Saltar para o conteúdo

Nem todo o dinheiro tem o mesmo valor

5 Julho, 2014
by

Há quem ache normal que empresas e bancos sejam salvos por dinheiro de Angola ou da Venezuela. Mas será mesmo normal? Há dinheiro que não vem para fazer negócios, vem para comprar poder. Isso não é indiferente, como defendi no Observador.

Anúncios
16 comentários leave one →
  1. vsantos permalink
    5 Julho, 2014 10:52

    Infelizmente a falta de ética dos governantes portugueses e seus cronies é uma realidade. Veja-se o caso dos médicos cubanos escravizados em Portugal que vêm 80% do seu ordenado ir parar directamente às contas da ditadura castrista. Já imaginaram se os enfermeiros portugueses que emigraram para Inglaterra vissem 80% do seu ordenado entregue ao Estado Português ? a escandaleira que não seria ?

    Gostar

    • JgMenos permalink
      5 Julho, 2014 11:17

      Não era escandaleira nenhuma que tivessem que pagar um curso que lhes saíu à borla!
      É esse ‘dado e arregaçado’ que nos põe a bater à porta dos corruptos angolanos e de quem quer que tenha dinheiro para ajudar à festa.

      Gostar

      • David Soeiro permalink
        5 Julho, 2014 16:27

        Subscrevo!

        Gostar

      • vsantos permalink
        5 Julho, 2014 19:38

        o curso à borla, o secundario à borla e a primária à borla. E ainda as idas ao hospital desde bébé à borla. Então, todos deveríamos entregar parte do nosso ordenado ao estado, certo ? para além do irs que já pagamos. A isto chama-se escravatura.

        Gostar

  2. LTR permalink
    5 Julho, 2014 11:40

    Este assunto mostra dois sinais graves: o muito pequeno número de pessoas que sequer tocam nele e o enorme número de pessoas que faz de conta que não vê, como se não estivéssemos perante um género de podridão destruidora. Nisto, como no poder local.

    Gostar

  3. Alexandre Carvalho da Silveira permalink
    5 Julho, 2014 12:30

    Confesso que não percebo a razão de tanto espanto. Depois de falir três vezes em 40 anos, e de termos atingido patamares de desenvolvimento económico e bem-estar social quase europeus apenas porque nos deram, dado, e emprestaram sem regra nem critério milhares de milhões de euros, ou biliões de contos em dinheiro antigo se preferirem, que não podemos pagar, o que é que poderiamos esperar de diferente?
    Portugal não tem recursos para manter um sistema financeiro como tem, nem manter o controle das grandes empresas como a Galp, a EDP, ou a PT. Restam os dois maiores grupos empresariais que aparentemente e por enquanto estão em mãos nacionais: as mercearias Continente e Pingo Doce. O resto são os que sempre mantiveram este país a mexer criando riqueza e empregos: os Pequenos e Médios Empresários.
    Agora estamos à mercê de qualquer gabirú, não me ocorre outro termo, que queira cá meter dinheiro. Mas se pudermos escolher os gabirús endinheirados, prefiro os angolanos; falamos a mesma língua e pode ser que a prazo possam ir viver e trabalhar para Angola mais umas centenas de milhar de portugueses que não têm nada que fazer aqui.
    As razões para que tudo isto tenha acontecido, são faceis de explicar. Mas são politicamente incorrectas, e ninguém quer falar disso. De resto, nem adianta absolutamente nada.

    Gostar

  4. Churchill permalink
    5 Julho, 2014 16:15

    Antes com dinheiro de Angola e Venezuela, seja para bancos ou empresas de comunicação social subsidiadas, do que com dinheiro dos impostos entregue ao desbarato.

    Gostar

  5. gastão permalink
    5 Julho, 2014 18:18

    Há também quem ache normal que o BES actual se confunda com Belém e o PSD.

    Gostar

  6. manuel permalink
    5 Julho, 2014 18:43

    Não me escandalize que o dinheiro seja Angolano ou venezuelano ,o que irrita solenemente é quando o poder político é chefiado pelo poder financeiro. Estou atento ao comportamento do governo e vamos esperar para ver.

    Gostar

  7. 5 Julho, 2014 21:11

    O dinheiro não cheira.
    O dinheiro não fala.
    O dinheiro não dorme.

    Dinhheiro é dinheiro, é dinheiro, é dinheiro.

    Gostar

  8. JCA permalink
    6 Julho, 2014 08:03

    .
    =Largest Austrian Bank Crashes After “Revealing” 40% Surge In Bad Debt Provisions, Record Loss
    .
    .
    Ever since 2012, when we first revealed that the biggest problem plaguing Europe’s financial sector is the $2 trillion+ in bad debt on the books of European banks (not our numbers, the IMF’s), it became clear that the only way Europe can avoid a complete financial meltdown coupled with currency disintegration, is if it can constantly keep rolling over said bad debt (obviously the only way to do that would be to create an epic debt bubble leading managers of other people’s money to do idiotic things like buy Spanish debt at 2.75%). This is why not only the BOJ launched its mega QE in 2013, but why Draghi also kicked in with NIRP a month ago: the logic – do anything and everything to reflate the biggest credit bubble possible as otherwise European banks will have no choice but to face up to their trillions in bad loans.
    .
    http://www.zerohedge.com/news/2014-07-04/stock-largest-austrian-bank-crashes-after-revealing-40-surge-bad-debt-provisions-rec
    .
    .
    =World Bank -‘Time To Prepare For Next Crisis’
    http://survivalbackpack.us/world-bank-now-time-prepare-next-crisis/
    .

    Gostar

  9. A. R permalink
    6 Julho, 2014 18:29

    Venezuela está na bancarrota eminente!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: