Skip to content

Enfim, Sevilha é do outro lado do mundo…

14 Abril, 2017

1492155054618114921550829027

e em Espanha fala-se uma língua que ninguém domina. Certamente por isso não se conseguem noticiar os incidentes nas procissões (madrugá) desta noite em Sevilha

Varios de los detenidos por las estampidas de la Madrugá de Sevilla gritaron “Alá es grande”

Ocho detenidos y 17 heridos, uno de ellos grave, por las estampidas en la ‘Madrugá’ de Sevilla

Ocho detenidos por desórdenes en la Madrugá de la Semana Santa de Sevilla

Anúncios
43 comentários leave one →
  1. 14 Abril, 2017 21:30

    C’um caraças

    Gostar

    • alex.soares permalink
      14 Abril, 2017 21:47

      Está a chegar a hora.
      E não é que desta vez não me lembro mesmo de ouvir ou ver uma notícia sobre o assunto? O que é que se está a passar porque algo se passa.
      Volta Afonso h. traz a espada grande e o luis vaz, que mesmo só com um olho via mais que os nossos “jornaleiros” com três.
      Começo a desconfiar do motivo porque tiraram “Os Lusíadas” das escolas, que filhos de cadelas lá virão nomeados.

      Gostar

  2. José Domingos permalink
    14 Abril, 2017 22:12

    O jornalixo cá do burgo, têm ordens para não falar disto, os comissários politicos das redacções, censuram.
    Na hipótese de alguém, inocente, perguntar alguma coisa, o jornalixo diz que eram vendedores de gelados, mas não percebeu o preço.

    Liked by 1 person

    • licas permalink
      14 Abril, 2017 23:02

      Censuram?
      Mas que ideia, , ,
      Pelo menos nos Bla sfemias tal opção seria inconcebível.

      Gostar

  3. 14 Abril, 2017 22:49

    Se no levante, em africa e no medio oriente o cristianismo está a ser exterminado, na europa está sobre forte ataque quer dos anti-cristãos ateus quer dos maometanos que nos invadem ano após ano. Há muitos anos que os lideres islâmicos afirmam publicamente ( lembro-me de Kadafi e agora Erdrogan) que o seu objectivo é invadir para submeter a europa ao poderoso islão. Aos poucos e poucos isso está a acontecer. Resta saber se os europeus ainda têm forças para defender o seu modo de vida, ou se em troca de uma paz podre se vão submeter ao islão.

    Gostar

  4. licas permalink
    14 Abril, 2017 23:10

    Malasartes

    Ladrão que rouba ladrão. . .
    A Ribeiro agarra a massa
    Do Tomé que já não passa
    D´um cadáver em podridão:
    Fica a ver navios a filha
    Que até os dentes rilha.

    Dá-o a guardar ao Duarte
    Que lhe trata do negócio,
    Por favor, mas não por sócio,
    Que dele não tinha parte:
    Clama ao jurista o quinhão
    Do que já tinha na mão.

    Grita a velha zangada:
    Na cabeça e no peito
    Leva com tiros a eito,
    Mas que grande salganhada.
    Anda o Lima em Processo
    Quiçá lhe seja adverso

    Matar é sempre foleiro
    E para mais por dinheiro

    licas fecit

    Gostar

  5. Juromenha permalink
    14 Abril, 2017 23:20

    O busilis da questão está nos “detenidos” : locais, hora e motivações , a palavra deveria ser “muertos”.

    Gostar

  6. lucklucky permalink
    14 Abril, 2017 23:20

    Esquerda Marxista aliada ao Islamismo.

    Liked by 1 person

  7. lucklucky permalink
    14 Abril, 2017 23:28

    Quanto tempo falta para ser impossível ser cristão em Espanha?
    O Real Madrid já tirou a cruz do símbolo.

    Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      14 Abril, 2017 23:29

      Ou vermos como sem Sevilha manifestações da Esquerda Marxista a atacar os peregrinos a Fátima.

      Se Fátima fosse numa grande cidade até provavelmente já estaria a acontecer.

      Liked by 1 person

  8. A. R permalink
    14 Abril, 2017 23:53

    Ora o islão é paz, harmonia, amor e tolerância. Assim era o comunismo e o nazismo que, infelizmente, foram mal interpretados e implementados.

    Gostar

    • piscoiso permalink
      15 Abril, 2017 09:37

      Assim era o cristianismo na Inquisição.

      Gostar

      • 15 Abril, 2017 10:09

        Na altura também não passava nas televisões, o que só demonstra o quão certeiro foi esse comentário (que só peca por não referir o testemunho em primeira mão da extinção por discriminação sexual dos neandertais).

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        15 Abril, 2017 14:14

        e antes das cruzadas e da inquisição era o quê o islamismo? paz e amor piscoisal? foi essa história da carochinha que a tia contou ao sobrinho

        Gostar

  9. licas permalink
    15 Abril, 2017 00:09

    São os tais sistemas políticos a que a espécie
    teima a não acomodar-se apenas porque somos imperfeitos, estúpidos, limitados, claro está.
    Bem tentaram as chefias, por meio das “Mocidades/Juventudes”, moldar as crianças
    para as tornar “homens novos” , mas foi decididamente debalde.
    Uma mudança genética global exige milhões de gerações: “so sorry”…

    Gostar

  10. Arlindo da Costa permalink
    15 Abril, 2017 00:30

    Lá em cima um palhaço que afirma tolamente : «esquerda marxista aliada ao islamismo»….:
    Ó caramelo não sabes que o Marxismo considera a Religião (todas) o «ópio do povo».
    E não sabes que Karl Marx era judeu, assim como quase todos os líderes revolucionários marxistas (comunistas e sociais-democratas) da Rússia, Alemanha, França, Polónia, etc. eram quase todos JUDEUS, há época?????
    O melhor mesmo é ires apanhar ovos da Páscoa ou te inscreveres nalgum sanatório!!!!!

    Gostar

    • lucklucky permalink
      15 Abril, 2017 00:55

      Gostas tanto de mostrar-te um ignorante Arlindo?

      Karl Marx queria um mundo sem Judeus muito antes de Hitler e dos Nazis.
      Escreveu-o em Um Mundo sem Judeus.
      Escreveu-o na crítica a Bauer e em muitos outros textos e em correspondência privada.

      Para Karl Marx os Judeus eram a raça que mais se identificava com o Capitalismo que ele queria destruir.
      Karl Marx queria eliminar todos os diferentes que por serem diferentes “estragavam” a opressão igualitária que ele desejava.

      Gostar

      • lucklucky permalink
        15 Abril, 2017 01:30

        Podes ler algumas coisas edificantes que Marx escreveu aqui:

        http://hurryupharry.org/2009/05/12/KARL-MARX-RADICAL-ANTISEMITISM/

        E como o “homem branco” é hoje parte dos “judeus” para a Esquerda Marxista hoje que pulula pelas Universidades toma cuidado Arlindo.

        Podes ser um dos atingidos no próximo Progrom pelos teus compagnons de route.

        Nada de novo não é Arlindo?
        Boa parte dos Comunistas assinados foram atacados e assassinados por outros Comunistas.
        Tal como são os Muçulmanos as mais numerosas vítimas dos Islamistas.

        É o que acontece em “Religiões” Totalitárias.

        Gostar

    • Tiradentes permalink
      15 Abril, 2017 07:32

      Ó palhaço…que nunca deves ter lido o materialismo dialéctico..e se tivesses lido também não o compreenderias. Não sabes que todos os meios são legítimos para atingir os fins do marxismo? Os aliados de hoje serão os nossos inimigos de amanhã, desde que nos ajudem a eliminar os outros inimigos.
      Marx era judeu, claro que era de origem. Contra o judaísmo? visceralmente. Esqueceste a parte em que ele casou com uma aristocrata…seria um aristocrata? também esqueceste que ele nunca trabalhou…seria um trabalhador da classe operária? Esqueceste que o gajo era alemão….seria um nazi? esqueceste que os filhos se suicidaram…seria um bom chefe de família? Esqueceste que para ele africanos, ciganos e outras “sub-raças” seriam incapazes de atingir a plenitude do comunismo pelo que deveriam servir os seus senhores comunistas nessa condição?
      Só aprendes o que dizem naquela offshore da Quinta da Atalaia?

      Gostar

  11. Carneiro permalink
    15 Abril, 2017 00:33

    Se fosse ao contrario, o Carlos Daniel já andava a desfilar na av. dos Aliados com um cartaz ao pescoço Je suis Mohamed

    Gostar

  12. EMS permalink
    15 Abril, 2017 01:12

    Sei que é pouco mas devemos dar os parabéns ao nosso serviço público de televisão.
    Isso mesmo. Um órgão de comunicação social controlado pela esquerda foi o unico, até agora, a divulgar esse acontecimento.

    https://www.rtp.pt/noticias/mundo/trinta-feridos-nas-procissoes-pascais-em-sevilha_v995413

    Gostar

    • lucklucky permalink
      15 Abril, 2017 01:35

      “vários indivíduos” então desta vez não foram “activistas” para o jornalista?

      Gostar

    • Carneiro permalink
      15 Abril, 2017 11:22

      Ontem apenas tinha percebido que a RTP se tinha referido a “varios indivíduos”. Por acaso até comentei para um dos meus filhos que “deve ter sido alguma gaja do podemos que se pôs a mijar na rua de perna aberta”. Nunca pensei que o terrorismo islamico ja se tivesse instalado como acontece em alguns lugares sagrados de Jerusalem comuns às 3 religiões onde mulheres e raparigas muçulmanas perseguem Judeus e Cristãos gritando “Alá é grande” para perturbar a visita.
      Isto é um acto fascista. E quando acontecer por cá, tem que ser resolvido pelos próprios interessados à paulada. Por muito que os fascistas vermelhos fiquem incomodados.
      Estou-me a borrifar para Fátima. Não acredito naquilo. Mas como fenómeno de Liberdade Religiosa estou na disposição de ir para lá com um taco de basebol se for preciso ir defender o Direito. Em Agosto de 1975 também foi preciso fazer qualquer coisa

      Gostar

  13. Arlindo da Costa permalink
    15 Abril, 2017 02:01

    Não digas tolices, Lucklucky!
    Toma os comprimidos Dr. Bayard!

    Gostar

    • sam permalink
      15 Abril, 2017 08:16

      Enquanto mamas uma colherzinha de caviar, Arlindinho…

      Gostar

    • jmpg permalink
      15 Abril, 2017 11:18

      Porquê comprimidos Bayard . Não tem nexo .

      Gostar

    • lucklucky permalink
      16 Abril, 2017 02:29

      O Arlindo sofre de falta de cultura.
      Nem sabe sequer a História da Esquerda Marxista, o furioso anti-judaísmo de Karl Marx.
      ou então não teria posto a pata na poça….

      Gostar

  14. sam permalink
    15 Abril, 2017 08:36

    Andam a tentar o mesmo tipo de brincadeiras com o Cristo de Mena, mas aí outro galo canta.
    A ver como corre o desfile no dia 22…

    Gostar

  15. A. R permalink
    15 Abril, 2017 08:44

    Não vale a pena perderem o tempo com o Arlindo: burro velho não aprende línguas e, se virem, termina sempre da mesma forma erudita uma lição que lhe dão de borla.

    Gostar

    • sam permalink
      15 Abril, 2017 09:24

      E no entanto, são os Arlindinhos os verdadeiros DDT…

      Gostar

    • Tiro ao Alvo permalink
      15 Abril, 2017 12:21

      Concordo consigo A.R.. O Arlindo não merece que se lhe treta. Não passa de um provocador. Barato.

      Gostar

    • Sem Norte permalink
      16 Abril, 2017 01:16

      Este AR é mesmo burro ao chamar de burro o Arlindo, este Arlindo é um esperto que pertence á função pública e devido ao sindicato não precisa de trabalhar está isento, o único trabalho dele é comentar através de vários nicks na net, e ainda achas ele de burro. Burros são os privados que continuam a pagar as quotas dos sindicalistas da função pública.

      Gostar

  16. Vitor permalink
    15 Abril, 2017 09:03

    Mais uma vez se prova que está em curso uma aliança entre os marxistas e o islão radical para apagar da Europa a herança judaico-cristã.

    Gostar

  17. sam permalink
    15 Abril, 2017 09:28

    O medo está a entranhar-se.

    Gostar

  18. Expatriado permalink
    15 Abril, 2017 11:30

    A ler com atenção!!

    “…Sempre que meia dúzia de transeuntes são trucidados numa cidade europeia, a primeira fase consiste em proclamar que nada indica tratar-se de um acto terrorista. Numa segunda fase, aceita-se que, se calhar, até foi um acto terrorista. A terceira fase implica atribuir a matança exclusivamente à arma utilizada, seja um pechisbeque explosivo, uma faca ou um camião (a frase “camião abalroa X pessoas” tornou-se um clássico do jornalismo cauteloso e da dissimulação). Na quarta fase, descobre-se, não sem algum espanto, que o explosivo, a faca ou o camião tinham alguém a manobrá-los, embora haja pressa em adiantar que as motivações do manobrador permanecem obscuras. Na quinta fase, o espanto redobra quando se percebe que o nome do homicida é Abdullah, Ahmed, Ali, Assan, Atwah, Aymen (noto que ainda não chegamos aos “bb”) ou algo com ressonância pouco latina, anglo-saxónica ou asiática. A sexta fase envolve um questionário aos conhecidos de Abdullah, que o caracterizam como uma jóia de rapaz. Na sétima fase, suspeita-se que a jóia afinal viajara recentemente para a Síria e participava em “sites” de ligeira influência “jihadista”, onde jurava matar os infiéis que se lhe atravessassem à frente (uma promessa literal no caso da utilização de camiões). A oitava fase decide que Abdullah se “radicalizara”, ou seja, jurara devoção ao Estado Islâmico, a que chamamos Daesh só por pirraça. A nona fase estebelece que Abdullah, ele mesmo um infeliz afectado por distúrbios psiquiátricos ou discriminação social ou ambos em simultâneo, não representa o islão, por muito que o próprio afirme aos berros o contrário. A décima fase é essencial: aos tremeliques, o poder político declara que nunca cederá ao medo; os jornais desenham capas giras e vagas a propósito; o povo sai à rua a cantar o “Imagine” ou fica no Facebook a “solidarizar-se” com as vítimas sem referir os culpados….”

    http://observador.pt/opiniao/o-terrorismo-islamico-nunca-existiu/

    Liked by 1 person

    • ABC permalink
      15 Abril, 2017 14:19

      Acontece que a maioria percebe logo na primeira fase quem são os responsáveis e a mando de quem agem. Quando leio o cabeçalho das notícias não preciso de mais.

      Gostar

  19. Expatriado permalink
    15 Abril, 2017 11:47

    http://observador.pt/opiniao/o-cristianismo-arrancado-pelas-raizes/

    “As elites europeias, com o seu desinteresse pelo destino da cristandade oriental, admitem que o multiculturalismo está condenado no Médio Oriente. Porque pensam então que terá futuro na Europa?”

    “…Há quem atribua a indiferença dos governos ocidentais a cautelas estratégicas (evitar marcar as comunidades cristãs com uma solidariedade comprometedora, por exemplo). Mas talvez haja outras dificuldade, como a errada assimilação entre o Médio Oriente e o Islão, que fará alguns encarar o desaparecimento do cristianismo na região como algo de inevitável.

    Acontece que os cristãos do Médio Oriente, que representam a mais antiga das cristandades, não estão a extinguir-se “naturalmente”. No princípio do século XX, apesar de séculos de discriminação e repressão islâmica, cerca de um quinto das populações do Médio Oriente ainda eram cristãs. No Egipto e na Síria de hoje, aliás, continuam a ser 10%.

    É essa heterogeneidade cultural e étnica que está a ser eliminada por repetidos apelos à jihad, como o que os Otomanos lançaram durante a I Guerra Mundial. Os cristãos foram as suas principais vítimas. Primeiro, houve o genocídio dos cristãos arménios (1,5 milhões de mortos?) e assírios. Depois, a matança e a expulsão dos cristãos gregos (700 000 mortos e 1 milhão de refugiados?).

    Os jihadistas de hoje propõem-se completar essa limpeza pelos mesmos métodos….”

    Gostar

  20. licas permalink
    15 Abril, 2017 12:01

    Vitor PERMALINK
    15 Abril, 2017 09:03
    “Mais uma vez se prova que está em curso uma aliança entre os marxistas e o islão radical para apagar da Europa a herança judaico- cristã”.

    Ilusão: esta tal “herança” já foi desde há muito “desbaratada”. A Revolução Francesa no final do sec. XVIII substituiu o primado da Superstição Religiosa pelo da Razão. Mais de 220 depois o que se verifica sem dúvida é que as Religiões Cristãs cada vez pesam menos na vida dos “Ocidentais” . Nem precisam de serem combatidas, já o germe da morte as rói sem retrocesso. A ânsia do papa em “tocar a reunir” bem o ilustra. “No way”.
    O Marxismo vai em acelerado pelas mesmas sendas. Quanto ao islão tem mostrado alguma actividade proselitista nos últimos 4 decénios por várias razões como sejam complexo anti-colonialista das nações dessa fé, oportunismo político para submeter as próprias populações, propaganda incutindo o sentimento de “superioridade moral” em comparação com a “degenerescência” do Ocidente, and so on.
    Não nos precipitemos com medidas brutais extremas: a tempestade vai amainar de certeza.

    Gostar

  21. Arlindo da Costa permalink
    15 Abril, 2017 16:19

    A turma islamofascista e neo-liberal da treta quer calar a voz do Arlindo…Democratas de primeira água.
    Deus tenha piedade de vós, ó Anti-Cristos!!!!!

    Gostar

  22. 15 Abril, 2017 17:00

    Os conglomerados dos allahs são muito fofinhos, temos que continuar a ser tolerantes e a empinar o cu para cima, o multiculturalismo é um must! Continuemos cantando e rindo rumo à desgraça!
    Por falar em desgraças: https://portugalgate.wordpress.com/2017/04/15/como-ser-camaleao-aula-do-ps/

    Gostar

  23. 16 Abril, 2017 10:05

    E os comunistas estão por detrás dos distúrbios . Um dos desordeiros estava vestido de vermelho.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: