Saltar para o conteúdo

O perigoso Pacto Global de Migrações da ONU que ninguém quer

2 Dezembro, 2018

Vem aí uma Conferência Intergovernamental da ONU para a adopção ( leia-se, imposição) do Pacto para a Migração que vai ser assinado entre os dias 10-11 de Dezembro em Marraquexe. Este acordo pretende uma Migração Ordenada, Regular e Segura para os países assinantes. Dizem que “pela primeira vez, os Estados-membros das Nações Unidas concordaram com um Pacto Global abrangente para gerenciar melhor a migração internacional, enfrentar seus desafios, fortalecer os direitos dos migrantes e contribuir para o desenvolvimento sustentável”. Dizem ainda que “depois de mais de um ano de discussões e consultas entre Estados-membros, autoridades locais, sociedade civil e migrantes, o texto do Pacto Global por uma Migração Ordenada, Regular e Segura foi finalizado”. A sério?! Então como se explica que em Portugal ninguém ouviu nem ouve falar disto? Onde foi que nós sociedade civil fomos consultados?! Brincamos?

A verdade é que, de boas intenções está o inferno cheio e se não estivéssemos perante um Pacto ruinoso, ninguém o esconderia. Ninguém! Mas, tal como se pode ver por cá, a comunicação social está num silêncio total e o governo, nem pia sobre este assunto, porquê?

A resposta a esta evidência não é difícil: não se fala porque o Pacto esconde coisas que não convém aos cidadãos tomar consciência deles porque sabem que se assim for, antes da assinatura do mesmo, comprometerá seriamente a popularidade destes irresponsáveis que a troco de meia dúzia de tostões vendem a nossa segurança e qualidade de vida sem escrúpulos nem pesos de consciência.

O dito Pacto é tão, mas tão bom, que já há uma lista extensa de países CIVILIZADOS e RESPONSÁVEIS que não o vão adoptar. São eles:

  • Áustria
  • EUA
  • Japão
  • Coreia do Sul
  • Rússia
  • China
  • Dinamarca
  • Austrália
  • Croácia
  • Lituânia
  • Bulgária
  • Republica Checa
  • Hungria
  • Polónia
  • Israel
  • Estónia
  • Suíça
  • Eslováquia 25/11/2018
  • Itália 28/11/2018

O Presidente da EU, Jean Claude Juncker, justificou estas saídas chamando de “Populistas estúpidos” a estes países. O homem das “ciáticas” atacou assim estes países , abertos desde sempre à imigração, mas controlada e responsável que não ponha em causa a soberania nem seus valores sociais e culturais. De facto são mesmo “populistas”. Menos “ciática” nisso se faz favor.

Mas afinal o que pretende este “fabuloso e tão caridoso” Pacto? Simples: retirar todas e quaisquer barreiras à entrada massiva de pessoas, venham de onde vierem (sem qualquer discriminação entre imigrante económico ou refugiado), sem qualquer restrição de acesso à assistência social, sem constrangimentos por ausência de nacionalidade. Do lado do Estado: submissão das leis de soberania nacional forçando a aceitação de imigrantes ilegais; adaptação das leis nacionais ocidentais aos imigrantes de cultura diferente; proibir pensamento crítico ao comportamento dos imigrantes ilegais; a condenação da liberdade de expressão pressupondo como padrão que os migrantes são sempre vítimas inocentes; controlo dos meios comunicação e denúncias de censura ficando obrigados a retratar a migração apenas como positiva sob pena de corte de fundos; deve promover a imigração em campanhas eleitorais; promover propaganda que informe o público dos benefícios da imigração; prestar informação aos imigrantes dos direitos e meios ao seu dispor para denunciar qualquer acto de incitação à violência ou crime de ódio sobre eles; permitir aos líderes dos imigrantes (religiosos, políticos ou de comunidade) formas de detectar evidências de intolerância, racismo, xenofobia. (veja aqui toda a informação com links)

Gostou? No fundo é isto: a partir da assinatura deste Pacto, teremos portas escancaradas para todas as pessoas que queiram entrar no país, sem restrições, e ainda lhes temos de proporcionar total bem estar com todos os direitos. Ainda não consegue perceber bem isto? Então eu explico com “desenho”: isto é o mesmo que por exemplo o Governo um dia determinar por decreto (sem sermos consultados), que a partir de hoje, TODOS os cidadãos com casa teriam de ter suas habitações abertas para receber todo o tipo de imigrantes que o Governo impusesse, dando-lhes tecto, comida e roupa lavada. Seríamos obrigados depois a integrá-los na sociedade e mercado de trabalho. Enquanto isso não acontecesse, morariam connosco com tudo pago por nós. A quantidade de imigrantes que teríamos de aceitar seria determinado pelo Governo. Ou seja, mesmo que quisesse só um e escolhido por si, não podia. Seria imposto pelo Governo que se entendesse que na sua casa caberia 8 pessoas, não importa a origem, teria de os suportar. Que tal? Acha isto correcto? Faz sentido? Então como podemos aceitar que uma organização como a ONU, com gente em que nós cidadãos não votamos, DECIDAM nossas vidas e nos digam como as podemos viver no nosso país?

Andava tudo histérico com o Guterres por ter ganho a Presidência da ONU para que fosse ele o promotor deste desgraçado pacto!!! O homem que deixou Portugal num pantanal está agora a fazer o mesmo ao Mundo ocidental. Batam palmas! Bravo!

O curioso disto é que dizem ser uma questão de direitos humanos. Quem o diz? O Conselho da ONU dessa área constituída por estes países:

Digam lá se isto não é cómico? Países que NÃO RESPEITAM direitos humanos decidem sobre o que devem fazer os países que RESPEITAM os direitos humanos e por isso SEMPRE tiveram portas abertas a TODA a imigração, ao contrário deles.

O problema verdadeiro e que urge denunciar, é que por trás deste pacto tão “querido e solidário” em nome dos direitos humanos, esconde-se outra realidade oculta. Reparem na quantidade de países islâmicos dentro deste Conselho da ONU. Coincidência?

Reflicta comigo: se é uma questão humanitária e não abrange só os refugiados (que curiosamente já estão protegidos pelas leis internacionais e não precisam deste pacto), porque se promove o esvaziamento dos países de origem em vez de acudir, massivamente, nesses países, como se fazia no passado? Lembram-se dos grandes campos de refugiados protegidos pela ONU agora vazios? Não seria a reconstrução desses países de origem, ao mesmo tempo que se protege os povos na sua origem, mais lógica e eficaz?

Mas há mais questões: o Pacto não menciona quem vai sustentar isto logo é previsível que haja mais aumentos de impostos sobre quem produz; e se temos uma taxa elevada de desemprego para os residentes, como vamos garantir trabalho para outros sem ser à custa de muita precariedade e exploração laboral?

A verdade é que antes destes loucos com agenda “globalista” destruírem as nações europeias, sempre houve imigração, sempre funcionou bem com todos os países de acordo com suas leis. Porquê este Pacto agora? Quem está por trás disto? Como podemos assegurar para os outros o que não conseguimos ter para nós? Ou já se esqueceram que não temos saúde, educação, trabalho, habitação, salários e nível de vida decente? Encher o país massivamente de gente, só nos vai empobrecer ainda mais.

Porque acabando os critérios rigorosos de entrada de imigração, de positiva passará a negativa porque a maioria virá apenas com vista a usufruir de condições sociais e não com objectivo de trabalhar e se integrar na nossa sociedade. Já temos essa experiência os refugiados da Síria em Miranda do Corvo a quem lhes foi cortada a água e luz por falta de pagamento, depois de terminado o contrato de apoio, mas que recusaram trabalhos e casas mais baratas.

Portugal não é racista mas vai começar a ser tratado como tal para silenciar como na Suécia, Bélgica, França, Alemanha, Reino Unido e outros, todos aqueles que virem comportamentos errados nos imigrantes que andarão protegidos e impunes a destruir a nossa sociedade.

Para desgraça ainda maior, NÃO HÁ OPOSIÇÃO a este Pacto. Porquê? Onde está o Presidente da República, também? Que espécie de gente é esta que vê o Governo a vender a alma deste país ao Diabo e não se mexe?

Lembrem-se disto tudo na hora de votar. O poder da mudança está nas nossas mãos.

Anúncios
65 comentários leave one →
  1. rogerio alves permalink
    2 Dezembro, 2018 11:51

    Eu indigno-me aqui, mas sinto-me impotente. Teremos de fazer como os russos e deixar “Moscovo” em chamas quando chegarem os invasores?

    Liked by 3 people

    • Oscar Maximo permalink
      2 Dezembro, 2018 15:43

      Não, porque Moscovo, e já agora a China acima, estão mortinhos por começar a receber receber refugiados-barra-migrantes de braços abertos.

      Gostar

    • 3 Dezembro, 2018 00:51

      Oh pra mim a ver os resultados das eleições na Andaluzia.
      Oh pra mim a ver os xuxas a levar nas lonas.
      Oh pra mim a ver os comunas de monco caído.
      Oh pra mim a ver o povo a levantar-se aqui mesmo ao lado.
      Oh pra mim a ver o Costa, o Jerónimo e a Catarina à rasca, não vá o povo português enrabá-los a todos.

      Liked by 1 person

      • Os corruptos que se cuidem permalink
        3 Dezembro, 2018 01:01

        Eh, eh… tirou-me as palavras da boca.

        Gostar

  2. 2 Dezembro, 2018 12:09

    “ficando obrigados a retratar a migração apenas como positiva sob pena de corte de fundos;”

    Já percebí, há massa envolvida, os politicos são assim.

    Liked by 4 people

  3. Procópio permalink
    2 Dezembro, 2018 12:22

    Desde há muito que percebi que a UE é um sucedâneo da urss. Utilizaram um estratagema sórdido de pacotes financeiros para os indígenas entusiasmados comprarem o que lhes aprouvesse: carros, electrodomésticos e apartamentos. A coisa está a chegar ao fim.
    Manipularam e manipulam quase todos os governos para tudo conquistar. Electricidade,
    água, transportes, rendas das auto estradas.
    A agenda globalista abraçaram-na sem reservas.
    Tramaram-se. O Reino Unido sai, o grupo visegrado faz-lhes um manguito, as dívidas acumulam-se a ponto de não haver mais cacau depois do dhragui e do misterioso constâncio sairem de cena, dos usa não vão esperar benesses, a rússia espreita nas fronteiras.
    No dia do voto, voto em Branco.

    Liked by 3 people

  4. Velho do Restelo permalink
    2 Dezembro, 2018 12:31

    Pois é Cristina, o povo português está a ser tratado como um adolescente menor de idade, ou mesmo com debilidade mental!
    Foi assim na adesão à UE.
    Foi assim na adesão ao Euro.
    É perigoso consultar o povo, ele poderia decidir em sentido contrário à vontade dos iluminados que o representam (com maior ou menor legitimidade), e depois ficavam envergonhados perante as cúpulas internacionais!
    O espírito paternalista desta gente vai ao ponto de pretender ensinar os britânicos a viver a vida deles! Contudo, depois de defenderem a autodeterminação dos povos como uma das grandes bandeiras de civilização europeia, fazem-se de distraídos e não vêm o que se passa ali ao lado na Catalunha.
    Obrigado pela lista dos não aderentes, assim já sabemos onde pedir asilo !

    Liked by 4 people

    • rogerio alves permalink
      2 Dezembro, 2018 12:52

      Os não aderentes, se forem espertos, não darão asilo a ninguém!

      Liked by 1 person

    • Oscar Maximo permalink
      2 Dezembro, 2018 14:50

      Deve pedir asilo a um dos países aderentes, para beneficiar de cama, mesa, e roupa lavada grátis, mas desconfio que há exceção para quem vem de zonas não carenciadas.

      Gostar

  5. 2 Dezembro, 2018 12:41

    Publiquem em todas as redes sociais só assim ultrapassamos os órgãos de pseudo “comunicação social” escravizados pela “Bildeberguice” dominante e pela esquerdalha!!!

    Liked by 1 person

  6. Manuel Peleteiro permalink
    2 Dezembro, 2018 13:03

    Tenho pena, mas a democracia rege-se por ganhar eleições de 4 em 4 anos. Não há projectos para o país nem qualquer resquício de honestidade intelectual ou outra. Vamos a caminho (rápido) de mais cinco décadas de ditadura.

    Liked by 1 person

  7. lucklucky permalink
    2 Dezembro, 2018 13:13

    Notem como o Jornalismo Marxista está caladinho.

    Liked by 1 person

  8. JCA permalink
    2 Dezembro, 2018 13:21

    .
    França, a Revolta dos Impostos, para outros a Revolução contra o Fisco, as mulheres desceram à rua como na Revolução Francesa, e contra o uso e abuso da fiscalidade contra o poder de compra dos salários, pequenos e médios empreendedores, investidores e aforradores
    .
    O que atrapalha transversalmente o Sistema representativo desde a extrema direita, esquerda, direita, centro e à extrema esquerda, sindicatos e partidos, que tenta cavalgar a onda desta revolta popular contra os impostos ?
    .
    A revolta contra o aumento do poder de compra seja feito cotra a Economia (aumentos salariais, greves e legislação afim) mas que seja feito com baixas fortes de impostos que reponham o poder de compra com os mesmos rendimentos e salarios, isto é, contra toda a logica marxista do Sistema.
    .
    Sugere o Novo. Popular.
    .

    .

    Gostar

  9. Paulo Valente permalink
    2 Dezembro, 2018 13:31

    Confirma-se a existência de nazis em Portugal…

    Gostar

    • peterblood850 permalink
      2 Dezembro, 2018 19:12

      Essa já é velha… Chamar nazi a quem não é comunista. Esqueceste-te do fascista neoliberal…

      Liked by 2 people

    • lucklucky permalink
      3 Dezembro, 2018 00:00

      Chamar socialista a alguém como fez o Paulo Valente é ofensivo…

      Gostar

  10. Gabriel Silva permalink*
    2 Dezembro, 2018 14:44

    Confesso que perante tanto alarmismo denunciado no artigo, tive de ir procurar o texto da dita convenção para ver se era mesmo como anunciado.
    Felizmente, chego â conclusão que nada tem a ver com o conteúdo do mesmo.
    Trata-se de um Declaração de intenções dos Estados que o assinem visando estabelecer objectivos comuns de melhores condições de gestão dos fluxos migratórios, não tem carácter vinculativo no sentido de qualquer imposição jurídica e obviamente não impõe nenhuma politica de abertura de fronteiras e coisas similares como as denunciadas.
    Aconselho a leitura do texto original: https://www.un.org/pga/72/wp-content/uploads/sites/51/2018/07/migration.pdf

    Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      2 Dezembro, 2018 15:01

      Isso é só ligar o lume. Se a temperatura subir devagar a rã fica cozida sem dar por isso.

      É só dar um pulinho a alguns bairros por essa Europa fora, e já não é Europa o que se vê. É Paquistão, Bangladesh, Argélia, Marrocos, Congo, Mali…

      Liked by 2 people

    • Cristina Miranda permalink
      2 Dezembro, 2018 15:27

      A ver se nos entendemos: 1. o texto não é alarmista. É uma reflexão sobre um tema ESCONDIDO de todos. Levanta questões. 2. O dito texto foi analisado por várias pessoas e nessa análise detalhada confrontam-no com diversos problemas (vou deixar aqui um link com essas análises) 3. pegar no tema só pela rama como você aqui fez é EXACTAMENTE o que este pseudo globlalistas em nome dos pseudo direitos humanos, querem. Você faz parte do grupo que adoram: não desconfia nem questiona partindo SEMPRE do pressuposto que é “tudo boa gente cheia de boas intenções” 4. sobre não ser “vinculativo” aconselho texto de Helena Matos “Não Percebo” aqui no Blasfémias. Se não é vinculativo, porque há “penalização” a quem não assina? 5. Terminando: se é um Pacto TÃO BOM E BEM INTENCIONADO porque reina o SILÊNCIO ABSOLUTO sobre o mesmo, desde Governo a CS? Por OMISSÃO este pacto vai permitir coisas inimagináveis em pleno século XXI.

      https://opicamiolos.wordpress.com/2018/11/18/pacto-de-marrakesh-o-vai-ou-racha-da-imigracao/

      Liked by 1 person

    • Cristina Miranda permalink
      2 Dezembro, 2018 15:31

      Só mais este link de uma conferência de imprensa sobre este tema.

      Liked by 1 person

    • Cristina Miranda permalink
      2 Dezembro, 2018 15:35

      Veja agora o que deu origem a este Pacto. Não é algo que já não estivesse a ser cozinhado há anos. Isto não é uma teoria da conspiração nem alarmismo. É real.

      Liked by 1 person

    • Cristina Miranda permalink
      2 Dezembro, 2018 15:38

      Liked by 1 person

      • Expatriado permalink
        2 Dezembro, 2018 16:15

        Cristina. Duplicou o vídeo.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        2 Dezembro, 2018 16:43

        Foi sem querer. Como não me aparecia nos comentários… acabei por publicar duas vezes. Peço desculpa

        Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      2 Dezembro, 2018 16:13

      Gabriel, como os links não aparecem na caixa de comentários, coloquei no próprio texto. É só abrir.

      Gostar

    • Fernando Liz permalink
      2 Dezembro, 2018 22:32

      Grabiel Silva,
      o texto peca por defeito…
      Eu vou ainda mais longe, até lhe digo quantas pessoas, perdão “refugiados” estão previstos para Portugal :/
      1) Tudo começa com a directiva Replacement Migration Un2000
      Se a ler como eu a li, verificará que a ONU apenas tem um valor DINHEIRO, a única coisa que aparece na directiva é relativa à economia.
      Tem aqui o nr de “refugiados” previstos para Portugal, mas a verdade é que até serão mais
      Ver para crer

      2) se for naïf fica por aí…
      fica convencido que a directiva Replacement Migration, se destina a combater o envelhecimento da população “Ocidental”
      Se começar a estudar o assunto,
      vai descobrir que estamos perante políticas de Neo-Eugenismo 😦
      Estão descritas na pag 23 do livro escrito pelo pai da UE

      “Die eurasisch-negroide Zukunftsrasse, äußerlich der altägyptischen ähnlich, wird die Vielfalt der Völker durch eine Vielfalt der Persönlichkeiten ersetzen.”

      in Praktischer Idealismus

      3) escrevi “Ocidental” entre aspas porque a directiva Replacement Migration é bastante clara ao impor também ao Japão e à Coreia do Sul , a substituição da população autóctone.
      Simplesmente como já deve ter observado, os vários “refugiados” que foram enviados para lá FICARAM RETIDOS nos aeroportos.
      Não aceitaram NENHUM

      Sugiro que veja o vídeo que lhe deixem,
      e tente desmentir o que lá é dito.
      Foi o que eu fiz e Não consegui :/

      Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      2 Dezembro, 2018 23:55

      “…não tem carácter vinculativo no sentido de qualquer imposição jurídica e obviamente não impõe nenhuma politica de abertura de fronteiras e coisas similares como as denunciadas…”

      É mesmo de quem não tem mesmo a noção do que é Lawfare.

      Gostar

  11. Ana Vasconcelos permalink
    2 Dezembro, 2018 14:57

    O pacto é uma tentativa de transformar as nações unidas num governo mundial. Aumenta-se um problema, o das “migrações” grita-se que é umproblema global que necessita de uma solução global e dá-se poder a uma instituição global.
    Mas é um pacto, nem um tratado conseguiram assinar e por isso a adopção das medidas nele previstas é voluntária.
    O problema do governo mundial é pôr todos verdadeiramente de acordo sobre a questão e sobre sanções para os incumpridores.
    Até lá, podemos deixá-los brincar.

    Liked by 1 person

  12. Zé Manel Tonto permalink
    2 Dezembro, 2018 14:58

    A única maneira de regular a bandalheira da invasão dos países civilizados da Europa é com torpedos no Mediterrâneo e não tirar ninguém da água.

    Filmar e repetir as imagens ad nauseum em todas as tvs de África e Ásia.

    Acaba a imigração ilegal mais depressa do que começou.

    Mas como somos governados por cobardes traidores vamos buscá-los à costa da Líbia e entregamos-lhes tudo o que quiserem.

    Gostar

  13. Manuela Taveira permalink
    2 Dezembro, 2018 15:40

    E porque nao fazer já uma petiçao para alertar o povo? Nesse país andam todos sempre a dormir em pé

    Liked by 2 people

  14. Antonio da Costa permalink
    2 Dezembro, 2018 15:49

    Nunca imaginei que um dia, dirigentes da UE chegassem ao ponto de se comportarem como autenticos ditadores, pondo em causa os Povos Europeus, a sua cultura, e os seus valores, construidos ao longo de tantos séculos de sacrificio.
    Eu nunca aceitarei tal acordo, e tendo em conta a falta de respeito democratico, e Humano demonstrado pela UE e por Portugal em particular, estou disponivel para lutar sem tréguas, contra esta traição, contra os traidores, e contra tudo e contra todos.

    Liked by 3 people

    • Oscar Maximo permalink
      2 Dezembro, 2018 22:14

      O que a UE propõe para Srs. como este, é a condenação por crimes de ódio. Já pouco antes, chamar nacionalista a alguém quer-se quase tão grave como fascista. E onde param os heróis ? Populistas nazis é o que sáo ou foram.

      Gostar

  15. Procópio permalink
    2 Dezembro, 2018 17:19

    Está a chegar a fase de usar as redes sociais e os blogs decentes para mobilizar milhares de pessoas adormecidas. Toda a gente tem direito a viver como quer, o problema é ser obrigado a viver no mesmo local com quem não se deseja. Ainda há espaço para todos.
    A paz existe se cada um seguir o seu caminho sem obstruir o caminho e o espaço dos outros. Estamos a ser forçados a optar entre a rota dos comunas e da UE falaciosa.
    A novolingua dos impropérios do politicamente correto como arma de arremesso por parte dos canalhas acabará por lhes queimar os lábios. Paulo Cobarde, 2 Dezembro, 2018 13:31
    “Confirma-se a existência de nazis em Portugal…” Pobre senhora que o pariu.
    Há que romper o caminho. A paz já faz greve nos corações.
    Marxismo, leninismo, trotskismo de um lado,
    Oligarquias financeiras compulsivas. igualmente impiedosas do outro,
    vamos ficando entalados, espoliados e desventurados.

    No período medieval os servos eram obrigados a engolir uma série de taxações impostas pelos senhores feudais, tais como: Ajudadeira, Anúduva, Banalidade, Corveia, Formariage, Talha, Capitação, Censo, Taxa de Justiça, Mão Morta, Albernagem, Tostão de Pedro, Fossadeira, Miunças. Estamos a regressar a esse tempo de telemóvel na mão.

    Liked by 2 people

  16. Manuel permalink
    2 Dezembro, 2018 17:30

    Brilhante trabalho da Cristina. Do jornalixo não espero nada, enquanto não chegarem as ajudas patrocinadas pelo presidente. A esquerda está de férias,mas a direita é igualmente inútil. Vivemos em democracia? Tenho dúvidas.

    Liked by 3 people

  17. procópio permalink
    2 Dezembro, 2018 17:38

    Quem são os demucratas esperam ansiosamente por isto?

    https://www.liberation.fr/planete/2018/11/10/a-beyrouth-l-ecroulement-est-imminent_1691050

    Quando chegar estão os filósofos, amantes do estado social, dispostos a fazer a cobertura?

    Gostar

    • Manuel permalink
      2 Dezembro, 2018 17:47

      O Líbano tem condições para deixar de ser neo-colónia da França ou da Síria?

      Gostar

  18. procópio permalink
    2 Dezembro, 2018 17:45

    E por isto?

    Gostar

  19. Nuno permalink
    2 Dezembro, 2018 18:05

    E a censura já está para muito breve..

    Liked by 2 people

  20. André Miguel permalink
    2 Dezembro, 2018 20:32

    Leiam esta notícia:

    https://www.dailymail.co.uk/news/article-6366557/amp/Toddler-bitten-15-times-children-soft-play-centre-Seacroft-Leeds.html

    No minimo chocante. Agora para saberem a verdade leiam isto:

    https://www.liveleak.com/view?t=sah5Y_1543764611

    Porque não foi noticiado como um ataque racista? Porque não é mencionada a nacionalidade da criança que cometeu tamanha barbaridade?
    Cada um que tire as suas conclusões.

    Liked by 1 person

  21. 2 Dezembro, 2018 21:34

    A “Comunidade Europeia” e a velha uniao sovietica vestida com roupas ocidentais. Mikhail Gorbachev

    Gostar

  22. 2 Dezembro, 2018 21:41

    Andre Miguel, da Somalia. https://www.youtube.com/watch?v=HcABek5iTU0

    Liked by 1 person

  23. A. R permalink
    2 Dezembro, 2018 22:57

    Trata-se de espalhar o inferno do 3º Mundo, acabar com o cristianismo, impor o islão, criar uma elite de condottieri, esmagar a liberdade e acabar com a raça branca.

    Mas haverá revolta … e venceremos.

    Liked by 1 person

  24. Leunam permalink
    2 Dezembro, 2018 23:49

    Cristina Miranda

    É quase certo que vai correr muito sangue.

    A intenção é reduzir a população humana à superfície da Terra, coisa que já está há muito tempo no pensamento de alguma gentinha que tem poder.

    Estejamos alerta.

    A L E R T A !

    Liked by 1 person

    • Nuno permalink
      2 Dezembro, 2018 23:59

      Já há muito tempo que esse plano de reduzir a população está activo.Veja bem estes números:

      http://www.numberofabortions.com/

      Liked by 1 person

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      3 Dezembro, 2018 01:04

      Não vai ser aniquilando a raça branca que reduzem a população da Terra. São os outros que se multiplicam como coelhos.

      Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        3 Dezembro, 2018 04:56

        Multiplicam-se como coelhos porque a raça branca, por algum motivo tonto, envia comida e medicamentos em quantidades industriais para o 3º mundo.

        Tire a raça branca da equação, tenha o 3º mundo que viver com o que produz, e numa geração a população cai para menos de metade.

        Liked by 3 people

      • 3 Dezembro, 2018 09:48

        quando os brancos desaparecerm, quem é que os vai sustentar? os chineses não são parvos para isso.

        Liked by 1 person

  25. procópio permalink
    3 Dezembro, 2018 00:20

    Recentemente o jornal Le Figaro destaca o polémico clipe do rapper Nick Conrad.
    No vídeo, publicado nas redes sociais, vê-se um homem branco sendo torturado e enforcado sob o refrão “Pendez les blancs” (“Enforquem os brancos”, em português).
    O rapaz não está com meias medidas:
    “Entro na creche, mato os bebés brancos. Rápido, peguem todos e pendurem os pais”. A letra acompanhada de cenas absurdamente violentas, “Queimar”, “torturar”, “desmembrar” ou até “dar tiros na cabeça”, são outros termos usados na incitação ao assassinato contra brancos.
    Casos como este são frequentes nos eua com os antifas. São apelos que se espalham em velocidade exponencial nas redes sociais. Os esquerdistas confundem isto com liberdade de expressão. A subversão em curso é apelativa à esquerda, propõe-se eliminar o cristianismo e propõe ela mesma condescendência para com existências tóxicas como forma de vida. A práxis implica um projecto de morte, ou seja, viver suicidando-se e é dirigida aos opositores. É a cultura tanática, cada vez mais aparente no sítio.

    Liked by 2 people

    • André Miguel permalink
      3 Dezembro, 2018 06:37

      Julius Malema, do EFF na Africa do Sul, termina os seus discursos gritando: “we are going to win. Shoot to kill!”
      Este senhor é uns instigadores dos ataques aos fazendeiros brancos.

      Isto não é notícia nos media.

      Liked by 1 person

  26. 3 Dezembro, 2018 01:20

    Discutido no parlamento Alemão pela “exxxtrema direita”

    Liked by 2 people

  27. 3 Dezembro, 2018 01:30

    Estas são as palavras de o lider dum significativo partido europeu, à qual um insurgentinho e recente blasfemo que agora lidera um desses novos partidos “liberais” está internacionalmente associado.

    “And that is the real problem colleagues
    why there is such a problem in this
    crisis because member states are
    reluctant to transfer new sovereignty
    and powers to the European Union and we
    all know that the only way out of this
    crisis is a new transfer of powers to the European Union and the European institution”

    Liked by 1 person

  28. Andre Miguel permalink
    3 Dezembro, 2018 09:14

    Entretanto o bastião socialista espanhol por excelência acabou ontem:

    https://www.elmundo.es/andalucia/2018/12/02/5c043423fdddff8b148b45df.html

    Também cá chegará. É só dar tempo ao tempo.

    Liked by 2 people

  29. 3 Dezembro, 2018 10:49

    Já não sei para onde fugir!

    Gostar

  30. David Martins permalink
    3 Dezembro, 2018 19:18

    EM MINHA CASA MANDO EU…….

    Liked by 1 person

    • 4 Dezembro, 2018 00:02

      Concordo plenamente David Martins
      , mas prepare-se como eu para ter de dar porrada de criar bicho a muita gente nos próximos anos!

      Gostar

  31. Eulália permalink
    3 Dezembro, 2018 22:46

    Cristina, obrigada por mais um excelente e precioso trabalho de investigação. O seu trabalho assemelha-se a uma luz no meio das trevas que nos pretendem impor.

    Liked by 1 person

  32. Arlindo da Costa permalink
    4 Dezembro, 2018 04:29

    Mas quando os europeus – ao longo dos séculos – emigraram, se refugiaram, conquistaram, roubaram noutras latitudes e longitudes não estavam preocupados com nenhum «plano de migrações» e muito menos para os povos que escravizaram e roubaram.
    O que é que a douta diz sobre estes episódios do processo histórico?

    Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      4 Dezembro, 2018 05:03

      Não sei o que a douta lhe diz. Eu digo duas coisas:

      Porque raio te foram tirar do formol?
      Os europeus emigraram para onde os queriam, tanto no passado como hoje. Não se vê europeus a lutar com a guarda fronteiriça americana para forçar a entrada, como os ilegais da América Central.
      Quanto a conquistas, se queres ser conquistado, é problema teu. Eu não quero a sociedade onde vivo dominada por animais.
      Se por os europeus terem conquistado outras zonas do mundo no passado pensas que atrasados mentais terceiro mundistas podem vir conquistar a Europa, lembra-te que a comunada matou muita gente no passado. Se toda a gente pensar como tu mais vale ires te esconder, que se te panham não sei…

      Liked by 3 people

    • 4 Dezembro, 2018 11:07

      Esses processos históricos foram o direito natural dos mais fortes e desenvolvidos que levaram a civilização a essa gente que vivia num mundo praticamente animal. Como se vê o esforço civilizacional Europeu não foi suficiente. Nomeadamente porque você existe!

      Liked by 1 person

  33. António Pinto permalink
    10 Dezembro, 2018 06:57

    Cambada de traidores.
    Isto vai ser o princípio do fim da união europeia.
    ONU = Organização terrorista

    Liked by 3 people

Trackbacks

  1. O perigoso Pacto Global de Migrações da ONU que ninguém quer – PortugalGate
  2. O perigoso Pacto Global de Migrações da ONU que ninguém quer – O Pica-Miolos

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: