Skip to content

causas e consequências

2 Junho, 2016
by

jrs-furia-divina-jpgAnda por aí um frou-frou e um roçar de saias e saiotes por causa da magna questão dos eventuais parentescos próximos do(s) fascismo(s) e do socialismo marxista, que foi suscitada por José Rodrigues dos Santos, ao afirmar que ambos têm em Karl Marx uma paternidade comum. Semelhante heresia provocou a «fúria divina» de Francisco Louçã e António Araújo, que, em artigos onde manifestam uma repugnância e um desdém quase aristocráticos pelo autor de uma tão «pavorosa bibliografia» (indigno, por isso, de debater com eles, depreende-se), demonstram que as origens das duas coisas (sim, é de coisas que se trata…) são integralmente diferentes, distantes, de tal modo separadas que nunca se encontraram nos tortuosos caminhos da história e da filosofia.

Pois bem, independentemente de saber quem tem razão (tenho algumas ideias a respeito, mas a minha falta de habilitações em «socialismo científico» inibe-me de o debater com tamanhas autoridades na matéria), o meu espírito utilitarista leva-me à seguinte conclusão: mesmo com parentescos que podem ter sido distantes, os resultados históricos dos fascismos e dos socialismos marxistas e revolucionários foram os mesmos: a opressão, o desrespeito pelos mais elementares direitos fundamentais, os gulags e os campos de concentração, a falta absoluta da liberdade, etc.. Caso os Professores Louçã e Araújo precisem de exemplos para análise comparativa, estarei ao dispor. Mas creio que, um e outro, os conhecerão muito bem. Bem demais, até.

Advertisements
78 comentários leave one →
  1. PiErre permalink
    2 Junho, 2016 16:27

    “… os resultados históricos dos fascismos e dos socialismos marxistas e revolucionários foram os mesmos: a opressão, o desrespeito pelos mais elementares direitos fundamentais, os gulags e os campos de concentração, a falta absoluta da liberdade,…”
    .
    Falta só mencionar, parece-me, o apetite insaciável por cavalgar o poder do Estado e tirar daí todo o proveito possível, sem quaisquer limites, à custa do empobrecimento do infeliz zé-povinho.

    Liked by 1 person

    • 2 Junho, 2016 17:00

      O Estado é a forma suprema de organização política, económica e social da nação.
      Só o Estado protege o cidadão da voracidade dos seus predadores; os outros cidadãos.
      Por isso pertence ao Estado o dever de organizar as atividades económicas e sociais que, sendo privadas podem oprimir aqueles cidadãos que são fracos demais para delas se defenderem (segurança (leis e forças armadas), saúde, educação, abastecimento de água, saneamento básico, fornecimento de energia).
      Mas há sempre alguém que vive de subtrair aos fracos o pouco que eles têm. Esses alguém assaltam o aparelho de Estado para fazerem leis que tudo privatizem, por forma a que todo o Rendimento Nacional vá parar às mãos de privados. Para que o Estado fique sem força para exercer sua missão mais nobre: defender os fracos da voracidade dos fortes.
      Tudo o resto é conversa fiada…

      Gostar

      • 2 Junho, 2016 18:01

        Estás a repetir a cassete em sitio a mais ò parasita.

        Volta lá para os teus kamaradas e pede para que te dêem outra que essa está a começar a enrolar!

        Liked by 2 people

      • Almeirim permalink
        2 Junho, 2016 18:37

        Nos estados unidos tem bem o exemplo à vista em como em quase tudo que você diz que deve ser publico é privado e a grande generalidade da população tem uma qualidade de vida que faz inveja à maior parte do mundo ocidental. Dos outros nem se fala.

        Gostar

      • ldm permalink
        2 Junho, 2016 22:31

        Só não percebi se o ManoloHerédia é comunista ou fascista…

        Gostar

      • Rui Silva permalink
        3 Junho, 2016 10:37

        Vá lá contar isso aos Venezuelanos, os últimos desiludidos do socialismo.

        Rui Silva

        Gostar

  2. 2 Junho, 2016 16:54

    Todas as teorias políticas que advoguem a necessidade de deserdar os herdeiros dos atuais detentores dos meios de produção, são comparáveis.
    O JRS sempre foi o acérrimo defensor da necessidade de manter essas heranças intocáveis. Os livros que assina, que são escritos não se sabe por quem para serem lidos à razão de um por Natal, visam diversos temas da atualidade mas sempre ridicularizam quem pretende tirar umas lascas a essas heranças e sempre enaltece quem pretende reforçar a legitimidade delas ou até reforçá-las.
    Resumindo: JRS está montado no cavalo da grana!

    Gostar

    • 2 Junho, 2016 18:02

      Vai trabalhar e pode ser que um dia consigas ter algo teu em vez de só quereres roubar a quem tem!

      Resumindo: o JRS não gosta de parasitas como tu!

      Liked by 3 people

    • lucklucky permalink
      2 Junho, 2016 18:41

      E temos o ódio do Manolo aos outros.

      Gostar

    • Rui Silva permalink
      3 Junho, 2016 10:40

      Denoto um pormenor interessante. Você pelo menos tem em boa consideração pelos livros do referido autor, de tal modo que considera JRS incapaz de os escrever.

      Rui Silva

      Gostar

  3. Pedro permalink
    2 Junho, 2016 17:54

    Qual fúria divina? Limitaram-se a chamar-lhe ignorante, Rui. Você leu esse rimance do JRS, aí em cima, e ficou influenciado 😉

    Gostar

  4. Chopin permalink
    2 Junho, 2016 18:05

    Sim, “só o Estado protege o cidadão da voracidade dos seus predadores”.
    E quando os “predadores” se apossam do Estado e não fazem eleições livres, como no caso em apreço? Quem protege então o “cidadão”?
    Quem protege o “cidadão” dos campos de reeducação?
    Onde é que os cidadãos têm menos protecção, nos países onde se respeita a propriedade privada ou nos que merecem o afecto do sr Herédia?
    Discutir isto no séc. XXI é motivo para rir…

    Liked by 4 people

  5. Manuel permalink
    2 Junho, 2016 18:29

    Aqui vai uma narrativa para reflexão: Portugal teve, em 2015, um défice 4,4%(+-7700 milhões euros) e a Espanha teve um défice de 5,2% (56608 milhões euros). Considerando que na agenda da comunicação social do país vizinho essa treta das sanções não é assunto, o que esconde esta cortina de fumo das sanções? Interrogo-me se a nossa comunicação social é instrumento ou completamente acéfala. Reitero, o nosso problema é um problema de inviabilidade económica, se fossemos uma empresa já devíamos está em liquidação.

    Liked by 1 person

    • 2 Junho, 2016 23:58

      Oh Manel, só agora é que descobristes isso? E só passamos a ser viáveis dentro do euro, se os franceses, ingleses, alemães puserem cá uma meia-dúzia de auto-europas, ou seja, puserem parte da produção industrial nos países periféricos, que deveria ter sido uma exigência dos nossos políticos quando entrámos na CEE.
      A tanga dos fundos estruturais só serve para enterrar os países que a eles aderem, enchendo a barriga dos “donos disto tudo” e enchendo o país de dívidas.
      Aderimos alegremente à escravatura ainda por cima na condição de escravos…

      Gostar

      • Manuel permalink
        3 Junho, 2016 00:19

        Eu sei. Mas o que me espanta é esta conversa das sanções, em Espanha que também foi ameaçada nem sequer é assunto, lá discutem-se as eleições e a descida do desemprego e outras situações relevantes, como a Banca não poder funcionar, com taxas de zero ou negativas.

        Gostar

  6. licas permalink
    2 Junho, 2016 18:31

    Não houve um único sistema socialista na História capaz
    de provir o suprimento e distribuição dos produtos essenciais à vida
    das populações, daí as filas(bichas) serem a característica mais
    elucidativa da inoperância neste aspecto de tais regimes.
    Desde a URSS ao Chavismo, provam a asserção, com a agravante
    de a escolha ficar quase sempre limitadíssima em variedade e
    qualidade.

    Liked by 2 people

  7. Arlindo da Costa permalink
    2 Junho, 2016 18:56

    Concordo. Comunismo e fascismo são filhos da mesma égua.
    Assim como o neo-liberalismo (que nada tem a ver com o liberalismo económico e social e muito menos com a democracia) é um filho bastardo dessa mesma égua.

    Gostar

  8. Colono permalink
    2 Junho, 2016 19:03

    Andamos distraídos com estes posts da “treta”, sem nos darmos conta de que a Fundação Mário Soares está em pré-falência” ( desde que os amigos de Sócrates e dono disto tudo” Bes deixaram de financiá-la.

    Pelo que a Fundação tem contribuído para o engrandecimento da cultura nacional ( e não só) torna-se imperativo iniciar uma subscrição pública para salvar aquela Casa da Cultura!

    Eu começo: 5.000.000,oo E

    Gostar

    • Filipe Costa permalink
      2 Junho, 2016 19:53

      O Marocas merece mas é falir, o patrão do Sócrates (o Lalanda) era o maior doador do pardieiro (a seguir ao contribuinte, claro).

      Estão explicadas as idas consecutivas a Évora.

      Gostar

    • Zé Antonio permalink
      4 Junho, 2016 10:56

      E eu avanço com sem milhões de euros para esses paladinos defensores das causas nobres da família Vai Tudo pelos Ares.
      Pena que já não tenha ido há muito mais tempo

      Gostar

  9. procópio permalink
    2 Junho, 2016 19:10

    A fudissaão precisa de muita guita. O ddt por agora não pode ajudar, o executor está aqui está dentro, o kosta não se pode distrair com a caranguejola a perder óleo.
    A ideia do colono é sã.
    Vamos contribuir para a fudissão a esmo e para os últimos pregos do caixão.
    Depois logo se vê.

    Gostar

  10. procópio permalink
    2 Junho, 2016 19:38

    A solução já foi encontrada. Está aqui. Vejam se a martins está lá.

    Depois logo se vê.

    Gostar

  11. A. R permalink
    2 Junho, 2016 20:35

    A indignação da esquerda mostra que o José Rodrigues dos Santos tocou numa verdade inconveniente. Não há qualquer dúvida: O fascismo, o nazismo e o comunismo são apenas variantes de uma ideologia de ódio.

    Gostar

    • Zé Antonio permalink
      4 Junho, 2016 11:01

      Mas entre o fascismo de Mussolini e o comunismo de Álvaro Cunhal mil vezes o Benito de Predappio

      Gostar

  12. Euro2cent permalink
    2 Junho, 2016 20:42

    > a minha falta de habilitações em «socialismo científico» inibe-me de o debater

    E astrologia, ou feng-shui?

    Também temos de engolir as patranhas desses por “falta de habilitações”?

    (Estou a perguntar para um amigo, como dizem nas internetes.)

    Gostar

  13. lucklucky permalink
    2 Junho, 2016 21:20

    É espantoso está direita que não quer conhecer os seus inimigos.

    Gostar

    • Euro2cent permalink
      2 Junho, 2016 21:57

      É verdade, que incultos. Eu vou muito aos blogs de esquerda porque eles estão sempre a estudar e citar os escritores conservadores, é muito informativo.

      Liked by 1 person

      • lucklucky permalink
        4 Junho, 2016 03:00

        Irrelevante.

        Basta ver as reacções patéticas da Esquerda uma mera expressão de JRS para se perceber quanto saber o que a Esquerda é vulnerável se a conhecermos.

        Gostar

  14. bintoito permalink
    2 Junho, 2016 23:24

    Dizia-se no anedotário escondodo da URSS que o melhor caminho para o socialismo é o mais longo.

    Gostar

  15. Arlindo da Costa permalink
    2 Junho, 2016 23:39

    A Idade Média é o foco principal destes comentadores. Continuai…

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      3 Junho, 2016 16:15

      É verdade…….o materialismo dialéctico e o manifesto são mesmo da idade média

      Gostar

    • Zé Antonio permalink
      4 Junho, 2016 11:05

      Tens razão Ar Lindo. A Idade da Pedra é foco principal dos teus complexos lascados

      Gostar

  16. procópio permalink
    2 Junho, 2016 23:59

    Eu das causas pouco sei, agora as consequências é perguntar às venezuelanas e às gregas. Para já. Dizem que têm fome.
    Ora essa! Num país socialista a fome é interdita por decreto os dedos dispensam o papel higiénico inventado pelos capitalistas.
    Lembremos a Ucrânia nos anos 20. Em 1928 o tio zézinho decidiu implantar uma política de requisição compulsória de cereais em que o governo tomou à força todo o cereal cultivado pelos camponeses, pagando em troca um preço fixado arbitrariamente pelo governo, muito abaixo dos custos de produção. A requisição compulsiva funcionou, mas apenas no limitado sentido de que forneceu ao regime todo o volume de cereais necessário.
    No caso da nossa vexatória reforma agrária nem para isso deu.
    Os camponeses deixaram de ter incentivos para produzir, sabiam perfeitamente bem que, dali em diante, os frutos de seu trabalho árduo poderiam ser facilmente confiscados por um regime sem lei.
    Economistas tipo louçã ou galamba, chegaram a afirmar que “Nossa tarefa não é estudar a ciência económica, mas sim mudá-la. Não estamos restringidos por nenhuma lei. Não reconhecemos leis. Não há uma só fortaleza que os bolcheviques não possam atacar e destruir.” Eles nunca precisaram de constituição nenhuma e não deram espaço para parlamentos. É relembrar o tio barreirinhas a Orlana Fallaci, jornalista a sério.
    Os cântico lúbregues de pseudo economistas disfarçados de democratas ressoam nas cabecinhas de estudantes impreparados. Nos recantos brincalhões das universidades, os que se deixam enganar pelas sereias serão os mesmos que apedrejarão as sedes quando descobrirem o logro.

    Liked by 2 people

  17. campus permalink
    3 Junho, 2016 10:26

    E no entanto têm paternidade comum em Karl Marx…

    Gostar

  18. licas permalink
    3 Junho, 2016 12:56

    Citando Procópio (com a devida vénia)

    ____Lembremos a Ucrânia nos anos 20. Em 1928 o tio zézinho decidiu implantar uma política de requisição compulsória de cereais em que o governo tomou à força todo o cereal cultivado pelos camponeses, pagando em troca um preço fixado arbitrariamente pelo governo, muito abaixo dos custos de produção.___________________________

    Morreram milhões de fome: aí está um GENOCÌDIO indesmentível com origem no Zé Bigodaças, santo apóstolo do “nosso” PCP.

    Gostar

    • 3 Junho, 2016 21:04

      Está a esquecer-se que isso aconteceu depois de a Ucrânia se ter recusado a fazer as alterações estruturais que a Russia “aconselhou” para que produzissem mais. Recusaram-se durante 5 anos. Depois foi a doer!

      O mesmo está a acontecer connosco e a Alemanha. Eles dizem como devemos fazer, se não fizermos vamos arrepender-nos amargamente…

      Ceguinhos são os que não querem ver….

      Gostar

      • lucklucky permalink
        4 Junho, 2016 03:02

        É preciso estar um nivel de nojicepara dizer que o assassínio de milhar de pessoas são “conselhos”

        Gostar

    • Tiradentes permalink
      4 Junho, 2016 07:30

      o argumentário desta gente é como o dos turcos……..é preciso dizer que os arménios (cristãos) se recusaram a converterem-se ao islão ( uma questão estrutural perceberam?)…depois foi a doer
      já os judeus também com o Hitler…. não foi?
      há cada cabeça de turco
      e o genocídio de tugas pela Merkl?
      ter contas públicas viáveis agora é “genocídio”

      Gostar

  19. Bolota permalink
    3 Junho, 2016 13:07

    Licas,

    1928??? Ainda o mê pai tinha tomates quanto mais eu. Nã arranjas nada mais recente??? Olha hoje safaram das aguas da Turquias uma carradas deles fora os que lerparam ontem.
    Sabes de quem foi a culpa?? Dos comunas…Vão-se foder mais as vossas teorias de merda.

    Gostar

    • sam permalink
      3 Junho, 2016 16:22

      Bolotinha, diz-nos lá: quantos desses coitados estão a tentar emigrar para a Venezuela? Ou para Cuba? Ou para a Coreia do Norte? Quantos comunas de Baleizão já se mudaram para um dos paraísos comunistas? És um pobre patego e vais morrer assim.

      Gostar

      • Tiradentes permalink
        4 Junho, 2016 10:51

        O Assad líder daquela república “democratíssima” que era a Síria nem era há 50 anos aliado dos comunas. Agora os sírios fogem é das bombas dele e do Putin mas quando a camarilha de sírios que beneficiaram do Assad fugia a culpa era do “ocidente”. Esta gente não se toca na sua indigência mental

        Gostar

    • Zé Antonio permalink
      4 Junho, 2016 11:13

      Bolota, mesmo que comas muita e te cevem bem nunca vais passar de leitão. Para chegares a marrano, porco e sujo tinhas que passar uma boa temporada em Barrancos

      Gostar

      • Bolota permalink
        4 Junho, 2016 18:08

        sam. Tiradentes e Zé Antonio,

        Se pensam que ao responderem assim atingem o Bolota, tirem o cavalinho da chuva, passam é uma imagem de betinho que nem capacidade têm para dar uma resposta á altura.
        O sam, é sempre a mesma merda, deve viver á pala de alguma coisa.
        o Tiradentes tenta falar grosso mas sai-lhe a voz pelo olho do cu
        O Zé Tó, o proprio nome indaca. TÓ, Tó.

        Tratem-se caramba e larguem o Bolota da mão porque ele se gostasse de cu já tinha netos na marinha.

        Mas se responderem ao bolota os alimenta forçaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

        Gostar

      • lucklucky permalink
        4 Junho, 2016 19:34

        Se o sam vive à pala de alguma coisa é por causa das políticas que defendes bolota= mais estado

        Gostar

  20. 3 Junho, 2016 14:04

    A criação dos campos de concentração que viriam a dar origem ao Gulag foi concebida pelo Trotsky num memorando de 16 de Junho de 1918 dirigido ao Lenine, o qual implementa a ideia 2 meses depois – p.e. Anne Applebaum in Gulag a History of Soviet Camps.
    O Louçã anda há anos a tentar beatificar o Trotsky, e o Lenine…

    Liked by 2 people

  21. 3 Junho, 2016 15:34

    Então e o nosso 1º, o António Costa?
    Já lamentou os 10 milhões de trabalhadores com salários em atraso?

    Gostar

  22. honi soit qui mal y pense permalink
    3 Junho, 2016 16:08

    Se a presente equação ainda desperta discussão é porque não é assente que a mesma tenha tradução universal .
    Em tudo há a noção de que o caminho da felicidade , iria a par com aquela da ordem. A da ordem da elite não eleita da extrema direita , ou a ordem da elite não eleita da extrema esquerda.
    Qualquer que seja o caminho , a liberdade fica a perder .
    Só o pluralismo , e liberdade de expressão podem fundar uma sociedade livre e critica , onde tudo se pode discutir , e não impor , no medo, e na intimidação.
    Há no entanto um caminho em que a sociedade balança nestes valores , e esse é o caminho da pobreza .Na pobreza , o cidadão tem mais a possibilidade de querer ver alienada a sua liberdade , pela sobrevivência .Quer no fascismo , quer no comunismo .
    É o sonho de uma sociedade igualitária , onde todos, e ninguém se deve destacar e transcender .
    Estas utopias estão assentes em milhões de mortos .Quer nos campos da morte do nazismo da IIGGM , como nos campos de Pol Pot , ou nos campos de Estaline .
    Não obstante , a memória e o registo funcionam de modo diferente .No caso do nazismo , e fascismo , por derrotados e demasiado estudados e apresentados , a sua condenação é universal , por efeito da imagem .No caso do comunismo , apesar dos relatos , das imagens , a sua persistência imaginária para além do numero diminuto e real de adeptos ainda funciona com uma força mobilizadora .
    Ora juntando ao proselitismo zelota de uma extrema esquerda aguerrida , que nega qualquer mínima incapacidade dos seus modelos , perfeitamente convencida da possibilidade de todas as suas utopias ( qual regresso aos campos no Campuchea ) e do mérito das mesma , e possibilidades .
    Para isso é necessária a distribuição de riqueza .A mesma que resulta do trabalho , através de uma criteriosa utilização da extorsão fiscal , pois essa é a função á esquerda da máquina fiscal . As possibilidades de utilização do Orçamento para a compra de votos , num trade off obsceno é incomensurável , quando vivendo num mundo global abundam os exemplos de evasão fiscal , nuns casos de forma aviltante , noutros como ultimo recurso para combater o confisco e a expoliação.
    Estamos assim no caminho de um mundo novo .Um novo modelo alicerçado na propaganda , na intimidação , na silenciação da imprensa livre ( caso ainda houvesse ).
    As sociedades ao longo da história , com muita violência , tiveram maiores momentos de despotismo , que de verdadeira democracia .
    Ora a democracia só vive com a existência de liberdade , e com a possibilidade de criação de riqueza que a possa sustentar .Depois a sociedade deve ser justa e solidária naquilo que tal represente uma ajuda desinteressada na melhoria das condições de vida dos mais desfavorecidos .
    Pois caso não seja assim , o que temos não será nada mais que caridade com o dinheiro de todos para o beneficio de alguns .
    Caso reparem , é o actual modelo , em que a intimidação das “verdades insofismáveis ” de um aparelho repressivo que condiciona a liberdade individual , por deferência a prosseguir uma ideologia cega , e que não alvitra a perfeição da condição humana , mas a sua mediocridade , numa demanda de uma falsa igualdade .
    É nesse caldo de cultura que se perdem os direitos , e se utilizam os algozes para fortalecer uma visão única do país e do mundo .
    Quem não está connosco está contra nós , no limite pode compor a bancada tal como no antigo regime para dar um ar de respeitabilidade .
    Quanto ás verdades imutáveis dos números do desemprego , ou do deficit , se podem então fundar as mais fantásticas justificações e imputações … sendo que no limite qual bullying sempre se “pode fazer uma oferta que não se pode recusar”.
    Assim as ideias sobre o totalitarismo que pareciam pacificas e adquiridas , são hoje deitadas para a gaveta , onde outras coisas já estiveram … porque dão mais jeito , e fazem voar os projectos , e assegurar o exercicio desejado do poder .
    Está tudo assim em causa , em virtude do sopro de ar dado , no estertor agitado de sobrevivência de um derrotado .
    No limite a própria sobrevivência do Estado de Direito , do pluralismo , e da Democracia , em que dizem acreditar .

    Gostar

  23. alice samora permalink
    3 Junho, 2016 16:40

    Marxismo não é fascismo. Marxismo é uma corrente intelectual que correspondeu a um passo de gigante na compreensão das sociedades modernas. O fascismo, como o nazismo, como o estalinismo, o maoismo, etc., são movimentos sociais concretos que influenciaram de modo bem real e mais das vezes dramático, o porvir de algumas sociedades. Algumas interpretações do marxismo poderão ter estado (e estiveram mesmo) na génese desses movimentos horrorosos.
    Se o autor, que aqui se reporta ao “frou frou” quiser ser honesto e coerente deve também pronunciar-se sobre a relação entre cristianismo e cruzadas, inquisição, escravatura e coisas que tais.
    Ler Marx, a Bíblia ou o corão não fará mal a ninguém. Desde que lê-lo não implique abdicar de pensar.
    Já agora, não será a ler esse tal Rodrigues dos Santos que isso se aprende.
    E defender Rodrigues do Santos atacando Marx… tenha dó!

    Gostar

    • antónio permalink
      3 Junho, 2016 17:11

      Certamente que para muitos cidadãos ler não tem o mesmo valor que o seu “ler”. Alice, vá dar banho ao cão.

      Liked by 1 person

    • castanheira antigo permalink
      3 Junho, 2016 18:54

      Alice
      Que maravilha essa de comparar o Cristianismo com o marxismo . Um defende a liberdade de escolha e consequentemente a liberdade das pessoas e o outro defende o quê de positivo? Nada

      Gostar

      • 3 Junho, 2016 21:19

        Olhe que a Igreja católica não gostou nada do que um dos livros assinados por JRS dizia sobre Jesus Cristo. Será ele judoca?

        Gostar

    • 3 Junho, 2016 19:30

      Q parrequice Dona Alice 😛

      Gostar

    • Rui Silva permalink
      3 Junho, 2016 19:57

      JRS não precisa de ser defendido, porque ao contrário de Marx não deu origem a movimentos responsáveis por milhões de mortes e sofrimento monstruosos.

      Rui Silva

      Gostar

    • lucklucky permalink
      4 Junho, 2016 02:57

      “Marxismo é uma corrente intelectual que correspondeu a um passo de gigante na compreensão das sociedades modernas.”

      Ridículo.
      Marxismo é Tribalismo à escala mundial disfarçado de Intelectualismo esquizofrénico tal as contradições que tem. É ainda exploaração da inveja e do ódio.

      Por isso é que atraiu sempre aqueles que querem todos iguais. Que não aceitam a diferença .

      Como Comunistas e Fascistas.

      Todos nascem da vontade da unificação da pessoa numa massa uniforme.

      Marxistas são tribalistas que só querem e aceitam uma tribo.

      Liked by 3 people

      • lucklucky permalink
        4 Junho, 2016 03:10

        E depois na tribo matam-se uns aos outros.

        Porque a próxima purificação Marxista está sempre ao virar da esquina.

        Liked by 1 person

      • 4 Junho, 2016 09:22

        Completamente. É a moral da inveja e a estupidez de mais uma utopia- neste caso a utopia mais gananciosa possível.

        Gostar

      • 4 Junho, 2016 09:24

        Na escola ensinam-lhes que as utopias fazem bem. Que são lindos ideais humanos.

        Gostar

    • Tiradentes permalink
      4 Junho, 2016 10:57

      O passo de gigante que a dona alice fala é aquela parte em que finalmente no marxismo a humanidade ( a esclarecida pelo passo de gigante) se autoriza ao genocídio da humanidade ( a não esclarecida pelo passo de gigante)
      Se mandassem ler o materialismo dialéctico e depois o manifesto comunista à dona alice ela suicidava-se.
      Assim ela pode viver feliz repetindo baboseiras analíticas de outrem como se fossem tratados filosóficos

      Gostar

      • Tiradentes permalink
        4 Junho, 2016 10:59

        e mais….foi a partir dele que primeiro Lenine, depois Stalin e mais tarde Hitler deram o tal passo……de gigante…”filosóficamente” falando

        Gostar

    • Zé Antonio permalink
      4 Junho, 2016 11:18

      Boa samora sem ser correia mas que ainda não te livraste das trelas é mais que certo.
      Não te preocupes. Fala com professor dos afectos que ele numa breve martelada te dá razão e explica porque a não tens.
      Já percebemos que ele tanto martela para a diireita como para a esquerda.
      Até parece que andaste na escola com ele

      Gostar

  24. Arlindo da Costa permalink
    3 Junho, 2016 17:20

    Goste-se ou não o Marxismo é uma ideologia eminentemente europeia. Ao contrário dalgumas «ideologias» que alguns querem revisitar e que pertencem às Arábias e às civilizações pré-colombianas.

    Gostar

    • Expatriado permalink
      3 Junho, 2016 19:04

      Gostar

      • antónio permalink
        3 Junho, 2016 19:17

        Confirme-me só se o Arlindo é o animal que está por baixo ??

        Gostar

      • Expatriado permalink
        3 Junho, 2016 19:41

        O Arlindo está sempre por baixo!!

        Gostar

    • lucklucky permalink
      4 Junho, 2016 03:08

      O Marxismo é a exportação mais mortal da Europa. Um vírus.

      Os milhões de mortos em África, Ásia estão aí para o demonstrar.

      Liked by 2 people

    • Tiradentes permalink
      4 Junho, 2016 07:38

      É claro que o marxismo tal como uma boa parte das piores criações da humanidade é europeia.
      E depois…bem e depois os europeus, autores das piores coisas da humanidade, dedicam-se a criticar os outros,( africanos, americanos do sul e do norte, asiáticos)
      É muita falta de espelho,hipocrisia e fdputisse.

      Gostar

      • Zé Antonio permalink
        4 Junho, 2016 11:21

        Então e a leva dos nossos
        Retornados não nada a ver com os marxistas?

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        4 Junho, 2016 17:52

        Muito pior que os retornados, ficaram os povos daquelas paragens, com o marxismo. Para exemplo em Moçambique chegou a haver 5 milhões de esfaimados e hoje em dia a esperança de vida é de pouco mais de 40 anos com tendência a baixar (no tempo do feroz colonialismo era de 52 anos). Quanto a Angola todos sabemos que 90% tem menos de um euro por dia enquanto pai e filha compram banca, telecomunicações e imobiliário em Portugal. Tudo “marxisticamente” claro

        Gostar

  25. 3 Junho, 2016 18:15

    03 de Junho de 2016, Portugal. Muito mais importante do que este post e sua causa, é saber, compreender e agir perante as últimas notícias acerca do BANIF !
    Quem vai colocar mais massaroca para “salvar” certos bancos e banqueiros, quem é, quem é ?

    Gostar

  26. 3 Junho, 2016 21:00

    Vocês são mesmo maldosos para o Arlindo DO Costa.
    O AC não quer discursar no Congresso do P”S”. Insistiram, porque, como se nota nos seus comentários, tem ideias inovadoras, discurso fluente e galvanizante. Anda pelos campos, fugido. Pensou que ao entalar a cabeça entre as tábuas da cerca, ninguém o conseguiria libertar. Mas o AC-DC pediu a um segurança pessoal que o trouxesse, daí a imagem, puxando-o. Só isto, nada mais e muito menos cena de sexo.

    Gostar

  27. licas permalink
    4 Junho, 2016 00:55

    acho que aquela cena de sexo explícito
    deveria ter sido apontada como um crime
    anti-género pelas esganiçadas.

    Gostar

    • Euro2cent permalink
      5 Junho, 2016 11:23

      > um crime anti-género

      É aqui que sou traído pelas minhas limitadas capacidades. Nem estou a ver como tal coisa é sequer possível.

      É assim tipo alguém ser contra a massa e o arroz? Quer dizer, ao mesmo tempo?

      Isto está mesmo muito difícil.

      Gostar

  28. Chopin permalink
    4 Junho, 2016 13:41

    O Marxismo foi um passo de gigante. O melhor aliado da religião. Nunca ninguém mandou tanta gente ao encontro de Deus…

    Liked by 1 person

  29. JCA permalink
    7 Junho, 2016 02:59

    .
    Outras narrativa sobre o mesmo:
    .
    .
    =Soviet-Style ‘Eurocracy’ Threatens to Rip European Union Apart
    .
    Recent YouGov polling shows that about a third of the citizens of France and Germany are in favor of their countries’ exit from the EU, with 52% of Germans and less than half of the French saying they would vote to remain in the bloc if a referendum was held. What’s behind Western Europeans’ growing euroscepticism?

    http://sputniknews.com/europe/20160602/1040673637/euroscepticism-polling-analysis.html#ixzz4AZx7ON9Z
    .
    .
    =Flat-out denial: IKEA insist Swastika table photo is fabricated
    .
    It’s unclear if this prank was aimed at IKEA founder Ingvar Kamprad, who was a member of the right-wing fascist Swedish Nationalist Socialist Workers Party during World War II before becoming a reclusive tax-avoiding billionaire.
    .
    Kamprad, 89, is № 12 on Bloomberg’s Billionaires list with US$37.7 billion, but only № 497 on Forbes’ list with an estimated fortune of $3.4 billion.
    .
    Earlier this year, he paid Swedish income tax for the first time in more than 40 years.
    .

    https://www.rt.com/news/326341-ikea-swastika-table-hoax/
    .

    “he paid Swedish income tax for the first time in more than 40 years” uma boa, pela porta do cavalo EU/Euro financiar a exportações, uma espécia de dumping, tudo talvez.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: