Skip to content

No PREC ainda nos deixavam levar 20 contos

22 Fevereiro, 2017

Continuem assim continuem que aos milhões que voaram mais milhões se juntarão. Desde Abril de 1974 que as élites portuguesas passaram a ter dinheiro fora do país.

Advertisements
15 comentários leave one →
  1. Arlindo da Costa permalink
    22 Fevereiro, 2017 18:54

    Durante o governo de Passos & Portas era tal a confiança no país e nos seus governantes que as élites tugas – corruptas e que sempre sacaram do Estado – puseram logo muito dinheiro lá fora.

    Claro que o Vasco Gonçalves era mais confiável que aquele bando de extremistas neo-comunistas à moda do Minho que governaram «este» país desde 2011 a 2015.

    Uma pesada herança que essa gente deixou aos portugueses.

    Gostar

    • 22 Fevereiro, 2017 19:17

      ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ

      Gostar

    • ABC permalink
      22 Fevereiro, 2017 19:51

      Também escrevias nos blogs do Sócrates?

      Gostar

    • 22 Fevereiro, 2017 20:20

      > “o Vasco Gonçalves era mais confiável”

      – O caso do “Jornal Português de Economia & Finanças” é paradigmático: foi suspenso por dois meses e obrigado a pagar pesada multa por ter publicado o seguinte suelto:

      • «Quando reabre a Bolsa de Lisboa? Sim, porque nem todos tiveram o dom adivinhatório do 25 de Abril».

      – Compreende-se a pena aplicada ao «JPE&F»:

      ~ o ‘Companheiro/Camarada’ Vasco Gonçalves, sócio da Casa de Câmbios Vítor Gonçalves, nas vésperas do 25 de Abril, vendeu os seus milhares de acções e colocado na Suíça a grossa maquia assim realizada.

      Gostar

    • bst permalink
      22 Fevereiro, 2017 21:34

      10 000 milhoes em 4 anos? Muito? Não.
      No tempo de Guterres saíram o equivalente a 25 0000 milhões de euros em apenas 15 meses.
      Os números são públicos, verifique.

      Gostar

  2. LTR permalink
    22 Fevereiro, 2017 20:17

    O PM terá algum tipo de informação que lhe permita concluir que o dinheiro representa fuga ao fisco, ou inventou? É que das duas uma: ou sabia previamente do assunto, ou o que fez hoje no parlamento é mais em modo rasteiro. É curioso, porque o secretário de estado (desta vez todo contente com uma investigação) diz que não sabe de pormenores e só pode falar depois.

    A CGD tem uma “Sucursal Offshore de Macau”, não tem?
    Devemos assumir o quê, neste caso?
    Que é uma entidade de índole criminosa?
    É isto?
    Será que o meu país não dá para mais?

    Liked by 1 person

  3. LTR permalink
    22 Fevereiro, 2017 20:22

    “CGD transfere operações da Madeira para as ilhas Caimão ”

    “CGD sai da Zona Franca da Madeira e vai para o offshore das ilhas caimão”

    “PCP quer explicações sobre presença da CGD em offshore” (2011)

    Liked by 1 person

  4. LTR permalink
    22 Fevereiro, 2017 20:39

    Há várias coisas interessantes no discurso de hoje:

    – O PM compara com penhora de casas resultantes de uma execução por dívidas ou incumprimento, o que significa que já sabe que os 10.000 M são de movimentos de fuga ao fisco a que caberia punição (já teve acesso a detalhes, ou está a inventar)
    – Dá a impressão que o PM já sabe que o governo anterior sabia

    E veio mesmo na hora H: “Hoje essas informações estão publicadas porque o nosso Governo fez publicar aquilo que, durante quatro anos, aguardou publicação”.

    Quando se começarem a levantar pedras vai ser como com os Panamá Papers, depois das eleições autárquicas.

    Gostar

  5. 22 Fevereiro, 2017 21:24

    Voaram entre 2011 e 2014, informou o MFinanças. Ora, o anterior governo entrou em funções no final de 2011. Toda essa massaroca terá saído unicamente após a tomada de posse do PPCoelho ou também antes ?
    A indignação do PPCoelho hoje na ARepública indicia que sabe algo que incomoda o AC-DC.

    Gostar

    • LTR permalink
      22 Fevereiro, 2017 21:33

      É como digo – vai desaparecer tipo Panamá Papers 🙂

      Liked by 1 person

      • 22 Fevereiro, 2017 21:41

        Muito provavelmente isso.

        E se houver atrapalhação do governo da geringonça por o PSD e o PP quererem investigar tudinho, pior, se afinal as virgens ofendidas e acusadoras também estiverem implicadas na “matéria”, provavelmente opor-se-ão a mais uma e outra CInquérito parlamentar com a benção do MCThomaz que dará por encerrado o incómodo. E siga o baile.

        Liked by 1 person

  6. 22 Fevereiro, 2017 21:36

    Confusão minha ou muuiiiiiito dinheiro tuga colocado (legal e ilegalmente) fora do país não foi só por causa do PREC nem só na década seguinte…
    Claro que há élites (pouquíssimas) económicas, financeiras em Portugal. Mas quantidade considerável assim assumidas pelos próprios, mantidas por governos e invejadas pelos tugas, são desprezíveis. Dias Loureiro, Jardim Gonçalves, Oliveira e Costa, Ricardo Salgado & outros fazem parte das “elites” destacadas pela HMatos ? Outrora, quem os recusava em qualquer local ?

    Liked by 1 person

  7. 22 Fevereiro, 2017 22:26

    qual elite ? quem põe o dinheiro fora do país nas últimas décadas é quem nos rouba . a única actividade que dá dinheiro a sério é a politica e advogacia associada a política. anda tudo a dormir ou quê?

    Liked by 1 person

  8. JMJ permalink
    24 Fevereiro, 2017 14:08

    Às “elites portuguesas” proponho dois caminhos:

    deixarem de ser elites (e pagarem impostos como todos os que vivem a contar os dias para o fim do mês)

    Ou deixarem de ser portuguesas e partirem bem para longe (ficando o país com as suas rendas).

    por mim, estimo que se fodam…

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: