Skip to content

Os offshores, essa coisa hedionda e tenebrosa

22 Fevereiro, 2017
by

O artigo do Público dos 10 bi constitui um caso típico de notícia encomendada, puro spin para posterior exploração política. Se o tema meter offshores, existe campo aberto para a demagogia mais rasteira e para fomentar a indignação fácil da populaça.

Mas isto é um não assunto e parece que o “crime” maior reside na falta de divulgação estatística das transferências e na eventual não cobrança de impostos (quais?). Certo é que a informação reside toda na Autoridade Tributária (AT) e no Banco de Portugal, estando os Bancos, sociedades financeiras ou qualquer outra entidade prestadora de serviços de pagamento, obrigados ao envio periódico da informação.

Para a AT, as referidas entidades remetem anualmente o Modelo 38 (Declaração de Operações Transfronteiras) que, entre outras especificações, identifica o ordenante, o destinatário e o motivo da operação. Este é detalhado através dos Purpose Code do ISO 20022. Refira-se que o Modelo 38, tal como a generalidade das declarações fiscais, é transmitido através do Portal das Finanças via upload de ficheiros, ficando desde logo disponível no sistema central da AT para todo e qualquer tratamento estatístico que se pretenda fazer.

Ou seja, o governo está cansado de saber quem transferiu os 10 bi, quais os beneficiários e os motivos das transferências. Tal como sabe que as mesmas não podem ser obstaculizadas, pois elas são objecto apenas de comunicação e não de autorização prévia. Agitar o espantalho das offshores é usual na extrema esquerda com o objectivo último de tornar aceitável pela opinião pública o controlo de capitais. Quando tal for atingido, os capitais continuarão a sair mas deixarão definitivamente de entrar.

Claro que isto não passa de cortina de fumo para ofuscar o tema dos créditos problemáticos da CGD e o folhetim Domingues/SMSs e a responsabilidade da troika Marcelo/Costa/Centeno. Ter uma imprensa amestrada, sempre disponível para divulgar estas patranhas e inventar a ridicularia dos Lisbon Papers, naturalmente que dá jeito. É tudo tão óbvio…

Anúncios
23 comentários leave one →
  1. Rão Arques permalink
    22 Fevereiro, 2017 23:07

    O Dr.Costa não acharia mais prudente aquietar o seu estilo trauliteiro e perante a disponibilidade de Passos para ser questionado em qualquer fórum para que seja convocado, aguardar que se apurem culpas? Ou acha que eventuais responsabilidades suas na trapalhada da caixa se diluem quando deriva para a desculpa de tricas, fugindo do apuramento da verdade como o mafarrico foge da cruzeta? Siga o exemplo do carater de Passos e faça um ensaio para se portar com a decência que o cargo onde se plantou exige. Finalizando, alguém acredita que Costa não saiba quem pagou a conta dos advogados do Dr. Domingues? Chamem a policia!

    Liked by 1 person

  2. Arlindo da Costa permalink
    22 Fevereiro, 2017 23:15

    O que eu sei é que durante a «gestão» governativa do governo neo-comunista de Passos & portas, desde 2011 a 2015, provocou uma intensa fuga de capitais…

    Porque será?????????????????????????????????????????????????????

    Gostar

    • sam permalink
      23 Fevereiro, 2017 16:25

      E o que tu sabes também, Arlindinho, é que no primeiro ano da “gestão” da geringonça o valor do capital em fuga duplicou.

      Continua a fazer de burro…

      Liked by 1 person

  3. 23 Fevereiro, 2017 00:42

    Não dizer o que o mais simples leitor percebeu – que o dão sebastião Costa convidou o sr Domingues, esconde-se o mais que pode e teme que se atraiçoar demais o tlo Centeno, este pode fazer o que o Domingues está fazer : meter a boca no trombone; por enquanto só a experimentar o som.

    Gostar

  4. sam permalink
    23 Fevereiro, 2017 01:20

    Pode ser cortina de fumo, mas a verdade é que as transferências não foram divulgadas.
    Quem é que meteu os modelos no fundo da gaveta e porquê?
    O Paulo Núncio diz que não sabe de nada. Quem foi, então?

    Gostar

    • LTR permalink
      23 Fevereiro, 2017 08:10

      E o PM, já sabe quem foi? É que pelo discurso, parece. Começa logo com o facto de que para fazer acusações a Passos Coelho já tem de saber que os factos ocorreram apenas após as eleições de 2011, caso contrário pode tê-lo acusado por uma coisa que começou quando o PS ainda era governo.

      Gostar

      • sam permalink
        23 Fevereiro, 2017 13:28

        Sabe-se que as transferências foram comunicadas à AT
        Sabe-se que não foram divulgadas pela AT.
        Falta saber se foram analisadas e cruzadas pela AT.
        O resto é palhaçada do Costa,

        Gostar

      • sam permalink
        23 Fevereiro, 2017 14:14

        E acabei de saber ainda que a notícia já tinha sido publicada há um ano.
        Filhos da puta.

        Liked by 1 person

  5. lucklucky permalink
    23 Fevereiro, 2017 01:43

    E o Jornal Publico. Não é preciso dizer mais nada.

    Note-se que aqui já não há “alegados”

    Gostar

  6. LTR permalink
    23 Fevereiro, 2017 08:05

    Como é que ele sabe que o dinheiro envolvido nas operações corresponde a fuga ao fisco ao ponto de equiparar os procedimentos não executados pela AT com os casos de penhoras de casas, que necessariamente envolvem dívidas fiscais ou incumprimentos de diversa natureza?

    Desde quando é que ele tem estas informações?

    Gostar

  7. LTR permalink
    23 Fevereiro, 2017 08:13

    Também já há comentadores na TV a explicar ao povo que se saiu dinheiro para offshores é porque não pagaram imposto. Novamente, pode ter havido fuga, mas como é que tanta gente já sabe?

    Gostar

    • 23 Fevereiro, 2017 09:21

      Desde quando é que as transferências de capitais pagam imposto?

      Gostar

      • LTR permalink
        23 Fevereiro, 2017 10:16

        Isso pergunto eu, quando vejo dois convidados mais a Ana Lourenço num estúdio da RTP e ninguém pia sobre a dedução quando um convidado diz que se há transferência, há impostos que não foram pagos. É que nem sequer serviria como método para esconder uma prévia fuga aos impostos, assumindo esse caso. O outro convidado, que ficou muito sorridente, era do BE 🙂

        Gostar

  8. 23 Fevereiro, 2017 08:22

    Nunca acompanhei com muito detalhe esta palhaçada das off shores mas recordo que havia um pasquim (em Portugal chamam jornal de referência) que ia publicar a lista completa dos portugueses no Panama Papers.
    Creio que lhes falhou a tinta ao 2º dia de publicação e nunca mais se soube quem eram os tugas que tinham o dinheiro lá pelo Panamá.

    Agora voltaram ao tema.

    Não vale a pena perdermos muito tempo com isto porque daqui a uns dias é um assunto encerrado. Ninguém se lembra mais disso e nem a geringonça quer saber.

    Liked by 1 person

  9. José Domingos permalink
    23 Fevereiro, 2017 09:09

    Apareceu o nome de algum pulhitico, cá do burgo, de esquerda e então os papers, deixaram de ter piada.
    Bom bom, é quando é malta da direita…..

    Liked by 1 person

  10. Baptista da Silva permalink
    23 Fevereiro, 2017 09:24

    Se abrirem conta numa casa de apostas on-line o dinheiro que lá colocarem vai directo para uma off-shore e nem isso querem ver, é tão fácil isso acontecer, até compras no ebay via paypal, vocês sabem qual o destino do dinheiro? Pois, off-shore.

    Gostar

  11. 23 Fevereiro, 2017 09:44

    O povo ainda não fechou a boca com o escândalo dos sms. Por isso chamam à discussão ninharias como essa dos offshore…
    Já um empresário que quer comprar cinco camiões tir de sapatos Camel produzidos em Portugal, na sua fábrica, não pode reforçar a sua conta nas Ilhas Caimão com 2 milhões de euros…
    Desde quando é proibido comprar sapatos a si próprio?

    Gostar

  12. Ana Vasconcelos permalink
    23 Fevereiro, 2017 10:16

    Eu até acho muito bem que se discutam off shores e quem é que as usa, principalmente tendo em conta os casos Sócrates e BES e muitos outros.

    Gostar

    • LTR permalink
      23 Fevereiro, 2017 10:24

      Quem usa:

      “CGD transfere operações da Madeira para as ilhas Caimão”

      Gostar

  13. 23 Fevereiro, 2017 12:19

    Já se sabe quem são os jornalistas envolvidos nos Panama Papers?
    Se calhar o dinheiro foi enviado para eles!

    Liked by 1 person

  14. ABC permalink
    23 Fevereiro, 2017 13:18

    E onde está a lista dos avençados do BES? Eram políticos e jornalistas, e seria bom saber quantos continuam no activo, e quem lhes paga agora.

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: