Saltar para o conteúdo

Quer desenvolver um bocadinho, explicar melhor?

13 Novembro, 2008

é que fica-se com algumas dúvidas, desagradáveis, sobre o que quer dizer ao certo com «Não pode ser a comunicação social a seleccionar aquilo que transmite».

91 comentários leave one →
  1. 13 Novembro, 2008 12:36

    É claro que deve ser a minha tia Cibernética a seleccionar o que a comunicação social transmite.

    Gostar

  2. Francesco permalink
    13 Novembro, 2008 12:45

    E a tia Aldegundes a “censurar” o que não convém dizer…

    Gostar

  3. Anónimo permalink
    13 Novembro, 2008 12:47

    De improviso saem umas frases destas, infelizes. Não há nada como usar um plasma e dizer coisas bonitas para o povinho ouvir e depois fazer tudo ao contrário. Mas é feio colocar a Manuela ao fim da primeira hora de um telejornal misturada com lixo e muito depois de noticiar que os homens gostam bem mais de mulheres vestidas de vermelho. São estas notícias que enchem os telejornais. Basta ver o final do primeira meia hora do serviço noticioso da SIC ao almoço, sempre cheias destas miudezas de grande interesse estratégico para os clientes da Fátima Lopes.

    Gostar

  4. Anónimo permalink
    13 Novembro, 2008 12:50

    No mesmo discurso: “Ferreira Leite denuncia «esquema quase maquiavélico» para controlar as empresas”.

    Gostar

  5. tric permalink
    13 Novembro, 2008 12:57

    admite-se que após uma entrevista interessante ao DN, a comunicação social pegue apenas numa frase, aumente o volume, e insinue que MFL é xenofoba!!?? so mesmo numa comunicação social inspiração Venezuela

    Gostar

  6. JoaoMiranda permalink
    13 Novembro, 2008 13:02

    Manuela Ferreira Leite pode sempre abrir um blog para comunicar directamente com o Povo.

    Gostar

  7. 13 Novembro, 2008 13:07

    pode mandar no tempo de antena do PSD…

    Gostar

  8. José permalink
    13 Novembro, 2008 13:17

    Acabei de ouvir esta coisa no rádio. Tive a mesma perplexidade.

    Esta senhora vai acabar, no pior cenário: o ridículo. E o JPP vai ser o coveiro. Já o escrevi antes…

    Gostar

  9. Omazumba permalink
    13 Novembro, 2008 13:49

    Ai, se não é o Pateta Alegre a fazer oposição…

    Gostar

  10. 13 Novembro, 2008 14:03

    É inacreditável a quantidade de tiros no pé que o PSD dá… não só pelo que estas declarações implicam, mas porque, indirectamente, anulam qualquer ponta de razão que poderiam ter, qualquer legitimidade moral, para falar da RTP e dos tempos que esta dedica a um ou outro partido.

    Gostar

  11. Anónimo permalink
    13 Novembro, 2008 14:04

    O que ela disse no discurso foi que decorrem acontecimentos que a comunicação social filtra, seleccionando o que lhe interessa, não reportando todos, acusando-a de ser parte interveniente no relato do que se passa no país. Não construiu a frase da melhor forma, é verdade, mas a interpretação linear daquela é pior ainda.

    Gostar

  12. Anónimo permalink
    13 Novembro, 2008 14:08

    “admite-se que após uma entrevista interessante ao DN, a comunicação social pegue apenas numa frase, aumente o volume, e insinue que MFL é xenofoba!!?? so mesmo numa comunicação social inspiração Venezuela”

    MFL disse que o país absorveria operários de outros países e não daria muito emprego a portugueses. A interpretação dada até por analistas políticos na televisão pode provar várias coisas: má fé, proximidade do governo, ódio ao PSD ou total incapacidade de interpretar uma frase.

    Gostar

  13. José permalink
    13 Novembro, 2008 14:17

    O problema suplementar desta senhora ainda é outro: o autoritarismo de Sócrates, está lá todo, latente e à espera de se manifestar. JPP gosta desse autoritarismo, sempre gostou. É exactamente por isso que não o suporto, nessa vertente.

    Depois, associa outro autoritarismo bacoco- o do Cavaco. Juntos, fazem uma mistura explosiva.

    Aceitaria por um tempo, muuto curto, um autoritarismo se fosse esclarecido, como nos regimes dos déspotas esclarecidos, em que o melhor exemplo que encontro é o Salazar. Ou Estaline, para os comunistas não vire, para aqui chamar fascista a quem o não é. Para por as coisas a funcionar.

    Agora bacocices deste género? Ferreira Leite? Por amor de Deus, livrem-nos disso.

    Gostar

  14. stevens permalink
    13 Novembro, 2008 14:21

    E lá vão eles, cantando e rindo, fazendo o jogo do pulha sul-americanizado e norte-amaricado Pinto de Sousa.

    Gostar

  15. tric permalink
    13 Novembro, 2008 14:26

    “MFL disse que o país absorveria operários de outros países e não daria muito emprego a portugueses. A interpretação dada até por analistas políticos na televisão pode provar várias coisas: má fé, proximidade do governo, ódio ao PSD ou total incapacidade de interpretar uma frase.”

    A MFL tem que ser deitada abaixo e isto ainda não é nada… Quando MFL se opõe às Grandes Obras Publicas, esta-se mesmo a ver que é um alvo a abater! ainda pra mais quando o lobi do Betão encontrou no PSD um grupo liderado pelo Pedro Passos Coelho e Luis Felipe Menezes ( inpirados pelo sr. do cachimbo ) que partilham a mesma visão face as Grandes Obras que o Governo do Socretino!!!

    Gostar

  16. 13 Novembro, 2008 14:41

    MFL também deve estar afectada pelo Morbus, alimentado por uma bactéria.

    Gostar

  17. 13 Novembro, 2008 14:56

    Não me parece que alguém, que não esteja de má fé, haja feito uma leitura plana das palavras da MFL.
    Quem a estivesse a ouvir e apreendesse o contexto em que ela se exprimia, entenderia que mais não quis do que dar umas palmadas nalguns sectores da CS que parece fazerem, às escâncaras, o frete ao partido do governo, minimizando ou ignorando tudo o que venha da oposição.
    Não é só ela a queixar-se.
    E, como já alguém por aqui escreveu: eles também andam por aqui, atentos e preocupados em levantar o paizinho sempre que ele cai na sanita.

    http://vouguinha.blogspot.com/2008/11/tiques-e-truques-na-cartilha_11.html

    Gostar

  18. 13 Novembro, 2008 14:57

    Uma velha anedota de 1928 ilustra bem o tema das directivas dadas à comunicação-social – Pode ser vista [aqui]

    Gostar

  19. Omazumba permalink
    13 Novembro, 2008 14:57

    A MFL parece-se cada vez mais com aqueles pseudo-artistas da novela que vivem de aparecer ou não na imprensa cor-de-rosa, mas depois indignam-se por lhes vasculharem a vida privada.

    E os comentadores.. por favor.. seleccionar as frases de MFL a apresentar na peça jornalística é uma conspiração contra a senhora, mas procurar algo de suspeito no facto de o ministro de economia ter uma relação de amizade com o responsável da autoridade da concorrência, é serviço público. Tss tss.

    Gostar

  20. Anónimo permalink
    13 Novembro, 2008 15:18

    RTP abriu com a explicação da “bola de neve” que se vai abater sobre Portugal vinda do exterior. Na TVI deram destaque à presença do PM nas Pirites Alentejanas em Maio deste ano, com um grande anúncio e 120 milhões de euros. As minas do projecto modelo e promissor do PM fecharam hoje. A SIC noticiou sobre as minas em poucos segundos e esqueceu-se do passado recente. São os mesmos que diariamente acompanharam o caso Bombardier de Paulo Portas, durante meses.

    Gostar

  21. 13 Novembro, 2008 15:26

    …e que a culpa de a mensagem não passar não é só dela, mas também dos militantes, afirmou, dirigindo-se aos que estavam presentes no colóquio em Fátima. Vamos passar a ter a blogosfera inundada de retórica falaciosa, como nos “bons velhos tempos”.

    E tem mais, a presidente do PSD não divulga em público as suas linhas programáticas, por correr o risco de o actual governo as adoptar como suas…!!!

    Gostar

  22. Omazumba permalink
    13 Novembro, 2008 15:45

    Valha-nos o JPP para decidir o que será falacioso ou não.

    Gostar

  23. 13 Novembro, 2008 15:49

    Provavelmente o que a Sra. quis dizer foi que a entidade reguladora da comunicação social devia impor algum tipo de paridade nos tempos de antena, o que, concorde-se ou não, é menos grave do que resulta da frase descontextualizada.
    Que a Sra. ainda não tenha aprendido que estas coisas não se dizem, é que não se percebe.
    Quanto à dificuldade em fazer passar a mensagem, já pensei que fosse “estilo”; agora, acho mesmo que ela não quer saber. Pobre PSD, já estão ao ponto de terem lideres partidários à força. Para isso, se calhar, mais valia terem escolhido o Passos Coelho. Podia ser que esse se importasse…

    Gostar

  24. Anónimo permalink
    13 Novembro, 2008 16:02

    “E tem mais, a presidente do PSD não divulga em público as suas linhas programáticas, por correr o risco de o actual governo as adoptar como suas…!!!”

    A reforma informática da DGCI é um excelente exemplo.
    O IVA no pagamento já é defendido por algumas pessoas no PS e acordado para a camionagem.
    A venda de edifícios é outra.
    O fundo de pensões afinal também andava no “jogo”.

    Gostar

  25. 13 Novembro, 2008 16:05

    Parece que o tema principal do discurso de MFL foi a crise económica, mas a comunicação social escolheu não dar essa parte.

    Gostar

  26. 13 Novembro, 2008 16:05

    Mais uma vez não quis aproveitar a oportunidade para manifestar a sua posição directamente e já começou a denotar uma ligeira crítica e mal-estar relativamente à comunicação social, por não estar a colaborar em divulgar as posições do seu partido. Essa crítica à comunicação social vai adensar-se nos próximos tempos. Esperem para ver.
    Questionada pelos jornalistas, respondeu que ainda não tem, mas mesmo que tivesse ideias, estratégias e políticas alternativas, não as apresentaria, porque o Governo iria logo copiá-las. Também achamos estranho que na sua visão os partidos possam ter as ideias, estratégias e políticas mais adequadas para o país, mas que por uma lógica eleitoral não os queiram apresentar desde já, sob pena do Governo as ir copiar. Mas que visão tão ultrapassada. Senhora, os partidos não existem para guardar na manga as soluções para o país, mas sim para as apresentar e discutir em democracia. Ainda não percebeu que no tempo actual não é possível esse tipo de jogo. Ou as suas ideias são mesmo boas e todo o país deveria beneficiar delas, ou então… faça-nos um favor, se não tem nada de novo para apresentar ao país, não perca a próxima oportunidade de ficar calada.

    Gostar

  27. Gabriel Silva permalink*
    13 Novembro, 2008 16:13

    Jcd,

    a parte «económica» da sua intervenção também foi divulgada.
    pode ser lida aqui (já que não consta do site do psd):
    http://aeiou.visao.pt/Pages/Lusa.aspx?News=200811139003709

    Gostar

  28. 13 Novembro, 2008 16:16

    “Jcd,

    a parte «económica» da sua intervenção também foi divulgada.”

    Na notícia que ouvi na TSF, não foi.

    Gostar

  29. 13 Novembro, 2008 16:22

    Mr. Gabriel Silva,

    Não tenho a certeza se foi Você ou Mr. LR, que há uns dois meses me “afiançaram” que eu iria ter desilusão acerca da “liderança” de MFLeite.
    Nada tenho a ver com o PPD nem com nenhum partido, mas de facto esperava mais, muito mais.

    Nos USA, MFLeite estava já na pré-reforma como líder em termos mediáticos, se presidente do maior partido da oposição….

    Gostar

  30. 13 Novembro, 2008 16:34

    jcd Diz:
    13 Novembro, 2008 às 4:05 pm

    Mau juízo o dela que teve a ingenuidade de pensar que depois de um frase bombástica destas, os meios de comunicação social passar economia.

    Gostar

  31. 13 Novembro, 2008 16:35

    «a parte «económica» da sua intervenção também foi divulgada.
    pode ser lida aqui (já que não consta do site do psd)»

    Bem visto! Mas não pense que é ela que não passa a informação, são os outros que a calam.

    Gostar

  32. Nuspirit permalink
    13 Novembro, 2008 16:35

    “…a presidente da Comissão Política Nacional do PSD lembrou que “há-de vir o momento” de apresentação das propostas do seu partido, rejeitando torná-las públicas já “porque até às eleições eram todas adoptadas por este Governo socialista”.

    Esta tirada é que eu acho deliciosa. Esta é a prova acabada de que MFL põe os interesses partidários à frente dos interesses de Portugal.

    Gostar

  33. Nuspirit permalink
    13 Novembro, 2008 16:35

    “…a presidente da Comissão Política Nacional do PSD lembrou que “há-de vir o momento” de apresentação das propostas do seu partido, rejeitando torná-las públicas já “porque até às eleições eram todas adoptadas por este Governo socialista”.

    Esta tirada é que eu acho deliciosa. Esta é a prova acabada que MFL põe os interesses partidários à frente dos interesses de Portugal.

    Gostar

  34. Nuspirit permalink
    13 Novembro, 2008 16:38

    “Não pode ser a comunicação social a seleccionar aquilo que transmite”

    Claro que a frase infeliz. Mas o que a senhora queria dizer é que a construção da informação jornalística começa com a recolha das matérias informativas, e logo aí o processo de recolha deixa áreas por cobrir. As noticias são seleccionadas e dispostas de maneira que algumas notícias recebem uma ênfase maior. E o PSD é prejudicado nesse particular.

    Gostar

  35. Anónimo permalink
    13 Novembro, 2008 16:40

    A parte de economia que ela falou ainda foi pior. Facilitar credito às empresas é uma rede de não sei que… acho que a parte económica ainda é mais deploravel. Por favor, o jcd que comente a parte ecomómica de MFL… lol

    Gostar

  36. Nuspirit permalink
    13 Novembro, 2008 16:42

    Mais grave é que depois da selecção das noticias a publicar,os critérios na realização da filtragem das matérias noticiosas resultam mais em função do grupo de colegas e do sistema de fontes do que em função do interesse publico. MFL alerta, e bem, para a manipulação da informação e distorções no próprio processo de fabricação de noticias. Esta noticia do Publico é um excelente exemplo do que ela critica.

    Gostar

  37. Anónimo permalink
    13 Novembro, 2008 16:47

    .. as empresas que precisam de credito não são certamente apenas aquelas a quem o estado deve. Aquela coisa que MFL disse é apenas politiquice.

    Gostar

  38. Gabriel Silva permalink*
    13 Novembro, 2008 16:59

    MFL não vive no tempo presente.
    Pensa que os jornalistas vão, por eles, descobrir no seu discurso o que ela quer transmitir de relevante. Em século ela vive?

    Tem de trabalhar melhor.
    por exemplo: manda um press release a dizer que vai estar no seminário tal, com 6 linhas com as principais ideias, umas frases mais chamativas do que vai dizer;
    disponibiliza o discurso no seu site e imagens;
    depois do seminário reforça as mesmas ideias do que disse;
    E se der uma escorregadela, antes do final do seminário já está alguem a explicar aos jornalistas o contexto do que ela no fundo queria dizer. Não se deixam pontas soltas.

    btw: na sequência das suas queixas da CS bem que podia dizer que pretende livrar o estado do fardo de andar a controlar a comunicação, privatizando os orgãos de CS, pois tal não fará parte das funções de estado e só servem para ela sofrer ou fazer sofrer os outros (se e quando o seu partido voltar ao poder) daquilo que se queixa.

    Gostar

  39. Gabriel Silva permalink*
    13 Novembro, 2008 17:03

    Nuspirit

    «MFL alerta, e bem, para a manipulação da informação e distorções no próprio processo de fabricação de noticias. »

    sim, e o que faz ela para vencer tal situação? rega a coisa com petroleo……

    «alertas» são coisas para PR semi-reformados e inúteis.

    Gostar

  40. 13 Novembro, 2008 17:17

    A Senhora está usada.

    Ainda não vendem a maquina do tempo.

    Se no pior, a MFL morre ao serviço do Partido, quem assume ? o seu patrono? se fosse negociante do ramo vida eu não levava para Real Seguros uma apolice da senhora, isto porque? só dava prejuizo para a companhia.

    E preciso ter cuidado

    Gostar

  41. 13 Novembro, 2008 17:25

    Alunos lançam ovos e tomates contra secretários de Estado

    http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=116646

    Gostar

  42. 13 Novembro, 2008 17:36

    Obviamente que censuras à parte, a questão lançada por MFL não deixa de ser pertinente.
    Não vamos ser ingénuos a ponto de pensar que alguns orgãos de comunicação social(atenção que não disse todos), não têm orientações mais de direita, de esquerda ou lá do que for. Ou que determinados temas não são tratados de acordo com certas visões ou ideologias de quem os publica!
    Esses temas quando chegam ao “consumidor”, vêm já tratados de acordo com essas mesmas visões (muitas das vezes parciais), ao invés de serem relatados simplesmente como aconteceram. Isto chama-se manipulação, ou sendo mais brando, formação de opiniões.

    E querem melhor lição de democracia do que ter alguém competente e ISENTO a fazer esta selcção?? Um pouco à imagem do que aconteceu com Marcelo Rebelo de Sousa e António Vitorino, que viram o seu espaço de opinião igualado em termos de tempo!Tudo isto para evitar alguma manipulação, que meus amigos, muitas vezes existe!!

    Cumprimentos, Futebol Total.

    Gostar

  43. Anónimo permalink
    13 Novembro, 2008 17:39

    Mas José Lemos, Marcelo Rebelo de Sousa é ele mesmo um manipulador de opiniões e só fala daquilo que lhe interessa e como lhe interessa. E o que faz MFL? Vai deixar que MRS só fale do que lhe apetece? lol

    Gostar

  44. 13 Novembro, 2008 17:53

    === Cada vez admiro esta senhora ===

    Gostar

  45. 13 Novembro, 2008 17:57

    Se não vivêssemos numa sociedade irreversivelmente mediatizada, com notícias céleres e nem sempre verdadeiras ou convenientes para os poderes instalados, não existiriam –nem teriam tanta força– as agências de comunicação e de marketing político.

    Se o jornalismo fosse competente e isento, as televisões, rádios e jornais não necessitariam do vasto e lucrativo conluio entre estes e as tais agências.

    Cada vez há menos bons jornalistas. Rareiam os excepcionais jornalistas. Os que singraram ultimamente são os especialmente coniventes com essas agências, com os partidos, com os CEO’s, com os autarcas, com os administradores, com os dirigentes desportivos, com os governantes, com os juízes, com, com, com.
    E entre estes, há os que favorecem as notícias das actividades dos amigos, dos amantes, dos amigos-dos-amigos, dos ofertantes de férias ou de popós, etc, etc — não se pense que são, todos ou quase todos, profissionais escrupulosos e eticamente irrepreensíveis…

    Daí que…

    Gostar

  46. 13 Novembro, 2008 17:57

    Não é difícil ver a coisa, é até bastante simples.

    Os Média não vão transmitir “peças” cuja audiência não para de diminuir! É a economia de mercado Sr.ª MFL…

    http://planetaspolitik.blogspot.com/2008/11/ctedra-em-umbiguismo.html

    Gostar

  47. Omazumba permalink
    13 Novembro, 2008 17:58

    Poder-se-ia dizer (em alguns quadrantes da sociedade) que não pode haver um fiscalizador, porque depois ninguém o fiscalizava a ele. E se houvesse um fiscal de fiscais, não havia quem fiscalizasse esses.. a menos que… esqueçam.

    Queremos outra comunicação social! Esta não! Outra…depois dizemos qual!

    Gostar

  48. 13 Novembro, 2008 18:20

    Hoje, ao visitar o “Abrupto” de José Pacheco Pereira, fiquei a saber que teve um problema “esquisito”, durante seis dias, que o impediu de colocar posts.

    Alguém entendido nestas questões (e da importância) da net e dos blogs, quererá presumir publicamente as causas e quais as técnicas para essa intervenção ?

    Gostar

  49. 13 Novembro, 2008 18:31

    O dr. House já lá esteve e diz que é só uma constipação. Aconselhou-o a mudar de roupa interior.

    Gostar

  50. 13 Novembro, 2008 18:31

    O Marcelo, é um individuo bem disposto, conta umas anedotas muito boas, estar com ele, é uma risota total e dispõe bem quem o rodeia.

    Contudo, não se pode levar a sério

    Gostar

  51. 13 Novembro, 2008 18:35

    Mr. Piscoiso,

    Boa (e uma vez mais bem humorada) resposta !

    Gostar

  52. 13 Novembro, 2008 18:37

    Já agora, e se quiser, por especial deferência, o que é que na sua opinião, se passou por cá com um tal Paixão em Alvalade ?

    Gostar

  53. 13 Novembro, 2008 18:42

    Gostar

  54. 13 Novembro, 2008 18:49

    OK ! Pela sua “opinião” extremamente minimalista, percebi: nada se passou.

    Gostar

  55. 13 Novembro, 2008 18:54

    23.

    «Provavelmente o que a Sra. quis dizer foi que a entidade reguladora da comunicação social devia impor algum tipo de paridade nos tempos de antena, o que, concorde-se ou não, é menos grave do que resulta da frase descontextualizada.»

    Sofia Ventura, esta observação soa-me a ingenuidade. O PSD só não tem mais tempo de antena porque não quer; raramente aparece,
    quando aparece não acrescenta nada de inovador ao discurso político, sendo por vezes preferível não lhe dar visibilidade, para que esse efeito não se venha mais tarde a reflectir em sondagens.

    MFL com essa observação, pretendeu tão somente dar um recado à comunicação social, lembrando-a do seu papel instrumentalizador dos tempos idos em que, como alguém em tempos observou, era possível “vender” um presidente como se de um sabonete se tratasse. Felizmente que os media no nosso país já perceberam que esse não era o melhor caminho; correriam o risco de não virem a ser lidos ou ouvidos.
    A Sra. é que está desfasada em relação ao seu tempo, assim como estão muitos dos que a acompanham.

    Gostar

  56. 13 Novembro, 2008 18:55

    Jardim diz que Governo Regional «não quer perder tempo» com avaliação de professores.

    = este não vai em palhaçadas – ele, já por si é uma palhaçada que o diga o “abruto” ex dirigente do PCM (ml).

    Não sei se o Abruto, não se esteve no seu horizonte, ou não está, governar a Madeira, não sei se faço entender.

    Junta-se a fome com a vontade de comer

    Gostar

  57. 13 Novembro, 2008 18:55

    Ou, se quisermos:
    — “Quem é que apalpou o cú à minha filha ?”
    — “Foi o Paixão !”
    — “Está bem ! Siga o baile !”

    Gostar

  58. 13 Novembro, 2008 19:01

    Mr. Nobre De Sousa

    Essa, de AJJardim ter “decretado” uma generalizada avaliação como “bom” para todos os professores que laboram na Madeira, não é nenhuma provocação ao “contenente”, mas sim uma patética imagem (mais uma…) do unanimismo com que ele governa o arquipélago.

    Gostar

  59. 13 Novembro, 2008 19:02

    45.

    Mas refere-se concretamente a quais media? aos portugueses ou aos norte-americanos?

    Gostar

  60. 13 Novembro, 2008 19:13

    A Manuela Ferreira Leite Isto é um avião a sério…

    Ou como diriam no Porto, um helicóptero: gira e boa.

    Gostar

  61. 13 Novembro, 2008 20:24

    A resposta foi dada pela própria:

    “a grande responsabilidade da comunicação social” passa por “transmitir diferentes ideias a todo o país e as pessoas que julguem”.

    Onde é que está a dificuldade de perceber isto?

    Gostar

  62. 13 Novembro, 2008 20:32

    Miss Fernanda Valente,

    Refiro-me aos media em Portugal, dado que estamos a dialogar sobre um caso português.
    Mas o mesmo acontece noutros países.

    Os tentáculos dos diversisficados poderes, em praticamente todas as áreas de actividade, quando fortalecidos e distendidos por desproblematizados financiamentos, gerem, promovem ou silenciam as notícias.
    É também para isso que existem as agências de comunicação. Para, iludindo incautos e enganando ignaros, promoverem mediocridades, consolidarem mentiras, e ocasionalmente colocarem/negociarem notícias “difíceis” de “consumir”…
    Etc, etc.

    Gostar

  63. Anónimo permalink
    13 Novembro, 2008 21:17

    Se muitas das interpretações da frase de MFL não primam por querer atingir aquilo que ela disse e quis dizer, há pouco um canal de TV disse que MFL terá dito que queria que viesse uma entidade externa seleccionar as notícias. Pergunto como pode isto passar de uma redacção para a antena.

    Gostar

  64. 13 Novembro, 2008 21:20

    Agência de comunicação ! A senhora precisa duma boa agência — com todos os defeitos e (algumas) virtudes que estas têm.
    Mas JPPereira não as quer…

    Gostar

  65. Gabriel Silva permalink*
    13 Novembro, 2008 21:24

    Quando mais jovem, havia uns especialistas em interpretar o posicionamento dos dirigentes soviéticos nas paradas para elaborar complicadas teorias sobre a evolução futura do regime e das lutas de poder internas. Nada diziam, eles acenavam, mas a partir desses poucos sinais toda uma teoria sobre a guerra-fria e a geostrategia internacional derramava-se sobre nós.
    Em sociedades abertas o diz que disse que queria dizer que disse não funciona e é, tal como aparenta, vazio e inoperante.

    Gostar

  66. 13 Novembro, 2008 21:31

    Agência !…

    Gostar

  67. 13 Novembro, 2008 21:55

    Mas a TV do Estado não lhe deu 4 segundos? O que é que ela queria mais? Esta parece ser a ilacção a retirar da maioria dos comentários a este post. Um forte sinal da qualidade da “democracia” que temos…

    Gostar

  68. 13 Novembro, 2008 21:56

    Mas esse encontro teve mais, muitas mais preciosidades! Uma das quais, com a vossa permissão, trancrevemos do nosso blog:
    “Acabámos de “ouver” Manuela Ferreira Leite, no noticiário da TVI, dizer que mesmo que tivesse políticas alternativas às do executivo de Sócrates, não as divulgaria neste momento, pois se o fizesse, “todas elas seriam adoptadas por este governo”. Alguém no PSD explica à senhora o que é “oposição responsável”?”
    Outra muito boa, por exemplo, foi quando um militante do PSD lhe perguntou se não se distanciava do ocorrido na Madeira, sob pena de perda de autoridade moral para criticar o governo socialista. Silêncio de MFL…
    Outra ainda, excelente, foi quando disse que há outros modelos alternativos a este modelo de avaliação dos professores que o Governo implementou… esses outros modelos até poderão ser piores, diz MFL, mas deveriam ser experimentados! Ou a mulher está a ficar gagá ou a falta de poder anda a subir-lhe à cabeça…

    Gostar

  69. 13 Novembro, 2008 21:57

    «MFL com essa observação, pretendeu tão somente dar um recado à comunicação social, lembrando-a do seu papel instrumentalizador dos tempos idos em que, como alguém em tempos observou, era possível “vender” um presidente como se de um sabonete se tratasse.»

    Não considerei a hipótese porque, se atendermos a que a MFL precisa da comunicação social para, pelo menos, não ser humilhada nas próximas eleiçõs, seria uma atitude – já não apenas descuidada – totalmente contraproducente.
    Atendendo à praxe daqui do burgo, presumo que ela esteja familiarizada com a expressão “uma mão lava a outra”.

    Gostar

  70. 13 Novembro, 2008 21:59

    Ah e essa coisa de pessoas externas decidirem o que uma redaccao de um orgao de comunicao social publica ou nao, salvo erro, chama-se censura, nao?… Num momento em que alguns comentadores estao tao entusiasmados em colar a nacionalizacao do BNP as nacionalizacoes do passado, tambem eu consigo ver uma qualquer semelhanca com uma qualquer direitismo salazarista…

    Gostar

  71. 13 Novembro, 2008 22:01

    «Agência de comunicação ! A senhora precisa duma boa agência — com todos os defeitos e (algumas) virtudes que estas têm.»

    ‘Bora criar uma pool de apostas sobre o tempo que duraria um Cunha e Vaz em trabalho com a MFL?

    Gostar

  72. 13 Novembro, 2008 22:02

    64.

    A minha pergunta está enferma de ironia.

    Não sei se a nossa comunicação social é isso tudo que diz…

    Gostar

  73. 13 Novembro, 2008 22:05

    A senhora, tal como a Ministra da Educação, precisa que alguém com bom senso lhe explique que não é com queixinhas e cara de chateada que leva a sua avante. Bastava isso para resolver boa parte do problema comunicacional… 😉

    Gostar

  74. 13 Novembro, 2008 22:21

    Miss Sofia Ventura,

    Há alguma ironia minha no “aconselhamento” à contratação duma agência de comunicação.
    Mas que precisa, não duvido !

    Cunha Vaz seria “trucidado” pela tríade (ou troika) Luís Paixão Martins/ Santos Silva/ Pereira da Silva com Vitalino Canas no fosso da “orquestra” lendo a pauta diária.

    MFLeite ou surpreende de facto, num novo “fôlego” que nos é desconhecido, ou então é, afinal, fraca líder dum partido de oposição e do “arco governamental”. Um “desastre” eleitoral se não mudar de estilo e qualidade comunicacional.

    (E os portugueses, a vida portuguesa, muito precisa que alguém combata O ESQUEMA deste governo…).

    Gostar

  75. 13 Novembro, 2008 22:25

    «Cunha Vaz seria “trucidado” pela tríade (ou troika) Luís Paixão Martins/ Santos Silva/ Pereira da Silva com Vitalino Canas no fosso da “orquestra” lendo a pauta diária.»

    Ah… mas um Luís Delgado vale por quantos desses?

    Gostar

  76. 13 Novembro, 2008 22:28

    Se elas não sabe como é, coisa que eu duvido, Manuela pode perguntar a Morais Sarmento, Marques Mendes, Pacheco Pereira e Marcelo Rebelo de Sousa!
    Nem precisa de descer mais abaixo.
    Pergunte aos barões!

    Gostar

  77. 13 Novembro, 2008 22:32

    Luís Delgado está bem para PSantana Lopes, como seu “conselheiro” e eventual porta-voz.
    Nada mais.

    Gostar

  78. 14 Novembro, 2008 12:09

    .
    OS CANALIZA… DORES

    A PROPÓSITO da crítica ao actual modelo de avaliação de professores (e situações semelhantes), tem-se ouvido dizer que a Oposição também não dá alternativas.
    Ora, sendo isso verdade, vejamos se a observação tem razão de ser:

    Imagine-se que tenho uma fuga de água em casa. Chamo o canalizador, mas a situação, longe de ficar resolvida, ainda piora. Reclamo, e o ‘artista’ responde-me:

    – Meu caro senhor, criticar é fácil! Mas já viu que também não dá alternativas?!

    Bem… não dou alternativas nem tenho de as dar, pois quem é pago para resolver o problema é ele e não eu – e não preciso de ser especialista em hidráulica para constatar que continua a cair-me água na cabeça.

    E essa tem sido a postura da Oposição. No entanto, será ela aceitável da parte de um partido, como o PSD, que se propõe ser Governo dentro de um ano? Se calhar não, e é possível que, em boa parte, os tristes resultados que as sondagens lhe atribuem tenham a ver com isso. Será que essa postura não tem… ‘alternativa’?

    Gostar

  79. 14 Novembro, 2008 12:50

    Não há aqui muita confusão? Afinal querem que MFL actue como líder da oposição ou como conselheira de Sócrates?

    Gostar

  80. Anónimo permalink
    14 Novembro, 2008 13:19

    MFL também disse outra coisa muito engraçada. Disse quL

    Gostar

  81. Anónimo permalink
    14 Novembro, 2008 13:23

    . disse que os policias eram uns palhaços porque prendiam os criminosos e no outro dia estavam cá fora libertados pela justiça. Isto é de uma seriedade absoluta, quando o psd fez um pacto para a justiça e aprovou o código penal. O psd é uma partido muito sério!!

    Gostar

  82. nuno silva permalink
    14 Novembro, 2008 14:09

    O jogo Benfica-sporting (27-09-2008) foi num sábado à noite. O jogo começou às 20.45.

    Aqui está a segunda parte do telejornal (RTP)

    http://ww1.rtp.pt/multimedia/index.php?pagURL=arquivo&tvprog=1103&idpod=17676&formato=wmv&pag=arquivo&pagina=0&data_inicio=2008-09-27&data_fim=2008.09-27&prog=1103&quantos=10&escolha=

    o PS tem uma peça aos 2.07 e acaba aos 3.49.
    Logo a seguir a essa peça está a do PSD, por volta das 20.44, onde vê-se claramente que foram bem mais do que 4 segundos os dispensados para a MFL.

    Curioso ou talvez não, não disse nada de novo, e diz mesmo que não tem de dizer já que não é Governo.
    Para mim, 4 segundos até eram demais.

    O jornal da noite na sic do mesmo dia

    http://sic.aeiou.pt/online/scripts/2007/videopopup2008.aspx?videoId=B3ED6DAF-3829-484E-BBCE-D9073B545CB1

    Foi logo a notícia política, a seguir aos resumos de futebol, por volta dos 6m45s, mesmo antes de qualquer notícia sobre o governo.
    Ouçam o que ela diz logo por volta dos 7m14s.

    Durou até aos 9m05s a peça sobre o PSD.

    Não vi o jornal da TVI porque o site deles é deficiente quanto à pesquisa de noticiários.

    O jogo foi transmitido na SPORT TV, como habitual nestes grandes jogos.
    Por acaso MFL sabe que a SPORT TV é um canal da tv por cabo, e pela qual é necessário pagar uma mensalidade extra?

    Ela pensa que Portugal inteiro tem TV por cabo para vir acusar a comunicação social da maneira como fez?
    Eu não tenho, o meu salário não estica e a fazer opções entre TV por cabo e internet, prefiro a última. Sendo assim, cada vez que começa um jogo na SPORT TV lá se vão as audiências televisivas dos canais em aberto.
    Deixo aqui o link de um blog onde se podem ver as audiências desse dia no horário dos telejornais:

    http://aminhatelevisao.blogspot.com/2008/09/audincias_28.html

    Programa mais visto da SIC: Jornal da Noite (9,6/29,0; quinto programa do dia).
    Programa mais visto da RTP-1: Telejornal (9,0/27,8; sexto programa do dia).
    Canal mais visto no universo de cabo: TVI (share de 26,4; média de 181 mil espectadores).
    Canal de cabo mais visto: Sport TV (share de 4,7; média de 32 mil espectadores).

    4,7% de share teve a Sport TV, com certeza durante o jogo. Em contraste com os 9% dos telejornais, quando até esses valores estão em consonância com o habitual já que no fim de semana passado andaram pelos 10-12% de share.

    Repito, sábado à noite, 20:45, haverá muita gente que nem sequer viu telejornal nenhum só por causa do jogo.

    Justifica o alarido todo que deu ontem com as suas declarações?
    Se quer destaque, que apareça e não fique calada como muitas vezes acontece.
    E que fale sobre assuntos que realmente têm importância e dê soluções, porque além do PSD existe outra oposição ao Governo e pelo que vejo, não se queixa de visibilidade e apresentam propostas.

    Além disso, porque raio se lembrou desse evento onde participou quando já passou mais de mês e meio sobre o mesmo?

    Gostar

  83. Anónimo permalink
    14 Novembro, 2008 14:44

    Eles já andam por aqui!!!

    Gostar

  84. Anónimo permalink
    14 Novembro, 2008 14:46

    Chegou a brigada da Agência?!

    Gostar

  85. Tolstoi permalink
    14 Novembro, 2008 22:54

    As tias do Piscoiso pediram para ver o vídeo do Sócrates a falar do Magalhães na cimeira Ibero-Americana. Dizem que tem muito mais piada do que a MFL a criticar a comunicação social.

    Gostar

  86. 18 Novembro, 2008 09:22

    Depois de tanto tempo calada, a senhora Manuela Ferreira Leite quer falar com grande visibilidade.

    Fica aqui uma sugestão: Que diga alguma coisa de jeito…

    Gostar

Trackbacks

  1. cinco dias » Que susto
  2. Acabá-la (por Paulo Querido, em Certamente!)

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: