Skip to content

Mas, pá, tu não sentes a culpa do teu heptavô ter vendido um escravo?

18 Abril, 2017

A propósito de pedir desculpa por um eventual antepassado qualquer ter colonizado um território africano, esperaria alguma coerência daqueles que doravante designarei por assalariados do politicamente correcto. Esperaria, por exemplo, que não andassem por aí a defender a construção de mesquitas para os que chegaram agora para colonizar a Nova África a que se chama Europa. Deixem cá o pretinho ficar quietinho com a sua tribo e a sua palhota com crucifixos. Porque, o j’accuse é muito mais credível sem três dedos a apontarem de volta.

Advertisements
67 comentários leave one →
  1. 18 Abril, 2017 23:14

    De facto, a ignorância é muito atrevida .

    Gostar

  2. 18 Abril, 2017 23:18

    TEXTO RETOMA TERMOS DA DECLARAÇÃO DE INDEPENDÊNCIA DE 1776
    Senado dos EUA pede desculpas pela escravatura e segregação racial dos negros
    AFP e PÚBLICO 18 de Junho de 2009, 18:37 Partilhar notícia

    Gostar

  3. 18 Abril, 2017 23:19

    chanceler da Alemanha, Angela Merkel, recebeu um grande aplauso do Parlamento de Israel, o Knesset, nesta terça-feira, após pedir desculpas pelo Holocausto Merkel disse que os alemães “ainda estão cheios de vergonha” pelo genocídio de seis milhões de judeus, praticado pelo regime nazista durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Seu discurso foi o primeiro de um chefe de Estado alemão no parlamento israelense. Ela também afirmou que a Alemanha defenderá Israel contra qualquer ameaça, particularmente do Irã.

    Gostar

    • 19 Abril, 2017 00:12

      Se tem vergonha faça uma plástica.

      Liked by 1 person

    • 19 Abril, 2017 00:41

      Eu acho que sim. A cripto-comuna Merkel ainda devia pedir mais desculpas. Quanto mais se vergar e dar o cuzinho a pedir desculpas, mais mein kampf se vendem…

      Gostar

  4. Juromenha permalink
    18 Abril, 2017 23:24

    Lá, como coma cá , a trampa é a mesma, fomentada, sempre, pelos mesmos …de sempre.
    Mudam o “visual”, de acordo com os tempos e as modas, mas a substância e o objectivo mantêm-se inalteráveis.
    Vale a pena ler , a este propósito, o artigo de Pérez-Reverte “Intolerancia y otras idioteces”, no seu Patente de Corso,de hoje, 17.
    http://www.perezreverte.com/…/patentes-corso

    Gostar

  5. licas permalink
    18 Abril, 2017 23:26

    Se vamos a “essa” de ter a obrigação pedir desculpas por abusos passados…
    ___já o PCP as pediu pelo que Stalin praticou quando Governante?
    ___o BE quanto a Mao Tse Tung?
    Para já os meus heptavós serem 4 elevado a 7 = 16384 o que é “uma cambada de malta”
    Mas até dou razão à preocupação : algum deles poderia ser de Esquerda, VERGONHA. . .

    Liked by 1 person

    • 19 Abril, 2017 00:03

      Não exageremos, são apenas 256 os seus heptavós, e isto se não houver primos pelo meio.

      Gostar

      • licas permalink
        19 Abril, 2017 00:30

        Conto 4 avós (2 avôs+2 avós), não são?

        Gostar

      • licas permalink
        19 Abril, 2017 06:21

        sigmund540
        Tem razão, muito obrigado.

        Liked by 1 person

      • Tiradentes permalink
        19 Abril, 2017 07:14

        ao sei se será assim…vc bem pode ter tido 4 avôs ou 4 avós….sabe lá vc o género deles…..isso é muito sexismo

        Gostar

    • 19 Abril, 2017 00:52

      Licas, se me permite, o seu erro é que o número de heptavós não é 4 elevado a 7, mas sim 4x2x2x2x2x2x2=256.

      Gostar

    • 19 Abril, 2017 10:06

      O pcp tem é de receber desculpas pelas mortes , torturas , perseguições que os seus militantes foram alvo

      Gostar

      • António C. Mendes permalink
        19 Abril, 2017 10:23

        Por parte dos seus camaradas!!! Resolvam lá isso dentro de casa!
        Bolota, és tu??

        Liked by 1 person

  6. 18 Abril, 2017 23:28

    Finalmente vai ser feita justiça aos escravos judeus que construíram as pirâmides do Egipto.
    Certamente o Rui Tavares já tem um número em mente para os egípcios indemnizarem os judeus.

    Gostar

    • 19 Abril, 2017 10:36

      Que escravos judeus?
      Também ainda repete esse disparate?

      Gostar

      • licas permalink
        19 Abril, 2017 14:44

        António C. Mendes PERMALINK
        19 Abril, 2017 10:23

        Foram muitíssimo mais comunistas mortos pelos seus
        camaradas de “religião” do que qualquer regime “fascista”
        da Europa ou da América Latina . . .
        (os factos é teimam a lixar os Marxistas-Leninistas e afins . . . )

        Gostar

  7. 19 Abril, 2017 00:00

    Curiosa, irónica e tragicamente, não fora o colonialismo, e não teríamos tido este Primeiro-Ministro.

    Gostar

  8. Juromenha permalink
    19 Abril, 2017 00:05

    “Lá como cá”.
    As devidas desculpas.

    Gostar

  9. javitudo permalink
    19 Abril, 2017 00:52

    O meu hepatavô foi fidalgo mercador, já dizia ele que comparado com o que os muçulmanos faziam há séculos em África o negócio dele era bagatela.
    O desdém dos árabes para com os africanos é conhecido. Eles dominaram durante séculos e hoje procuram reeditar em países como a Nigéria e o Mali.
    Rezam as crónicas: “Como fazer com que não se reproduzissem em terras árabe-muçulmanas”? Enviam a maioria das mulheres negras para os haréns, e mutilavam os homens à facada causando mortalidade assustadora. Razão tinha o meu avô.

    Liked by 2 people

  10. licas permalink
    19 Abril, 2017 06:24

    O meu avô paterno fez a Guerra de 14-18 na África

    Gostar

  11. Aventino permalink
    19 Abril, 2017 09:55

    O Eusébio é melhor do que o Ronaldo. ESTOU DESCULPADO!

    Gostar

  12. 19 Abril, 2017 10:34

    Esclavagistas do poliicamente correcto.

    Eles obrigam.

    Gostar

  13. javitudo permalink
    19 Abril, 2017 10:47

    Licas, não se trata de avô mas sim de heptavô. O Vitor tem longo alcance.

    Gostar

  14. Ricciardi permalink
    19 Abril, 2017 11:28

    Pedir desculpa por crimes cometidos por antepassados parece-me mal. A compensação deve ser equivalente e um mero pedido de desculpas não é admissível, portanto.

    O ideal mesmo era forçar o Vítor Cunha à escravatura, como representando desta geração para pagamento dos erros cometidos pelas gerações anteriores.

    Rb

    Gostar

    • José Ribeiro permalink
      19 Abril, 2017 14:28

      Tem um bom remédio: chegue-se à frente e dê o exemplo. Force-se à escravatura que o Vítor Cunha faz falta para postas que incomodam os esquerdalhos.
      Da minha parte não tenho de pedir desculpas em nome seja de quem for, por actos e omissões que nunca os cometi.

      Liked by 1 person

    • 19 Abril, 2017 16:17

      O Jim Jones dizia o mesmo. Podias criar outro Templo do Sol lá na savana

      Gostar

  15. licas permalink
    19 Abril, 2017 12:16

    Também acho, Ricciardi, pedir desculpas é para maricas:
    um homem-macho parte para o Goulag para espiar os seus
    pecados de branco. NÃO se pode fazer por menos.
    Não pecaste talvez, mas os teus heptavós com toda a certeza.

    ____Lobo: por estás tu, cordeiro, turvando a água que estou bebendo?
    ____Cordeiro: mas, sr. Lobo, como pode ser se eu me encontro a juzante deste regato?
    ____Lobo: nada de evasivas, se não foste tu, foi o teu pai, e por tal vou-te comer…
    ____Cordeiro: ????????

    Gostar

  16. Raghnar permalink
    19 Abril, 2017 12:46

    “Bárbara Galope brincava com bonecas até descobrir o futebol. Agora acha que as bonecas são “um vício”. E que “os homens agora deviam ter menos direitos do que as mulheres, para compensar o que fizeram”.

    Se é isto que se ensina sobre o pretexto de “igualdade de género”, parece-me que falta pouco para um nosso “iluminado” sugerir que também devíamos ser escravizados para “compensar o que fizemos”. Isto está a ficar bonito…

    Gostar

  17. SALOIO permalink
    19 Abril, 2017 13:37

    E a mim, quem me deve um pedido de desculpas?
    “Manoel dos Reis (1) , natural e morador da villa da Ericeyra, que indo elle … embarcado em hum barco de pesca que da dita villa sahia a fazer pescaria (2)… o captivarão os mouros da cidade de Argel, aonde está padecendo hum rigoroso captiveyro….”
    (1) Meu oitavo Avô
    (2) No ano de 1713

    Liked by 1 person

  18. piscoiso permalink
    19 Abril, 2017 14:14

    Ou seja, devemos vangloriarmos dos grandes feitos dos nossos antepassados, mas dos erros…varremos para debaixo do tapete.

    Gostar

    • 19 Abril, 2017 14:17

      Qual foi o erro? Sublinho que é uma questão muito clara, com apenas quatro palavras, que até um apoiante de Sócrates poderá entender.

      Liked by 1 person

      • piscoiso permalink
        19 Abril, 2017 18:33

        Caramba, não há erros em algumas práticas dos nossos antepassados! É só glórias.

        Gostar

      • 19 Abril, 2017 19:00

        Reparei que preferiu não responder, desviando. Eu noto essas coisas porque tenho filhos pequenos.

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        19 Abril, 2017 22:53

        fosga-se se a escravatura tuguesa foi um erro do qual nos devemos redimir devemos também exigir que todos os povos que durante pelo menos quase 3.000 anos a praticaram…..a começar pelos africanos a quem os tugas iam comprar ( e não fazer….porque nem tinham como) escravos.
        Entre grandes grupos que fizeram escravos antes dos europeus que tb o foram , e no caso da escravatura africana, os árabes/muçulmanos fizeram 5/6 vezes mais escravos que os europeus.
        Ou também querem varrer para debaixo do tapete?

        Gostar

  19. 19 Abril, 2017 16:53

    Vitor acabaste de insultar os xuxas politicamente correctos… Prepara-te para o Call Center do PS preparar as armadas!
    Por falar em xuxas: https://portugalgate.wordpress.com/2017/04/19/portugal-e-o-euro-o-exemplo-do-investimento-da-mercedes-na-hungria/

    Gostar

  20. Arlindo da Costa permalink
    19 Abril, 2017 17:32

    Os vossos heptavós não eram pretos, eram mouros, berberes e judeus.

    Posso fazer a vossa genealogia.

    Gostar

    • sam permalink
      19 Abril, 2017 23:34

      Arlindinho, não faças a tua senão ainda descobres que a tua estupidez é genética…

      Gostar

  21. javitudo permalink
    19 Abril, 2017 17:50

    Alto lá isso dos mouros e berberes é lá com os sulistas. E também eram pretos, sim senhor.
    “Ao almoxarife, entre outras atribuições, cabia a vistoria das embarcações da coroa ou por ela fretadas, à sua chegada, a logística e a venda dos escravos, bem como a venda de licenças a particulares. A dízima e a sisa cobrados na alfândega de Lisboa constituíam outra valiosa fonte de lucro com o comércio de escravos aqui desembarcados. A Câmara Municipal de Lisboa tinha a seu cargo a designação do corretor “dos mouros, e mouras negros e alvos que se ouuessem de vender em a dita cidade e seus termos”.
    Quanto à dízima e a sisa IMI, continua tudo na mesma. O regresso à escravatura está em marcha, mas os mouros ainda não se deram conta da tramóia.

    Gostar

  22. javitudo permalink
    19 Abril, 2017 18:10

    Coisas que o meu heptavô não podia prever, mas que o meu avô já pode.
    “O Governo português possui um plano de contingência para a comunidade portuguesa na Venezuela, em caso de agravamento da situação no país, disse esta quarta-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros Augusto Santos Silva ao receber o seu homólogo cubano”.
    O meu avô sente-se revoltado com a notícia por vária razões:
    Na Venezuela não ocorre nada de especial e uma dieta não faz mal a ninguém.
    Um cubano bem informado sublinhou a “relação fraterna” entre Havana e Caracas, e assegurou ser “testemunha do enorme carinho que existe na Venezuela por Portugal”. Nada a temer, antes pelo contrário. Até se avistam famílias a fazer picnic no centro das cidades.
    Acresce que o banhista ainda não foi lá dar ânimo à resistência contra o imperialismo.
    O pacheco pereira ainda não aludiu à heroicidade bolivariana.
    Os apoiantes do regime democrático cá do sítio tardam em fazer uma excursão a Caracas a manifestar o repúdio por qualquer ingerência neocolonialista.
    Não há dúvida que o mundo está a passar por uma grande crise de consciências.

    Gostar

  23. Colono permalink
    19 Abril, 2017 18:47

    Só me curvarei reverencialmente: —

    Quando Isabel dos Santos e “su padre” , pedirem desculpas ao seu povo pela FOME que está a passar!

    Saibam estes f.d.p. que os reis e rainhas negras ( por exemplo, a Rainha Ginga) era mais esclavagista do que a Mortágua é “libertatriz” …. Eram as gingas e quejandos que vendiam os escravos aos brancoides! A Ginga que comece por pedir desculpas aos avós, etc…

    Piscoiso: Exige ao egípcios um pedido de desculpas pelos escravos “europeus ” que “malharam” nas obras das Pirâmides

    Gostar

    • piscoiso permalink
      19 Abril, 2017 19:09

      Foram cerca de 30.000 trabalhadores que construiram as Pirâmides em mais de 50 anos. Os metadados pessoais deles, a haver, só o Trump é que os tem.

      Gostar

  24. javitudo permalink
    19 Abril, 2017 19:12

    http://www.bbc.com/news/magazine-39456400
    O meu heptavô não as escravisava.
    Ao que parece elas gostam.

    Gostar

  25. Ricciardi permalink
    19 Abril, 2017 20:13

    Se o Vítor Cunha escravizasse um chinês eu, que não o conheço de lado algum, sentia-me na obrigação moral de, enquanto compatriota do escravizador, pedir desculpa aos meus amigos chineses (que é só um, por acaso).
    .
    Imaginemos que o Vítor não escravizou mas que o avô do Vítor, o vô Cunha, foi homem que triunfou nos negócios escravizando brasileiras e colombianas. Nesse caso o Vítor não tem culpa dos actos do avô, nem se pede que assuma uma culpa que não tem. Um pedido de desculpas não é uma assunção de culpa. É um lamento em substituição e em representacao do familiar criminoso.
    .
    É como quando os nossos filhos se comportam mal. É de bom berço pedir desculpa em nome deles. Ou nao?
    .
    Rb

    Gostar

  26. carlos alberto ilharco permalink
    19 Abril, 2017 22:00

    Os tugas deliciam-se com estas discussões.
    Podiam aprofundar um bocadinho mais.
    Havia sindicatos nas naus que demandaram as Índias?
    O horário de trabalho estava afixado com a chancela Real?
    E a propósito era constitucional os Reis propagaram-se por natural descendência?
    Bruno de Carvalho tem perfil para presidente do Sporting?
    Os jogadores podem benzer-se antes de entrar em campo e agradecer a Deus os golos?
    Tantos problemas e tão poucos Tavares para os lançar.
    Aguardemos pela Câncio, deve estar mortinha por fazer nova crónica no pasquim.

    Gostar

  27. licas permalink
    19 Abril, 2017 23:27

    licas
    18 Abril 2017 21:39

    O episódio Pedro Filipe Soares, sabêmo-lo, tem tudo menos ocasional. Pertence ao DNA da Extrema-Esquerda, o limitar, proibir, temas ou abordagens que consideram blasfemicos estão sempre nos seus propósitos e tentam obstinadamente levá-los à prática. Constituem o mais intolerante e a menos inclusiva fração de um povo. Não toleram o contraditório mesmo o mais inócuo, como seja no caso uma palestra, sendo a força o “argumento” preferido. Em último caso, se não podem proibir a discussão, em vez de entrarem em debate, malham como diz apropriadamente Augusto Santos Silva.

    Gostar

  28. A. R permalink
    20 Abril, 2017 01:12

    Não percebo este ódio ao homem Branco.
    Escravatura já existia em África;
    A escravatura foi erradicada pelo cristianismo;
    Escravatura ainda existe nos países muçulmanos de África;
    O homem branco salvou os negros: não existiria nenhum agora sem ele. Ou por incluírem na dieta os membros da tribo vizinha ou teriam sucumbido a doenças ou ter-se-iam exterminado por guerras étnicas tão brutais quanto o genocídio arménio pelos otomanos;
    Não fora o homem branco e ainda viveriam em cubatas e carregariam às costas tudo: hoje têm aeroportos, linhas de caminho de ferro, portos, hospitais, centros de saúde, ..

    Gostar

  29. 20 Abril, 2017 10:04

    E prisões . Só o Mandela teve 27 anos preso.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: