Skip to content

Morreu Irena Sendler

17 Maio, 2008

Morreu, no passado dia 12 de Maio, Irena Sendler.

Anúncios
13 comentários leave one →
  1. 17 Maio, 2008 20:27

    Gostar

  2. Minhoto permalink
    17 Maio, 2008 20:55

    Grande mulher, nunca lhe deram o Nobel mas tambem depois de andar nas mãos de terroristas perdeu importância (aliás os verdadeiros são os cientificos, os restantes são politiquices).

    Gostar

  3. Piscoiso permalink
    17 Maio, 2008 21:46

    Mais uma vez peço desculpa por ser uma bêsta,mas o que é que querem,não consigo aguentar-me…meto sempre as patas(as quatro)na poça!

    Gostar

  4. Pi-Erre permalink
    17 Maio, 2008 22:02

    Mas que raio, há para aqui dois piscoisos ou quê? Um não condiz com o outro, como é?

    Gostar

  5. balde-de-cal permalink
    17 Maio, 2008 22:12

    não sei quem era e o que fez.agradeço informação. lamento a morte da senhora como de quaalquer outra que está à minha frente na fila de espera.

    Gostar

  6. 17 Maio, 2008 23:18

    Ainda não sei como vão ser escritas muitas palavras após o acordo ortográfico.
    Por exemplo, no Brasil escreve-se “manicômio” e em Portugal “manicómio”, ainda que o significado seja o mesmo. É aquele local onde uns dizem que são o “Napoleão” e outros dizem que são o “Piscoiso”, como o do comentário 4.

    Gostar

  7. 17 Maio, 2008 23:41

    … alguém que nos faz sentir vergonha por aderirmos tantas vezes acriticamente ao pensamento ou à acção que está na moda, mesmo sabendo que essa moda dará origem ao sofrimento dos mais fracos e desprotegidos; e por, perante esse sofrimento, encolhermos os ombros e continuarmos a nossa vida olhando para o lado.

    Gostar

  8. Francisco permalink
    18 Maio, 2008 00:29

    Ah! Ah! Ah!
    Mas quantos “Piscoisos” é que cirandam por aqui?

    Gostar

  9. eduardo correia permalink
    18 Maio, 2008 01:19

    Morreu Zélia Gattai…

    Gostar

  10. pintoribeiro permalink
    18 Maio, 2008 06:57

    Também me tinha passado. Reposta a devida nota.
    Bom domingo.

    Gostar

  11. Curiosamente permalink
    19 Maio, 2008 14:30

    balde-de-cal Diz: ” não sei quem era e o que fez. agradeço informação. ”

    Do que sei, caro Balde-de-Cal
    Irena Sendler foi uma Assistente social Polaca que trabalhou nos guetos forçados da Polónia. Para Judeus, bem entendido.
    Sabendo que muitas pessoas iam para os campos de concentração, Irena pegava nas crianças, e com mil e uma desculpas e documentos falsos, ou escondidas, levava-as para longe dos Guetos. Punha as crianças em sítios da Igreja , ou em pessoas e famílias de confiança.

    Foram milhares as crianças salvas.
    Irena teve o cuidado, de escrever o verdadeiro nome das Crianças, e quem eram seus Verdadeiros Pais, e esconder essa informação. No final da guerra, conseguiu juntar muitas das crianças aos pais sobreviventes.

    Curiosamente, era contrária à adopção sem autorização, portanto, e não devia gostar muito de certas coisas que se vé por cá .
    Sim, que aquelas famílias vindas dos guetos, se passassem até por certas instituições portuguesas ficavam sem os filhos , por não terem condições mínimas, nem dinheiro, nem casas decentes, essas coisas.

    Não consta que nenhuma das famílias de “acolhimento” ou de “afecto”, se tenha recusado a entregar as crianças aos respectivos pais e mãe.

    Irena Sendler, polaca, é hoje uma das grandes heroínas da história polaca, e judia, mas pensa-se que não será mais conhecida porque salvou crianças e não adultos , uma vergonha. E mexe com esquemas mercantis e anti-éticos de retirar crianças.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: