Skip to content

Admito que as armas que podem nem existir tenham aparecido em localidade que não sei se existe

18 Outubro, 2017

A armas, que o ministro admite não saber se foram mesmo roubadas, apareceram na Chamusca, que é localidade que o ministro admite poder nem existir. Aparentemente, os terroristas de direita que andaram a incendiar o país para matar as populações que em tempos elegeram Cavaco Silva, terão escolhido esta data para revelar as armas (que poderão nem existir) para abafar a demissão da ministra que comprovadamente nunca existiu.

O Presidente, que ninguém sabe se existe mesmo, terá falado ontem sobre o incómodo que é estas chatices todas existirem. Entretanto, admito que os autocarros continuam a andar entre uma paragem e outra enquanto Sócrates não admite que o questionem acerca do que o próprio admitiu querer falar na RTP, que, admito, terá mesmo concedido o tal desejo para, admite-se, conseguir audiências abaixo das do programa que a entrevista substituiu.

Começa a ser bastante atraente admitir a possibilidade deste país nem sequer existir.

 

Anúncios
41 comentários leave one →
  1. Procópio permalink
    18 Outubro, 2017 11:51

    Para quem manda de facto, só existe na imaginação dos indígenas.

    Gostar

  2. 18 Outubro, 2017 11:54

    aahahahh maravilha de texto

    Gostar

  3. LTR permalink
    18 Outubro, 2017 11:59

    Foi mesmo na hora H.
    “H” de “manhosos”.

    Siga a festa:
    Agora vai obrigar o Marcelo a engolir uma tomada de posse antes da moção, para ele ver quem manda rindo nisto tudo.

    Gostar

  4. Manuel permalink
    18 Outubro, 2017 12:02

    A situação é muito séria e penso que o Vítor tem a noção do que se passa. O país faliu e temos um Estado que gasta 50% do PIB, mas este dinheiro é gasto em ordenados, viaturas, mordomias, comissões (luvas), empregar os familiares (como César), empregar os” amigos de infância” e no fim não fica nada para actividade operacional. Portanto, temos um monstro (Estado) completamente inoperante e só funcionam as coisas mínimas: cobrar impostos, justiça morosa, SNS insuficiente, educação e pouco mais Vou dar um exemplo de que o regime está doente e não tem salvação sem uma ruptura: as despesas do governo do Costa e dos gabinetes dos adjuntos e dos “aspones” vão ficar superior ao ano de 2011! Pergunto, como pode haver um carro de bombeiros para acudir a uma aldeia perdida em Oliveira do Hospital? Só podem acontecer tragédias. Como não vamos conseguir, em democracia, dar a volta à situação, além de sermos protectorado de Bruxelas, temos de escolher a potência protectora, no passado, foi a Inglaterra, mais não sei. Reitero, nas actuais condições, não somos viáveis como Estado. A demissão do governo,desejável, não resolve nada.

    Gostar

    • 18 Outubro, 2017 12:08

      Mas no ano que vem o governo faz um brilharete. Com menos 500 ha para arder, vai ter um número reduzidíssimo de incêndios em relação a este ano. Portanto, o governo é maravilhoso e acabou com os incêndios e com as mortes.

      Liked by 1 person

    • António C. Mendes permalink
      18 Outubro, 2017 12:25

      Não Manuel. Há momentos em que manter podridão só traz mais podridão. O necessário é que, no momento de necessidade, apareça quem queira ser sério e mais necessário ainda que quem o apoia lhe exija e lhes exija que sejam sérios. Deixêmo-nos de tretas, pelo andar da coisa, o que vejo são os próprios spin doctors e a podridão mediática que tem valido a esta tropa a não suportarem mais incompetência. Só a demissão deste azar que nos aconteceu poderá resolver alguma coisa.

      Gostar

      • Manuel permalink
        18 Outubro, 2017 13:02

        Já escrevi noutro post: os partidos devem apoiar um governo de salvação com uma figura extra-partidos, alguém que esteja disposto a sacrificar-se pela democracia e pelo regime. Uma alternância já não resolve nada. É evidente que os os partidos assumem o poder para empregar os seus(César), amigos de infância(Costa) e não servem o país. Por outro lado, o processo marquês e as 15 certidões conhecidas ontem, no observador, mostraram que a corrupção no Estado é sistémica.

        Gostar

      • 18 Outubro, 2017 13:09

        Uma figura extra-partidos… Deixe ver… Hummm… Não estou a ver malucos fora dos partidos e dos jornais… Deixe-me pensar.

        Liked by 1 person

      • 18 Outubro, 2017 15:52

        A estátua do Dom José ainda é extra-partidos ou já se filiou?

        Gostar

  5. lucklucky permalink
    18 Outubro, 2017 12:11

    A falta de vergonha das “notícias” colocadas nos “jornais”.

    Liked by 1 person

  6. LTR permalink
    18 Outubro, 2017 12:29

    O Kim-Il-Speedy-Gonzalez, também conhecido por António Costa, já deu ordem ao grupo parlamentar para chamar o ministro da defesa, para que ele possa explanar este grande sucesso do governo. O desespero está a levar ao descalabro sem noção do ridículo!

    Liked by 1 person

  7. 18 Outubro, 2017 12:45

    Em Agosto, quando a desorientação do MAI já se mostrava impossível de ocultar e se trocava, perante os nossos olhos incrédulos, uma chuva de mentidos e desmentidos entre ministérios, protecção civil, Bombeiros, polícias e marcianos – uma obscura secretária de estado achou por bem sair do armário com entrevistas a “jornalistas da casa”.

    Agora, depois de um relatório sobre Pedrógão muito crítico, depois de mais uma mortandade nas florestas, de Marcelo fazer de conta que é presidente e está zangado com o amigo Costa, e de a ministra que, desde Junho, vinha garantindo que o mais fácil seria demitir-se demitir-se, afirmando que já em Junho o quis fazer – exactamente no dia seguinte a todo este estendal de incompetências, aparece a notícia de que as armas de Tancos foram recuperadas.

    Sou eu que estou a ser cínico, ou este governo mostra-se doutorado na ancestral arte da manobra de diversão?

    Liked by 1 person

    • Manuel permalink
      18 Outubro, 2017 13:04

      Não há coincidências e como dizia o distinto professor” em política o que parece é”.

      Gostar

  8. licas permalink
    18 Outubro, 2017 12:56

    Je pense donc je suis
    Como o Tuga não é dado a pensar, fica na dúvida se existe. . .

    Gostar

    • 18 Outubro, 2017 13:32

      O Descartes começou bem mas borrou a pintura com esse deus ex machina. Como é que ele sabe que pensa? Aliás, o problema da existência não tem interesse, como demonstram os que se seguiram ao focarem-se na percepção.

      Liked by 1 person

  9. Mauritano permalink
    18 Outubro, 2017 13:01

    Delicioso! Ou se calhar não! Escreveu mesmo isto, ou é da minha imaginação que penso que existe este texto e afinal até pode não existir?
    Novamente. Delicioso. Parabéns VC.

    Liked by 1 person

  10. licas permalink
    18 Outubro, 2017 13:08

    . . . a sua especialidade foi “andar às descobertas. . .”
    (para cobri-las e , às vezes, engravidá-las)

    Gostar

  11. José Ribeiro permalink
    18 Outubro, 2017 13:50

    Excelente post, caro Vitor.

    Espero que Marcelo abra os olhos e veja que andaram a gozar com ele.
    Estamos a viver uma situação de choro e comédia. Esta tragicomédia não tem fim à vista?
    A esquerdalhada está em pânico com essas revelações. Vai-se a ver que a culpa é do Passos!
    Ehehehehehe!

    Gostar

    • 18 Outubro, 2017 13:53

      Já andam a espalhar uma fotografia da Cristas a mandar plantar eucaliptos.
      Calados que nem ratos mas sabem logo pôr a correr tretas para desviar as atenções.

      E a mongalhada vai atrás e republica e assim.
      Esta cena dos dependentes do Estado trama tudo. E quando o que recebem são migalhas, então ainda mais sabujos se tornam.

      Gostar

      • José Ribeiro permalink
        18 Outubro, 2017 14:04

        A sério?!?
        Dasse! Que cambada de anormais que temos neste País!

        Liked by 1 person

      • 18 Outubro, 2017 14:07

        Eucaliptos ardem mal. Isso é gente que se vende por uma lareira. Quando a tiverem perceberão isso dos eucaliptos.

        Liked by 1 person

      • 18 Outubro, 2017 15:03

        Olhe aqui.

        No facebook a malta palerma não se preocupa com outra coisa.

        Gostar

      • 18 Outubro, 2017 15:07

        Alguns desses “anormais” até conheço e ninguém diria que são tão palermas.
        Mas são. Por isso é que não acredito na capacidade racional para serem capazes de votar.

        Os que conheço e espalharam são artistas betos de esquerda & Cia Ltda.

        Gostar

  12. JPT permalink
    18 Outubro, 2017 14:10

    Porque não deixar o material na mata da Chamusca? Pela amostra dos incêndios, se o repõem em Tancos, é roubado outra vez.

    Gostar

    • Fássista permalink
      18 Outubro, 2017 16:32

      Porque se o deixassem lá, o material ardia no próximo incêndio.

      Gostar

  13. carlos alberto ilharco permalink
    18 Outubro, 2017 14:45

    Deixe-me dizer-lhe uma coisa muito simples.
    Nunca tinha lido um texto que até pode ser entendido por um analfabeto que retratasse tão bem o que Portugal é neste momento.
    Tenho ainda mais uma boa notícia.
    Passou a estar entre as dez personalidades com quem ficava honrado de almoçar/jantar (sem ser eu a pagar).

    Gostar

    • Filipe Costa permalink
      18 Outubro, 2017 19:30

      Pelo menos prova que não é o Sócrates (entre parentesis).

      Gostar

  14. António C. Mendes permalink
    18 Outubro, 2017 15:52

    O Fernando Rocha Andrade, chega-lhe com uns valentes tintos, não chega. Estava a ouvi-lo e quase jurava estar a ouvir o Narciso Fino canalizador.

    Gostar

  15. Fássista permalink
    18 Outubro, 2017 16:31

    No que toca à existência da República, torna-se cada vez mais óbvio que o Estado deixou à muito de existir.

    Gostar

  16. licas permalink
    18 Outubro, 2017 16:38

    áááááááááááááááááááááááááááááááá

    Gostar

  17. 18 Outubro, 2017 19:00

    Permito-me questionar sobre o dia em que é anunciada a recuperação do armamento. Não terá sido encontrado antes e cirurgicamente divulgada a notícia hoje ?
    Terá a ver com a conveniente oportunidade (para o desgoverno) para tentar distrair o maralhal da demissão da ministra e da intervenção do PR ? Também, para indiciar remodelação de ministros, no caso do da Defesa ? Para lavar a incompetência do AC-DC ?

    Gostar

  18. 18 Outubro, 2017 19:07

    Hoje, três meus amigos apoiantes da geringonça ripostavam repetidamente contra a ASCristas: “como é que ela e o Passos Coelho tem a lata de apresentar um Moção de Censura, se foi ela que enquanto ministra prejudicou a floresta e acabou com os guardas florestais ?” Por mais que eu respondesse que desde Junho aconteceu o que se conastata mais 104 mortos em incêndios cujos responsáveis são os desgovernantes da geringonça, voltavam a atacar o PPCoelho e a ACristas.
    Acresce que esses três amigos não são burros mas estão…dependentes do Estado…

    Gostar

  19. 18 Outubro, 2017 19:10

    VCunha,

    esqueci-me, óptimo e corrosivo post !
    (Entendo a inclusão do piscoiso e da tia, mas ele não merece confiança).

    Gostar

  20. 18 Outubro, 2017 19:18

    Grande azar VC.

    Gostar

  21. Filipe Costa permalink
    18 Outubro, 2017 19:33

    Essas armas existem? O Ministro disse que não sabe, portanto, o que encontraram desapareceu.

    Nem o Descartes o salva, o homem ainda está na fase da duvida metódica.

    Gostar

  22. Arlindo da Costa permalink
    18 Outubro, 2017 20:23

    Está à vista de todos que esse «desaparecimento» e insólita «aparição» não passa dum cambalacho militar…

    O Ministro devia mandar averiguar as chefias da tropa.

    Gostar

  23. Eduardo permalink
    18 Outubro, 2017 23:19

    No limite as armas foram levadas para o pinhal da Chamusca porque ali estavam em maior segurança e mesmo que houvesse fogo não se chamuscavam pois estariam melhor protegidas que nos paióis em Tancos.
    O problema agora é se o ladrões exigem armazenamento e o mini não encontra verba para satisfazer a mais que justa pretensão da quadrilha pois as armas estiveram ali ma máxima segurança e nem se chamuscaram

    Gostar

  24. maria costa permalink
    19 Outubro, 2017 17:48

    O país existe… para cobrar impostos, de modo a poderem ser distribuídas prebendas pela nomenclatura, mormente socialista, como se vê no “Processo Marquês”

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: