Skip to content

Bush, Clinton, Obama, Hillary e Trump

6 Fevereiro, 2017

Eu não gosto de muros como aquele que Clinton construiu na fronteira com o México e  que agora Trump promete concluir os kms que faltam. Nem do discurso de Clinton em 1995 e Obama em 2011 que Trump resolveu copiar para justificar a necessidade de expulsar e impedir a imigração ilegal. Nem  de restrições à migração de pessoas, nem da lista de países a banir, criada por Obama, e que agora Trump resolveu tirar da gaveta. Mas entendo a emergência das medidas:  proteger. Não é esse o dever do Estado? Desde quando a segurança é uma questão política de esquerda e ou direita? Porque razão são boas se praticadas por uns, odiosas se forem praticados por outros?

Detesto ver a hipocrisia em que vivemos. No faz de conta que não sabemos que o “hoje”é consequência do “ontem”. Que o terror foi criado, fomentado e amplamente alimentado por Bush, Blair, Hollande e Obama sem oposição. Sem indignação. Sem revolta. De quem foi ideia de bombardear Iraque sob 1 pretexto falso de armamento de destruição massiva nuclear? De quem foi a ideia de armar e preparar os rebeldes guerrilheiros? De quem foi a culpa de vender armas ao governo da Arábia Saudita, principal financiador assumido do EI em troco de fundos para Fundação? Quem insistiu em combater com bombas o EI que cairam indiscriminadamente sobre civis? Quem dizimou a Síria provocando o êxodo? Quem? Desde 2001, o ano do colapso da Torres Gemeas que combatem estes doidos e querem que acreditemos que 1 grupo de ratos do esgoto, ao fim de 15 anos,  não consegue ser banido  por 3 grandes potências mundiais?  Poupem-me.

Odeio ver a comunicação social a ajudar os políticos dos “sorrisos e afectos”, do politicamente correcto a fingirem que desconhecem os mails de Hillary   para se  perpetuar o negócio bilionário da indústria bélica. A mesma que silenciou nossa gente em Camarate. Fingir que não se sabe que é o dinheiro sujo de sangue que alimenta este horror sem fim. O mesmo dinheiro que paga aos governos para aceitarem refugiados dos países que bombardeiam… Mas que nós por cá queremos selecionar à Grécia. Porque somos bons a exigir aos outros mas somos exclusivos quando nos interessa. Tudo no silêncio da hipocrisia porque fingir é que importa. E nós fingimos que nos importamos. Por dinheiro… por políticas… por medo de perder votos…

Revolta-me que se feche os olhos aos problemas dos países receptores que amavelmente receberam milhares de gentes e hoje estão a perder sua identidade cultural pela atitude invasora dos migrantes muçulmanos, que ninguém pode contestar por medo de ser apontado como xenófobo. Que alguns já morreram assassinados por alertar contra este fenómeno. Que por ser politicamente incorreto se arrasta por receio de admitirem que falharam. Mas que entretanto escondem ou fingem que nada se passa. Pela sobrevivência política. Mais nada. E os judeus que nunca mataram ninguém, mas que continuam a ser perseguidos na França, Itália, Bélgica, Alemanha, Espanha. Quem se importa com eles como o fazem com os islâmicos?

E depois tudo se surpreende com as vitórias dos “trumps” e das “Marines Le Pen” como reacção ao medo. Medo que TODOS ignoram menos quem vive com ele à porta. Menos quem já conhece a islamização do seu bairro controlado pelo imã de acordo com a Sharia entretanto autorizada…  Onde estiveram os governos de todos esses países quando o medo tomou conta das populações? Que fizeram para repor a segurança dessa gente? Nada. Absolutamente nada. E agora há quem chame de energúmenos aos que por medo  votam em quem lhes promete segurança.

Assistiremos à morte lenta da UE se a cegueira continuar. Se não houver uma coragem para adoptar uma atitude “trumpista” em segurança por parte daqueles que comandam a Europa. Porque não há mal nenhum em reconhecer que erramos e de imediato corrigir. O mal está em ignorar, em negar pensando que irão conseguir que 1 utopia resulte onde em nenhum  lugar  vingou.

Isso sim, será o princípio do fim da Europa e do Mundo tal como o conhecemos. Não por causa de Trump nem de Le Pen mas apenas pela nossa inação da cegueira hipócrita do politicamente correcto.

É essa a verdadeira ameaça  deste século.

Advertisements
47 comentários leave one →
  1. José Domingos permalink
    6 Fevereiro, 2017 13:06

    Mais uma pedrada no charco. Estamos cegos ( alguns ) por não quererem ver esta realidade. A classe pulhitica mais os jornalixos avençados, ofereceram a corda para os enforcar.
    Muito obrigado por mais este texto

    Liked by 3 people

    • Antonio Cardoso permalink
      6 Fevereiro, 2017 16:00

      Certissimo. Ha porem ainda muita gente a dormir e outros que se enchem com a situacao.

      Liked by 1 person

  2. Arlindo da Costa permalink
    6 Fevereiro, 2017 13:06

    O desaparecimento da Europa – tal como a conhecemos – deve-se, em primeiro lugar, às políticas austeritárias e à globalização selvagem, que os partidários do neo-liberalismo e do corrupto sistema financeiro internacional, andaram a defender insistentemente. Inclusive neste rincão bloguístico…
    Agora chupem, como diria eloquentemente o Sr. Maradona.

    Gostar

    • sam permalink
      6 Fevereiro, 2017 15:34

      Arlindinho a controlar em directo da Coreia do Norte.
      Como está aí o muro, Arlindinho?

      Liked by 2 people

      • A.lopes permalink
        6 Fevereiro, 2017 16:56

        Sam:este arlindinho é um calhordas! Não espere que este abencerragem algum dia seja capaz de entender que é um verme! Um nojo!

        Gostar

    • Tiradentes permalink
      6 Fevereiro, 2017 17:02

      O Arlindo é um fã do Donald Trump. Contra a globalização selvagem que explora a mão de obra miserável da China (do partido comunista) e contra o Soros da economia de casino que paga a ONGs para fazerem manif anti-Trump

      Gostar

  3. 6 Fevereiro, 2017 13:23

    Eu também não gosto de muros. Aliás, já deitei abaixo o muro que circunscrevia a minha casa e ao mesmo tempo aproveitei para tirar as portas e janelas de casa. Sou um tipo moderno e aberto a todos os que quiserem pernoitar em minha casa.

    Liked by 2 people

  4. Manuel permalink
    6 Fevereiro, 2017 13:53

    Bom artigo. Se a Marine ganhar, vão voltar a justificarem-se com os populismos. Não conseguem entender que o povo demonstra a sua revolta pelo voto?

    Liked by 3 people

  5. Aventino permalink
    6 Fevereiro, 2017 14:20

    Muros altos fazem bons vizinhos. Eis uma sábia verdade!

    Liked by 4 people

  6. 6 Fevereiro, 2017 15:35

    “Que o terror foi criado, fomentado e amplamente alimentado por Bush, Cameron, Hollande e Obama sem oposição.”

    “O terror foi criado” , ena a sério. Este é daqueles artigos como um comboio que começa relativamente mal anda uns km bem, depois começa a perder o controlo e descarrila a todo o vapor…

    Gostar

    • 6 Fevereiro, 2017 15:37

      assim, como o regime de salazar era mau porque as ruas eram estreitas e não havia coca-cola…

      Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        6 Fevereiro, 2017 16:17

        Você das 2 uma: ou faz-se de burro ou é mesmo burro. Se não sabe interpretar o que escrevo, leia Marvel 😉

        Gostar

      • licas permalink
        6 Fevereiro, 2017 21:47

        Merda para a CocaCola e merda para ti, mg.
        sempre a invocar a peste.

        Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      6 Fevereiro, 2017 16:20

      Acho que não tem idade suficiente para vir para este site comentar. Isto é para maiores de 18 ou gente que sabe interpretar o que lê. Não é seu caso. Sugiro que leia Tio Patinhas.

      Liked by 1 person

    • 6 Fevereiro, 2017 16:52

      Diga-me qual a parte que eu interpretei mal na frase que lhe seleccionei escrita ?

      Tem demasiada emoção e pouca racionalidade e conhecimento histórico. Nada que schopenhauer já não nos tivesse alertado. Precisa de construir um “muro” à volta dessa emotividade descontrolada, e reflectir sobre a sua projecção psicológica. Não sei porque razão é que estes blogs de “direita”, fazem questão de querer competir com os da esquerda, para ver quem consegue mais congregar nos seus quadros Raqueis Valeras…

      Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        6 Fevereiro, 2017 17:38

        Meu caro leitor, a PALAVRA “terror” está bem empregue. Ou não há “terror” nas práticas do EI? Não é emoção é racionalidade. Quem não sabe de história é você porque não sabe ou não quer saber que o EI é “produto” do Ocidente.

        Gostar

      • 6 Fevereiro, 2017 18:49

        Peço perdão, tem razão. Eu não sabia que o terrorismo islâmico começou com o “El”, e é produto do ocidente… E que realmente tinha sido também o ocidente à 1600 anos que patrocinou e fomentou um tipo chamado mohamed. Porque todos sabemos que o Islão propagou-se desde o medio oriente, a norte de africa, India até à Indonesia, por confentis e pela palavra pacifica . Veja bem que na nossa bandeira até la estão imprimidos os 5 castelos mouros conquistados pelo Rei fundador, em homenagem ao islão patrocinados pelos corruptos ocidentais.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        6 Fevereiro, 2017 18:52

        Você deve fazer 1 boas sopas. Tem jeito em misturar tudo 1 panela. Se não sabe interpretar o texto, vá ler Tio Patinhas

        Gostar

  7. atom permalink
    6 Fevereiro, 2017 16:29

    Este blogue está a ficar “soberanista”. Já são citados aqui Mr Trump e a Madam Marine Le Pen, dois conhecidos soberanistas. Longe vão os tempos em que o 4º Reich com o seu sistema de satélites e protetorados era elogiado e, quem esboçava a mais ligeira discordância era chamado pejorativamente de “soberanista”. Rei morto rei posto. Mas como Roma, tenho a impressão que o Mr. Trump não paga a anti soberanistas. Muitos do anti soberanistas mais proeminentes e precavidos, já mudaram de obediência e passaram com armas e bagagens para assalariados das empresas do PC chinês. O movimento é para continuar e quem sabe, intensificar-se no futuro.

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      6 Fevereiro, 2017 17:05

      Mas podia citar a Catarina Martins e o tio Jerónimo porque cá em casa não há mais soberanistas que eles.
      “Derepente” esta gente ficou globalista, ou não? ahhhh são soberanistas activistas

      Gostar

  8. JCA permalink
    6 Fevereiro, 2017 17:23

    .
    Dizem por ahi:
    .
    .
    Cártel de Juárez, proveedor del PRI y financiador en la campaña de Peña Nieto (Reportaje especial)
    http://aristeguinoticias.com/1603/mexico/cartel-de-juarez-proveedor-del-pri-y-financiador-en-la-campana-de-pena-nieto/
    .
    Vendo-a pelo preco que ma venderam; nao confirmo nem desminto :))

    Gostar

  9. SRG permalink
    6 Fevereiro, 2017 18:09

    Excelente texto. Assino por baixo.

    Liked by 1 person

    • Cristina Miranda permalink
      6 Fevereiro, 2017 18:50

      Não diga isso muito alto, porque por estas bandas há gente de 1 superioridade intelectual ímpar que não gosta dos meus textos mas não perdem um 😉

      Gostar

      • piscoiso permalink
        6 Fevereiro, 2017 19:06

        Eu até coleciono.

        Gostar

  10. piscoiso permalink
    6 Fevereiro, 2017 18:36

    A minha tia Ermengarda até largou o tricot para ler a doutora Cristina Miranda e ia acenando a cabeça em concordância até aparecer “Ler mais…”. Feito o clic veio aquele lençol e pediu-me para resumir enquanto continuava a tecer o cachecol. Lá lhe fiz a síntese dizendo que Trump e a Le Pen não tinham culpa do fim do mundo. A culpa é da nossa cegueira do politicamente correto. A minha tia ajeitou os óculos e bebeu um gole de chá com indiferença. Ela que já foi casada com árabe e nem sabe se o filho é terrorista.

    Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      6 Fevereiro, 2017 18:47

      Ahahahahahahahahah que grande aldrabão você me saiu. Onde leu que eu disse que os árabes eram terroristas. E a sua avó tem de dedicar-se a outras coisas. O tricot anda a fazer-lhe mal.

      Gostar

      • piscoiso permalink
        6 Fevereiro, 2017 18:51

        Onde leu alguma referência à minha avó que Deus tem e era muito católica?

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        6 Fevereiro, 2017 18:53

        Pois não era avó era tia. É igual ao litro.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        6 Fevereiro, 2017 18:55

        Olhe, era só para avisar Sr. PSICOISO que fui… Não perco tempo com leitores da Marvel. Tenha 1 excelente semana e não abuse no “coiso” 😉

        Gostar

      • piscoiso permalink
        6 Fevereiro, 2017 18:59

        Queira passar pela loja do Blasfémias e vê lá uma t-shirt com os dizeres “Eu é que sou a tia do Piscoiso”. Não é igual ao litro. Ora essa!

        Liked by 1 person

  11. carlos alberto ilharco permalink
    6 Fevereiro, 2017 18:44

    Era muito interessante fazer-se um referendo em Portugal sobre a pena de morte.
    Os resultados iriam surpreender os senhores políticos e muito intelectual.
    E depois iriam dizer que era o efeito Trump.
    Ora passando agora ao problema da Europa, lembram-se das senhora de burka que queriam apanhar banhos de sol?
    Pois é, de pequenos avanços em pequenos avanços com as ajudas das Câncios (ler crónica de hoje no DN) muito em breve estarão em condições de lançar a guerra santa.
    Depois vai doer.
    Breve numa rua perto de si.
    Judeus perseguidos em Espanha, provavelmente algum maluco com a camisola, do Real Madrid em Barcelona.
    E deixem o Bush em paz, pelo menos liquidou um ditador e o resto liquidam-se eles uns aos outros, o que não é mau.

    Gostar

  12. 6 Fevereiro, 2017 18:57

    Muito bom post.
    A breve prazo na hierarquia vai aparecer um Juiz que diz aos “colegas” que já chega de ridículo. E introduz um mínimo de sensatez em tanta palermice.

    Segurança nacional não é responsabilidade para juízes, nem de bairro, nem do Supremo.

    Se lá chegar (?), vai apenas merecer um “que não tem mérito, a exposição”.
    Forma cortêz de dizer aos “colegas” juíses que tenham juizo.

    Gostar

    • piscoiso permalink
      6 Fevereiro, 2017 19:04

      E as leis, caro senhor? E as leis?

      Gostar

      • Filipe Costa permalink
        6 Fevereiro, 2017 20:17

        Leis? O segredo de justiça é lei e há pedófilos que “estão-se a cagar para o Segredo de Justiça”.

        Gostar

  13. ABC permalink
    6 Fevereiro, 2017 22:10

    Cara Cristina, se você grava os IPs sabe que há vários posts da mesma pessoa com nicks diferentes. Parece que há uma grande adesão a certas opiniões, mas não passa de uma multidão de um.
    Admiro a sua disposição para responder a trolls, será o seu estilo, mas é inútil, acredite. Neste momento os blogues estão infectados por provocadores profissionais com o intuito de desviar os argumentos do tema principal. Nos media mais tradicionais as opiniões discordantes são eliminadas. Como aqui não podem fazer isso o sistema de censura tem de ser o insulto.

    Liked by 1 person

    • carlos alberto ilharco permalink
      6 Fevereiro, 2017 23:53

      Já fizeram, e por acaso por um deputado da Nação, o senhor CAA.
      E outros publicam post sem abertura de comentários.
      Não há bela sem senão.

      Gostar

    • 7 Fevereiro, 2017 01:55

      Queira desculpar senhor abc, mas a uma opinião discordante chama-se contraditório.

      Gostar

      • ABC permalink
        7 Fevereiro, 2017 13:23

        Eu sei. E sei a diferença entre música e ruído. Há dias, noutro blogue, foi identificado um interveniente com 11 diferentes nicks. Ninguém precisa de 11 “personas” diferentes para expressar o contraditório. Já para manipular a discussão são essenciais.
        A sua primeira resposta a este post foi sobre a sua “tia Ermengarda”, e não trouxe nada à discussão. A primeira sob o nick Piscoiso. Diga-me que estou errado.

        Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      7 Fevereiro, 2017 08:21

      Ok.

      Gostar

      • 8 Fevereiro, 2017 01:03

        Fernando Pessoa identificou-se como um dos seus heterónimos num encontro de café. Imbatível. Ao lado disso heteroblogar é pastiche de amadores.

        Gostar

  14. Buiça permalink
    7 Fevereiro, 2017 00:13

    Foco-me no 2o. parágrafo.
    Nem Bush, nem Cameron, nem Hollande, nem Obama decidiram qualquer dessas guerras, apenas deram a cara por quem os lá pôs. Foram 4 fantoches. Quem as decidiu não aparece em boletins de voto. E por mais que queiramos acreditar que Trump age pela sua própria cabeça, a realidade é que ainda não fez absolutamente nada que beliscasse os interesses do lobby petrolífero ou militar. Seja porque seria bad for business, seja porque não duraria 2 dias se começasse por aí. Veremos. Para já, apesar da retórica, os tanques continuam a chegar ao Báltico e ameaças veladas ao Irão não auguram nada de bom.

    Gostar

    • lucklucky permalink
      8 Fevereiro, 2017 00:22

      E o Buiça mostrou o seu racismo mais uma vez. E assim a esquerda.

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: