Saltar para o conteúdo

Perguntas não respondidas

1 Novembro, 2020

1) Qual o número de internados registados c/covid19 com menos de 55 anos?
2) Dos anteriores quantos têm comorbidades?
3) Qual o número de internamentos de <55 anos que têm causa directa covid19?
4) Qual o número internamentos <55 anos em épocas gripais anteriores?
5) Quantos dos internados <55 anos registados c/covid19 passaram para UCI?
6) Quantos dos internados <55 anos com gripe em épocas anteriores passaram para UCI?
7) Qual a taxa de ocupação de camas de internamento e UCI em época gripal de anos anteriores?
8) Qual o excesso de ocupação de internamentos e UCI em 2020 face à média em época gripal de anos anteriores?
9) Qual a percentagem de internamentos e UCI de causa directa covid19 (e não “com” covid 19)?
10) Qual a percentagem de internamentos e UCI de positivos covid19 em relação aos internamentos totais?
11) Qual o número de positivos covid19 com fonte em ambiente hospitalar e/ou lares?
12) Qual a percentagem estimada de falsos positivos nos internamentos e UCI?
13) Qual o número acrescido de camas de internamento e UCI providenciadas pelo SNS desde Fevereiro/Março deste ano?

16 comentários leave one →
  1. lucklucky permalink
    1 Novembro, 2020 21:12

    É mais perguntas não perguntadas, porque para se ser jornalista é condição não perguntar perguntas a que não se saiba já a resposta.

    Liked by 6 people

  2. voza0db permalink
    1 Novembro, 2020 21:13

    Novamente porque pelos vistos a malta não entende NÃO HÁ UM ÚNICO CASO DE COVID-19.

    A realidade é esta: Para cada reacção química com amplificação nós podemos ter para a MESMA AMOSTRA DE RANHO uma reacção química sem amplificação.

    Prova disto? Basta olharem para o “MILAGRE” Cristiano Ronaldo!

    OPERAÇÃO COVID nada tem que ver com saúde…

    Liked by 2 people

  3. voza0db permalink
    1 Novembro, 2020 21:16

    Esqueceram-se da mais DIVERTIDA:

    Qual o impacto da vacina da GRIPE nas reacções químicas RT-qPCR?

    Pelos vistos é GRANDE!

    Liked by 2 people

  4. LTR permalink
    1 Novembro, 2020 21:45

    14) Se o pessoal das infecto-contagiosas e os médicos em geral sabiam há muito que estava a piorar e que Outubro ia ser muito mau ao ponto de avisarem clientes, em que data souberam os governantes?

    15) Por que razão houve medidas uma semana depois da F1 e uma semana depois da festa do Avante? Qual era o impedimento na semana anterior?

    16) Por que razão esperaram até ao pico e ao esgotamento de camas para lançar concursos?

    17) Onde estão os 8000 profissionais de saúde prometidos em 2019 antes da pandemia?

    18) Aos referidos 8000 profissionais somam-se os 3000 que dizem ter contratado mais os agora prometidos ou está tudo baralhado?

    19) Porque houve um silêncio sepulcral sobre o caso dos 500 ventiladores? Desses, quantos chegaram e onde estão?

    20) Porque é que o PM telefonou ao Santo António depois de sair a notícia na TV sobre o esgotamento de camas? Se não passar na TV não interessa porque não se sabe ou oficialmente os ministros só lhe contam o que quer ouvir como em Tancos?

    21) O que santificou o espectáculo no Campo Pequeno e faz agora da F1 ao ar livre no Algarve um crime?

    22) Por que é que o Marcelo está completamente entrevado?

    Liked by 2 people

    • voza0db permalink
      2 Novembro, 2020 00:12

      Quanto aos ventiladores… Se nem os médicos os querem usar quando é para os salvar!

      Pelos vistos o mesmo acontece com muitos outros pois deitar de barriga para baixo é melhor que colocar em coma, enfiar um tubo pelo boca abaixo!

      No final das contas é apenas mais um belo esquema para sacar milhões e milhões à manada – via POTE – tal e qual como os açaimes – máscaras! – nada mais.

      E até foi uma das desculpas para colocar os escravos em prisão domiciliária… a falta de ventiladores. Quase que parecia que queriam um ventilador para cada tuga!

      Liked by 2 people

  5. A. R permalink
    1 Novembro, 2020 22:04

    A verdade está no Euromo: nem em positivos (que dependem do número de testes) nem no número de mortos pois em Portugal morrem em média cerca de 300 pessoas por dia desde há muitos anos a esta parte (mesmo antes do Trump, do Bolsonaro, do André Ventura, etc)
    O Euromomo não mostra nada de extraordinário.

    As TVs preferem ir aos hospitais mostrar os casos muito raros de pessoas em estado grave com menos de 40 anos: espalhar o terror tal qual os terroristas da ETA, Terra-Liures, Bader-Meinhof e outros bandos de assassinos marxistas.

    Liked by 3 people

    • voza0db permalink
      2 Novembro, 2020 00:18

      Nem precisas de sair da Tugolândia para ver isso… Observa essa realidade aqui.

      Cá em Portróikal o excesso de mortos foi:
      1º – Época de caça especial declarada pelo idiota Marcelo Rebelo de Sousa
      2º – Vaga de calor (que curiosamente conseguiu matar mais que o caçador mor da república)
      3º – Como estamos a entrar numa espécie de época de caça – desta feita sem o alto patrocínio da presidência – voltamos a ver que os velhos e velhas estão novamente na mira da escumalha terrorista desde o presidente à última deputada.

      Curiosamente a MANADA continua a ruminar e a aceitar tudo na boa…

      Liked by 2 people

  6. 2 Novembro, 2020 05:14

    Oh Telmo, pá!
    Não faças perguntas que nos põem a todos em maior perigo!
    Nós (os cidadãos) não temos a capacidade para avaliar os números que lhes dão resposta. Deixemos quem tem, que o faça.

    Limitemo-nos a cumprir as medidas, fundamentadas em ciência e “bom-senso”, que nos impõem!

    Gostar

    • chipamanine permalink
      2 Novembro, 2020 06:56

      Quem tem “capacidade” para avaliar ? Alguém do governo? hahahhahah O Kosta? ou a ministra que quando está stressada ouve a internacional? Os tais “cientistas” de que fala são quem? cientistas político-sociais?
      Tanto uns como outros , politicos e cientistas andam a apanhar bananas. Os segundos, os verdadeiros, humildemente o dizem. Já os primeiros sabem tudo. E a carneirada inventa gente “capaz” (gente “superior”?) supostamente fundamentada na “ciência”.
      Me diga. Em Março as máscaras não eram propagadoras da doença com a falsa sensação de segurança que dava “científicamente” provada? Não foi isso que se “limitaram a cumprir” durante os meses seguintes?
      “Bom senso” de quem? dos governantes do “milagre tuguês” pago ao pessoal de saúde com a champions league? Do PR e o do PM que já tinham esquemas para ir à praia, restaurantes e espectaculos ?
      Porporcionalmente temos mais infecçoes que os EUA e ainda não chegou sequer a essa conclusão porque ” a tal gente capaz” não lhe diz isso? (mais de 4.000 em portugal representam mais de 100.000 nos EUA)
      É disso que está a falar? da tal gente “capaz”? ou do “bom senso” deles?

      Liked by 1 person

  7. 2 Novembro, 2020 10:36

    Portantess, eles é que não sabem dar as respostas mas nós é que somos os asnos…está certo!? O C19 afinal dá efeitos perversos aos assintomáticos, e bem que lhes podiamos dar uma lição através do Chega mas pelo andar da carruagem o povo asno quer continuar a pastar, para o mal de todos.

    Gostar

  8. Expatriado permalink
    2 Novembro, 2020 13:23

    Já repararam que o Filipe B anda camuflado por aqui a debitar 0dbs? 😎🧐🤨🤪

    Gostar

  9. 2 Novembro, 2020 14:59

    … e, pasme-se, a primeira vítima mortal de covid19 da Madeira, tinha 97 anos e várias comorbilidades e aconteceu no sábado. Aparentemente estava sã como uma pêra de 18 anos.

    Liked by 2 people

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: