Saltar para o conteúdo

Se o contexto fosse favorável o dano seria de quanto? Assim só para ter uma ideia…

8 Maio, 2015

“Tínhamos o país inteiro contra os pilotos”, reconheceu esta sexta-feira o dirigente do sindicato dos pilotos (SPAC), mas mesmo “neste contexto muito adverso conseguimos infligir um dano de 30 milhões na companhia”.

17 comentários leave one →
  1. Procópio permalink
    8 Maio, 2015 16:43

    O sentido da frase é profundo.
    Significa que vivemos num país em que um grupo de tipos capazes de tudo consegue infligir danos enormes no tecido produtivo e limitar coercivamente a liberdade dos utilizadores.
    Há outros.
    É preciso tirar daí as necessárias conclusões.

    Gostar

  2. António C. Memdes permalink
    8 Maio, 2015 16:54

    Resultado: TAP -30.000.000 / Pilotos 0. É isto não é. É realmente uma vitória histórica. Como diria o Gabriel Alves, “são uns senhores da aviação mundial”.
    Não é crime funcionários infligirem danos, propositadamente, na empresa onde trabalham (da ordem dos milhões)?

    Liked by 1 person

  3. Sim senhor , está certo. permalink
    8 Maio, 2015 17:03

    eles odeiam a TAP . Não os censuro !

    Gostar

  4. licas permalink
    8 Maio, 2015 17:03

    Procópio
    É muito simples: Quanto mais reinindivicativos forem os Sindicatos
    mais vulneráveis as Empresas à falência com o consequente
    despedimento dos trabalhadores.
    Aliás os pilotos podem ser aproveitados para
    _______ Conduzir tratores agrícolas nas propiedades do Estado
    _______ Autocarros, camiões
    _______ Limusines dos Ministros, Subsecretários, Chefes de Repartição
    Subsubchefes disto, daquilo e mais dacoloutro.
    _______ No exército: Tanques, Jeeps,
    _______ Ambulâncias, carros dos bombeiros
    _______ Enceradoras, Máquinas de café

    Gostar

  5. anónimo permalink
    8 Maio, 2015 17:10

    e finalmente assumem que o que pretendem é encostar a TAP à parede para que a reestruturação – leia-se o despedimento de parte dos pilotos – seja efectuada antes da privatização, ainda na vigencia de ser o Contribuinte a pagar. Porque os milhões, sendo do contribuinte, correm com mais fluidez.

    Mutatis Mutandis, os sindicatros da OPEL Azambuja também fizeram uma greve por causa de 30 euros/mês na altura em que os americanos estavam a definir qual das unidades mundiais seria encerrada, exactamente para terem a certeza de que seria mesmo a da Azambuja a fechar.

    É que a indemnização por antiguidade é uma atracção fatal. Um tipo sai da empresa com uma pipa de dinheiro e, se for piloto, vai para a Emirades (se for bom) ou para uma Low cost ganhar a vida normalmente.

    Aqueles que tiveram origem na Academia da Força Aérea conseguem:

    1. Tirar o curso de piloto à custa dos contribuintes e frequentar um curso superior recebendo um vencimento – pré militar – , coisa que não contece com os outros universitários.

    2. Passar á reserva pelos 40/42 anos (a cair de velhos, portanto) no posto, pelo menos, de ten-coronel – o que significa, pelo menos 2.000 limpos/mês pagos pelos contribuintes. – pois a CGA só preenche em cada mês 60% das pensões pagas. E eles nem descontaram o suficiente para a pensão que levam. Mas isso é a velha questão da medida e da sustentabilidade das pensões que agora só interessa enunciar.

    3. Acumular a pensão de oficial na reserva da FA, com o vencimento de piloto ou comandante. Até ameaçaram com greve se não pudessem acumular por inteiro a pensão com o vencimento. E se a TAP tem prejuízos quem lhes paga o vencimento são os contribuintes por conta do prejuizo anual.

    4. Agora vão receber uma indemnização choruda – paga pelos contribuintes – para largarem a TAP e rumarem a outra companhia.

    5. Daqui a uma dúzia de anos estão reformados pelo regime geral – pelo tempo da TAP – e passam a acumular a pensão de militar na reserva – paga pelos contribuintes -, com a pensão do regime geral – garantida pelos contribuintes. E eventualmente a pensão contratual que obtenham na companhia estrangeira – mas esta é a única que nada tem a ver com os contribuintes..

    Desculpem a linguagem, mas se eu na qualidade de contribuinte tenho sustentado deste modo os pilotos, pelo menos tenho o direito de apalpar o cú a um deles.
    O sindicato que nomeie um voluntário. (O santinhos, não, que só merece uma punhada nas trombas)

    Gostar

    • Tiro ao Alvo permalink
      8 Maio, 2015 17:42

      Tem razão. E não queira o Santinhos que, como li algures, tem cara de ex-seminarista.

      Gostar

      • Euro2cent permalink
        8 Maio, 2015 22:49

        Ja houve republicas que usaram a proscriçao – perda do direito aos bens e a vida, se nao se puser a milhas rapidamente – para lidar com inimigos.

        Apenas uma ideia.

        Gostar

  6. 8 Maio, 2015 17:18

    Nunca vi um porta voz mais desajeitado do que este comandante.
    Outro dia numa frente a frente com outro comandante que era presidente do SPAC e que entretanto saiu, afundou-se como um calhau.
    Verdade que o outro também pareceu má rês.

    Gostar

  7. Juromenha permalink
    8 Maio, 2015 17:32

    E, mesmo assim, ainda não fecharam “aquilo”…

    Gostar

  8. 8 Maio, 2015 18:00

    Cavaco PM teve um buzinão organizado sabe-se por quem; Coelho tem esta greve igualmente à medida do momento.
    (Vem nas cartilhas).

    Gostar

  9. Marquês Barão permalink
    8 Maio, 2015 18:03

    Aquele cara de parvo?

    Gostar

  10. Miguel permalink
    8 Maio, 2015 21:52

    Estes pilotos não são comunas
    Queres ver que são PPDocas a fazer pela vidinha ?

    Gostar

  11. licas permalink
    8 Maio, 2015 22:19

    Porque não faz uma anãlise crítica serena em vez de fulanizar?

    Gostar

  12. licas permalink
    9 Maio, 2015 00:20

    Euro2cent PERMALINK
    8 Maio, 2015 22:49
    Ja houve republicas que usaram a proscriçao – perda do direito aos bens e a vida, se nao se puser a milhas rapidamente – para lidar com inimigos.
    Apenas uma ideia.
    ______

    Não vã mais longe; na Grécia clássica podia votar-se ao “ostracismo”
    todo o cidadão que se quisesse sobrepor aos demais via populismo-demagogia.
    Levava, se fosse positiva, à deportação por um número significativo de anos.
    (Ostracismo porque o voto sim/não era inscrito em conchas de ostras).

    Não seria má ideia, também concordo.

    Gostar

Deixe uma Resposta para Procópio Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: