Skip to content

Síntese argumentativa

5 Junho, 2016

The power of stupid peopleAgora, a dias do início de algo verdadeiramente importante, o Euro 2016 da UEFA, é altura de sintetizar todos os argumentos contra a existência de escolas na rede pública com contrato de associação.

Argumento 1
Não ando eu a pagar um privada caríssima para haver gente a beneficiar do privilégio de a frequentar de borla.

Argumento 2
Estando eu a fazer um grande esforço para ter os meus filhos nas melhores escolas, as que sistematicamente lideram tabelas de rankings, não quero que a ralé dos bairros sociais ande ali a estragar o ambiente.

Argumento 3 (é o da Alexandra Leitão)
Acho que a escola estatal é maravilhosa. Os meus filhos estão num colégio porque quero mesmo que aprendam uma língua estrangeira a sério, não como aquela merda que ensinam na escola pública a fingir que é inglês, francês, alemão ou castelhano. Se não fosse isso, claro que teria os filhos da escola pública. Por isso não devem existir contratos de associação porque, sinceramente, padeço de um sério problema de non sequitur, por muito que façam artigos laudatórios que me tentem humanizar não disfarçando ser propaganda a roçar pornografia.

Argumento 4 (é o dos fãs da Alexandra Leitão)
Acho que a escola estatal é maravilhosa. Os meus filhos estão num colégio porque quero mesmo que [inserir qualquer coisa], não como aquela merda que ensinam na escola pública a fingir que é [inserir qualquer coisa]. Se não fosse isso, claro que teria os filhos na escola pública. Por isso não devem existir contratos de associação porque, sinceramente, eu amo tudo o que sair da mente do António Costa/Mário Nogueira/Catarina Martins/Bibi/Žižek/senhor-que-me-prometeu-o-tacho-em-troca-de-sodomia-esporádica.

Argumento 5
O ensino deve ser exclusividade do Estado. Assinado: profissional liberal ou empregado por conta de outrem.

Argumento 6
Acho bem. Assinado: pessoa senciente dotada de extrema capacidade para amar o próximo através da cobrança fiscal para horários de 35 horas.

Anúncios
46 comentários leave one →
  1. Euro2cent permalink
    5 Junho, 2016 11:31

    Esqueceu-se do “É preciso poupar dinheiro a todo custo. Ahah, Parque Escolar. Festa.”

    Liked by 3 people

  2. 5 Junho, 2016 11:43

    ehehehhe

    Já fiz um inquérito parecido e respondiam assim- por chavões- porque o Estado não deve financiar o privado que é de borla

    “:O)))))))))))

    Mas o máximo da cretinice é a manif que os profs estatais vão fazer, a favor do despedimento dos profs que não são funcionários públicos.

    Liked by 1 person

  3. 5 Junho, 2016 11:46

    A cena da Festa Escolar é verdade mas estão-se nas tintas.

    O que move o PCP é o controle sindical. O que move o imbecil do Costa é a domesticação para o voto.

    O que move os imbecis dos profs funcionários públicos é a cagunfa de poderem perder um mínimo privilégio de caca. Só isso- para eles tudo o que não entra na função pública é uma ameaça ao emprego vitalício e aos aumentos para o voto.

    Liked by 2 people

    • 5 Junho, 2016 11:49

      O Costa só tem um objectivo em todas as áreas: domesticação para o voto. Faz o que for preciso para isso. Chamar-lhe socialismo não diz grande coisa: se rolar nu na lama lhe der mais votos dos que os que tira, ele faz.

      Liked by 3 people

      • 5 Junho, 2016 11:57

        Pois é. E se os mandar a eles rolarem na lama para lhes dar aumentos, eles também rebolam.

        “:OP

        Gostar

      • Zé dos Bois permalink
        5 Junho, 2016 14:38

        Nas últimas eleições essa estratégia não deu grandes resultados.

        Gostar

    • Bolota permalink
      6 Junho, 2016 09:41

      E o que moveu e move a quadrilha??? Umas eleições agora e desapareciam até a cristas ia investir nos idosos para um sitio qualquer. Roubou as velhos até a degnidade e agora…

      Gostar

      • 6 Junho, 2016 19:34

        Bolota, se com eleições agora desaparecia “a direita”, nem sem compreende porque anda o Costa a aturar os sindicatos dos comunistas e os esganiçados com pila que querem engravidar via barriga de locação temporária.

        Gostar

  4. 5 Junho, 2016 12:01

    Bem observado VC.
    Quando será que os professores alistados na FRENPROF farão uma manifestação em defesa da escola estatal, reclamando maior autonomia? Se assim fosse feito, a Secretária de Estado e o Ministro da Educação ficariam contentes?

    Liked by 1 person

    • 5 Junho, 2016 12:19

      Nunca. Já com o anterior governo o medo era esse. Porque autonomia pode querer dizer selecção e eles são capazes de fazer greve só para meterem lá dentro os colegas analfabetos que chumbam em provas de admissão.

      Aliás, acabaram com essas malditas provas que são um insulto à corporação.

      Liked by 2 people

      • 5 Junho, 2016 12:27

        Volta Sócrates, estás perdoado!

        Gostar

      • 5 Junho, 2016 12:37

        Por acaso, com Sócrates a coisa estava mais controlada. Era uma trampa, mas conhecia-se o cheiro.

        Gostar

      • 5 Junho, 2016 12:36

        De acordo. A “autonomia das escolas” é uma expressão usada para designar o direito a comprarem uma resma de papel, não mais que isso.

        Liked by 1 person

  5. licas permalink
    5 Junho, 2016 13:28

    É a força da Lógica:
    Raúl Castro afirma que Cuba jamais regressará à OUA (Organização dos Estados Americanos)
    _____De facto, perante todas aquelas Repúblicas Eletivas, qual seria o papel
    de uma Monarquia Hereditária e Absoluta?

    Gostar

  6. licas permalink
    5 Junho, 2016 13:35

    Digo: OEA

    Gostar

  7. José Coimbra permalink
    5 Junho, 2016 14:12

    Falta o principal: quem quer os filhos na privada que pague e não o faça à custa dos nossos impostos. Este é verdadeiramente o único que usam; Ah, já me esquecia: a Sta. constituição manda

    Gostar

    • 5 Junho, 2016 14:33

      A Sta. Constituição que diz sobre dupla tributação?

      Liked by 1 person

      • José Coimbra permalink
        5 Junho, 2016 16:58

        Vêm com o art. 75º “o Estado criará uma rede de estabelecimentos públicos de ensino que cubra as necessidades de toda a população”
        Para ele públicos são os do estado e ponto final.

        Gostar

  8. oscar maximo permalink
    5 Junho, 2016 14:30

    Mais um argumento, o meu: Não gosto de ratos da sacristia a ensinar crianças, por obrigatóriedade. Mas a solução que defendo é, havendo menos alunos, diminuir o numero de professores publicos e privados, nada de horários zero no publico.

    Gostar

  9. manuel branco permalink
    5 Junho, 2016 15:22

    e porque é que alguém que não tem filhos não deve ter direito a dedução no irs porque não onera o estado com pimpolhos? só se for por causa das reformas futuras que não vão ver, mais então é mais uma razão para a dedução.

    andaram, enquanto rendeu – e com razão – a vociferar contra o 44 por causa das ppp. Pois este negócio são ppp. economia de rendas – viver à conta do contribuinte – se alguma coisa toda esta história mostra é como pela calada da noite ou do dia se arranjam boas fontes de rendimento.

    Gostar

    • 5 Junho, 2016 15:43

      Há quem não tenha sequer animais domésticos e não deduza descontos para os descontos do IVA dos bichinhos.

      E ainda falta o SNS para animal doméstico que o PAN deve estar a tratar.

      Por outro lado, também gostava de saber a diferença entre os meus descontos se forem para apoiar escola pública no Restelo ou na Parque da Expo ou escola pública sem funcionários públicos para quem não tem dinheiro para viver em coutada de ricos.

      Liked by 1 person

    • 5 Junho, 2016 15:47

      Sim! Porque não tem benefício fiscal por não ter filhos? Realmente é uma boa questão.

      A minha teoria é que isso não fomenta a política de adopção de um refugiado.

      Liked by 1 person

    • 5 Junho, 2016 16:45

      “E porque é que alguém que não tem filhos não deve ter direito a dedução no irs porque não onera o estado com pimpolhos?
      Pela mesma razão, Manuel Branco, que os indivíduos sãos não podem deduzir no IRS despesas de saúde. Parece-me fácil de perceber.
      Por outro lado, se não nascerem pimpolhos, na sua velhice não vai ter reforma, assim como, se estiver doente, não terá subsídio de doença, e por aí fora…

      Gostar

  10. 5 Junho, 2016 15:36

    Pronto(s), acabou o congresso da “família socialista” supervisionado in loco pelo mandante BE.

    Gostar

  11. manuel branco permalink
    5 Junho, 2016 15:50

    mjrb, fale do que quiser. eu não tenho que alimentar pseudo-empresários ou obras caritativas que só sabem viver à custa do contribuinte. A FENPROF é má? pois é, mas só me faltava ter que aguentar o sindicalismo da fenprof e ainda por cima as negociatas drapaziada que pela calada consegue arranjar rendas à custa do zé pagode. já chega! vão trabalhar. até aceito que em zonas rurais façam sentido os contratos de associação, mas em lisboa ou coimbra é mesmo comer dos impostos dos outros.

    e já agora, pois que anda por aqui a apregoar a “social-democracia” à Eurico de melo: bem mais social-democrata era Salazar. Social e democrata, as duas vertentes, basta pensar que todos os ricos do tempo do botas andavam na escola pública, nos liceus, não tinham que emigrar para colégios de padres. e morreu pobre.

    Gostar

  12. 5 Junho, 2016 16:24

    Ah ah ah ! ! !
    .
    Estão à rasquinha!
    .
    Queres colégio privado com escola pública ao lado?!
    .
    PAGA ! ! ! !

    Gostar

    • 5 Junho, 2016 16:38

      Querem pois. Na EXPO até acham que as públicas são poucas e ninguém é obrigado a pagar colégios.

      Gostar

    • 5 Junho, 2016 16:39

      À rasquinha vivem os rascas públicos que não sabem mais nada.

      Gostar

    • 5 Junho, 2016 16:40

      Liked by 1 person

      • 5 Junho, 2016 16:47

        Num dos comentários nesse blog:
        .
        Anónimo 23.07.2015 15:10
        é mesmo inacreditável.
        há inclusivamente miúdos com irmãos nas escolas da Expo, N ou S, q não têm vaga. o lobby das privadas e a falta de vontade política deste querido governo para construir a put&%$&%#&%& da escola são absolutamente vergonhosos.
        .
        .
        Repare na data do comentário.
        .
        Repare na passagem “… o lobby das privadas e a falta de vontade política deste querido governo…”
        .
        Obrigado!

        Gostar

      • 5 Junho, 2016 16:51

        É o lobby das públicas. Construíram escolas públicas dentro da EXPO e levaram à falência os colégios que existiam na zona e que serviam bem toda a população.

        Para quê?

        Deve ser para o Estado cumprir a tal da boa da função de justiça social.

        Só pode.

        Escolas do Estado para betas perdigotas porque a Constituição diz.

        Escolas públicas com gestão privada são para fechar- sejam ricos e comprem casa em bairro de luxo, se querem coutada estatal para VIPs.

        Gostar

      • 5 Junho, 2016 16:54

        Como és retardado mental nem percebeste o que aí está escrito.

        O que está escrito é que o Estado abre escolas nos bairros mais caros das principais cidades e depois só têm direito a elas quem lá vive.

        Deve fazer parte dos planos de poupança. Ou então os desgraçados dos patos-bravos esfomeados exigem mais festa e o betão se não for público é como o papel higiénico- está a dar lucro a algum porco capitalista que não trabalha para o Estado.

        Gostar

      • 5 Junho, 2016 16:54

        Se serviam bem toda (?) a população, porque faliram?

        Gostar

      • 5 Junho, 2016 16:59

        zazie:
        .
        eu já estava a estranhar V. Ex.ª manter uma argumentação sem ofensas.
        .
        Assim, resta-me informá-la que qualquer comentário em que surja a sua focinheira no avatar, não será sequer lido.
        .
        Asseguro-lhe tal com a consideração, evitando-lhe perder tempo a escrever julgando que também perco o meu a ler.
        .
        Com os melhores cumprimentos,
        .
        Ponto

        Gostar

      • 5 Junho, 2016 19:31

        Faliram porque tudo à borla e de luxo sempre é melhor, seja rico, seja pobre.

        Gostar

      • 5 Junho, 2016 19:32

        Focinheira tem a tua mãe, ó imbecil.
        És um lambe-estado de merda.

        Gostar

    • 5 Junho, 2016 17:16

      Eu pagar até pago, vejo é que é um desperdício.

      Liked by 1 person

  13. 5 Junho, 2016 17:26

    Manuel Branco,15:50,

    No Blas não “falo”, escrevo. Isso, sobre o que quiser.

    Talvez ainda não notou, mas vc., eu, todos os contribuintes, alimentamos indevidamente muita coisa e muitos coisos pseudo ou não. É uma das funções dos partidos do “arco da governação”, alimentar a manjedoura partidária mais os lobbys.

    Sobre esta luta colégios privados vs governo vs colégios, todos HOJE, 05 de Junho, têm a sua razão. No próximo ano lectivo se verá.

    Gostar

    • Monti permalink
      5 Junho, 2016 18:25

      Assim falava Zaratrusta. Com o deixa andar de 230 cérebros da Assembleia Nacional, o monstro do Bloco (central) foi deixando criar o monstrozinho público-privado. Racionalidade à parte, tinha que dar nisto. Agora sob a forma de conflito vermelho-amarelo. That is the economy…ainda.

      Gostar

  14. Arlindo da Costa permalink
    5 Junho, 2016 20:39

    Na bolchevista Alemanha esta polémica dos «amarelos» não existe. Lá existe a ESCOLA PÙBLICA.

    E parece que são o país com mais «massa cinzenta» por metro quadrado.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: