem o serviço. Entre outras coisas, demonstrem que isto não aconteceu http://www.bbc.co.uk/news/business-15503097

    Gostar

  35. Duarte permalink
    24 Dezembro, 2012 18:07

    Artur amigo o povo está contigo e já agora uma quadra do Aleixo

    Sei que pareço um ladrão…
    mas há muitos que eu conheço
    que, não parecendo o que são,
    são aquilo que eu pareço.

    Gostar

  36. 24 Dezembro, 2012 18:21

    ” Artur Baptista Silva diz o mesmo tipo de disparates que 90% dos comentadores ”
    Miranda,
    Completamente de acordo, a ser assim para que é este alarido todo???
    Patego sabe o que é??? São as tristes figuras do CAAmorim por este espaço.

    Festas Felizes

    Gostar

  37. antonio permalink
    24 Dezembro, 2012 18:22

    estão bem uns para os outros. Um feliz Natal para todos.

    Gostar

  38. vivendipt permalink
    24 Dezembro, 2012 18:25

    Mas Portugal não é gerido por uma cambada de aldrabões? E todos eles com uma excelente exposição mediática? Agora que apareceu um Zé qualquer sem posto firme vai ter de cair o Carmo e a Trindade?

    Esta história só mostra que o ridículo não tem fundo.

    Boas festas a todos!

    Gostar

  39. 24 Dezembro, 2012 18:31

    Artur Baptista Silva, o namoradinho de Portugal. Não é, FP Balsemão?

    Gostar

  40. 24 Dezembro, 2012 18:32

    Mais um sabonete vendido.

    Gostar

  41. Duarte permalink
    24 Dezembro, 2012 19:15

    Grande Artur, conseguiu o sonho de qualquer português honesto- enganar o Expresso e o American Club.

    Os vigaristas mesmo sao outros e alguns deles vieram do BPN .

    Boas Festas

    Gostar

  42. Hawk permalink
    24 Dezembro, 2012 20:06

    Não sei quem é este Batista, mas recorda-me algumas figuras típicas da nossa História, designadamente Alves dos Reis, Vale e Azevedo, uns tais Sheikes que almoçaram no Tavares com o Mesurado, um outro que especulava na Bolsa e fugiu para os States, etc. É apenas mais um.

    Gostar

  43. Carlos III permalink
    24 Dezembro, 2012 21:30

    Suspeito que o Dr. Artur Baptista foi uma armadilha que os neo-liberais estenderam ao Nicolau.

    Gostar

  44. und permalink
    24 Dezembro, 2012 22:11

    FALTOU o e commentam e escrevem en b-log’s e b-loki by thor os b-loucos

    mas no caso do major domus da o rei vai onu …..era uma questão pró fé ssional

    cheiques sin cobertura são melhores com credibilidade de serviço púbico radiotelevisivo…

    Gostar

  45. 24 Dezembro, 2012 22:34

    Xico Cabaço,
    Qual é que é o teu problema ó otário?
    Vê lá se acalmas a pipoca e ganhas tento na língua.
    R.

    Gostar

  46. tdt permalink
    24 Dezembro, 2012 22:46

    lamentamos mas artur santos silva ou artur baptista ou mesmo el rey arthur apenas disse que o rey vai ónu

    porque é que esse compagnon de só ares feito não pode dizer que foi reformado pelo sistema prisional em doutor ou en vale e azevedo

    roubou menos do que qualquer lima duarte lima ou qualquer patrono do BPN ou da emaudio…

    logo porque não merece um doutoramento honoris causa e um lugarzinho na ónu ou numa junta anti-tuberculosa internazionalle per belenos e toutatis

    ou par freitas y sampaio tante nos fax

    de par dieu ou de impar dieu…c’est la vie toute le mondi et ninguém est contre le regime

    Gostar

  47. tdt permalink
    24 Dezembro, 2012 22:50

    au bon marché au au bon arthur baptista major domus do papa ou do papá deste regime

    se calhar foi parar à cadeia por amour de son maitre et amo

    como o zé das medalhas

    há emaudios et fluviarii de angelitos caídos

    se não chegou à ónu foi porque desagradou a el rey

    mas que tem mais pinta que um lima duarte lima ou outro caido noutra guerra das batatas qualquer

    o bom major domus começa sempre como capitão da areia já lá dizia são valentim do loureiro

    Gostar

  48. samuelquedas permalink
    24 Dezembro, 2012 22:55

    Não fosse a profunda canalhice intelectual em que está ensopado… e este post seria apenas idiota!

    Gostar

  49. Fredo permalink
    25 Dezembro, 2012 00:35

    Eu também agradeço, e retribuo, as Boas Festas do João Miranda e dos outros autores do Blasfémias.

    Gostar

  50. 25 Dezembro, 2012 00:47

    EXCELENTE!
    Depois de ler e ouvir esse artur de mona redonda
    é o papel químico dos lacaios coitadinhos…..das máfias que controlam as redações dos media:
    corrupção…maçonaria…jacobina…embustes e mentiras esquerdóides

    Gostar

  51. 25 Dezembro, 2012 00:54

    tomemos como exemplo o “trabalho” da SIC sobre o BPN e supostos amigos de cavaco
    (descontando o ressabiamento do traidor nº 1 do psd—balsmeão…por não ser PR)
    e que tal as negociatas dos amigos de MSOARES dos tempos do fax de macau?
    e porque NINGUÉM das TVs investigou as acusações GRAVÍSSIMAS de RUI MATEUS no célebre livro sobre os negócios mafiosos dessa escumalha?
    ONDE ESTÁ RUI MATEUS…atualmente?
    pq NINGUÉM TEM CORAGEM de perguntar isso nas entrevistas?
    pq NUNCA MAIS FOI REPUBLICADO O SEU LIVRO?

    Gostar

  52. 25 Dezembro, 2012 01:00

    e sobre o anti –fááá´ssschiiiissssmo…….e heróis democratas:

    pq ninguém investiga as responsabilidades dos ANTI FASXISTAS refugiados de luxo em
    ARGEL
    PRAGA
    MOSCOVO
    etc.etc
    sobre as REVELAÇÕES secretas das tropas portuguesas em áfrica por rádio…pelo menos
    para os “movimentos de libertação” atacarem os militares portugueses
    provocando mortos e feridos?
    esses cúmplices assassinos não são responsabilizados?
    e NINGUÉM dos lacaios cobardolas pergunta isso nas entrevistas?

    Gostar

  53. Paulo permalink
    25 Dezembro, 2012 01:09

    Estamos muito mal entregues.
    .
    Porque será que ainda nenhum jornal descobriu a proveniência do Artur, para lá do Sporting?
    .
    Já terão procurado no Partido?, sim, “o” partido!
    E pelas zonas da Câmara de Lisboa?
    .
    Ou vamos ficar à espera que o Nicolau ainda invente uma teoria da cabala para se fazer de virgem violada?
    .
    Nota: ainda não li em lado nenhum que o sub-director do Expresso se tivesse ou tivesse sido demitido.

    Gostar

  54. 25 Dezembro, 2012 01:20

    continuando com a podridão da esquerdalhada corrupta-maçónica jacobina
    Como “apareceram” os 300 milhões de Euros
    repete-se
    TREZENTOS MILHÕES DE EUROS
    da família sókas
    transferidos para paraísos fiscais???
    NINGUÈM investida isso?
    então SIC?….lacaios da escumalha esquerdóide,,,,não fazem nada?
    e pq foram arquivados num ápice os fortes indícios de crimes metidos nesses 300 milhões de euros?
    então Cândida, pq?
    sim Cândida.sabemos k és mestre a arquivar a corrupção esquerdóide
    mas agora foi demais.
    quantos dias de análise?….huuum?
    arquive-se de imediato…..estou ressabiada e com ciúmes da joana ser PGR…….
    e a PGR, nada faz?
    ou cavaco foi mal aconselhado na escolha da joana???
    repete-se
    TREZENTOS MILHÕES DE EUROS……

    Gostar

  55. 25 Dezembro, 2012 01:30

    A CORRUPÇÃO ESQUERDÓIDE –MAÇÓNICA…JACOBINA…DAVA PARA UMA ENCICLOPÉDIA
    Veja-se o brasil
    MUITO MAIS CIVILIZADO DO QUE PORTUGAL
    pq tem comunicação social séria, feita por profissionais competentes.
    e pq tem agentes da justiça competentes sérios..imunes ás pressões mafiosas………maçónicas esquerdóides
    já engavetaram as cúpulas do partidos dos trabalhadores.
    amiguinhos do LULA
    e este n anda muito sossegado
    e agora….
    q tal a Câmara do Costa.
    que tal investigar os subsídios de MILHÕES
    repete-se
    MILHÕES de Euros
    dados aos amiguinhos
    tipo fundação SARAMAGO?
    não se fartou o costa de grunhir q a cãmara tava falida qdo entrou?
    e dá MILHÕES á viúva da saramago?
    custa assim tanto comprar votos e campanhas eleitorais???
    então SIC.não podes investigar o irmãozinho?
    ah.sim
    só lhe dão tempo de antena
    investigar não
    ok
    parabéns, balsemão, traidor nº 1 do psd

    Gostar

  56. 25 Dezembro, 2012 01:47

    e sobre política internacional
    bem
    exatamente o mesmo sectarismo paranóico
    dos lacaios da esquerdalhada maçónica jacobina
    agora todos falam nos massacres nos USA
    então
    e o TIBETE?
    nem aparece nas notícias
    apesar de haver budistas que se imolam pelo fogo em protesto contra o genocídio do seu povo pelos assassinos comunistas chinocas
    ah!!
    sim
    compreende-se
    se eles fossem a pequim ou xangai rebentar bombas nos supermercados e matassem chinocas inocentes
    eram notícia
    mas como não matam inocentes chinocas…..apenas a eles
    não sa fala nisso
    ah..
    claro……………os comunas chinocas já assassinaram milhão e meio de tibetanos desde a ocupação
    pois .
    é muito menos do k israel fez………
    exato….não é noticia
    assassinando milhões .não é notícia…..se forem só construir casas e defenderem-se de ataques de mísseis
    ai sim.chama-se nomes aos judeus…
    como o hitler ensinou
    a agravante no TIBETE.é k SÃO AS AUTORIDADES MILITARES E POLICIAIS Q ASSASSINAM
    não são civis autistas……ou malucos
    como são as autoridades.não se lhes chama ditadores.nem assassinos..nem carniceiros..nada
    é a república POPULAR DA CHINA

    Gostar

  57. AAA permalink
    25 Dezembro, 2012 02:11

    Grande malha, João!
    Boas festas a todos.

    Gostar

  58. Pinto permalink
    25 Dezembro, 2012 10:21

    Vale a pena ler o comentário mais pontuado do Expresso na notícia:
    Não se martirize! Eu até gostei da entrevista e do que o homem disse. Ele pode ter enganado sobre o seu currículum profissional. Mas que disse coisas muito acertadas, lá isso disse.
    .
    Resumindo: está desculpado porque, segundo a lógica de certas personagens, “disse umas verdades” (não sei ao que se referem com “as verdades”; se aos números e percentagens falaciosas que exibiu, se à repetição dos lugares-comuns que essas personagens gostam de ouvir).
    Com cerebelos destes um país não pode aspirar a mais do que isto.

    Gostar

  59. JDGF permalink
    25 Dezembro, 2012 10:31

    Uma vez ‘desmascarado’ o Artur o que fazemos ao que ele disse?
    A ‘renegociação’ da dívida (juros e maturidades) tornou-se mecanicamente uma burla? Ou, apesar de tudo, deve ser considerada uma ‘alternativa’?
    Uma outra posição – expressa no post – é generalizar e considerar os 90% de comentadores (continuamos a brincar com os números) como ‘burlões’, i. e., quem contestar o ‘nem mais tempo, nem mais dinheiro’, opondo a necessidade ou a imperiosidade de ‘renegociar’, adquire automaticamente o estatuto de inimputável… Não terá sido ‘isso’ o que sucedeu às ‘torturas’ aplicadas às opinões de Krugman?
    Por vezes, assuntos marginais – como as ‘falácias’ do Sr. Artur – tornam-se essenciais e definem campos. Em qualquer ‘guerra’ surgem manobras de diversão que distraem os combatentes.
    Será preferível ser pontualmente lubridiado pelo artista português Artur ou permanentemente empaleado (empalado)pelo sector financeiro (vulgo: ‘mercados’)?
    Têm os protugueses de continuar a ler (e a acreditar em…) ‘pérolas’ do tipo: “Basicamente, não somos responsáveis pela nossa dívida e os alemães/BCE/FMI é que devem pagar a conta porque nós temos o direito adquirido de continuar a viver folgadamente. … “?
    Não há outra narrativa?

    Gostar

  60. ZÉ DA LOTA permalink
    25 Dezembro, 2012 11:05

    Porra pá…tanta indignação….o Sr. Artur Batista é tão aldrabão como qualquer ministro deste governo….vejam O Dr. da Mula Russa e a sua licenciatura…..o Gaspar e as suas trapalhadas…o Passos e sua campanha eleitoral!! querem mais aldrabões que estes??

    Gostar

  61. javitudo permalink
    25 Dezembro, 2012 11:09

    Desejo cumprimentá-lo pelo post. Acertou em cheio.
    O avental nicolau deu um flop monumental. Pauta-se o indivíduo por intervenções sectárias impróprias de um pseudo jornalista em posição de destaque. O lacinho à maneira não o livra do sentimento de perda que lhe deixou o fugitivo.
    Já faltou mais para ir para casa fazendo companhia a outros e outras cuja intervenção visa sempre o mesmo objectivo. Prestidigiar, escamotear, mentir, chafurdar, deitar a baixo todas as acções ou intervenções que visem recuperar o protectorado que transformaram em trapos. Registemos para memória futura.

    Gostar

  62. A. R permalink
    25 Dezembro, 2012 11:18

    O que dava jeito era ter um 1º ministro vindo directamente de Pinheiro da Cruz e com um Ministro das Finanças com Vale e Azevedo. Coitadinha da esquerda agarra-se desesperada a quem faz o discurso que gostam.

    Gostar

  63. tric permalink
    25 Dezembro, 2012 11:59

    Gostar

  64. 25 Dezembro, 2012 12:15

    Um descuido de mega-burlões:
    – mega-burlões que controlam a comunicação social… procuram ‘mil’ vozes… com o objectivo de repetir mil vezes uma mentira… até ela se tornar uma ‘verdade’;
    – os mega-burlões descuidaram-se: uma das suas ´mil´vozes foi apanhada – o burlão Artur Baptista da Silva.
    -> montes de estudos sobre o BPN, SCUTs, OTAs, TGVs e afins… tudo com o mesmo ogjectivo: SACAR DINHEIRO AO CONTRIBUINTE!
    .
    .
    .
    Anexo:
    –>> ‘Vira o disco e toca o mesmo’ – vulgo eleições antecipadas atrás de eleições eleições antecipadas – não é solução!…
    .
    .
    Ponto nº 1: O DIREITO AO VETO DE QUEM PAGA
    .
    Votar sim!
    … mas…
    Votar não é passar um cheque em branco!!!
    Leia-se, O CONTRIBUINTE TEM DE DEFENDER-SE: o cidadão não pode ficar à mercê de pessoal que vende empresas estratégicas para a soberania, que nacionaliza negócios “madoffianos” (ex: BPN), etc.
    -> Democracia verdadeira, já! -> leia-se, DIREITO AO VETO de quem paga (vulgo contribuinte).
    [veja-se o blog «fim-da-cidadania-infantil»]
    .
    .
    Ponto nº 2: EM VEZ DE PROPOSTAS DE AUMENTOS… PROPOSTAS DE ORÇAMENTOS
    .
    Explicando melhor, quem apresentar propostas que mexam (aumento da despesa) no orçamento de Estado… terá que avaliar os custos das mesmas… e terá de dizer quem é que as irá pagar: aumento do deficit… ou cortes em determinadas áreas (nota: terão que dizer quais!)… ou mais impostos.
    Leia-se:
    – sociedade não pode fazer cedências ao Terrorismo_CGTP -> face a uma entidade pagadora em deficit (leia-se Estado), o Terrorista_CGTP apresentava propostas de aumentos – e não – propostas de orçamentos… leia-se, queria mais dinheiro não importa vindo de onde… leia-se, jubilava quando os aumentos vinham… e… varria para debaixo do tapete o facto da entidade pagadora ter necessidade de pedir dinheiro emprestado a (perigosos) especuladores, e necessidade de vender activos…

    Gostar

  65. Anónimo permalink
    25 Dezembro, 2012 13:14

    Sátiro:
    Esquecestete do BPN?
    Parece que aquela merda nos vai papar 7,9 mil milhões.
    Numa coisa tens razão: a Direita rouba muito mais e melhore do que a Esquerda.
    Compara os 300 milhõesw do Sócras com os 7,9 mil milões do teu querido de partido Oliveira e os restantes trastes.

    Gostar

  66. Tiradentes permalink
    25 Dezembro, 2012 15:00

    É verdade ó Sátiro…esqueceste-te que a roubalheira do BPN foi posta ás costas dos portugueses pela esquerda filosófica socratina com aquilo que eles normalmente chamam de apropriação dos bens do povo para o povo, ou seja a nacionalização.

    Gostar

  67. castanheira antigo permalink
    25 Dezembro, 2012 15:53

    Concordo com o Post . Muito bem!
    Já não posso concordar com os muitos socialistas (PS) e Sociais-democratas(PSD) quem pululam nos muitos comentários atrás atacando-se uns aos outros numa guerra fratricida (ou raticida) em que ambos têm razão só em parte porque se esquecem que a intrujice pertence ao adn de ambos.
    Posto isto , apenas uma nota para o caso BPN :
    Os socialistas imputam-no somente ao Gang do Cavaco (psd). Enganam-se ,pois com a nacionalização veio o gang do menino dóiro e surripiou outro tanto . Calcula-se cerca de 8 biliões .Metade para cada Gang

    Gostar

  68. Xico Cabaço permalink
    25 Dezembro, 2012 17:13

    Ó Ru-Ru gério,

    o que queres, meu paneleiro?
    .
    Primeiro, aprende a escrever e depois ladra, pá.
    .
    Otário és tu: enquanto vomitas por aqui, consolo-me eu com a tua mulher, eu e o resto da rua.

    Gostar

  69. António Almeida permalink
    25 Dezembro, 2012 19:23

    Será que o Nicolau do LAÇO, eterno director adjunto do Expresso, se o pseudo estudo deste aldrabão fosse favorável a V. Gaspar e a PPCoelho, ele iria publicar a entrevista e que agora foi apagada e levaria o Sr. Artur até ao programa “Expresso da Meia-noite ?
    Nem pensar !
    O Tal Nicolau, o que pretendia era massacrar o governo !
    Jornalista que se ufana de ter 32 anos de profissão, é caso para para perguntar porque razão nunca sobe de posto?
    Até o Ricardinho, lhe passou a perna !

    Gostar

  70. Tiro ao Alvo permalink
    25 Dezembro, 2012 19:34

    Até tenho pena do Nicolau. Vai ficar na história do (mau) jornalismo, como o exemplo perfeito do que se não deve fazer. Mas injustamente, parece-me. Digo isto por que, no passado, antes de acrescentar uns poemas às suas crónicas sobre economia (?), no Expresso, escrevia umas coisas de jeito. Depois, ao resolver endeusar o Sócrates, começou a asnear e deu nisto.
    Concordo com quem disse acima que a malta das esquerdas age muitas vezes em matilha – em um “ladrando”, dando o “sinal”, os outros acodem cegamente. Como aqui se vê.

    Gostar

  71. Basto_eu permalink
    25 Dezembro, 2012 20:58

    A economia é um quadrado…
    Que se quer seja equilibrado…
    Requer um lápis…
    E uma folha de papel A4…
    Com o primeiro em cima do segundo faça-se a geometria da primeira frase…isso!
    Em cima escreva : Receitas…
    Em baixo escreva: Despesas…exatamente!
    No canto inferior esquerdo faça um círculo pequenino, coloque aqui o cu do lápis e segure ca mão esquerda…
    Aponte a ponta do coiso…lápis, ao canto superior direito e, ca mão direita em cima da ponta do coiso ande…pra cima e pra baixo…
    Descubra a diferença entre as duas metades…ensine aos seus netos isto, de forma a que eles nunca mais esqueçam como é que o seu avô, sabendo tanto, conseguiu ser tão estúpido que não entendeu uma coisa tão simples como esta, a ponto de lhe legar uma herança…
    Para ele pagar.

    Gostar

  72. jonas permalink
    25 Dezembro, 2012 21:24

    Ei, o Arthur santos da silva e batista, ainda costela meia do cavaco, por silva, é homem de grande nobreza e coração, transparente de genuína transparência e verdade em tudo o que diz e faz, que não necessita encómios, pessoa independente, acima de qualquer crítica invejosa e despeitada, ainda a mais pedante e travestida de algum vaidoso miranda, of course, por ser assim alto e sobre qualquer maldizer assim rasteiro-mesquinho, mesmo à quadra do natal, ó sor joão do miranda, às lascas do tacho do vizinho .

    Gostar

  73. jonas permalink
    25 Dezembro, 2012 21:29

    E antes e já despois da celeuma dá nisto, ó curadores de amuletos, torugas de água doce e passarinhos, o vosso regime-governo está frito a coelho e gaspar das portas, que o dito arthur da silva, por costela do cavaco da maria, está certo no discurso do princípio ao meio e fim, que este governo é um pau mandado, não tem dedo de testa e, vaidoso e pior que pavão que já dizia o caa, faz política apenas na ânsia de uma espreitada na televisão, ao mais não sabe ao que anda, não presta .

    Gostar

  74. Staline, o benemérit permalink
    25 Dezembro, 2012 22:42

    O expresso “despublicou”.
    O turquinho Nacib “descorneou-se” quando anulou ocasamento com Gabriela por falso atestado de nascimento.
    A realidade ultrapassa a ficção

    Gostar

  75. Euro2cent permalink
    25 Dezembro, 2012 23:02

    > consolo-me eu com a tua mulher, eu e o resto da rua.

    Podiam tirar esta trampa de cão daqui para fora, por questão de higiene?

    Obrigado.

    Gostar

  76. salino permalink
    25 Dezembro, 2012 23:13

    É isso, maçons não gostam da verdade e se a vêem chamam-lhe embuste, aldrabice, intruja, blague… e maçons não gostam de arturs batistas da silva, de inimigos do diabo .

    Gostar

  77. tric permalink
    26 Dezembro, 2012 00:34

    Gostar

  78. JCA permalink
    26 Dezembro, 2012 00:47


    Como adquirido, estamos aqui sentados na esplanada,
    .
    daí com todo o respeito por todos os que tomam o café em ameno bate-papo esta história é como aquelas duas furas do Tim Tim, ora Silva&Silva. Irrelevante, para fazer o quilo da cafezada. Nada mais.
    .
    Talvez fazer ‘ponto à mesa’ com coisas deste género que mexem mesmo com esta coisa toda:
    .
    -It’s Not a “Fiscal Cliff” … It’s the Descent Into Lawlessness
    http://www.washingtonsblog.com/2012/12/its-not-a-fiscal-cliff-its-the-descent-into-lawless-anarchy.html
    .
    ou esta,
    .
    -Banking: thousands of customers switch their accounts out of the big five
    Building societies, credit unions and co-operatives benefit as anger over scandals turns to action
    http://www.guardian.co.uk/business/2012/dec/22/banking-thousands-customers-switch-accounts
    .
    ou esta aviar os Bancos Centrais,
    .
    -Yen weakens as Abe threatens to strip Bank of Japan of independence
    Japan’s yen fell on Monday, after incoming Japanese premier Shinzo Abe said he would try to pass laws to strip the Bank of Japan of its independence if it refused to set a 2pc inflation target.
    http://www.telegraph.co.uk/finance/currency/9764505/Yen-weakens-as-Abe-threatens-to-strip-Bank-of-Japan-of-independence.html
    .
    Pois é, mas ‘ela move-se’ conforme Galileu;
    .
    areia de mais para a camioneta da rapaziada da elite dos habituais ‘feiticeiros e neo-aprendizes de feiticeiros’ cujo vortex é essa coisa dos Silvas&Silvas com chapeu de coco e bengala iguais como no Tim Tim
    .

    Gostar

  79. JCA permalink
    26 Dezembro, 2012 00:51

    .
    Ou estas mais das “agriculturas” e do ‘aquecimento ou arrefecimento global como preferido”:
    .
    =Boeing engineers use spuds to improve in-air Wi-Fi
    Sacks of potatoes stand in for passengers as Boeing engineers work to improve onboard wireless
    http://news.yahoo.com/boeing-engineers-spuds-improve-air-220847344.html
    .
    =Weather goes haywire over Europe: scientists baffled by erratic swings of jet stream
    http://theextinctionprotocol.wordpress.com/2012/12/25/weather-goes-haywire-over-europe-scientists-baffled-by-erratic-swings-of-jet-stream/
    .
    =Geoengineered Snow Storms Wreaking Havoc Around the Globe
    http://www.zengardner.com/geoengineered-snow-storms-wreaking-havoc-around-the-globe/
    .

    Gostar

  80. JCA permalink
    26 Dezembro, 2012 00:54

    .
    Ou noutra àrea
    .
    embora seja prevalecente o simbolismo aceite e o costume:
    .
    The real story of Christmas
    http://theweek.com/article/index/237986/the-real-story-of-christmas
    .
    From Immaculate Conception to Genetic Deception
    http://www.wakingtimes.com/2012/12/24/from-immaculate-conception-to-genetic-deception/
    .
    Christmas Sky Show
    http://www.spacedaily.com/reports/Christmas_Sky_Show_999.html

    Gostar

  81. JCA permalink
    26 Dezembro, 2012 01:01

    .
    E no meio disto tudo, esta de 1939-1945 parece mesmo Portugal a papel quimico enqaunto se discutem Silvas&Silvas de chapeu de coco e bengala com aquels dois do Tim Tim:
    .
    =She survived Hitler and wants to warn
    .
    Everyone thinks that Hitler just rolled in with his tanks and took Austria by force. No so.
    In 1938 we elected him by a landslide – 98 percent of the vote,” she recalls.
    .
    .
    “Our tax rates went up to 80 percent of our income”
    .
    “We had another agency designed to monitor business”
    .
    “We were told how to shop and what to buy. Free enterprise was essentially abolished. We had a planning agency specially designed for farmers. The agents would go to the farms, count the live-stock, and then tell the farmers what to produce, and how to produce it.
    .
    “In 1939, the war started and a food bank was established. All food was rationed and could only be purchased using food stamps. At the same time, a full-employment law was passed which meant if you didn’t work, you didn’t get a ration card, and if you didn’t have a card, you starved to death”
    .
    “It was compulsory for young people, male and female, to give one year to the labor corps,””
    .
    “The state raised a whole generation of children. There were no motherly women to take care of the children, just people highly trained in child psychology. By this time, no one talked about equal rights. We knew we had been had.
    .
    “If you needed elective surgery, you had to wait a year or two for your turn
    .
    “Soon, he went out of business. If the government owned the large businesses and not many small ones existed, it could be in control.
    .
    “The villagers were not fooled. We suspected what was happening. Those people left in excellent physical health and all died within 6 months. We called this euthanasia.”
    .
    “No more freedom of speech”
    .
    “Totalitarianism didn’t come quickly, it took 5 years from 1938 until 1943, to realize full dictatorship in Austria.”
    .
    http://www.pakalertpress.com/2012/12/24/she-survived-hitler-and-wants-to-warn-america/
    .

    Futuro da TAP
    https://blasfemias.net/2012/12/21/futuro-da-tap/#comment-1224534

    .

    Gostar

  82. Francisco Colaço permalink
    26 Dezembro, 2012 01:12

    Lembro aos excelentíssimos colegas que um tal Anto-Comuna referiu que antes do fim de 2012 teríamos juros comparáveis aos da Troika.
    .
    Temos. Até mais baixos, ao que leio.
    .
    Meus caros, as palavras medem-se pelos seus resultados. O resultado da esquerda parlante foram 180.000.000.000 de euros de dívida, muita da qual foi arrumada para um futuro que entretanto se tornou, para nossa má graça e infeliz sucesso, um terrível presente do presente por que presentemente passamos.
    .
    Não é lícito crer que as «políticas de crescimento» que levaram Portugal, a Espanha e a Itália à recessão nos venham fazer sair dela. Só por caturrice ou perfeita imbecilidade se pode dar crédito aos arautos da esquerda vermelha, caviar ou rosa chocada; ou aos da esquerda da laranjada ou ainda da esquerda do azul-encosto.
    .
    O socialismo, no seu pior, é transversal a todos os partidos do espectro político português. É pernicioso, desonesto e dizimador da liberdade individual. Desdenha a iniciativa o mérito e o valor do indivíduo. Inveja o sucesso, faz mau esgar à capacidade e desdenha a responsabilidade. Ora, não é com sementes de limão que espero um dia vir a colher maçãs.
    .
    Se queremos sair desta crise temos de primeiro de sacudir as amarras fortes do socialismo. O socialismo foi-nos enredando fio a fio, segredando-nos agradavelmente ao ouvido, dando-nos a entender que teríamos muito com pouco. Mas fio a fio entrançado foi-se fazendo uma corda forte. E a corda forte está em nós próprios, dentro das nossas mentes. Conheço poucas pessoas atreitas ao risco, cada vez menos até. As poucas que querem arriscar querem fazê-lo ao abrigo de um qualquer programa do Estado ou mesmo encostadas ao orçamento. Estamos assim porque a carraça Estado vale mais que o cão sociedade.
    .
    Despedir 300.000 funcionários públicos, terminar já o IRC e privatizar as escolas (ou colocá-las sob cooperativas de funcionários, o que para mim seria uma excelente solução) é necessário para que o Estado possa sobreviver à catástrofe que se avizinha. Há um portento de tempestade adiante que fará com que 2008 seja parecido a uma picadura de insecto quando em comparação. Só poderemos sobreviver se o Estado valer metade do que vale hoje (1/4 do PIB em vez de mais de metade), e bem melhor é que o façamos agora do que tenhamos de fazer o dobro amanhã.
    .
    Vou preferindo por aderir à realidade o que o Anti-Comuna diz do que aquilo que os que defendem as ideologias que nunca criaram riqueza nem prosperidade por aí andam a dizer. O socialismo e o comunismo deram-nos miséria e, em casos mais extremos, a prisão e o campo da GULAG. Isto são factos. O resto é garganta. Quem defende a garganta contra os factos está fora da realidade e para tais existe um bom estabelecimento lá ao lado do Laboratório Nacional de Engenharia Civil.

    Gostar

  83. JCA permalink
    26 Dezembro, 2012 01:14

    .
    Ou ainda esta (por aqui paro para não atarraxar muito certas meninges ditas elite)
    .
    China Is The Elephant In The Situation Room
    http://blogs.reuters.com/ian-bremmer/2012/12/24/china-is-the-elephant-in-the-situation-room/
    .
    US to deploy newest weapons to Asia-Pacific
    http://www.spacedaily.com/reports/US_to_deploy_newest_weapons_to_Asia-Pacific_999.html
    .
    .
    Para refletir mais pausadamente onde Portugal anda metido, só para perceber e não botar discurso em cima do joelho ou mandar bocas de borla para embasbacar ingénuos …. aqui vai com contributo humilde para rasgar a cortina obscurantista:
    .
    “A poly-centric world is a world where there is no single ”superpower” or dominant great power in ”global leadership” position and role (the concept, ‘global leadership’, is a modern western favoured invention that replaced, literally, the concept of imperialism), as such poly-centric world rather refers to a world system where there are many regional superpowers that does tend to look more inward (regional and national: old states behaviour, of protectionism and patriotism/nationalism) rather than outward (meaning it is a challenge and antitheses to a multilateral world system as well as the over-hyped western prized neo-colonial practice of globalisation). These secret wars need a closer watch and guard especially by the key respective states under assault.
    .
    However there has always been what I refer to as little Western Imperialist power that usually comes up now and again, and tend to always challenge the other three and it ends by these three beating him down to it’s place, of course I am talking about the Teutonic power of Central Europe, Germany.

    Today, Germany under Frau Merkel is showing more muscles and more confidence in her past militarism personality than ever before, that is since post-1945.

    Germany is now involved in every new western ”humanitarian wars” as well as accounting for much greater arms exports and aid development (two key imperialist characteristics).

    Germans are even leading the way in training African Forces to fight so-called local Islamic Guerrillas in the continent, especially in Somalia (with the training bases in Uganda) and Mali.

    In short, not all of the west are imperialist by definition or character, but only five are historical imperial powers (Italians, Germans, British, French and Americans, leaving out the Portuguese, Spaniards), with three unable to transition away from what I refer to as Persistent Imperial Mindsets which stills dominate and shape their national strategic cultures and aggressive international political behaviour (the Anglo-Saxons of UK and US, and the French). ”
    .
    Ora ora e Portugal anda metido num ‘baile mandado’ que sugere de aprendizes de feiticeiros que não levam a lado nenhum.
    .

    .

    Gostar

  84. JCA permalink
    26 Dezembro, 2012 01:43

    ,
    Sobre ordenados, despedimentos etc etc na optica da acabada “Revolução Industrial’ do sec XVIII e que fez o seu tempo com tudo o que de bom e mau teve,
    .
    a nova ‘Revolução Informática-Automação-Robotica-Nanotecnologia-Nova Banca’, chamemos-lhe a “Revolução da Libertação do Trabalho” em que os Tigres Asiaticos são de papel, basta pôr a trabalhar sozinha, automatizar/robotizar, uma fabrica de brinquedos ou uma de automoveis, ou tecidos, ou de roupa, ou de calçado, ou hectares de batatas, milho ou trigo, ou agencias bancárias que tinham 30/40 empregados e hoje 3 ou 4, ou aviões que voam sem tripulações ou seja o que for e é qause em tudo, para milhões de postos de trabalho e manigancias bancárias como as conhecemos hoje serem reduzidas a pó.
    .
    Surge a Energia em importancia, o Trabalho praticamente zero bem como as formas e oficios que ainda vivemos hoje. Isto é o salário, o pão, deixou de ser escravo do trabalho, do posto de trabalho, do horário de trabalho. Como ultrapassar ? Distribuindo notas e moedas ‘gratuitamente’; o novo jogo civilizacional.
    .
    Aceitam-se outras soluções que resolvam este problema embora não surja nenhuma além desta. Quais outras ?? Salvo se exterminio humano maciço que no fim do genocidio planetário também nada resolve porque fica tudo igual ao ponto de partida sem nada mudar o que não funcionaria no interesse de todos os envolvidos, um absurdo.
    .

    Gostar

  85. Wall Streeter permalink
    26 Dezembro, 2012 08:13

    JM em mais uma deriva propagandista, sabe-se lá a soldo do quê e de quem.

    Gostar

  86. neotonto permalink
    26 Dezembro, 2012 08:57

    Vamos ver se nos entendermos ,JM.
    O caso SOKAL foi mais ou menos ressumido assim: o affaire de um físico que andava a fazer fermosas e atrapalhantes teorias (algúns cientificos sao dados particularmente a este tipo de situaçoes) sobre a gravidade da terra e os seus colegas científico -físicos sairam pronto a semana seguinte para desementir tao burdas e abracadabrantes teorias.
    No caso Artur Baptista Silva ja saiu algúm colega economista a desmentir semelhantes trapacerias saidas do boca do Sr. sobre a gravidade da situaçao económica portuguesa?
    Esperamos que tal aconteça no próximo mes de janeiro do 2013?
    Vamos ver. Aguardamos….

    Gostar

  87. 26 Dezembro, 2012 09:19

    “nós temos o direito adquirido de continuar a viver folgadamente”
    Quem é o “nós”? Saia do seu mundinho de luxo onde se banqueteiam os que lucram com a austeridade e vá ver como vive o povo, seu ignorante! Tenha vergonha!

    Gostar

  88. Minhoto permalink
    26 Dezembro, 2012 09:25

    Em relação ao Nicolau Santos, pessoa por quem tenho simpatia e tendo sido dos muitos poucos a sugerir a extinção do BPN na altura (Sócrates devia ter ouvido Nicolau Santos) cometeu em linguagem salazarenta, um erro de palmatória. É que somar isto a “FMI já não vem” com a nulidade do mano Costa por cima (qual cereja em cima do bolo) é o prego que faltava para fechar o caixão da credibilidade do Expresso e SIC-N, e no fundo do jornalismo português que convenhamos é uma merda.

    Gostar

  89. piscoiso permalink
    26 Dezembro, 2012 10:14


    Quanto à Sic-Notícias é o único canal de Notícias português que vejo.
    Só pelos trabalhos de Cândida Pinto, vale a pena.

    Gostar

  90. vasco permalink
    26 Dezembro, 2012 11:02

    Professor catedrático? Que logro.

    Gostar

  91. Duarte permalink
    26 Dezembro, 2012 11:31

    primeiro-ministro afirmou hoje que são grandes os “desafios” e “tarefas” de 2013 e que embora a crise não esteja vencida, estão lançadas “as bases de um futuro próspero” e cumprida a “esmagadora maioria” do programa da ‘troika’.

    Estão lançadas as bases de um futuro próspero. Todos podemos estar descansados . O querido líder dos neo Trolls afirma que os amanhas vao cantar.
    Longa vida ao querido timoneiro.
    Que os pássaros cantem e os peixes voem.

    Gostar

  92. Duarte permalink
    26 Dezembro, 2012 12:06

    O NEO LIBERALISMO , O NARCOTRAFICO E O SISTEMA FINANCEIRO
    IRMÃOS DO MERCADO DA MORTE

    A lei e o mercado da morte
    A legalização da produção, comércio e consumo de drogas, sob rígido controle do Estado, entre outros benefícios, deixaria o tráfico desprovido de suas armas maiores, que são a clandestinidade e mistério das operações. Os bancos que operam na atividade são, hoje, os cúmplices mais abomináveis e dos mais bem remunerados agentes nesse mercado.
    Mauro Santayana
    Há duas atividades econômicas que têm escapado ao controle dos Estados e das sociedades: o sistema financeiro e o mercado mundial das drogas. Talvez seja melhor proibir a atividade bancária privada, com a estatização das instituições financeiras, e permitir, mediante o controle médico do governo, o consumo das drogas. O sistema bancário, como existe agora, além de sua cumplicidade com o narcotráfico, tem sido responsável pelas crises econômicas mundiais, porque atua à margem da ética e da justiça.

    Dessa forma, seria possível quebrar a aliança tácita, secreta e criminosa, entre os bancos, que administram o dinheiro da produção e tráfico dos narcóticos, os gangsters que exploram os plantadores de papoula, coca e maconha, os laboratórios que sintetizam novos narcóticos, e os pequenos delinqüentes que distribuem a commodity aos consumidores finais, e matam e morrem na defesa de seu território de atuação.

    O grande mercado mundial dos estupefacientes nasceu no momento de ascensão do capitalismo que se diz liberal, na segunda metade do século 19, e cresceu até tornar-se o que é hoje. A cocaína e a heroína foram dois exemplos da globalização da economia. De medicamentos eficientes em certas enfermidades, obtidos do refino do ópio e do extrato de coca, transformaram-se na praga social de nosso tempo. O símbolo dessa parceria é a Coca Cola, produzida a partir do extrato das folhas de coca, e a marca emblemática da sociedade de consumo imposta pelo american way of life.

    O Brasil, segundo os especialistas, é o segundo mercado mundial das drogas, depois dos Estados Unidos. Desse negócio, que também poderíamos chamar “Indústria do Medo”, e da demanda que ele gera, sobrevivem milhões de brasileiros.

    Traficantes, “mulas”, “aviõezinhos”, “fogueteiros”, milicianos, apresentadores de programas sensacionalistas de rádio e televisão, fabricantes de equipamentos e sistemas de segurança, empresas de vigilância, policiais corrompidos, advogados, juízes, promotores, clínicas e ONGs especializadas no tratamento de viciados em drogas. Esses, de vítimas se transformam, pelas circunstâncias, em delinqüentes, que assaltam e roubam, para continuar consumindo as drogas.

    Policiais criminosos, como os que foram presos, às dezenas, há menos de um mês e recolhidos a um quartel do Rio de Janeiro, extorquem e ameaçam os pequenos “traficantes”. Para continuar traficando e sobrevivendo, quadrilhas combatem outras, pelo direito de ocupar os pontos de vendas. O usuário pobre, sem dinheiro, é eliminado quando não paga a sua dívida de droga.

    Alguns agentes penitenciários engordam o salário do mês, levando o que é apreendido por policiais corruptos para dentro dos presídios, da mesma forma que contrabandeiam cartões e telefones celulares.

    Nesse quadro assustador, que se reflete no aumento brutal dos homicídios em nosso país – só em São Paulo o número de mortos a tiros quase dobrou no último ano e se espera que 37.000 adolescentes serão assassinados no ano que vem – é alentador que policiais honrados, juízes e membros do Ministério Público do Rio de Janeiro tenham organizado uma associação em favor da descriminalização do consumo de drogas. O grupo, fundado pela juíza Maria Lúcia Karam, há dois anos, pequeno em seu início, conta hoje com 68 membros, e se inspira na LEAP – Law Enforcement Against Prohibition – criada nos Estados Unidos também por policiais e juízes.

    A legalização da produção, comércio e consumo de drogas, sob rígido controle do Estado, entre outros benefícios, deixaria o tráfico desprovido de suas armas maiores, que são a clandestinidade e mistério das operações. Os bancos que operam na atividade são, hoje, os cúmplices mais abomináveis e dos mais bem remunerados agentes nesse mercado. Sempre impunes, pagam multas irrisórias, quando flagrados ao cometer o crime de lavagem do dinheiro do tráfico. Com a legalização, eles ficariam sob a vigilância das autoridades estatais.

    O melhor, mesmo, para colocar a ordem da justiça na sociedade brutalizada de nosso tempo, e poupar da morte a juventude, seria a estatização, no mundo inteiro, das atividades bancárias. Um dia chegaremos lá.

    Gostar

  93. neotonto permalink
    26 Dezembro, 2012 13:11

    Neoliberais, narcotraficantes e financeiros no mesmo barco?. Pois claro.
    Mais esse barco nem afunda nem emagrece, bem ao contrario.
    Estao a afundar a barcos (amigos-enemigos) chamados Estados.
    E la nave va…

    Gostar

  94. JCA permalink
    26 Dezembro, 2012 15:41

    .
    O emblema ‘caso’ deste outro Senhor Silva vale simplesmente uma gargalhada de gozo de barriga cheia. Senão vejamos além do Senhor ter uma mão cheia de canudos ou não,
    .
    num primeiro momento , este é dos nossos, da elite, o que diz está certo ou mais ou menos certo pois teria uma ‘falhazita’ cientifica aqui ou ali mas é da nossa elite, os ‘jarrões’ correram todos para o palco para mais um minuto de fama, então pela televisão com cara e tudo para embasbacados …..
    .
    no momento depois quando sugeriram que o homem não tinha canudos iguais aos nossos, da elite, os mesmos negam tudo e principalmente negam-se a eles proprios, aqui del rey que o que ele disse e nós apoiámos ou criticámos muito levezinho afinal já não vale nada gritam em grande gritaria as ‘virgens ofendidas’;
    .
    o ‘povolareu’ emblema que Marcelo R Sousa pôs na lapela dos gentios … caga-se a rir por exemplo com o que vai por aí acima,
    .
    em ultima analise este outro Senhor Silva teria ‘gozado que nem um preto’, e os que puseram no palco idem idem aspas aspas,
    .
    e se por um por exemplo exemplo teoricamente quem despoletou este outro Senhor Silva tivesse tido a perspicácia secreta de gozar com esta gente toda ? Estar-se-ia a rir de grande …..
    .
    Apenas uma abordagem de longe.
    .
    Pois é. Chamem-lhe nomes. Chamem-se nomes uns aos outros. Um Carnaval fora de tempo.
    .

    Gostar

  95. pascacio permalink
    26 Dezembro, 2012 15:42

    pois sim o nicolau santos = aldrabao. ja os jornalistas de economia do CM sao verosimeis talqualmente estes imbecis do blasfemias

    Gostar

  96. Fincapé permalink
    26 Dezembro, 2012 17:36

    Ena! O pessoal por aqui nem no Natal dá tréguas. Um bocadito de paz e de amor não seria mau.
    Mas sobre o senhor da ONU, achei piada na parte que vi do “Expresso da Meia Noite” porque me pareceu que pelo menos um dos participantes estava desconfiado do homem. Eu também fiquei, sinceramente. Quando ele contou uma história de nacionalização de um banco alemão falido e do financiamento a juros de 1% fiquei surpreendido e a desconfiar ainda mais. E só vi um pouco do programa.
    —–
    Mas lá que isto foi bom para a direita e para o governo lá isso foi. Anda o pessoal todo entretido com as mentiras inofensivas do Batista e esquecem-se das do Coelho e do Gaspar. E essas, sim, matam.

    Gostar

  97. Duarte permalink
    26 Dezembro, 2012 18:21

    PASSOS TRABALHA PARA A ONU E IRA ESTUDAR PARA PARIS ( JM continuara no blasfémias para nosso entretenimento)
    Passos. O fim da crise começa para o ano. 2013 “não será de recessão”
    No dia em que Portugal conheceu números recorde de desemprego, Passos Coelho falou na Festa do Pontal no início do fim da crise. Para o primeiro-ministro, ontem na pele de presidente do PSD, o ano de 2013 será o “ano de inversão na situação da economia em Portugal”. Aliás, para o ano, Passos já fala em “alívio das famílias”.

    Perante centenas de militantes num parque aquático em Quarteira, Passos transformou o discurso do primeiro ano de governo e apareceu com uma mensagem optimista: “Estou muito confiante apesar das adversidades externas que temos todas as condições para que 2013 seja um ano já de estabilização da nossa economia e de preparação da recuperação económica em Portugal.” Mas não ficou por aqui. Oprimeiro-ministro insiste que o caminho que está a seguir é o correcto, que Portugal já está “a colher resultados” e é “por essa razão que o próximo ano não será de recessão”. A propósito dos cortes na despesa, nomeadamente nas fundações (onde o corte estimado é de 150 a 200 milhões ano), Passos Coelho até arriscou dizer já que essa poupança é “mais uma das condições para fazer o alívio das famílias em 2013”.

    O optimismo do primeiro ministro que contrasta com as medidas que ainda vai anunciar no Orçamento do Estado do próximo ano – para a elaboração do qual vai chamar o PS e os parceiros sociais, garantiu ontem. O governo tem de arranjar cerca de dois mil milhões de euros para compensar o veto do Tribunal Constitucional aos corte sdos subsídios de férias e de Natal ao funcionários públicos. E Passos deixou ontem a certeza que será ele mesmo a anunciar a solução nos próximos tempos. Uma coisa é já certa: a medida será “partilhada pela generalidade dos portugueses”.

    Para o Orçamento, Passos quer o contributo dos socialistas e dos parceiros sociais, mas o PS esteve quase ausente do discurso de rentrée de ontem. Apenas nas entrelinhas, o primeiro-ministro lembrou “aqueles” que acreditavam que as eleições em França e a vitória do socialista François Hollande iam permitir que “outros países não precisavam de fazer sacrifícios”, numa referência implícita a António José Seguro.

    Eleições no horizonte

    As eleições legislativas só serão daqui a três anos, mas Passos já pensa na reeleição. Mais do que isso, com as autárquicas já no próximo ano, o discurso do líder do PSD mostra agora que o o pior da troika já está a passar e que o governo ainda tem mais tempo: “Se estamos a metade da troika, só estamos um quarto do nosso mandato. O programa que defendemos é de quatro anos que temos ambição de vir a renovar.” No jantar de encerramento da sessão legislativa, perante os deputados do PSD, Passos lançou uma célebre frase: “Que se lixem as eleições, o que interessa é Portugal.”

    Quanto ao caminho futuro, mantém-se até porque “há ainda quem pense que depois o regabofe pode continuar” e porque “é falso que não haja outros caminhos. Há sempre. Mas uma alternativa considerada como tal, o caminho melhor, como está provado, não há”, argumentou o primeiro-ministro.

    Regra de ouro

    Tal como no final da sessão legislativa, Passos lembrou a necessidade de Portugal introduzir na legislação portuguesa a regra de ouro (inscrição na lei portuguesa de um tecto à despesa e ao défice público) numa lei que não possa ser alterada “apenas por um partido”. O acordo quanto à regra de ouro – uma das imposições do Pacto Orçamental – tem sido difícil com o PS.

    Gostar

  98. Portela Menos 1 permalink
    26 Dezembro, 2012 19:12

    A direita-trailiteira sempre foi boa a fazer previsões; e um tal Anti-Comuna também deve ter feito previsões sobre a Dívida, Exportações, PIB, Desemprego, Défice, número de pobres, falências e, já agora, sobre essa coisa simples que não precisa de financistas … a popularidade do governo actual.
    Mas deitam foguetes acerca do juros abaixo dos 7%, ou não tivesse sido esta crise desencadeada pelo sagrado sistema financeiro.

    Gostar

  99. Tiro ao Alvo permalink
    26 Dezembro, 2012 20:02

    O Portela é uma espécie de Artur Baptista Silva, prof, doutor, cagando sentenças do género: “mas deitam (os tipos da direita) foguetes acerca do juros abaixo dos 7%, ou não tivesse sido esta crise desencadeada pelo sagrado sistema financeiro”.
    Falou e disse: eis um verdadeiro artista português…

    Gostar

  100. antonio pereira permalink
    26 Dezembro, 2012 20:20

    O Dr João Miranda não grama o Expresso. Será que isso não se resolve com uma cronicazita bem paga? Condena o Nicolau Santos por força das opiniões que defende. Será que o Dr. João Miranda é versado em economia? Ou é melhor em delitos de opinião, sendo que as opiniões que detesta bem poderiam ser eliminadas, isto é, no caso do Nicolau Santos, demitidos os seus autores. O Dr João Miranda aplica um “raciocínio de base transitória” que se pode resumir assim: O Expresso/Nicolau Santos foi burlado por um falso perito. O linguarejar do suposto perito confundia-se com as poosições defendidas por parte da esquerda. Então, conclui o dr João Miranda, a esquerda defende ideias burlonas e o Expresso/Nicolau Santos também. Esmagadora esta complexa singeleza intelectual. Só faltou ao Dr. João Miranda reconhecer ao burlão o mérito de ter desmascarado a esquerda burlona e quem a apoiar.

    Gostar

  101. nuno granja permalink
    26 Dezembro, 2012 21:17

    Excelente texto, infelizmente pouco jornalista vão reflectir sobre o tema e continuarão a comprar histórias a fornecedores duvidosos.

    nuno granja

    Gostar

  102. Joao Santos permalink
    26 Dezembro, 2012 21:41

    Para os sérios caloteiros deste país, formatados no esquema da hóstia dissolvida em bourbon (os economínimos caseiros modelados por Chicago e cujo horizonte cultural não ultrapassa a banda dezenhada ou as Selecções do Readers Digest) o episódio do burlão português de importação veio mesmo a calhar: as verdades que foi dizendo é que são burlas, quem atacou e ataca este magistral governo é que burla.
    É a versão moderneta do «A Bem da Nação. Nada contra a Nação». Ou resquícios inexoráveis da mais prolongada ditadura de todo o ocidente europeu Delícias, enfim, do fascismo recauchutado lusitano.
    Para ampliar a gargalhada não há melhor!

    Gostar

  103. Portela Menos 1 permalink
    26 Dezembro, 2012 22:10

    Tiro ao Alvo, Posted 26 Dezembro, 2012 at 20:02
    .
    obrigado pela citação; já tu, como yes man desta linda governação, quando te kagas é só diarreia mental.

    Gostar

  104. Expatriado permalink
    26 Dezembro, 2012 22:34

    Vamos a ver se os esquerdalhos conseguem digerir o artigo do link, ao fundo, sem se engasgarem….
    .

    Citaçao
    .
    “……..Quantas figuras temos nós em Portugal, com cargos muito elevados, que dizem torrentes de disparates que não são sequer verificados pelos jornalistas? Quantas vezes há uma enorme dificuldade de separar o trigo do joio no espaço público? Recordemos três exemplos.
    .
    O primeiro exemplo e paradigma máximo é o antigo primeiro-ministro José Sócrates. Ao pé dele, Artur Baptista da Silva não passa de um principiante, não tanto em termos de currículo publicado, em que também havia umas névoas, mas sobretudo pela sua extraordinária capacidade de faltar à verdade e fazer malabarismos com meias verdades.
    .
    O segundo exemplo ocorreu em 2009, ainda antes das eleições legislativas, quando tivemos um duelo público relativo a obras públicas. Foi publicado um primeiro manifesto, de respeitados economistas e ex-ministros das Finanças a pedir uma reavaliação das obras públicas. Portugal apresentava não só das mais altas taxas de investimento como um dos mais baixos crescimentos da produtividade, uma combinação que deveria alarmar qualquer um. Relembre-se que o crescimento da produtividade é uma condição essencial para o desenvolvimento económico e um requisito imprescindível de um crescimento sustentado dos salários reais.
    .
    Houve duas prontas respostas, a primeira também dominada por professores universitários, mas envolvendo ligações à esquerda mais radical, que nunca pertenceu ao governo nem parece empenhada em fazê-lo, tal o irrealismo das suas propostas.
    .
    O terceiro documento pode ser descrito como o “manifesto dos interesses”, assinado sobretudo por gestores públicos com fortes ligações ao sector da construção e das obras públicas……”
    .
    http://www.ionline.pt/opiniao/fraudes-autoridades

    Gostar

  105. Francisco Colaço permalink
    27 Dezembro, 2012 00:44

    Portela Menos Um,
    .
    O Anti-Comuna ao menos teve o dom de acertar, fosse na graça ou na desgraça. Esse dom tem a propriedade de estar competamente ausente de quase todas as suas palavras.
    .
    O Anto-Comuna acertou. O Portela falhou. Tenha um poiuco de humildade e compreenda que por vezes pode estar errado e estar a defender o campo da ilusão contra a realidade mensurável.
    .
    Já agora, quem causou «a crise do sistema financeiro» em Portugal foram os burgessos tipo Sócrates, já que nunca a tivemos. Tivemos uma crise de dívida provocada por quem a duplicou: os correligionários do Portela, os amigos de todos os TGV e salvadores jacundos do BPN.

    Gostar

  106. Francisco Colaço permalink
    27 Dezembro, 2012 00:53

    antonio pereira,
    .
    Quem escreveu «até a ONU defende tal e tal» não foi o João Miranda, mas o hemocéfalo de laçarote.
    .
    A ONU está-se a borrifar para a nossa dívida soberana, e essa é a verdade, porque Portugal não é uma nação negra ou de religião esotérica. De qualquer maneira, vindo da ONU, esperava a imbecilidade lá do Sr. Artur. Da ONU nunca veio nada de bom. Basta ver o êxito que têm tido na mitigação dos conflitos mundiais. E as fantásticas políticas de apoio ao fim da família que a ONU e a Comissão Europeia excrecem. Uma e outra são compostas por imbecis. Imbecis perigosos, ignaros completos, incapazes de pensar a prazo, e que nem sequer conseguem ver como o Império Romano acabou.
    .
    Se o António Pereira deseja continuar a comer, o melhor é que esta dívida se pague, seja a gosto ou a contragosto. Quando os sucessivos governos acumulam défices e aldrabam contas, a dívida é que lhe paga a si e a tantos outros o salário de funcionário ou o rendimento mínimo garantido.
    .
    Pense nisto.

    Gostar

  107. Trinta e três permalink
    27 Dezembro, 2012 15:57

    Haja calma. Ao fim e ao cabo, o Relvas é o que é, e não só admitimos que esteja no governo, como lhe aturamos as “teorias”.

    Gostar

  108. piscoiso permalink
    27 Dezembro, 2012 17:04

    Gostar

  109. ohoh permalink
    27 Dezembro, 2012 18:49

    “O Anti-Comuna ao menos teve o dom de acertar, fosse na graça ou na desgraça. Esse dom tem a propriedade de estar competamente ausente de quase todas as suas palavras.”
    Caro Francisco Colaço, acertou em que concretamente? Eu revejo as discussões e o tipo falhou em quase tudo.
    Ele prometia-nos que os aumentos de impostos estavam certos e que iam resultar, que vitor gaspar era competentissimo,quando o défice está a derrapar enormemente e as receitas não iam cair.Ora nada disso aconteceu.Aconteceu tudo ao contrario do que ele disse.A politica do governo tem falhado enormemente.Depois foi a treta da tsu.O francisco obviamente que é um homem afável e simpatico, porque se fosse politicamente incorrecto, diria que nada que ele disse é verdade.Mesmo a balanço corrente é equilibrada através da queda do consumo interno, e não através das exportações, o que significa que não está a existir uma mudança estrutural, mas sim onjuntural, que um dia fará com que tudo volte atrás, á estaca zero
    O anti-comuna não passa de um beberrão mal educado, por muito que me cusste dize-lo.

    Gostar

  110. ohoh permalink
    27 Dezembro, 2012 18:54

    Francisco: O anti-comuna sempre foi contra privatizações e era favorável a aumentos de impostos? É isso que você quer para o pais é? O anti era keynesiano.
    Os juros da divida desceram devido á acção do BCE e ás palavras de Mario Draghi

    Gostar

  111. Portela Menos 1 permalink
    27 Dezembro, 2012 20:14

    Só os contrabandistas ideológicos defendem o Anti.
    Ele ao menos – ao nao ter acertado uma previsao – tem vergonha e deixou de aparecer porr aqui.

    Gostar

  112. Zegna permalink
    27 Dezembro, 2012 22:54

    1º – Este Artur Silva foi convidado para apresentar as suas ideias na comunicaçao social , ele nao chamou ninguem .
    2º – Temos gente no governo (muito pior que este Artur) que foi eleita por abstençao de 42% dos otarios que nao foram votar ainda nao vi ninguem da PGR tomar medidas para os tirar de la.
    3 º – Em França alguns videntes juntaram-se para ver o ” fim do mundo “e os otarios da comunicaçao social foram la fazer reportagens e ainda nao vi ninguem dizer que o caso teria de ser investigado.
    4 º – Portugal teve sempre burloes no poder e nunca ninguem se preocupou com isso ( alguns ate chegam a ser eleitos em varios mandatos ) , mesmo o tribunal de contas ja chegou a essas conclusoes mas mesmo assim nada……..
    5 º – O Artur faz parte da ONU ( Organizaçao nacional unida ) nao confundir com a Organizaçao das Naçoes Unidas parece que nao mas tem diferenças e muitas !
    Resultado :
    Artur – 1 0 SIC – 0

    Gostar

  113. anti-comuna permalink
    28 Dezembro, 2012 00:07

    “ó os contrabandistas ideológicos defendem o Anti.
    Ele ao menos – ao nao ter acertado uma previsao – tem vergonha e deixou de aparecer porr aqui.”
    .
    .
    E que previsão foi essa?
    .
    .
    Se eu tivesse vergonha de falhar previsões, nunca mais saia de casa. Muitas previsões falhei e outras hei-de falhar, mas falho menos que a generalidade dos demais previsores. eeheheheheh
    .
    .
    “Francisco: O anti-comuna sempre foi contra privatizações e era favorável a aumentos de impostos? É isso que você quer para o pais é? O anti era keynesiano.”
    .
    .
    Sim? Se até pudessemos vender o Terreiro do Paço, aos hoteleiros por exemplo, era bem vendido. aahahhaahahh
    .
    .
    Cainesiano? Eu? Só se estiver muita bêbado, o que não é tão frequente como se pensa. Apesar de muito bagacinho. 🙂

    Gostar

  114. Portela Menos 1 permalink
    28 Dezembro, 2012 00:16

    “E que previsão foi essa?” … eu diria antes … e que previsão foram essas?
    mas o melhor será AC nos dizer em que previsões/estimativas acertou; pode começar pelas exportações do 4ºtrimestre deste ano.

    Gostar

  115. Portela Menos 1 permalink
    28 Dezembro, 2012 00:18

    … e que previsões foram essas?

    Gostar

  116. anti-comuna permalink
    28 Dezembro, 2012 00:18

    “Caro Francisco Colaço, acertou em que concretamente? Eu revejo as discussões e o tipo falhou em quase tudo.
    Ele prometia-nos que os aumentos de impostos estavam certos e que iam resultar, que vitor gaspar era competentissimo,quando o défice está a derrapar enormemente e as receitas não iam cair.Ora nada disso aconteceu.Aconteceu tudo ao contrario do que ele disse.A politica do governo tem falhado enormemente.Depois foi a treta da tsu.O francisco obviamente que é um homem afável e simpatico, porque se fosse politicamente incorrecto, diria que nada que ele disse é verdade.Mesmo a balanço corrente é equilibrada através da queda do consumo interno, e não através das exportações, o que significa que não está a existir uma mudança estrutural, mas sim onjuntural, que um dia fará com que tudo volte atrás, á estaca zero
    O anti-comuna não passa de um beberrão mal educado, por muito que me cusste dize-lo.”
    .
    .
    Graças a deus que, bêbado, sou mais lúcido que os que nem tocam no alcool.
    .
    .
    Sim, errei em prever que a queda das receitas fiscais não seria tão grande. E depois? Acha anormal prever uma queda destas, com o colapso do investimento e, sobretudo, do corte da despesa do Estado?
    .
    .
    Sim, errei ao prever que a economia portuguesa ia cair menos. Sim, depois dos dados do segundo trimestre, pensei que a economia portuguesa poderia cair apenas 1,5%. Mas, felizmente, a economia cair mais porque o Estado… Cortou muito mais despesa. (Basta consultar o próprio INE.)
    .
    .
    Por fim, o défice orçamental não está em derrapagem. Pelo contrário, deve fechar o ano abaixo dos 5%, mesmo se excluirmos as receitas e as despesas estraordinárias.
    .
    .
    E sim, errei na minha previsão da subida das exportações. Que eu fui muito optimista. (E vou perder uma aposta.) No entanto, felizmente, as expoirtações continuam a subir, e, aqui acertei, Portugal tem um excedente comercial, que para o ano, a sua Balança Corrente e de Capitais poderá chegar aos 4%, segundo o próprio Banco de Portugal.
    .
    .
    E, sim, acertei que a economomia portuguesa poderá ter batido no fundo, algures entre Novembro de 2011 e Julho deste ano. Acertei e não parece. E, já agora, na forte queda nas taxas de juro de referência, que hoje fecharam abaixo dos 7%.
    .
    .
    Mas naquilo que me compete, ganhar dinheiro no mercado com a evolução da economia portuguesa, graças a deus consegui os meus objectivos. E aqui, não são palavras, é mesmo dinheiro a sério, com risco próprio, de quem perde mesmo, se errar bastante. E se acertar, como acertei, cumprir os objectivos traçados. Graçlas a tótós que puseram-se do lado contrário e apostaram no colapso da economia portuguesa. lololol
    .
    .
    Mais vale bêbado, mas lúcido, que abstérmio mas marado da carola. ehehhehheh
    .
    .
    Quanto a ser mal-educado, obrigado pelo elogio. Estou um bocadinho obeso, reconheço. Isto de andar a ser criado com papas e bolos… ahahahhahh

    Gostar

  117. anti-comuna permalink
    28 Dezembro, 2012 00:19

    ” pode começar pelas exportações do 4ºtrimestre deste ano.”
    .
    .
    Mas eu nunca fiz previsões para o quarto trimeste. Fiz para o ano. Ou estarei errado? ehehehehehh

    Gostar

  118. anti-comuna permalink
    28 Dezembro, 2012 00:42

    Olhem, nisto acertei. ehhehehehh
    .
    .
    “Exportações do Norte a crescer”
    .
    in http://www.oje.pt/noticias/economia/exportacoes-do-norte-a-crescer

    Gostar

  119. anti-comuna permalink
    28 Dezembro, 2012 00:46

    E eu é que sou bêbado. lolol
    .
    .
    “Citigroup: PIB português deverá recuar 5,4% este ano e 3% em 2013
    .
    Banco de investimento mantém previsão que Portugal vai pedir um segundo pacote de ajuda este ano e reestruturar a dívida, com o envolvimento dos privados, em 2013. O resultado será uma forte recessão, devido às novas medidas de austeridade que terá que implementar.”
    .
    in http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/citigroup_pib_portuguecircs_deveraacute_recuar_54_este_ano_e_3_em_2013.html
    .
    .
    Estes tótós, um dia destes, estão a aconselhar os seus coitados clientes a investir na… Dívida portuguesa. lolol
    .
    .
    E eu é que sou bêbado. ahahahhah

    Gostar

  120. serôdios burgessos permalink
    28 Dezembro, 2012 00:47

    o antisocial previu acertar no totoloto e no euromilh
    ões…como todas as donas de casa economistas.
    dá-me gozo é ler o P Krugman a acertar na mouche com a sua habitual sabedoria.
    não ele não é idiota não faz projecções sobre um futuro que inexiste no agora. o agora é mesmo o agopra já dizia Céline.

    Gostar

  121. Fincapé permalink
    28 Dezembro, 2012 01:20

    Só nas primeiras páginas dos jornais de hoje (28/Dez), vêm uma série de coisas em que muitos nós acertámos:
    Diário de Notícias: aumento dos ganhos dos gestores em 2011; Portugal perdeu 30 mil habitantes em 2012.
    Público: Declaradas pelos Tribunais 52 falências de empresas por dia.
    Diário Económico: Venda da ANA não garante meta do défice.
    —–
    Só num dia e só primeiras páginas é obra o meu acerto (e de outros). 😉

    Gostar

  122. anti-comuna permalink
    28 Dezembro, 2012 01:29

    As minhas previsões para 2013. (Chamem-me bêbado, que eu gosto, em especial do meu bagacinho.)
    .
    .
    Economia portuguesa começa a recuperar mais nítidamente a partir do primeiro trimestre.
    .
    .
    As exportações deverão voltar a subir, talvez perto dos 10%.
    .
    .
    O Desemprego deverá começar a inverter a sua tendência de subida no terceiro ou quarto trimeste.
    .
    .
    O défice orçamental será mais baixo que o previsto pelo próprio governo.
    .
    .
    A retoma portuguesa passará a ser liderada pela procura interna, em especial o investimento.
    .
    .
    As taxas de juro de referência portuguesa deverão chegar aos 5%, antes do final do primeiro semestre. E forte probabilidade de Portugal surgir aos olhos de alguns “estrategas internacionais” como o investimento mais interessante da Europa comunitária.
    .
    .
    O Artur Silva será eleito líder do PS e Director do Expresso. Os estivadores irão pedir ao PR para os receber e exigir que o governo negoceie com a CGTP o novo pacote laboral. lolololol O Jerónimo de Sousa tirará o lugar ao Miguel Sousa Tavares como comentador-residente da SIC. E o Francisco Louçã será entronizado como o líder do Público, que será vendido aos bloguistas de esquerda-caviar que dominam os média portuguesa. Por último, a Casa do Douro fará uma oferta especial, um garrafão de tinto, à ilustre ccmentadora da TVI, sobre temas económicos. Perdão, economia doméstica. ehehehh
    .
    .
    Boas Festas para todos. E um bagacinho também, pois claro. Que isto de fazer previsões sóbrio costuma dar barraca. ahahhahahh

    Gostar

  123. Fincapé permalink
    28 Dezembro, 2012 13:51

    Assim não vale, AC.
    Porque é que faz em segundo lugar as previsões mais realistas?
    Refiro-me às do penúltimo parágrafo, claro. 😉

    Gostar

  124. ohoh permalink
    28 Dezembro, 2012 15:13

    Sim, errei em prever que a queda das receitas fiscais não seria tão grande. E depois? Acha anormal prever uma queda destas, com o colapso do investimento e, sobretudo, do corte da despesa do Estado?
    .Sim, errei ao prever que a economia portuguesa ia cair menos. Sim, depois dos dados do segundo trimestre, pensei que a economia portuguesa poderia cair apenas 1,5%. Mas, felizmente, a economia cair mais porque o Estado… Cortou muito mais despesa. (Basta consultar o próprio INE.)
    .Por fim, o défice orçamental não está em derrapagem. Pelo contrário, deve fechar o ano abaixo dos 5%, mesmo se excluirmos as receitas e as despesas estraordinárias.”

    AC, sim, acho anormal.E os resultados da receita confirmam o que eu digo.Que aumentar impostos quando a nossa carga fiscal ultrapassa os 50% é lançar fogo numa casa em chamas.
    E ainda mente mais em culpar a queda da despesa, quando a responsabilidade pela queda das receitas foi unicamente e só do aumento de impostos que o seu gasparov implementou.
    E se não fosse a queda da despesa, estavamos fodidos ehehehe

    “Por fim, o défice orçamental não está em derrapagem. Pelo contrário, deve fechar o ano abaixo dos 5%, mesmo se excluirmos as receitas e as despesas estraordinárias.”
    Está em derrapagem sim.A troika é que flexibilizou a meta ehehehehehe

    “E sim, errei na minha previsão da subida das exportações. Que eu fui muito optimista. (E vou perder uma aposta.) No entanto, felizmente, as expoirtações continuam a subir, e, aqui acertei, Portugal tem um excedente comercial, que para o ano, a sua Balança Corrente e de Capitais poderá chegar aos 4%, segundo o próprio Banco de Portugal.”
    .Subida muito poucochinha das exportações.Redução mais drástica das importações.Mudança estrutural da economia=Zero

    Juros a 7%:
    “O BCE está pronto para fazer tudo o que for necessário para preservar o euro. E, acreditem em mim, o que fizermos será suficiente” para cumprir essa missão, disse o responsável numa conferência em Londres, citado pela Reuters.”
    Os mercados apreciam Mário Draghi.É um homem que tem feito muito pelo Euro.E que tranquilizou-os claramente

    Gostar

  125. Zé Povão permalink
    28 Dezembro, 2012 18:10

    OS SILVAS
    Valha-nos Nossa Senhora da Ascensão !…
    Um Estado tão aldrabão …
    E o Governo mais ladrão … que só dá Passos em vão
    e aldraba o Zé Povão …
    Ai , Assunção , Assunção ,
    mais uma desilusão …
    Os tugas e o burlão ?
    Os Silvas assim são
    e os Relvas também são .
    Mas tudo vai ser em vão
    Com a Morte também vão …

    Zé Povão

    Gostar

  126. politologo permalink
    28 Dezembro, 2012 18:20

    É verdade que Artur (Raul Reis) Baptista da Silva foi aluno de Anibal Cavaco Silva no Instituto Superior de Ciencias Economicas e Financeiras , onde aquele foi aluno e este foi professor ???

    Gostar

  127. anti-comuna permalink
    28 Dezembro, 2012 19:41

    “AC, sim, acho anormal.E os resultados da receita confirmam o que eu digo.Que aumentar impostos quando a nossa carga fiscal ultrapassa os 50% é lançar fogo numa casa em chamas.
    E ainda mente mais em culpar a queda da despesa, quando a responsabilidade pela queda das receitas foi unicamente e só do aumento de impostos que o seu gasparov implementou.
    E se não fosse a queda da despesa, estavamos fodidos ehehehe”
    .
    .
    A carga discal ultrapassa os 50% de quê? Do PIB? Não se meta em assuntos que manifestamente mete água.
    .
    .
    Mesmo que o governo tivesse baixado a carga fiscal, as receitas dos impostos caiam porque elas estão fortemenet correlacionadas positivamente com o PIB e o consumo. Ora, se o próprio Estado ao cortar despesa contribuiu para a queda do consumo, tanto privado como público, como poderia não afectar as receitas fiscais?
    .
    .
    Portanto, antes de escrever asneiras e dizer que os outros mentem, convém que se informe e domine uma bocadinho os assuntos, antes dos bitaites. (É mesmo para eu viver melhor, caro amigo. eheehheh)
    .
    .
    “Subida muito poucochinha das exportações.Redução mais drástica das importações.Mudança estrutural da economia=Zero”
    .
    .
    Olhe explique lá bem esse ponto. É que bitaites todos nós podemos mandar. Mas perceber as asneiras e bitaites que dizemos…
    .
    .
    “Os mercados apreciam Mário Draghi.É um homem que tem feito muito pelo Euro.E que tranquilizou-os claramente”
    .
    .
    Bom, as taxas de juros tugas começaram a cair após saída de Portugal dos indices de referência mundiais dos mercados da dívida soberana. Vc. fala daquilo que não sabe. Devia primeiro perceber um bocado do assunto antes dos bitaites. Ou não faça como o outro que escolheu Julho para analisar correlações. lololol
    .
    .
    Tenha um bom fim-de-ano!

    Gostar

  128. anti-comuna permalink
    28 Dezembro, 2012 19:42

    “Porque é que faz em segundo lugar as previsões mais realistas?
    Refiro-me às do penúltimo parágrafo, claro. ;)”
    .
    .
    Porque são as mais fáceis. 😉

    Gostar

  129. ohoh permalink
    28 Dezembro, 2012 20:00

    A carga discal ultrapassa os 50% de quê? Do PIB? Não se meta em assuntos que manifestamente mete água.
    Mesmo que o governo tivesse baixado a carga fiscal, as receitas dos impostos caiam porque elas estão fortemenet correlacionadas positivamente com o PIB e o consumo. Ora, se o próprio Estado ao cortar despesa contribuiu para a queda do consumo, tanto privado como público, como poderia não afectar as receitas fiscais?
    Exatamente, do pib.Estamos no limite, com o iva a 23%.
    .
    Mas eu nunca disse que não afectaria ou que não cairia.Disse sim, que afectaria muito menos, do que um grande corte na despesa no lugar do aumento de impostos.Cortar despesa contribui menos para a queda do que um aumento de impostos.
    E quanto ás suas palavras meigas e compreensivas de dizer asneiras,por favor senhor, compre um espelho lá em sua casa.Porque eu também acho que você é burro e diz asneiras.Ora apresente-me ai provas de que estou errado sobre isto.Vá .. mostre-nos

    “Olhe explique lá bem esse ponto. É que bitaites todos nós podemos mandar. Mas perceber as asneiras e bitaites que dizemos”
    .
    Significa que o equilibrio da balança, foi muito mais baseado na queda do consumo, do que no aumento das exportações.Situação que é também mérito do anterior governo.

    “Bom, as taxas de juros tugas começaram a cair após saída de Portugal dos indices de referência mundiais dos mercados da dívida soberana. Vc. fala daquilo que não sabe. Devia primeiro perceber um bocado do assunto antes dos bitaites. Ou não faça como o outro que escolheu Julho para analisar correlações. lololol”

    Começaram a cair, mas muito mais lentamente do que foi a seguir á intervenção do Governador do Bce, que fez com que a queda fosse mais rápida, ou seja, se esse facto não tivesse ocorrido, os nossos juros estariam mais altos.
    Mesmo a Grécia, tem vindo a descer os juros da sua divida,portanto se há alguém que não pesca nada do assunto não sou eu de certeza…
    .
    http://comunidade.xl.pt/JNegocios/blogs/massamonetaria/archive/2012/12/20/n-243-s-somos-cada-vez-mais-a-gr-233-cia-correla-231-227-o-de-0-9-nos-juros.aspx

    Gostar

  130. anti-praticos permalink
    28 Dezembro, 2012 20:03

    Anti-Comuna: e porque carga de água você será mais inteligente e informado sobre economia do que o ohoho.Onde é que costuma ir informar-se, para eu também ir investigar isso tudo?

    Gostar

  131. anti-comuna permalink
    28 Dezembro, 2012 22:05

    “Anti-Comuna: e porque carga de água você será mais inteligente e informado sobre economia do que o ohoho.Onde é que costuma ir informar-se, para eu também ir investigar isso tudo?”
    .
    .
    Porque os organismos oficiais publicam os dados. E porque só mesmo um tolinho ignorante escreve isto aqui:
    .
    “Exatamente, do pib.Estamos no limite, com o iva a 23%.”
    .
    .
    Só mesmo um tolinho escreve que a carga fiscal portuguesa já atingiu os 50% do PIB. Um tolinho. Um ignorante. Um burrinho. Um analfabeto funcional:
    .
    http://epp.eurostat.ec.europa.eu/cache/ITY_OFFPUB/KS-EK-12-001/EN/KS-EK-12-001-EN.PDF
    .
    .
    Antes bêbado que idiota. Safa!

    Gostar

  132. anti-comuna permalink
    28 Dezembro, 2012 22:13

    “Anti-Comuna: e porque carga de água você será mais inteligente e informado sobre economia do que o ohoho.Onde é que costuma ir informar-se, para eu também ir investigar isso tudo?”
    .
    .
    Porque só mesmo um tolinho escreve isto aqui:
    .
    “Começaram a cair, mas muito mais lentamente do que foi a seguir á intervenção do Governador do Bce, que fez com que a queda fosse mais rápida, ou seja, se esse facto não tivesse ocorrido, os nossos juros estariam mais altos.”
    .
    .
    Em Fevereiro as taxas de juro rondavam os 13,5%. Em julho os 10%. Hoje cerca de 7%. Uma queda sustentada e e sem grandes alterações na sua velocidade de queda, apesar do que os idiotas acreditam e escrevem. Uma queda de cerca de 30% em ambos os periíodos.
    .
    .
    Este país está cehio de idiotas que pensam que sabem o que escrevem e dizem. É a escola Artur, tão na moda hoje em dia, entre os indigentes mentais em Portugal.

    Gostar

  133. anti-comuna permalink
    28 Dezembro, 2012 22:14

    Ops! Como mal-criado que sou, não devo deixar de dizer isto: antes bêbado que idiota.

    Gostar

  134. Portela Menos 1 permalink
    28 Dezembro, 2012 22:49

    há por aí algum “financista, estimador ou previsionista” que tenha alguma coisa a dizer sobre o número de falências no ano 2012?

    Gostar

  135. ohoh permalink
    28 Dezembro, 2012 22:53

    “Só mesmo um tolinho escreve que a carga fiscal portuguesa já atingiu os 50% do PIB. Um tolinho. Um ignorante. Um burrinho. Um analfabeto funcional:”
    .
    Mas é altissima, ,meu caro.Estamos a atingir o limite.É assim na maior parte dos paises europeus, incluindo Portugal.Por alguma razão, o gasparov falou em “aumento enorme de impostos”
    Sou burro ? O Gérard Depardieu,e oBernard Arnault , também devem ser idiotas, burros,palermas, deficienres mentais, para se terem mudado para um pais fiscalmente melhor.Ou o Calatrava para a Suiça.
    Já agora, já que é tão espertinho e inteligente, é capaz de me explicar porque é que este, a Jeronimo Martins mudou a sua sede fiscal para a Holanda??

    Em Fevereiro as taxas de juro rondavam os 13,5%. Em julho os 10%. Hoje cerca de 7%. Uma queda sustentada e e sem grandes alterações na sua velocidade de queda, apesar do que os idiotas acreditam e escrevem. Uma queda de cerca de 30% em ambos os periíodos.”
    Mas isso não se deverá a factores externos a Portugal? E essa taxa não terá entretanto no meio, tido aumentos??

    Gostar

  136. anti-praticos permalink
    28 Dezembro, 2012 23:09

    Anti-Comuna:
    Sem eu querer desmentir as suas informações, devo transmitir-lhe que noto que não soube explicar ou sustentar algumas coisas.Por outras Palavras, e visto que o senhor é economista ou gestor , explique-me uma coisa.
    1º Fala de estatisticas oficiais.Mas essas estatisticas oficiais, não estarão sujeitas a limpezas ou manipulações dos governos ou das instituições, como aconteceu na Grécia ou até aqui mesmo? Qual é o grau de fiabilidade
    1º Qual é a diferença em termos economicos, entre as medidas do Pec IV e o memorando? Não é a mesma coisa, no seu ponto de vista,este ajustamento ter sido feiton pelo anterior governo, sem o psd e cds reprovarem o pec IV?Não acha que a população foi enganada
    2º.Mas , sabendo que o anterior governo, aumentou bastante os impostos,não acha que está na hora de se respeitar o contribuinte?E que comentários faz em relação ao facto de figuras públicas francesas terem saido do pais para outros destinos mais favoráveis, em termos fiscais?
    3º Como explica que as taxas de juros não tenham descido só em Portugal,mas também nos restantes paises do Sul da Europa?

    Gostar

  137. anti-praticos permalink
    28 Dezembro, 2012 23:10

    Cumprimentos e Bom Ano,Anti-Comuna.Bem haja

    Gostar

  138. Portela Menos 1 permalink
    28 Dezembro, 2012 23:19

    tal é a pressa!
    http://www.abola.pt/mundos/ver.aspx?id=373187

    Gostar

  139. adnan permalink
    29 Dezembro, 2012 02:32

    “Este país está cehio de idiotas que pensam que sabem o que escrevem e dizem. É a escola Artur, tão na moda hoje em dia, entre os indigentes mentais em Portugal.”
    É verdade AC.Ainda bem que começa a ganhar consciencia de que não deve escrever uma unica linha

    Gostar

  140. Aladdin Sane permalink
    29 Dezembro, 2012 02:35

    Anti-comuna,
    quando falou em previsões para 2003, e em garrafões e comentadoras, pensei que se estaria a referir ao garrafão da comentadora da sic-n. (got it?) 🙂
    Quando referiram outros exemplos de “gaffes” a que os jornalistas dão cobertura cegamente, lembrei-me de ouvir (2009?) Teixeira dos Santos empregar o termo “flexigurança”, e na reportagem de uma rádio – tsf ou antena 1, não tenho a certeza – a jornalista falou sempre na “flexigurança”, quando o termo é “flexisegurança”. Apenas um exemplo entre muitos.

    Gostar

  141. 29 Dezembro, 2012 02:43

    A propósito de Sokal:
    http://criticanarede.com/imposturas.html

    Gostar

  142. Expatriado permalink
    29 Dezembro, 2012 15:55

    G’anda Anti-Comuna!!!!

    Gostar

  143. 30 Dezembro, 2012 12:41

    “Tem que” está errado: fala-se mal e escreve-se mal. Diz-se “tem de”.

    Gostar

Trackbacks

  1. Artur Baptista Silva e a comunicação social portuguesa « O Insurgente

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: