Saltar para o conteúdo

Isto agora é só o que vocês querem? Metam Marco Paulo

5 Julho, 2018

O viés de confirmação é a tendência que temos para interpretar factos de forma a que se confirmem as nossas convicções iniciais. “O Hitler até gostava de animais” só tem particular interesse para o veterinário a quem calhe a tarefa de diagnosticar o cão do falecido führer; para os restantes, eventualmente excluindo psiquiatras, não acrescenta qualquer informação. A uma discussão sobre a IIª Guerra Mundial acrescenta absolutamente nada.

Aliado ao viés de confirmação há um outro fenómeno interessante a que, por défice de conhecimentos sobre o assunto, chamarei simplesmente de quanto-mais-me-disserem-que-estou-errado-mais-eu-tenho-a-certeza-que-estou-certo.

Vem isto a propósito de uma discussão ocorrida nos idos de 1994 entre o Zé e o Nuno. Não vem ao caso o tópico da discussão, até porque, do que me lembro, terá sido igual às anteriores: a insaciável sede pela busca das insanáveis diferenças entre o Zé e o Nuno. O problema, naturalmente, não residia nas diferenças de opinião entre o Zé e o Nuno; residia, sim, como um espigão cravado no polegar, na necessidade de cada um mostrar ao outro quem estava errado.

Os Dire Straits têm uma canção de um álbum de 1982, “Industrial Disease”, que tem uma linha particularmente engraçada sobre dois homens no Speaker’s Corner de Hyde Park: two men say they’re Jesus, one of them must be wrong.

A dada altura, o Zé virou-se para o Nuno e disse: “quanto mais penso que estou certo, mais me dou razão”. Foi aí que percebi quem estava errado.

Entretanto, a canção segue com there’s a protest singer singing a protest song. Isto toca-me no coração, admito, porque se há coisa que eu gosto é de tipos que cantam canções de protesto: têm a virtude de, independentemente de provados errados pela História, não se conformarem e continuarem a cantar. Continuam é a ser más canções na mesma.

Adenda: o título é uma alusão a este artigo.

Anúncios
5 comentários leave one →
  1. 5 Julho, 2018 18:38

    “Foi aí que percebi quem estava errado”

    ehehehe

    Solipsismos

    Gostar

  2. Euro2cent permalink
    5 Julho, 2018 21:21

    não acrescenta qualquer informação.

    Eh pah, e as tendências vegetarianas? Não lhe despertam suspeitas?

    Eu cá quando vejo gente muito adoradora de animais e da natureza fico alerta para a faca afiada e o altar de pedra onde vão fazer os sacrifícios humanos para salvar o planeta …

    Gostar

  3. 5 Julho, 2018 22:51

    Mais um post para a antologia !

    Gostar

  4. Arlindo da Costa permalink
    6 Julho, 2018 16:51

    Respeitem o Sr. Marco Paulo que ele não tem nada a ver com essas vossas teorias.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: