Skip to content

Marcelo guterrou

16 Julho, 2017

«O Presidente da República, nos termos da lei e depois de ouvido o Governo, exonerou hoje o Tenente-General José Carlos Filipe Antunes Calçada do cargo de Secretário do Conselho Superior de Defesa Nacional, cargo que exerceu com zelo, competência e dedicação.»(*)

Foi uma notícia muito discreta, apenas a vi referida no CM.

O único militar que o Presidente da República escolheu pessoal e livremente foi por ele demitido por pressão das chefias militares e do Governo. Diz o PR ter «ouvido o governo» e acrescenta que o dito militar nada de mal fizera pois exerceu cargo «com zelo, competência e dedicação», (o que apenas justificaria a sua manutenção). Politicamente tornou-se inconveniente. Na verdade o PR cedeu à pressão, e confessa publicamente que deixou de ser comandante das FA passando a ser comandado.

Anúncios
20 comentários leave one →
  1. 16 Julho, 2017 16:12

    Oportuno post, Gabriel Silva.
    Notei esse tratamento atabalhoado (no mínimo) do MCThomaz e tinha-o reservado para juntá-lo ao próximo disparate do MCT acerca do relacionamento com os militares.
    Guterrou, sem dúvida.

    Gostar

  2. Viriato de Viseu permalink
    16 Julho, 2017 16:32

    MDCThomaz ( papagaio de Belém) atolou-se num pântano com toda a pompa, zelo, competência e dedicação!!!

    Gostar

  3. Viriato de Viseu permalink
    16 Julho, 2017 16:40

    Deixou de ser o CHEFE-SUPREMO !!!
    Quem nunca foi à tropa, não percebe o alcance desta derrota!!!

    Gostar

    • 16 Julho, 2017 17:46

      De acordo, quem foi militar compreende muito melhor o que aconteceu, desde o roubo até às esfarrapadas desculpas do AC-DC e do CEMGFArmadas, não esquecendo o consolo institucional dado pelo MCThomaz à incompetência e ao relatório final certamente conveniente para o governo e para as FA.

      Gostar

  4. Procópio permalink
    16 Julho, 2017 16:49

    Continuamos a assistir a uma farsa com palhaços num palco demasiado instável.
    Não se distinguem em nada por querer servir as populações.
    Estão fiados em manter os seus poderes para já, quem sabe se para sobreviver depois?
    Há sempre um depois, e o tempo corre.
    Continuam a utilizar a esperteza, a mentira, a omissão, o ilusionismo e a maningância.
    Também anda muito dinheiro por debaixo da mesas, o ddt está em descanso mas existem outros donos do resto disto tudo, os ddr. Porventura foram-no buscar aos nossos bolsos, perdão, à cgd.
    Quando se procura para onde foi a massa, ninguém sabe. Os partidos ditos de esquerda fazem obstrução descarada. Bem diz João Marques de Almeida no Observador:
    “Os portugueses já pagaram mais de cinco mil milhões de Euros para capitalizar a Caixa Geral de Depósitos. Foi o resultado de créditos oferecidos a amigos e parceiros de negócios, especialmente durante os governos de Sócrates, que utilizaram a CGD como se fosse o seu tesouro privado. A Assembleia da República preparava-se para branquear este escândalo financeiro. Devemos estar agradecidos ao Ministério Público por o ter evitado. Percebe-se a oposição da nossa oligarquia política à privatização da CGD. No fundo, já o privatizaram, estando-se nas tintas para o interesse público. O “interesse público” significa os portugueses pagarem os desvarios do banco privado da oligarquia política”.
    E mais:
    “Ao lado dos chefes militares, desvalorizou o roubo das armas. Mais, obrigou o Chefe de Estado Maior das Forças Armadas a dizer o contrário do Comandante Supremo das Forças Armadas, o Presidente da República. Como foi possível que o PM tenha forçado um acto de desrespeito pela hierarquia da Estado português? E como foi possível que o general Pina Monteiro se tenha sujeitado aquele triste papel”?
    A tropa foi boa para o golpe, será que continua suficientemente domesticada?
    Como diz o meu comparsa do Procópio: “Eu vou para férias, só quero que tudo continue traquilo”! Vai mais uma rodada.

    Liked by 1 person

    • 16 Julho, 2017 17:28

      É já praticamente tudo possível. A indiferença e delírio dos mimados pelo MCT estende a passadeira à geringonça.

      Gostar

  5. LTR permalink
    16 Julho, 2017 16:52

    Marcelo foi de enorme virilidade política quando o Rui Gomes da Silva lhe deu um toque por causa dos comentários na TVI. Aí sim, foi a correr para junto do Sampaio, que caía a democracia e o normal funcionamento do estado de direito.

    Gostar

  6. piscoiso permalink
    16 Julho, 2017 17:29

    Ó pá, aquilo é um comunicado protocolar, que não foi inventado ou escrito por Marcelo. É uma minuta em que só altera o nome e cargo do exonerado.

    Gostar

    • 16 Julho, 2017 17:55

      Foi uma minuta enviada pelo CEMGFArmadas ao MCThomaz e ao AC-DC, prontamente aprovada na íntegra, transcrita e assinada pelo MCT, porque incapazes de serem sérios e eficazes. Aflitos, “ambos os três” sentiram o cu a arder porque limparam-no à saída de Tancos com urtigas e cardos.

      Gostar

    • LTR permalink
      16 Julho, 2017 18:02

      Ainda bem que a minuta não é do Poiares Maduro.

      Gostar

    • rão arques permalink
      16 Julho, 2017 19:58

      Boa! Marcelo não passa de um amanuense do protocolo ás ordens.

      Gostar

  7. 16 Julho, 2017 17:38

    Notem quem surgiu hoje, antes das suas férias, para dar “prova de vida”: O Sócrates.
    Afirma o “menino de ouro do P’S'” que o Ministério Público “tem uma campanha criminosa” contra ele e…sintomaticamente como reforço à sua desesperada calimerice, pasme-se(!) critica a actuação do MP nas rendas da EDP e nas viagens ao Euro’2016 pagas pela GALP.
    Acerca dos incêndios, do SIRESP, de Tancos, da cativação, não opina porque não tem ouvido notícias.

    Liked by 1 person

  8. LTR permalink
    16 Julho, 2017 18:01

    Quem anda a guterrar, e de forma escandalosa, é a fina flor dos advogados que habitualmente se chegam logo à frente das câmaras para explicar responsabilidades legais diversas. Com 64 mortos contados, não há um único vestígio de movimentos judiciais contra o Estado por negligência no sistema de socorro, manutenção de estradas, etc. Absolutamente nada!

    Gostar

    • Rui permalink
      16 Julho, 2017 20:25

      Na mouche LTR!!!! Muito bem dito! E os jornalistas também ninguém fala disso. Pelo menos no caso dos menores que ficaram sem país era importante que alguém se chegasse à frente e os representasse!

      Gostar

  9. Prova Indirecta permalink
    16 Julho, 2017 18:02

    Ando há anos a comer com a patranha que temos uma das 15 maiores reservas de ouro . Contam-me que sao 382 toneladas , metade das quais à guarda da CGD . Onde é que está o nosso oiro ? Mostrem-nos o nosso oiro !!!!

    Gostar

  10. Arlindo da Costa permalink
    16 Julho, 2017 20:04

    E guterrou muito bem. Que Deus o conserve!

    Gostar

    • 16 Julho, 2017 21:43

      E que a si também o conserve. Dentro duma lata com molho de tomate.

      Gostar

  11. Jorge permalink
    17 Julho, 2017 11:50

    Deviam ver o que disse o novinho Macron : mais ou menos isto “no dia em que o chefe de Estado Maior das Forças Armadas (de França) não conseguir obedecer ao Presidente da República, deixa de ser Chefe do Estado Maior das Forças Armadas”.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: