Skip to content

O Circo dos “ChenVergonha”Chegou a Portugal

27 Fevereiro, 2017

Chegou o circo a Portugal. O maior circo político “ ChenVergonha” de todos os tempos. Aqui não falta nada: contorcionistas, malabaristas, palhaços, mágicos, domadores. De tantos números a que assistimos fica muito difícil escolher o “melhor” de tanta “qualidade” que estes artistas transpiram. Se a “figura de ursos” que constantemente fazem junto da UE onde fingem odiá-la batendo do pé, mostram os dentes exigindo reestruturação da dívida, mas sempre de mão cada vez mais estendida, já nos causa “frisson”, imaginem o excelente número de mágica de Centeno que faz desaparecer défices sem baixar a dívida! Divinal! O problema é que  cada português já deve 70 mil euros para o ver… e não vai ficar por aqui.

Entretanto o espectáculo, com ou sem vontade de assistir, continua. Os domadores cercam os média e domesticam as “feras” nas arenas das TV e jornais. É preciso ter tudo sob controle não vá algum desses “animais” atacar o público com verdades incómodas ao sistema. Assim dominados, as verdades passam a mentiras e as mentiras passam a verdades sempre que dá jeito. E a “perigosa” transparência desaparece…

Depois seguem-se os malabaristas do establishment que para desviar as atenções da máfia da CGD que esconde segredos inconfessáveis, recicla uma notícia de Abril de 2016 do jornal o Público sobre offshores, que não incomodou ninguém na altura em que foi publicada mas que agora convém reestruturar para parecer uma fuga gigante ao fisco. Mas se estavam declarados e identificados, onde está a fuga? Ora, já sabemos, malabarista que é malabarista brinca com tudo o que lhe chega às mãos com uma agilidade incrível. E quem sabe graças a estes, que tanto quiseram abafar a Caixa para proteger amigos com estes truques geniais,  ainda verão o caso offshores a desaguar brutalmente no banco público pela mão da PT e outros.

O circo não pára e chega a vez dos contorcionistas feitos num oito a tentarem desviar-se dos abusos de poder explícitos nos SMS, da falta de ética nas licenciaturas falsas ou no Galpgate e ainda da incompetência recente na evasão dos reclusos de Caxias. Falam disso? Népias! Não lhes interessa caso nenhum que envolva seus parceiros contorcendo-se até partirem, em honra da ideologia (ou falta dela) que defendem.

Mas o pico deste grandioso espectáculo como em todos os circos são os palhaços. Quinzenalmente actuam no Parlamento sem vergonha na cara e fazem rir de raiva ou de nojo, quem assiste aos insultos grotescos que roçam o baixo nível, onde a mentira, as ocultações e contradições são o mote, sem respeito por quem lhes deu voto. Não governam. Fazem palhaçada e ainda lhe chamam com a maior cara de pau, fazer política.

O problema é que circos como este dos “ChenVergonha” são deprimentes, custam caro ao país que não se compadece com palhaçadas e avança sozinho por um trilho sem retorno. Caberá ao cidadão insurgir-se veemente mostrando repulsa tomando uma posição firme enquanto é tempo, contra estes espectáculos patéticos que não foram pedidos e lhe caucionam a vida.  E esperar que o poder judicial faça o mesmo sem demoras.

Porque exigir  que devolvam a dignidade a um país que já é a chacota da Europa,  é o mínimo que podemos fazer por nós e pelo futuro dos nossos filhos.

Advertisements
40 comentários leave one →
  1. Juromenha permalink
    27 Fevereiro, 2017 13:11

    Palhaços, essencialmente palhaços.
    Alguns também fazem “uma perninha” de contorcionistas – que isso de ilusionistas só para crianças… e das muito pequenas.

    Gostar

  2. Viriato de Viseu permalink
    27 Fevereiro, 2017 13:25

    Para verem os palhaços e contorcionistas, os junta-letras, canetas de aluguer, papagaios e paineleiros amestrados, nem piam para terem os bilhetes à borla…além de outras prebendas, é claro!!!

    Gostar

  3. javitudo permalink
    27 Fevereiro, 2017 15:02

    “O presidente do Fórum para a Competitividade, Pedro Ferraz da Costa, defende a divulgação da lista de maiores devedores da Caixa Geral de Depósitos, como pretende a oposição na comissão parlamentar de inquérito ao banco público, já que considera que esta seria apenas “uma ameaça aos ladrões” e não uma “ameaça ao regime”. Em entrevista ao jornal Eco, Ferraz da Costa criticou ainda a falta de liderança e a incapacidade de rejeitar ingerências políticas dos antigos presidentes da CGD”. Observador

    Liked by 2 people

    • sam permalink
      27 Fevereiro, 2017 23:05

      Este faz-se de palhaço inocente, como se não soubesse que os ladrões são o próprio núcleo do regime.

      Gostar

  4. Baptista da Silva permalink
    27 Fevereiro, 2017 15:13

    Palhaço sou eu que pago, sou assaltado e violado. E continuo feliz da vida.

    Liked by 1 person

  5. SRG permalink
    27 Fevereiro, 2017 15:42

    Até países do terceiro mundo (Angola), fazem chacota dos nossos (des)governantes.
    O circo continua e siga o espectáculo.

    Liked by 1 person

  6. LTR permalink
    27 Fevereiro, 2017 15:47

    O método comuno-galâmbico (bloquear a comissão da CGD e dar entrevistas a dizer que o querem fazer) está em alta, tal como a falta de vergonha na cara. Ontem os da RTP esqueceram-se de fechar o direto no fim da transmissão da curta declaração a um deputado do PC numa praça, e no fim diz ele muito contente: “obrigado eu”.

    Liked by 3 people

    • LTR permalink
      27 Fevereiro, 2017 15:49

      “de um deputado”

      Gostar

    • carlos alberto ilharco permalink
      27 Fevereiro, 2017 16:59

      Deve ter sido o mesmo operador daquela cena do Sócrates “estou bem assim ou melhor assim)

      Gostar

  7. Alain Bick permalink
    27 Fevereiro, 2017 16:08

    pote de caril de porco

    Gostar

  8. Manuel permalink
    27 Fevereiro, 2017 16:13

    Excelente artigo, mais umas achegas:

    Onde está a lista dos avençados(políticos e jornalistas) do BES?
    Onde está a lista dos maiores devedores da CGD?
    Quem pagou os pareceres jurídicos pedidos por António Domingues antes de ser administrador da CGD?
    Porque são necessários 5000 milhões para a CGD?
    De quem são os 10000 milhões que saíram para offshores e os impostos foram pagos?
    A que horas de demite o sr Centeno? É necessário começar a CPI? Mais tempo perdido e dinheiro gasto?

    Liked by 3 people

    • carlos alberto ilharco permalink
      27 Fevereiro, 2017 17:01

      Há que aguardar um bocadinho até alguém dar ao Correio da Manhã um envelope com vinte ou trinta folhas A4.
      Vai ser um fartote.

      Gostar

  9. José Domingos permalink
    27 Fevereiro, 2017 16:38

    São factos. Mas não saímos disto, não nos apetece ir para a rua, está frio.
    Prefiro pagar, ver uns números de circo, e os meus filhos e netos, que paguem a conta.
    Um povo assim, não pode gerar políticos de qualidade.
    Temos o que merecemos, trabalhamos hoje para o pessoal do público estar no bem bom.

    Liked by 2 people

  10. 27 Fevereiro, 2017 17:25

    Cristina Miranda,

    O sítio é também um colossal, perigoso e dispendioso divertimento diário antes e depois de qualquer Carnaval.
    Os tugas pagam a folia e não piam.

    Liked by 1 person

  11. Marinheiro permalink
    27 Fevereiro, 2017 17:43

    O 100 Tino arrisca-se a ser medalhado pelo marmelo.
    Comenda da Ordem Kaloteira com colar e fita.

    Liked by 1 person

  12. 27 Fevereiro, 2017 17:43

    Ora aí está a notícia do dia: o magnânimo Ferro aprovou a nova Comissão de Inquérito à CGD, proposta pelo PSD e pelo PP. E parece que fez um favor…

    Liked by 1 person

    • LTR permalink
      27 Fevereiro, 2017 23:08

      Proposta pelo PSD e pelo PP, e provavelmente empurrada pela goela pelo PR 🙂

      Gostar

      • 28 Fevereiro, 2017 01:43

        Talvez isso mesmo. O Ferro terá dito ao MCThomaz que não podia, este impôs que mesmo com amigdalite teria de engolir o sapo.

        Liked by 1 person

  13. javitudo permalink
    27 Fevereiro, 2017 18:09

    MJRB, os tugas andam distraídos, preocupados com a carteira quando os ladrões de cá o estão a explorar com as rendas e com o fisco, e os de bruxelas, com a espada de Damócles enquanto pagar os juros. Depois se verá.
    Nada acontece por acaso, o tuga não é necessariamente burro mas o sistema de ensino se encarrega de o chatear, desinteressar e de o afastar de vez do conhecimento quanto mais da sabedoria. Isto vem de há décadas.
    Nada acontece por acaso.
    A primeira estratégia da lavagem cerebral em curso é a da distração.
    A atenção do tuga é desviada dos problemas importantes e das mudanças decididas pelos “iluminados”, mediante a técnica do dilúvio, ou seja inundação das contínuas distrações dos futebóis e das telenovelas e de informações insignificantes como se pode ver todos os dias na tv, nem que se reportem a peripécias ridículas em países longínquos.
    Os conhecimentos essenciais, por exemplo, quem o tem estado a roubar a ele e aos seus vindouros, a identificação clara dos ali bábás e das suas cavernas e offshores esvai-se.
    O tuga, mesmo quando não faz nada de positivo, o que é frequente mesmo quando está empregado, está “ocupado”, “derreado”, sem nenhum tempo para pensar.

    Liked by 1 person

    • 27 Fevereiro, 2017 21:46

      E os tugas que se sentem importantes e demasiado ocupados, quando não lhes apetece ou não querem contactos, estão sempre “em reuniões”. Dá-lhes estatuto, carago !

      Gostar

  14. Arlindo da Costa permalink
    27 Fevereiro, 2017 18:24

    É verdade. Desde 2011 que o Circo ChenSemVergonha instalou-se em Portugal.

    O Sr. Coelho dos Passos é o Palhaço-Chefe desse circo very tipical 🙂

    Gostar

    • JMS permalink
      27 Fevereiro, 2017 22:21

      Estás enganado. O Palhaço-Chefe foi o Sócrates mas isso, o Partido não deixa dizer. Pois… é lixado.

      Acredito que não consigas vomitar cada vez que escreves. Não tens consciência e isso ajuda a que continues anafadinho, como qualquer socialista bem comportado.

      Gostar

    • Marinheiro permalink
      27 Fevereiro, 2017 23:21

      y tu o idiota útil da companhia

      Gostar

    • Tiradentes permalink
      28 Fevereiro, 2017 08:17

      Mas o Ar lindo disse uma verdade…desde 2011 que os Semvergonha se instalaram em Portugal. Logo em Maio o ministro das desfinanças anunciou que só tinha dinheiro para pagar salários e pensões mais um mês e meio. Pouco tempo depois o próprio primeiro ministro, preocupado com a estética da sua imagem como palhaço chamou a troika…e isto apesar de a AR ter a geringonça como maioria atiraram as culpas para o artista substituto. Portanto nem o Pinto de Sousa é palhaço e menos ainda o Passolas de Massamá. Os palhaços são os tugueses

      Liked by 1 person

  15. javitudo permalink
    27 Fevereiro, 2017 18:28

    O magnânimo Ferro aprovou a nova Comissão de Inquérito à CGD, proposta pelo PSD e pelo PP. Até a comissão se organizar vai haver muita festa e muita roupa suja. A certa altura o tema passou, é o que se faz com temas incómodos.
    O apelo ao emocional continuará a causar um curto circuito na análise racional e no sentido crítico. A moda de ser estúpido, vulgar e inculto continuará a prevalecer.
    O tuga acabará por acreditar que somente ele é culpado pela sua própria desgraça, por ser estúpido, por ser preguiçoso e alheado.
    Em vez de se revoltar contra o saque, auto desvaloriza-se, só entre os seus botões culpa-se, fica triste de todo, toma pílulas para se levantar e comprimidos para dormir.
    ” Os portugueses compraram em média, por dia, até agosto mais de 75 mil embalagens de antidepressivos, estabilizadores de humor, tranquilizantes, hipnóticos e sedativos”. 2013.
    Inibido de vez, é como o querem os paladinos da demucracia, da justiça e dessas coisas todas. O tuga não reaje, não questiona, quando muito irrita-se com picuinhas, fuma mais um, bebe as mini uma a uma até se rir à gargalhada sem saber porquê!

    Liked by 2 people

  16. A.lopes permalink
    27 Fevereiro, 2017 18:30

    xcelente artigo, Cristina! Realmente, este país está mesmo um circo! Com um cata-vento e um 44 nº.2 a fazer de gorilas/saltimbancos! E nós, de palhaços a ver estas cretinice toda! E sem reagir!

    Liked by 2 people

  17. javitudo permalink
    27 Fevereiro, 2017 18:35

    http://observador.pt/especiais/valdis-dombrovskis-ha-sempre-tentativas-de-retratar-divisoes-dentro-da-comissao/
    Mais um exemplo de hipocrisia com fato e gravata destinado a prolongar a escravidão.

    Gostar

  18. javitudo permalink
    27 Fevereiro, 2017 18:47

    O Paul Krugman no NYT lança hoje esta bela prosa sobre autocracia:

    “How does this happen? A crucial part of the story is that the emerging autocracy uses the power of the state to intimidate and co-opt civil society — institutions outside the government proper. The media are bullied and bribed into becoming de facto propaganda organs of the ruling clique. Businesses are pressured to reward the clique’s friends and punish its enemies. Independent public figures are pushed into collaboration or silence. Sound familiar?
    But an outraged populace can and must push back, using the power of disapproval to counter the influence of a corrupted government”.

    Desta vez estou de acordo com o senhor Krugman, alguém o devia convidar a voltar cá para apreciar o que a geringonça está a fazer todos os dias. “Sound familiar”?

    Gostar

  19. Anónimo permalink
    27 Fevereiro, 2017 19:22

    O PM português, o Sr. A. Costa e os seus Centenos de ocasião, são figurantes secundaríssimos no Circo europeu ChenEuro.

    Pomposamente atarantados em modo de sobrevivência num jogo que lhes passa muito acima das suas tristes figuras de dita “classe política”.
    Houve alguém da ilustre classe política que resolveu abdicar da moeda, da soberania e tudo resto. “Savoir bien faire” com “pronuncia portuguêsa”…
    Aliás nem foi o Sr. A. Costa quem abdicou da moeda, embora ande lá perto.

    Se calhar os milhões não estão a “sair para off-shores”.
    Estão apenas a voltar, via a mítica figura do ECB, em cerca de 90%, para os privados que os emprestaram.
    O curioso é que já nem papel é.

    Gostar

  20. 27 Fevereiro, 2017 22:41

    “Se calhar”, no caso complexo E TENTACULAR dos 10 mil milhões, há uns quantos jácintoleitecápêlorego !… Não me admiraria.
    A coisa vai ser difícil de explicar de modo a convencer as pessoas que houve só incúria, esquecimento, desleixo da ET e do MdasFinanças.

    Liked by 1 person

  21. 27 Fevereiro, 2017 22:51

    O Sócrates ataca Cavaco: “foi completamente indiferente aos interesses do país”; “vil ataque”, etc. Alguém terá de avivar a memória do “menino de ouro” do P”S”…

    Liked by 1 person

    • licas permalink
      28 Fevereiro, 2017 13:54

      Desde que ele não passe disto. . . Afinal, já se nota algum desespero.
      Espero que vá sucessivamente piorando. . .

      Gostar

      • 28 Fevereiro, 2017 14:01

        O tipo está desesperado desde o momento em que soube que estava a ser investigado. Portanto, antes de ser preso.
        Vai piorar até ao desatino e à fúria total.

        Gostar

  22. javitudo permalink
    28 Fevereiro, 2017 00:47

    “O maior circo político “ ChenVergonha” de todos os tempos. Aqui não falta nada: contorcionistas, malabaristas, palhaços, mágicos, domadores”. Não faltam os artistas no palco inclinado, é verdade.
    O mais importante está porém nos bastidores, no “ponto”. O ponto é construído com soundbites repetidos até à exaustão de modo a manipular uma opinião publica infantil.
    Simples e eficaz encontrar as palavras chave emanadas das ideias-chave, concretizar algumas palavras dirigidas ao coração do povo, em particular do nosso povo. As palavras certas são aquelas que resultam em cheio. Há mapas de palavras dessas prontas a ser usadas em meios diversos. O pano de fundo está montado desde há muito.
    A esquerda é boa a direita é má. Todos sabem que já não existe esquerda e direita, os comparsas roubam con as duas a bel prazer que osto aqui não é a Islândia.

    O soundbite funciona como um slogan, quanto mais repetido, maior se torna autónomo em relação às pessoas, como se fossem verdades absolutas. Os merdia estão lá para que venham a adquirir o status de dogna inquestionável.
    O slogan não exige esforço de análise, muita gente é neles que se guia para as decisões banais, automáticas. Uma sociedade dos tugas está pronta para consumir informações sintéticas e slogans que passam a integrar linguagens desabridas, 5 ou 7 palavrões chegam, bem como comportamentos próprios de sociedades do terceiro mundo.

    Gostar

    • licas permalink
      28 Fevereiro, 2017 13:58

      Estamos a ser preparados para “consumir” o Marxismo-Leninismo. . .
      por via “auricular”

      Gostar

  23. Cipião Numantino da Boina, anti comunofóbico. permalink
    28 Fevereiro, 2017 02:18

    Foi pena que não tenha lido as duas noticias, que não tem nada a ver uma com a outra.
    Mas compreendo que depois ficava sem tema, para a missiva.
    A Marilú não faria melhor.

    Gostar

  24. 28 Fevereiro, 2017 08:19

    Como habitualmente, excelente.

    Liked by 1 person

  25. Castrol permalink
    1 Março, 2017 15:20

    De palhaçada em palhaçada, até que a morte os separe!

    Afinal não era de Rennie que o BE precisava por engolir tantos sapos, mas apenas de um lugarito para o Louçã no BDP…

    A seguir virá a palhaça Mortágua como ministra das finanças, com o seu célebre número de magia, para acabar de vez com isto tudo.

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: