Saltar para o conteúdo

Vida sem esperança

29 Maio, 2018

A história repete-se: primeiro como tragédia, depois como farsa.

— Karl Marx

leben-ohne-hoffnung

Anúncios
16 comentários leave one →
  1. 29 Maio, 2018 10:31

    Boa, Vitor. Dê-lhes trabalho que esta gente precisa de ser encostada à parede.

    Gostar

  2. António C. Mendes permalink
    29 Maio, 2018 12:11

    E diz o sr dr. a determinada altura da sua opinião: “independentemente do que significa dignidade para cada um de nós”. Dignidade passou a ser sempre que um homem quiser, como o natal!

    Gostar

    • 29 Maio, 2018 12:46

      E quando esta mongalhada fala na bondade da morte quando já não se está na “plena posso das suas faculdades”?

      Eu sempre que oiço um idiota a dizer que está na plena posse das suas faculdades desato a rir.

      Gostar

    • 29 Maio, 2018 12:47

      Devia haver uma época de abertura de caça estes espécimes.

      Por uma questão de higiene pública.

      Gostar

  3. José Domingos permalink
    29 Maio, 2018 12:34

    Votei num partido que ganhou as eleições, fui duplamente enganado, já estou velho para acreditar em histórias da carochinha.
    Agora não admito nem aceito que aqueles imbecis, no albergue espanhol, sejam a minha consciência. Idiotas.
    Como já estão de barriga cheia, e dinheiro para os gastos, dão circo a este povo burro, animadores não faltam.
    Tenho vergonha.

    Gostar

  4. Isabel permalink
    30 Maio, 2018 12:40

    Marx não tinha assistido às duas guerras mundiais. Fazer frases tipo slogan pode soar bem mas, em geral, sai disparate.

    Gostar

    • 30 Maio, 2018 12:51

      ò belinha, não entendes que o marxismo não teve a duração de vida do mentor?

      Gostar

    • 30 Maio, 2018 12:52

      Uma frase que é prognóstico é isso mesmo- realiza-se posteriormente.

      Tens ar de ser prof, não é por nada que hoje em dia os profs são sabem fazer leituras literais de tudo.

      Gostar

    • 30 Maio, 2018 12:54

      Ele não disse que se repetiu sempre assim pelo que observou. Ele disse que encontrou uma lei da sua forma de actuação.

      Percebes, tolinha?

      Gostar

    • 30 Maio, 2018 12:56

      Se sai disparate dito pelo próprio não é por ser slogan e só poder entender o fio das coisas vividas.

      Se sai disparate é por assentar num ponto de partida errado. Neste caso tratar a História da humanidade como leis de natureza medidas em laboratório.

      Não foi dita como slogan. Tal como nenhuma outra dele que até escrevia muito bem e pensava muito toscamente por literatura utópica que fazia passar por filosofia

      Gostar

      • 30 Maio, 2018 12:59

        E, por acaso, esta frase dele até me parece uma intuição bem mais pertinente.

        As coisas repetem-se pois. E as repetições do mesmo que foi trágico cheiram sempre a tragicomédia.

        O ser humano não aprende nada, daí repetir ciclicamente os mesmos erros.

        Gostar

    • 30 Maio, 2018 13:22

      Antes de Marx era idílico, de uma paz celestial?

      Gostar

  5. 30 Maio, 2018 13:37

    Não. O idílico, pela lógica dela, só foi interrompido no século XX.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: