Saltar para o conteúdo

Mas custa a quem?

21 Fevereiro, 2019

Título reportagem TVI: “Porquê pagar 600 euros a um privado para um exame que custa 8 euros no público”

12 comentários leave one →
  1. Carlos Guerreiro permalink
    21 Fevereiro, 2019 11:21

    Os 8 são a taxa moderadora… É o mesmo que o utente da ADES dizer que uma consulta no privado custa 10€ – falta adicionar o que a ADSE paga. O estado publica periodicamente no diário da republica o custo de exames, consultas e cirurgias praticados no SNS, porque não usa a mesma tabela para negociar com os privados. Custa mais à ADSE um utente que se dirige a um hospital do SNS ou a um hospital privado?
    Porque motivo as seguradora preferem ter um doente num hospital privado que num hospital do SNS?

    Liked by 2 people

  2. weltenbummler permalink
    21 Fevereiro, 2019 13:16

    o restante paga a carteira dos contribuintes

    Gostar

  3. 21 Fevereiro, 2019 19:33

    Talvez também, no privado, um utente não tenha que estar quatro ou mais meses à espera que lhe telefonem para marcar a data do dito exame… como ainda recentemente aconteceu a uma pessoa da minha família próxima.

    Gostar

  4. MJRB permalink
    21 Fevereiro, 2019 20:02

    As pessoas “do centro”, “da esquerda”, “da direita”, de cima, de baixo, que descontam durante N anos para a ADSE têm o direito a usufruir dos inerentes benefícios. E, constitucionalmente, do SNS. Ponto.
    Mas como estamos num Estado-trafulha, vígaro (não só na vigência deste goverrno), espere-se “a palavra dada não honrada”.

    Gostar

    • 21 Fevereiro, 2019 21:32

      Quem paga a adse são os contribuintes. Ou porque é que acha que a adse não é alargada a todos ?
      E isto não um problema da malta da direita ou de esquerda, isto é um problema da trafulhagem do umbigo do tuga. E você assim cá está para fazer valer ao seu.

      Gostar

      • MJRB permalink
        21 Fevereiro, 2019 23:16

        Acaba-se com a ADSE ? Então, o Estado que tenha tomates para isso e devolva o dinheiro dos descontos, todinho, por todos os dias em que o contribuinte não recorreu à ADSE.

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        21 Fevereiro, 2019 23:48

        “Então, o Estado que tenha tomates para isso e devolva o dinheiro dos descontos, todinho, por todos os dias em que o contribuinte não recorreu à ADSE.”

        Devolver porquê?

        Entre o que o funcionário desconta e o que recebeu, não deve haver um único beneficiário da ADSE que tenha saldo positivo. Devoluções, a haver, seriam dos funcionários para os contribuinte, por isso não entre por aí.

        Liked by 1 person

  5. MJRB permalink
    22 Fevereiro, 2019 08:40

    Zé Manel,

    “olhe que não; olhe que não !”. Muitos, felizmente para eles e seus familiares, nunca precisaram dum hospital, dum centro médico. A ADSE tem “números” também disso.
    Houve um “contrato” entre o Estado-hospitais-beneficiários. Se algum governo quiser rompe-lo, sem mais, eis novo caso de Estado-vígaro.

    Gostar

    • André Miguel permalink
      22 Fevereiro, 2019 09:13

      “Houve um “contrato” entre o Estado-hospitais-beneficiários”

      Nesse contrato só não consta quem paga. Também quero contratos desses, o MJRB paga e eu beneficio. Pode ser?

      Liked by 1 person

      • MJRB permalink
        22 Fevereiro, 2019 11:19

        Há, ou não há pessoas que descontam para a hipótese de precisarem do que está contratualizado com a ADSE ?
        Raio de sanha recente contra a ADSE… Se calhar alguns que agora contestam a sua existência já beneficiaram dela…

        Gostar

      • André Miguel permalink
        22 Fevereiro, 2019 12:57

        Descontam, mas não pagam! Se os FP não pagam impostos, são recebedores de impostos, quem paga é o mesmo de sempre.
        Não tenho nada contra a ADSE, é um excelente sistema, só julgo que devia ser alargado a toda a população (que paga e não usufrui).

        Liked by 1 person

      • Velho do Restelo permalink
        23 Fevereiro, 2019 13:01

        André, concordo com o último parágrafo, mas fiquei baralhado com o 1º !
        O que é isso de “descontam mas não pagam” ?
        Será que pretende dizer que o valor do contributo (desconto), não cobre a totalidade dos encargos ? E como tal, o resto vem do orçamento de estado ? Se assim é, há que aumentar a taxa do desconto, e repor de imediato os valores sacados “a titulo de empréstimo” do OE!
        Já agora, gostava de saber os montantes envolvidos …

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: