Skip to content

Abracemos o ISIS, pelo multiculturalismo

29 Março, 2016

Há pessoas que, justificando acções macabras de muçulmanos, usam a ideia de culpa do Bush, do Aznar, do Blair e, sobretudo – porque é do PSD e esse é o alvo a abater – do Durão Barroso. Tudo bem. Outros ainda, quando não os mesmos, usam as Cruzadas, a Inquisição Espanhola e o que mais se lembrarem que tenha crucifixos para o efeito. Também tudo bem. Isto tem é dois problemas: como o Islão é uma religião mais recente que o Cristianismo – Jesus morreu e ressuscitou em 33, Maomé chega a Medina 589 anos depois – toda a violência muçulmana pode ser explicada à luz das Cruzadas, com um atraso de mais ou menos 600 anos. Desde o início da Inquisição Espanhola até que Ayatollah Khomeini declarou que Salman Rushdie devia morrer passaram 511 anos. A Inquisição Espanhola durou 356 anos, pelo que justificar o mal do oriente pelo mal do ocidente implica aceitar tranquilamente 356 anos de ISIS e semelhantes. Lá para 2300 deveremos começar a esperar mudanças, algo que contraria a psique de um progressista.

O segundo problema é de integração do conceito multicultural com quem tem ideias fortes sobre o papel regulador e unificador do Estado – uma nação, uma lei. Se o multiculturalismo gerou guetos por auto-iniciativa, sociedades dentro da sociedade em áreas previamente comuns, demonstra-se que a lei unificadora é incompatível com unidades autónomas de auto-gestão, como são os guetos criados pelos próprios. Vai daí, os socialistas do multiculturalismo estão, efectivamente, a criar unidades anárquicas que se gerem a si próprias dentro do que consideram áreas comuns, pertencentes às cidades da nação e não aos próprios, o que, se fosse propriedade privada, legitimaria uma ética ancap de auto-gestão delimitada, um paradoxo socialista. Significa isto que, um progressista, depois de permitir a destruição da ordem estabelecida by proxy, será obrigado a reconquistar o controlo dessas áreas para a comunidade global que pretende governar, eventualmente através de acções de extermínio, a julgar pela história.

Depois há a bimbalhada que se refere a discurso de ódio, porque não tem qualquer argumento, o que é habitual, daí que tente aligeirar a coisa através da galhofa, que dali não sai muito mais que isso e umas mudas de lençóis a quem emanar o efémero cheiro a poder. Além disso, o paradigma é reciclar, não recauchutar.

Advertisements
108 comentários leave one →
  1. 29 Março, 2016 12:25

    Muçulmanos o Tanas ! e o Badanas ! todos o terroristas explodidos nos últimos tempos foram nascidos e criados na União (aos pares de irmãos!). Ninguém os viu a rezar antes de explodirem!
    Há muito mais gente do que se pensa a beneficiar do terrorismo perpetrado na União!

    Gostar

  2. oscar maximo permalink
    29 Março, 2016 12:30

    Podia ter começado assim: há pessoas que para justificar as acções macabras de Bush, do Aznar, do Blair e Barroso usam a ideia de culpa dos muçulmanos.
    Mas não há dúvida que o texto assim também é correcto.
    Mesmo, mesmo correcto era: não exportar guerras, nem exportar emigrantes e sobretudo refugiados, sómente bens.

    Gostar

    • 29 Março, 2016 12:35

      “Não exportar guerras” é uma declaração muito estranha para quem teve História no 7º, 8º e 9º ano, mesmo na escola comandada pelos mongos progressistas.

      Liked by 3 people

    • lucklucky permalink
      29 Março, 2016 16:49

      Exportar Guerra…Sim de facto o Iraque de Saddam Hussein apoiado pela Esquerda e armado por Moscovo e pela França era um país pacificado.
      Apesar de ter mortodezenas milhares de opositores nme sequer controlava 2/3 do país.

      Mas convenhamos para a extrema esquerda matar milhares de opositores e “grupos étnicos hostis” não é guerra.

      Gostar

  3. Prova Indirecta permalink
    29 Março, 2016 13:04

    É fazer reset na abertura do jornal da uma , sobre o desvio do avião da Egyptair , e cito : ” não houve intenções terroristas , mas passionais , no desvio do avião pelo passageiro que proclamava estar munido de um cinto de explosivos ” .

    Gostar

  4. Expatriado permalink
    29 Março, 2016 13:08

    Adivinhem quem e’ o comentador “Manuel Buiça” que anda a ‘navegar no Observador.

    Os comentarios a este artigo devem ajudar…

    http://observador.pt/especiais/corao-passou-lido-forma-radical/

    Gostar

    • 29 Março, 2016 13:13

      Quem é o histérico que escreve aqueles pontos de interrogação seguidos?

      Liked by 1 person

      • Expatriado permalink
        29 Março, 2016 13:20

        Pois, a adivinha é para identificarmos esse gajo que, tenho a certeza, tambem anda por aqui com os mesmos argumentos/justificações pro a tal “religião da paz” que nao se farta de dar a ‘paz eterna’ a muita gente.

        Gostar

      • 29 Março, 2016 13:23

        A primeira pista para uma religião não ser pacífica é o esforço feito para dizer que é uma religião pacífica. Ninguém se esforça para dizer que os humanos não voam, é uma constatação óbvia; referir que não voam, com grande afinco, é o primeiro sinal para querem implantar asas nas pessoas.

        Liked by 1 person

      • Expatriado permalink
        29 Março, 2016 15:58

        Pronto!! O Buiça respondeu à chamada e jà està na sua jihad…

        Gostar

    • Jorge Libertário permalink
      29 Março, 2016 16:18

      Expatriado o tal Manuel Buiça é um comentador que anteriormente andava pelo Observador com o nome Afonso Costa. Esse Afonso Costa era acérrimo defensor do Sócrates ao contrário daquilo que se via nos comentários do Anti-Comuna que durante meses criticou o PS. No entanto, é bem possível que sejam a mesma pessoa, os comentários e a argumentação são muito semelhantes.

      Gostar

  5. 29 Março, 2016 13:41

    “Amai-vos uns aos outros” — o carago !

    Gostar

  6. miguel permalink
    29 Março, 2016 14:14

    Os Ghettos já estão formados, agora é só fechar.

    Gostar

  7. anti-comuna permalink
    29 Março, 2016 14:17

    If event chose political or religious cause:

    “Desde o início da Inquisição Espanhola até que Ayatollah Khomeini declarou que Salman Rushdie devia morrer passaram 511 anos. ”

    Quem usou e abusou do ódio religioso contra os adversários foram os nossos serviços secretos e líderes políticos.

    Os comunas incendiavam os animos dos islámicos contra os “grande satã capitalista”. Por exemplo, Nasser.

    Os nossos incendiavam os animos dos islamicos contra os comunas. Por exemplo, os guerreilheiros afegãos contra a ocupção soviética do Afeganistão.

    Como ódio gera mais ódio e é mais fácil o “if event chose political or religous cause” agora também pagamos por estas coisas. lol

    Claro que é sempre mais fácil esquecer quantos morreram nas fogueiras cristãs. Nas nossas terras e sociedades, ódio gerado entre nós. É até interessante que o catolicismo sempre queimou os seus adversáiros, pagãos e tudo. E até arrasava com os elementos religiosos adversários quando não os podia adaptar.

    Sim, que o cristianismo é uma religião de paz. Pois é. Mas só depois de lhes dar a respectiva lição:

    Aí é que começaram a ser uma religião de paz e amor. lol

    Gostar

    • anti-comuna permalink
      29 Março, 2016 14:22

      Fica para a História de Portugal a conquista de Lisboa aos mouros. Os cristãos de fora eram tão velhacos, selvagens e sanguinários que foi preciso o D. Afonso impôr-se e até inventarem um milagre para salvar os mouros que desejavam viver entre os Portugueses.

      Claro que estes episódios não contam para as narrativas políticas e o “if event chose political cause”. Mas estão escritos algures.

      Também fica para a História a causa da entrada do islamismo na Hespanha de então. O ódio religioso era tanto entre as duas principais facções políticas e religiosas, que uma delas foi pedir ajuda aos tais mouros. E deu resultado, não foi? Grande parte dessa facção aderiou ao novo movimento religioso porque era menos bárbaro. lol

      Mas isto contraria o “if event chose political and religous cause” e há que fazer de conta que o cristianismo é paz e amor. E criancinhas pela padralhada. lol

      Gostar

      • anti-comuna permalink
        29 Março, 2016 14:48

        O cristianismo só pacifico quando não domina o poder ou é minoritário. E se há dúvidas é ver quem inventou as famosas intifadas. lol

        https://pt.wikipedia.org/wiki/Doutrina_da_guerra_justa

        Coincide com a tomada de poder dos cristãos pelo Império. lol

        Antes eram todos pela paz e pelo amor. Pacifistas até. Mas mal tomaram conta do poder foi um desastre. De tal forma que não escapava ninguém. Pagãos, seitas cristãs, etc. ia tudo a eito que não se faz uma igreja sem mártires. lol

        Por Portugal a coisa foi mais inteligente:

        Gostar

      • anti-comuna permalink
        29 Março, 2016 14:52

        Claro que esta nova geração de radicais católicos ou cristãos, que um tipo já nem sabe o que eles são, pois ora detestam o “infalível” comuna ora o defendem, como acham que são muito bons em História de Portugal, nem sabem que tipo de multiculturalismo existiu ao longo dos tempos.

        Mas ele existiu:

        E até foi adoptado pela realeza Portuguesa. lol

        Se não são católicos e não servem a Igreja, servem quem? As suas próprias religiões cristãs? lol

        Coitados destes cristãos tresmalhados.

        Gostar

      • anti-comuna permalink
        29 Março, 2016 14:57

        O problema destes cristãos tresmalhados é que conhecem mal as origens do próprio cristianismo Português e quase sempre copiam o que de mau vem de fora. Quando antes até terão sido os de fora a copiar os de Portugal:

        Mas que interessa isso? Há que copiar os de fora, que se eles falam uma língua-de-cão é porque sabem mais que nós. E desde pequeninos que a falam. lol

        Gostar

      • anti-comuna permalink
        29 Março, 2016 15:20

        Quando os cristãos tomaram conta do poder do Império começaram logo aí as guerras religiosas aos infieis. Tudo em nome da paz do senhor. lol

        Talvez o primeiro templo de uma outra religião, destruído pelos tolerantes cristãos:

        “O templo teve atividade durante séculos, sendo muito visitado por todo tipo de peregrinos. Finalmente, em 391, por ordem do patriarca cristão de Alexandria, Teófilo, o Serapeu foi atacado e demolido; sobre os seus vestígios foi edificada uma igreja consagrada a João Batista.”

        https://pt.wikipedia.org/wiki/Serapeu_de_Alexandria

        Se não foi o primeiro templo destruído pela padralhada religiosa cristã, terá sido dos primeiros. E foi assim que se iniciaram as guerras religiosas entre cristãos e cristãos contra as demais confissões. Ia tudo a eito. Pagãos, crentes noutras religiões, etc.

        Em Portugal a coisa foi diferente. Foi. Felizmente. Mas agora há para aí uma série de tresmalhados, que mal conhecem a História de Portugal, que querem imitar os de fora. lol

        Perdoai-os senhor, que eles não sabem o que fazem:

        Gostar

    • 29 Março, 2016 17:09

      os Judeus só fazem porcaria e depois são sempre as vitimas…Os Judeus foram bem expulsos de Portugal!!

      Gostar

  8. 29 Março, 2016 14:52

    Porra, o PR Marcello Amparo parece cada vez mais um santo a dirigir-se aos fiéis: desde que tomou posse tudo está melhor, pacificado, serenado, sem crispação, etc & tal conforme o catequismo marcelista.

    Gostar

  9. 29 Março, 2016 14:54

    Marcus Tullius Cicero

    “Uma nação pode sobreviver aos idiotas e até aos gananciosos, mas não pode sobreviver à traição gerada dentro de si mesma. Um inimigo exterior não é tão perigoso, porque é conhecido e carrega suas bandeiras abertamente. Mas o traidor se move livremente dentro do governo, seus sussurros subreptícios correm por todos os becos, e fazem-se ouvir no corredores do próprio Estado. E esse traidor não parece ser um traidor; ele fala com familiaridade a suas vítimas, usa a sua face, as suas roupas e apela aos sentimentos mais básicos que se alojam no coração de todas as pessoas. Ele arruína as raízes da sociedade; ele trabalha em segredo e oculto na noite para demolir as fundações da nação; ele infecta o corpo político até ao ponto da sucumbição .
    Um assassino é menos temivel. “

    Gostar

  10. 29 Março, 2016 15:16

    “Vai daí, os socialistas do multiculturalismo estão, efectivamente, a criar unidades anárquicas que se gerem a si próprias dentro do que consideram áreas comuns”

    Por outro lado, se calhar era mais ou menos isso que tanto Bakunin como Marx considerariam como o socialismo.

    Gostar

    • 29 Março, 2016 17:49

      Eram os sovietes. Deve saber de onde vem a teoria em que é que se inspiraram. Precisamente em grupos de milenaristas que aboliam o dinheiro e criaram comunas na Boémia e noutras localidades do Leste.

      Aliás, a teoria dos sovietes e o exército vermelho começou até por se inspirar em bandos de judeus anarquistas de S. Petesburgo.

      Gostar

    • lucklucky permalink
      29 Março, 2016 21:53

      “Vai daí, os socialistas do multiculturalismo estão, efectivamente, a criar unidades anárquicas que se gerem a si próprias dentro do que consideram áreas comuns”

      Tudo tretas. Vá-lhes perguntar se essas unidades podem pagar só impostos para o que consideram importante para sua cultura.

      As unidades anarquicas não são mais que deconstrução temporária necessária para formar grupos clientelares.

      Após a tomada do poder definitiva são para ser destruídos . Tal como os sindicatos também são para acabar assim que a Esquerda toma o poder definitivo.

      Gostar

  11. anti-comuna permalink
    29 Março, 2016 15:43

    Depois temos os “tolerantes” intolerantes. Não se revêm no seu Papa nem na sua Igreja. lol

    Revêm quem quem, afinal? lol

    São Portugueses, com certeza. É a única coisa boa que têm. Não gostam de padralhada.

    Mas o Papa infalível mostou como se faz:

    Não é com ódio que nos tempos modernos se conquistam almas. O gajo é comuna mas não é maluco de todo. Por isso cresce o cristianismo em sociedades como a chinesa.

    Os nossos pobres diabos, claro que são Portugueses e por isso desprezam o Papa do Vaticano (nisto nem compreendem como são mesmo cristãos Portugueses lol ), ficam aturdidos. Um Papa comuna, uma igreja pedófila e um gajo a protrar-se sobre os mais pobres. lol

    O que eles não querem saber é que, apesar de assumirem o seu anti-padralhada radical, que faz parte da psique colectiva Portuguesa, aderem a ideias de fora. De cristãos ditos mais iluminados que os Portugueses. Como, por exemplo, os protestantes do norte e centro da Europa. Que sempre foram mais bárbaros e menos “civilizados” que os Portugueses.

    Mas devem ter vergonha. E frustados. Então o Papa, o nosso líder espiritual, lava os pés aos humildes de fora e imigrantes? Tal como fez o… Jesus Cristo? Mas eles é que acusam as demais religiões de serem da guerra, da intolerância, do horror. Mas são tresmalhados. E radicais.

    Podem semear as fogueiras que o consumirão. Não aprenderam nada com a História. Mas pelo menos podem fundar uma nova seita religiosa cristã em Portugal. Só que vez da Cruz de Cristo devem preferir:

    Gostar

    • 29 Março, 2016 15:59

      Gostar

    • 29 Março, 2016 16:00

      WHICH WORLD LEADER IS REBUILDING CHURCHES AND PROMOTING CHRISTIANITY? CLUE: IT’S NOT OBAMA!

      Liked by 1 person

    • licas permalink
      29 Março, 2016 16:30

      Ora,______________ o lava-pés!!!
      Os crentes-parolos “vão” nesse Teatro repetido na Páscoa
      e “engolem” que é coincidente com a humildade do Papa . . .
      PROPAGANDA.
      A riqueza do Papado é imensa, distribua-a pelos Pobres de
      que diz o incansável Protector?____________nem pó!!!___
      ao contrário chupa, chupa e rechupa . . .
      HIPÓCRITA!

      Gostar

      • anti-comuna permalink
        29 Março, 2016 16:42

        A riqueza deles é mais simbólica que material. Quero dizer. Se venderem as catedrais e demais património religioso poderiam acumular um pecúlio enorme. Mas e depois? Ficariam tesos de novo e sem meios para as suas obras.

        Isto é como se dizer que Portugal pode vender o Panteão para pagar as dívidas. 😉

        Gostar

  12. 29 Março, 2016 16:01

    GRAND MASTER PUTIN? ANOTHER UNEXPECTED MOVE BY VLADIMIR PUTIN AS HE ORDERS THE WITHDRAWAL OF THE RUSSIAN FORCES IN SYRIA

    Gostar

  13. 29 Março, 2016 16:09

    Putin’s Christian Vision
    Monasteries and churches formerly inside the Kremlin walls and destroyed by the Bolsheviks, are being rebuilt. Governors instructed to read Christian philosophers of the 19th-20th century.

    Gostar

  14. anti-comuna permalink
    29 Março, 2016 16:18

    Cuidado com eles:

    “Former workers tell how hundreds of bloggers are paid to flood forums and social networks at home and abroad with anti-western and pro-Kremlin comments”

    in http://www.theguardian.com/world/2015/apr/02/putin-kremlin-inside-russian-troll-house

    Afinal que cristianismo defendem eles? O do Putin? lol

    Esta malta engole cada patranha, que deus ma livre. Deixam-se levar pelos inimigos do catolicismo. 🙂

    Mas merecem, pois merecem. Acreditam em todas as tontices contra os interesses de Portugal.

    Gostar

    • anti-comuna permalink
      29 Março, 2016 16:32

      Os comunas sempre souberam infiltrar-se no Ocidente, sempre propagaram ideias contra as lideranças europeias e ocientais, contra os gringos, etc. Hoje fazem igual.

      Como o catolicismo está em forte crise, os comunas de agora passam por cristãos, por amantes da liberdade dos valores ocidentais. lol

      Mas é ver o que eles continuam a ser:

      Continuam a defender o comunismo russo contra o Ocidente. E por um lado incentivam o terrorismo contra nós, depois dizem que a culpa é de não sermos duros contra quem? Contra o Islão, para os gajos, os radicais islámicos, voltarem a matar na Europa.

      Mas há pandegos, tão simplórios e tão nabos, que acreditam nesta gente. Porque querem acreditar. Porque não querem deixar de acreditar.

      Coitado de Portugal com esta gente defensora dos “nossos valores”.

      Gostar

      • anti-comuna permalink
        29 Março, 2016 16:39

        Eles sempre foram assim:

        “Russia is the birthplace of modern terrorism. The Russian nihilists of the 19th century combined political powerlessness with a propensity for gruesome violence, but their attacks were aimed at the Tsarist state and ruling classes. Later, the Soviet Union and its allies actively supported terrorism as a means to politically inconvenience and undermine its opponents.”

        http://www.theatlantic.com/international/archive/2011/12/how-the-soviet-union-transformed-terrorism/250433/

        Hoje é igual. Ajudaram a criar o ISIS para defender os interesses russos e ainda passam por herois. E se dúvidas houvesse é meditar neste mapa:

        O que lhes faltava quando o regime de Baghdad passou a ser fantoche dos gringos? A região onde nasceu o tal ISIS. E enquanto foram úteis, ninguém os chateou. Depois…

        Esta gente acredita em cada anedota que, deus ma livre, merecem ser a risota do Ocidente. lol

        Gostar

  15. licas permalink
    29 Março, 2016 16:49

    Não há justiça . . .
    Putin não quis atacar a Isis, nem nada que se pareça.
    O fito foi “manter a Colónia da Síria” e a Dinastia Palhaça dos Assad.
    Este, agora, arma-se em Conquistador e já aparece em público
    (o rabinho já deixou de estar entre as pernas graças aos bombardeiros da URSS)
    Agora de costas quentes,recusa largar a Governação e faz manguitos
    aos Estados Unidos à Europa. POLTRÂO!!!

    Gostar

    • 29 Março, 2016 16:54

      Gostar

      • licas permalink
        29 Março, 2016 19:32

        Josephvss: Escusa de insistir em mostrar o seu retrato . . .
        Já o conheço.

        Gostar

    • anti-comuna permalink
      29 Março, 2016 16:56

      O ISIS foi manobra de propaganda para enganar tolos. E eles acreditaram. Porque querem acreditar. 😉

      A Rússia está a ficar isolada porque é liderada por aldrabões, rúfias, bebados, se calhar pedófilos e que violam os tratados e acordos que assinam com outros países. Até a China já começou a entalar a Rússia. E nem se pode culpar a China já que foram os russos que não cumpriram nada do que se comprometeram. E a desculpa que não têm dinheiro não engana os chineses. Que mudaram de ideias e se aliaram à Turquia. Tunga!

      Putin é um poltrão. Tem toda a razão. É um falso messias. É uma espécie de anti-Cristo. Deve ser o tal Papa Negro que alguns acreditam que esteja para chegar.

      Gostar

      • 29 Março, 2016 17:02

        Você nunca sente que ultrapassou os compassos destinados ao solo? Chega uma altura em que cansa só ouvir a corneta.

        Gostar

      • anti-comuna permalink
        29 Março, 2016 17:06

        “Chega uma altura em que cansa só ouvir a corneta.”

        Nunca. Os que não gostam é que costumam cansar-se. Gostam de escrever as bacoradas todas sem que haja vozes divergentes. lol

        Mas eu gosto disto:

        “Bypassing Russia

        The third factor behind China’s interest in Ukraine is the latter’s transit hub potential. In particular, this has strategic meaning for the future of cargo trains from Europe to China and back.”

        in http://thediplomat.com/2016/03/why-china-is-interested-in-ukraine/

        Mostrar aos nossos distraídos que estão a servir falsos profetas e interesses estrangeiros. E isto doi aos que gostam de pregar a verdade alheia.

        Mas quem corre por gosto não se cansa. 🙂

        Gostar

      • 29 Março, 2016 17:12

        Não sei porque pensa que é uma voz divergente quando, na realidade, converge com as malucas que inventaram o Sócrates e o estado permanente de revolução baseada na rejeição formal da identidade da nação. Diria que é bastante mainstream, muito Adão e Silva.

        Gostar

      • anti-comuna permalink
        29 Março, 2016 17:24

        “Não sei porque pensa que é uma voz divergente quando, na realidade, converge com as malucas que inventaram o Sócrates e o estado permanente de revolução baseada na rejeição formal da identidade da nação. ”

        Isso é discurso marxista. Não colhe comigo. Vc. pode expalhar à vontade as suas ideias mas não pegam comigo, pode pegar contra quem se diz contra o comunismo e adopta a mesma estratégia:

        If political event then chose political cause:

        a) marxismo
        b) islão
        c)qualquer outra treta para eles engolirem

        Vc. é que fica arreliado com o que eu escrevo. Vc. e outros, que à falta de argumentação convincente, ficam irritados com os meus argumentos.

        É na mesma linha de quando por aqui também diziam que viviamos uma espiral recessiva, a toque de caixa dos comunas, contra um governo de Direita. If political event then chose propaganda.

        Lembra-se do que aqui se escrevia quando o governo abanava e se dizia que viviamos uma espiral recessiva? Pois eu lembro-me. Era preciso ter tomates para ir contra a conrrente. Que foi a sua.

        Vc. não gosta. Pois acredito que não. Alguém que acredita estar a defender o catolicismo mas ao mesmo tempo vê-se em dificuldades com a sua Igreja… lol

        Olhe, habitue-se.

        Liked by 1 person

      • Arlindo da Costa permalink
        30 Março, 2016 01:27

        Este anti-comuna é mesmo um gajo muçulmano! Vai comer presunto, ó cabrão!

        Gostar

  16. 29 Março, 2016 17:03

    Por falar em traidores, assim que se fala no islão eis que aparece logo aqui um verme sebento conhecido a correr em histeria, infestando a caixa de comentários, e a dar cobrimento ao islão, tentando desviar as atenções e contaminado o ambiente com a sua nauseabundice .

    Liked by 2 people

    • anti-comuna permalink
      29 Março, 2016 17:08

      Ui! Que ele não gosta. Eu gosto de o ver frustado. E mostrar que o meu amigo e outros como Vc. não defendem os interesses de Portugal, dos Portugueses nem dos valores ocidentais.

      Era preferível não ter uma voz divergente, não era? Pois, como eu bem o entendo:

      Gostar

      • 29 Março, 2016 17:13

        Gostar

      • 29 Março, 2016 20:20

        Não. É mesmo o seu cheiro pestilento. De tal forma que faz o mofo do camarada Bolota parecer lavanda fresca. Mas é normal que não consiga perceber . O seu problema não se encontra no nariz… Ninguem que vive em delirio consegue identificar a demência de que sofre

        Gostar

  17. anti-comuna permalink
    29 Março, 2016 17:29

    Nestas questões das religiões eu adopta a mesma atitude em termos económica: liberdade de competição, regras simples que protejam e incentivem a competição justa e penalização para os que mijam fora do penico.

    Ou há liberdade religiosa para todos ou…

    Gostar

    • 29 Março, 2016 17:32

      Sou totalmente a favor da liberdade religiosa, que é a liberdade para professar a fé que entender, do budismo ao ateísmo. Já a liberdade para manter relações com um arbusto e chamar-lhe casamento não encaixa no meu conceito de liberdade uma vez que exige reconhecimento de outrem desse suposto direito.

      Liked by 1 person

      • anti-comuna permalink
        29 Março, 2016 18:57

        Vc. tem que aeitar que o seu conceito religioso de casamento a mim não me diz nada. Não vale nada. Vale as leis civis acima das religiosas e com elas me tenho a ver. E se Vc. não entender isto junte-se aos radiacais islámicos e lute por uma sharia católica.

        Enquanto o meu amigo achar que eu sou obrigado a seguir as leis civis a reboque das suas leis religiosas, já está a violar a minha liberdade religiosa. Se ão entender isto, que quer? Queixe-se que a vida é injusta.

        Se as leis civis são quem manda é com elas que eu me regulas. Não as suas leis religiosas. Que até podem o obrigar casar com um camelo, que pouco me importa. A mim e aos outros.

        Agora quando uma minoria quer impôr a todos os seus conceitos religiosos de familia, casamento, etc. só há uma solução. Proibe-se a religião e ponto-final. 😉

        Gostar

      • 29 Março, 2016 19:02

        Claro que o meu conceito de casamento não lhe diz nada. Vai daí que nunca o tenha obrigado a casar ou a entrar numa igreja. Não quer, não vai. É pipas de multicultural.

        Gostar

      • anti-comuna permalink
        29 Março, 2016 19:07

        “Não quer, não vai. É pipas de multicultural.”

        Não tem nada de multicultural. São os valores que na Europa na Europa se defende. Não gosta, paciência. Não sou obrigado a gramar com os seus gostos religiosos.

        If event then propaganda, neste caso, opção: multicultural.

        Multicultural, como se a cultura Portuguesa não tivesse sido moldada por milhares de influências externas e imigrantes e minorias.

        Eu gosto tanto de um alheira como de um presunto. Sabe também, regado com um bom tinto e broa de milho de Avintes. Tudo de uma só cultura. Portuguesa. Será? lol

        Gostar

      • 29 Março, 2016 19:10

        É pois obrigado a gramar com os meus gostos religiosos, de livros e de cuecas. Eu sei, eu sei, eu também queria que a vizinha não usasse roupa interior quando se curva para pousar a roupa do estendal. Por mim, proibia-a de usar roupa interior, logo a seguir a proibir-lhe a religião.

        Gostar

      • anti-comuna permalink
        29 Março, 2016 19:15

        Logo vi que o meu amigo está perdido.

        Se Vc. é católico está obrigado a seguir os preceitos católicos e o seu líder diz que o meu amigo tem que lavar os pés aos imigrantes. Queixe-se ao Papa, não a mim. 🙂

        Se o seu líder espiritual acha bem pregar-se Cristo na foice e martelo, queixe-se ao Papa. Que a mim só me diz o que ele defende enquanto chefe-de-estado de um país estrangeiro.

        Se Vc. não gosta do que o seu Papa lhe diz para seguir pode sempre fundar uma nova seita religiosa ou mudar-se para uma existente. Vai ver que com o tempo ainda adere ao islão. E se muda para o Irão. lol

        Gostar

      • 29 Março, 2016 19:42

        Acho que deve deixar de sugerir que devo seguir X ou Y. Ao mesmo tempo, espero que a formulação da frase torne evidente o que digo.

        Gostar

    • 29 Março, 2016 17:34

      Benedict XVI grasped the nature of the new age of terrorism. Why did nobody listen?

      http://www.catholicherald.co.uk/commentandblogs/2016/03/22/benedict-xvi-grasped-the-nature-of-the-new-age-of-terrorism-why-did-nobody-listen/

      Gostar

  18. 29 Março, 2016 18:27

    The “homosexual propaganda” bill, as the law in Russia has been called, is so broad and vague that it could include almost anything: a teacher who tells a student that homosexuality is not evil, a parent that tells her child that homosexuality is normal, or anyone who makes gay affirmative statements considered “accessible to a person underage” is now subject to arrest and fines. Even worse, on July 3rd, 2013, president Putin signed into law a bill banning the adoption of Russian-born children, not only to gay couples, but also to any couple or single parent living in any country where marriage equality exists. This bill also includes the threat that Russian authorities could remove children from their own families if the parents are either gay or lesbian, or suspected of being gay or lesbian.

    A FAGOTOLANDIA TEM UM PAVOR AO HOMEM 😛

    O heroi do “filhodaputa” Michael Lucas

    The Campaign of Hate: Russia and Gay Propaganda

    http://psychologytomorrowmagazine.com/campaign-hate-russia-gay-propaganda/

    Gostar

  19. 29 Março, 2016 18:40

    Estes são os “valores ocidentais” que vocês tanto querem defender?

    Gostar

    • 29 Março, 2016 18:44

      Sou uma pessoa simples, que não quer defender nada excepto os ataques dos que querem mudar coisas.

      A minha sugestão hipotética (porque é inverosímil ter filhas) é que a entregue para concubinato com um jovem libertador da opressão ocidental.

      Gostar

    • lucklucky permalink
      29 Março, 2016 21:57

      Típico do marxistadeshumanitário. O ódio puritano ao outro.

      Gostar

  20. Arlindo da Costa permalink
    29 Março, 2016 19:16

    Abraçados ao ISIS, à Al Quaeda e a toda aquele esterco muçulmano tem sido vocês que aqui apoiaram as intervenções «ocidentais» naqueles países para os «libertarem», já para não falar no apoio aos talibans do Afeganistão (combatentes da liberdade, lembram-se?) e que lutavam contra o russo mau, loiro e de olhos azuis….
    O Islão agradece a vossa jihad 🙂

    Gostar

    • Expatriado permalink
      29 Março, 2016 20:56

      Estes tambem foram invadidos?

      Gostar

    • lucklucky permalink
      29 Março, 2016 22:01

      Então Arlindo dizes tu nós os ajudamos mas eles atacam-nos.

      Segundo tu dizes parece que a paz não é possível.

      Gostar

  21. licas permalink
    29 Março, 2016 19:24

    anti-comuna PERMALINK
    29 Março, 2016 16:42
    Que engraçadinho . . .
    Têm um Banco só para eles. As “obras”. . . mas que obra!

    Gostar

    • anti-comuna permalink
      29 Março, 2016 19:32

      Vc. tem razão nesse aspecto. Hoje em dia aquilo é dominado por comunas, pedófilos e pelo meios os mafiosos. Mas temos que os perdoar pois eles apascentam bem as almas. 😉

      Com a quantidade de crentes que abandonam a dita cuja, um dia destes ficam mesmo só os radicais. A pregar contra o casamento dos paneleiros, dos abortos e da segregação religiosa. lol

      Gostar

  22. Baptista da Silva permalink
    29 Março, 2016 20:12

    Anti couna, já enjoa tanta religião. Mude ai um pouco, quero ler coisas interessantes, religião não me inteessa.

    Gostar

    • anti-comuna permalink
      29 Março, 2016 20:18

      “religião não me inteessa.”

      ehehhehe

      E que tal coltura? 😉

      Culinária? Alheiras com açorda acompanhado com tinto e broa de Avintes? 😉

      Gostar

    • lucklucky permalink
      29 Março, 2016 22:10

      Anti-Comuna é uma pessoa instável, há uns meses dizia que Portugal foi muito amigo dos muçulmanos, hoje temos o contrário.

      Provavalemnte precisa de vestir personagens.
      Talvez tivesse dado um bom actor. Uma pena se for esse caso.

      Gostar

      • anti-comuna permalink
        29 Março, 2016 22:18

        “Anti-Comuna é uma pessoa instável, há uns meses dizia que Portugal foi muito amigo dos muçulmanos, hoje temos o contrário.”

        ?

        Que o Liberalismo Ocidental muito deve ao Islão, deve. Agora pode chorar pelos cantos.

        Ou já faz como os comunas: if event then chose political cause.

        🙂

        Portugal sempre foi multicultural e os nossos mouros tolerados. A maioria acabou católica.

        Gostar

    • Arlindo da Costa permalink
      30 Março, 2016 01:29

      Este Anti-Comuna vem sempre com essa religião da porra! Vai para a mesquita e levanta esse cu de merda!

      Gostar

  23. Expatriado permalink
    30 Março, 2016 03:03

    A Historia esquecida (que nao querem contar) da escravidao de europeus pelos islamitas.

    Gostar

  24. Expatriado permalink
    30 Março, 2016 03:17

    Ora vamos la’ escutar uma versao da Historia da invasao da Peninsula Iberica pelos islamitas. Com que entao “foram aceites de bracos abertos”… e eram pacificos…

    Gostar

  25. Expatriado permalink
    30 Março, 2016 03:30

    Estas invasoes e matancas tambem devem de ter sido por causa do Bush & Cia…

    Gostar

  26. JCA permalink
    3 Abril, 2016 14:58

    .
    No tema gostaria de ouvir a opinião dum especialuista que admiro versado e profissionalizado em Segurança e Serviços Secretos’ matérias que não domino, que se manifestou horrorizado na televisão creio do CM por um ‘escritor da nossa praça ter defendido o nuclear contra o que todos sabemos’, como ia dizendo sobre isto:
    .
    .
    =Spain Radioactive Mystery Unfolds as Dirty Bomb Fears Grow
    http://sputniknews.com/europe/20160330/1037204912/europe-radioactive-material-daesh.html#ixzz44jRcQjtP
    .
    .
    “When ISIS seized Mosul in summer 2014, it obtained 40 kilos of uranium compounds kept at the university’s lab, materials enabling it to produce terror weapons”
    .
    .
    =Obama describes nightmare scenario of terrorists’ nuclear drones at Washington summit
    http://www.japantimes.co.jp/news/2016/04/02/world/obama-describes-nightmare-scenario-terrorists-nuclear-drones-washington-summit/#.VwBdJOlMaRk
    .
    .
    É que os tais de isotopos que andem por aí andem como falava o outro para tal de ‘bomba suja’, atão com ar mais modErnaço ‘por drone’ …..
    .
    Esperamos e depois mijamos ? É a minha duvida que alguém mais prolixo que o tal ‘escritor da nossa praça ter defendido o nuclear contra o que todos sabemos’ ?
    .
    Duma tenho a certeza absoluta. São escolhas e cada um compra o que gosta para depois comer como aprecia para se instalar a mais agrado pessoal a seguir. Mas eu fiquei, e estou, em duvida sem saber o que pensar ….. assim melhor diria.
    .

    .

    Gostar

  27. JCA permalink
    4 Abril, 2016 16:04

    .
    Tenho 70, nem um cabelo branco. Adoro quando o maralhal até “ateé arrepanha os pelos da pachacha’. E apenas porque a ida depois de 70 anos vividos desde a barraca de lata ou de capim até ao ‘supra suprissima’ dos ‘five stars’,
    .
    entrecortados pelo gajo bebado que nem um cacho na Baviera “aliado’ a um judeu levado do caraças de relogio à frente a contabilizar os minutos que dava para falar e ele falar para ‘cientificar’ a ‘ideologia’ da cervejola do também tão simpatico da Floresta Negra,
    .
    e entre eles julgaam-se a decidir o destino do mundo (nem entro aqui nos Bolds&Cª Lda) escolhendo quem era quem E agora nem quem nem nem, bombistas&terroristas&Cª Lda mas todos dependentes do ‘basics to basics’ o pãozinho feito do cereal ao lume de forno etcs, senão todos lerpam sejam do buda, do maomé e similares que o ‘book’ não enche estomago,
    .
    e aqui entramos no conflito do tal ‘multiculturalismo’ ou no omega o tal tão simples ‘live and let live’, que ora alguns dizem ‘leae and let leave’ que soa o mesmo mas é antipodata
    .
    e como não me desenraizei da adrenalina dos 20 anos, após 70 anos de velhice a olhar sobre uma montanha de pedregulhos, desafio fés e ideologias mas sem qualquer duvida que quem as apregoa está de tão boa fé como eu, todos despreocupados dessa coisa da ‘fuga de capitais e da corrupçãp’ que não é mais do que o tal ‘oriente-me, aquele gajo orientou-se bem etc’ a verdadeira LIBERAL do povo Português,
    .
    e para provocar, um ‘cóta’ de 70 anos goza de grande depois de tanta vida do cabaret à acompanhante de luxo super letrada e doutorada etc e tal, goza assim no que resume,
    .
    é a vida; tão simples ‘lie and let live’: e estes gajos ainda andam com tantos problemas com estas cenas:
    .
    .
    Hillary Notorious Lesbian, Fiorina? Rubio Said Homosexual, Cruz Said A Cheating Pervert, And Now Kasich Said To Be Longtime Homosexual!
    .
    http://www.thepoliticalinsider.com/john-kasich-sex-scandal-explode/#ixzz44cOKtEKJ
    .
    que têm mais de 1000 ou 2000 anos mas que são o ‘sucesso’ ou um omega qualquer de “Teillard Chardin”, dasse ja passaram mais de 2000 anos e ainda andam com a mesma merda ?:
    .
    .
    Roman Law and the Banning of ‘Passive’ Homosexuality
    .
    Men were free to have intercourse with men, but it was considered acceptable only in accordance with the law of Lex Scantinia, a Roman law that was created to penalise any male citizen of high status for taking a willing role in passive sexual behaviour.
    .
    Although the Lex Scantinia and the enforcement of the law is mentioned in several ancient sources, such as 227 BC where Gaius Scantinius Capitolinus was put on a Lex trial for sexually molesting the son of Marcus Claudius Marcellus; the full legality and provisions of the law are still unclear.
    .
    A Roman citizen was allowed to exploit his own slaves for sex, no matter their age or circumstances of birth – a slave had no civil protection pertaining to their body; in essence the body of a slave was to be used to appease the sexual appetites of their Master
    .
    In fact, the term puer delicatus (sweet and dainty) was often applied to child slaves used specifically for sexual gratification and companionship
    .
    In more extreme cases, a puer delicatus would be castrated and dressed with feminine attire. This was a peculiar and sordid attempt to preserve youthful qualities and prolong feminine and passive attractiveness in children and young males
    .
    . As with time, attitudes towards same sex acts began to change, as did the religious identity of the Empire. The polytheistic pagan gods, were replaced by the monotheistic new religion of Christianity and its influence spread across the classical world.
    .
    http://www.ancient-origins.net/ancient-places-europe/roman-law-and-banning-passive-homosexuality-00832
    .
    É preciso paciencia com tanto puto a morrer de fome, com tanto ‘venha o meu’ ou ‘vou-me orientar’ ou o gajo que entrona o outro ‘o gajo´é que se soube orientar’, a alma do Povo Português abafada pelos ‘moralistas’ etc e tal que na volta são apanhados à grande e à francesa depois de andarem a vender postas de pescadas abancados à frente dos auditórios a venderem peixe estragado embalado em papel fino marca ‘elite’,

    (afinal o mesmo que a dos outros todos mas mais espertalhões para darem a volta aos mais embasbacados ou ingénuos),
    .
    bora ao liberalismo-marxista-trotkista-nazi-monarquico-maometano-catolico-leninista-conservador-social democrata etc e etc & tal
    .
    somado os ‘bureauas’ de vão de escada do aprovo mas tem de cantar algum porque está aqui na ponta da minha bic o faço o que me apetecer vulgo corrupção dessa tão extraordinária lei que tanto é culpado o corruptor como o corrupto salvo erro do tempo de Cavaco que admiro mas não ajoelho,
    .
    mais o são uns filhos da puta que fogem com o dinheiro para os offshores (curiosamente o Junkers que é verdade admiro e manda nessa coisa da dinheirame e preside à UE e nada tenho contra pois nem coisa que se veja teria para meter na terra dele, o Luxemburgo)
    .
    mais duas ou três que calo,
    .
    o ‘money duns doutros, de nenhures ou algures, todo somadinho aquela coisa de Portugal, ou dos Portugueses, não têm dinheiro é um ‘grande barrete’ historico propriedade dos inteletualoides dos ramos académicos das ‘Economias’, das ‘Finanças’ acompahados a castanholas pelo ‘Direito’ bem dançado a ‘adaufe e ferrinhos’ pela outra ‘ciência’ dita o Jornalismo, tudo junto o Vira&Cantares Alantejanos, a musica nacional da Opera ‘Pólitica Tuga’, a der o berro que foi chão que já deu uvas …. ))) mas eles nã acreitem …)))
    ,
    .
    Tem um unico problema, as ‘olites’ tão intelecto ou religiosas se preferirem tão fanatizadas em politicamente corretos e de fés anti-fé ou fé-fés, que HIPOCRITAMENTE são os unicos responsaeis da MISERIA e do EMPOBRECIMENTO de Portugal mas no lavar dos cestos,
    .
    aparecem duma ponta à outra como os maiores utilizadores do que atacam como ‘daeshs infetados até à medula’., fanaticos dos papeis, gajada avariada dos extremismos inteletualoides que no fim só fazem disparate mas era tudo tão estudadinho que qualquer analfabeto sabia mas rejeita porque é tão cumulo da estupidez como aquela do ‘cumulo’ do barulho que eram dois esqueletos a dançarem em cima duma lata de ferro :))
    .
    Ou seja os dois unicos problemas de Portugal no meio de tanto discurso e tanto palavreado expelido em diarreia pela Comunicação são:
    .
    a hipocrisia intelectualoide (e ‘estudaram’ com cábulas tanto estes gajos … toda a gente sabe esta coisa de ‘cabular’ não escapa um mas lá fora é do mesmo mas more sofisticated ou sofistiqué conforme regular ou irregular ou mais ou menos aguas bentas …ou gajas ensacadas de cara tapada ou rapaziada de toalha da cozinha enrolada na cabeça, naturalmente com o devido respeito pelas fés de todos eles,quem acredita não medita mas verdade é feliz a acreditar pobrete mas alegrete e se assim é eu nem profeta nem deus sou; apenas adepto do’live and let live’
    .
    Eh pá mas tanta treta que tens, resolvias como ? Simples, um exemplo este que são peanuts nesta coisa toda mas serve bem,
    .
    e metessemos os combustiveis (gasoil e gasolina) mais baratos que em Espanha “não sofriamos tanto do coração à beira dum AVC ou de cancros cerebrais a quem tanto estudou para ser da ‘ólite’ nacional), até os Ministros estes e anteriores com tão COMPLICADISSIMO PROBLEMA NACIONAL EXIGINDO TANTA ELITE PINSADORA ATRÁS CITADA com orgulho tuga por causa duns ‘filhos da puta’ que abastecem em Espanha …. Ora se fossem mais baratos em Portugal eram os mais ricos da Peninsula a pingarem cá o dinheirame deles e os impostosinhos para fazer Portugal sustentado com o poder de compra do Funcionalismo Publico, a real classe média e alta porque essa coisa de PME’s de tabacarias, retrosarias, fancarias e representantes de marcas estrangeiras são pingentes xulos de quem realmente cria a riqueza nacional, vulgo funcionalismo publici e afins.
    .
    E sendo realista tal qual os desbravadores dos Descobrimentos, não a matula tuga cidadã de 1ª classe que rapidamente se mandou a abotoar o money a pretexto de ideologias&fés&religiões,
    .
    então sugeria-se (eh pá os Passos, os Costas, os Jironimos, as Catarinas, a Marizinha com aquela voz roca …. e dos Portas que nem bem sei etc)vão ficar com as orelhas a arder com estas ‘blasfemias’ e ‘ordinarices’,
    .
    para sairmos da austeridade (miseria&empobrecimento) é fundamental que PORTUGAL recupere os money dos Portuguese que deu o salto porque Portugal os expulsou, perseguiu e persegue:
    .
    Contas Bancárias numeradas e secretas, afinal o mesmo que os sucessos Financeiros Europeus, Suiça ou Luxemburgo etc, o etc é o mesmo que outros fazem pela porta do cavalo (cala-te França, Espanha, Alemanha, Itália e se calhar todos do Euro e UE) = Portugal zona Econ9omica Especial para usar o ‘verbo’ da rapaziada dos anfi TEATROS paridos por certos óniversitairos,
    .
    e uma certeza aquilo que chama Corrupção fora de Portugal, problema deles, a nós resta-nos receber, tal qual essa tão ‘grande virtude moralo-etica’ chamada União Europeia, Russia, Africa, Oceania, Xinas e Asias ou Americas etc e etc)
    .
    O resto aturemos, são desabafos. Ouçamos mas olvidemos e podemos todos continuar a não trair as nossas religiões, com ou sem fés todos afinal oram mas de maneiras diferentes. Orai.
    .

    .

    .

    Gostar

  28. JCA permalink
    4 Abril, 2016 16:30

    .
    E ainda pelas águas mornas mediterrâneas do Liberalismo tão velho como a ‘raça’ latina mas que pariu o mais longo imperialismo em que a expressão do globalismo tuga parido pela ‘corbeille’ judaico-católica-àrabe, adito para reforço do que hoje é tão politicamente incorreto ou correto mas já é mais velho que a sé de braga, vem de antes do proprio Cristo, de Deus não sei idade, mas adito para provocar mais ‘chover no molhado, e tenho 70 anos de idade …. e heterosexual tão valido como os outros que não gostam do ser, tão simples e corriqueiro como isto que essa coisa de minorias etc e tal é obscurantismo do piorio e da desonestidade humanitaria:
    .
    =Poet Sappho, the Isle of Lesbos, and sex tourism in the ancient world
    http://www.ancient-origins.net/news-general/poet-sappho-isle-lesbos-and-sex-tourism-ancient-world-002975
    .

    .
    The Importance of Evidence in the Heated Debate on Homosexuality in Ancient Egypt
    http://www.ancient-origins.net/history/importance-evidence-heated-debate-homosexuality-ancient-egypt-004445

    .Spanish Archaeologists Try to Reconstruct Fragments of the Ancient Egyptian Book of the Dead
    .
    There are many discoveries that have been made over almost 15 years of hard work, but without a doubt the most exciting are the texts from the legendary Egyptian “Book of the Dead”, which the “overseer of treasures” Djehuty – from whom the archaeological project got its name- ordered as the decoration in his tomb.
    .
    • The Importance of Evidence in the Heated Debate on Homosexuality in Ancient Egypt
    • .
    • 4,000-year-old Ancient Egyptian manuscript measuring more than 8ft has been .rediscovered in Cairo
    .
    http://www.ancient-origins.net/news-history-archaeology/spanish-archaeologists-try-reconstruct-fragments-ancient-egyptian-book-dead-020789?nopaging=1
    .
    .
    Reservo, entre a sensiblidade saphos e a violação Nero de putos vai a distancia entre a sensibilidade entre mulheres, feminina, e a violencia entre a introdução fisica masculina desapatada pela natureza para o efeito. Por isso nunca compreendi a associçaõ entre lesbianismo e homosexualidade masculina nem a posição das mulheres num tema só entre elas e a entre homens porque as diferenças de Natureza são opostas.
    .
    Mas isto sou eu com 70 anos sem pertencer nenhuma que recuso chamar de minorias quantos mais de marginalizadas. É tudo Natureza sejam eles com elas, eles com eles, ou elas com elas ou tudo ao molho. Como diria o meu jesuita Francisco ‘Quem sou eu para culpar’ mas há quem seja bem mais arrogamnte com ‘pés de barro’ ….. :))
    .
    Portanto ultrapassemos esta, dum lado e doutro, chega de oportunismos tendo em vista o ‘venha o meu’, os ditos ‘lobbies’ ou ‘seitas’ para embasbacar morcões e embasbacados e sacar o ‘meney’ à pala de tretaslaretas. Trabalhem e deixem-se de merdas de horarios, cá no papo tenho tantas de 48H seguidas e sem férias urante tantos anos ….
    .

    .

    Gostar

Trackbacks

  1. A irresponsabilidade da Esquerda em relação à islamização da Europa | perspectivas

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: