Saltar para o conteúdo

Prémio título do ano

29 Maio, 2018

Morte assistida: está na hora!

Por quem é sr dr. Vá andando que eu estou um pouco atrasada

Anúncios
13 comentários leave one →
  1. 29 Maio, 2018 10:29

    eheheh

    Com estes pascácios dá vontade de lhes tirar a bata a ver se não fogem logo.

    Gostar

  2. António C. Mendes permalink
    29 Maio, 2018 11:59

    Ora aqui está um belo exemplo de um senhor que eu não sei se algum dia deveria ter vestido uma bata.

    São as suas palavras que o comprovam:
    “Os projetos-lei que agora se apresentam e discutem resultam dessa intervenção cívica e refletem um amadurecimento do debate público.” Então não?!?!
    “Este tema requeria um debate sereno e responsável mas houve quem o tentasse inquinar, não com o que continham os projetos-lei mas com o que eles não tinham.” Sim, o que eles não têm, não tem qualquer importância!
    “Um outro equívoco perigoso é a tentativa de passar a mensagem que a medicina cura e trata tudo. Não é verdade.” Pois não, a gente sabe! E o Dr. necessita desse argumento para defender a eutanásia?
    “Bem-dita diversidade.” BINGO!
    “Esperemos que pelo menos os deputados sejam capazes de perceber o fundamental da questão: não estão a decidir sobre como devem morrer os cidadãos, estão a decidir sobre a liberdade para podermos escolher o nosso fim de vida com dignidade, independentemente do que significa dignidade para cada um de nós.” Isto já estava implícito no “Bem-dita diversidade”, é fosquice.
    “Estão a decidir em que tipo de sociedade queremos todos viver: num país plural que convive saudavelmente com a diferença ou num país fechado numa visão exclusiva da vida que impões regras clericais a todos, inclusive os que não se reveem nelas.” Lá está, a velha tradição clerical de perseguição, a amarra destrutiva que nos impõe uma visão exclusiva! A convivência saudável com a diferença (aqui o Dr. equivocou-se e resvalou para outro assunto, mas não faz mal, é preciso é resvalar) Coitado do senhor, vive enclausurado na imposição clerical!

    Este senhor doctor não está, sequer, a falar de eutanásia. E o país também não!

    Gostar

    • 29 Maio, 2018 12:11

      Pois não está.

      Estes tipos movem-se por tara jacobina de ateísmo militante.

      A última frase do cabrão diz tudo.

      Este precisava que lhe chegassem a roupa ao pelo.

      Gostar

    • 29 Maio, 2018 12:36

      Aqui há tempos apanhei com um melro de um médico novo numa urgência de S. José.

      Estava a observar a minha tia, na altura com 97 anos e vinda de uma pneumonia e recuperação espantosa, pois até a sonda tinha tirado e recuperado a deglutição.

      Eu digo-lhe com o prognóstico tinha sido de 50/50 mas, graças a Deus, tinha sobrevivido.

      E vai ele, com um ar de reprovação, interrompe-me e emenda logo:

      Graças a Deus, não! Graças ao antibiótico.

      E eu respondo-lhe. Tem razão- as probabilidades estão na mão da escolha dos antibióticos. Se tivesse morrido também era graças ao antibiótico.

      Esta gente é monga. Nem pensar sabem. Divinizaram a ciência e rendem-lhe um culto mais besta que os povos primitivos podiam ter com o feiticeiro da tribo.

      Gostar

      • António C. Mendes permalink
        29 Maio, 2018 13:06

        Agora são estes os feiticeiros.

        Gostar

      • 29 Maio, 2018 13:10

        Mas mais estúpidos.

        E pode crer que são mesmo tratados com essa subserviência que os primitivos tinham na fezada da magia dos feiticeiros.

        E pagos a peso de ouro para isso.

        Eles fazem por se dar ao respeito nas mordomias

        Gostar

      • Abrolhos permalink
        29 Maio, 2018 20:51

        Têm-se em tão grande conta. A soberba irrita-me.

        Gostar

  3. 29 Maio, 2018 13:15

    A bestialidade do raciocínio deste homem resume-se a isto.

    O tipo julga-se elite que sabe o que não sabe a populaça acerca da lei da matança.

    E depois, acha que a populaça que exagera e já admite que a matança seja generalizada, está preparada para aceitar o que nem compreende.

    Gostar

  4. Arlindo da Costa permalink
    29 Maio, 2018 18:50

    Esta Srª Zazie – se a lei da eutanásia tive sido aprovada – teria agora uma oportunidade soberana….

    Acho eu, que não sou veterinário…

    Gostar

    • 29 Maio, 2018 19:38

      É uma pena que vais ter de usar a almofada com a tua Maria. A mesma que podes usar com o teu paizinho e a tua mãezinha, conas de merda que se diz comuna e nem a isso chega.

      És uma besta escardalha que anda nisto por tribalismo, como poderias andar como hooligan da bola

      Gostar

    • 29 Maio, 2018 19:39

      Eu a ti dava-te um pontapé na peidola, caso me aparecesses ao vivo, palerma!

      Ao morto já por aqui vegetas.

      Gostar

    • António C. Mendes permalink
      29 Maio, 2018 22:44

      Ó Dinho, escusavas disto!

      Gostar

  5. Abrolhos permalink
    29 Maio, 2018 20:49

    A Catarina Martins já prometeu voltar à carga. É bom começar a pensar na próxima investida destes libertinos.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: