Saltar para o conteúdo

A húbris do ungido

9 Julho, 2020

O facto de o novo ungido pelo primeiro-ministro ter conseguido escrever 119 páginas de lero-lero sem apresentar contas não me incomoda por aí além pois esses números seriam sempre uma mentira com o intuito de enganar papalvos.

CostaSilva-ok

Só alguém possuído por uma húbris desmedida e uma falta de humildade inaudita pode supor-se capaz de definir centralmente uma estratégia de recuperação económica para 10 milhões de diferentes projectos de vida com base na omnisciência do seu perfeito e total conhecimento qualitativo e quantitativo das infinitas interacções sociais passadas, presentes e futuras dos indivíduos.

Quem se iludir com forma beata e cândida de falar do novo Escolhido, do novo sábio, acabará por colaborar na instauração de maior coerção sobre as pessoas, de ainda mais sinistra agressão às liberdades e num acrescido assalto a quem produz riqueza.

 

49 comentários leave one →
  1. Filipe Bastos permalink
    9 Julho, 2020 18:46

    …assalto a quem produz riqueza.

    Seria bom que o Telmo se referisse à população que realmente trabalha e produz; mas, conhecendo-o, deve estar a falar dos seus heróis: passe o pleonasmo, capitalistas e mamões.

    Isto porque na sua filosofia quem mais mama – os bilionários, banqueiros, accionistas, ‘investidores’, pseudo-gestores, CEOs e restante canalha – é quem mais ‘produz’. Uma espécie de newspeak direitalha.

    Gostar

    • Olympus Mons permalink
      10 Julho, 2020 14:26

      Filipe, De qualquer das formas nunca lhe agradeci. Fica, pois, aqui o meu agradecimento.

      Entre os meus inúmeros projectos por vezes penso em voltar a investir em Portugal e criar roqueza aqui…. Mas depois leio o Filipe Bastos e passa-me. Nice.
      Meu ultimo projecto (solidity, Etherium, blockchain) vai ser desenvolvido na Andaluzia em vez de Portugal…É uma porra, mas é o que o tuga merece.

      Este pessoal protocomuna acha que não tem consequências este Kayfabe esquerdoirde… Mas tem!

      Liked by 1 person

    • Filipe Bastos permalink
      11 Julho, 2020 01:15

      Lamento sabê-lo, Olympus: não sei como passará o país sem o seu projecto. No lado positivo, sempre não levamos com os seus choradinhos, como n’O Insurgente, sobre ter de pagar impostos. Há sempre um silver lining, não é?

      Talvez queira aprender a escrever Ethereum antes de começar: assim passa menos por um palerma que repete uns nomes vagos que leu algures. Um bocadinho menos.

      Gostar

  2. maria permalink
    9 Julho, 2020 19:19

    Mais um invejoso do mérito dos outros. Quem lhe impede de criar empresas e ter muitos trabalhadores?
    Mamões são os que vivem á sombra do Estado.

    Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      9 Julho, 2020 19:43

      “Mamões são os que vivem á sombra do Estado.”

      Não só à sombra do estado, também à sombra do capitalismo como o Filipe Bastos.

      Uma comuna ele não cria.

      Liked by 3 people

      • chipamanine permalink
        9 Julho, 2020 19:53

        Numa comuna tem de se trabalhar muito para no final todos passarem fome. Não é bem o desiderato desta gente para eles próprios. É mais um desejo mas para os outros.

        Liked by 1 person

      • Mario Figueiredo permalink
        10 Julho, 2020 09:13

        O Filipe Bastos sempre se fez representar aqui como o modelo perfeito do spin doctor — o mais próximo que encontro em português será “marqueteiro” — e fá-lo convencidíssimo que engana os frequentadores do Blasfémias.

        Isso, ou simplesmente não consegue perceber a forma distorcida do seu pensamento e o quão claro expõe as suas reais intenções.

        O Filipe Bastos é o tipo de pessoa que aponta a arma ao socialismo para disparar contra o capitalismo, do qual vive à sombra. Pensa que com o gesto num sentido nos consegue distrair do som dos tiros.

        É cómica a forma como o faz. Mais ainda quando se sabe que vive confortavelmente à sombra do seu inimigo declarado.É apenas mais um desses social-caviares, com pretensões de intelectualidade. Mas que se isto rebentasse tudo e esse grande inimigo das massas, o capitalismo, fosse derrotado pelas forças populares, era um dos primeiros a chorar que nem uma criança pelo património perdido.

        Liked by 1 person

      • chipamanine permalink
        11 Julho, 2020 07:20

        Ao primeiro tiro de uma Kalash da democracia directa mijam-se e cagam-se nas calças. Ao segundo já fugiram, de preferência com o património embalado nelas. Os valores mais elevados esvaem-se pelo intestino numa caganeira.

        Liked by 1 person

    • 9 Julho, 2020 20:27

      O Filipe Bastos tem uma empresa. Mas deve ser de mandar bitaites à posta. Ou deve estar nas horas da morte.

      Visto que, se tivesse uma empresa, não andava tanto por cá e iria gerir a empresa, conquistar clientes, refinar produtos, cobrar dívidas em atraso, encontrar novos fornecedores, tratar do expediente ou, como ele é escarralhado encapotado, assediar a secretária.

      Liked by 1 person

    • Filipe Bastos permalink
      10 Julho, 2020 02:11

      Quem tem empresas tem também quem lhe faça essas coisas, Francisco. Não sabia? Passa os dias a ‘gerir’, i.e. a ver gráficos e reports feitos por outros, para melhor controlar o trabalho dos outros, sem fazer realmente nenhum.

      Bom, minto. Isso são os ‘gestores de topo’, os mamões que a carneirada direitalha adora e admira. Ter PMEs é para otários, malucos e masoquistas. Geralmente os três.

      Se bem que há PMEs e PMEs. Há os trafulhas que andam de Maserati, como o papá do grunho xuxa, à conta da mama pulhítico-estatal, de subsídios, esquemas e esmolas europeias (olá Tecnoforma), que costumam pagar salários mínimos e ainda fogem aos impostos.

      Pelo menos metade dos popós alemães que vê na estrada, dos montes no Alentejo e das casinhas no Algarve foram assim compradas. Provavelmente dois terços.

      Outros, otários como eu, pagam impostos até às orelhas, mas ainda passam por comunas ao discutir com direitalhas como o Francisco. Só por quererem um mundo mais equitativo, não o seu proprietarianism de egoísmo e ganância.

      Depois há as Marias da vida, que passam a vida com a ‘inveja’ na boca, os luckluckys que – consta – chupam numa qualquer confortável teta mas sonham que são heróis da Ayn Rand, e os chupamines cheios de ódio a tudo que os contrarie.

      Gostar

      • 10 Julho, 2020 08:30

        Será um dia feita uma tese de doutoramento sobre o Filipe Bastos, de Psicologia ou talvez Psiquatria. Sugiro o título de «Distorções de Personalidade com Génese no Exacerbamento da Inveja».

        Liked by 1 person

      • SRG permalink
        10 Julho, 2020 16:37

        Tenho lido uma infinidade de comentários deste Filipe, e a única coisa que me intriga é o facto de nunca se ter definido politicamente, mandando críticas a torto e a direito aos “direitalhas” e aos “esquerdalhas” como se fosse o dono e senhor de todas as ideias e ideais politicamente correctos. Oh homem defina-se uma vez por todas, porque o não ser carne nem peixe, apenas tem um nome, que por respeito aos “tais” me recuso a nomear.

        Gostar

      • Filipe Bastos permalink
        11 Julho, 2020 01:20

        Será um dia feita uma tese de doutoramento sobre o Filipe Bastos…

        Muito me honra, Francisco. De si, em vez duma tese vejo mais um filme. Uma curta-metragem: “Eternal Sunshine of the Cognitive Dissonant Mind – a Portuguese Redneck’s Dream and its Crash with Reality”.

        Talvez adivinhe o enredo. Se a foto for real, será difícil encontrar intérprete à altura: o Francisco é demasiado atraente.

        Gostar

      • 12 Julho, 2020 21:39

        Filipe Bastos,

        O seu inglês não é muito bom, pois não?

        Gostar

  3. Artista Português permalink
    9 Julho, 2020 19:54

    Os principais assaltados são os humildes. Eles também criam riqueza e de há uns anos a esta parte (46, mais precisamente) têm mais divida que receitas. O resto da malta – mamões, parasitas, políticos e outros vadios – está sempre na mó de cima. Um vardadeiro assalto!

    Liked by 1 person

  4. chipamanine permalink
    9 Julho, 2020 19:55

    Numa comuna, daquelas de democracia directa e participativa, tem de se trabalhar muito para no final todos passarem fome.

    Liked by 1 person

  5. LTR permalink
    9 Julho, 2020 20:05

    O dr.Costa tem o hábito de lançar fábricas de garrafas de banha da cobra destilada a frio que calham de ser sempre para entrar em fabricação num futuro que quando decorrer já ninguém se lembra sequer de quem nos conduziu ao precipício, quanto mais não seja para que o povo se distraia sem reparar na maneira como anda de mão estendida em reuniões de sotão com líderes de outros países que ainda são ligeiramente piores. Quando soubermos quem vai para o fomento e para a TAP já devemos ficar com uma ideia da dimensão do aborto, mas pelo desaparecimento no nevoeiro dos artífices daquele relatório de sábios rosa que em 2015 eram encabeçados por Centeno, já podemos imaginar o circo que isto vai ser – o de sempre. De um tipo que é PM e até na compra de 500 ventiladores falha pode-se ter sempre uma esperança à medida das limitações da tola de cada um. Estou na fase em que já só me apetece rir da miséria infantiloide de três cabeças em que o país se transformou.

    Liked by 1 person

    • 9 Julho, 2020 20:28

      Não há TAP que tape a sanha da súcia socialista.

      Liked by 2 people

    • carlos rosa permalink
      10 Julho, 2020 00:26

      Vamos voltar a ver os sindicatos da TAP a mandar palpites, a dizer como é que se havia de gerir a TAP, a fazer greves, vigílias e concentrações, plenários e etc. e o iluminado ministro Pedro Nuno Santos sempre a defender a Esquerda de que ele faz parte. O que é bom é ser de Esquerda e cabeça de burro como ele. Saber gerir, mandar, não interessa. O importante é ser-se de Esquerda.
      Nas nalgas!
      Essa coisa da Esquerda é muito bom para os portugueses em geral!
      É, é.
      Quando se sentirem encavados pelos políticos de Esquerda é que vai ser ganir.
      Quando se sentirem, mas já estão encavados sem sentirem.
      Mira, mira português,
      quanto mais miras menos vês.
      Nesta peripécia da TAP só um homem teve juízo, o David Neelman.
      Livrou-se do pântano e ainda lhe pagaram por isso.
      “Ah e tal, se precisarem de ajuda digam alguma coisa.”

      Força André Ventura, Portugal precisa de ti.
      Com Extrema-necessidade!

      Gostar

      • 10 Julho, 2020 08:36

        Mas o David Neeleman estava a recuperara a TAP. A facturação quase duplicou. A frota estava a ser renovada. Se há quem merecia ter alguma coisa deste assunto era ele. Ele e o Humberto Pedrosa, da Barraqueiro.

        Todos os outros ou se dividem em socialistas à espera de poiso ou em contribuintes à espera de que não os espoliem muito. Vaticino, após, como arúspice que sou, ter esventrado três galinhas, e à cautela, uma avestruz, que a TAP será para o contribuinte um filho que nunca teve.

        Liked by 2 people

      • carlos rosa permalink
        11 Julho, 2020 20:36

        Sim, Francisco Colaço, mas a recuperação da TAP não conta para nada para a Esquerda.

        Liked by 1 person

  6. LTR permalink
    9 Julho, 2020 20:14

    Àqueles que não conhecem a História de Portugal dos últimos 500 anos, talvez convenha recordar que em 2015 vinha aí um D.Sebastião, que agora delega.

    Gostar

    • chipamanine permalink
      9 Julho, 2020 20:37

      História de Portugal dos últimos 800 anos “História da Pilhagem” Prof José Matoso.
      Desde o Henrique passando por aquela “epopeia” indo até à colonização e nos finalmente a pilhagem dos fundos europeus.

      Gostar

  7. 9 Julho, 2020 20:23

    Um egocêntrico escolhe outro egocêntrico, que acham que tudo sabem e que nunca erram, para programar Portugal para os próximos mil e trinta e sete anos.

    Mas não conseguiram gerir os últimos dois meses. Vamos a uma recessão de 15% num ano e talvez 5% no outro — acham mesmo que vamos recuperar depois de um número significativo de empresas fechar as portas de vez?

    Liked by 1 person

  8. 9 Julho, 2020 20:32

    Telmo, valorizo sempre quem avança de peito aberto às balas. Seja por vaidade, seja por desespero, seja por pundonor, ou seja por pura parvoíce.

    O Telmo fala na húbris, na ὕϐρις dos gregos. Convém dizer que o significado da palavra se alterou bastante desde os antigos gregos, aos atuais ocidentais, mesmo quando armados ao pingarelho.
    Hoje assume-se a húbris como uma certa arrogância incontinente, desmedida e cheia de ‘arrebites’. Começou por ser entendida como uma arrogância que esquecia os outros, que os humilhava mais ao ignorá-los do que desprezando-os.

    Vejo a coisa assim:
    1.- O homem pronunciou-se sobre os descaminhos da Lusitânia,
    2.- Para o calar foi desafiado a dizer como faria,
    3.- Aceitou o desafio calando o António, (o António dos Kostas),
    4.- Arrisca-se a ter trabalhos de César, (o César da família Julia, de Roma ).
    5.- No fim das contas, acabará crucificado, como o Jesus (o da Galileia).

    Repito: «valorizo sempre quem avança de peito aberto às balas. Seja por vaidade, seja por desespero, seja por pundonor, ou seja por pura parvoíce.»

    Sendo que a vaidade está muito mal vista desde a assunção do judeo-cristianismo cá por estas bandas… ou nem tanto.

    Quanto ao comendimentozinho que se valoriza por aqui… gosto de ver, e tal.
    Mas, às vezes, produz poucochinho.

    Gostar

  9. José Monteiro permalink
    9 Julho, 2020 21:37

    Actualização de dados, no Grande Combate da Recuperação Nacional:
    Há semanas segundo Henrique Neto:
    Alemanha: uma página;
    Govern Passos: 80 páginas (com HN no grupo e critico do volume do texto);
    Govern Costa: 54 páginas.
    Agora enriquecido para 119!´É obra*
    Nenhuma potência bate aqui os indígenas, como notou um observador externo (1974/75:
    «Ou bem que os portugueses não fazem nada, ou bem que vão até ao último pormenor e, chegados aí, largam tudo como de costume…
    «Cada cinquenta anos, o país sonha ser a primeira sociedade liberal avançada do mundo. Cada cinquenta anos, o libertário volta à superfície. Procura-se então um banqueiro ou um professor de economia capaz de casar meio século de bordel com O Espírito das Leis…
    Dominique de Roux (1977, Paris)
    “O quinto império”
    *Autor, por acaso, de mulher chefe do gabinete da Sra Reitora, Lurdes Rodrigues, ‘arquitecta’ do Milagre Parque Escolar e sua velha amiga de lides socialistas.
    A em do Regime.

    Liked by 1 person

  10. chipamanine permalink
    9 Julho, 2020 21:45

    O filho mamão do milionário pai que vende “artefactos industriais” sobretudo ao Estado, formado em economia aos 26 e que se zangou com o pai por não poder ir trabalhar no Maserati dele,e que logo a seguir se tornou sec. de estado do Sócrates.Depois de vender o seu Jaguar e andar de Porche queria fazer tremer as pernas aos banqueiros alemães doi para ministro dos transportes e aviões com o Chamuças………. esse mesmo…….ontem “pediu a demissão” ao confrontar o chefe na suposta questão presidencial. Uma boa desculpa para se livrar da pasta, vendo os negros tempos que se avizinham.
    Ao mamão do Chamuças também lhe faz jeito. Assim como todo o socialista pode dizer que a culpa foi do outro.
    Conforme ele mesmo se definiu …um verdadeiro gajo de esquerda. Os carros e a carreira politica dizem tudo de um verdadeiro anti-capitalista primário que sempre viveu à sombra do capitalismo do pai

    Liked by 1 person

  11. Leunam permalink
    10 Julho, 2020 00:46

    Caros e prezados Comentadores:

    Hoje não os maçarei com prosas extensas e mal amanhadas que, por vezes me ocorrem quando por aqui passo e leio as vossas amáveis mensagens.
    Deixo, pois, à vossa melhor consideração, apenas os seguintes dois pontos.

    1 – Um pedido:

    Recorrendo ao vosso preclaro saber, de uma vez por todas, venham aqui declarar o que é que cada um entende concretamente por “Mamão”.
    Fico deveras confuso com as várias “definições” acima escritas; sobretudo porque sempre ouvi dizer na minha meninice, e em resposta a quem repetia “ma mão” (forma abreviada de dizer “minha mão”) que: “Mamão é um burro de três anos!”.
    Será ainda assim ou a semântica já mudou tudo?

    2 – Uma Oração

    Dadas as actuais circunstâncias da vida nacional, não se perderia nada, penso eu, em rezar diariamente uma pequena Oração que concebi, para que o Altíssimo nos acuda em época tão crítica.

    Oração:

    Senhor:
    Perdoai meus erros!
    E livrai-me:
    Dos Políticos comediantes,
    Dos Médicos comerciantes
    E dos Sábios arrogantes.
    Ámen.

    Fiquem bem!

    Liked by 3 people

    • Filipe Bastos permalink
      10 Julho, 2020 02:18

      …o que é que cada um entende concretamente por “Mamão”

      É um pedido justo. Copy-paste de outro dia: chulos e mamões são uma questão de método e de escala.

      Para mim é intuitivo, repare:
      — Salgado: mamão
      — Mamadou: chulo
      — Mexia: mamão
      — Ferro: chulo
      — Trampa (EUA): mamão
      — Iglesias (Podemos): chulo

      Para os casos mais ambíguos, rule of thumb: se mama apenas um ou poucos tachos, geralmente num governo, sindicato ou ‘iniciativa’, tende a ser chulo. É algo delimitado. O mamão é sistémico; é superlativo; é o Rolls-Royce da mama.

      Gostar

      • 10 Julho, 2020 09:07

        Todos têm uma coisa em comum: foram apaparicados por socialistas e, no caso de Ricardo Salgado, mandado passear por Passos Coelho.

        A sua consistência, bem aproveitada, dá para a baba de camelo. Não é betão armado, mas também não tem a viscosidade da água ou da acetona.

        Liked by 1 person

      • Filipe Bastos permalink
        11 Julho, 2020 01:26

        Todos têm uma coisa em comum: foram apaparicados por socialistas…

        O Mexia? O Trampa? Apaparicados? OK.

        Mas que socialistas, Francisco? O socialismo, recordo, assenta na redistribuição da riqueza e na gestão da sociedade e dos meios de produção pelos trabalhadores. Onde vê isso?

        Ah, não é isso mas v. acha que é socialismo na mesma? E capitalismo é também só aquilo que v. diz? Certo. Percebo agora a baba de camelo.

        Gostar

    • 10 Julho, 2020 09:05

      Top, Manuel !

      Cumprimentos.

      Gostar

  12. MJRB permalink
    10 Julho, 2020 01:34

    Preparava-me para ler as 119 páginas, mas por curiosidade fui bisbilhotar como acabava a encomenda: “com a ética socialista, estamos no bom caminho”. Isto bastou-me para acreditar no trabalho árduo das 119 páginas que não precisei ler. E ficar esperançado na troyka MCThomaz-AC-DC-RRio.

    Liked by 1 person

    • 10 Julho, 2020 09:12

      Eu também achava que o Rui Rio era conivente ou desistente. Hoje acho-o paciente e prudente.

      Um hemisfério de diferença. A metade de uma volta de trezentos e sessenta graus.

      Rui Rio é raposa velha. Já agora, enquanto a Câmara Municipal de Lisboa do Costa arrecadava mil milhões de euros de dívida, a Câmara Municipal do Porto de Rui Rio findou com menos de cem milhões de dívida e pagamentos a seis dias. Rui Rio não é estúpido, e sabe que a velha norma de Napoleão é inpemporal: Não se interrompe um inimigo quando está prestes a cometer um erro.

      Em jeito de lembrança, o Costa não faz nada pela metade. As suas voltas são sempre de trezentos e sessenta graus. Voltando ao mesmo ponto, mas mais cansado e depois de ter desperdiçado tempo e recursos. Costa não comete erros, ele é um erro.

      Liked by 1 person

      • 10 Julho, 2020 10:29

        Num país que gosta muito de coitadinhos, o Rio tem que ter muito cuidado com a astúcia do Costa. O rapaz não perde uma oportunidade para se vitimizar e transformar os seus erros e as inações em atos de fé e em incompreensões. E fá-lo muito, muito, bem…

        Gostar

      • MJRB permalink
        10 Julho, 2020 16:04

        A “raposa velha”, por ser “velha”, não significa perspicácia, sabedoria, em momentos cruciais. Pode trilhar caminhos que pensa inovadores mas armadilhados. É o que está a acontecer com o conivente e demasiadamente parcimonioso RRio.
        Tem muito a aprender com o manhoso AC-DC e com o malabarista e hipnotizador MCThomaz, que o remetem cada vez mais numa oposição mansinha.
        Do presidente do PSD, seja quem for, sobretudo nestes anos liderados por dois políticos sagazes e irmanados, espera-se, exige-se, é crucial uma oposição dura, evoluída e mobilizadora. Está metido no bolso.
        RRio conclui que os tugas não-militantes do PSD estão atentos à sua prestação e que o vão apoiar nas legislativas — avalia mal a situação, não sabe que há um falso arco íris nos quotidianos desses cerca de 2 milhões de eleitores partidariamente voláteis.
        Claro está, se houver –duvido– um governo de Bloco Central devido a gravíssima crise, contenta-se como vice-PM de um incompetente e aldrabão, lugar que por exemplo FSá Carneiro jamais ocuparia.
        De acordo, recuperou as finanças, pagou dívidas da CMPorto, mas não é um político que atrai novos e bastantes seguidores — inclusivé no PSD.
        Pensou que era um salvador, arregimentador, afinal surge-nos como um sonso.
        Para mim, desde há cerca de 3 anos foi uma desilusão.

        Gostar

      • 10 Julho, 2020 19:46

        Continuo a dizer que a vantagem do Rui Rio está em esperar. Com a imprensa que o Costa tem (virá Anedota Soviética daqui a pouco), a lixívia para branquear qualquer nódoa que faça, o que o Rui Rio tem a fazer é esperar que a realidade se instale, que o país vá ao charco e que o Costa perca as eleições. Porque jamais alguém irá ganhar ao PS. Terá de esperar que o PS perca.

        Rui Rio não é burro. Eu também pensava mal dele mas, à vista da barragem que teria da imprensa se fizesse oposição &mash; e a manha do Cocosta em se queixar de todos e de pôr a culpa até nos ceguinhos que pedem esmola — o Rui Rio tem de esperar o tombo.

        E depois dizer que o senhor primeiro-sinistro (grafia intencional!) não se pode queixar da oposição, que o tratou sempre com lisura. O Crostas está assustado. Já anda a dizer que , aconteça o que acontecer, a culpa será sempre dos outros.

        E Rui Rio vai esperando. Porque a realidade, uma vez que este verão passe, se instalará.

        Gostar

      • MJRB permalink
        10 Julho, 2020 21:08

        Caro FMColaço,

        Exacto, o RRio está à espera de ser nomeado vice-PM, atingirá o auge, a automassagem ao seu ego.
        A realidade está por demais evidente e instalada desde há anos, e não tem reagido como líder da oposição. Porque não sabe como, e nos últimos meses, porque não quer, por exemplo pelo rcente apoio e favor ao amigo AC-DC para que o governo não seja chamado aos debates quinzenais, escrutinado, incomodado, define a sua incompetência e parcimónia.
        Certamente a comunicação social-15 milhões salvíficos não vai abandonar quem lhe forneceu a teta e o alimento, para passar a ser isenta face à oposição, ao RRio, que a não quer entender e dela desconfia.
        O AC-DC continuará a ter lixívia suficiente ao seu dispor no Palácio de Belém para retirar as nódoas à sua governança, para evitar “o tombo”.
        E o afinal imberbe RRio continuará a esperar, se ainda for presidente do PSD, até 2027.
        Ninguém, dentro do PSD conseguirá meter-lhe na cabeça que nunca conseguirá ser PM, porque não cativa eleitorado, está num regime controlado pró-P”S” e entalado entre o MCThomaz e o AC-DC, que o usam e dela abusam ?

        Liked by 1 person

      • 12 Julho, 2020 21:37

        O socialismo acaba sempre quando acaba o dinheiro dos outros. E como o dinheiro da Europa vem tarde…

        Gostar

  13. chipamanine permalink
    10 Julho, 2020 07:29

    Uma coisa é certa. Mamão é um gajo que gosta de mamar. Não será propriamente na teta da vaca nem foi na da mãe dele que ficou assim porque o acto de mamar para ele tornou-se uma opção de vida. Ele chupa e mama onde quiser e não sai desse circulo obsessivo-compulsivo de chupar/mamar, tanto nas palavras como nos actos.
    Temos aqui o exemplo do chupabastos que poderia se designar por mamãobastos que, pelo simples facto de não o deixarem mamar ou chupar o que ele quer, acha que todos são gananciosos como ele e que querem mamar ou chupar onde ele quer nos outros.
    Ele odeia quem privatiza a mamadeira, a chupeta (aquela que ele obsessivamente quer). Quer ser o exclusivo mamão dos outros e chupá-los a todos
    Tudo na vida dele se resume a mamar e chupar
    Pela minha parte vai continuar sem chupar ou mamar por muito que insista nessa obsessão.
    É um chupão

    Gostar

    • Expatriado permalink
      10 Julho, 2020 14:56

      Resumindo, o gajo é um colecionador de vr*ches. Resta saber se é daqueles de pôr ao peito.
      Desconfio que não…. mas isso é lá com el@.

      Gostar

  14. LTR permalink
    10 Julho, 2020 12:44

    Alguém se lembra do assunto da frase acusatória que o José Seguro disse no debate com o dr.Costa para as directas no partido, que o deixou louco?

    «”O país tem acumulado muitas polémicas sobre as infraestruturas. É agora o tempo de as fazer”. A frase é de António Costa e Silva e pode ser lida no Plano de Recuperação Económica de Portugal, programa que o professor do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa e presidente da comissão executiva da Partex Oil and Gas foi convidado pelo Governo a coordenar.»

    Gostar

    • MJRB permalink
      10 Julho, 2020 17:00

      Aquela acusação de corrupção, favores & afins também no P”S” ?
      Certamente o AJSeguro perdeu naquela noite e dias seguintes milhares de apoios de “socialistas” ! A propósito, parece que os 22 milhões de dívida do P”S” deixadas pelo AJS já estão –segundo comunicado do Rato–, liquidados, obviamente desde que o AC-DC é PM.

      Sigam pois com “a ética socialista” e o “bom caminho” os mega-investimentos, que a crise será controlada com os 15 ou 50, ou 88 mil milhões (os que forem precisos) “dados” pela UE. O AC-DC quer deixar a sua assinatura numa mega-obra.
      Para já, o Medina mandou pintar a Rua Cláudio Nunes, onde mora o querido líder, de verde-esperança — não há mais ruas nem juntas de freguesia em Lisboa…

      Liked by 1 person

  15. 10 Julho, 2020 19:10

    Por favor alguém me ajude a compreender porque é mais vantajosa comprar 51 autocarros velhos à Espanha, do que reparar os “velhos” que circulam e os que estão “encostados à espera de autorização ou verba para reparação!!!

    Liked by 1 person

    • 10 Julho, 2020 19:49

      Porque o PS precisa de fingir que pretende desejar almejar fazer obra.

      E obrar no Norte significa outra coisa.

      Liked by 1 person

      • MJRB permalink
        10 Julho, 2020 21:16

        “Ao menos” o Norte, que não permita mais a este desgoverno que “obre” nos seus territórios e junto das pessoas.
        (Mas sabe-se que também o Norte é vivido por diversos partidos e incontroláveis inteligências…).

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: