Saltar para o conteúdo

Portugal é um circo

22 Junho, 2022

O SNS está em frangalhos há vários anos e só um idiota inútil acredita na bizarria de tal situação calamitosa não ser consequência directa da incúria, incompetência e amiguismo do governo socialista. Marcelo Rebelo de Sousa acha que o problema é “estrutural” e não deste governo, o que demonstra e ilustra perfeitamente a bondade da adjetivação que usei na frase anterior.

De resto a situação no país é a habitual: o gigantesco stock da dívida pública continua a aumentar, a inflação dispara à custa das políticas do BCE e da União Europeia que António Costa considera maravilhosas, a TAP continua uma vergonha de serviço e um espantoso sorvedor de dinheiro dos contribuintes.

Na comunicação social nada de novo. A RTP, sustentada com rendimentos subtraídos aos portugueses, tem o desplante de assumir a sua condição de organização de propaganda de narrativas fanático-tremendistas e nomeia uma editora de acção climática que não faz jornalismo nem tem vergonha na cara de subverter o primeiro preceito do código deontológico da profissão. O Público, que é há muito um pasquim escatológico, continua a voluntariamente a se entregar às causas LGBT e da ideologia do género. O Expresso, destacou um rapaz para escrever um novo manifesto anti-Chega travestido de notícia e de forma imunda e torcida sugere que André Ventura promove teorias da conspiração que resultam em massacres de pessoas.

O desgraçado e ridículo presidente da Associação Empresarial de Portugal em vez de pedir que o Estado saia da frente dos negócios privados e deixe os empresários trabalhar e arriscar, suplica tão tristemente quanto um janado pela mão protectora do Estado. Diz o homem que o governo deve dar às empresas 26 mil milhões de euros, dinheiro este – para quem não se lembre – que é retirado através de impostos aos contribuintes europeus.

Entretanto, alheios à penúria do país e gastando o que não é deles, os chefes de banda locais fazem-se passar por gente arejada e moderna. Bacalhau Coelho e Cabrita (“Reis”, de apelido) entenderam-se. O primeiro, presidente da Câmara de Faro, pagou 200.000 euros por uma escultura do segundo, artista. No passado recente, a Câmara de Matosinhos já tinha também adjudicado a Cabrita Reis, mas por valor superior, uma espécie de estendal de roupa para a marginal de Leça de Palmeira, obra que jaz agora enferrujada frente ao oceano para gaudio dos carapaus da costa.

Também em Alijó, uma pequena terra no Douro, não podia faltar uma exposição com 15 mamarrachos de pessoa com grande peso artístico: Joana Vasconcelos. Por uns módicos 100.000 euros, organizou-se uma mostra que durou três meses e terminou Domingo passado. Não sei quantas pessoas terão visitado a exposição, mas se tivesse sido feita uma vaquinha entre toda a população do município para pagar a conta, dava só 10€ a cada. O curador desta mostra justificou o evento como uma insurgência contra uma “realidade comezinha e o fado predestinado de um país remediado, condicionado do ponto de vista económico.”

O Presidente da República, sempre atento aquilo que é importante, assinalou ontem o que ele próprio considerou uma “efeméride”: o dia internacional do Ioga. Marcelo escreveu um comunicado a propósito da data “saudando o crescente número de portugueses que aderem a esta prática ancestral originária da Índia”.

Portugal é um circo e os palhaços somos nós que assistimos ao espetáculo.

A minha crónica, em vídeo, aqui:

22 comentários leave one →
  1. José Monteiro permalink
    22 Junho, 2022 20:57

    «Portugal é um circo e os palhaços somos nós» Discordo.
    Portugal não é um circo, Portugal elege, mantém e é dependente de outra coisa:
    O Circo de S. Bento.
    230 artistas, há meio século à procura de um Aeroporto!
    De uma Educação, Saúde e Ordem.

    Gostar

  2. 22 Junho, 2022 23:45

    «Adjetivação»? «Espetáculo»?

    Gostar

  3. FreakOnALeash permalink
    23 Junho, 2022 11:24

    Não sou seu fã, pois não partilho das duas derivas libertárias…mas é muito difícil de discordar com este seu texto.
    Sobre a parte em que faz alusão aos desperdício dos nossos dinheiros em vacuidades culturais ainda devo ser mais extremado do que o Telmo. Há muito que defendo que quem quer cultura que a pague do seu bolso!

    Gostar

  4. André Silva permalink
    23 Junho, 2022 11:43

    Dos melhores textos – se não mesmo o melhor – de Telmo Azevedo Fernandes.
    Apraz-me apenas humildemente acrescentar que não sei se Portugal é um circo, mas que está podre até à raiz e ao osso disso não tenho qualquer dúvida. Não é de hoje, é um facto, e só nesse aspecto concordo com o palhaço-mor (esse sim) em que “o problema é estrutural”.

    Liked by 1 person

  5. SRG permalink
    23 Junho, 2022 17:39

    Este circo já dura há quase 50 anos. Os espectáculos são diários e repetitivos. Os espectadores são sempre enganados pelos programas apresentados, mas continuam a ver as actuações e a bater palmas como se vissem um estupendo e extraordinário número de ilusionismo. Caminhamos para o abismo, e aqueles que continuam a frequentar e dar vida ao circo nem se apercebem que dentro de pouco tempo nem terão pão na mesa. Lamentavelmente.

    Liked by 1 person

    • 1 Julho, 2022 10:44

      Qual cereja no topo do bolo(e parece que não faltar as cerejas) do absurdo em estamos atolados(qual pântano) tivemos o espectáculo mirabulante e pullhitico-mediático a propósito novo(ou será velho?) aeroporto ou pistas temporárias ou lá o que é.Pronto,siga a marinha(que a tropa já está a caminho do leste).

      Gostar

  6. Sérgio Gonçalves permalink
    23 Junho, 2022 21:24

    Não acho que Portugal seja um circo mas sim um infantário gigante. A maioria dos eleitores são crianças.

    Gostar

    • voza0db permalink
      26 Junho, 2022 01:17

      Devíamos deixar votar todos os animais que são capazes de fazer uma cruz numa folha de papel independentemente da idade. Aí sim isto seria uma verdadeira democracia!

      Gostar

  7. Jorge MR permalink
    23 Junho, 2022 22:14

    Sem dúvida, isto é uma piolheira sem remédio.

    Gostar

  8. carlos rosa permalink
    23 Junho, 2022 23:28

    Parabéns por mais um texto muito assertivo.
    Muito bem Sr Telmo.
    Até prova em contrário valha-nos o Chega.

    Gostar

  9. lucklucky permalink
    23 Junho, 2022 23:34

    Se fosse um circo tinha graça.

    Gostar

    • voza0db permalink
      26 Junho, 2022 01:15

      O que não falta é Graça!

      Desde 16Mai22 (início da distribuição da 2ª dose de reforço da sopa de mRNA a velhos(as) inúteis e obsoletos) que a média semanal de mortes no grupo alvo (+80 anos) passou de 107 mortos/semana para 188 mortos/semana!

      Nada mau… Melhores cumprimentos da Graça da DGS que até faz graças com o bacalhau!

      Gostar

  10. carlos alberto ilharco permalink
    23 Junho, 2022 23:40

    Como muito bem explicou a comunicação social anestesiou o País.

    Gostar

  11. Pedro Dias permalink
    24 Junho, 2022 08:37

    Há paises da NATO e da UE que permitem comunistas nos seus parlamentos e até nos seus governos. Isto é o fim…

    Gostar

    • 24 Junho, 2022 09:45

      Do totalitarismo ao socialismo “moderno” no blog novomundo111.blogspot

      Gostar

    • carlos rosa permalink
      24 Junho, 2022 13:53

      Há um dito que é mais ou menos assim:
      Devemos estar próximos dos nossos amigos, mas mais chegados ainda aos inimigos.
      No momento certo,
      pimba!

      Gostar

  12. castanheira permalink
    25 Junho, 2022 14:54

    Mais tarde ou mais cedo a realidade irá impor-se sobre a fantasia .Mas por enquanto os lunáticos pululam nos OCS . Basta ler a História mundial para se perceber como tudo isto vai acabar .
    Diabolizam as fontes de energia tradicionais , impoem-lhes impostos incomportaveis e regulações destruidoras , baseados em teorias de oligarcas ávidos de de poder e controlo das populações mundiais e depois queixam-se de inflação e de escassez.
    A única solução , que consigo detectar , que poderia por fim a esta deriva desonesta , incompetente e antihumana , é a adopção de dinheiro honesto ; ouro e prata . Enquanto isto não for imposto , os oligarcas ocidentais continuarão a mandar pois continuarão a controlar a emissão de dinheiro e assim a controlar tudo e todos sem o esforço do trabalho ou do talento mas tão sómente com a impressão de dinheiro falso .

    Gostar

  13. marão permalink
    25 Junho, 2022 23:30

    SNS-Serviço Nacional de Sepulturas

    Gostar

  14. voza0db permalink
    26 Junho, 2022 01:08

    Desde que a MANADA de tugas boçais continuem a ruminar (votar) e a mugir(reclamar) na net ou nas tabernas… TUDO ESTÁ FANTÁSTICO.

    Gostar

  15. Azeitona de Moura permalink
    28 Junho, 2022 11:39

    O autor deste texto está cada vez mais rigoroso e assertivo com os “pulhíticos” que compraram o poder e os votos dos “sócios” que os elegem
    Muitos questionam já que democrácia é esta.
    Costumo dizer-lhes que é a a oligarquia xuxa apoiada pelos filhos de putim que andam por aí e não são sós os da comuna do Sado, onde o M do M vai aspergir com água poluída do Tejo.
    Se o ridículo matasse teria caído fulminado quando se atirou ao Tejo

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: