Skip to content

Dão-se explicações de francês a jornalistas

13 Fevereiro, 2017

O facto de o francês ser uma língua mais desconhecida em Portugal que o sânscrito leva a que caia um extraordinário manto de silêncio sobre o que está a acontecer em Seine-Saint-Denis. Para combater tal lacuna proponho que os raros conhecedores desse bizarro idioma que é o francês se voluntariem para dar explicações de francês. Por mim só não me peçam para perorar sobre os acentos naquela ortografia que tem muito que se lhe diga.  Mas também Seine-Saint-Denis, Bobigny e Argenteuil não levam acento algum.

Anúncios
4 comentários leave one →
  1. Arlindo da Costa permalink
    13 Fevereiro, 2017 16:36

    Sou da geração do English e do Alemão.

    O francês é cena que não me assiste.

    Gostar

  2. lucklucky permalink
    13 Fevereiro, 2017 18:46

    Os jornalistas precisam de censurar para não perturbar a narrativa.

    Liked by 2 people

  3. Juromenha permalink
    13 Fevereiro, 2017 19:11

    Num conceito mais alargado :”Quando os factos negam a teoria, nega-se a realidade aos factos”.
    Cristalino : não se escrevendo e, sobretudo, não se mostrando, ” aquelas coisas” não existem, pura e simplesmente.

    Liked by 1 person

  4. sam permalink
    13 Fevereiro, 2017 19:36

    Mais se admira o silêncio sabendo que o affaire Théo parecia ter tudo para animar as hostes de esquerda…

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: