Saltar para o conteúdo

Fact check o vosso rabo – vejam se ainda lá está

17 Junho, 2020

Podia ser cínico e dizer que os tumultos em França não interessam nada olhando para os média nacionais. Porém, isso não seria cinismo, seria só constatar um facto irrefutável (contudo, haja quem tente, para ocupar os dedos, que a cabeça já se foi). Apesar de existir boa opinião publicada, no que diz respeito às redacções seria mais útil serem todas substituídas pelo gabinete de imprensa do primeiro-ministro.

O fantasma do politicamente correcto (o original já morreu, aquele que até nem era necessariamente uma coisa perversa) deu lugar ao insidioso “vou dizer-te exactamente o que é a verdade” dos Polígrafos e de outros mentirosos profissionais. O mais que ilegítimo direito a não ser ofendido rapidamente se tornou no dever a não ofender, uma impossibilidade material. Se um indivíduo se pode ofender com uma parede de tijolo, a única forma de assegurar que não se ofende ninguém é estando caladinho. É exactamente para que você esteja caladinho que existe o “fact checking” contra “fake news” e outras expressões de quase inglês que quem dera terem ocorrido ao Orwell.

Respeitinho o caraças. Ou recuperais – todos, vós todos – os tomatinhos muito rapidamente e dizeis o que vos passar pela cabeça sem contemplações pelo idiota que irá “sentir no seu íntimo grande ofensa” pela opinião alheia ou, em alternativa, calai-vos todos para sempre. E, já agora, sempre que vos ocorrer a ideia de fazer um boicote, optai por quem vos manda estar caladinho em vez dessas ideias mirabolantes de viver de amor e uma cabana na praia que os instagrams, os facebooks e os polígrafos vos alimentam.

Como nota de rodapé, para os mais técnicos, desde sempre que tenho um ficheiro hosts que resolve o endereço poligrafo.pt para youporn.com. Isto porque gosto que a pornografia que consumo seja minimamente decente.

21 comentários leave one →
  1. Jornaleca permalink
    17 Junho, 2020 05:21

    Vós todos? Não senhor.

    Existem dois Portugal. Há valores e valores. Uns são excelentes e os outros levam ao estado que o autor está a criticar.

    Tumultos em França? Aquilo é uma guerra civil e o fim do estado mentiroso e laicista, o mais traidor e cobarde e putano de sempre.

    O autor Jean Raspail faleceu.

    A esquerda burra nunca enganou a todos. Ou põem o burro outra vez a comer palha, ou isto vai mais abaixo. Agora, enaltecer asnos? Hahahahahahaha. Fingir que o burro e o inteligente valem o mesmo? Hahahahahaha. É demais. Isto é que é racismo. Tratar o bom e o mau igual. Hahahaha. Foi assim que o burro enganou muitos, que diziam que não eram burros. O burro nunca quis igualdade, mas sim o poder.

    No Reino Unido já começaram. O povo vai fazer o que estado cobarde não quer: proteger os monumentos com sucesso contra esses burros, pretos e brancos, que nada sabem, e nunca na vida têm o direito de nos julgar. Levaram porrada a eito e não mexeram em nenhum monumento.

    Este fim de semana, nos EUA, os burros brutais da esquerda fascista, tentaram criar mais quatro zonas de anarquia lá, mas levaram nos cornos pela polícia. Até Chicago, que é governado pelos socialistas incompetentes, não quere aquele esterco humano lá.

    A maioria dos pretos nos EUA são culpados pela própria situação. O partido da escravidão foi (e contina a ser) o partido dos US-Democrats. E os pretos, idiotas que são, a maioria, vota nesse esterco. Foram os Republicanos que libertaram os pretos da escravidão e esses não lhes pagaram com a devida moeda e respeito. Pelo contrário. Traíram a aqueles, que os ajudaram. Isto é altamente perverso.

    A esquerda só sabe mentir.

    E não caro autor, a guerra ainda não terminou e a esquerda não vai ganhar. Claro que não. Mas muitos vão sofrer.

    Mas mesmo o autor não compreende o jogo. Os crimes dos ateus são demasiado grandes. Blasfémia leva sempre à morte. E este estado criado pela esquerda é blasfémico, tonto, parvo, estragador, filho da puta, desleal, ladrão e muito mais. A esquerda de caviar quer levar nos cornos e vai levar mesmo isso.

    Criaram pelo menos uma geração de asnos e enalteceram esse esterco humano e agora andam a queixar-se das consequências.

    Eu repito: o homem moderno é um perfeito asno e não tem qualquer cultura. O pós-moderno (uma construção parva) ainda mais pior, claro.

    Pior ainda: a esquerda putana e de caviar já não está interessada em criar empregos, no crescimento da economia. Desde há anos que andam a destruir emprego por emprego. É um horror.

    A comunicação com essa malta já não funciona. Existe um abismo. Falamos a mesma língua, mas eles não nos compreendem. E são teimosos, malvados e de nada se arrependem. Nadinha.

    Agora domina a religião do ateu: a natureza vale mais que o ser humano. O tema da puta da Merkel, é a chamada “decarbonization”. O estado vai alimentar com subvenções a sua própria auto-destruição. Porque toda a onda verde (dos comunistas do ambiente) em si não é rentável, faz mal ao ambiente e destrói a riqueza duma nação pouco a pouco.

    E agora apareceu o vírus de Wuhan (Corona/Covid19), que apanhou o burro António Costa de surpresa. A maior parte do povo não vai perceber os danos que isto vai causar, o lockdown estúpido e sem necessidade. A tarefa dos jornais mentirosos, da esquerda putana, vai ser mais uma vez, ocultar e proteger o reinado dos asnos.

    Mas nada está perdido.

    Mas é um castigo bem feito, para todos aqueles palhaços que adoram mentir sobre católicos em Bragança e espalhar calúnias.

    O homem católico, como ele foi concebido, desenhado, é aquele que trata melhor a esposa. Não há melhor. Dizer outra coisa é mentir descaradamente.

    Um carro foi desenhado para andar bem nas estradas. E quando houver um acidente, a culpa raramente é do carro, o que também sucede. Mas por isso, ninguém vai querer deixar de circular com o mesmo ou insultar o carro.

    A desorientação encontra-se em lugares, onde muitos não o esperam.

    Liked by 1 person

    • 17 Junho, 2020 08:51

      Ámen, ou quase…

      Gostar

      • Jornaleca permalink
        17 Junho, 2020 09:51

        Jean-Paul Sartre e a autobiografia dele.

        Um verdadeiro problema intelectual, que você jamais será capaz de compreender.

        Defender a experiência como método, mas negar a dos outros, não convence, Pedrozinho.

        Gostar

  2. Mario Figueiredo permalink
    17 Junho, 2020 08:30

    Quis o destino que o primeiro comentário a um excelente post do Vítor viesse da energúmeno do Jornaleca, o nosso bobo-da-corte, o bêbedo da nossa aldeia. E grande fonte do mesmo tipo de sujidade que o poligrafo.pt adora chafurdar: A merda que por aí se diz…

    Liked by 2 people

    • Jornaleca permalink
      17 Junho, 2020 09:48

      Excelente post de quem? Você sabe menos do que o autor e não sabe o que é excelência.

      Portugal é a província.

      As fezes são para você comer, bom apetite.

      O resto do seu comentário é vergonhoso. Nem você compreende o que quis transmitir. Tal igual ao autor. Dá tantas curvas que perde a orientação. E você e ele, pensam, que inteligência é falar dum modo, quanto mais complicado ser, melhor é. Nada pode ser mais errado.

      As putas querem continuar a dar aulas, às quais não tem direito intelectual.

      O que é que me quer ensinar?

      Gostar

    • 17 Junho, 2020 10:21

      Já ouvi dizer que o Jornaleca é um algoritmo que responde assim “à bruta”.
      De todos os comentários, que já li do dito, não vejo razão para ser mentira!!

      Liked by 2 people

      • Velho do Restelo permalink
        17 Junho, 2020 10:42

        É o chamado “bot” !
        Mas já foi pior, quando era “jornaleco” tinha uma panca contra gatos. Escrevia com 6 erros por cada 5 palavras.
        Com o tratamento “hormonal” e as aulas da telescola, ainda vai ser um grande jornalista no grupo do balsecoto 🙂

        Liked by 3 people

  3. chipamanine permalink
    17 Junho, 2020 09:14

    A proliferação dos polígrafos desta vida não são mais do que tentar “normalizar” nas sociedades as mentígrafes.
    Técnicas.
    1-Ir buscar um absurdo qualquer que nem teve significado “social” fazer dele um facto importante e depois “desmentir” o absurdo passando subliminarmente a mensagem que desejam.
    2- Pegar em números (estatísticas) e fazer análises parciais “desmentindo” qualquer outra análise possível ou silenciando-a
    3- Dar a si próprio a valor da “verdade” de forma a que a “jumentice” acritica dos analfabetos e dos analfabrutos abanem o capacete a concordar com as “apreciações/conclusões” que eles manipulam.
    4- No léxico utilizado induzir o suposto “raciocínio” até antes da apresentação do assunto e pelo qual só de pode chegar a uma “conclusão”
    Há mais técnicas mas estas bastam para esclarecer os seus “princípios”

    Liked by 2 people

    • Jornaleca permalink
      17 Junho, 2020 10:00

      Tanto trabalho para afirmar, que a esquerda só sabe enganar e mentir?

      Liked by 1 person

      • chipamanine permalink
        17 Junho, 2020 10:44

        O “trabalho” é meu e não me custa “tanto”. Não fiz afirmação nenhuma que vc tenha “lido”. Por acaso até estava a pensar na carochinha e no joão ratão

        Liked by 2 people

      • lucklucky permalink
        17 Junho, 2020 13:41

        Dizer que engana e mente não tem valor sem demonstração.

        Gostar

    • chipamanine permalink
      17 Junho, 2020 14:32

      Está bem está. vou “demonstrá-lo” aqui só porque vc se lembrou da “demonstração”. Não seria dificil mas extenso. Não tem valor para si. Está no seu direito da mesma maneira como posso achar o que vc disse não tem valor nenhum. E ficamos por aqui. É cada “fiscal”

      Gostar

  4. 17 Junho, 2020 10:27

    Belo texto, Vitor!
    Sinceramente, de praticamente tudo do que tenho visto dos meios de comunicação social convencionais, há quem esteja a usar o ‘1984’ como um manual de instruções!!

    Liked by 2 people

  5. Expatriado permalink
    17 Junho, 2020 11:35

    Vai ser visualizado nos noticiários das 20 em todas as TVs

    https://www.breitbart.com/europe/2020/06/16/elite-french-police-deployed-as-armed-chechens-and-north-africans-go-to-war-in-dijon/

    Gostar

    • lucklucky permalink
      17 Junho, 2020 13:42

      Vai ser censurado em todos os noticiários.
      É para isso que existe o jornalismo, para nos submergir em notícias para esconder outras notícias.

      Liked by 2 people

      • chipamanine permalink
        17 Junho, 2020 14:34

        Teria de demonstrar a censura? ai ai no melhor pano cai a nódoa.

        Gostar

      • lucklucky permalink
        17 Junho, 2020 21:13

        Lê o que escrevi outra vez. Não foi sequer em relação ao teu texto.

        Gostar

  6. Filipe Bastos permalink
    17 Junho, 2020 15:29

    Ah, o Jornaleca. Três hipóteses:
    1) Um bot.
    2) Um troll.
    3) Um alucinado.

    A ser um bot deve ser esquerdalha, para destabilizar o pagode, mas pode também ser uma experiência apartidária: larga-se um maluco na multidão e vê-se o efeito. Vai ensinando a inteligência artificial do bot.

    A ser um troll, pago ou não, deve também ser esquerdalha. Não se vê como alguém possa pensar que tal boçalidade ajuda a direita.

    O alucinado é uma hipótese forte. A tecnologia dos bots é ainda algo primitiva, e há mais alucinados que bots. A obsessão religiosa, em particular com a Igreja Católica, esse antro de hipocrisia e pedofilia, aponta para aí.

    Liked by 1 person

  7. 17 Junho, 2020 17:20

    Aos 7 minutos percebe-se o ponto de vista da polícia: Se os agentes interviessem na chincana que se armou entre estrangeiros e houvesse um morto, o que se diria da polícia? Se é para se criticar a polícia, que se critique por ela não ter feito nada.
    Desta forma, dá-se menos maçadas a toda a gente e a polícia não sofre manifestações por excessos policiais. Assim, até o podemita lá do sítio, o Jean-Luc Mélenchon, tem menos trabalhinho e tudo.citado:

    Colem as palavras abaixo no You Tube para acederem ao vídeo

    Violences à Dijon : revoir l’édition spéciale du 19-20 de France 3 Bourgogne (16/06/20)

    Gostar

  8. lucklucky permalink
    17 Junho, 2020 21:21

    Quando tempo até o Jornal Publico copiar?

    Agora no Jornalismo Marxista escreve-se negro com maiúscula e branco com minúscula, assim:

    Negro (Black)
    branco(white)

    https://www.washingtonexaminer.com/washington-secrets/media-race-to-capitalize-b-for-black-keep-w-for-whites-lowercase

    Leiam o cretinismo racista do jornalismo:

    “Black is an ethnic designation; white merely describes the skin color of people who can, usually without much difficulty, trace their ethnic origins back to a handful of European countries,” it said.

    Gostar

  9. lucklucky permalink
    17 Junho, 2020 21:28

    Note.se que quem concordou com isto não foi um jornal.

    Foi o centro extremista:

    “USA Today and its network of 260 media outlets announced the plan in the last week. It is also a style policy in other newsrooms, including NBC News, the Los Angeles Times, and Chicago Sun-Times, and some expect the Associated Press to follow soon.

    The Los Angeles Times, USA Today and NBC News last week decided to capitalize Black, and the National Association of Black Journalists urged other news organizations to do the same.
    AP leaders continue to discuss."
    

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: