Saltar para o conteúdo

o assalto final

16 Novembro, 2019
by

António Costa prepara o assalto final aos portugueses que ainda trabalham e produzem alguma coisa nesta chafarica: o orçamento de estado de 2020 englobará as rendas de imóveis e de capital (juros, acções, etc.) no IRS, de modo a aumentar os escalões de quem paga impostos e a agravar os que incidem já sobre esses rendimentos. Alguns bonzos que por aí andam dizem, em defesa desta verdadeira (nova) vigarice, que as rendas dos imóveis são rendimentos como os outros, logo, não devem ter tratamento autónomo. Só que os outros, que já pagam muito, não pagam IMI, não pagam IMT, não pagam o infame “imposto Mortágua”. A atitude revela um evidente desespero de tesouraria, e só pode ser causada pela urgente necessidade de obter receita para segurar a falência do estado, disfarçada, nos últimos anos, pelo “Ronaldo das finanças”, cuja única coisa que soube fazer foi aumentar impostos e cativar despesa. Porque, a não ser assim, seria uma medida de uma idiotia profunda, e Costa, por defeitos que tenha, o de idiota não terá. É que, de uma assentada só, o governo rebentará com o sector da construção e do imobiliário, ao qual se deve a modesta recuperação económica recente do país, e com a banca. Na verdade, que pateta investirá num sector onde os seus rendimentos serão taxados em dobro de um ano para o outro, por uma simples decisão governamental? E quem estará disposto a pôr o dinheiro em produtos de bancos portugueses para aumentar o seu escalão de IRS e pagar, com isso, mais impostos ao estado? Não se julgue, contudo, que António Costa enlouqueceu: ele tem é o estado falido e precisa de sacar mais e mais dinheiro aos contribuintes para tentar tapar um buraco sem fundo, que ele agravou nos seus anos de governo. Já agora, no meio disto, onde andam o PSD e o CDS? Quem defende os contribuintes portugueses?

mw-2048

44 comentários leave one →
  1. Arlindo da Costa permalink
    16 Novembro, 2019 01:43

    Querem serviços públicos, transportes, saúde, educação, segurança, etc, etc e depois não querem pagar!!!
    Que raio de socialismo se preconiza aqui?

    Gostar

    • 16 Novembro, 2019 02:55

      Xuxalisto Marxista é mesmo isso: impostos e mais impostos sem qualquer retribuição até à banca rota!!!

      Liked by 2 people

    • Zé Manel Tonto permalink
      16 Novembro, 2019 06:39

      Dois pontos:

      Quem é que lhe disse a si que eu quero isso tudo?
      Há países que oferecem isso, e mais, com taxas de imposto muito mais baixas. Já pensou que o seu iluminado Costa, e toda a traquitana do PS, são pura e simplesmente estúpidos que não sabem governar?

      Liked by 2 people

    • JgMenos permalink
      16 Novembro, 2019 11:09

      Os impostos servem à matilha para comprar votos aos que não pagam porra nenhuma.
      Socialistas não têm tomates para ser, são chulos do capitalismo.

      Liked by 3 people

    • 16 Novembro, 2019 12:14

      Ó bronko, se o serviço é público já foi pago pelos impostos!
      Senão mais valia ser privado, assim pelo menos funcionava bem e sem greves !
      És mesmo um marreta !
      (ontem eu estava escalado para ser teu advogado, mas hoje já levas na tarraqueta)

      Liked by 1 person

    • SRG permalink
      16 Novembro, 2019 17:48

      Oh grande idiota,no tempo do governo Passos Coelho não estavas de acordo com aquilo que se cobrava de impostos, depois de uma bancarrota criada por um governo PS Mas agora já estás contente. Vai pastar e deixa-te de idiotices.

      Liked by 1 person

  2. lucklucky permalink
    16 Novembro, 2019 03:57

    “Já agora, no meio disto, onde andam o PSD e o CDS? Quem defende os contribuintes portugueses?”

    Hahahah!

    Mas alguma vez que estiveram no Governo o PSD e CDS baixaram impostos?

    Continuo a não perceber a “direita”, parece que não olham para factos.

    Liked by 3 people

    • Joao Rocha permalink
      16 Novembro, 2019 08:35

      Mais preverso ainda, é que o PSD e CDS se voltarem ao governo não vão acabar com nenhum destes impostos criados pelo Costa e ainda vão inventar outros.

      Liked by 3 people

      • lucklucky permalink
        16 Novembro, 2019 12:39

        Precisamente.

        O chocante é como as pessoas apoiam e esperam coisas de partidos que sempre fizeram o contrário do que aquilo que defendem.

        Parece aquelas mulheres que desculpam os maridos que lhes batem.

        Liked by 2 people

    • 16 Novembro, 2019 13:26

      lucklucky … qual Direita? O PSD e CDS alguma vez foram de Direita? Até os que se preparam para serem “Cristãos Novos” da Direita a sério (Maria Luis, Cavaco, Montenegro, Monteiro, etc…) sempre foram sociais democratas (não os novos sociais democratas da Rosa de Luxemburgo) ou ala esquerda da Democracia Cristã. Vai vê-los a formar um partido com ideias entre o Chega e o PNR não tarda.

      Gostar

  3. André Miguel permalink
    16 Novembro, 2019 07:14

    PSD e CDS fazem muito bem em estar quietinhos, eu faria o mesmo. Há 4 anos podiam ser governo, mas toda a gente se calou perante o golpe do manhoso, agora levem com ele. E quando a bancarrota bater nem se deviam apresentar a eleições, o por uma vez na vida o PS que limpe a merda a ver se o povo aprende.

    Liked by 3 people

    • 16 Novembro, 2019 13:28

      Não aprende enquanto não acontecer “aquele mês” em que a CGD não faz as transferências. Ficou arreigado na cultura popular o hábito de quase 50 anos do Professor Salazar que o Estado cumpria, eles ainda acreditam que o Estado é o Novo e não este novo estado.

      Liked by 2 people

  4. Beirao permalink
    16 Novembro, 2019 09:21

    O bando do Kosta sacam-nos, a mim e a minha mulher, um colh
    ão de impostos; agora mesmo recebi e-mail do Fisco para pagar a segunda prestação do IMI duma casita que tenho numa aldeia perdida na Serra da Estrela.
    A descarada gatunagem aos bolsos do contribuinte, sem contrapartidas que se vejam, não para de aumentar. Até quando este saque?

    Liked by 2 people

  5. Weltenbummler permalink
    16 Novembro, 2019 10:14

    Net
    Holodomor (em ucraniano: Голодомор) ou “Holocausto Ucraniano” é o nome atribuído à fome de carácter genocidário causado por Josef Stalin, no comando da União Soviética, que devastou principalmente o território da República Socialista Soviética da Ucrânia (integrada na URSS), durante os anos de 1932 – 1933. Este acontecimento — também conhecido por Grande Fome da Ucrânia — representou um dos mais trágicos capítulos da História da Ucrânia, devido ao enorme número de pessoas vítimas do bloqueio de alimentos feito por Stalin à Ucrânia.

    Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      16 Novembro, 2019 14:45

      Não houve bloqueio de alimentos, os Ucranianos produziam o que precisavam para sobreviver. O que houve foi roubo, confisco.

      De notar que o jornal preferido das redacções do Jornalismo Português o New York Times teve lá um jornalista Walter Duranty que mentiu descaradamente

      https://thefederalist.com/2017/03/24/new-york-times-contributed-ukraines-bitter-harvest-1930s/

      Liked by 1 person

    • A. R permalink
      16 Novembro, 2019 22:28

      lucklucky tem razão. Confiscaram toda a produção e inclusivé o que seria para semente no ano agrícola seguinte que foi obviamente um desastre.

      Mais …instalaram um sistema de bufaria para denunciar que tivesse escondido alguma coisa.

      O sistema de bufaria passava por interrogar as crianças na escola de forma disfarçada.

      A coisa acabou com canibalismo!

      Liked by 1 person

  6. JgMenos permalink
    16 Novembro, 2019 11:16

    Cambada de chulos!
    O capital é feito de rendimentos tributados, mas a canalha proveligia quem não acumula e gasta quanto tem e se vira a seguir para o Estado social.
    ´R daí que vêm os votos, é a esses que vendem o sucesso de orçamentos não cumpridos e investimento não realizado.
    Para pagar o poleiro a estes cretinos vai-se o país à miséria.
    Quem tem dinheiro que emigre ou acaba a emigrar sem dinheiro!

    Liked by 3 people

  7. Velho do Restelo permalink
    16 Novembro, 2019 12:32

    Sobre a notícia de capa do Expresso
    30% vagas por preencher : esperam por médigos filiados no PS
    Jovens sem experiência já são chefes : têm PS Card
    Pediatra viu 70 crianças em 12h : não tem nenhum cartão, ou está a candidatar-se ao Guinness Book.
    Disparam pedidos de escusa : pudera, a seguir quem não tem PS Card, leva com processo disciplinar !

    Já agora, o Montenegro é que tem razão; referendo porque o assunto assim o exige!
    Ao povo o que não da política.
    Se o povo não tem maturidade para isso, então suspendam a democracia!

    E mais dois recados para a AR:
    » O deputado Rui Rio deveria dar mais atenção à sua “linguagem corporal”. Aqueles sorrisos nervosos e o mexer dos ombros, passam uma mensagem de insegurança que não lhe é nada favorável.

    » O mesmo para deputado André Ventura. Sorrisos e mascar pastilha elástica nas sessões, não passa a imagem de seriedade que nós precisamos! Bem sei que é complicado estar ali só no meio de tantos adversários, mas é necessário coragem e atenção para conseguir companhia não próxima oportunidade!

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      16 Novembro, 2019 12:35

      correcção : “Ao povo o que não é da política.”

      Gostar

      • Velho do Restelo permalink
        16 Novembro, 2019 12:53

        outra : “para conseguir companhia na próxima oportunidade!”
        isto hoje está bera … acho que foi por ter aturado a neura da zazie …

        Liked by 1 person

  8. LTR permalink
    16 Novembro, 2019 13:27

    Todos os sinais de Costa são, de há muito tempo, claríssimos: primitivismo do pensamento (era evidente que iria fazer novas leis para a habitação para remediar os erros das da legislatura anterior, e vai repetir com mais até ao desepero de se atirar ao imposto sucessório), não presta esclarecimentos na AR, mente (vai ao ponto de não saber durante o debate com Rui Rio quantas pessoas saíram de Portugal e agora no debate quinzenal afirma que essas saídas não têm impacto no desemprego, mas apelida os outros de impreparados na AR, mais Tancos, etc), não responde (nem ele nem o governo a requerimentos que lhe são dirigidos). Desbarata uma oportunidade única com juros zero e petróleo muito mais baixo e estica o país ao limite. No fim, quando as condições desaparecerem, vamos ficar com a manada de incompetentes facilitistas saídos da escola do passa-tudo, de onde vai sair a próxima geração de governantes. Vamos ficar com os cacos das forças de segurança que hoje têm problemas que é melhor nem reproduzir.

    Nenhum tipo de reforma poderá já ser feita porque a carga debaixo do tapete que vai deixar em investimento urgente e em medidas desastrosas não o permitirá. Daqui a provavelmente não muito mais de 7 anos, não haverá um único país atrás de nós na Europa e na maioria dos indicadores. Nenhuma tática fiscal ou outra das que estão a ser usadas nos países do norte da europa que já nos passaram a perna poderá ser implementada senão com o recurso ao FMI por 30 anos.

    Comportamentalmente, a boçalidade é assustadora, com um discurso fantasioso de quem não sabe mas quer passar por saber e, pior do que isso, há quem na AR e na PR pense que se pode lidar normalmente com este calibre de político (ele aliás é um homem de máquina, não um político) e com as manipulações das afirmações que faz quando sabe que os outros já não têm tempo para responder.

    Numa manhã há contratações livres para uns e na mesma tarde controlo para outros. Tanto aparece o ministro a dizer (e a explicar) que está tudo bem com os rios de Espanha, como na semana seguinte aparece a dizer exactamente o contrário. Ou o chumbo de apoio oncológico e o aumento do salário mínimo. São tantas as canas dos foguetes já acesos que saem em todas as direções para onde calhar.

    Os impostos não baixam porque é preciso combater o plástico e o clima que aquece desde que a anterior legislatura começou.

    Basta ver o desespero com que ele está a tentar ganhar peso na Europa, nem sequer se apercebendo do ridículo de alguns dos seus discursos. Percebe-se logo a tática estadista de saída.

    As notícias de hoje sobre a justiça, ou melhor, sobre o que a justiça fez com o caso Tancos, dão uma ideia claríssima sobre onde já estamos e da via bulldozer, enquanto a senhora ministra comenta a conversinha com a Sara que abandonou o recém-nascido.

    Nos jornais, a fotografia do Crocodile Bambi em mais uma selfie.

    Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      16 Novembro, 2019 14:50

      Sim.
      É importante dizer que a Sara não apenas abandonou o filho. A Sara atirou o seu filho para um caixote do lixo.
      A Sara não chegou perto de um Hospital ou centro de saúde e deixou a criança.

      Liked by 3 people

      • Jornaleca permalink
        16 Novembro, 2019 14:55

        Uma mulher criminosa, malvada, cobarde, do pior que pode existir.

        Liked by 2 people

      • 16 Novembro, 2019 20:48

        A gabinete da propaganda já tem uma teoria para explicar a infeliz ocorrência :
        » Por questões religiosas a grávida optou por fazer o parto a solo!
        (crendices africanas), depois, devido ao esforço, dores, perda de sangue … houve uma certa desorientação e confundiu o ecoponto com uma incubadora ! A Câmara de Lisboa e o Matos Fernandes já estão a estudar um novo visual para os eco-pontos, para evitar futuras confusões !
        (tudo o que acontece no mundo xuxialista, tem uma explicação lógica.
        Até as contas do marquês …)

        Liked by 1 person

      • 17 Novembro, 2019 10:39

        Sim. È um caso monstruoso que nos poderia equacionar a Natureza Humana.
        Infelizmente nem sempre é preciso ir a essas profundidades quando se vem de sociedades onde isso é praticado por hábito e sem que haja condenação moral.

        Conheci várias africanas que contavam como à nascença os filhos se iam. Uma até disse que chegavam a ser abocanhados e levados pelos cães. E isto não foi há séculos. Foi há umas décadas e continua a ser.

        A venda de órgãos, por exemplo, é praticada entre eles, por eles próprios, tal como a escravatura ou a venda de meninas na puberdade.
        Em Cabo Verde isso é feito. Conheço pessoalmente uma cabo-verdiana que foi vendida pela família a um preto mais velho e com dinheiro.

        Que depois a maltratava e violentava, até ela ter conseguido saltar fora com 4 filhos.

        Ou seja- a situação social não faz uma criminosa abjecta de forma automática. Pode e tende a fazer heroínas, como este e outros casos de mulheres que têm instinto maternal e põe os filhos à frente de tudo.

        Gostar

      • 17 Novembro, 2019 10:43

        Outra coisa- quem passa por ali, como eu passo muitas vezes e até a pé, sabe que é impossível que todos os vagabundos que por lá vivem não soubessem.

        Porque aquilo é um mundo pequeno onde todos se conhecem.

        Por acaso passei lá ontem, a pé, como é meu hábito de me deslocar na cidade e tinham limpo um tanto da zona. Já não estava com o ar e cheiro a mijo e merda que costumava ter e as tendas eram menos e reduzidas ao extremo oriental da parte de baixo do viaduto (antes do depósito camarário do lixo).

        Gostar

    • Jornaleca permalink
      16 Novembro, 2019 15:27

      Caro @ LTR (16 Novembro, 2019 13:27)

      os bons já sabiam que assim ia suceder.

      Ainda vai ser pior, porque muitos não querem perceber a grande maldade desse filho da puta do António Costa e demais.

      E os juros estão tão baixos por causa dos porcos e ladrões como o Costa e demais. O BCE está nas mãos dessa canalha, desde que o holandês Duisenberg, teve que sair, após metade do tempo, ao qual tinha direito lá estar. E mesmo assim, eles levam tudo à ruina.

      Mas!! Existe uma maneira de proteger-se dessa loucura toda. Ela é excelente. E os altivos não a querem, mas não é por ela não existir, é só devido à soberba dos mesmos. Sabem pouco da ciência, da vida, mas “pensam” em saber quase tudo. Um erro fatal.

      As coisas têm que suceder assim, porque as leis que estão aqui em vigor, são mais rigorosas, do que as ditas leis da natureza, que até hoje não foram comprovadas. Impossível.

      Quando o grande porco do Costa e demais caírem, eu vou festejar. E de que maneira.

      Estas lutas passam também pela famílias de muitos. E eu estou farto de conversas inúteis. E eu sei, de muitas provas, que os tais, que votam nos socialistas, são profundamente injustos, ladrões, mentirosos e sobretudo invejosos. Não aguentam ver um trabalhador industrioso, que esteja melhor do que eles. Não facilitam o bom trabalho. E estão sempre infelizes, mesmo com este super-governo, que é um super-ladrão.

      Eu, ao contrário, mesmo debaixo de tanta miséria, estou sempre muito feliz. E eu vou ganhar, em toda a linha.

      Os justos ganharão sempre.

      Por isso, as suas más notícias, são boas notícias para mim. 🙂

      Liked by 1 person

  9. LTR permalink
    16 Novembro, 2019 13:53

    A fuga final:

    Segundo o Público, em apenas um ano a percentagem de emigrados com formação superior passou de 27,8% para 40%. Ou seja, um troca exactamente em sentido oposto ao desejável, segundo a teoria das qualificações da mesma origem. E eles a promoverem e a pagarem a festa da Web Summit sem que lhes passe nada pela cabeça.

    Liked by 2 people

    • Jornaleca permalink
      16 Novembro, 2019 15:10

      E o jornal “O Público”, que é uma galinha sem cabeça, um dos jornais mais estúpidos e mais reles. O jornal não tem nem um empregado qualificado, é só putas sem inteligência.

      Mas isso também demonstra um grande defeito de muitos. Fugir não é a melhor solução. No lugar de ajudar a mudar as coisas para bem, fogem. Só que a emigração tem um preço muito alto. Se for só para pouco tempo, nada contra isso, mas para sempre?

      Lá fora também existem problemas. E depois, fogem para onde? Eu não conheço nenhum país em Europa, que goste dos estrangeiros. O “amor” tem limites.

      Liked by 1 person

    • Jornaleca permalink
      16 Novembro, 2019 15:50

      A sapiência diz, respectivamente:

      Quem amar o dinheiro, nunca terá que chegue.

      Esses que fogem para o estrangeiro, voltarão um dia. Muito bem!

      E os que não voltarem, não valeram a pena e o esforço. Não é nenhuma regra, mas uma tendência forte.

      Um homem não deve fugir dos problemas, mas resolver os mesmos. É que todo o socialismo e toda a esquerda, como você bem sabe, anda só a criar problemas artificiais. E problemas nunca faltam. Existem sempre.

      Eu dúvido muito, se muitos daqueles, que fogem, não sejam analfabetos em relação à economia e às finanças.

      Aqui na Alemanha, há cada vez mais analfabetos. Sim, na Alemanha. A Alemanha foi sempre uma república de bananas, para aqueles que trabalham com suor e criam riqueza. Existe uma máfia, faz muito tempo, que pode roubar e enganar o trabalhador, sem consequências graves. Sem punição, que mereça o nome. Os juizes são outros ladrões, analfabetos em termos financeiros e económicos. Nada percebem da matéria, e pior, não querem aprender.

      Agora, agora, a situação agravou ainda muito mais. Agora, a Alemanha actual, é uma repíublica de bananas a todos os nivéis. A todos!!

      Quem quiser provas, que as peça. Milhares dela existem. Provas empíricas não faltam.

      Esta UE, que beija o cu ao culto da morte, está “fodida”. E os socialistas, os ímpios não vão gostar.

      Hahahahahahahhahaahhaa.

      Eles andam em guerra contra os bons e merecem a derrota. Uma derrota que vai doer, a muitos. Eles é que começaram com a guerra. Para ser justo, é bom sempre lebrar isto.

      E “eu” vou ganhar.

      Liked by 2 people

  10. Luís Lavoura permalink
    16 Novembro, 2019 15:51

    O que é que “os portugueses que trabalham e produzem” têm a ver com juros e dividendos de obrigações, depósitos e ações? Nada! Viver de juros e dividendos é, por definição, viver sem trabalhar nem produzir!

    Gostar

    • Jornaleca permalink
      16 Novembro, 2019 16:15

      Buuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuurrrrroooooooooooooooooooo!

      Olhe lá, mas o que é que aprendeu?
      Que profissão tem você?

      O que você agora escreveu é do mais estúpido, que se pode imaginar.

      Pagam-lhe para escrever porcaria aqui?

      Que produz você?
      Mas quem de bom senso, daria a você alguma vez um emprego?

      Liked by 2 people

    • 16 Novembro, 2019 19:20

      E o direito de herança? A palermice que infecta essa opinião Luis, é que a propriedade é algo inerente à Familia, logo Herda-se, daí tanto faz a que se produz como a que se Herda!!!

      Liked by 2 people

      • 17 Novembro, 2019 10:33

        Mas isso sabe ele que é beto de carteira cheia por essa via. Não é por ser prof universitário 🙂

        Liked by 1 person

    • Velho do Restelo permalink
      16 Novembro, 2019 20:55

      Ó grande bronko, se ele trabalha e produz é suposto ter algum lucro depois de pagas todas as despesas (impostos inclusivé) certo ? Parece-me natural que ainda haja quem invista nesses produtos (ainda que pouco recomendável) !
      Ou achavas que o palerma devia era entregar todo o proveito do seu trabalho ao estado ?
      Tu deves é ser mazoc e gostas de levar nas orelhas …

      Liked by 3 people

    • Zé Manel Tonto permalink
      17 Novembro, 2019 14:49

      Os dividendos e juros que eu recebo provêm de dinheiro que poupei e sobre o qual já paguei uma carga estúpida de imporstos.

      Liked by 2 people

  11. Luís Lavoura permalink
    16 Novembro, 2019 15:53

    Não rebentará com o setor imobiliário, porque atualmente (quase) ninguém constrói casas para arrendar.
    Não rebentará com os bancos, porque os depósitos a prazo já hoje dão pouquíssimo juro e não é por se pagar mais imposto sobre esse juro que ele será decisivamente alterado.

    Liked by 1 person

    • Jornaleca permalink
      16 Novembro, 2019 16:18

      Ó homem, cale-se.

      Quem é que lhe disse isso?
      De onde é que vai buscar tão mal pensamento?

      Quando é que foi o seu último comentário inteligente, que tivesse um único argumento verdadeiro em si, um argumento válido?

      Você é tonto, completamente e não sabe nada de valor.

      Você só sabe ARRUINAR!! MAIS NADA!!

      Liked by 2 people

  12. Luís Lavoura permalink
    16 Novembro, 2019 16:53

    Até há bem poucos anos, as rendas estavam sempre englobadas nos rendimentos. Só muito recentemente é que o governo anterior, com o argumento de incentivar o arrendamento, o governo criou uma taxa liberatória para elas. Parece que este governo quer desfazer aquilo que o anterior fez: voltar a desincentivar o arrendamento, englobando as rendas no bolo total. É esta instabilidade nos impostos que desencoraja o investimento e faz não se ter confiança em Portugal.

    Liked by 2 people

  13. isabel s. permalink
    16 Novembro, 2019 18:45

    Detecto um único erro no seu post: este não é certamente o assalto final. O último, em termos de data, será.
    Virão aí mais porque estes fulanos só sabem gastar para comprar votos. O assalto final só acontecerá quando os nossos netos acabarem de pagar a dívida que è cada vez maior.
    E que só parará de crescer quando os bancos e fundos estrangeiros que a financiam estiverem com problemas. Isto é, quando aparecer a nova crise. Volta a troika, etc etcetc, já conhecemos a historia.

    Liked by 1 person

  14. Jorge MRA permalink
    16 Novembro, 2019 22:15

    E hoje mesmo a Tatarina BE veio apelar a essa medida extraordinária. Os xuxas andam de braço dado com a esquerda e essas medidas só se agravarão no futuro, mas como estamos num país em que os pobretanas e burros imperam, temos que aguentar ou fugir.

    Liked by 1 person

    • Velho do Restelo permalink
      17 Novembro, 2019 09:57

      Ainda há a 3ª via : contra atacar . Mas não é certamente com esta direita que não consegue libertar-se do empecilho “religião”.
      Enquanto acreditarem em milagres, e que a Igreja Católica é o seu grande trunfo, está tudo tramado!

      Liked by 1 person

    • 17 Novembro, 2019 16:53

      Tem toda a razão Velho amigo, a verdade é que esperar que se queime por se terem metido com a Igreja já não é fiável. Por isso, tal como em 29 depois da tomada do poder pela Ditadura Nacional (1926-1932), é necessário acção concreta nas ruas, na sociedade e no governo até que se crie um Novo Estado.

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: