Saltar para o conteúdo

Os outros racismos do dia

20 Janeiro, 2020

Vamos tentar aqui no Blasfémias dar conta dos sucessivos casos de racismo na sociedade portuguesa. A dra Isabel dos Santos considera-se vítima de racismo e do preconceito como sempre dos colonialistas portugueses. Ja o caso dos 40 naturais do Bangladesh que se envolveranm numa desordem com facas e armas  na Rua do Terreirinho, na Mouraria, neste sábado, esta para se saber se e racismo por ter sido noticiado ou se pelo contrario foi racismo nao se ter noticiado outro desacato similar acontecido em 2019. Mas racismo ha-de haver.

20 comentários leave one →
  1. 20 Janeiro, 2020 10:30

    São casos de falta de polícia.

    A verdade é apenas esta. Não há policiamento nas ruas.

    Liked by 4 people

  2. Velho do Restelo permalink
    20 Janeiro, 2020 11:34

    Cheguei a pensar que a Xica Esperta dos Santos fosse mais inteligente!
    Mesmo com a ajuda do papá, seria necessária alguma massa cinzenta para “reunir” tamanha fortuna!
    Mas vir com aquela história do “ataque à concorrência …” por parte do Lourenço, é fazer dos outros parvos !
    Tendo em conta que a manifestação de se candidatar acontece muitos meses depois de ter sido demitida, eu diria que é precisamente ao contrário !
    Ela está a tentar usar um cargo político (se o conseguir), para se defender da justiça (via imunidade)!
    Deve estar mesmo muito desesperada …

    Liked by 1 person

  3. 20 Janeiro, 2020 13:11

    As grandes broncas de Corrupção & Lavandaria cá do burgo só se sabem quando são internacionalizadas, como no caso BES. Caso que os megafones da Operação Marquês não conseguiram esconder. Veio a verificar-se que o Marquês é mais Ricardo que Sócras.
    Pode ser que o Operação Luanda venha desencalhar de vez o processo Marquês. Talvez se venha a saber agora que não são só socialistas os autores de tanta lavagem…
    Nestas questões de grande dimensão (muitos milhões), os primeiros a serem acusados são raia miúda, por cá representada pelo saloio sócras. Os fatos Armani não conseguem ocultar a sua origem…

    Liked by 1 person

    • 20 Janeiro, 2020 14:42

      Eu diria que a questão da internacionalização não é a causa da descoberta, mas sim o fim do pagode !
      O BES já era “internacional” há muito tempo!
      O problema foi a falta de xeta para alimentar tantos buracos !
      É o eterno problema dos jogos em pirâmide. Funcionam enquanto as novas entradas conseguem alimentar os compromissos assumidos.

      Liked by 1 person

  4. Expatriado permalink
    20 Janeiro, 2020 14:02

    …”Já o caso dos 40 naturais do Bangladesh que se envolveranm numa desordem com facas e armas na Rua do Terreirinho, na Mouraria, neste sábado”…

    Nada ainda foi dito nos noticiários das TVs porquê? Não será este um caso que envolve a segurança do País? O Observador falo do assunto mas nada diz acerca de qualquer acção da Polícia na altura. Mais, foi reportado que foram usadas armas de fogo que obrigatoriamente implicam o envolvimento da PJ. Foram chamados? De onde vieram essas armas e como foi possível estarem na posse de estrangeiros?

    Também falta explicar as “desavenças religiosas” que estiveram na origemm do caso.

    Ainda vão dizer que a construção da mesquita na Mouraria vai evitar estes casos.

    Pois…

    Liked by 2 people

  5. Artista português permalink
    20 Janeiro, 2020 16:11

    Seria interessante investigar se esta campanha de Ana Gomes não terá também o intuito de incriminar outras personagens da política do burgo, designadamente alguns dos seus inimigos de longa data, dos tempos do MRPP….

    Gostar

    • 20 Janeiro, 2020 17:18

      Quase nunca estou de acordo com a Ana Gomes. Por outro lado, não sendo socialista, nem pouco mais ou menos, respeito a sua coragem e a sua honestidade. Concordo com ela neste caso e acompanho-a na denúncia da tentativa de apagamento que as autoridades portuguesas estão a fazer a propósito dos ladrões do futebol que campeiam por aí apoiados por palhaços justicialistas como o Ventura e outros Tem Avondos…

      Gostar

      • Jornaleca permalink
        20 Janeiro, 2020 17:46

        A Ana Gomes é uma mentirosa e nunca na vida honesta. Qual coragem? Ela não tem é vergonha nenhuma.

        Agora o Ventura, você acusa a ele de quê?

        Gostar

    • 20 Janeiro, 2020 17:21

      E for para colocar em causa o Durão Barroso não me preocupo absolutamente nada… Esse miúdo começou a roubar logo na universidade. Aquela prenda de uma poltrona de reitoria ao sogro UVA.

      Gostar

  6. 20 Janeiro, 2020 17:15

    Pior do que o medo a ser-se considerado racista, é o receio de se dizer que o Islão é uma religião atrasada e reacionária que se conforta e se procura cimentar na leitura literal de textos escritos por um comerciante árabe que, depois de ter dado o golpe do baú, espertalhão, ainda se propôs fundar uma religião. Os seus seguidores atuais não podem, portanto, ter outro comportamento que não aquele que se espelha num muito debilóide sentido social e civilizacional. Dito de outra forma: O Islão ESTUPIDIFICA! De onde, defender o Islão deveria ser punido com passagens terapêuticas por centro correcionais e até por campos de trabalho obrigatório em espaços abertos e arejados.

    Liked by 1 person

    • Filipe Bastos permalink
      20 Janeiro, 2020 19:49

      Quanto ao Islão, plenamente de acordo.

      Quanto a isto: “o Islão ESTUPIDIFICA!”… é só substituir “o Islão” por a religião.

      Gostar

  7. Jornaleca permalink
    20 Janeiro, 2020 17:37

    Vale a pena dizer mais uma vez:

    Quais foram as putas, que deixaram entrar 40 racistas e bárbaros do Bangladesh no nosso caro país? Quem é assim tonto e criminoso?

    O que é que essa malta malvada e (!) armada procura em Lisboa?

    Gostar

  8. LTR permalink
    20 Janeiro, 2020 18:02

    Como agora já não dá para tapar mais, aposto que o Expresso e a SIC logo à noite vão dizer umas palavrinhas tão ou mais excitados do que quando se estavam quase a esquecer dos nomes nos papéis do Panamá que haveriam de ser denunciados na semana seguinte.

    Gostar

  9. Procópio permalink
    20 Janeiro, 2020 18:05

    Eram só 40?
    Venham mais para animar a malta.
    Vai uma selfie com o celinho para internacionalizar a coisa?

    Gostar

  10. Expatriado permalink
    20 Janeiro, 2020 21:16

    ”Um alentejano foi a Lisboa visitar o jardim zoológico.

    De repente, vê uma menina aproximar-se perigosamente da grade da jaula do leão.

    O leão ataca e tenta puxá-la para dentro para a matar, sob os olhares dos pais, paralisados de terror.

    O alentejano corre e acerta um soco em cheio no nariz do leão, que dá um pulo, soltando a menina.

    Um repórter da SIC assistiu ao desenrolar da cena e diz ao alentejano:
    -“Senhor, esta foi a atitude mais nobre e corajosa que vi em toda a minha vida, garanto que este acto de heroísmo não irá passar em branco.
    Sou jornalista da SIC e logo à noite sairá no telejornal.
    Já agora, reside em que zona, e qual o seu posicionamento político?

    O alentejano responde:
    -“Sou alentejano, odeio o António Costa e votei no Chega.”

    À noite, a SIC, emite uma edição especial de notícias com apresentação do Ricardo Costa sob o título:

    “Radical de extrema-direita, ataca imigrante africano, e rouba-lhe o almoço.”

    Gostar

  11. A. R permalink
    21 Janeiro, 2020 06:15

    Racismo é a palavra chave para impedir a indignação e a aplicação da lei. Quando vemos que no UK vários gangues de asiáticos muçulmanos abusaram durante dezenas de anos meninas brancas tão novas quanto 11 anos e a polícia, serviços sociais e media calaram a nome de não serem racistas é notório o preço do medo, a cobardia e a rendição das nossas “elites” políticas.

    Gostar

  12. Artista português permalink
    21 Janeiro, 2020 15:21

    Mais do que racismo, este caso de IdS é sobretudo colonialismo: ao servir-se dos brancos (por fora) daqui, ela mostrou não ser racista e que aqui não considera haver racismo; mas tratou Portugal à boa maneira colonialista, isto é, comprou tudo quanto era gente: Estado, políticos (de alto a baixo), banqueiros, advogados, jornalistas (sim, jornalistas), magistrados, empresários, etc. Tudo gente que lhe estendeu uma passadeira vermelha e se acotevelou para chafurdar à volta da gamela que ela ia enchendo com dinheiro vindo sabe-se muito bem donde. Os anti-colonialistas de cá, afinal eram apenas contra o colonialismo de cá para lá…

    Gostar

Deixe uma Resposta para raposotavaresbolsaemercados Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: