Saltar para o conteúdo

Para socialismo já há o PS

30 Setembro, 2013

O resultado nacional mais relevante é a demonstração da infrutífera tentativa de separação do PSD da política do governo. Passos Coelho salientou-o no discurso. Para todos os efeitos, a haver uma leitura nacional, será a de preferência dos portugueses por um PSD de Gaspar em detrimento de um PSD a disputar socialismo com o PS.

Anúncios
45 comentários leave one →
  1. 30 Setembro, 2013 11:53

    Agora só falta o casamento do Rui Rio com o Gaspar.

    Gostar

  2. vortex permalink
    30 Setembro, 2013 11:55

    ganharam, como sempre, os interesses instalados e do ‘bacalhau a pataco’
    perderam os pobres e desempregados dum país falido para sempre

    Gostar

    • ora permalink
      30 Setembro, 2013 14:33

      para sempre é muito ….a fundação do pingo doce diz que em 2157 estamos finos

      deram bacalhau a pataco? bolas e agente nem apanhou uma almoçarada

      e houve duas com 400 pobrezinhos cada

      Gostar

  3. gastão permalink
    30 Setembro, 2013 12:07

    Amorim socialista?

    Gostar

  4. Alexandre Carvalho da Silveira permalink
    30 Setembro, 2013 12:42

    Para além das camaras municipais conquistadas e perdidas, e em 2017 haverá eleições autárquicas outra vez, o que fica são os votos que cada um recebeu. E aqui é que a “porca torce o rabo”: o PS não chegou aos 37%, e os partidos do governo PSD+CDS, estão com 35%. Os independentes estão com 6,7%, e se considerarmos que 80% dos independentes são da area do governo, isto é, ovelhas tresmalhadas que mais tarde ou mais cedo vão voltar ao rebanho, não quero ser demasiado optimista, mas o PS e o PSD+CDS devem andar perto do empate em intenções de voto, e isto depois de dois anos de politicas de austeridade, e dos erros de palmatória que o PSD cometeu na gestão destas eleições. Por isso, só o pateta Alegre, ontem pediu eleições antecipadas. Para que é que serviriam eleições legislativas numa altura destas?
    Maior vencedor destas eleições: PCP, que conseguiu trinta ou mais camaras com apenas 11% dos votos. Os maiores derrotados, são o Semedo e a Catarina que conseguiram a proeza de reduzir o BE à soma histórica dos votos PSR+UDP, ou seja, pouco mais de 2%.

    Gostar

    • 30 Setembro, 2013 13:08

      Não é bem assim. Em muitos casos funcionou o voto útil e votou-se em quem tinha maiores possibilidades de bater o candidato oficial do PSD.
      O voto na CDU, por exemplo, era inútil em grande parte das câmaras e votou-se CDU naquelas em que havia reais hipóteses da CDU ganhar.
      A derrota do BE é estrondosa mas deve ser causada principalmente pelo voto útil, um voto no BE, em muitos casos, era um voto perdido.
      Quanto ao PS, o problema é que ninguém confia em Seguro e, grande parte dos eleitores, mesmo socialistas, estão convencidos de que um Seguro no governo faria uma política semelhante à do Passos Coelho.
      E aqui é que está o grande problema. O país não está falido, o país colocou-se a jeito ao aderir a tudo o que cheirava a integração europeia e, com isso, perdeu praticamente todos os instrumentos de governação.
      Precisamos de um partido com coragem para bater o pé à União Europeia merkeliana e, isso, não temos. O PSD não passa de um cãozinho amestrado que diz que sim a tudo, o CDS, diz não para logo a seguir ceder, o PS quer o apoio da Europa para resolver os problemas do país, apoio que não existe nem existirá, o PCP é demasiado cobarde para tomar uma atitude digna, embora concorde com ela, quanto ao BE, apoia a integração europeia, quer é outra Europa, como se ela existisse ou mesmo, pudesse existir.
      Não, o país continuará a definhar até aparecer alguém que se revolte e leve os portugueses atrás.
      Nessa altura haverá muita gente com a vida em risco, é trágico mas é o que a História nos ensina que acabará por acontecer.

      Gostar

      • Alexandre Carvalho da Silveira permalink
        30 Setembro, 2013 15:01

        Melodramático, mas é um ponto de vista…E a abstenção foi quanto?

        Gostar

    • manuel permalink
      30 Setembro, 2013 15:05

      Concordo consigo. E como já disse algures, os votos nulos e brancos são mais que a votação do Bloco e CDS,imagine gente com chuva e vento a ir votar nulo e branco ,o meu caso, parcialmente.Faltam nas suas contas os nossos emigrantes jovens uns 400000(4 X8000/ano).Hoje,o nosso problema é o mesmo do dia em que este governo tomou posse ,não governa e inferniza a vida de empresários,doentes,trabalhadores e reformados.Aguardo ,sentado, o documento da reforma do estado que o sr Passos disse qiue o sr “irrevogável”entregava até ao fim deste mês.Duvido,ele agora até copia o FCP e também tem um penta.

      Gostar

    • Portela Menos 1 permalink
      30 Setembro, 2013 15:22

      ACSilveira e a problemática da estatística, concluindo um empate técnico 🙂

      Gostar

    • Aladdin Sane permalink
      1 Outubro, 2013 03:48

      Vamos fazer de conta que não comecei a espumar da boca quando li que comparou resultados de eleições distintas. (Ex: concelho de Lisboa, que votou à direita em 2011, incluindo algumas freguesias tradicionalmente de esquerda, como as antigas freguesias que agora são Arroios). O pior da sua análise é que o PSD continua – e continuará, é um atavismo – esfrangalhado em grupelhos de baronetes, sendo forçado a andar “ó tio ó tio” com o CDS. Espero que no PSD muito boa gente retire ilações do que aconteceu, e sobretudo porque aconteceu, pois muitos dos que se pretenderam demarcar da “política de austeridade e derivaram para o populismo sofreram também com isso, tendo sido a Madeira o exemplo mais flagrante.

      Há que aprender com os erros e deixar de se brincar tanto aos “sultõezinhos”.

      Gostar

  5. artnis permalink
    30 Setembro, 2013 12:54

    Onde é que o ‘Cunhal’, de quem não sou, nem nunca fui admirador, entra na sua ‘visão’ da catástrofe ?! A azia e a insídia têm destas coisas…!

    Parafraseando o arquitecto, “aguenta e não chora”.

    Gostar

  6. pim permalink
    30 Setembro, 2013 13:38

    preferem mesmo? entao é continuar o legado de gaspar… mas espera, nao é isso que está a ser feito? bem, 2014 e 2015 prometem ser promissoras eleitoralmente. prevejo mais umas humilhaçoeszinhas. ate lá… rennie ou kompensan

    Gostar

  7. Fincapé permalink
    30 Setembro, 2013 14:25

    Caro Vítor,
    Estou a ver que a caixinha de rennies que tomou não foi suficiente. Só não lhe ofereço uma porque também estou a necessitar de tomar algumas aqui no meu concelho. 😉

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      30 Setembro, 2013 14:29

      Tenho muitas caixas, Fincapé. Ontem não abri nenhuma, estou a guardar para o próximo aumento de impostos.

      Gostar

      • Fincapé permalink
        30 Setembro, 2013 14:42

        Não se agarre tanto a bens materiais, Vítor. Os impostos deveriam fazê-lo feliz se forem para ajudar os mais necessitados. 😉
        Quanto ao dia de ontem, provavelmente votámos nos mesmos símbolos, mas por razões completamente diferentes. Eu perdi para a mãozinha que, por aqui, é mesmo mazinha.

        Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        30 Setembro, 2013 16:33

        O Fincapé afinal diz que não votou no PSD – mudou de ideias e votou na mãozinha…
        Para quem se diz comunista de coração, não está mal.

        Gostar

      • Fincapé permalink
        30 Setembro, 2013 17:24

        Tiro ao Alvo:
        1. “…votámos nos mesmos símbolos, mas por razões completamente diferentes.”
        2. “…Eu perdi para a mãozinha que, por aqui, é mesmo mazinha.”
        – Estou como o outro: qual das palavras é que não percebeu? 😉

        Gostar

      • Fincapé permalink
        30 Setembro, 2013 17:28

        Onde é que eu me afirmei comunista, Tiro ao Alvo?
        Se puder dar-lhe uma sugestão, então aqui vai: mude o nick para “Tiro nos Pés”. 😉

        Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        30 Setembro, 2013 21:26

        Desculpe Fincapé, li mal: onde escreveu “perdi” eu enxerguei “votei”. Lamento.
        Também aceito estar confundido quanto ao amigo ser comuna “de coração”.

        Gostar

      • Fincapé permalink
        30 Setembro, 2013 22:38

        Não há problema, Tiro ao Alvo. Sendo assim, retiro a minha proposta para mudar de nick. 🙂

        Gostar

  8. murphy permalink
    30 Setembro, 2013 14:45

    Pessoalmente, o momento mais marcante da noite autárquica, foi ver durante um directo com Oeiras, o “povo” a entoar “Isaltino!, Isaltino!”…

    http://jornalismoassim.blogspot.pt/2013/03/sobre-as-peticoes-manifestacoes-e.html

    Gostar

  9. 30 Setembro, 2013 15:07

    Que post imbecil!

    Parece do menino “zéquinhas”.

    Este VC não tem mais capacidade para além da linguagem “grunho”?

    Vai para junto do CAA, o gordinho liberal que é um desastre na bancada do PSD e nas lista do PSD a VN de Gaia.

    Vivem do blá, blá.

    Que imbecilidade!

    Gostar

  10. Portela Menos 1 permalink
    30 Setembro, 2013 15:20

    Dass, mas o que, de facto, fez vitorcunha a este José Martins ?

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      30 Setembro, 2013 15:57

      O doutor Martins acha que se fizer muito ruído o processo demora mais tempo.

      Gostar

    • Fincapé permalink
      30 Setembro, 2013 17:32

      Cuidado, Portela. De vez em quando podemos dar um miminho ao Vítor, que não é de sentimentos, mas não devemos trazê-lo ao colo. 🙂

      Gostar

      • Portela Menos 1 permalink
        30 Setembro, 2013 18:01

        estratégia 🙂

        Gostar

  11. 30 Setembro, 2013 17:51

    VC, só lhe ocorre dizer isso?

    Pensa que me atinge?

    O “processo” é a situação em que vivemos e que você parece não perceber, com “liberalismo” extremo, e daí o tal “PSD de Gaspar”, que nem se sabe o que quer dizer com isso.

    As suas posições são inaceitáveis, sem sentido, sem qualquer paralelo, o seu ataque a tudo o que é Estado, a hiperbolização do “privado” .

    Este post é de uma infelicidade enorme.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      30 Setembro, 2013 18:21

      Sim, só me ocorre dizer isso. Hoje não me apetece perseguir ambulâncias.

      Gostar

      • Estou a ver... permalink
        30 Setembro, 2013 19:42

        E que tal… perseguir…. atenção à ponte…

        Gostar

  12. licas permalink
    30 Setembro, 2013 18:01

    Piscoiso HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    30 Setembro, 2013 11:53
    Agora só falta o casamento do Rui Rio com o Gaspar.

    ________________

    Para o Piscoiso e Sócrates basta apenas , de facto, uma união . . .

    Gostar

  13. André permalink
    30 Setembro, 2013 19:27

    Vitor, continue com essa leitura. Se o PSD for liderado por pessoas com essa visão, terei todo o prazer em apoiá-las, afinal, o sonho de qualquer pessoa de esquerda em Portugal é ver desaparecer o principal partido de direita (por incompetência então, seria uma comédia interessantíssima).

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      30 Setembro, 2013 19:30

      Parece que quem está a definhar são os “que se lixe a troika”.

      Gostar

      • Aladdin Sane permalink
        1 Outubro, 2013 04:08

        Deve ser tramado estar num partido em que muitos dos seus lhe fazem oposição (e não se trata do tão proclamado “pluralismo saudável necessário em democracia”). Quanto aos que vislumbram o seu desaparecimento… bom, se cento e poucas Câmaras são o eclipse, e se uma votação abaixo dos 30% – lembram-se do resultado de MF Leite? são a antecâmara da implosão, os amanhãs que cantam e agora até querem marchar sobre as pontes deliram. Nada de novo.

        Gostar

      • André permalink
        1 Outubro, 2013 07:11

        Deve estar a falar do BE… É que seria interessante ver outros posts deste blog e constatar que a CDU ganhou bastantes votos…

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        1 Outubro, 2013 07:33

        A CDU também quer “que se lixe a troika”? Não é que surpreenda muito se assim for mas, achava que seriam mais “que se lixe a liberdade”.

        Gostar

  14. 30 Setembro, 2013 20:25

    Sim, perseguir ambulâncias como o ” il postino”, de bicicleta e com molas nas calças…

    Claro,sabendo de antemão que os serviços públicos do Júlio de Matos estão sempre abertos, mesmo para os liberais…

    Gostar

  15. Trinta e três permalink
    30 Setembro, 2013 20:34

    O “PSD de Gaspar” (se é que tal coisa existe) alguma vez foi a votos? Não foi. Então, como é possível a conclusão do vitorcunha?

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      30 Setembro, 2013 20:36

      Houve uma eleição. Foi ontem.

      Gostar

      • Trinta e três permalink
        30 Setembro, 2013 20:42

        O Gaspar não estava lá. Nem esteve em qualquer outra.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        30 Setembro, 2013 20:44

        Esteve ontem, sim. Foi quem lhe permitiu andar com as lérias dos 4,5% – quem dá mais? – o outro dá 5%.

        Gostar

      • Trinta e três permalink
        30 Setembro, 2013 20:49

        Isso já entra no domínio da crendice. Recordo que o PSD que ganhou eleições nos últimos tempos, era contra tudo o que, depois, fez.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        30 Setembro, 2013 20:51

        Foi “a crise internacional”. Por causa disso não fizemos o TGV nem criamos os 150.000 empregos.

        Gostar

      • Trinta e três permalink
        30 Setembro, 2013 20:52

        Está a espetar-se, vitorcunha. O PSD que ganhou eleições, também era contra isso. Mas o Gaspar continuava a não estar lá.

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: