Saltar para o conteúdo

paulo baldaia: um esclarecimento

2 Abril, 2020
by

Na terça-feira passada recebi o telefonema de um amigo que se queria justificar por ter faltado a uma reunião por videoconferência, que eu tinha agendado e onde ele devia ter comparecido. Disse-me – o que me comoveu bastante – que tinha em sua casa um filho asmático, com apenas cinco anos, com o vírus COVID-19. Mas não só: também o seu pai, com 78, a sua mãe e a irmã tinham igualmente contraído o vírus. Não tive resposta para lhe dar. Talvez por estar com vontade de desabafar, o meu amigo contou-me que o estado de saúde do seu pai piorara uns dias antes, tendo sido internado no Hospital de São João, no Porto, onde entrou com os rins e o fígado já em processo de falência. Os médicos que o receberam e acompanharam no internamento hospitalar ter-lhe-ão dito que era grave o estado em que o seu pai se encontrava e que, mais dois ou três dias em casa lhe teriam sido fatais. Foi tratado no hospital, tendo-lhe sido administrada hidroxicloroquina. Nem uma semana depois, mais precisamente seis dias, já se encontrava em casa, obviamente ainda abalado, mas estabilizado e em franca recuperação. Ou seja, com o seu estado clínico completamente revertido.

Achando que a recuperação do pai de um amigo, possivelmente devido a uma substância sobre a qual existem expectativas sérias de poder ajudar na cura deste vírus, podia ser, nos tempos sombrios que correm, uma história inspiradora, resolvi partilhá-la no Twitter. Limitado pelo reduzido número de caracteres que um tweet comporta, circunscrevi-me ao essencial: que uma pessoa conhecida dera entrada no S. João, já em fase adiantada da infecção provocada pelo COVID-19, com alguns órgãos a entrarem em falência, e que, ao fim de alguns dias, tinha regressado a casa e estava bem, tendo-lhe sido administrada, no tratamento hospitalar, a hidroxicloroquina. Algumas pessoas colocaram likes, outras retwittaram e comentaram o post, entre elas o Carlos Guimarães Pinto. Todas o fizeram urbanamente, mesmo as que suscitaram reservas sobre a eficácia do medicamento, o que, num momento em que ainda não existem certezas derradeiras, é uma posição tão sensata quanto a de dizer que já houve pessoas que se curaram com ele.

Numa coisa que me parecia pacata e sem qualquer motivo para provocar polémica, foi com espanto que constatei que o jornalista Paulo Baldaia, em resposta directa ao mencionado like do Carlos Guimarães Pinto colocado no meu post, entrou na conversa, com um comentário que integralmente reproduzo:

Seguiram-se algumas centenas de comentários e posts a explicar a Paulo Baldaia que, ainda que não haja certeza científica do potencial curativo da hidroxicloroquina em relação ao COVID-19, os seus efeitos são inequivocamente positivos em muitas pessoas, de tal modo que o Infarmed e a Ordem dos Médicos o recomendam no tratamento da doença, sobretudo quando já está em estado avançado, mas não só. Disso mesmo sou eu também testemunha directa, já que um outro amigo muito próximo – aliás, figura pública, com internamento noticiado na comunicação social – recebeu o mesmo tratamento e também já teve alta e se encontra bem, na sua casa. Todavia, mesmo depois de se lhe ter explicado o óbvio, Baldaia persistiu em escrever disparates, em vez de ter arrepiado caminho e saído discretamente de uma contenda que, de modo grosseiro, arrogante e, no mínimo, desinformado, provocou.

Ficamos, assim, a saber que, para Baldaia, dizer-se que a hidroxicloroquina tem potencial curativo do COVID-19 é ser-se adepto de Bolsonaro, e que a validação de resultados científicos se faz pela publicação de notícias nos jornais. É esta a forma mentis de um opinion maker que já exerceu e exerce funções de responsabilidade em vários órgãos de comunicação social. É bom que todos tenhamos consciência disso, de quem nos “informa” e de como somos “informados”, razão   única pela qual me dei ao trabalho de escrever este post.

45 comentários leave one →
  1. lupabinocular permalink
    2 Abril, 2020 19:08

    Não conheço (nem quero conhecer) o o rastejante que dá pelo nome de Paulo Baldaia.

    Liked by 3 people

    • lucklucky permalink
      2 Abril, 2020 23:40

      É assim na Esquerda. È preciso coagir os pares e assinalar a virtude aos pares constantemente.

      Por isso se o Trump, o Bolsonaro dizem não está chover o Baldaia vai sempre dizer que está a chover.

      É assim que funciona o mecanismo psícológico na Esquerda.

      Liked by 4 people

      • lucklucky permalink
        3 Abril, 2020 00:12

        Nota-se que o objectivo da mensagem do Paulo Baldaia foi controlar o Carlos Guimarães Pinto e dizer-lhe como se comportar : Nunca fazer um elogio a algo a que o Trump ou Bolsonaro tenham feito.

        Parece que o CGP saiu da linha.

        Segue-se a punição.

        Liked by 2 people

      • Filipe Bastos permalink
        3 Abril, 2020 00:37

        Só da esquerda, lucky? Até parece.

        Se os comunas disserem que a Terra é redonda, fiéis direitalhas como o lucky berram logo que é quadrada. A Terra redonda?! Mas estamos na URSS ou quê?

        Nas tricas esquerda-direita não há qualquer honestidade intelectual. Cada lado tem a razão toda. O outro lado não pode ter nenhuma.

        Gostar

      • JgMenos permalink
        3 Abril, 2020 05:10

        Ao FBASTOS importa lembrar que a prevalência na esfera publica do discurso da esquerdalhada resulta desse seu comportamento de seita mantida em sintonia por códigos de linguagem sob escrutínio permanente.

        Ignorar que nada disso se passa à Direita é desprezar o trabalho de mais de um século de construção de mitos e ocultação de desastres.
        E faz bem lembrar o PC, que mantendo com assinalável constância o ridículo de tantas das suas posições, sempre a seita cala e consente..

        Liked by 2 people

      • Filipe Bastos permalink
        3 Abril, 2020 15:12

        JgMenos, o escrutínio é feito por ambos os lados. A maioria dos media pode tender mais para a esquerda, mas há uma crescente comunidade de direita – também em resposta a esse politicamente correcto – que é também uma seita com códigos próprios.

        A esquerda não tem o exclusivo dos mitos ou do ridículo. A carneirada direitalha come tudo dos media conservadores americanos, as Fox e os Shapiros da vida, e lambe o cu aos Trampas e Bolsonaros numa mentalidade tribal – e boçal – de ‘nós contra eles’.

        Veja o blog onde está, veja os comentários aqui. Quantos questionam alguma coisa da direita? E quantos salivam pavloviamente a qualquer ataque à esquerda, como adeptos futeboleiros a cuspir num rival?

        Gostar

      • lucklucky permalink
        4 Abril, 2020 00:13

        Estás pior que o habitual Filipe Bastos…

        Indica-me alguém que disse que um medicamento não funciona por ter sido escolhido pelo SNS.

        Liked by 1 person

    • Andreia permalink
      4 Abril, 2020 11:33

      Não fique feliz por ser ignorante. Este vírus é muitíssimo pior que qualquer doença sexualmente transmissível. Sabe o que quer dizer “airborne” ? https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/04/coronavirusyou-may-be-able-to-spread-it.html

      Gostar

      • 5 Abril, 2020 12:35

        Andreia tem muita razão ao dizer que é airborne, precisamente como todos os virus da classe influenza …. vamos ver se consegue ser assim tão mais letal … duvido, mas a estatística dá-o neste momento como muito menos perigoso e mortal do que p.e. a malária ….

        Gostar

  2. Cali Mero permalink
    2 Abril, 2020 19:18

    Esse é mais um dos xuxualistas do sistema, que vê a vida andar para trás quando a direita teima em se levantar, enfim… vermes.

    Liked by 2 people

  3. sam permalink
    2 Abril, 2020 19:19

    Fosse eu a comentar o twit (e aproveito para o fazer agora), referiria a necessidade de haver prudência no publicitar deste tipo de detalhes farmacológicos. Porque os tempos são propícios à histeria e já se registaram bastantes casos de açambarcamento deste medicamento e até algumas mortes resultantes de auto-medicação.
    Mas haja esperança.

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      2 Abril, 2020 19:34

      Estranho ! Não precisa receita médica ? Isso é usado contra a malária e outras doenças,
      e a WEB está cheia de referências a esse medicamento e outros tipo Avigan na luta contra o covid-19.
      Mas tal como as máscaras, não é para toda a gente … pelo menos enquanto for escasso !

      Liked by 3 people

      • 2 Abril, 2020 22:13

        Malaria Lupus e outras.Mas a verdade é que em desespero os médicos franceses aplicaram esses antimalarios a 80 doentes e 78 recuperaram

        Liked by 3 people

  4. LTR permalink
    2 Abril, 2020 19:22

    Há um cheirinho intenso a 1975 no ar.

    Há dias babavam-se em directo na TV explicando que a besta Trump tinha dito que estas drogas funcionavam!

    Liked by 3 people

    • 3 Abril, 2020 13:04

      Verão Quente de 75 … que cheiro a Revolta Anti Comunista … Sinto-me vivo com essa esperança de combate com a esquerdalha! Já consigo sentir o cheiro de umas sedes do Bloco de esterco a arder, como então foram as do PCP de Cunhal … a que cheirará uma TV esquerdalha no “churrasco”?

      Liked by 1 person

  5. 2 Abril, 2020 20:08

    Quem é o Baldaia? O comentador desportivo?

    Gostar

  6. Procópio permalink
    2 Abril, 2020 20:34

    Existe um paranóia evidente em certos meios de comunicação contra dirigentes conhecidos.
    Faz parte de uma luta de morte entre super estruturas, de forma nenhuma países
    A histeria de que dão mostras está ligada ao medo por saberem que a super estrutura que lhes dá de comer está em queda.
    Será uma intuição? Por agora ainda recebem dos seus “donos”, presidentes de empresas noticiosas nacionais débeis, apêndices das maiúsculas – Reuters, AFP, EFE,
    Até estas têm despedido pessoal….Querem conhecer mandões?
    https://www.forbes.com/pictures/574f52254bbe6f6361860947/john-henry–the-boston-gl/#46b411c27080
    Conhecendo um pouco das suas ligações com o mundo da finança, nunca mais fazem o papel ridículo de falar em direita e esquerda, ou até de países, muito menos de miniaturas,
    Uma coisa é o espectáculo mediático, outra é o que verdadeiramente mexe.
    O covid 19, por exemplo mexe. A Agenda 21 também.

    Liked by 1 person

  7. Maria José Melo permalink
    2 Abril, 2020 20:55

    Parecia que P.B. já tinha ganhado mais juízo… Depois de ser um fervoroso apoiante de J.S., ultimamente, parecia mais sensato, nas intervenções que vi na TV.
    Pelos vistos não! Que lástima!

    Gostar

  8. Manuel Antoni permalink
    2 Abril, 2020 21:15

    Como é possivel alguém ter alguma consideração por um energumeno como é o baldaias.
    Meus caros como é polssivel serem tão ingénuos.

    Liked by 1 person

  9. Filipe Bastos permalink
    2 Abril, 2020 21:20

    O Baldaia é e sempre foi um sabujo à procura de dono e tacho.

    Além de fã do Partido da Sucata e do Trafulha 44, manda bitaites da bola e do que mais quiserem. É o ‘jornalismo’ que temos.

    Liked by 4 people

  10. Olympus Mons permalink
    2 Abril, 2020 21:47

    Rui a.
    Houve uma altura em que Paulo Baldaia me era neutro.
    Depois, um dia , na semana de eleição de Trump (penso que um dia antes) almoçava no Paços de Carnide e lá estava o Paulo Baldaia na mesa ao lado. Após 20 minutos a ouvi-lo falar sobre Trump com os outros amigos/jornalistas (eram 4) comecei a ficar verdadeiramente enojado – Algo perto de “Eleição de Trump seria o fim do mundo”.
    Só pensava, como é que esta gente é jornalista? Como é que gente que fala assim alguma vez leu ou pensou um segundo sobre ética jornalista? – Enojante. Como diz o outro É UMA VERGONHA.

    …Mas depois lembrei-me que isto é Portugal. Isto é o regime que nasceu do 25 de Abril. Isto é o que o povo gosta, escolhe e vota. O tuga tem o que escolheu. Nada a dizer.

    Liked by 3 people

  11. Prova Indirecta permalink
    2 Abril, 2020 21:53

    Paulo quê ?

    Gostar

  12. André Silva permalink
    2 Abril, 2020 22:54

    Não percebo a surpresa por se constatar que o Paulo Baldaia não passa de um atrasado mental completo, que ainda por cima faz questão de o demonstrar em público.

    Liked by 1 person

  13. Alberto permalink
    2 Abril, 2020 23:04

    Para o sr. Paulo Baldaia verificar (que isto não é apenas coisa do Bolsonaro, é um bocadinho mais sério):
    https://twitter.com/raoult_didier/status/1243619270581465089
    https://www.mediterranee-infection.com/wp-content/uploads/2020/03/COVID-IHU-2-1.pdf
    https://en.wikipedia.org/wiki/Didier_Raoult

    Liked by 1 person

    • Andreia permalink
      3 Abril, 2020 16:35

      Estamos salvos.

      Mas se já foi descoberta a cura porque é que na Espanha, na Itália e nos EUA continuam a morrer ? Querem ver que naquelas paragens esgotou-se a cloroquina !

      Não seja ignorante. Limitando-se a copiar links dos quais sabe nada. Você faz a mínima ideia do que é o método científico. Onde é que está escrito que a comunidade científica disse que esse tratamento era eficaz ?

      https://forbetterscience.com/2020/03/26/chloroquine-genius-didier-raoult-to-save-the-world-from-covid-19/

      Gostar

      • 3 Abril, 2020 16:55

        Quem disse que foi descoberta a cura? Está a mostrar-se útil e está a ser amplamente usada a cloroquina. Já agora a vacina BCG que tomamos todos antes da Abrilada parece dar alguma capacidade de anti corpos, não é a vacina para este virus. Já quanto Paulo Baldaia é apenas mais um esquerdalho à solta a lançar o pânico por ordens superiores.

        Gostar

  14. Jorge MRoque permalink
    2 Abril, 2020 23:15

    Ligar ao mamão Badalaia é uma perda de tempo. Um febril servo do xuxalismo que temos de aturar. E talvez já esteja com sintomas de senelidade esse do BalalaiKa?

    Liked by 1 person

  15. Procópio permalink
    3 Abril, 2020 00:11

    De qualquer forma parece-me que estão a acontecer coisas que merecem mais atenção do que diz o primeiro sabujo.

    Liked by 1 person

  16. Artista Português permalink
    3 Abril, 2020 00:19

    Debate instrutivo: até fiquei a saber que existe uma criatura chamado Paulo Baldaia.

    Gostar

  17. farto desta porcaria toda permalink
    3 Abril, 2020 03:43

    esse baldaia não é jorna? então queria o quê? que um jornalista fosse uma pessoa bem formada e razoável? não peça peros ao carapeteiro

    Liked by 1 person

  18. A.R permalink
    3 Abril, 2020 09:27

    Não são jornalistas: são desenvergonhados mercenários socialistas. Espanha rega com milhões homens como este e censura os média que não vivem de esmolas do Estado.

    Liked by 2 people

  19. A. R permalink
    3 Abril, 2020 09:29

    Não são jornalistas: são desenvergonhados mercenários socialistas. Espanha rega com milhões homens como este e censura os média que não vivem de esmolas do Estado.

    O jornalismo é agora, não só em Portugal, uma cloaca máxima da podridão intelectual, moral e ética de um socialismo/comunismo disfarçado de “informação”. Comigo não ganham um tostão.

    Liked by 1 person

  20. José de Oliveira permalink
    3 Abril, 2020 11:14

    Este sr é tão pequeno que merece distanciamento e pouca credibilidade.

    Liked by 1 person

  21. beirão permalink
    3 Abril, 2020 11:44

    Este Baldaia não é aquele pulha que correu com o cronista Alberto Gonçalves do pasquim esquerdalho que dirigia (e que está falido), só porque as verdades embrulhadas em inteligente e demolidora ironia do nosso melhor cronista provocavam insónias aos cobardes ditadorzecos baldaias desta vida?
    Com este tipo inqualificáveis criaturas que outra coisa se pode esperar?

    Liked by 2 people

  22. Carlos Guerreiro permalink
    3 Abril, 2020 12:06

    É hidroxicloroquina e não hidrocicloroquina. Deve ser isso que irritou a Baldaia…

    Liked by 1 person

  23. JP Ribeiro permalink
    3 Abril, 2020 15:00

    Obrigado.
    Quando retuitei o tuite do Trump recomendando Hidroxicloroquina + Azitromicina fui recebido com sarcasmo. Um médico meu amigo confessou-me que já os tinha em casa e passou-me logo uma receita. A estupidez humana é incomensurável.

    Liked by 1 person

  24. 3 Abril, 2020 22:09

    Bimbo provocador….lixo tóxico habitual!

    Liked by 1 person

  25. Frederico Hintze permalink
    4 Abril, 2020 19:52

    Vou ser polémico aqui, mas tenho o dever de o fazer.

    É preciso extremo cuidado com este tipo de relatos em redes sociais – i.e. as partilhas de fármacos milagrosos que curam:

    1 – A hidroxicloroquina mostra sinais de ser eficaz em alguns casos? Sim, mostra. Mas falta saber porque é eficaz com uns, mas não é com outros. Esse fármaco actua directamente no virus, numa proteína celular ou apenas restringe certos tipos de resposta imunitária que poderão ser prejudiciais? São n casos que foram tratados com esse fármaco e que não resultou (se calhar até mais do que os recuperados).

    2 – Este tipo de partilhas faz uma corrida a um fármaco que é PERIGOSO! É um medicamento extremamente potente, onde uma sobredosagem pode ser fatal. Os efeitos secundários da hidroxicloroquina poderão ser devastadores, desde danos oculares, neuromotores, psicológicos até danos cardíacos e hepáticos irreversíveis… e morte!

    3 – Raramente ocorre de ser apenas um medicamento que é administrado em casos graves. A terapêutica pode ser variada, e pode ser que a hidroxicloroquina tenha tido um papel muito secundário no tratamento. Qual a necessidade então de falar apenas e só num medicamento?

    4 – Eu não acompanhei o “caso” ao pormenor, mas parece-me que o Paulo Baldaia terá razão num ponto: cuidado com o populismo! É através deste tipo de partilhas que políticos populistas (e perigosos) têm feito estragos demasiado grandes. Casos como os de Bolsonaro e Trump são os mais visíveis. Ambos partilharam-no como um “fármaco milagroso”, e usaram a existência deste “farmaco milagroso” para a desconsideração de medidas de contenção social. Sangue nas mãos, muito sangue nas mãos desse pessoal e não é só de Trump e Bolsonaro…

    5 – Eu até fui um dos que partilhou um estudo científico do uso conjunto de hidroxicloroquina e azitromicina. Mesmo assim, alertei sempre que era um estudo ainda e não era a resposta final, alertei também que o numero de pessoas no estudo era pequeno (isto se chama ter visão científica crítica). A sociedade não tem maturidade científica para discernir o que é ainda uma potencial cura/vacina de uma cura/vacina ‘final’. Quando surgiram os primeiros relatos de possível fraude, não contemporizei e apaguei esse meu post. A credibilidade científica é algo para ser levada muito a sério, neste caso são vidas que estão em jogo!

    Finalizando, usando o distanciamento emotivo necessário para ser objetivo, o que o Rui Albuquerque não provou nada sobre o efeito da hidroxicloroquina, simplesmente continua na mesma toada emotiva… e sem pesar as possíveis consequências do seu post.

    Gostar

    • rui a. permalink*
      5 Abril, 2020 01:08

      Talvez fosse mais apropriado dirigir este seu comentário à Ordem dos Médicos e ao Infarmed, que, ao contrário do que escrevi no meu breve post, estabelecem um nexo causal de elevada probabilidade entre o uso da substância e eventuais curas do vírus em causa. De tal modo que, neste momento, a sua aplicação está generalizada nos hospitais públicos portugueses, e imagino que não será a título meramente experimental. Acredito que se o lerem serão capazes de ficar muito apreensivos com as possíveis consequências daquilo que andam a escrever nos comunicados oficiais.

      Liked by 1 person

    • 5 Abril, 2020 10:43

      Frederico Hintze, repare bem como o seu “post” é claramente baldaiano. Ao meter Trump e Bolsonaro ao barulho está apenas a politizar despudoradamente a questão. A mim escusa de tentar dar lições sobre rigor cientifico porque eu sou do tempo que, em Química, eram necessárias 4 validações de pares para publicar um artigo num qualquer jornal cientifico decente. A politica não é chamada para a ciência e Baldaianos de que este país está mais infectado do que de gripe até que o virus Chinês consiga destronar a influenza em número de infecções, são um cancro cuja única cura é a remoção cirúrgica. Se for através do populismo que seja, mas tem que ser feito.

      Gostar

Deixe uma Resposta para A. R Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: