Skip to content

Heloísa, daqui chama Terra…

18 Outubro, 2017

Essa extraordinária negociata da política portuguesa que dá pelo nome de Partido Os Verdes que permite ao PCP tirar ainda mais vantagens do sistema parlamentar de que tanto mal diz, já se pronunciou sobre os incêndios?E a camarada Heloísa vai votar como a moção de censura?

Anúncios
25 comentários leave one →
  1. Alain Bick permalink
    18 Outubro, 2017 10:52

    estão com hemorróidas

    Gostar

  2. Procópio permalink
    18 Outubro, 2017 11:08

    A melancia está podre. Uma fruta enganadora que mata a sede a alguns.

    Hoje valem as sínteses:
    “O que designamos por “Estado” apenas funciona num dia: o dos recebimentos de salários.

    TODAS as reivindicações que façam tem apenas uma justificação: o pilim. Para eles sempre pouco. Para todos nós, pagantes, um profundo e continuado exagero que se volta a manifestar esta ano no nosso ignorante Orçamento de Estado. A designação adequada do mesmo deveria ser “Orçamento do Estado Corporativo”.
    O António, nosso “primeiro”, quer garantir o tacho através de umas tretas para os pagantes e umas mordomias para os “seus” votantes.

    Nós, pagantes do sector privado, à nossa sorte como as vítimas dos incêndios, começamos a estar fartos.

    O “Estado” não funciona. Tem um custo que não baixa, cresce no orçamento deste ano
    Quando acabamos com a continuação da ignorância de quem diz governar mas apenas se governa alimentando as suas clientelas políticas?!…
    Post em resposta a uma notícia de um Jornal.

    Liked by 1 person

  3. Abrolhos permalink
    18 Outubro, 2017 11:11

    Vai ser interessante ver o PCP e BE votarem contra a Moção de Censura. O que vão eles pedir em troca? O PAN, já se sabe, é capaz de exigir o fim dos pratinhos de caracoís ou a elevação do estatuto das baratas a animais de estimação. Assim, já posso levar a minha ao restaurante….

    Gostar

  4. LTR permalink
    18 Outubro, 2017 11:13

    Espero que PSD e CDS não se esqueçam de levar para o debate da moção de censura as citações do dito pelos partidos de esquerda sobre demissões relacionadas com fogos no passado recente.

    Liked by 1 person

  5. LTR permalink
    18 Outubro, 2017 11:23

    E não é que encontraram as armas que não tinham sido roubadas de Tancos? 🙂

    Liked by 1 person

  6. Baptista da Silva permalink
    18 Outubro, 2017 11:27

    CM:

    A PJ militar recuperou parte do material de guerra roubado da base militar de Tancos.

    Segundo avança a imprensa desta quarta-feira, foram recuperados, ao todo, 44 armas de guerra, granadas e explosivos.

    O material foi encontrado numa zona da Chamusca, após uma denúncia anónima.

    Ficam por localizar as munições furtadas na mesma altura.

    Recorde-se que foi furtado material de guerra dos paióis de Tancos, sendo que este furto apenas foi detetado a 28 de junho, desconhecendo-se a data real em que terá acontecido.

    Gostar

  7. 18 Outubro, 2017 11:31

    E o PAN não diz nada sobre as centenas ou milhares de animais que morreram por causa das chamas? Ou ao PAN só interessa os burgueses cães e gatos citadinos? Será que, para o PAN, todos os animais são iguais – mas uns são mais iguais do que outros?

    Liked by 1 person

    • António C. Mendes permalink
      18 Outubro, 2017 12:33

      Há um ditado taurino que diz: “quando sai um toiro sério à praça põe toda a gente no seu sítio!” É o que estamos a viver.

      Gostar

  8. lucklucky permalink
    18 Outubro, 2017 12:06

    Os Partido Ecologista os Verdes que nasceu em 1982 para proteger os mísseis nucleares SS-20 da União Soviética?

    https://en.wikipedia.org/wiki/RSD-10_Pioneer

    Gostar

  9. Manuel permalink
    18 Outubro, 2017 12:47

    Esta senhora quer um imposto extraordinário sobre as celuloses e o PCP quer a derrama estadual aumentada de 7 para 9%, ficaria qualquer coisa como: IRC 21%+ Derrama Municipal 1,5%+ Derrama Estadual 9% = 31,5%. Nem digo os valores da Irlanda, mas os países do Leste são todos mais competitivos e ainda vou assistir à Bulgária e à Roménia a ultrapassarem-nos em riqueza” per capita”. Querem impostos, mas depois não há carros de bombeiros, pois, os dinheiros ficaram nas 35 horas, horas extraordinárias, reposição de carreiras, etc. Penso que a carga fiscal vai ser tão arrasadora como os fogos que vimos a queimar as empresas por todos o país. O Orçamento de Estado tem de ser reformulado e os dinheiros das reposições (todas) deve ir para um plano de emergência para salvar as empresas, economia doméstica das pessoas e o parque habitacional, a floresta pode esperar. Mas onde está a coragem para um governo de salvação de nacional? Como os partidos não servem nem sabem, chame-se um homem bom e os partidos devem apoiá-lo por 2 anos. Não acredito no governo dos esquerdalhos, nem nas previstas soluções à direita.

    Gostar

  10. 18 Outubro, 2017 13:49

    Vamos lá deixar o emocional e tentar raciocinar sobre o racional.

    Existem três espécies de governantes no actual governo. Um numeroso grupo vindo diretamente da tralha socrática. Um segundo grupo que se assemelha ao primeiro, mas ainda mais fundamentalista e mais venezuelano. Finalmente um último grupo, pequeno, constituído por gente aparentemente normal.
    Quando olho para o actual ministro da saúde, para a Drª Constança, para o seu secretário de estado, e poucos mais, parece-me ver pessoas normais e com consciência. As primeiras reações da equipa do MAI em Pedrogão tenho-as como genuínas, próprias de pessoas esmagadas por uma tragédia da qual sabem que tem a sua quota parte de culpas. Não ocupavam os cargos pelas suas comprovadas competências mas porque alguém achou conveniente que fossem eles os titulares.

    INSISTENTEMENTE pediram para sair, mas sair significava que alguém ficaria a descoberto com todo um Verão ainda pela frente. E se por azar dos azares a tragédia se repetisse? Nesse caso todos se virariam para o mesmo. E o mesmo é o único responsável politico pela negociata do SIRESP e pela estratégia de combate aos fogos desenhada pelo dito e colocada no terreno pela APC. Não, terminantemente não, teriam que aguentar até ao fim.

    Ao olharmos, este fim de semana, para a cara de uma mulher completamente esmagada pelos acontecimentos, derrotada por uma incompetência mais alheia do que própria, assombrada pelos mortos, que sabia que iriam aumentar para números impensáveis, era impossível não ser sensível ao sofrimento que por ali grassava.

    Dei comigo a pensar numa qualquer parede fria de uma vulgar esquadra de polícia, em que uma fotografia da senhora chamava a atenção para as vitimas de violência doméstica, e em que se apelava à denúncia de tal situação.

    Assistimos de facto todo este Verão a um singular caso de violência doméstica/política, levada a cabo por um PSICOPATA do poder, a quem a vítima implora em desespero que (AGORA TEM que) a liberte. É essa a denúncia que aqui faço desta forma,

    “Logo a seguir à tragédia de Pedrógão pedi, INSISTENTEMENTE, que me libertasse das minhas funções e dei-lhe tempo para encontrar quem me substituísse, razão pela qual não pedi, formal e publicamente, a minha demissão”, escreve a Constança Urbano de Sousa.
    “Durante a tragédia deste fim de semana, voltei a solicitar que, logo após o seu período crítico, aceitasse a minha cessação de funções…
    … pelo que lhe apresento AGORA, formalmente, o meu pedido de demissão, que TEM de aceitar, até para preservar a minha dignidade pessoal”, conclui a ministra na carta enviada a António Costa.

    Da Drª Constança e dos seus feitos não rezará a história, mas que fique a lição que o PSICOPATA e o seu aliado (porque objetivamente o é) em Belém, não terão qualquer rebuço em pisar qualquer cadáver para sobreviverem.

    Gostar

    • Manuel permalink
      18 Outubro, 2017 14:00

      Esteve lá porque quis, ia à médica de família e pedia baixa. Qualquer médico via que a senhora não estava bem.

      Gostar

  11. 18 Outubro, 2017 14:07

    Está cada vez mais evidente até reparando nos comentários dos militantes do PSD na sic o Gomes Ferreira e o outro que o Psd e o CDS não querem uma reforma da floresta . Isso implicaria combater os lobies das celuloses , investir largas somas de investimento público no ordenamento florestal, aumentar o orçamento da agricultura com mais poderes, mais sapqdores, mais guardas florestais . Limitam se a funalizar a questão ( a culpa é da ministra ) e agora a dizer que temos de por a tropa a fiscalizar a floresta porque existe uma rede criminosa .

    Gostar

    • Manuel permalink
      18 Outubro, 2017 14:28

      O pinhal de Leiria não está ordenado, com cadastro, público e com uma espécie adequada? Acredita que é o sr Capoulas que vai reformar a floresta? Esta gente não sabe gerir uma carrinha de couratos e cachorros.

      Gostar

      • 18 Outubro, 2017 19:05

        Tudo falha porque o Ministério da Agricultura e Florestas, através do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), não investe rigorosamente nada no Pinhal de Leiria”, diz.

        O pinhal, conclui, “está completamente abandonado” e se foi anunciada uma verba de 1,8 milhões de euros para limpeza, agora não são necessários – “já não precisa de os gastar”.

        Se fosse só a falta de limpeza, seria mais simples, ironiza. O Estado não fez as limpezas, nem “voltou a plantar e a renovar este pinhal”.

        O empresário defende que a gestão da mata deve ser entregue à Câmara da Marinha Grande.

        Gostar

      • sam permalink
        20 Outubro, 2017 01:45

        Segundo a cartilha comuna, a solução é nacionalizar o pinhal de Leiria.
        Espera…

        Gostar

  12. carlos alberto ilharco permalink
    18 Outubro, 2017 14:57

    Vai ser o o momento Monty Python no circo da Assembleia da República.
    Claro que o PEV vai abster-se.
    A sua votação é irrelevante, quem manda é o Paizinho.

    Gostar

  13. 18 Outubro, 2017 19:00

    A Heloísa como qualquer portugues decente votará contra

    Gostar

    • sam permalink
      20 Outubro, 2017 01:49

      Votará ao lado do governo, queres tu dizer.
      E assumirá em definitivo a corresponsabilidade pelas vítimas.

      Gostar

  14. Arlindo da Costa permalink
    18 Outubro, 2017 20:26

    O PEV é um partido autêntico. Não é um albergue espanhol cheio de ratazanas e víboras como é o PSD, um partido ao serviço dos estrangeiros.

    Gostar

  15. Aónio Lourenço permalink
    19 Outubro, 2017 19:13

    A Heloísa é de partido melancia.

    Gostar

    • 19 Outubro, 2017 23:32

      E não pode ?
      Temos de ser laranja por fora e farda preta por dentro?

      Gostar

      • sam permalink
        20 Outubro, 2017 01:51

        O Abelito acabou de reconhecer a trapaça do PEV.

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: