Saltar para o conteúdo

O estranho caso*

27 Junho, 2010

do póquer que só faz ricos. Desde há algum tempo tornaram-se recorrentes notícias como estas: “Jovem de 26 anos desistiu do curso de Economia para se dedicar ao póquer. Não se arrependeu, já que a actividade é altamente lucrativa” ; “Norte-americano deixou a escola aos 16 anos para se dedicar ao jogo de cartas. Agora, no ano em que atingiu a maioridade, ganhou as World Series of Poker e… 5,6 milhões de euros” ; “Poker: Milionários antes dos 30” Não sei nada sobre póquer, mas acho que nestas notícias falta o outro lado das consequências do jogo em que os jogadores, ainda por cima muito jovens, ganham sempre. E em que aquilo que pode ser um vício, o jogo a dinheiro, é apresentado ora como o Euromilhões, ora como uma actividade “altamente lucrativa”. No jogo a dinheiro alguém tem de perder ou não?

*PÚBLICO

Anúncios
22 comentários leave one →
  1. Anónimo permalink
    27 Junho, 2010 10:57

    não percebes patavina do que comentas e nem sequer te passa pela tolinha que o circo seja idêntico aos outros ie f1, box, golf, ténis e por aí a fora.

    Gostar

  2. helenafmatos permalink
    27 Junho, 2010 11:17

    Não é uma questão de circo. É uma questão de se ficar arruinado. Qualquer gaiato se pode sentar a jogar póquer e ficar cheio de dívidas. Menos provável é que se arruine na F1 pela prosaica razão que não consegue entrar lá.

    Gostar

  3. nuno granja permalink
    27 Junho, 2010 11:20

    Pelo que leio nos comentários #1 e #2, parece que quem não percebe patavina são os respectivos autores, talvez um dos motivos que os levam a usar “niks” que escondem a identidade, ao contrario da autora do post que dá a cara pelo que escreve e neste caso, como noutros casos, escreveu bem

    Em vez de partirem para o ataque pessoal, #1 e #2, e aqui também talvez mais um dos motivos que os levam a usar “niks” que escondem a identidade, deveriam apresentar factos que provassem o quanto o post da HFM esteria errado.

    Os factos na minha perspectiva;
    Partindo do principio universalmente aceite de que o dinheiro não nasce nas arvores, os lucros de quem joga Poker terão de vir de algum fonte e não encontro melhor explicação do que a sugerida por HFM

    Gostar

  4. Cena Básica permalink
    27 Junho, 2010 11:28

    Ena, Helena Matos a defender o jornalismo ideológico. Agora já quer contextualização? Um simples perfil de alguém que é bom no que faz agora precisa de ser um artigo a fundo sobre o assunto? Mal posso esperar pela reacção de Helena Matos quando ler este comentário de Helena Matos.

    Gostar

  5. Anónimo permalink
    27 Junho, 2010 11:53

    #3 – ” Menos provável é que se arruine na F1 pela prosaica razão que não consegue entrar lá.”

    os putos estropiados das motinhas e os adolescentes estropiadores de velhilhas são inspirados pelo padre antónio vieira.

    “É uma questão de se ficar arruinado. Qualquer gaiato se pode sentar a jogar póquer e ficar cheio de dívidas.”

    o gaiato não fica, quem fica é o pai. mas já ficava tamém com as chamadas para a austrália, toques polifónicos e outras ligações manhosas.

    Gostar

  6. Anónimo permalink
    27 Junho, 2010 11:57

    oh granja! não entendes e eu não te vou explicar porque não irias entender. deixa lá, assim és mais feliz.

    Gostar

  7. socialista vaselinado permalink
    27 Junho, 2010 12:51

    Vejam..
    http://www.nytimes.com/interactive/2010/05/02/weekinreview/02marsh.html?ref=global-home
    A dívida Portuguesa está muito concentrada (71%) em 4 países. 30% (86Meur)à Espanha e 41% (116MEur) ao TRIO Todo Poderoso (Ger, Fra, Ing)
    Não admira que o TRIO se preocupe com a Espanha que lhes deve 572 Meur (52% da dívida espanhola)
    Acho estranho não se falar muito da Itália: deve ao TRIO 776 Meur (56% da dívida Italiana)
    Da Irlanda já se falou. Tem 50% (432Meur) da divida para com o TRIO.
    Os Gregos, por sua vez, estão em descalabro mas apresentam valores absolutos semelhantes aos nossos (com excepção da relação c/Espanha).
    Analisando valores absolutos, o ranking é o seguinte: 1º Itália 1400 Meur, 2º Espanha 1100 Meur e 3º Irlanda 867Meur. Muito longe estamos nós 286 e os gregos 236.
    Eu gosto de analisar valores absolutos pois apenas analisando percentagens podemos perder perspectiva, noção da realidade.
    A apreensão generalizada quanto à dívida tem tudo a ver com a percepção que haja da capacidade de solvência de cada um dos países.
    Como muito se fala, por causa disto, do RISCO, não devemos esquecer que para o risco conta não só a probabilidade de não se receber como a DIMENSÃO do que se pode não receber.
    Uma coisa é certa: em termos absolutos não é a mesma coisa o colapso de uma Grécia ou o colapso de uma Itália ou de uma Espanha. Não venham com a conversa do “risco sistémico”. Por causa dessa é que temos que pagar agora os avales do Estado aos empréstimos ao BPP…
    Curioso, a meu ver, todo este frenesi com a Grécia. Já não tanto agora com a Espanha. Mas… e a Itália?
    A Itália? Bem… tem a sonoridade da língua, tem os estilistas, as mulheres, criou o Maserati e o Ferrari. Está perdoada. E apesar de ser o berço da Mafia, de certeza que não aldraba estatísticas…
    E o TRIO? Como está? Certamente deitando contas à vida:
    A Alemanha deve estar assustada com a Espanha (238), a Itália (190) e a Irlanda (184).
    A Inglaterra, mais com a Irlanda (188) e a Espanha(114).
    A França, não deveria estar em pânico com a Itália (511)? A Espanha (220) vem longe…

    E nós? Estamos bem. Temos o Sócrates e o Passos Coelho! Querem maior garantia de solvabilidade que esta?

    Gostar

  8. Rxc permalink
    27 Junho, 2010 14:21

    “Winner takes it all”. Recomendo a leitura do “Black Swan” do Nassim Taleb…

    Gostar

  9. Será ? permalink
    27 Junho, 2010 15:15

    O Poker, tal como a economia na perspectiva liberal, não é um jogo de soma nula. Ou é ? Ou seja, como muitas vezes já vi defender por aqui, principalmente pelo JM, para uns ficarem mais ricos, não quer dizer forçosamente que outros tenham de ficar mais pobres na mesma exacta proporção ? Ou não ?

    Gostar

  10. 27 Junho, 2010 15:47

    Eu suspeito que essas pessoas que ficam ricas ao poker ficam ricas com patrocínios e afins, não com os lucros dos jogos. Se for assim, o dinheiro efectivamente “nasce das árvores” (para usar a expressão do Nuno Granja), já que não é preciso alguém perder para eles ganharem.

    Gostar

  11. 27 Junho, 2010 17:11

    Um bom alerta da autora. Completa razão nisto!

    Gostar

  12. LM r permalink
    27 Junho, 2010 17:41

    “os lucros de quem joga Poker terão de vir de algum fonte e não encontro melhor explicação do que a sugerida por HFM”

    Não; no limite, havendo transmissões televisivas, patrocinadores, etc., no limite todos os participantes poderiam ganhar algum dinheiro. Não é?

    Gostar

  13. O TADINHO permalink
    27 Junho, 2010 18:08

    BOYS AND GIRLS,PARA FICAR RICO NA HORA MELHOR DO QUE O PÓQUERE É A VENDA DE CAGALHÃES AND CHIPS.

    Gostar

  14. Tribunus permalink
    27 Junho, 2010 19:18

    O que está a dar è ir vender cheeps, para as portagens!
    Assim resolveu um acessor do ministerio das obras publicas!
    Fundou a Q-Free que está no Tagus Park, e è v´-lo a vender
    os cheeps mais baratos que os correios!
    Coisa curiosa, os tipos empreendedores, vão todos para o Tagus
    Park, será que ali existe ouro?

    Gostar

  15. 27 Junho, 2010 23:27

    Bem observado, Helena.

    Os jornais têm interesse em promover o poker – o “desporto” movimenta milhões e parte desses milhões são gastos em publicidade… São muitos milhões.

    Por exemplo, a secção de desporto do Publico tem um link em posição relevante para a secção de poker (desporto.publico.pt/Poker/) e julgo que já o vi antes na homepage.
    A presença desse link não é, creio, fruto do interesse que o poker tem entre os leitores do jornal, relativamente a outros desportos, antes por critérios “editoriais”.

    Gostar

  16. 27 Junho, 2010 23:31

    Já agora, a secção do pub tem um link patrocinado para o pokerstars sem qualquer menção de que se tratar de publicidade.

    Gostar

  17. pedro sousa permalink
    28 Junho, 2010 10:06

    Bom dia, a autora revela um desconhecimento atroz, sabe quantos portugueses jogam poker neste momento?? e jogam em salas com milhoes d ejogadores em todo o mundo…, claro que há muitos a perderem, alguns muito, outros (com control) pouco ou nada, mas repare, desses milhares falam num punhado, especialemente os que se profisionalizaram; porque decerto pensam ter capacidades no jogo para substirem dele, mas tb não pense que é fácil…foi só um post ao poste, especialmente por ignorância…

    Gostar

  18. Hugo Anjos permalink
    28 Junho, 2010 16:16

    Sou leitor diário do Blasfémias e confesso que quando lia comentários sucessivos a acusarem a senhor Helena de não dominar os assuntos sobre os quais escrevia pensava que seriam exageros críticos. No entanto, depois do que li nesta posta, de facto agora sou eu que aconselho a senhora a, por favor e pelo respeito quer os leitores devem merecer, a fazer um pequeno esforço para, nem que seja via google, procurar saber alguma coisa sobre aquilo que escreve.

    Sou jogador de poker recreativo, como milhões e milhões de pessoas em todo o mundo. Quem ganha ou perde verdadeiramente dinheiro com este Desporto são os profissionais, mas esses têm outras fontes de rendimento (informe-se sobre o que é “rakeback”…), auferindo suculentos patrocínios. A mentalidade de considerar o poker um jogo de “sorte e azar” ainda é professada por alguns velhos, ou velhas, do Restelo, mas como é possível fazer um Ranking Mundial de jogadores de poker, e não de bingo ou roleta, deve haver de facto alguma diferença…

    Pela lógica da senhora Helena, a comunicação social não deve redigir notícias sobre o sucesso do Cristiano Ronaldo ou do Nani, porque isso pode incentivar milhares de jovens a não estudarem e a tentarem ser estrelas do futebol profissional. Seja em que profissão, arte ou Desporto for, a base da pirâmide será sempre infinitamente mais ampla do que o topo, onde apenas chegam os melhores. É desses que reza a História. Feliz ou infelizmente.

    Para terminar, e se a senhora Helena está preocupada com o vício do jogo, pode abraçar uma excelente causa: analise via internet quantos casinos existem em Portugal e que receitas produzem anualmente. Novamente segundo a sua lógica, quem é que perde lá o dinheiro nos casinos, serão extra-terrestres? Indigne-se por aí que tem bastante por onde se espraiar.

    Gostar

  19. 28 Junho, 2010 23:53

    Hugo, obrigado por concordar com Helena. A comparação com o sonho do futebol, torna o textyo dela ainda mais certeiro. O Hugo acabou de fazerr descer o futebol, ao nivel do poker

    Só o facto de milhões de pessoas incluindo portugueses, perderem horas e horas com o poker recreativo, mostra a certeza e alienação total. Tempo é dinheiro.
    Terceiro, é mentira que não se perca dinheiro no poker on line. Perde-se fortunas, e quando estiverem viciados, vão começar a perder mais.

    Gostar

  20. Anônimo permalink
    29 Junho, 2010 00:10

    SM, obrigado por concordar com Hugo.

    Gostar

  21. zé manel permalink
    29 Junho, 2010 09:47

    O poker é um jogo de estratégia, o factor sorte (a longo prazo) é irrelevante.
    Claro que uns ganham e outros perdem. Perdem os maus, ganham os bons.
    É óbvio que o jogo de poker se pode tornar perigoso. Se o jogador não tiver uma noção minima do jogo, de estratégia, dos limites, se jogar com o dinheiro todo que tem, se pedir dinheiro emprestado, se vender a casa, etc, pode perder tudo que tem numa mão, numa mesa de altos limites por exemplo, ficar endividado, suicidar-se, etc…
    A logo prazo esses perdem e ficam arruinados, os outros ganham…
    Depois, como foi dito em cima, um jogador consistente, mesmo que não ganhe (somente não perca) pode recuperar uma percentagem dinheiro que pagou nas mesas(em comissões) e obter lucros!
    Os profissionais têm também contratos com sites, uns escrevem livros, etc…

    O poker não é como o bingo. Não é qualquer um que é bom jogador (que obtém lucros a longo prazo).

    Claro que se pode perder tudo numa mão! Mas só quem não tem noção do jogo, joga com o dinheiro todo que tem numa mesa, numa mesa de limites altos de mais para a sua banca.

    O poker requer:
    1. Paciência;
    2. Gestão de banca;
    3. Estratégia;
    4. Análise de adversários;
    5. Controlo emocional;
    6. Um pouco de sorte!

    Como disse em cima, a longo a prazo, se analisarmos por ex. 100 jogadores em 100.000 mãos, podemos saber quem são os bons e maus jogadores!

    Claro que as casas de jogo online fazem publicidade “todos podem ganhar”, isso não é verdade, só ganham os bons, e esses são muito poucos, arrisco uns 5%, os outros perdem…

    Um jogador fraco até pode ganhar fortunas num ano, mas a longo prazo, perde tudo!

    Gostar

  22. zé manel permalink
    29 Junho, 2010 09:56

    As pessoas pensam que o jogo de poker é um jogo de sorte, não é!
    Pode-se ganhar numa mão bastante dinheiro, por exemplo, sem jogo, sem nada! Pode-se perder com um bom jogo!
    No poker não se joga contra a casa, joga-se contra outros jogadores, é uma competição…
    O óbvio, para esses que aparecem nas noticias ganharem tanto dinheiro, outros perdem-no…
    Quem ganha no poker são 5% dos jogadores e os sites (nas comissões), os outros ou estão sempre na mesma ou perdem!
    Eu, por exemplo, jogo em limites baixos e ganho todos os meses 150 a 200 dolares. Ao longo destes tempos já ganhei muito dinheiro de certos jogadores, de jogadores fracos… jogadores esses que os tenho referenciados numa base de dados, jogadores perdedores. Se os jogadores jogassem todos bem, tornava-se mais dificil ganhar dinheiro. A sorte nao tem grande relevo. Por exemplo, se um jogador muito fraco, ganha por exemplo 40 dolares numa mao, por mero acaso, se ele se mantiver na mesa, é uma questão de tempo para perder tudo para um bom jogador…
    Cumprimentos.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: